Museus de Jaraguá do Sul/ SC 402

1.747 visualizações

Publicada em

EMEF " Albano Kanzler ", Projeto de Pesquisa desenvolvido em Ambiente Tecnológico Escolar, pelos alunos do 4º ano 02 e 4º ano 04, no ano de 2014, orientados pela Professora Adriana Nicolodelli.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Museus de Jaraguá do Sul/ SC 402

  1. 1. EMEF “ Albano Kanzler ” Diretora: Eliane Montibeller da Silva Orientadora: Ilair Dagmar Tomazelli Professora: Adriana Nicolodelli Equipe:Andrew D' Amaceno, Eduarda Cristina Nunes Da Silveira Ramalho,Giulia Caroline Pellis, Julia Emmendörfer Regis e Maria Eduarda Moraes De Souza
  2. 2. - MUSEU WOLFGANG WEEGE - MUSEU EMILIO DA SILVA - MUSEU WEG
  3. 3. Museu Wolfgang Weege - Parque Malwee Museu no interior do Parque Malwee, é dedicado a história de Jaraguá do Sul. O acervo conta com mais de 1600 peças em exposição, em especial, objetos que fizeram parte da vida dos colonizadores da cidade. O Museu foi inaugurado em 16 de maio de 1988, o nome “Museu Wolfgang Weege” é uma homenagem ao idealizador desse local e que deu início aos trabalhos de coleta e guarda dos objetos.
  4. 4. MUSEUS DE JARAGUÁ DO SUL Museu Wolfgang Weege - Parque Malwee O museu, dividido em três espaços que ocupam duas casas dentro do parque, sedia exposições temporárias em parceria com outros museus da cidade. O museu conta com visita guiada mediante marcação com hora marcada.
  5. 5. Filho de Wilhelm e Bertha Karsten Weege, nasceu na Barra do Rio Cerro – Jaraguá do Sul, filho mais novo do casal que teve também 5 filhas. Iniciou sua atividades ainda jovem nos ramos de queijaria, frigorífico e Comércio na Firma Weege, fundada por seu pai em 1906. Em 1948 a razão social da Empresa foi alterada para Indústria e Comércio W. Weege, que foi diversificada e ampliada, passando a contar com um posto de gasolina. Em 1960 a loja comercial foi modernizada para uma superloja de departamentos. Em 1964 o frigorífico foi fechado e os prédios foram reestruturados para o funcionamento de máquinas para a fabricação de malhas. Em 1967 a empresa conta com um engenho de arroz. Em busca de novos desafios e o desejo de expandir a Firma Weege, fundou em 04.07.1968 juntamente com seu filho Wander e mais quatro funcionários a Malwee Malhas Ltda, atualmente com 39 anos de atividades e com filiais: Pomerode, Blumenau, Carinhoso e uma unidade em Camacan- BA, hoje a empresa conta com 6.500 colaboradores.
  6. 6. MUSEU EMILIO DA SILVA Por causa dos 100 anos de fundação de Jaraguá do Sul, em 1971, o então prefeito da cidade, Eugênio Schmöckel, decidiu presentear o município com a Biblioteca Pública, o Arquivo Público e o Museu Histórico, o qual teve seu nome alterado em 1988 para Emílio da Silva, passando, dessa forma, a ser realmente um projeto voltado para a valorização do patrimônio artístico, histórico e cultural de Jaraguá.
  7. 7. MUSEU EMILIO DA SILVA Temas abordados em salas do museu são a religião dos colonizadores, e alguns de seus costumes, como o tiro ao alvo e as bandas de música. O museu está aberto para exposições temporárias. Localização: Avenida Marechal Deodoro da Fonseca 247 / Praça Angelo Piazera – Centro Jaraguá do Sul / SC
  8. 8. MUSEU EMILIO DA SILVA Professor Emílio da Silva. Nasceu em 01 de novembro de 1900, no distrito de Jaraguá, município de Joinville, estado de Santa Catarina. Era filho de Maria Umbelina da Silva, sendo seus avós maternos Silvestre e Bárbaros Maçaneiro da Silva
  9. 9. MUSEU EMILIO DA SILVA Professor Emílio da Silva Passado a fase dedicada a sua formação, o Senhor Emílio da Silva, em 10 de junho de 1922, é designado professor provisório da Escola primária da localidade de Schroederstrasse II (Schroeder), distrito de Bananal, (Guaramirim), Município de Joinville. Em 1924, o mestre construiu uma escola na localidade de Schroederstrasse (Schroeder) para atender o número de solicitações de matrículas dos moradores daquela localidade. Foi neste mesmo ano que contraiu núpcias com a Senhora Madalena Salomon, na data de 14 de junho de 1924, no distrito de Bananal (Guaramirim).
  10. 10. Entre os ofícios do Senhor Emílio da Silva, consta o de Oficial de Justiça, do juizado, de Jaraguá, nomeado a partir de 11 de agosto de 1925. Sendo em 15 de março de 1927, também, nomeado professor da Escola Particular da localidade de Itapocuzinho II, hoje bairro João Pessoa. Em março de 1976, na era do regime militar, num cenário de abertura de fronteira para capital estrangeiro, o pesquisador Emílio da Silva lança seu livro de histórias: Jaraguá do Sul - Um capítulo na povoação do Vale do Itapocu. Em 3 de julho de 1999, aos 98 anos, oito meses e dois dias morria o Senhor Emílio da Silva, na cidade de Jaraguá do Sul, sepultado no cemitério municipal do centro.
  11. 11. MUSEU DA WEG
  12. 12. MUSEU DA WEG O prédio da primeira fábrica da WEG, onde hoje funciona o Museu WEG, só passou a fazer parte do patrimônio da empresa em 2001. O prédio histórico da década de 1940, com fachada em Art Déco, abrigou outros negócios. Após a aquisição do prédio, foram 2 anos de obras até a inauguração do museu, em 16 de setembro de 2003, como um presente para a WEG e a comunidade. Hoje o Museu WEG é um espaço de educação, cultura e ciência, com mais de 30 atrações interativas, além de eventos culturais como lançamento de livros, festivais de cinema e exposições.
  13. 13. MUSEUS DE JARAGUÁ DO SUL “Um Museu só faz sentido na medida em que cada um se sente refletido e homenageado de alguma forma. Na medida em que provoca questionamentos, na medida em que cada informação captada resulte em mais uma pergunta, numa sucessão de eventos que nos transforme e nos faça melhores, como seres humanos, como cidadãos e como profissionais.” WEG S.A. Obrigado!!! Referencias: Radar Sul – Portal Turístico de Santa Catarina Empresa - MALWEE MALHAS Pesquisador - Ademir Pfiffer Eliza Ressel Diefenthäler - Revisão

×