Edificações Sustentáveis (Estudo das Tecnologias)

1.268 visualizações

Publicada em

Estudo das tecnologias empregadas para criar edificações sustentáveis.
UNIESP Barddal - Florianópolis / Santa Catarina / Brasil
Arquitetura e Urbanismo
Acadêmico: François Urban

Publicada em: Engenharia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.268
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
129
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edificações Sustentáveis (Estudo das Tecnologias)

  1. 1. EDIFICAÇÕES SUSTENTÁVEIS Florianópolis18/09/2014 UNIESP – Faculdade de Florianópolis Arquitetura e Urbanismo Tecnologias / Prof. NAppi Acadêmicos: François Urban Frank Urban Ariane Araújo Kamila Rosa
  2. 2. INTRODUÇÃO  Podemos definir sustentabilidade como dispor o melhor para as pessoas e para o ambiente, tanto agora como para um futuro indefinido.  Projetos arquitetônicos são uma grande oportunidade de atuação preventiva frente aos possíveis impactos ambientais decorrentes das atividades desenvolvidas ao longo do ciclo de vida de um edifício.
  3. 3. REQUISITOS Para ser sustentável, o empreendimento humano deve ser:  Ecologicamente correto;  Economicamente viável;  Culturalmente aceito;  Socialmente justo.
  4. 4. BENEFÍCIOS Podemos exemplificar os seguintes itens, como sendo os principais benefícios para o uso de uma arquitetura sustentável:  Preservação do meio ambiente;  Economia financeira;  Qualidade de vida;  Diferencial de negócio;  Valorização imobiliária;  Desenvolvimento da consciência ambiental.
  5. 5. DADOS  economia de energia, que situa-se em um patamar 10,00% inferior aos edifícios comuns.  reaproveitamento da água da chuva, que deve ser armazenada para aproveitamento nos sanitários e irrigação das plantas, consumo deve ser reduzido em, pelo menos, 20,00% em relação aos edifícios convencionais.
  6. 6. TECNOLOGIAS Captação e reuso da água Materiais reciclados e naturais Bioclimática Tratamento de resíduos Energia Paisagismo Produtivo Atualmente temos a disponibilidade uma diversidade ampla de tecnologias para aplicarmos num empreendimento sustentável. Custo de implantação varia de 1% a 7% a mais de um empreendimento convencional.
  7. 7. CAPTAÇÃO ÁGUA DA CHUVA • A água é captada em caixas de coleta, filtrada e armazenada. • A água dos lavatórios e dos chuveiros passa por uma estação de tratamento e é armazenada para uso nos vasos sanitários
  8. 8. CAPTAÇÃO ÁGUA DA CHUVA
  9. 9. CAPTAÇÃO E REDUÇÃO DE ENERGIA Energia eólica Cata-ventos no topo produzem a energia consumida pelo edifício. A tecnologia ainda é cara em alguns países. Energia solar Painéis de captação são instalados no topo para aquecer a água ou para transformar o calor em energia elétrica. Aparelhos econômicos Lâmpadas de baixo consumo nas áreas de uso comum e motores de alta performance diminuem o consumo. Sensores de presença Nas áreas comuns do condomínio, diminuem os gastos de energia.
  10. 10. ENERGIA SOLARTÉRMICA
  11. 11. ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA
  12. 12. ENERGIA EÓLICA
  13. 13. TRATAMENTO DE RESÍDUOS
  14. 14. TRATAMENTO DE RESÍDUOS
  15. 15. MATERIAIS RECICLADOS E NATURAIS Prefira os de baixo impacto ambiental, não só na sua produção mas também ao longo da sua vida útil. Informese sobre a questão da reciclagem, prefira aqueles vindos de processos que utilizem material reciclado e/ou que gerem resíduos não agressivos ao ambiente e que possam ser reciclados posteriormente.
  16. 16. MATERIAIS RECICLADOS E NATURAIS Ecovative: material isolante a base de fungos que substitui a utilização de espumas plásticas. Cobertura GR Green: restos de pedra calcária e plástico reciclado (garrafas de leite e sacolinhas plásticas) compõem o produto que custa menos que os concorrentes, tem longa duração (pelo menos 50 anos) Dutch Design Initiative: painel reforçado de cimento, madeira e lã, é resistente ao fogo, à água, a insetos, não apodrece e ainda por cima é um isolante térmico e acústico.
  17. 17. BIOCLIMÁTICA As cores das fachadas e das coberturas influenciam diretamente o conforto térmico. Considere que as cores claras não absorvem tanto calor como as mais escuras, uma fachada branca absorver só 25% do calor do sol enquanto que a mesma fachada na cor preta pode absorver até 90% de calor. A energia solar é importante, mas na medida certa. Aqui no hemisfério Sul, o ideal é ter os ambientes nobres voltados para a face norte, que são frias no verãoe quentes no inverno. O lado Sul da habitação deve ser reservado a ambientes transitórios como banheiros, despensas, cozinhas. Áreas envidraçadas causam grandes ganhos térmicos na estação quente e perdas térmicas muito consideráveis durante a estação fria, o que implica sistemas de climatização adicionais para corrigir o efeito. Como sugestão, a área envidraçada de um ambiente não deve ultrapassar 15% de sua área de pavimento.
  18. 18. BIOCLIMÁTICA
  19. 19. PAISAGISMO FUNCIONAL
  20. 20. OUTRASTECNOLOGIAS
  21. 21. REFERÊNCIAS  G1 Globo. A Busca de SeloVerde em Prédios. Disponível em: <http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/03/com-atrativo-ambiental-e- economico-sobe-busca-de-selo-verde-em-predios.html>.Acesso em: 15 de setembro de 2014.  Atitudes Sustentáveis. Transformando Edificios Comuns em Edificios Verdes. Disponível em: <http://www.atitudessustentaveis.com.br/imoveis- sustentaveis/transformando-edificios-comuns-em-edificios-verdes/>. Acesso em: 15 de setembro de 2014.  Desenhar. Edifícios Sustentáveis. Disponível em: <http://desenhar.arq.br/wp-content/uploads/2012/10/edificio- sustentável.pdf>. Acesso em: 15 de setembro de 2014.

×