Ana Cláudia Martins & Alcindo Martins UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E EDUCAÇÃO CURSO DE LICENC...
<ul><li>As forças e condições naturais que compõem o meio chamamos de  fatores ambientais  ou  mesológicos. </li></ul><ul>...
<ul><li>Radiação solar </li></ul><ul><li>É o fator climático fundamental porque todos dependem dele e tem influência marca...
A natureza da luz Newton - separou a luz em um espectro de cores visíveis ao deixá-la passar por um prisma, demonstrando q...
 
A radiação de cada comprimento de onda tem uma quantidade de energia a ela associada. Quanto menor o comprimento de onda m...
<ul><li>Tipos de radiação </li></ul><ul><li>Radiação direta:  é a radiação emitida pelo sol que nos atinge diretamente; </...
 
<ul><li>Intensidade : é a quantidade de energia enviada pelo sol na unidade de tempo e de área. </li></ul><ul><li>A intens...
 
 
 
<ul><ul><li>Com base na tolerância à luz as plantas dividem-se em: </li></ul></ul><ul><li>Heliófitos ou espécies de sol : ...
 
 
<ul><li>Outras designações: </li></ul><ul><li>Espécies intolerantes:  que só se desenvolvem ou persistem sob iuminação for...
<ul><li>Temperatura </li></ul><ul><li>É um fator básico de distribuição da flora e da fauna, mas sob condições determinada...
 
<ul><li>Cada espécie possui uma temperatura mínima, abaixo da qual não cresce, e uma temperatura máxima, acima da qual sus...
 
<ul><li>É costume dividir as plantas segundo a tolerância e exigência térmica: </li></ul><ul><li>Megatérmicas : vivem sob ...
<ul><li>Microtérmicas : habitam em regiões frias </li></ul>tundra
<ul><li>Mesotérmicas : que crescem sob condições intermediárias </li></ul>Floresta tropical
<ul><li>Precipitações </li></ul><ul><li>A queda de água da atmosfera para a crosta terrestreprocessa-se sob forma líquida ...
<ul><li>Nos trópicos as estações do ano dividem-se em:  estação chuvosa  e  estação seca . </li></ul><ul><li>Tipos de esta...
<ul><li>Umidade atmosférica: Água suspensa no ar. </li></ul><ul><li>Umidade relativa:  quantidade de água atmosférica expr...
<ul><li>Vento </li></ul><ul><li>Geralmente não percebemos efeitos manifestos o vento sobre a vegetação. Mas existem em reg...
<ul><li>Fatores edáficos </li></ul><ul><li>O solo é a camada superficial da costa terrestre resultante da ação conjunta do...
<ul><li>Organismos: bactérias, algas clorofiladas, fungos, protozoários, nematódios, insetos, miriápodos, anelídeos. </li>...
Os nutrientes inorgânicos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O ambiente e seus componentes dinâmica

5.838 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.838
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
45
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O ambiente e seus componentes dinâmica

  1. 1. Ana Cláudia Martins & Alcindo Martins UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E EDUCAÇÃO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM CIÊNCIAS NATURAIS DINÂMICA E INTERAÇÃO DOS SERES VIVOS EM SEUS AMBIENTES O Ambiente S.alvaterra 2010
  2. 2. <ul><li>As forças e condições naturais que compõem o meio chamamos de fatores ambientais ou mesológicos. </li></ul><ul><li>Distribuem-se em quatro grupos: clímáticos, edáficos, fisiográficos e biótico </li></ul><ul><li>Fatores climáticos </li></ul><ul><li>São constituídos pelas peculiaridades da atmosfera baixa circundante: clima geral, clima local e microclima. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Radiação solar </li></ul><ul><li>É o fator climático fundamental porque todos dependem dele e tem influência marcada sobre as funções das plantas. </li></ul><ul><li>A maior parte da radiação solar absorvida pela água, solo, plantas e animais é convertida em calor. </li></ul><ul><li>É absorção ou emissão de energia eletromagnética . </li></ul>
  4. 4. A natureza da luz Newton - separou a luz em um espectro de cores visíveis ao deixá-la passar por um prisma, demonstrando que a luz banca consistia em numerosas cores diferentes. Maxwell (séc. XIX) - demonstrou que a luz é uma pequena parte de um grande espectro contínuo de radiação – espectro eletromagnético . Os comprimentos de onda - são as distâncias entre a crista de uma onda e a crista da onda seguinte e as radiações viajam em ondas. Estas medidas variam desde os raios gama de 1 nanômetro (10 -9 metro) até as ondas de rádio de baixa freqüência que são medidos em quilômetros (10 3 metros).
  5. 6. A radiação de cada comprimento de onda tem uma quantidade de energia a ela associada. Quanto menor o comprimento de onda maior a energia agregada e vice-versa. O modelo de partículas da luz, proposto por Einstein, diz que a luz é constituída por partículas de energia denominadas fótons , ou quanta de luz. A energia de um fóton é inversamente proporcional ao seu comprimento de onda.
  6. 7. <ul><li>Tipos de radiação </li></ul><ul><li>Radiação direta: é a radiação emitida pelo sol que nos atinge diretamente; </li></ul><ul><li>Radiação difusa : é a fração dispersada pelas moléculas de ar e gotículas de água presentes na atmosfera </li></ul>
  7. 9. <ul><li>Intensidade : é a quantidade de energia enviada pelo sol na unidade de tempo e de área. </li></ul><ul><li>A intensidade está sujeita a dois tipos de variação: </li></ul><ul><ul><li>Astronômica : depende da posição do sol em relação às estações, latitude e longitude </li></ul></ul><ul><ul><li>Meteorológica: que se ligas às condições da atmosfera em um ponto considerado </li></ul></ul><ul><li>Ex.: nas zonas equatoriais, os raios solares são mais ou menos perpendiculares e percorrem o trajeto mais curto e encontramos os maiores valores de radiação direta </li></ul>
  8. 13. <ul><ul><li>Com base na tolerância à luz as plantas dividem-se em: </li></ul></ul><ul><li>Heliófitos ou espécies de sol : que se desenvolve sob exposição total. </li></ul><ul><li>Ciófitos ou Ombrófitos ou espécies de sombra : que exigem sombra em maior ou menor grau, podendo realizar fotossíntese com até 1/60 da radiação global. </li></ul>
  9. 16. <ul><li>Outras designações: </li></ul><ul><li>Espécies intolerantes: que só se desenvolvem ou persistem sob iuminação forte </li></ul><ul><li>Espécies tolerantes : capazes de crescerem em ambientes sobrios </li></ul>
  10. 17. <ul><li>Temperatura </li></ul><ul><li>É um fator básico de distribuição da flora e da fauna, mas sob condições determinadas, interfere na organização do corpo vegetal e animal. </li></ul><ul><li>O ambiente térmico dos organismos, especialmente em hábitas terrestres, é determinado pela radiação, condução, convecção e evaporação. </li></ul><ul><li>Radiação – absorção ou emissão de energia eletromagnética </li></ul><ul><li>Condução - transferência de energia cinética do calor entre as substâncias em contato umas com as outras </li></ul><ul><li>Convecção – é o movimento do calor em líquidos e gases em temperaturas diferentes.Ocorre sobre superfícies através das quais o calor é transferido por condução. </li></ul><ul><li>Evaporação - consiste na passagem lenta e gradual de um estado líquido para um estado de vapor . </li></ul>
  11. 19. <ul><li>Cada espécie possui uma temperatura mínima, abaixo da qual não cresce, e uma temperatura máxima, acima da qual suspende suas atividades vitais </li></ul><ul><li>E uma temperatura ótima, em torno da qual verifica-se o melhor desenvolvimento </li></ul>
  12. 21. <ul><li>É costume dividir as plantas segundo a tolerância e exigência térmica: </li></ul><ul><li>Megatérmicas : vivem sob temperaturas relativamente altas </li></ul>
  13. 22. <ul><li>Microtérmicas : habitam em regiões frias </li></ul>tundra
  14. 23. <ul><li>Mesotérmicas : que crescem sob condições intermediárias </li></ul>Floresta tropical
  15. 24. <ul><li>Precipitações </li></ul><ul><li>A queda de água da atmosfera para a crosta terrestreprocessa-se sob forma líquida (chuva e orvalho) e sólida (neve). </li></ul><ul><li>Orvalho: é a condensação noturna do vapor de água ao nível de certas superfícies e sob certo grau de refriamento. </li></ul><ul><li>O orvalho desempenha demonstra papel ecológico nas áreas sujeitas a longos períodos secos </li></ul><ul><li>A água de vital importância para os seres vivos procede das chuvas e mede-se por meio de pluviômetros. </li></ul><ul><li>Importância da água: </li></ul><ul><ul><li>Composição de animais e vegetais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Fotossíntese; </li></ul></ul><ul><ul><li>Solução do solo. </li></ul></ul>
  16. 25. <ul><li>Nos trópicos as estações do ano dividem-se em: estação chuvosa e estação seca . </li></ul><ul><li>Tipos de estação seca: </li></ul><ul><li>Estação Meteorológica : sem influência sobre a vegetação, constando de 1-3 meses secos que são compensados pelas reservas de água do solo. </li></ul><ul><li>Estação Ecológica ou eco-seca: denota marcada influência sobre a vegetação, que sofre suspensão de suas atividades até chegar à completa perda de folhagem. A duração da seca é bem maior. </li></ul>
  17. 26. <ul><li>Umidade atmosférica: Água suspensa no ar. </li></ul><ul><li>Umidade relativa: quantidade de água atmosférica expressa como porcentagem da quantidade que o ar poderia conter em estado de saturação na temperatura ambiente </li></ul>
  18. 27. <ul><li>Vento </li></ul><ul><li>Geralmente não percebemos efeitos manifestos o vento sobre a vegetação. Mas existem em regiões onde o vento é violento, pois podem deformar o tronco e a copa das árvores e retardar o crescimento das plantas. </li></ul><ul><li>O vento se torna útil do ponto de vista fitogeográfico através da dispersão </li></ul>
  19. 28. <ul><li>Fatores edáficos </li></ul><ul><li>O solo é a camada superficial da costa terrestre resultante da ação conjunta do clima, plantas animais e minerais e onde as plantas fixam e nutrem-se </li></ul><ul><li>Matéria orgânica: componente de máxima importância que apresenta elevada capacidade de retenção de água e de bases. Solos ricos em húmus são sempre úmidos. </li></ul><ul><li>Vem ser a a matéria resultante da decomposição dos restos vegetais e animais, decor negra e intimamente misturada às particulas minerais do material originário (rochas). </li></ul>
  20. 29. <ul><li>Organismos: bactérias, algas clorofiladas, fungos, protozoários, nematódios, insetos, miriápodos, anelídeos. </li></ul><ul><li>Desenvolvem influências: </li></ul><ul><ul><li>Mecânicas: através da intensa movimentação misturam os vários elementos homogeneizando o meio. </li></ul></ul><ul><ul><li>Físicas: facilitando a aeração e melhorando a estrutura do solo </li></ul></ul><ul><ul><li>Bioquímicas: decompondo os detritos, transformando substâncias químicas, fixando o nitrogênio, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>Biológicas: interfirindo na composição da flora e da fauna </li></ul></ul>
  21. 30. Os nutrientes inorgânicos

×