SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
• EETAD – Núcleo Alvorada
•   Monitor: Pb Edilson j. Sousa
•   E-mail: edilsonmaestro@gmail.com
As circunstâncias!

Durante o período dos Juízes, a nação de Israel
vivia em instabilidade espiritual, períodos de
altos e baixos, ora serviam ao Senhor, por causa
do caráter justo de algum juiz, mas após a morte
deste, voltavam à adoração a ídolos e à
apostasia. Quando não havia um líder justo:
“... cada qual fazia o que achava mais reto”,
 Juízes 17:6; 21:25.
A situação foi se agravando até os dias de Eli, sumo-sacerdote do
período em que nasceu Samuel. Os filhos de Eli, também
sacerdotes, andaram em grande pecado diante de Deus e do
povo: “Era pois mui grande o pecado destes moços
perante o Senhor”, 1 Samuel 2:17.
Por causa disso, o Senhor decidiu exterminar aquela linhagem sacerdotal,

1 Samuel 2:25-26... “Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus
filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que
serviam à porta da tenda da congregação. E disse-lhes: Por que fazeis tais
coisas? Pois de todo este povo ouço constantemente falar do vosso mau
procedimento. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço;
estais fazendo transgredir o povo do SENHOR. Pecando o homem contra o
próximo, Deus lhe será o árbitro; pecando, porém, contra o SENHOR, quem
intercederá por ele? Entretanto, não ouviram a voz de seu pai, porque o
SENHOR os queria matar.
O Desenvolvimento do ofício Profético

     Dois pontos focais são vistos nos profetas
      Moisés e Samuel.

      1. O profeta Moisés - A letra da Lei.
       O Senhor comunicou com Moisés cara a cara
        e ele se tornou um tipo do Messias, que seria
        ―como ele.‖ (Números 12:6-8; Atos Êxodo
        33:11, Deuteronômio 18:15-18; 3:22-23, Isaías
        8:16-20, Lucas 16:29).
24 Igualmente, todos os profetas desde Samuel e os que
O Desenvolvimento do ofício Profético
sucederam, quantos falaram, anunciaram também estes dias.


     2. Os profetas de Samuel a Malaquias -
      O Espírito da destruído sete
   Atos 13:19 e, havendo
                         lei.
         É sob Samuel, que vemos a evolução do ofício
    nações na terra de Canaã, deu-lhes
  esta terra por herança durante cerca de
           profético. As Escrituras claramente falam de
      quatrocentos e cinqüenta anos.
  20 Depois disso, deu-lhes juízes, até osendo homens-chave
           Moisés e Samuel como
           no profeta Samuel.
               ministério profético (Atos 3:22, 24; 13:20)
         Samuel foi o último dos juízes e o primeiro da
          linha dos profetas.
         Assim, de Samuel a Malaquias, temos o
          ministério dos profetas.
O Desenvolvimento do ofício Profético

     Ele criou a escola de profetas, onde jovens
      recebiam educação e ensino dentro da Lei de
      Moisés e eram ensinados a responder ao
      Espírito do Senhor em adoração e profecia (I
      Sm. 19:20). Havia escolas em:
         Ramá - I Samuel 19:18-24
         Betel - II Reis 2:3
         Jericó - II Reis 2:5, 7, 15
         Gilgal - II Reis 4:38, 2: 1
   O objetivo dessas escolas ―dos profetas‖ era
    manter o espírito da lei.
   Se Moisés ficou com a letra da lei, os profetas de
    fato representavam o espírito da lei.
Hannah, (Encantador)
de uma mulher de angustia,
sem voz para
uma voz poderosa, de
decisões na história. (2.7).
Ela era realmente uma
 baixa agora exaltado (2,7).
Samuel nasce em Ramá (1105 a.C)
O Tabernáculo estava em Siló
24km
I Sm 2:21b ... E o menino Samuel
      crescia no serviço de Deus, o Senhor.


1Sm 2.18-26 Samuel era bem
diferente dos filhos de Eli (vs. 12-17 ).
Ele era, por assim dizer, o verdadeiro
sacerdote (v. 18 ). Os filhos de Eli vão
ser castigados (v. 25 ).
I SAMUEL

SAMUEL: “PEDIDO A DEUS”
  - Filho da oração                   (3:1-19)
  - Deu vitória pela oração           (7:5-10)
  - Orou por um rei                   (8:6)
  - Oração intercessora predominou    (12:19-23)

                SAMUEL E ELI
Eli
      Governou mal a sua casa
      Governou mal a casa de Deus
      Usou a Arca da Aliança como amuleto
Deus chamou Samuel antes que a lâmpada
de Deus no Templo se apagasse - I Sm 3:3-4;
3.1 Samuel… era menino É impossível
dizer com certeza que idade ele tinha
quando recebeu esta primeira
mensagem de Deus. A palavra hebraica
traduzida por “menino” podia designar
tanto um bebê recém-nascido quanto um
homem feito. Tudo indica que Samuel
ainda não era adulto nessa ocasião. o
Senhor Ver 1Sm 1.3 , n. poucas
mensagens… e as visões… eram muito
raras Isso iria mudar a partir do começo
do trabalho de Samuel (vs. 19-21 ).
  1Sm 3.1-21 Deus apareceu a Samuel,
e, assim, começou a carreira de Samuel
como profeta de Deus, líder militar e juiz
do povo de
I Sm 3:3 - Samuel dormia na Tenda Sagrada, onde ficava a arca
     da aliança. E a lâmpada de Deus ainda estava acesa.

 3.3 onde ficava a arca da aliança Esta
 referência à arca da aliança nos prepara
 para os acontecimentos dos capítulos
 seguintes ( 1Sm 4—7 ). a lâmpada de Deus
 O candelabro na Tenda Sagrada, que ficava
 aceso desde a tarde até de manhã ( Êx 27

 1Sm 3.1-21 Deus apareceu a Samuel, e, assim, começou a
 carreira de Samuel como profeta de Deus, líder militar e juiz do
 povo de Israel.
Texto 2
           O Avivamento nos dias de Samuel
 I Sm 4:1 Naqueles dias o povo de Israel foi lutar contra os
 filisteus. Os israelitas acamparam em Ebenézer, e os filisteus,
 em Afeca.

 Os filisteus eram grandes
 inimigos de Israel; Eles viviam
 em cinco cidades, não longe da
 costa do mar Mediterrâneo
 ( 1Sm 6.17 ). Afeca Um
 povoado que ficava na região
 norte do território dos filisteus;
 era um importante centro militar
 junto à estrada que ia desde o
 Egito até à Síria.
O nome “filisteu”, hb, pelishtiy, que vem de pelesheth, que
                          significa “rolando”, ou seja, “aquele que migra”. Isso, em
                          clara referência ao fato de que esse povo chegou, por
                          mar, primeiro ao Egito e depois à região de Canaã.

Além disso, a ideia de “rolar” também se expressa na raiz
palash, que remete ao costume de rolar na areia em sinal de
luto, ou ao porco que rola na lama, tendo em vista que os
filisteus, ao contrário dos hebreus, criavam e comiam porcos.


                          Outra palavra relacionada é ao termo “filisteu” é layish, que
                          pode significar “leão”, devido ao fato de que este animal
                          tem o hábito de “esmagar” (em hebraico, lush) sua presa e
                          rolar sobre ela quando a domina.


Vemos, portanto, através do idioma hebraico, que os hebreus
viam os filisteus como um povo forte como um leão (layish),
que esmagava (lush) as nações vizinhas, rolando (pelesheth)
sobre elas como uma junta de bois que esmaga o trigo e
causando luto (palash) aos povos derrotados
4.22 A glória saiu de Israel A perda da arca não era
                                sinal de fraqueza de Deus, mas castigo pelo pecado
                                do povo ( Sl 78.56-64 ). Perdeu-se o sinal da presença
                                de Deus, mas o poder de Deus não tinha acabado.
                                 1Sm 4.19-22 Também para a nora de Eli a pior
                                coisa foi a perda da arca. A glória de Deus havia
                                saído de Israel, e, por isso, ela deu ao seu bebê o
                                nome de “Não há Gloria”
Os filisteus levaram a Arca como presa da guerra, e depositaram-na diante de, Dagom,
como agradecimento pela vitória ganha. A imagem de Dagom ,por sua vez,
compunha-se de metade de peixe e metade de homem, denotando a origem marítima
desse povo, oriundo da ilha Creta. No dia seguinte ao voltarem os sacerdotes filisteus
ao templo de Dagom, descobriram que o seu ídolo estava caído de bruços no chão. Os
sacerdotes recolocaram Dagom no lugar, mas, no dia seguinte, foi encontrado de novo
caído diante da Arca , com as mãos e a cabeça cortadas (1Sm 5.4).

 Depois disso... "Porém a mão do SENHOR se agravou sobre os de Asdode, e os
 assolou; e os feriu com hemorróidas, em Asdode e nos seus termos."
I Sm 6:1 - Já fazia sete
                                       meses que a arca da aliança
                                       estava na terra dos filisteus.
                                       6:2 - Aí eles chamaram os
                                       seus sacerdotes e os seus
                                       mágicos e perguntaram:
                                       — Que faremos com a
                                       arca do Senhor? Se a
                                       mandarmos de volta, o
                                       que devemos enviar junto
                                       com ela?
1Sm 6.1—7.1 Depois de sete meses, os filisteus devolveram
a arca do Senhor aos israelitas. Mas os israelitas também
foram castigados quando não trataram a arca com o devido
respeito e temor (v. 19 ).
Saul – O Escolhido de Israel
• A morte de Eli
Os filisteus invadiram e venceram Israel, e
capturaram a Arca da Aliança. No processo, os
filhos de Eli morreram, e o próprio sacerdote
morreria num acidente ao saber da morte
trágica dos seus filhos, (morreu tambem a nora –
esposa de Fineias) “cumprindo a profecia de
Samuel, confirmando-o como portador da
palavra divina.
Dt 17:14 — Depois que vocês entrarem na terra que o Senhor, nosso
Deus, está dando a vocês e tomarem posse dela e depois que tiverem
morado lá algum tempo, vocês vão querer um rei para os governar,
como os reis das nações vizinhas.
Com a unção de Saul em I Sm 10.1, encerra-se a fase de
transição entre o período dos juízes e o início da monarquia.

 Gn 49:10 Judá vai segurar o cetro de rei, e os seus descendentes sempre
 governarão. As nações lhe trarão presentes, os povos lhe obedecerão.

• Repare que o povo rejeita Samuel, um líder que jamais explorou o seu
povo e foi em tudo fiel ao seu Senhor; em contra partida, o povo escolhe o
seu rei, mesmo sabendocomo
  I Sm 8:20 Queremos ser de antemão que este rei os exploraria. Assim
    as outras nações: queremos
acontecerei para nos governar,
   ter um nos dias de hoje; muitos, conscientemente, preferem seguir a
pastores que os exploram, e que seguir àqueles que andam na“Até que
    para nos dirigir na guerra do     “Até que venha Siló” ou verdade.
   lutar em nossas batalhas.
                                  venha aquele a quem pertence”.
Por que será isso? Porque amam a mentira! (Jo 3.19-21; II Ts 2.9-12).
Os rendimentos reais provinham dos:
1. campos de trigo, das vinhas, e dos olivais, e
2. do produto dos rebanhos.
3. décima parte da produção; recebiam também, os
4. tributos que pagavam os negociantes que
atravessavam o território hebraico;
5. os presentes dados pelos súditos; e os
6. despojos da guerra e as contribuições das
nações conquistadas. Além disso, tinha o rei o poder de
7. exigir o trabalho forçado, o que era
para ele causa de aumentarem seus bens.
16 Amanhã, a esta hora, te enviarei um homem, que vem da terra de
 As Doze tribos o ungirás por príncipe sobre o meu povo de Israel. Ele relatado
 Benjamim, e tu de Israel achavam-se desorganizadas. No período
 livrará o meu povo da mão dos filisteus, pois olheia unirem-se.
 em I Samuel, o perigo em comum obrigou-as para o meu
 povo, porque o seu clamor chegou a mim.seria o estabelecimento de uma
     A conclusão lógica deste processo
 17 Quando Samuel viu a Saul, disse-lhe Jeová: Eis o homem de quem
 monarquia centralizada.
 eu te disse: Este dominará sobre o meu povo.
Em conseqüência, os inimigos territoriais de Israel — Moabe,
Edom e Amon - também se haviam organizado em forma similar,
inclusive antes que os israelitas chegassem a Canaã, depois de
sua grande peregrinação pelo deserto, após terem sido libertos da
escravidão Egito. Outro inimigo de Israel, Síria também tinha um
governo monárquico.

Logo após vitória de Israel sobre Amom relatado em I
Samuel. o reinado de Saul recebe reconhecimento como
autoridade nacional. - 1 Samuel cap.11.
O objetivo da união das
12 tribos, para maior
glória do Senhor teria
fracassado se não fosse
o êxito da escolha do
sucessor de
Saul, Davi, monarca
ideal do ponto de vista
do cronista bíblico. Já
Salomão e outros Reis
posteriores mereceram
a reprovação dos
escritores de Crônicas e
Reis.
AFINAL CHEGA O REI: SAUL(1010 a.C)
Três histórias sobre a eleição de Saul:



 1 Sam.9,10-0 – Unção
 1 Sam.10,9-27 – sorteio
 1 Sam.11,1-15 - aclamação
 Saul foi ungido por Samuel em I Sm 10.1, entretanto,
 sua confirmação perante o povo acontece em Mispa (I
  Sm 10.17-27) e a
 proclamação definitiva ocorre em Gilgal (I Sm 11. 14,15).



Saul era o rei que o povo escolheu, Deus lhes deu um rei
segundo a vontade deles; de boa aparência e grande
estatura (I Sm 10.23,24). Seu reinado foi bom apenas no
primeiro ano, mas logo começou a mostrar o seu coração.
Características do reinado de
Saul

- Não havia estado
  propriamente dito

- Não havia uma maquina
  administrativa nem
  palácio real

- O rei era mais
  comandante militar que
  soberano(1Sam.8,20)
A ASCENSÃO DE DAVI
1 Sam.16 – 2 Sam.6

 Saul reinou por poucos anos porque:
 se apoderou da função sacerdotal
(1 Sam. 13,1-15)
 desobedeceu à ordem de extermínionão era da sua
                   Por não ser sacerdote, isto
                      competência. Saul foi desobediente a Deus e
( 1 Sam.15,7-9|)       a Samuel, foi impaciente e decidiu fazer as
                          coisas da sua própria maneira e não
                         conforme os mandamentos do Senhor,
 se deixou levar   pelo ciúme contra o seu reino pelo
                       sendo, portanto, rejeitado o jovem
  Daví                          Senhor (I Sm 13.13,14)!
Disse Samuel: Tem, porventura, Jeová tanto prazer em holocaustos e
sacrifícios, quanto tem em que se obedeça à sua voz? Eis que o obedecer é melhor
do que o sacrifício, e o atender, do que a gordura de carneiros. I Sm 15:22



   ... Samuel “prever” o dia em que o sistemas sacrificial
       chegaria ao fim
   ... Em um sacrifício o homem oferece somente carne
       estranha, na obediência oferece sua própria vontade

  O SENHOR diz ao seu povo: — Eu odeio, eu detesto as suas festas religiosas;
  não tolero as suas reuniões solenes. Amos 5:21-27


Em Cristo, todos os demais sacrifícios do AT encontrou seu
cumprimento, por isto o fim do sistema sacrificial
Saul era da Tribo de Benjamim, foi escolhido pelo povo e reinou,
ungido pelo profeta Samuel e reinou por 40 anos.
Davi, de Belém, Tribo de Judá. Reinou 40 anos: 7 em Hebrom e 33
anos em Jerusalém. Joabe conquista a Fortaleza de Jebus. (1 Cr
11.7)


Disse Jeová a Samuel: Até quando terás tu pena de Saul, havendo-o eu
rejeitado para que não reine sobre Israel? Enche o teu chifre de óleo e
vem; enviar-te-ei a Jessé, belemita, porque dentre seus filhos me provi
de um rei. I Sm 16:1
O Rei Servo
 Davi foi apresentado a Saul (endemoniado) (I sm
 16:21).
- Na oportunidade, Saul recebeu-o como músico e armeiro,
 Depois que Davi retornou do campo de batalha, onde
matara o gigante Golias, Saul indagou:
”De quem é filho este jovem, Abner”? (I Sm 17:55).
... “De quem és filho, jovem? Perguntou direto a Davi

A indagação de Saul acerca do pai de Davi fica ainda bem compreendida
em face de I Sm 17:25-27, onde o rei prometera que o homem que
matasse o gigante Golias não pagaria os impostos da casa de seu pai.
Para que Saul cumprisse a promessa, era mister saber o nome do pai de
Davi, que abatera ao atrevido gigante
Samuel havia morrido, e todos os israelitas haviam chorado a morte
dele e o haviam sepultado na cidade de Ramá, onde ele tinha nascido.
Saul tinha expulsado de Israel todos os médiuns e adivinhos. I Sm 28:3

9 A mulher respondeu: — Com certeza você sabe o que o rei Saul fez:
ele expulsou de Israel os adivinhos e os médiuns. Então por que é que
você está tentando me pegar numa armadilha para que eu seja morta?

12 Quando a mulher viu Samuel, deu um grito e disse a Saul: — Por
que o senhor me enganou? O senhor é o rei Saul!

                              13 — Não tenha medo! — respondeu o rei. — O
                              que é que você está vendo? — Estou vendo um
                              espírito subindo da terra! — disse ela.
                              14 — Como é o jeito dele? — perguntou Saul. —
                              É um velho que está subindo! — respondeu ela.
                              — Ele está todo enrolado numa capa. Aí Saul
                              entendeu que era Samuel: ajoelhou-se e
                              encostou o rosto no chão, em sinal de respeito.
19 Ele vai entregar você e o povo de Israel aos filisteus. Amanhã você e os
seus filhos vão estar junto comigo. E o Senhor também vai entregar 28
                                                              I SAMUEL o
           1 Samuelexército de Israel aos filisteus. En-Dor
                        28:7-20 – Feiticeira de

-                                           12 os seus moradores mais
   Deus condena esse tipo de prática (Ex 22:18, Dt 18:9-12)
- Deus não se comunicava com Saul de nenhuma forma mais e
                                                 corajosos saíram
- Saul não viu a Samuel: “Entendendo Saul marcharam a noite inteira,
                                             que era Samuel” (1 Sm
28:13,14)                                     até chegarem a Bete-Sã.
- Samuel era um profeta de Deus (1Sm 3:19-20)  Tiraram da muralha os
- Profeta não era de Deus (Dt 13:1-5)        corpos de Saul e dos seus
                                            três filhos, levaram de volta
- Profecias para Saul não se cumpriram por completo:
      * No versículo 19 lê-se:                    para Jabes e ali os
          Saul cometeu suicídio (1Sm 31:4)           queimaram.
          Jabes-Gileade (1Sm 31:11-13)
          *6 filhos e apenas 3 morreram
                (Is-Bosete (1Sm 2:8); Mefibosete (2Sm 19:24);
                Isvi (1Sm14:49) e Jônatas, Abinadabe e Malquisua)
1)- A invocação de mortos é abominação e é condenada por Deus
(Lv.20.27; Dt 18.9-14; Is 8.19,20).
2)- Tal espírito mentiu-lhe passando-se por Samuel e dizendo que ele ia
para o mesmo lugar no qual ele se encontrava, entretanto Samuel era
salvo e Saul se suicidou e terminou indo para um lugar de tormentos! Se
Saul foi para o mesmo lugar de alguém, com certeza não seria o de
Samuel, mas sim o mesmo inferno onde seria lançado o demônio que falou
com ele. I Sm 31.4; I Cr 10.13
3)- O espírito também mentiu dizendo que Saul perturbou o descanso dele,
se fosse Deus que o tivesse trazido, certamente não seria uma
―perturbação‖, e se fosse Samuel, jamais falaria desta forma. I Sm 28.15
4)- Como Deus traria Samuel se o próprio Senhor não mais respondia a
Saul? (I Sm 28. 6,15). A médium seria mais poderosa do que Deus,
trazendo Samuel para falar, quando Deus não queria responder a Samuel?
Samuel seria desobediente, respondendo a quem o Senhor não queria
responder?
5)- Por que Deus diria que um dos motivos da morte de Saul foi o fato de
ter consultado uma feiticeira?I Cr 10.13
6)- A Palavra de Deus diz que os vivos não podem ter contato com
os mortos, portanto o Senhor não entraria em contradição com a
sua própria Palavra. (Jó 7.9,10; Ec 9. 5,6; Lc 16.31)
7)- Saul não viu Samuel, a médium o induziu a dizer que era ele; o
texto afirma que entendeu Saul que era Samuel (I Sm 28. 14).
8)- Sobre a profecia: A mulher percebeu o medo de Saul de que a
sua morte estava perto e provavelmente sabia da profecia de
Samuel sobre a rejeição de Saul, logo, para o espírito seria muito
fácil calcular que Israel perderia, pois ele sabia que Saul se apartara
de Deus e que o Senhor não estaria com Israel na peleja contra os
filisteus.


Por causa do exposto acima, concluímos que não foi Samuel quem
falou com Saul, mas sim um espírito maligno (demônio), o que
retrata mais ainda o estado degradante do primeiro rei de Israel que
morreu derrotado pelos filisteus, envergonhado e acabou se
suicidando.
1. Um relacionamento não pode estar, ao mesmo
   tempo, baseado no pecado e na santidade;

2. O povo escolheu um rei terreno. Quem nós escolhemos
   como nosso rei?;

3. Eli governou mal tudo o que tinha para governar. Como
   nós governamos aquilo que Deus nos confiou?;

4. Davi foi ungido três vezes. Só após 14 anos de
   espera, após a 1ª unção, é entronizado.
   Deus não tem pressa para cumprir Suas promessas;

5. Deus usa vários meios para se comunicar, mas todos eles
   estão de acordo com a Escritura Sagrada!
EETAD – Núcleo Alvorada
Monitor: Pb Edilson j. Sousa
E-mail: edilsonmaestro@gmail.com
Ano da Preparação!
              4 Então disse ao rapaz que carregava as suas armas: — Tire a sua
              espada e me mate para que esses filisteus pagãos não caçoem
              de mim e me matem. Mas o rapaz estava muito apavorado e não
              quis fazer isso. Então Saul pegou a sua própria espadareise
                          Depois que tirou Saul, Deus pôs Davi como e e
              jogou sobre ela. isto a respeito dele: “Encontrei em Davi, filho
                          disse
              5 Quando viu que Saul estava morto, o rapaz também se jogou
                          de Jessé, o tipo de pessoa que eu quero e que vai
              sobre a sua própria espada e morreu junto com ele.
                          fazer tudo o que eu desejo.” At 13:22
              6 E assim morreram naquele dia Saul, os seus três filhos, o
              rapaz e todos os soldados de Saul. I Sm 31
                         tirou Saul 1Sm 13.14 . pôs Davi como rei 1Sm
                         16.12 . Deus… disse isto Sl 89.20 . - Achei a Davi,
                         meu servo; com o meu santo óleo o ungi;



9 Ele me disse: Chega-te a mim e mata-me, pois sinto-me tomado duma vertigem,
porque toda a minha vida ainda está em mim.
10 Cheguei-me a ele e matei-o, pois bem sabia que ele não podia viver depois que
tinha caído. Tomei a coroa que estava na sua cabeça e o bracelete do seu braço e
trouxe-os aqui ao meu senhor. II Sm 1
REINO UNIDO e REINO DIVIDIDO




                Denise
   POLITICAMENTE:

   Reorganizou as tribos

   Começou a levantar impostos

   Recrutou militares(1 Cr.27,1-5)

   Conquistou Jerusalém
    ( 2 Sam.5,6-12)

   Conquistou quase todos os
    territórios circunvizinhos
 MILITARMENTE:



Constituiu  dois exércitos: uma
 guarda pessoal e um exército
 profissional( 2 Sam.8,16;8,18)
Derrotou definitivamente os
 filisteus
Conquistou a Planície da
 palestina
   SOCIALMENTE:

   Não cobrou tributos diretos das tribos
   iniciou o comércio internacional
   Procurou beneficiar o povo com os impostos
    arrecadados
   Deixou ampla autonomia as assembléias
    locais das tribos
Davi




 A RELIGIÃO

   Trouxe a Arca para Jerusalém

   Nomeou um sacerdote
    cânaneu(Sadoc) para agradar os
    povos submetidos

   Nomeou um sacerdote das
    tribos(Abiatar) para agradar os
    israelitas

   Quis construir o templo,mas não
    pode.
COM O REI DAVI INICIA-SE A
       TEOLOGIA DAVIDICA
• ELA SE BASEIA SOBRE:
• a profecia de Natã( 2 Sam.7,1-14),que
  assegura para sempre o trono a Davi e
  aos seus descendentes
• um estilo de governo que agrada a
  Javé,fundamentado em Dt. 17,14-20 e
  Dt.15,1-11
Os salmos 02;89;132, bem expressam esta
teologia,no sentido que:



  a religião sustenta o reinado
  o rei está sempre acima de qualquer
  crítica,sendo um filho de deus
  o sacerdote está sempre a serviço
  do rei
   Davi fica 7 anos rei em Hebron,reinando sobre a
    tribo de Judá,a sua tribo
   Através de uma hábil diplomacia e uma certa
    esperteza,aos poucos,conquista todas as outras
    tribos
   Davi é ungido rei sobre todo Israel e Judá
    ( 2 Sam 5,1-5)
   Ele será rei de dois povos irmãos, jamais conseguiu
    unificar todas as tribos (2 Sam 20,1-2)
• 3 – “Então todas as tribos de Israel vieram a Davi...” (5:1) e
“ungiram a Davi, rei sobre Israel! (v. 3). Quando Hirão, rei de Tiro,
enviou ensageiros a Davi, este reconheceu que...” o Senhor o
confirmara rei sobre Israel e exaltará o seu reino por amor do seu
povo” (v. 12).
• 4 – A primeira coisa que Davi fez foi tomar concubinas e
mulheres, além de Ainoã e Abigail (2:2; 3:2-5), Maaca, Hagite,
Abital e Eglá. Em II Samuel 15:16 e 20:3, lemos que ele tinha “dez
concubinas”. Davi obteve grandes vitórias militares contra os
inimigos tradicionais de Israel, transportou a arca da aliança para
Jerusalém e projetou a constução do templo. Um ponto
importante no relato fica em II Samuel 8:15: “Reinou, pois, Davi
sobre todo o Israel; julgava e fazia justiça a todo o seu povo”
Seu caso com Bate-Seba, esposa de Urias foi a maior mancha no
caráter de Davi, que o transformou em um adúltero e assassino.

Urias é um nome hebraico, que significa Jah (abreviatura de Javé ) é a minha
luz. Como Javé é o nome próprio do Deus de Israel, não é provável que o esposo de
Bate-Seba tenha sido um estrangeiro a serviço de
Davi, embora, talvez, pertencesse a uma família heteia estabelecida há muito
tempo em Israel.
 O texto não diz nada sobre a atitude ou os sentimentos de Bate-Seba.
Uma série de funestos acontecimentos atingiu Davi e seus familiares,
como conseqüências temporais de seu pecado. (p.69)

Mediante essas ocorrências, Deus deixoumultiplicará povo si
                       Dt 17:17 - Nem todo o Seu para saber do pecado de
Davi. O Senhor nunca se torna cúmplice dos pecados de o seu
                     mulheres, para que se não desvie ninguém.
                    coração; nem multiplicará muito para si a
                                 prata e o ouro.
O censo

  Davi foi um grande homem que foi assessorado por
  grandes
  homens, sobretudo no campo militar.
  A lista que aqui se encontra dos valentes de Davi inclui
  37
  nomes. Um trecho paralelo – I Crônicas 11:11-41 –
  acrescenta
Em outra ocasião, o Senhor ficou muito irado com o povo de
 Israel e nomes, totalizando 53 heróis de guerra.
  Mais 16
levou Davi a prejudicá-los. Deus disse a Davi: — Vá e faça a
contagem do povo de Israel e de Judá. II Sm 24 ( cf II Cr 21:1)
 1Cr 21.1 , foi Satanás quem mandou Davi fazer a contagem do
 povo.
1 Então o Senhor Deus me disse: — Mesmo que
  Moisés e Samuel estivessem aqui implorando, eu
  não teria dó deste povo. Mande essa gente
  embora. Que sumam da minha frente! Jr 15:1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2Respirando Deus
 
ibadep parte 1 apocalipse e escatologia slide
ibadep parte 1 apocalipse e escatologia slideibadep parte 1 apocalipse e escatologia slide
ibadep parte 1 apocalipse e escatologia slideJordânio Pinheiro
 
Aula 04 e 05 provérbios
Aula 04 e 05   provérbiosAula 04 e 05   provérbios
Aula 04 e 05 provérbiosPastor W. Costa
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosRespirando Deus
 
Panorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - EzequielPanorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - EzequielRespirando Deus
 
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da BabilôniaLição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da BabilôniaÉder Tomé
 
Livros Poéticos - Estudo do livro de salmos
Livros Poéticos - Estudo do livro de salmosLivros Poéticos - Estudo do livro de salmos
Livros Poéticos - Estudo do livro de salmosRODRIGO FERREIRA
 
O livro de deuteronômio
O livro de deuteronômioO livro de deuteronômio
O livro de deuteronômiombrandao7
 

Mais procurados (20)

15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis15. O Livro de I Reis
15. O Livro de I Reis
 
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
Estudo Panorâmico do AT - Crônicas 1 e 2
 
26. Os poéticos: Eclesiastes
26. Os poéticos: Eclesiastes26. Os poéticos: Eclesiastes
26. Os poéticos: Eclesiastes
 
ibadep parte 1 apocalipse e escatologia slide
ibadep parte 1 apocalipse e escatologia slideibadep parte 1 apocalipse e escatologia slide
ibadep parte 1 apocalipse e escatologia slide
 
Aula 04 e 05 provérbios
Aula 04 e 05   provérbiosAula 04 e 05   provérbios
Aula 04 e 05 provérbios
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
30. O Livro do profeta Jeremias
30. O Livro do  profeta Jeremias30. O Livro do  profeta Jeremias
30. O Livro do profeta Jeremias
 
25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios25. Os poéticos: Provérbios
25. Os poéticos: Provérbios
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Panorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - EzequielPanorama do AT - Ezequiel
Panorama do AT - Ezequiel
 
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da BabilôniaLição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia
Lição 12 - Juda é levado para o cativeiro da Babilônia
 
36. O profeta Amós
36. O profeta Amós36. O profeta Amós
36. O profeta Amós
 
16. O Livro de II Reis
16. O Livro de II Reis16. O Livro de II Reis
16. O Livro de II Reis
 
Livros Poéticos - Estudo do livro de salmos
Livros Poéticos - Estudo do livro de salmosLivros Poéticos - Estudo do livro de salmos
Livros Poéticos - Estudo do livro de salmos
 
Panorama do AT - Salmos
Panorama do AT - SalmosPanorama do AT - Salmos
Panorama do AT - Salmos
 
Panorama do AT - Jonas
Panorama do AT - JonasPanorama do AT - Jonas
Panorama do AT - Jonas
 
O livro de deuteronômio
O livro de deuteronômioO livro de deuteronômio
O livro de deuteronômio
 

Destaque

OS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELOS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELmbrandao7
 
17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese
17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese
17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguesePing Ponga
 
48 Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)
48   Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)48   Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)
48 Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)Robson Tavares Fernandes
 
Teologia do livro de Samuel
Teologia do livro de SamuelTeologia do livro de Samuel
Teologia do livro de SamuelJean Francesco
 
Gincana biblica questionário do livro de samuel
Gincana biblica   questionário do livro de samuelGincana biblica   questionário do livro de samuel
Gincana biblica questionário do livro de samuelJediael Gonçalves
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Respirando Deus
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2Moisés Sampaio
 
1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria
1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria
1ª Aula slides Crianças e Intermediários - IdolatriaRudimar ALEXANDRE
 
1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria
1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria
1ª Aula Slides - Adolescentes_IdolatriaRudimar ALEXANDRE
 
O livro de juízes
O livro de juízesO livro de juízes
O livro de juízesmbrandao7
 

Destaque (20)

OS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUELOS LIVROS DE SAMUEL
OS LIVROS DE SAMUEL
 
Panorama 1 samuel
Panorama 1 samuelPanorama 1 samuel
Panorama 1 samuel
 
17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese
17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese
17 Samuel, o menino servo de DEUS / 17 samuel gods boy servant portuguese
 
48 Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)
48   Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)48   Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)
48 Estudo Panorâmico da Bíblia (II Samuel)
 
Teologia do livro de Samuel
Teologia do livro de SamuelTeologia do livro de Samuel
Teologia do livro de Samuel
 
14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel14. o livro de ii samuel
14. o livro de ii samuel
 
Vida de Samuel
Vida de SamuelVida de Samuel
Vida de Samuel
 
Os livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 ReisOs livros de 1 e 2 Reis
Os livros de 1 e 2 Reis
 
Gincana biblica questionário do livro de samuel
Gincana biblica   questionário do livro de samuelGincana biblica   questionário do livro de samuel
Gincana biblica questionário do livro de samuel
 
Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2Panorama do AT - Reis 1 e 2
Panorama do AT - Reis 1 e 2
 
Livros históricos aula 2
Livros  históricos aula 2Livros  históricos aula 2
Livros históricos aula 2
 
11. o livro dos juízes
11. o livro dos juízes11. o livro dos juízes
11. o livro dos juízes
 
Livros Históricos
Livros  HistóricosLivros  Históricos
Livros Históricos
 
O ministério sacerdotal
O ministério sacerdotalO ministério sacerdotal
O ministério sacerdotal
 
Catequese bíblica (vi) 1 e 2 samuel
Catequese bíblica (vi) 1 e 2 samuelCatequese bíblica (vi) 1 e 2 samuel
Catequese bíblica (vi) 1 e 2 samuel
 
1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria
1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria
1ª Aula slides Crianças e Intermediários - Idolatria
 
1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria
1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria
1ª Aula Slides - Adolescentes_Idolatria
 
O livro de juízes
O livro de juízesO livro de juízes
O livro de juízes
 
Maranata - O Senhor Vem! (MA) - MM
Maranata - O Senhor Vem! (MA) - MMMaranata - O Senhor Vem! (MA) - MM
Maranata - O Senhor Vem! (MA) - MM
 
54 Estudo Panorâmico da Bíblia (Esdras)
54   Estudo Panorâmico da Bíblia (Esdras)54   Estudo Panorâmico da Bíblia (Esdras)
54 Estudo Panorâmico da Bíblia (Esdras)
 

Semelhante a Aula 3 e 4 samuel

COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)leniogravacoes
 
comentario biblico-1 samuel (moody)
comentario biblico-1 samuel (moody)comentario biblico-1 samuel (moody)
comentario biblico-1 samuel (moody)leniogravacoes
 
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aulaPIB Penha
 
Juízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetas
Juízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetasJuízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetas
Juízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetasemilsonribeiro
 
Romanos 11 o futuro de israel
Romanos 11   o futuro de israelRomanos 11   o futuro de israel
Romanos 11 o futuro de israelVilma Longuini
 
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israselAULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israselmilhomem10
 
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelÉder Tomé
 
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptxLição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptxCelso Napoleon
 
9 1 e 2 samuel
9   1 e 2 samuel9   1 e 2 samuel
9 1 e 2 samuelPIB Penha
 
1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisraelcledsondrumms
 
Introdução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdf
Introdução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdfIntrodução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdf
Introdução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdfAlexAmorim34
 
Licao 9 - Generosidade e Dízimo na Biblia
Licao 9 - Generosidade e Dízimo na BibliaLicao 9 - Generosidade e Dízimo na Biblia
Licao 9 - Generosidade e Dízimo na BibliaEduardo Sales de lima
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -Joao Franca
 
Os livros de samuel
Os livros de samuelOs livros de samuel
Os livros de samuelmbrandao7
 
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuelLIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuelMarina de Morais
 
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Vilma Longuini
 

Semelhante a Aula 3 e 4 samuel (20)

COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)
COMENTARIO BIBLICO-2 crônicas (moody)
 
comentario biblico-1 samuel (moody)
comentario biblico-1 samuel (moody)comentario biblico-1 samuel (moody)
comentario biblico-1 samuel (moody)
 
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula10   o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
10 o reino unido, dividido e o exilio - 10 aula
 
Juízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetas
Juízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetasJuízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetas
Juízes, os reinos de Israel, divisão, reunificação e os profetas
 
Romanos 11 o futuro de israel
Romanos 11   o futuro de israelRomanos 11   o futuro de israel
Romanos 11 o futuro de israel
 
2 o juizado de samuel
2  o juizado de samuel2  o juizado de samuel
2 o juizado de samuel
 
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israselAULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
AULA 7 A IDADE AUREA DE ISRAEL- um estudo sobre a historia de israsel
 
Lição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em IsraelLição 10 - A Monarquia em Israel
Lição 10 - A Monarquia em Israel
 
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptxLição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
Lição 20230108 O Avivamento no Antigo Testamento.pptx
 
9 1 e 2 samuel
9   1 e 2 samuel9   1 e 2 samuel
9 1 e 2 samuel
 
1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael1 aapostasianoreinodeisrael
1 aapostasianoreinodeisrael
 
Introdução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdf
Introdução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdfIntrodução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdf
Introdução à Teologia Bíblica - capítulo 5 (2).pdf
 
Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13Apocalipse 12 e 13
Apocalipse 12 e 13
 
I & II Samuel.ppt
I & II Samuel.pptI & II Samuel.ppt
I & II Samuel.ppt
 
Licao 9 - Generosidade e Dízimo na Biblia
Licao 9 - Generosidade e Dízimo na BibliaLicao 9 - Generosidade e Dízimo na Biblia
Licao 9 - Generosidade e Dízimo na Biblia
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
 
18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas18. O Livro de I Crônicas
18. O Livro de I Crônicas
 
Os livros de samuel
Os livros de samuelOs livros de samuel
Os livros de samuel
 
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuelLIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
LIÇÃO 1: Conhecendo os dois livros de samuel
 
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]Licao 1   4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
Licao 1 4 t - 2019 - [salvo automaticamente]
 

Aula 3 e 4 samuel

  • 1. • EETAD – Núcleo Alvorada • Monitor: Pb Edilson j. Sousa • E-mail: edilsonmaestro@gmail.com
  • 2. As circunstâncias! Durante o período dos Juízes, a nação de Israel vivia em instabilidade espiritual, períodos de altos e baixos, ora serviam ao Senhor, por causa do caráter justo de algum juiz, mas após a morte deste, voltavam à adoração a ídolos e à apostasia. Quando não havia um líder justo: “... cada qual fazia o que achava mais reto”, Juízes 17:6; 21:25.
  • 3. A situação foi se agravando até os dias de Eli, sumo-sacerdote do período em que nasceu Samuel. Os filhos de Eli, também sacerdotes, andaram em grande pecado diante de Deus e do povo: “Era pois mui grande o pecado destes moços perante o Senhor”, 1 Samuel 2:17. Por causa disso, o Senhor decidiu exterminar aquela linhagem sacerdotal, 1 Samuel 2:25-26... “Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que serviam à porta da tenda da congregação. E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Pois de todo este povo ouço constantemente falar do vosso mau procedimento. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; estais fazendo transgredir o povo do SENHOR. Pecando o homem contra o próximo, Deus lhe será o árbitro; pecando, porém, contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Entretanto, não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar.
  • 4. O Desenvolvimento do ofício Profético  Dois pontos focais são vistos nos profetas Moisés e Samuel. 1. O profeta Moisés - A letra da Lei.  O Senhor comunicou com Moisés cara a cara e ele se tornou um tipo do Messias, que seria ―como ele.‖ (Números 12:6-8; Atos Êxodo 33:11, Deuteronômio 18:15-18; 3:22-23, Isaías 8:16-20, Lucas 16:29).
  • 5. 24 Igualmente, todos os profetas desde Samuel e os que O Desenvolvimento do ofício Profético sucederam, quantos falaram, anunciaram também estes dias.  2. Os profetas de Samuel a Malaquias - O Espírito da destruído sete Atos 13:19 e, havendo lei.  É sob Samuel, que vemos a evolução do ofício nações na terra de Canaã, deu-lhes esta terra por herança durante cerca de profético. As Escrituras claramente falam de quatrocentos e cinqüenta anos. 20 Depois disso, deu-lhes juízes, até osendo homens-chave Moisés e Samuel como no profeta Samuel. ministério profético (Atos 3:22, 24; 13:20)  Samuel foi o último dos juízes e o primeiro da linha dos profetas.  Assim, de Samuel a Malaquias, temos o ministério dos profetas.
  • 6. O Desenvolvimento do ofício Profético  Ele criou a escola de profetas, onde jovens recebiam educação e ensino dentro da Lei de Moisés e eram ensinados a responder ao Espírito do Senhor em adoração e profecia (I Sm. 19:20). Havia escolas em:  Ramá - I Samuel 19:18-24  Betel - II Reis 2:3  Jericó - II Reis 2:5, 7, 15  Gilgal - II Reis 4:38, 2: 1  O objetivo dessas escolas ―dos profetas‖ era manter o espírito da lei.  Se Moisés ficou com a letra da lei, os profetas de fato representavam o espírito da lei.
  • 7. Hannah, (Encantador) de uma mulher de angustia, sem voz para uma voz poderosa, de decisões na história. (2.7). Ela era realmente uma baixa agora exaltado (2,7).
  • 8. Samuel nasce em Ramá (1105 a.C) O Tabernáculo estava em Siló 24km
  • 9. I Sm 2:21b ... E o menino Samuel crescia no serviço de Deus, o Senhor. 1Sm 2.18-26 Samuel era bem diferente dos filhos de Eli (vs. 12-17 ). Ele era, por assim dizer, o verdadeiro sacerdote (v. 18 ). Os filhos de Eli vão ser castigados (v. 25 ).
  • 10. I SAMUEL SAMUEL: “PEDIDO A DEUS” - Filho da oração (3:1-19) - Deu vitória pela oração (7:5-10) - Orou por um rei (8:6) - Oração intercessora predominou (12:19-23) SAMUEL E ELI Eli Governou mal a sua casa Governou mal a casa de Deus Usou a Arca da Aliança como amuleto
  • 11. Deus chamou Samuel antes que a lâmpada de Deus no Templo se apagasse - I Sm 3:3-4; 3.1 Samuel… era menino É impossível dizer com certeza que idade ele tinha quando recebeu esta primeira mensagem de Deus. A palavra hebraica traduzida por “menino” podia designar tanto um bebê recém-nascido quanto um homem feito. Tudo indica que Samuel ainda não era adulto nessa ocasião. o Senhor Ver 1Sm 1.3 , n. poucas mensagens… e as visões… eram muito raras Isso iria mudar a partir do começo do trabalho de Samuel (vs. 19-21 ). 1Sm 3.1-21 Deus apareceu a Samuel, e, assim, começou a carreira de Samuel como profeta de Deus, líder militar e juiz do povo de
  • 12. I Sm 3:3 - Samuel dormia na Tenda Sagrada, onde ficava a arca da aliança. E a lâmpada de Deus ainda estava acesa. 3.3 onde ficava a arca da aliança Esta referência à arca da aliança nos prepara para os acontecimentos dos capítulos seguintes ( 1Sm 4—7 ). a lâmpada de Deus O candelabro na Tenda Sagrada, que ficava aceso desde a tarde até de manhã ( Êx 27 1Sm 3.1-21 Deus apareceu a Samuel, e, assim, começou a carreira de Samuel como profeta de Deus, líder militar e juiz do povo de Israel.
  • 13. Texto 2 O Avivamento nos dias de Samuel I Sm 4:1 Naqueles dias o povo de Israel foi lutar contra os filisteus. Os israelitas acamparam em Ebenézer, e os filisteus, em Afeca. Os filisteus eram grandes inimigos de Israel; Eles viviam em cinco cidades, não longe da costa do mar Mediterrâneo ( 1Sm 6.17 ). Afeca Um povoado que ficava na região norte do território dos filisteus; era um importante centro militar junto à estrada que ia desde o Egito até à Síria.
  • 14.
  • 15. O nome “filisteu”, hb, pelishtiy, que vem de pelesheth, que significa “rolando”, ou seja, “aquele que migra”. Isso, em clara referência ao fato de que esse povo chegou, por mar, primeiro ao Egito e depois à região de Canaã. Além disso, a ideia de “rolar” também se expressa na raiz palash, que remete ao costume de rolar na areia em sinal de luto, ou ao porco que rola na lama, tendo em vista que os filisteus, ao contrário dos hebreus, criavam e comiam porcos. Outra palavra relacionada é ao termo “filisteu” é layish, que pode significar “leão”, devido ao fato de que este animal tem o hábito de “esmagar” (em hebraico, lush) sua presa e rolar sobre ela quando a domina. Vemos, portanto, através do idioma hebraico, que os hebreus viam os filisteus como um povo forte como um leão (layish), que esmagava (lush) as nações vizinhas, rolando (pelesheth) sobre elas como uma junta de bois que esmaga o trigo e causando luto (palash) aos povos derrotados
  • 16. 4.22 A glória saiu de Israel A perda da arca não era sinal de fraqueza de Deus, mas castigo pelo pecado do povo ( Sl 78.56-64 ). Perdeu-se o sinal da presença de Deus, mas o poder de Deus não tinha acabado. 1Sm 4.19-22 Também para a nora de Eli a pior coisa foi a perda da arca. A glória de Deus havia saído de Israel, e, por isso, ela deu ao seu bebê o nome de “Não há Gloria” Os filisteus levaram a Arca como presa da guerra, e depositaram-na diante de, Dagom, como agradecimento pela vitória ganha. A imagem de Dagom ,por sua vez, compunha-se de metade de peixe e metade de homem, denotando a origem marítima desse povo, oriundo da ilha Creta. No dia seguinte ao voltarem os sacerdotes filisteus ao templo de Dagom, descobriram que o seu ídolo estava caído de bruços no chão. Os sacerdotes recolocaram Dagom no lugar, mas, no dia seguinte, foi encontrado de novo caído diante da Arca , com as mãos e a cabeça cortadas (1Sm 5.4). Depois disso... "Porém a mão do SENHOR se agravou sobre os de Asdode, e os assolou; e os feriu com hemorróidas, em Asdode e nos seus termos."
  • 17. I Sm 6:1 - Já fazia sete meses que a arca da aliança estava na terra dos filisteus. 6:2 - Aí eles chamaram os seus sacerdotes e os seus mágicos e perguntaram: — Que faremos com a arca do Senhor? Se a mandarmos de volta, o que devemos enviar junto com ela? 1Sm 6.1—7.1 Depois de sete meses, os filisteus devolveram a arca do Senhor aos israelitas. Mas os israelitas também foram castigados quando não trataram a arca com o devido respeito e temor (v. 19 ).
  • 18. Saul – O Escolhido de Israel • A morte de Eli Os filisteus invadiram e venceram Israel, e capturaram a Arca da Aliança. No processo, os filhos de Eli morreram, e o próprio sacerdote morreria num acidente ao saber da morte trágica dos seus filhos, (morreu tambem a nora – esposa de Fineias) “cumprindo a profecia de Samuel, confirmando-o como portador da palavra divina.
  • 19. Dt 17:14 — Depois que vocês entrarem na terra que o Senhor, nosso Deus, está dando a vocês e tomarem posse dela e depois que tiverem morado lá algum tempo, vocês vão querer um rei para os governar, como os reis das nações vizinhas. Com a unção de Saul em I Sm 10.1, encerra-se a fase de transição entre o período dos juízes e o início da monarquia. Gn 49:10 Judá vai segurar o cetro de rei, e os seus descendentes sempre governarão. As nações lhe trarão presentes, os povos lhe obedecerão. • Repare que o povo rejeita Samuel, um líder que jamais explorou o seu povo e foi em tudo fiel ao seu Senhor; em contra partida, o povo escolhe o seu rei, mesmo sabendocomo I Sm 8:20 Queremos ser de antemão que este rei os exploraria. Assim as outras nações: queremos acontecerei para nos governar, ter um nos dias de hoje; muitos, conscientemente, preferem seguir a pastores que os exploram, e que seguir àqueles que andam na“Até que para nos dirigir na guerra do “Até que venha Siló” ou verdade. lutar em nossas batalhas. venha aquele a quem pertence”. Por que será isso? Porque amam a mentira! (Jo 3.19-21; II Ts 2.9-12).
  • 20. Os rendimentos reais provinham dos: 1. campos de trigo, das vinhas, e dos olivais, e 2. do produto dos rebanhos. 3. décima parte da produção; recebiam também, os 4. tributos que pagavam os negociantes que atravessavam o território hebraico; 5. os presentes dados pelos súditos; e os 6. despojos da guerra e as contribuições das nações conquistadas. Além disso, tinha o rei o poder de 7. exigir o trabalho forçado, o que era para ele causa de aumentarem seus bens.
  • 21. 16 Amanhã, a esta hora, te enviarei um homem, que vem da terra de As Doze tribos o ungirás por príncipe sobre o meu povo de Israel. Ele relatado Benjamim, e tu de Israel achavam-se desorganizadas. No período livrará o meu povo da mão dos filisteus, pois olheia unirem-se. em I Samuel, o perigo em comum obrigou-as para o meu povo, porque o seu clamor chegou a mim.seria o estabelecimento de uma A conclusão lógica deste processo 17 Quando Samuel viu a Saul, disse-lhe Jeová: Eis o homem de quem monarquia centralizada. eu te disse: Este dominará sobre o meu povo. Em conseqüência, os inimigos territoriais de Israel — Moabe, Edom e Amon - também se haviam organizado em forma similar, inclusive antes que os israelitas chegassem a Canaã, depois de sua grande peregrinação pelo deserto, após terem sido libertos da escravidão Egito. Outro inimigo de Israel, Síria também tinha um governo monárquico. Logo após vitória de Israel sobre Amom relatado em I Samuel. o reinado de Saul recebe reconhecimento como autoridade nacional. - 1 Samuel cap.11.
  • 22. O objetivo da união das 12 tribos, para maior glória do Senhor teria fracassado se não fosse o êxito da escolha do sucessor de Saul, Davi, monarca ideal do ponto de vista do cronista bíblico. Já Salomão e outros Reis posteriores mereceram a reprovação dos escritores de Crônicas e Reis.
  • 23. AFINAL CHEGA O REI: SAUL(1010 a.C) Três histórias sobre a eleição de Saul: 1 Sam.9,10-0 – Unção 1 Sam.10,9-27 – sorteio 1 Sam.11,1-15 - aclamação
  • 24.  Saul foi ungido por Samuel em I Sm 10.1, entretanto,  sua confirmação perante o povo acontece em Mispa (I Sm 10.17-27) e a  proclamação definitiva ocorre em Gilgal (I Sm 11. 14,15). Saul era o rei que o povo escolheu, Deus lhes deu um rei segundo a vontade deles; de boa aparência e grande estatura (I Sm 10.23,24). Seu reinado foi bom apenas no primeiro ano, mas logo começou a mostrar o seu coração.
  • 25. Características do reinado de Saul - Não havia estado propriamente dito - Não havia uma maquina administrativa nem palácio real - O rei era mais comandante militar que soberano(1Sam.8,20)
  • 26. A ASCENSÃO DE DAVI 1 Sam.16 – 2 Sam.6  Saul reinou por poucos anos porque:  se apoderou da função sacerdotal (1 Sam. 13,1-15)  desobedeceu à ordem de extermínionão era da sua Por não ser sacerdote, isto competência. Saul foi desobediente a Deus e ( 1 Sam.15,7-9|) a Samuel, foi impaciente e decidiu fazer as coisas da sua própria maneira e não conforme os mandamentos do Senhor,  se deixou levar pelo ciúme contra o seu reino pelo sendo, portanto, rejeitado o jovem Daví Senhor (I Sm 13.13,14)!
  • 27. Disse Samuel: Tem, porventura, Jeová tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, quanto tem em que se obedeça à sua voz? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrifício, e o atender, do que a gordura de carneiros. I Sm 15:22 ... Samuel “prever” o dia em que o sistemas sacrificial chegaria ao fim ... Em um sacrifício o homem oferece somente carne estranha, na obediência oferece sua própria vontade O SENHOR diz ao seu povo: — Eu odeio, eu detesto as suas festas religiosas; não tolero as suas reuniões solenes. Amos 5:21-27 Em Cristo, todos os demais sacrifícios do AT encontrou seu cumprimento, por isto o fim do sistema sacrificial
  • 28. Saul era da Tribo de Benjamim, foi escolhido pelo povo e reinou, ungido pelo profeta Samuel e reinou por 40 anos. Davi, de Belém, Tribo de Judá. Reinou 40 anos: 7 em Hebrom e 33 anos em Jerusalém. Joabe conquista a Fortaleza de Jebus. (1 Cr 11.7) Disse Jeová a Samuel: Até quando terás tu pena de Saul, havendo-o eu rejeitado para que não reine sobre Israel? Enche o teu chifre de óleo e vem; enviar-te-ei a Jessé, belemita, porque dentre seus filhos me provi de um rei. I Sm 16:1
  • 29. O Rei Servo  Davi foi apresentado a Saul (endemoniado) (I sm 16:21). - Na oportunidade, Saul recebeu-o como músico e armeiro,  Depois que Davi retornou do campo de batalha, onde matara o gigante Golias, Saul indagou: ”De quem é filho este jovem, Abner”? (I Sm 17:55). ... “De quem és filho, jovem? Perguntou direto a Davi A indagação de Saul acerca do pai de Davi fica ainda bem compreendida em face de I Sm 17:25-27, onde o rei prometera que o homem que matasse o gigante Golias não pagaria os impostos da casa de seu pai. Para que Saul cumprisse a promessa, era mister saber o nome do pai de Davi, que abatera ao atrevido gigante
  • 30. Samuel havia morrido, e todos os israelitas haviam chorado a morte dele e o haviam sepultado na cidade de Ramá, onde ele tinha nascido. Saul tinha expulsado de Israel todos os médiuns e adivinhos. I Sm 28:3 9 A mulher respondeu: — Com certeza você sabe o que o rei Saul fez: ele expulsou de Israel os adivinhos e os médiuns. Então por que é que você está tentando me pegar numa armadilha para que eu seja morta? 12 Quando a mulher viu Samuel, deu um grito e disse a Saul: — Por que o senhor me enganou? O senhor é o rei Saul! 13 — Não tenha medo! — respondeu o rei. — O que é que você está vendo? — Estou vendo um espírito subindo da terra! — disse ela. 14 — Como é o jeito dele? — perguntou Saul. — É um velho que está subindo! — respondeu ela. — Ele está todo enrolado numa capa. Aí Saul entendeu que era Samuel: ajoelhou-se e encostou o rosto no chão, em sinal de respeito.
  • 31. 19 Ele vai entregar você e o povo de Israel aos filisteus. Amanhã você e os seus filhos vão estar junto comigo. E o Senhor também vai entregar 28 I SAMUEL o 1 Samuelexército de Israel aos filisteus. En-Dor 28:7-20 – Feiticeira de - 12 os seus moradores mais Deus condena esse tipo de prática (Ex 22:18, Dt 18:9-12) - Deus não se comunicava com Saul de nenhuma forma mais e corajosos saíram - Saul não viu a Samuel: “Entendendo Saul marcharam a noite inteira, que era Samuel” (1 Sm 28:13,14) até chegarem a Bete-Sã. - Samuel era um profeta de Deus (1Sm 3:19-20) Tiraram da muralha os - Profeta não era de Deus (Dt 13:1-5) corpos de Saul e dos seus três filhos, levaram de volta - Profecias para Saul não se cumpriram por completo: * No versículo 19 lê-se: para Jabes e ali os Saul cometeu suicídio (1Sm 31:4) queimaram. Jabes-Gileade (1Sm 31:11-13) *6 filhos e apenas 3 morreram (Is-Bosete (1Sm 2:8); Mefibosete (2Sm 19:24); Isvi (1Sm14:49) e Jônatas, Abinadabe e Malquisua)
  • 32. 1)- A invocação de mortos é abominação e é condenada por Deus (Lv.20.27; Dt 18.9-14; Is 8.19,20). 2)- Tal espírito mentiu-lhe passando-se por Samuel e dizendo que ele ia para o mesmo lugar no qual ele se encontrava, entretanto Samuel era salvo e Saul se suicidou e terminou indo para um lugar de tormentos! Se Saul foi para o mesmo lugar de alguém, com certeza não seria o de Samuel, mas sim o mesmo inferno onde seria lançado o demônio que falou com ele. I Sm 31.4; I Cr 10.13 3)- O espírito também mentiu dizendo que Saul perturbou o descanso dele, se fosse Deus que o tivesse trazido, certamente não seria uma ―perturbação‖, e se fosse Samuel, jamais falaria desta forma. I Sm 28.15 4)- Como Deus traria Samuel se o próprio Senhor não mais respondia a Saul? (I Sm 28. 6,15). A médium seria mais poderosa do que Deus, trazendo Samuel para falar, quando Deus não queria responder a Samuel? Samuel seria desobediente, respondendo a quem o Senhor não queria responder? 5)- Por que Deus diria que um dos motivos da morte de Saul foi o fato de ter consultado uma feiticeira?I Cr 10.13
  • 33. 6)- A Palavra de Deus diz que os vivos não podem ter contato com os mortos, portanto o Senhor não entraria em contradição com a sua própria Palavra. (Jó 7.9,10; Ec 9. 5,6; Lc 16.31) 7)- Saul não viu Samuel, a médium o induziu a dizer que era ele; o texto afirma que entendeu Saul que era Samuel (I Sm 28. 14). 8)- Sobre a profecia: A mulher percebeu o medo de Saul de que a sua morte estava perto e provavelmente sabia da profecia de Samuel sobre a rejeição de Saul, logo, para o espírito seria muito fácil calcular que Israel perderia, pois ele sabia que Saul se apartara de Deus e que o Senhor não estaria com Israel na peleja contra os filisteus. Por causa do exposto acima, concluímos que não foi Samuel quem falou com Saul, mas sim um espírito maligno (demônio), o que retrata mais ainda o estado degradante do primeiro rei de Israel que morreu derrotado pelos filisteus, envergonhado e acabou se suicidando.
  • 34. 1. Um relacionamento não pode estar, ao mesmo tempo, baseado no pecado e na santidade; 2. O povo escolheu um rei terreno. Quem nós escolhemos como nosso rei?; 3. Eli governou mal tudo o que tinha para governar. Como nós governamos aquilo que Deus nos confiou?; 4. Davi foi ungido três vezes. Só após 14 anos de espera, após a 1ª unção, é entronizado. Deus não tem pressa para cumprir Suas promessas; 5. Deus usa vários meios para se comunicar, mas todos eles estão de acordo com a Escritura Sagrada!
  • 35. EETAD – Núcleo Alvorada Monitor: Pb Edilson j. Sousa E-mail: edilsonmaestro@gmail.com
  • 36. Ano da Preparação! 4 Então disse ao rapaz que carregava as suas armas: — Tire a sua espada e me mate para que esses filisteus pagãos não caçoem de mim e me matem. Mas o rapaz estava muito apavorado e não quis fazer isso. Então Saul pegou a sua própria espadareise Depois que tirou Saul, Deus pôs Davi como e e jogou sobre ela. isto a respeito dele: “Encontrei em Davi, filho disse 5 Quando viu que Saul estava morto, o rapaz também se jogou de Jessé, o tipo de pessoa que eu quero e que vai sobre a sua própria espada e morreu junto com ele. fazer tudo o que eu desejo.” At 13:22 6 E assim morreram naquele dia Saul, os seus três filhos, o rapaz e todos os soldados de Saul. I Sm 31 tirou Saul 1Sm 13.14 . pôs Davi como rei 1Sm 16.12 . Deus… disse isto Sl 89.20 . - Achei a Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi; 9 Ele me disse: Chega-te a mim e mata-me, pois sinto-me tomado duma vertigem, porque toda a minha vida ainda está em mim. 10 Cheguei-me a ele e matei-o, pois bem sabia que ele não podia viver depois que tinha caído. Tomei a coroa que estava na sua cabeça e o bracelete do seu braço e trouxe-os aqui ao meu senhor. II Sm 1
  • 37. REINO UNIDO e REINO DIVIDIDO Denise
  • 38. POLITICAMENTE:  Reorganizou as tribos  Começou a levantar impostos  Recrutou militares(1 Cr.27,1-5)  Conquistou Jerusalém ( 2 Sam.5,6-12)  Conquistou quase todos os territórios circunvizinhos
  • 39.  MILITARMENTE: Constituiu dois exércitos: uma guarda pessoal e um exército profissional( 2 Sam.8,16;8,18) Derrotou definitivamente os filisteus Conquistou a Planície da palestina
  • 40. SOCIALMENTE:  Não cobrou tributos diretos das tribos  iniciou o comércio internacional  Procurou beneficiar o povo com os impostos arrecadados  Deixou ampla autonomia as assembléias locais das tribos
  • 41. Davi  A RELIGIÃO  Trouxe a Arca para Jerusalém  Nomeou um sacerdote cânaneu(Sadoc) para agradar os povos submetidos  Nomeou um sacerdote das tribos(Abiatar) para agradar os israelitas  Quis construir o templo,mas não pode.
  • 42. COM O REI DAVI INICIA-SE A TEOLOGIA DAVIDICA • ELA SE BASEIA SOBRE: • a profecia de Natã( 2 Sam.7,1-14),que assegura para sempre o trono a Davi e aos seus descendentes • um estilo de governo que agrada a Javé,fundamentado em Dt. 17,14-20 e Dt.15,1-11
  • 43. Os salmos 02;89;132, bem expressam esta teologia,no sentido que:  a religião sustenta o reinado  o rei está sempre acima de qualquer crítica,sendo um filho de deus  o sacerdote está sempre a serviço do rei
  • 44. Davi fica 7 anos rei em Hebron,reinando sobre a tribo de Judá,a sua tribo  Através de uma hábil diplomacia e uma certa esperteza,aos poucos,conquista todas as outras tribos  Davi é ungido rei sobre todo Israel e Judá ( 2 Sam 5,1-5)  Ele será rei de dois povos irmãos, jamais conseguiu unificar todas as tribos (2 Sam 20,1-2)
  • 45. • 3 – “Então todas as tribos de Israel vieram a Davi...” (5:1) e “ungiram a Davi, rei sobre Israel! (v. 3). Quando Hirão, rei de Tiro, enviou ensageiros a Davi, este reconheceu que...” o Senhor o confirmara rei sobre Israel e exaltará o seu reino por amor do seu povo” (v. 12). • 4 – A primeira coisa que Davi fez foi tomar concubinas e mulheres, além de Ainoã e Abigail (2:2; 3:2-5), Maaca, Hagite, Abital e Eglá. Em II Samuel 15:16 e 20:3, lemos que ele tinha “dez concubinas”. Davi obteve grandes vitórias militares contra os inimigos tradicionais de Israel, transportou a arca da aliança para Jerusalém e projetou a constução do templo. Um ponto importante no relato fica em II Samuel 8:15: “Reinou, pois, Davi sobre todo o Israel; julgava e fazia justiça a todo o seu povo”
  • 46. Seu caso com Bate-Seba, esposa de Urias foi a maior mancha no caráter de Davi, que o transformou em um adúltero e assassino. Urias é um nome hebraico, que significa Jah (abreviatura de Javé ) é a minha luz. Como Javé é o nome próprio do Deus de Israel, não é provável que o esposo de Bate-Seba tenha sido um estrangeiro a serviço de Davi, embora, talvez, pertencesse a uma família heteia estabelecida há muito tempo em Israel. O texto não diz nada sobre a atitude ou os sentimentos de Bate-Seba. Uma série de funestos acontecimentos atingiu Davi e seus familiares, como conseqüências temporais de seu pecado. (p.69) Mediante essas ocorrências, Deus deixoumultiplicará povo si Dt 17:17 - Nem todo o Seu para saber do pecado de Davi. O Senhor nunca se torna cúmplice dos pecados de o seu mulheres, para que se não desvie ninguém. coração; nem multiplicará muito para si a prata e o ouro.
  • 47.
  • 48. O censo Davi foi um grande homem que foi assessorado por grandes homens, sobretudo no campo militar. A lista que aqui se encontra dos valentes de Davi inclui 37 nomes. Um trecho paralelo – I Crônicas 11:11-41 – acrescenta Em outra ocasião, o Senhor ficou muito irado com o povo de Israel e nomes, totalizando 53 heróis de guerra. Mais 16 levou Davi a prejudicá-los. Deus disse a Davi: — Vá e faça a contagem do povo de Israel e de Judá. II Sm 24 ( cf II Cr 21:1) 1Cr 21.1 , foi Satanás quem mandou Davi fazer a contagem do povo.
  • 49. 1 Então o Senhor Deus me disse: — Mesmo que Moisés e Samuel estivessem aqui implorando, eu não teria dó deste povo. Mande essa gente embora. Que sumam da minha frente! Jr 15:1