Sistema nervoso

3.190 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.190
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
217
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema nervoso

  1. 1. SISTEMANERVOSO
  2. 2. Função do sistema nervoso: O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas, bem como as condições reinantes dentro do próprio corpo e elaborar respostas que adaptem a essas condições. A unidade básica do sistema nervoso é a célula nervosa, denominada neurônio, que é uma célula extremamente estimulável; é capaz de perceber as mínimas variações que ocorrem em torno de si, reagindo com uma alteração elétrica que percorre sua membrana. Essa alteração elétrica é o impulso nervoso.
  3. 3. Neurônios: Um neurônio típico apresenta três partes distintas: corpo celular, dendritos e axônio. No corpo celular, a parte mais volumosa da célula nervosa, se localiza no núcleo e a maioria das estruturas citoplasmáticas. O axônio é um prolongamento fino, geralmente mais longo que os dendritos, cuja função é transmitir para outras células os impulsos nervosos provenientes do corpo celular. Os dendritos (do grego dendron, árvore; ou dentrito) são prolongamentos finos e geralmente ramificados que conduzem os estímulos captados do ambiente ou de outras células em direção ao corpo celular. Existem 3 tipos de neurônios, que são os Sensoriais, Associativos e Motores. O Cérebro Não é composto apenas por Neurônios.
  4. 4. Neurôni
  5. 5. Tipos de neurônios: Sensoriais: trazem a informação dos órgãos até a medula espinhal ou o encéfalo. Associativos: recebem a mensagem dos neurônios sensoriais e a transfere para os neurônios seguintes (que pode ser um neurônio motor) Motores: levam a resposta que será executada pelos músculos ou glândulas.
  6. 6. Organização do sistemanervoso: Sistema nervoso central (SNC): encéfalo (cérebro, cerebelo e bulbo) e medula espinhal. Sistema nervoso periférico (SNP): nervos cranianos e nervos espinhais (nervos raquidianos). Sistema nervoso autônomo (SNA): simpático e parassimpático.
  7. 7. Sistema nervoso central (SNC): Função geral : Processamento e integração de informações O encéfalo se aloja no interior do crânio, e a medula espinal no interior de um canal existente na coluna vertebral. O encéfalo e a medula são formados por células da glia, por corpos celulares de neurônios e por feixes de dendritos e axônios. A camada mais externa do encéfalo tem cor cinzenta e é formada principalmente por corpos celulares de neurônios. Já a região encefálica mais interna tem cor branca e é constituída principalmente por fibras nervosas (dendritos e axônios). A cor branca se deve a bainha de mielina que reveste as fibras. Na medula espinal, a disposição das substâncias cinzenta e branca se inverte em relação ao encéfalo; a camada cinzenta é interna e a branca, externa.
  8. 8. MEDULA ESPINAL
  9. 9. Meninges Tanto o encéfalo como a medula espinal são protegidos por três camadas de tecido conjuntivo (as meninges). A meninge externa, mais espessa, é a dura-máter; a meninge mediana é a aracnóide; e a mais interna é a pia-máter, firmemente aderido ao encéfalo e a medula. A pia-máter contém vasos sanguíneos responsáveis pela nutrição e oxigenação das células do sistema nervoso central
  10. 10. MENINGES ESPINHAIS
  11. 11. MENINGESCEREBRAIS
  12. 12. Sistema nervoso periférico (SNP):  Principal função: Condução de informações entre órgãos receptores de estímulos, o SNC e órgãos efetuadores (músculos, glândulas...)  Partes: Nervos e Gânglios*.  é a parte do sistema nervoso que se encontra fora do sistema nervoso central.  Diferentemente do sistema nervoso central, o sistema nervoso periférico não se encontra protegido pela barreira hematoencefálica.  É graças a este sistema que o cérebro e a medula espinhal recebem e enviam as informações permitindo-nos reagir às diferentes situações que têm origem no meio externo ou interno.*Gânglios nervosos são fibras nervosas que possuem nervos. Localizam-se nosórgãos, pré-ganglionário(recebe estímulo),enquanto o pós-ganglionário (envia).
  13. 13. Sistema nervoso Autônomo (SNA):  Sistema nervoso autônomo é a parte do Sistema nervoso que está relacionada ao controle da vida vegetativa, ou seja, controla funções como a respiração, circulação do sangue, controle de temperatura e digestão. No entanto, ele não se restringe a isso. É também o principal responsável pelo controle automático do corpo frente às modificações do ambiente.  Apesar de se chamar sistema nervoso autônomo, ele não é independente do restante do sistema nervoso. Na verdade, ele é interligado com o hipotálamo, que*Homeostase (ou Homeostasia) é a comportamental paraaberto, seres vivos coordena a resposta propriedade de um sistema garantir aespecialmente, de regular o seu ambiente interno de modo a manter uma condição homeostasia*.estável, mediante múltiplos ajustes de equilíbrio dinâmico controlados por mecanismosde regulação inter-relacionados.
  14. 14. SNP Autônomo Simpático e SNP Autônomo Parassimpático O SN autônomo (SNA) é dividido em dois ramos: simpático e parassimpático, que se distinguem tanto pela estrutura quanto pela função. Enquanto os gânglios da via simpática localizam-se ao lado da medula espinal, distantes do órgão efetuador, os gânglios das vias parassimpáticas estão longe do sistema nervoso central e próximos ou mesmo dentro do órgão efetuador. O SNA simpático, de modo geral, estimula ações que mobilizam energia, permitindo ao organismo responder a situações de estresse. Já o SNA parassimpático estimula principalmente atividades relaxantes, como a redução do ritmo cardíaco e da pressão sanguínea, entre outras.
  15. 15. Mediadores químicos no SNASimpático e Parassimpático Tanto nos gânglios do SNA simpático como nos do parassimpático ocorrem sinapses químicas entre os neurônios pré-ganglionares e os pós-ganglionares. Nos dois casos, a substância neurotransmissora da sinapse é a acetilcolina. No SNA parassimpático, o neurotransmissor é a acetilcolina, como nas sinapses ganglionares. Já no simpático, o neurotransmissor é, com poucas exceções, a noradrenalina.
  16. 16. Reflexos: Reflexo é uma reação corporal automática à estimulação (portanto, involuntária), como por exemplo o reflexo patelar. Comportamentos reflexos ou respondentes são interações estímulo resposta (ambiente-sujeito) incondicionadas. Muitos reflexos permanecem entre os adultos mas o recém-nascido tem alguns reflexos chamados de Reflexos primitivos que desaparecem na medida em que o córtex vai se desenvolvendo totalmente.
  17. 17. Arco reflexo: O arco reflexo é a reação involuntária rápida, consciente ou não, que visa uma proteção ou adaptação do organismo sendo originado de um estímulo externo antes mesmo do cérebro tomar conhecimento do estímulo periférico, conseqüentemente, antes deste comandar uma resposta. Os atos reflexos são comandados pela substância cinzenta da medula espinhal e do bulbo. Ocorrendo um estímulo, a fibra sensitiva de um nervo raquidiano (nervo aferente ou sensitivo) transmite-o até a medula espinhal passando pela raiz posterior. Na medula ou no encéfalo, neurônios associativos (centro nervoso ou coordenador) transformam o estímulo em uma ordem de ação. Essa ordem sairá da medula pela raiz anterior e será enviada através das fibra motora (ou eferente) ao órgão (glândula ou músculo) que realizará uma resposta ao estímulo inicial. Esse movimento forma um arco, que é chamado de arco reflexo.

×