EMEF “Albano Kanzler”
Diretora: Marilice Fernandes Heidemann
Orientadora: Ilair Dagmar Tomazelli
Professora: Adriana Nicol...
Viagem…
Animação
TOTAL…
Hora do Lanche…
Ponte Hercílio Luz
Equipe:José Marcos Zoz Marques,Nicolas Bolduan e Pedro Henrique
Nicolodelli de Souza . 5º ano 04
A ponte foi projetada e construída durante o
governo de Hercílio Luz para ser a primeira
ligação terrestre entre a ilha e ...
O nome da obra seria Ponte da
Independência, o qual foi mudado após a morte
de seu idealizador, em póstuma homenagem.
A po...
A estrutura de aço tem o peso aproximado de
cinco mil toneladas.
As duas torres principais têm 74,21 m de
altura.
O vão pê...
Forte Santana
Equipe: Andrew D’Amaceno
Bruno Giovanella de Assis
Luis Fernando Kretschmer 5º02 2015
O Forte Santana, foi construído no ano 1763,
em alvenária de pedra e cal, sustentado
por muralhas que serviam para vigiar ...
Um episódio marcante de sua história
ocorreu em 1893, por ocasião da Revolução
Federalista, quando trocou tiros com a esqu...
Museu das Armas
Equipe:Eduardo Küster,João Victor Vieira e
Jordany dos Santos
História
O Museu de Armas Major Lara Ribas foi instalado em 1930,
sob o Forte de Sant’ Ana, localizado debaixo da Ponte He...
O nome do Museu é uma homenagem ao
Coronel da Polícia Militar Antônio de Lara
Ribas, que selecionou as armas apreendidas n...
Acervo
O museu abriga pistolas, fuzis, metralhadoras,
antitanques e antiaéreas, além do fardamento de
soldados, insígnias ...
Dunas de Florianópolis
Equipe:Dandara Borges de Oliveira
Julia Emmendörfer Regis
Susana Tereza Fernandes Pinheiro 5º 02
Como são formadas as Dunas
Dunas são formadas por pequenas elevações
de areia, que se formam em locais onde o mar
traz mai...
Localização
As dunas que visitamos são localizadas na
Praia da Joaquina.
Morro Das Pedras
Equipe: Giulia Caroline Pellis
Maria Eduarda Moraes de Souza 5º 02
História
Construída em janeiro de 1956, bem no topo de uma
colina, é toda feita de pedras extraídas do próprio
local.
Toda...
Hotel Morro das Pedras
A Casa de Retiros Vila Fátima foi inaugurada
em 1956.
Retiros, cursos, encontros, pessoas de divers...
Lagoa da Conceição
&
Mirante
Equipe:
Ana Laura Kekes,
Isabelly Vitória Satler e
Luiza Marció.
Lagoa da Conceição
&
Mirante
A Lagoa da Conceição é uma laguna brasileira localizada a leste da Ilha de
Santa Catarina.
Es...
Lagoa da Conceição
A primeira freguesia da cidade foi fundada junto
a um dos pontos que ainda hoje é um dos mais
tradicion...
Mirante
O mirante integra o chamado poligonal de tombamento por constituir
o entorno imediato da Ponte Hercílio Luz, símbo...
Praia da Joaquina
Equipe:Bianca Schellemberg,Eduarda Cristina Nunes
da Silveira Ramalho e Marcelle Coelho Doege
Praia da Joaquina é uma praia
oceânica de Florianópolis, ao leste da ilha de
Santa Catarina, ao sul do Brasil.
A denominaç...
Conta-se que o nome teria sido dado em
homenagem a Dona Joaquina, moradora das
praias do leste da ilha de Santa Catarina, ...
Outra história é contada pelas rendeiras da região
e por um seu descendente, entretanto sem prova
documental, que o nome d...
Pontes de Florianópolis
Equipe:Letícia Venera, Lucas Bruno Twardoswki
e Winicius Mamedes da Silva.
5 ANO 02
Ponte Colombo Salles
Seu nome é uma homenagem a um governador,
o engenheiro Colombo Machado Salles.
Foi concluída em 08 de...
Ponte Pedro Ivo Campos
Assim como as demais pontes da cidade, seu
nome é uma homenagem ao governador, Pedro
Ivo Campos, fa...
Almoço…
Centro Histórico de
Florianópolis
Equipe:Francisco Pisetta Neto
Yury Cesar Maggioni Medeiros
Gabriel Schlottag
5º 02
Um pouco da História...
Foi na região onde hoje está a Praça XV de
Novembro que, em 1662, Dias Velho fundou a
vila de Noss...
Dando uma olhada na praça...
A menor casa…
Armazém da Renda (Bilro)
Equipe:Júlia Chiminelli,Laura Lutke e Nicolas Sanson.
5º02 2015
Onde encontram-se o Armazém da
Renda.
Na Lagoa da Conceição,no Ribeirão da Ilha,
em Armação, no Pântano do Sul e no Mercad...
Sobre o Bilro.
Ainda muito presente nas comunidades
pesqueiras da Capital, a arte do rendado com
bilros foi introduzida na...
No tempo livre, elas teciam em almofadas de
bilro as rendas que enfeitavam a casa e o
enxoval das moças, e que também vend...
Um pouco mais...
A renda de bilro é realizada sobre uma almofada dura, o rebolo
(nome dado à almofada em Portugal), cilind...
Equipe:Adrian Mairon Pereira e
Leandro Lopes Bez Batti
5º 04
A história da Antiga Alfândega iniciou no ano
de 1874, quando João Tomé da Silva, presidente
da Província de Santa Catarin...
A grande preocupação e principal meta
da Fundação Catarinense de Cultura é a
preservação do artesanato de base cultural
na...
Mercado Público
Equipe: Helena Stein, Julia da Maia e Natanaeli
da Silva.
5°04 2015
O Atual Mercado Público
O Mercado Público de Florianópolis foi construído na
frente da antiga Alfândega, no ano de 1899, e...
Barracas e Quitandas
O Mercado Público tem sua origem em barracas e quitandas
construídas pelo governo da Capitania de San...
O Antigo Relógio
O relógio que está no Mercado Público veio para
Florianópolis no dia 03 de julho de 1911.
Incêndio do Mercado Público
Em 19 de agosto de 2005, uma fritadeira elétrica
com óleo vegetal deu início à queima de toda ...
Praça do Mercado Público
Em 1838, o governo da província autorizou a
construção de uma Praça de Mercado, que deveria ficar...
Praça XV de Novembro
Equipe:Gabriel Henrique Karing,Gabriel Wendorff
e Vitor Odorizzi
Algumas fotos da Praça
Na planície próxima ao mar, ao pé de uma
colina, o bandeirante Francisco Dias Velho
fundou, em 1662, a Vila Nossa Senhora ...
Igreja Nossa Senhora do Desterro
Equipe:Amanda Murara Badjak & Hellen Bruna
Costa Silveira Ludwig 5.04
História da Catedral de Florianópolis
O povoamento definitivo de Florianópolis teve
início em 1673. Em 1679, Francisco Dia...
Igreja Nossa Senhora do Rosário
Equipe:
Aline Larissa Steilein
Caio Eduardo Nichetti
Debora Maidel 5°ano 04
Igreja do Rosário e São Benedito
História da igreja
A Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São
Benedito dos Homens Pretos foi a primeira
construção ligada ...
A Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e
São Benedito dos escravos , que historicamente
tem suas atividades voltadas para...
Um fato interessante é que foi do alto de sua
escadaria que o célebre artista ilhéu Victor
Meirelles pintou, no século XIX...
Localiza-se no centro de Florianópolis na
Rua Marechal Guilherme. Em frente a igreja há
uma grande escadaria, conhecida po...
Museu Cruz e Sousa
Equipe:Eduarda Eluiza Stolf e
Sofia Stefanes Pacheco.
Curiosidades sobre Cruz e Sousa
João da Cruz e Sousa nasceu na antiga
Desterro, em 24 de novembro de 1861, filho de
escrav...
Em 1889, conseguiu emprego e passou a
colaborar em jornais e revistas, fazendo-se o
grande líder e a maior expressão do mo...
Sobre a morte de Cruz e Sousa
Atingido pela tuberculose, buscou tratamento
em Sítio, Minas Gerais, mas lá faleceu, em 19 d...
No dia 26 de novembro de 2007 seus restos
mortais foram trasladados para Florianópolis.
onde permanecem depositados numa u...
Bibliografia
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)

1.277 visualizações

Publicada em

Trabalho coletivo desenvolvido pelos 5º anos 02 e 04, da EMEF Albano Kanzler, referente a Viagem de Estudos realizada em 30 de setembro de 2015.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.039
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Florianópolis ( Viagem de Estudos- 2015)

  1. 1. EMEF “Albano Kanzler” Diretora: Marilice Fernandes Heidemann Orientadora: Ilair Dagmar Tomazelli Professora: Adriana Nicolodelli 5ºano 02 e 5ºano 04 Jaraguá do Sul, 26 de novembro de 2015
  2. 2. Viagem… Animação TOTAL…
  3. 3. Hora do Lanche…
  4. 4. Ponte Hercílio Luz Equipe:José Marcos Zoz Marques,Nicolas Bolduan e Pedro Henrique Nicolodelli de Souza . 5º ano 04
  5. 5. A ponte foi projetada e construída durante o governo de Hercílio Luz para ser a primeira ligação terrestre entre a ilha e o continente, visando substituir o antigo serviço de ligação por balsas. O idealizador não viu seu sonho ser concluído, pois morreu em 1924, doze dias depois de inaugurar uma réplica de madeira, construída na Praça XV especialmente para o ato simbólico. História
  6. 6. O nome da obra seria Ponte da Independência, o qual foi mudado após a morte de seu idealizador, em póstuma homenagem. A ponte Hercílio Luz é uma das maiores pontes pênseis do mundo e a maior do Brasil. Teve sua construção iniciada em 14 de novembro de 1922 e foi inaugurada em 13 de maio de 1926. A ponte tem 821 m de comprimento total.
  7. 7. A estrutura de aço tem o peso aproximado de cinco mil toneladas. As duas torres principais têm 74,21 m de altura. O vão pênsil tem uma altura média de 30,86 m em relação ao nível da maré.
  8. 8. Forte Santana Equipe: Andrew D’Amaceno Bruno Giovanella de Assis Luis Fernando Kretschmer 5º02 2015
  9. 9. O Forte Santana, foi construído no ano 1763, em alvenária de pedra e cal, sustentado por muralhas que serviam para vigiar o canal da baía norte.
  10. 10. Um episódio marcante de sua história ocorreu em 1893, por ocasião da Revolução Federalista, quando trocou tiros com a esquadra rebelde. Ao longo do tempo, passou por vários usos e reformas, até sua restauração definitiva em 1969, que lhe devolveu as formas originais
  11. 11. Museu das Armas Equipe:Eduardo Küster,João Victor Vieira e Jordany dos Santos
  12. 12. História O Museu de Armas Major Lara Ribas foi instalado em 1930, sob o Forte de Sant’ Ana, localizado debaixo da Ponte Hercílio Luz. O Forte, que foi construído em 1761, tinha a função de proteger a Ilha das embarcações que entravam pela Baía Norte da Ilha. Ele foi tombado em 1938 pelo Patrimônio Histórico Nacional e abriga o Museu desde 1975.
  13. 13. O nome do Museu é uma homenagem ao Coronel da Polícia Militar Antônio de Lara Ribas, que selecionou as armas apreendidas no Estado de Santa Catarina que fossem de valor histórico ou de coleção e trouxe para o Museu.
  14. 14. Acervo O museu abriga pistolas, fuzis, metralhadoras, antitanques e antiaéreas, além do fardamento de soldados, insígnias ( bandeiras, medalhas...) e fotos antigas da cidade.
  15. 15. Dunas de Florianópolis Equipe:Dandara Borges de Oliveira Julia Emmendörfer Regis Susana Tereza Fernandes Pinheiro 5º 02
  16. 16. Como são formadas as Dunas Dunas são formadas por pequenas elevações de areia, que se formam em locais onde o mar traz mais areia para a praia do que consegue levar de volta e que apresentam algumas características que favorecem o acúmulo da areia como: ventos constantes que sopram em uma direção predominante, baixa pluviosidade ( pouca chuva) e uma área bastante extensa onde a areia possa acumular.
  17. 17. Localização As dunas que visitamos são localizadas na Praia da Joaquina.
  18. 18. Morro Das Pedras Equipe: Giulia Caroline Pellis Maria Eduarda Moraes de Souza 5º 02
  19. 19. História Construída em janeiro de 1956, bem no topo de uma colina, é toda feita de pedras extraídas do próprio local. Toda a beleza do Morro das Pedras evidencia-se, ainda mais, numa passada pelo Mirante do Morro das Pedras localizado em frente à Casa de Retiro Vila Fátima, também conhecida como Convento dos Jesuítas. A vista da praia a partir do mirante é uma das mais privilegiadas e belas que se pode ter no sul da ilha.
  20. 20. Hotel Morro das Pedras A Casa de Retiros Vila Fátima foi inaugurada em 1956. Retiros, cursos, encontros, pessoas de diversos movimentos, religiões e filosofias de vida..., milhares de turistas se encantam com a planície, lagoa e oceano aberto, praias mansas e bravas, um colírio para os olhos e consolo para a alma.
  21. 21. Lagoa da Conceição & Mirante Equipe: Ana Laura Kekes, Isabelly Vitória Satler e Luiza Marció.
  22. 22. Lagoa da Conceição & Mirante A Lagoa da Conceição é uma laguna brasileira localizada a leste da Ilha de Santa Catarina. Está situada entre uma cadeia de montanhas, planícies costeiras, uma restinga e o mar.
  23. 23. Lagoa da Conceição A primeira freguesia da cidade foi fundada junto a um dos pontos que ainda hoje é um dos mais tradicionais: a Lagoa da Conceição. Algumas construções da época colonial ainda permanecem preservadas. Situado no centro geográfico da Ilha de Santa Catarina, o bairro Lagoa da Conceição reúne praias, dunas, montanhas e a maior lagoa de Florianópolis
  24. 24. Mirante O mirante integra o chamado poligonal de tombamento por constituir o entorno imediato da Ponte Hercílio Luz, símbolo de Florianópolis.
  25. 25. Praia da Joaquina Equipe:Bianca Schellemberg,Eduarda Cristina Nunes da Silveira Ramalho e Marcelle Coelho Doege
  26. 26. Praia da Joaquina é uma praia oceânica de Florianópolis, ao leste da ilha de Santa Catarina, ao sul do Brasil. A denominação da praia é recente, aparecendo pela primeira vez em mapas a partir de1975. Até então, era chamada de praia do Campeche. A Praia da Joaquina pertence ao Distrito da Lagoa da Conceição ela também é conhecida por Joaca, foi descoberto por surfistas, primeiro os brasileiros e depois os estrangeiros, a partir da década de 1970.
  27. 27. Conta-se que o nome teria sido dado em homenagem a Dona Joaquina, moradora das praias do leste da ilha de Santa Catarina, que ensinava as outras mulheres do local a fabricar utensílio domésticos de linhas entrelaçadas, além de alimentar os pescadores que compareciam à sua casa. Segundo a lenda, ela teria sido tragada pelas ondas do mar da região.
  28. 28. Outra história é contada pelas rendeiras da região e por um seu descendente, entretanto sem prova documental, que o nome derive de Joaquina Rosa de Oliveira Costa, filha dos Barões da Laguna, O Barão era senador por Santa Catarina no império, e a família tinha terras na área.
  29. 29. Pontes de Florianópolis Equipe:Letícia Venera, Lucas Bruno Twardoswki e Winicius Mamedes da Silva. 5 ANO 02
  30. 30. Ponte Colombo Salles Seu nome é uma homenagem a um governador, o engenheiro Colombo Machado Salles. Foi concluída em 08 de março de 1975 e possui 1.227 metros de extensão, contendo quatro pistas no sentido continente..
  31. 31. Ponte Pedro Ivo Campos Assim como as demais pontes da cidade, seu nome é uma homenagem ao governador, Pedro Ivo Campos, falecido durante o mandato (em 27 de fevereiro de 1990), antes da inauguração da ponte em 08 de março de 1991. Possui quatro pistas no sentido ilha e foi a última a ser construída.
  32. 32. Almoço…
  33. 33. Centro Histórico de Florianópolis Equipe:Francisco Pisetta Neto Yury Cesar Maggioni Medeiros Gabriel Schlottag 5º 02
  34. 34. Um pouco da História... Foi na região onde hoje está a Praça XV de Novembro que, em 1662, Dias Velho fundou a vila de Nossa Senhora do Desterro, hoje Florianópolis. A praça foi arborizada (árvores) durante o século XIX e até hoje mantém seus espécimes de fícus indianos, palmeiras imperiais, cravos da Índia e a famosa Figueira Centenária. A pavimentação reproduz um desenho do artista Hassis.
  35. 35. Dando uma olhada na praça...
  36. 36. A menor casa…
  37. 37. Armazém da Renda (Bilro) Equipe:Júlia Chiminelli,Laura Lutke e Nicolas Sanson. 5º02 2015
  38. 38. Onde encontram-se o Armazém da Renda. Na Lagoa da Conceição,no Ribeirão da Ilha, em Armação, no Pântano do Sul e no Mercado Público.
  39. 39. Sobre o Bilro. Ainda muito presente nas comunidades pesqueiras da Capital, a arte do rendado com bilros foi introduzida na Ilha de Santa Catarina pelos imigrantes açorianos que vieram morar na antiga Desterro (atual Florianópolis), no século 18. Na vila, enquanto os homens dedicavam-se à agricultura e à pesca, as mulheres cuidavam dos afazeres domésticos.
  40. 40. No tempo livre, elas teciam em almofadas de bilro as rendas que enfeitavam a casa e o enxoval das moças, e que também vendiam para garantir o sustento da família quando os maridos, pais e filhos estavam pescando em alto-mar. A tradição, passada entre gerações, originou o ditado popular que diz que “onde há rede, há renda”.
  41. 41. Um pouco mais... A renda de bilro é realizada sobre uma almofada dura, o rebolo (nome dado à almofada em Portugal), cilindro de pano grosso, cheio com palha ou algodão, cujas dimensões dependem da dimensão da peça a realizar, coberto exteriormente por um saco de tecido mais fino. A almofada fica sobre um suporte de madeira, ajustável, de forma a ficar à altura do trabalho da rendilheira. No rebolo, é colocado um cartão perfurado, o pique (Portugal) pinicado (Brasil), onde se encontra o desenho da renda, feito com pequenos furos.
  42. 42. Equipe:Adrian Mairon Pereira e Leandro Lopes Bez Batti 5º 04
  43. 43. A história da Antiga Alfândega iniciou no ano de 1874, quando João Tomé da Silva, presidente da Província de Santa Catarina, foi autorizado a mandar construir uma nova sede em substituição a anterior, incendiada em 1866 por razões até hoje desconhecidas. Foi inaugurada em 29 de junho de 1876.
  44. 44. A grande preocupação e principal meta da Fundação Catarinense de Cultura é a preservação do artesanato de base cultural na valorização do saber fazer do povo catarinense, assim neste local está instalada atualmente a Feira de Artesanato.
  45. 45. Mercado Público Equipe: Helena Stein, Julia da Maia e Natanaeli da Silva. 5°04 2015
  46. 46. O Atual Mercado Público O Mercado Público de Florianópolis foi construído na frente da antiga Alfândega, no ano de 1899, em substituição ao antigo mercado que existia no Largo da Matriz.
  47. 47. Barracas e Quitandas O Mercado Público tem sua origem em barracas e quitandas construídas pelo governo da Capitania de Santa Catarina, provavelmente no fim do século XVIII. Estas barracas e quitandas eram alugadas por pequenos comerciantes.
  48. 48. O Antigo Relógio O relógio que está no Mercado Público veio para Florianópolis no dia 03 de julho de 1911.
  49. 49. Incêndio do Mercado Público Em 19 de agosto de 2005, uma fritadeira elétrica com óleo vegetal deu início à queima de toda a ala norte do Mercado Público de Florianópolis.
  50. 50. Praça do Mercado Público Em 1838, o governo da província autorizou a construção de uma Praça de Mercado, que deveria ficar entre as ruas Livramento e Ouvidor, em um local de terreno de marinha, fora do Largo da Matriz.
  51. 51. Praça XV de Novembro Equipe:Gabriel Henrique Karing,Gabriel Wendorff e Vitor Odorizzi
  52. 52. Algumas fotos da Praça
  53. 53. Na planície próxima ao mar, ao pé de uma colina, o bandeirante Francisco Dias Velho fundou, em 1662, a Vila Nossa Senhora do Desterro. E é neste local que está atualmente a Praça XV de Novembro, com sua pavimentação em petit pavê reproduzindo um desenho com motivos do folclore ilhéu, desenhado pelo artista plástico Hassis. Um pouco da história
  54. 54. Igreja Nossa Senhora do Desterro Equipe:Amanda Murara Badjak & Hellen Bruna Costa Silveira Ludwig 5.04
  55. 55. História da Catedral de Florianópolis O povoamento definitivo de Florianópolis teve início em 1673. Em 1679, Francisco Dias Velho requereu o título legal das terras, providenciando a construção de uma igreja dedicada Nossa Senhora do Desterro. Era pequena e construída de pedra e cal. Dentro dela, o fundador de Desterro (hoje Florianópolis) foi assassinado. A Paróquia de Nossa Senhora do Desterro foi criada oficialmente em 5 de março de 1712.
  56. 56. Igreja Nossa Senhora do Rosário Equipe: Aline Larissa Steilein Caio Eduardo Nichetti Debora Maidel 5°ano 04
  57. 57. Igreja do Rosário e São Benedito
  58. 58. História da igreja A Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos foi a primeira construção ligada à Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos em Florianópolis. Inicialmente, foi erguida uma pequena e rústica capela, em meados do século XVIII, posteriormente substituída pela atual igreja que teve sua construção iniciada no ano de 1787.
  59. 59. A Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos escravos , que historicamente tem suas atividades voltadas para o atendimento dos negros e afrodescendentes sempre passou, desde os tempos da escravidão, por dificuldades econômicas, o que determinou o longo período de sua construção, que foi concluída somente em 1830.
  60. 60. Um fato interessante é que foi do alto de sua escadaria que o célebre artista ilhéu Victor Meirelles pintou, no século XIX, a tela “Vista do Desterro”.
  61. 61. Localiza-se no centro de Florianópolis na Rua Marechal Guilherme. Em frente a igreja há uma grande escadaria, conhecida popularmente como ‘escadaria do rosário’.
  62. 62. Museu Cruz e Sousa Equipe:Eduarda Eluiza Stolf e Sofia Stefanes Pacheco.
  63. 63. Curiosidades sobre Cruz e Sousa João da Cruz e Sousa nasceu na antiga Desterro, em 24 de novembro de 1861, filho de escravos alforriados. Criado no solar dos que foram senhores de seus pais, recebeu, em 1874, uma bolsa de estudo para o Ateneu Catarinense. Desde cedo voltado para a literatura, fundou o jornalzinho “Colombo” e mais tarde “Tribuna Popular”.
  64. 64. Em 1889, conseguiu emprego e passou a colaborar em jornais e revistas, fazendo-se o grande líder e a maior expressão do movimento Simbolista. Lançou, em 1893, os livros “Missal e Broquéis”; nesse mesmo ano casou com Gavita e foi nomeado arquivista na Central do Brasil.
  65. 65. Sobre a morte de Cruz e Sousa Atingido pela tuberculose, buscou tratamento em Sítio, Minas Gerais, mas lá faleceu, em 19 de março de 1898. O corpo foi despachado para o Rio de Janeiro num vagão de trem para transporte de gado. Gavita, sua esposa, morreu em 1901, também de tuberculose, mal do qual acabaram morrendo três filhos do casal..
  66. 66. No dia 26 de novembro de 2007 seus restos mortais foram trasladados para Florianópolis. onde permanecem depositados numa urna exposta à visitação no Museu Histórico de Santa Catarina. Nos jardins do palácio que leva o nome do poeta foi construído um memorial em sua homenagem
  67. 67. Bibliografia

×