SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
A Instituição da Monarquia em Israel
4º Trimestre
03/11/ 2019
Prof. Vilma Longuini
Igreja Assembleia
De Deus – Jd. Sapucaí –
Campinas – SP
Direção: Pr. Júnior.
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético
em Israel
Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel
Lição 4 - A Degeneração da Liderança
Sacerdotal
Lição 5 - A Instituição da
Monarquia em Israel
Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus
Lição 7 - Davi é Ungido Rei
Lição 8 - O Exílio de Davi
Lição 9 - O Reinado de Davi
Lição 10 - O Pecado do Homem Segundo o
Coração de Deus
Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi
Lição 12 - A Rebelião de Absalão
Lição 13 - A Velhice de Davi
Objetivo Geral
❶ Conceituar monarquia;
❷ Explicitar a escolha de Saul como rei;
❸ Especificar o rei que o povo escolheu.
Mostrar que para tomar decisões, o crente deve pedir
orientação a Deus.
4 - Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e
vieram a Samuel, a Ramá,
5 - e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não
andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora,
um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm
todas as nações.
6 - Porém essa palavra pareceu mal aos olhos de Samuel,
quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos julgue. E
Samuel orou ao SENHOR.
7 - E disse o SENHOR a Samuel: Ouve a voz do povo em
tudo quanto te disser, pois não te tem rejeitado a ti;
antes, a mim me tem rejeitado, para eu não reinar sobre
ele.
1 Samuel 8.4-7
1 - Então, tomou Samuel um vaso de azeite, e lho
derramou sobre a cabeça, e o beijou, e disse: Porventura,
te não tem ungido o SENHOR por capitão sobre a sua
herdade?
2 - Partindo-te hoje de mim, acharás dois homens junto ao
sepulcro de Raquel, no termo de Benjamim, em Zelza, os
quais te dirão: Acharam-se as jumentas que foste buscar, e
eis que já o teu pai deixou o negócio das jumentas e anda
aflito por causa de vós, dizendo: Que farei eu por meu
filho?
3 - E, quando dali passares mais adiante e chegares ao
carvalho de Tabor, ali te encontrarão três homens, que vão
subindo a Deus a Betel: um levando três cabritos, o outro,
três bolos de pão, e o outro, um odre de vinho.
1 Samuel 10.1-3
4 - E te perguntarão como estás e te darão dois pães, que
tomarás da sua mão.
5 - Então, virás ao outeiro de Deus, onde está a guarnição
dos filisteus; e há de ser que, entrando ali na cidade,
encontrarás um rancho de profetas que descem do alto e
trazem diante de si saltérios, e tambores, e flautas, e
harpas; e profetizará
6 - E o Espírito do SENHOR se apoderará de ti, e
profetizarás com eles e te mudarás em outro homem.
7 - E há de ser que, quando estes sinais te vierem, faze o
que achar a tua mão, porque Deus é contigo.
1 Samuel 10:4 - 7
I – Por que a Monarquia ?
II – A Escolha de Saul como Rei
1 – Um Sentimento de Orgulho Nacional
2 – O Fracasso dos Filhos de Samuel
3 – Rejeitando os Planos de Deus
1 – Por que Saul ?
2 – A Unção de Saul por Samuel
3 – Os Sinais de Confirmação da Unção
III – O Rei que o Povo Escolheu
1 – Uma Escolha Pautada na Aparência
2 – Os Direitos do Novo Rei
3 – O Novo Sistema Político e o Aspecto Teológico
Ao tratar da instituição da monarquia em Israel ...
Embora a monarquia fosse um desejo nacional, Deus
interveio e, segundo a sua vontade, estabeleceu essa
forma de governo.
Estudaremos a razão da
monarquia, a escolha do rei Saul,
o primeiro rei de Israel e o
mérito dessa escolha.
Os planos de Deus não se frustram, jamais.
(1 Samuel 8.4,5)
“Então, todos os anciãos de Israel se
congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá,
e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e
teus filhos não andam pelos teus
caminhos; constitui-nos, pois, agora, um
rei sobre nós, para que ele nos julgue,
como o têm todas as nações.”
Queremos um rei,
como os Goyns/
Nações gentílicas
Compare este pedido
com o que está escrito,
muito antes deles
entrarem na Terra.
Dt 17:14,15
O desejo de imitar as nações ímpias
já estava previsto
Samuel desaprovou, mas Deus permitiu
Eles insistiam e Deus falou: Atenda a voz do povo
Samuel. I Sam 8:22
A REALEZA, logo entraria em cena, para oprimir o
povo que deveria bancar o alto custo do palácio e
eles, nem imaginavam isso.
Samuel experimenta
o que Moisés, os profetas e
até Jesus Experimentaram
Samuel experimenta
o que Moisés, os profetas e
até Jesus Experimentaram.
“Mas os seus concidadãos
odiavam-no, e mandaram após ele
embaixadores, dizendo: Não
queremos que este reine sobre
nós.”Lucas 19:14
Antes de tomar uma decisão,
o crente precisa buscar a
orientação de Deus, para que
não venha a sofrer dolorosas
consequências.
Ninguém é obrigado aceitar o Governo de
Deus, mas em última instância não há
como escapar disso, porque é Ele quem
designa, aceita e orienta.
Alguém
pode ler
I Sam 8: 10-16?
Deus Avisou
O crente deve pedir direção a Deus para
tomar qualquer decisão
I – Por que a Monarquia ?
1 – Um Sentimento de Orgulho Nacional.
Por meio do orgulho nacional, os israelitas foram levados
a pedir um rei antes da hora.
Nesse caso, adotar o
regime monárquico,
segundo o modelo
pagão, significava
rejeitar a liderança
divina representada
por Samuel.
Deus chamou Israel para ser líder espiritual do mundo.
“Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que
sabemos porque a salvação vem dos judeus. “
João 4:22
Ao adotar o regime
monárquico os
israelitas
escolheram uma
política
meramente
humana, fugindo
de sua real
vocação sacerdotal
e profética.
O povo não correspondeu a Vocação
Espiritual para qual foram chamados.
E você está correspondendo com as
Expectativas de Deus?
Deus é quem escolhe a liderança
Da Sua Igreja.
Você tem concordado com Deus?
Embora seja bíblico
cumprir nossas
obrigações políticas e
sociais, a vocação da
Igreja é espiritual, como
afirmou Jesus:
Há perigo quando o povo de Deus deixa a sua verdadeira
vocação para imitar as instituições terrenas.
“Se, pois, o Filho vos
libertar,
verdadeiramente
sereis livres.” João 8:36
Para uma liderança de qualidade precisamos Orar (pedir a Deus)
2 – O Fracasso dos Filhos de Samuel.
Este era o contexto dos israelitas:
❶ A Arca da Aliança não estava mais com o povo;
❷ havia ameaças constantes dos filisteus
❸ Os filhos de Samuel não andavam em caminhos retos.
Samuel era um líder fiel, sincero, verdadeiro e, embora
fosse duro ouvir, ele sabia que os anciãos falavam a
verdade, quando diziam que seus filhos não tinham
condições morais e nem espirituais para lhe suceder.
Biblicamente, não há problema
em um filho de pastor vir a
substituir o pai no ministério.
Entretanto, isso não pode se dar
por causa do amor paterno, mas
pela vocação dada por Deus e
confirmada pela Igreja de Cristo
A qualificação para o episcopado está em - 1 Tm 3.1-7;
Tt 1.5-9).
3 – Rejeitando os Planos de Deus.
Assim, no tempo certo, o próprio Deus daria um rei com
as qualidades necessárias.
Escolher a monarquia... Foi algo deliberado do povo
contra o plano estabelecido por Deus desde quando Israel
ocupou a Terra de Canaã. Dt 17:14,15
Não podemos
perder a
perspectiva de que
é Deus que dá seus
líderes à Igreja.
(Mt 9.38;
Lc 10.2).
❶ O sentimento de orgulho nacional,
❷ O fracasso dos filhos de Samuel
❸ A Rejeição do plano de Deus
O que contribuiu para o estabelecimento da
monarquia em Israel ?
II – A Escolha de Saul como Rei
1 – Por que Saul ? Como Deus o escolheu?
Saul reinou
indiferente aos
mandamentos
divinos; era um
rei falho, egoísta e
ciumento.
Imagem : Tv Record
A unção secreta de Saul. O profeta Samuel já havia
Concordado e sido consolado por Deus.
“E havia um homem de Benjamim, cujo nome era Quis, filho
de Abiel, filho de Zeror, filho de Becorate, filho de Afia, filho
de um homem de Benjamim; homem poderoso.
Este tinha um filho, cujo nome era Saul, moço, e tão belo
que entre os filhos de Israel não havia outro homem mais
belo do que ele; desde os ombros para cima sobressaía a
todo o povo. “ 1 Samuel 9:1,2
A história começa assim:
Um incidente desfavorável aconteceu
A perda da jumentas
Levam Saul para longe de
Sua casa.
Grande líder
mas Saul não o
Conhecia.
Samuel também
não conhecia
Saul
Na busca, Saul e seu servo andam em círculo
“Vindo eles então à terra de Zufe, Saul disse para o seu
moço, com quem ele ia: Vem, e voltemos; para que
porventura meu pai não deixe de inquietar-se pelas
jumentas e se aflija por causa de nós.
Porém ele lhe disse: Eis que há nesta cidade um homem de
Deus, e homem honrado é; tudo quanto diz, sucede assim
infalivelmente; vamo-nos agora lá; porventura nos
mostrará o caminho que devemos seguir. “1 Samuel 9:5,6
Imagem : Tv Record
Zufe: terra de Samuel I Sam 1:1
2 – A Unção de Saul por Samuel.
❶ Samuel o beijou em sinal de
afeição e admiração pessoal.
❷ A unção era feita com
azeite de oliva.
❸ A cerimônia simbolizava a
investidura divina
para o exercício do cargo.
Samuel revela o lugar onde Deus guardou as jumentas. E,
unge Saul. Assim vemos alguns detalhes importantes:
A capacidade que
vem do alto para o
exercício do Santo
Ministério
(Ef 4.11-14).
Os que são separados, por Deus, para a sua Obra, têm a
unção do Espírito Santo.
Assim é a nossa Unção.
Você já recebeu esta Unção?
Se, não, peça agora ao Senhor.
“Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi
dado por profecia, com a imposição das mãos do
presbitério.” 1 Tm 4.14.
“Por cujo motivo te lembro que despertes o dom
de Deus que existe em ti pela imposição das
minhas mãos.” 2 Tm 1.6.
3 – Os Sinais de Confirmação da Unção.
Três são os sinais que confirmaram a
unção de Saul como o rei de Israel:
❶ Saul encontra as jumentas
perdidas de seu pai I Sam 9:20-21
❷ Ele encontra três homens no
Monte Tabor, um levando três
cabritos, outro, três bolos de pão,
e o outro, um odre de vinho;
I Sam 10:3-4
❸ A capacidade de profetizar
pelo Espírito de Deus. I Sam 10:5-7
Apontava para o sustento
divino para a tarefa de
Saul;
Representava o trabalho
que o rei teria
O rei reinaria sob o Espírito
de Deus
A jornada ministerial é pesada; por isso, é preciso estar
centrado em Deus em todo o exercício ministerial.
Quem é chamado precisa :
❶ Aplicar-se ao trabalho
(Jo 5.17)
❷ Sustentar-se pelo alimento
sagrado, a Palavra de Deus
(Dt 8.3; Mt 4.4);
❸ Estar cheio do Espírito Santo
(Ef 5.18).
Saul foi ungido rei por
Samuel pela vontade
soberana de Deus.
III – O Rei que o Povo Escolheu
1 – Uma Escolha Pautada na Aparência.
Para o povo, Saul era um candidato que enchia os olhos.
fisicamente, era um homem notável (1 Sm 9.2).
O povo não via nada além que a aparência humana;
Mesmo não sendo o rei
ideal do ponto de vista
divino, Deus o designou e
o nomeou.
III – O Rei que o Povo Escolheu
2 – Os Direitos do Novo Rei. I Sam 8: 10-18
Perfumistas
Cozinheiras
Padeiras
No Novo Testamento, há recomendação evangélica de
como o cristão deve se portar na forma de governo
político-temporal vigente
“Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não
há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há
foram ordenadas por Deus...”
(Rm 13.1-7)
“Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do
Senhor; quer ao rei, como superior; quer governador...”
(1 Pe 2.13-17)
Não vemos isso acontecer em nosso país.
3 – O Novo Sistema Político e o Aspecto Teológico.
Deus sempre cuidou de Israel; deu-lhe mandamentos,
escolheu lideranças para representá-lo em momentos
ímpares,
Fez com que o povo se
arrependesse.Neste novo
modelo, a
liderança
seria
centralizada
na pessoa do
rei;
A escolha do rei Saul foi pautada
pela aparência. Ele tinha
privilégios e estabeleceu o
novo sistema político
em Israel.
Deus é o Senhor da história.
Não podemos perder de vista que o Pai é quem governa
a nossa vida.
Como cristãos, devemos buscar a bênção de que a nossa
vontade e escolhas estejam sempre bem alinhadas com
as de Deus.
Muitas vezes não conhecemos seus caminhos nem
propósitos, mas sabemos que sua vontade é sempre a
mais perfeita e agradável.
Onde teve origem o desvio de Israel?
O desvio de Israel teve origem em sua
desobediência a Deus.
Qual era o contexto dos israelitas quando
pediram um novo rei?
❶ A Arca da Aliança não estava mais
com o povo;
❷ havia ameaças constantes dos filisteus
❸ Os filhos de Samuel não andavam em
caminhos retos.
Qual o propósito do autor sagrado ao enfatizar
o rei Davi e não o rei Saul?
O propósito do autor sagrado é contrastá-lo as
atitudes do rei Davi, que mostram um
comportamento completamente
diferente do de Saul.
Imagem : Tv Record
Cite os três sinais que confirmaram
o reinado de Saul.
❶ Saul encontra as jumentas
perdidas de seu pai
❷ Ele encontra três homens
no Monte Tabor, um levando
três cabritos, outro, três bolos
de pão, e o outro, um odre de
vinho;
❸ A capacidade de profetizar
pelo Espírito de Deus.
Apontava para o
sustento divino para a
tarefa de Saul;
Representava o
trabalho que o rei teria
O rei reinaria sob o
Espírito de Deus
Cite, ao menos, três privilégios do rei de Israel.
Todos estariam sob o poder do novo rei e
prontos para servi-lhe na guerra, no trabalho
forçado na terra, no trabalho da cozinha real,
na apropriação de terras para que fossem dadas
aos ministros do rei.
Próxima Lição
Lição 6
A Rebeldia de Saul
e a
Rejeição de Deus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Espiritismo e estudos bíblicos rei salomão final
Espiritismo e estudos bíblicos rei salomão finalEspiritismo e estudos bíblicos rei salomão final
Espiritismo e estudos bíblicos rei salomão finalLUCAS CANAVARRO
 
3 eclesiastes cap 1 ao 2
3  eclesiastes cap 1 ao 23  eclesiastes cap 1 ao 2
3 eclesiastes cap 1 ao 2PIB Penha
 
Lição 12 - Sabedoria de Deus para tomada de decisões
Lição 12 - Sabedoria de Deus  para tomada de decisõesLição 12 - Sabedoria de Deus  para tomada de decisões
Lição 12 - Sabedoria de Deus para tomada de decisõesAilton da Silva
 
Licao 6 4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deus
Licao 6   4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deusLicao 6   4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deus
Licao 6 4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deusVilma Longuini
 
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016Pr. Andre Luiz
 
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Marina de Morais
 
Lição 12 sabedoria divina para a tomada de decisões
Lição 12   sabedoria divina para a tomada de decisõesLição 12   sabedoria divina para a tomada de decisões
Lição 12 sabedoria divina para a tomada de decisõesErberson Pinheiro
 
16 avaliacao e sintese da lideranca dos reis de israel
16   avaliacao e sintese  da lideranca dos reis de israel16   avaliacao e sintese  da lideranca dos reis de israel
16 avaliacao e sintese da lideranca dos reis de israelPIB Penha - SP
 
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuelLIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuelMarina de Morais
 
OS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELOS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELmbrandao7
 
Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.
Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.
Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.Márcio Martins
 
Lição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidade
Lição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidadeLição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidade
Lição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidadeAilton da Silva
 
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
Licao 3 4 t - 2019 - a chamada profetica de samuel
Licao 3   4 t - 2019 - a chamada profetica de samuelLicao 3   4 t - 2019 - a chamada profetica de samuel
Licao 3 4 t - 2019 - a chamada profetica de samuelVilma Longuini
 

Mais procurados (20)

Espiritismo e estudos bíblicos rei salomão final
Espiritismo e estudos bíblicos rei salomão finalEspiritismo e estudos bíblicos rei salomão final
Espiritismo e estudos bíblicos rei salomão final
 
Históricos III
Históricos IIIHistóricos III
Históricos III
 
3 eclesiastes cap 1 ao 2
3  eclesiastes cap 1 ao 23  eclesiastes cap 1 ao 2
3 eclesiastes cap 1 ao 2
 
Lição 12 - Sabedoria de Deus para tomada de decisões
Lição 12 - Sabedoria de Deus  para tomada de decisõesLição 12 - Sabedoria de Deus  para tomada de decisões
Lição 12 - Sabedoria de Deus para tomada de decisões
 
Licao 6 4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deus
Licao 6   4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deusLicao 6   4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deus
Licao 6 4 t - 2019 - a rebeldia de saul e a rejeic-ao de deus
 
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
Sabedoria divina para a tomada de decisões - lição 12 - 4ºTrimestre de 2016
 
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel
 
Lição 12 sabedoria divina para a tomada de decisões
Lição 12   sabedoria divina para a tomada de decisõesLição 12   sabedoria divina para a tomada de decisões
Lição 12 sabedoria divina para a tomada de decisões
 
I samuel
I samuelI samuel
I samuel
 
Vida de Samuel
Vida de SamuelVida de Samuel
Vida de Samuel
 
16 avaliacao e sintese da lideranca dos reis de israel
16   avaliacao e sintese  da lideranca dos reis de israel16   avaliacao e sintese  da lideranca dos reis de israel
16 avaliacao e sintese da lideranca dos reis de israel
 
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuelLIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
 
19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas19. o livro de ii crônicas
19. o livro de ii crônicas
 
OS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELOS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUEL
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 
A viúva de sarepta
A viúva de sareptaA viúva de sarepta
A viúva de sarepta
 
Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.
Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.
Sabedoria Divina para a Tomada de Decisões.
 
Lição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidade
Lição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidadeLição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidade
Lição 10 - Adorando a Deus em meio a calamidade
 
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .Ebd aula 12   4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
Ebd aula 12 4° trimestre 2016 Sabedoria divina para tomada de decisões .
 
Licao 3 4 t - 2019 - a chamada profetica de samuel
Licao 3   4 t - 2019 - a chamada profetica de samuelLicao 3   4 t - 2019 - a chamada profetica de samuel
Licao 3 4 t - 2019 - a chamada profetica de samuel
 

Semelhante a Licao 5 4 t - 2019 - a instituicao da monarquia em israel

Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelÉder Tomé
 
lição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAK
lição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAKlição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAK
lição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAKbiluagropet
 
Licao 4 4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotal
Licao 4   4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotalLicao 4   4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotal
Licao 4 4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotalVilma Longuini
 
EBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptx
EBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptxEBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptx
EBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptxDouglasMoraes54
 
Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel
Lição 3 - A Chamada Profética de SamuelLição 3 - A Chamada Profética de Samuel
Lição 3 - A Chamada Profética de SamuelÉder Tomé
 
Esforca te
Esforca teEsforca te
Esforca tegospel10
 
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Vilma Longuini
 
Licao 7 4 t - 2019 - davi ungido rei
Licao 7   4 t - 2019 - davi  ungido reiLicao 7   4 t - 2019 - davi  ungido rei
Licao 7 4 t - 2019 - davi ungido reiVilma Longuini
 
Reis e profetas - aula 1
Reis e profetas  - aula 1Reis e profetas  - aula 1
Reis e profetas - aula 1Moisés Sampaio
 
Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2Moisés Sampaio
 
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3Rubens Sohn
 
Licao 2 4 t - 2019 - o nascimento de um lider
Licao 2   4 t - 2019 - o nascimento de um liderLicao 2   4 t - 2019 - o nascimento de um lider
Licao 2 4 t - 2019 - o nascimento de um liderVilma Longuini
 
aula2-130715170544-phpapp01.pdf
aula2-130715170544-phpapp01.pdfaula2-130715170544-phpapp01.pdf
aula2-130715170544-phpapp01.pdfTiago Silva
 
Romanos 11 o futuro de israel
Romanos 11   o futuro de israelRomanos 11   o futuro de israel
Romanos 11 o futuro de israelVilma Longuini
 
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em IsraelLição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em IsraelÉder Tomé
 

Semelhante a Licao 5 4 t - 2019 - a instituicao da monarquia em israel (20)

Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em Israel
 
lição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAK
lição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAKlição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAK
lição bíblica.pptxmfkldjlkfajKFJlakjflkAJKLJAK
 
Licao 4 4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotal
Licao 4   4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotalLicao 4   4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotal
Licao 4 4 t - a degenerac-ao da lideranca sacerdotal
 
2 o juizado de samuel
2  o juizado de samuel2  o juizado de samuel
2 o juizado de samuel
 
EBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptx
EBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptxEBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptx
EBD - 1 SAMUEL - Aula 3 - 11.06.2023.pptx
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
 
Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel
Lição 3 - A Chamada Profética de SamuelLição 3 - A Chamada Profética de Samuel
Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel
 
Aula 3 e 4 samuel
Aula 3 e 4 samuelAula 3 e 4 samuel
Aula 3 e 4 samuel
 
Esforca te
Esforca teEsforca te
Esforca te
 
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
 
Licao 7 4 t - 2019 - davi ungido rei
Licao 7   4 t - 2019 - davi  ungido reiLicao 7   4 t - 2019 - davi  ungido rei
Licao 7 4 t - 2019 - davi ungido rei
 
Reis e profetas - aula 1
Reis e profetas  - aula 1Reis e profetas  - aula 1
Reis e profetas - aula 1
 
Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2Reis e profetas - Aula 2
Reis e profetas - Aula 2
 
O Prumo De Deus
O Prumo De DeusO Prumo De Deus
O Prumo De Deus
 
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
IBADEP MÉDIO - HISTÓRIA DE ISRAEL AULA 3
 
Licao 2 4 t - 2019 - o nascimento de um lider
Licao 2   4 t - 2019 - o nascimento de um liderLicao 2   4 t - 2019 - o nascimento de um lider
Licao 2 4 t - 2019 - o nascimento de um lider
 
aula2-130715170544-phpapp01.pdf
aula2-130715170544-phpapp01.pdfaula2-130715170544-phpapp01.pdf
aula2-130715170544-phpapp01.pdf
 
Romanos 11 o futuro de israel
Romanos 11   o futuro de israelRomanos 11   o futuro de israel
Romanos 11 o futuro de israel
 
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)LIVROS HISTÓRICOS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
LIVROS HISTÓRICOS (AULA 03-1 - BÁSICO - IBADEP)
 
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em IsraelLição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel
Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel
 

Mais de Vilma Longuini

Jesus eh o rei da gloria jo 1 v 14 [salvo automaticamente]
Jesus eh o rei da gloria   jo 1 v 14 [salvo automaticamente]Jesus eh o rei da gloria   jo 1 v 14 [salvo automaticamente]
Jesus eh o rei da gloria jo 1 v 14 [salvo automaticamente]Vilma Longuini
 
Deveres dos juizes politicos e policiais
Deveres dos juizes politicos e policiaisDeveres dos juizes politicos e policiais
Deveres dos juizes politicos e policiaisVilma Longuini
 
O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13Vilma Longuini
 
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do temploLicao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do temploVilma Longuini
 
Slide da licao 2 3 trim 2020
Slide da licao 2   3 trim 2020Slide da licao 2   3 trim 2020
Slide da licao 2 3 trim 2020Vilma Longuini
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020Vilma Longuini
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020Vilma Longuini
 
Revista ebd 3 trimestre 2020
Revista ebd 3 trimestre 2020Revista ebd 3 trimestre 2020
Revista ebd 3 trimestre 2020Vilma Longuini
 
Quando deres ouvidos em pdf editado
Quando deres ouvidos em pdf editadoQuando deres ouvidos em pdf editado
Quando deres ouvidos em pdf editadoVilma Longuini
 
Sabedoria estatura graca -pdf
Sabedoria estatura graca -pdfSabedoria estatura graca -pdf
Sabedoria estatura graca -pdfVilma Longuini
 
A historia e a promessa
A historia e a promessaA historia e a promessa
A historia e a promessaVilma Longuini
 
Nao basta ser namorado
Nao basta ser namoradoNao basta ser namorado
Nao basta ser namoradoVilma Longuini
 
Passando o dia com jesus pdf
Passando o dia com jesus pdfPassando o dia com jesus pdf
Passando o dia com jesus pdfVilma Longuini
 
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32Vilma Longuini
 
Vamos confeccionar nossa mascara
Vamos confeccionar nossa mascaraVamos confeccionar nossa mascara
Vamos confeccionar nossa mascaraVilma Longuini
 
Fortalecei vos - a ordem e marchar
Fortalecei vos - a ordem e marcharFortalecei vos - a ordem e marchar
Fortalecei vos - a ordem e marcharVilma Longuini
 
As 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidadesAs 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidadesVilma Longuini
 
Comentarios judaicos do novo testamento david h
Comentarios judaicos do novo testamento david hComentarios judaicos do novo testamento david h
Comentarios judaicos do novo testamento david hVilma Longuini
 

Mais de Vilma Longuini (20)

Jesus eh o rei da gloria jo 1 v 14 [salvo automaticamente]
Jesus eh o rei da gloria   jo 1 v 14 [salvo automaticamente]Jesus eh o rei da gloria   jo 1 v 14 [salvo automaticamente]
Jesus eh o rei da gloria jo 1 v 14 [salvo automaticamente]
 
Deveres dos juizes politicos e policiais
Deveres dos juizes politicos e policiaisDeveres dos juizes politicos e policiais
Deveres dos juizes politicos e policiais
 
O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13O testemunho jo 1 de 6 a 13
O testemunho jo 1 de 6 a 13
 
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do temploLicao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
Licao 5 3 trim 2020 zorobabel recomeca a construcao do templo
 
Slide da licao 2 3 trim 2020
Slide da licao 2   3 trim 2020Slide da licao 2   3 trim 2020
Slide da licao 2 3 trim 2020
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020
 
Revista ebd 3 trimestre 2020
Revista ebd 3 trimestre 2020Revista ebd 3 trimestre 2020
Revista ebd 3 trimestre 2020
 
Quando deres ouvidos em pdf editado
Quando deres ouvidos em pdf editadoQuando deres ouvidos em pdf editado
Quando deres ouvidos em pdf editado
 
Sabedoria estatura graca -pdf
Sabedoria estatura graca -pdfSabedoria estatura graca -pdf
Sabedoria estatura graca -pdf
 
A historia e a promessa
A historia e a promessaA historia e a promessa
A historia e a promessa
 
Nao basta ser namorado
Nao basta ser namoradoNao basta ser namorado
Nao basta ser namorado
 
Passando o dia com jesus pdf
Passando o dia com jesus pdfPassando o dia com jesus pdf
Passando o dia com jesus pdf
 
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
A parabola do filho prodigo lc 15 v 11 a 32
 
Ate quando daniel 12
Ate quando   daniel 12Ate quando   daniel 12
Ate quando daniel 12
 
Vamos confeccionar nossa mascara
Vamos confeccionar nossa mascaraVamos confeccionar nossa mascara
Vamos confeccionar nossa mascara
 
Mascaras tecido e uso
Mascaras   tecido e usoMascaras   tecido e uso
Mascaras tecido e uso
 
Fortalecei vos - a ordem e marchar
Fortalecei vos - a ordem e marcharFortalecei vos - a ordem e marchar
Fortalecei vos - a ordem e marchar
 
As 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidadesAs 12 vulnerabilidades
As 12 vulnerabilidades
 
Comentarios judaicos do novo testamento david h
Comentarios judaicos do novo testamento david hComentarios judaicos do novo testamento david h
Comentarios judaicos do novo testamento david h
 

Último

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasdiegosouzalira10
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.FLAVIA LEZAN
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarDouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 

Licao 5 4 t - 2019 - a instituicao da monarquia em israel

  • 1. A Instituição da Monarquia em Israel
  • 2. 4º Trimestre 03/11/ 2019 Prof. Vilma Longuini Igreja Assembleia De Deus – Jd. Sapucaí – Campinas – SP Direção: Pr. Júnior.
  • 3. Lição 1 - Conhecendo os Dois Livros de Samuel Lição 2 - O Nascimento de um Líder Profético em Israel Lição 3 - A Chamada Profética de Samuel Lição 4 - A Degeneração da Liderança Sacerdotal Lição 5 - A Instituição da Monarquia em Israel Lição 6 - A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus Lição 7 - Davi é Ungido Rei Lição 8 - O Exílio de Davi Lição 9 - O Reinado de Davi Lição 10 - O Pecado do Homem Segundo o Coração de Deus Lição 11 - As Consequências do Pecado de Davi Lição 12 - A Rebelião de Absalão Lição 13 - A Velhice de Davi
  • 4. Objetivo Geral ❶ Conceituar monarquia; ❷ Explicitar a escolha de Saul como rei; ❸ Especificar o rei que o povo escolheu. Mostrar que para tomar decisões, o crente deve pedir orientação a Deus.
  • 5. 4 - Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, 5 - e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações. 6 - Porém essa palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos julgue. E Samuel orou ao SENHOR. 7 - E disse o SENHOR a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te disser, pois não te tem rejeitado a ti; antes, a mim me tem rejeitado, para eu não reinar sobre ele. 1 Samuel 8.4-7
  • 6. 1 - Então, tomou Samuel um vaso de azeite, e lho derramou sobre a cabeça, e o beijou, e disse: Porventura, te não tem ungido o SENHOR por capitão sobre a sua herdade? 2 - Partindo-te hoje de mim, acharás dois homens junto ao sepulcro de Raquel, no termo de Benjamim, em Zelza, os quais te dirão: Acharam-se as jumentas que foste buscar, e eis que já o teu pai deixou o negócio das jumentas e anda aflito por causa de vós, dizendo: Que farei eu por meu filho? 3 - E, quando dali passares mais adiante e chegares ao carvalho de Tabor, ali te encontrarão três homens, que vão subindo a Deus a Betel: um levando três cabritos, o outro, três bolos de pão, e o outro, um odre de vinho. 1 Samuel 10.1-3
  • 7. 4 - E te perguntarão como estás e te darão dois pães, que tomarás da sua mão. 5 - Então, virás ao outeiro de Deus, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando ali na cidade, encontrarás um rancho de profetas que descem do alto e trazem diante de si saltérios, e tambores, e flautas, e harpas; e profetizará 6 - E o Espírito do SENHOR se apoderará de ti, e profetizarás com eles e te mudarás em outro homem. 7 - E há de ser que, quando estes sinais te vierem, faze o que achar a tua mão, porque Deus é contigo. 1 Samuel 10:4 - 7
  • 8. I – Por que a Monarquia ? II – A Escolha de Saul como Rei 1 – Um Sentimento de Orgulho Nacional 2 – O Fracasso dos Filhos de Samuel 3 – Rejeitando os Planos de Deus 1 – Por que Saul ? 2 – A Unção de Saul por Samuel 3 – Os Sinais de Confirmação da Unção III – O Rei que o Povo Escolheu 1 – Uma Escolha Pautada na Aparência 2 – Os Direitos do Novo Rei 3 – O Novo Sistema Político e o Aspecto Teológico
  • 9. Ao tratar da instituição da monarquia em Israel ... Embora a monarquia fosse um desejo nacional, Deus interveio e, segundo a sua vontade, estabeleceu essa forma de governo. Estudaremos a razão da monarquia, a escolha do rei Saul, o primeiro rei de Israel e o mérito dessa escolha. Os planos de Deus não se frustram, jamais.
  • 10. (1 Samuel 8.4,5) “Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações.”
  • 11. Queremos um rei, como os Goyns/ Nações gentílicas Compare este pedido com o que está escrito, muito antes deles entrarem na Terra. Dt 17:14,15 O desejo de imitar as nações ímpias já estava previsto Samuel desaprovou, mas Deus permitiu
  • 12. Eles insistiam e Deus falou: Atenda a voz do povo Samuel. I Sam 8:22 A REALEZA, logo entraria em cena, para oprimir o povo que deveria bancar o alto custo do palácio e eles, nem imaginavam isso.
  • 13. Samuel experimenta o que Moisés, os profetas e até Jesus Experimentaram
  • 14. Samuel experimenta o que Moisés, os profetas e até Jesus Experimentaram. “Mas os seus concidadãos odiavam-no, e mandaram após ele embaixadores, dizendo: Não queremos que este reine sobre nós.”Lucas 19:14
  • 15. Antes de tomar uma decisão, o crente precisa buscar a orientação de Deus, para que não venha a sofrer dolorosas consequências.
  • 16. Ninguém é obrigado aceitar o Governo de Deus, mas em última instância não há como escapar disso, porque é Ele quem designa, aceita e orienta. Alguém pode ler I Sam 8: 10-16? Deus Avisou
  • 17. O crente deve pedir direção a Deus para tomar qualquer decisão
  • 18. I – Por que a Monarquia ? 1 – Um Sentimento de Orgulho Nacional. Por meio do orgulho nacional, os israelitas foram levados a pedir um rei antes da hora. Nesse caso, adotar o regime monárquico, segundo o modelo pagão, significava rejeitar a liderança divina representada por Samuel.
  • 19. Deus chamou Israel para ser líder espiritual do mundo. “Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. “ João 4:22 Ao adotar o regime monárquico os israelitas escolheram uma política meramente humana, fugindo de sua real vocação sacerdotal e profética. O povo não correspondeu a Vocação Espiritual para qual foram chamados. E você está correspondendo com as Expectativas de Deus? Deus é quem escolhe a liderança Da Sua Igreja. Você tem concordado com Deus?
  • 20. Embora seja bíblico cumprir nossas obrigações políticas e sociais, a vocação da Igreja é espiritual, como afirmou Jesus: Há perigo quando o povo de Deus deixa a sua verdadeira vocação para imitar as instituições terrenas. “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” João 8:36 Para uma liderança de qualidade precisamos Orar (pedir a Deus)
  • 21. 2 – O Fracasso dos Filhos de Samuel. Este era o contexto dos israelitas: ❶ A Arca da Aliança não estava mais com o povo; ❷ havia ameaças constantes dos filisteus ❸ Os filhos de Samuel não andavam em caminhos retos.
  • 22. Samuel era um líder fiel, sincero, verdadeiro e, embora fosse duro ouvir, ele sabia que os anciãos falavam a verdade, quando diziam que seus filhos não tinham condições morais e nem espirituais para lhe suceder. Biblicamente, não há problema em um filho de pastor vir a substituir o pai no ministério. Entretanto, isso não pode se dar por causa do amor paterno, mas pela vocação dada por Deus e confirmada pela Igreja de Cristo A qualificação para o episcopado está em - 1 Tm 3.1-7; Tt 1.5-9).
  • 23. 3 – Rejeitando os Planos de Deus. Assim, no tempo certo, o próprio Deus daria um rei com as qualidades necessárias. Escolher a monarquia... Foi algo deliberado do povo contra o plano estabelecido por Deus desde quando Israel ocupou a Terra de Canaã. Dt 17:14,15 Não podemos perder a perspectiva de que é Deus que dá seus líderes à Igreja. (Mt 9.38; Lc 10.2).
  • 24. ❶ O sentimento de orgulho nacional, ❷ O fracasso dos filhos de Samuel ❸ A Rejeição do plano de Deus O que contribuiu para o estabelecimento da monarquia em Israel ?
  • 25. II – A Escolha de Saul como Rei 1 – Por que Saul ? Como Deus o escolheu? Saul reinou indiferente aos mandamentos divinos; era um rei falho, egoísta e ciumento. Imagem : Tv Record A unção secreta de Saul. O profeta Samuel já havia Concordado e sido consolado por Deus. “E havia um homem de Benjamim, cujo nome era Quis, filho de Abiel, filho de Zeror, filho de Becorate, filho de Afia, filho de um homem de Benjamim; homem poderoso. Este tinha um filho, cujo nome era Saul, moço, e tão belo que entre os filhos de Israel não havia outro homem mais belo do que ele; desde os ombros para cima sobressaía a todo o povo. “ 1 Samuel 9:1,2 A história começa assim:
  • 26. Um incidente desfavorável aconteceu A perda da jumentas Levam Saul para longe de Sua casa. Grande líder mas Saul não o Conhecia. Samuel também não conhecia Saul Na busca, Saul e seu servo andam em círculo
  • 27. “Vindo eles então à terra de Zufe, Saul disse para o seu moço, com quem ele ia: Vem, e voltemos; para que porventura meu pai não deixe de inquietar-se pelas jumentas e se aflija por causa de nós. Porém ele lhe disse: Eis que há nesta cidade um homem de Deus, e homem honrado é; tudo quanto diz, sucede assim infalivelmente; vamo-nos agora lá; porventura nos mostrará o caminho que devemos seguir. “1 Samuel 9:5,6 Imagem : Tv Record Zufe: terra de Samuel I Sam 1:1
  • 28. 2 – A Unção de Saul por Samuel. ❶ Samuel o beijou em sinal de afeição e admiração pessoal. ❷ A unção era feita com azeite de oliva. ❸ A cerimônia simbolizava a investidura divina para o exercício do cargo. Samuel revela o lugar onde Deus guardou as jumentas. E, unge Saul. Assim vemos alguns detalhes importantes:
  • 29. A capacidade que vem do alto para o exercício do Santo Ministério (Ef 4.11-14). Os que são separados, por Deus, para a sua Obra, têm a unção do Espírito Santo. Assim é a nossa Unção. Você já recebeu esta Unção? Se, não, peça agora ao Senhor.
  • 30. “Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.” 1 Tm 4.14. “Por cujo motivo te lembro que despertes o dom de Deus que existe em ti pela imposição das minhas mãos.” 2 Tm 1.6.
  • 31. 3 – Os Sinais de Confirmação da Unção. Três são os sinais que confirmaram a unção de Saul como o rei de Israel: ❶ Saul encontra as jumentas perdidas de seu pai I Sam 9:20-21 ❷ Ele encontra três homens no Monte Tabor, um levando três cabritos, outro, três bolos de pão, e o outro, um odre de vinho; I Sam 10:3-4 ❸ A capacidade de profetizar pelo Espírito de Deus. I Sam 10:5-7 Apontava para o sustento divino para a tarefa de Saul; Representava o trabalho que o rei teria O rei reinaria sob o Espírito de Deus
  • 32. A jornada ministerial é pesada; por isso, é preciso estar centrado em Deus em todo o exercício ministerial. Quem é chamado precisa : ❶ Aplicar-se ao trabalho (Jo 5.17) ❷ Sustentar-se pelo alimento sagrado, a Palavra de Deus (Dt 8.3; Mt 4.4); ❸ Estar cheio do Espírito Santo (Ef 5.18).
  • 33. Saul foi ungido rei por Samuel pela vontade soberana de Deus.
  • 34. III – O Rei que o Povo Escolheu 1 – Uma Escolha Pautada na Aparência. Para o povo, Saul era um candidato que enchia os olhos. fisicamente, era um homem notável (1 Sm 9.2). O povo não via nada além que a aparência humana; Mesmo não sendo o rei ideal do ponto de vista divino, Deus o designou e o nomeou.
  • 35. III – O Rei que o Povo Escolheu 2 – Os Direitos do Novo Rei. I Sam 8: 10-18 Perfumistas Cozinheiras Padeiras
  • 36. No Novo Testamento, há recomendação evangélica de como o cristão deve se portar na forma de governo político-temporal vigente “Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus...” (Rm 13.1-7) “Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; quer governador...” (1 Pe 2.13-17) Não vemos isso acontecer em nosso país.
  • 37. 3 – O Novo Sistema Político e o Aspecto Teológico. Deus sempre cuidou de Israel; deu-lhe mandamentos, escolheu lideranças para representá-lo em momentos ímpares, Fez com que o povo se arrependesse.Neste novo modelo, a liderança seria centralizada na pessoa do rei;
  • 38. A escolha do rei Saul foi pautada pela aparência. Ele tinha privilégios e estabeleceu o novo sistema político em Israel.
  • 39. Deus é o Senhor da história. Não podemos perder de vista que o Pai é quem governa a nossa vida. Como cristãos, devemos buscar a bênção de que a nossa vontade e escolhas estejam sempre bem alinhadas com as de Deus. Muitas vezes não conhecemos seus caminhos nem propósitos, mas sabemos que sua vontade é sempre a mais perfeita e agradável.
  • 40. Onde teve origem o desvio de Israel? O desvio de Israel teve origem em sua desobediência a Deus.
  • 41. Qual era o contexto dos israelitas quando pediram um novo rei? ❶ A Arca da Aliança não estava mais com o povo; ❷ havia ameaças constantes dos filisteus ❸ Os filhos de Samuel não andavam em caminhos retos.
  • 42. Qual o propósito do autor sagrado ao enfatizar o rei Davi e não o rei Saul? O propósito do autor sagrado é contrastá-lo as atitudes do rei Davi, que mostram um comportamento completamente diferente do de Saul. Imagem : Tv Record
  • 43. Cite os três sinais que confirmaram o reinado de Saul. ❶ Saul encontra as jumentas perdidas de seu pai ❷ Ele encontra três homens no Monte Tabor, um levando três cabritos, outro, três bolos de pão, e o outro, um odre de vinho; ❸ A capacidade de profetizar pelo Espírito de Deus. Apontava para o sustento divino para a tarefa de Saul; Representava o trabalho que o rei teria O rei reinaria sob o Espírito de Deus
  • 44. Cite, ao menos, três privilégios do rei de Israel. Todos estariam sob o poder do novo rei e prontos para servi-lhe na guerra, no trabalho forçado na terra, no trabalho da cozinha real, na apropriação de terras para que fossem dadas aos ministros do rei.
  • 45. Próxima Lição Lição 6 A Rebeldia de Saul e a Rejeição de Deus