SlideShare uma empresa Scribd logo
CCAATTEEQQUUEESSEE DDEE IINNFFÂÂNNCCIIAA
PARÓQUIA DE S. JOSÉ
MARÇO - 2017
1ª ESTAÇÃO
JESUS É CONDENADO À MORTE
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: MC 14, 26-37
Logo de manhã, os sumos-sacerdotes reuniram-se em
conselho com os anciãos e os doutores da Lei e todo o Sinédrio; e, tendo
manietado Jesus, levaram-no e entregaram-no a Pilatos. Perguntou-lhe
Pilatos: «És Tu o rei dos Judeus?» Jesus respondeu-lhe: «Tu o dizes.» Os
sumos-sacerdotes acusavam-no de muitas coisas. Pilatos interrogou-o de
novo, dizendo: «Não respondes nada? Vê de quantas coisas és acusado!» Mas
Jesus nada mais respondeu, de modo que Pilatos estava estupefacto.
Tomando novamente a palavra, Pilatos disse-lhes: «Então que quereis que
faça daquele a quem chamais rei dos judeus?» Eles gritaram novamente:
«Crucifica-o!» Pilatos insistiu: «Que fez Ele de mal?» Mas eles gritaram
ainda mais: «Crucifica-o!»
COMENTÁRIO:
Jesus é interrogado e julgado pelo poder político do seu tempo e não
responde às provocações, nem se arma, com poder e triunfo. Até o próprio
Pilatos, reconhece que Jesus não fez nada de mal.
E Sua Mãe? Onde está? O que lhe vai no coração, ao ver o seu Filho iniciar
este caminho de sofrimento?
ORAÇÃO:
Ó Jesus, é difícil sermos discretos e ficamos tristes quando passamos
despercebidos, pois tantas vezes queremos dar nas vistas. Ensina-nos a
sermos humildes e a aceitar aquilo que está certo, mesmo quando não
gostamos. Que cada um de nós seja motivo de alegria, para as nossas mães
que sempre nos protegem.
CÂNTICO:
Senhor, quem entrará
No santuário p'ra Te louvar (bis)
Quem tem as mãos limpas, o coração puro
Quem não é vaidoso e sabe amar (bis)
2ª ESTAÇÃO
JESUS CARREGA COM A CRUZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: Mc 15,20
Depois de o terem escarnecido, tiraram-lhe o manto de púrpura e
revestiram-no das suas vestes. Levaram-no, então, para o crucificar.
COMENTÁRIO:
Ainda de manhã, Jesus carrega a Cruz. E é triste vê-lo sem o seu manto.
Ficar quase nu, à vista de todos. Também Maria, ia carregando a sua cruz,
provavelmente calada mas com vontade de aliviar o peso que o Filho
carregava sobre os ombros.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, quantas coisas acontecem no nosso dia!
Às vezes portamo-nos menos bem e da escola telefonam às mães por causa
das nossas traquinices.
Ensina-nos a controlar-nos para que não seja pesada a cruz das mães, na
educação dos filhos.
CÂNTICO:
Perdoa, Senhor, o nosso dia,
a ausência de gestos generosos
A fraqueza dos atos consentidos,
a vida nos momentos mal-amados.
Perdoa o espaço que Te não demos,
perdoa porque não nos libertámos
Perdoa as correntes que pusemos,
em Ti, Senhor, porque não ousámos.
3ª ESTAÇÃO
JESUS CAI PELA PRIMEIRA VEZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: Mt 16, 24-25
“Jesus disse então aos discípulos: «Se alguém quiser vir após Mim, renegue-
se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me, pois quem quiser salvar a sua vida,
perdê-la-á, mas quem perder a sua vida por minha causa, salvá-la-á.».”
COMENTÁRIO:
Durante o caminho, Jesus tem dificuldades com o peso da cruz e perde as
forças para concretizar esta difícil tarefa. Talvez a Sua Mãe também já
estivesse com dificuldade de ver e suportar o Seu sofrimento. Mas, por
certo, nunca O abandonou.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, mal acordamos, começam logo a recordar-nos as tarefas do dia,
quando ainda temos tanto sono. Às vezes, resmungamos e fazemos birras.
Ensina-nos a acordar bem-dispostos, a dizer palavras bonitas. E quando não
há palavras bonitas, ensina-nos a calar e a fazer silêncio.
Faz com que o nosso olhar de amor, fale por nós e por Ti, quando as nossas
mães se empenham para que nada falte ao nosso dia!
CÂNTICO:
Confiarei nessa voz que não se impõe
mas que ouço bem cá dentro no silêncio a segredar
Confiarei ainda que mil outras vozes
corram muito mais velozes para nos fazer parar
E avançarei no meu caminho, agora eu sei que Tu comigo vens também,
aonde fores aí estarei, sem medo avançarei.
O SENHOR É MEU PASTOR, SEI QUE NADA TEMEREI,
ELE GUIA O MEU ANDAR, SEM MEDO AVANÇAREI!
4ª ESTAÇÃO
JESUS ENCONTRA SUA MÃE
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: Mt 28, 55
“Também estavam ali, observando tudo, algumas mulheres que desde a
Galileia tinham seguido Jesus para O servirem.”
COMENTÁRIO:
 Jesus encontra o rosto amoroso de sua mãe. Maria está presente ao
lado de Jesus nos Seus momentos de dor. Também está ao nosso lado
quando sofremos, estamos sós ou tristes.
 Podemos confiar sempre em Maria, pois Ela é o melhor caminho para
chegar a Jesus. Maria ensina-nos a sermos discípulos fiéis, seguindo e
servindo Jesus em todo o momento.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, nem sempre damos atenção às nossas mães e aos nossos pais, que
nos deram a vida. Nem sempre damos conta que precisam de nós e que os
podíamos ajudar nalguma coisa. Ajuda-nos a sermos meigos e atentos com
eles, como somos com os nossos maiores amigos. Obrigado por nos teres dado
Maria, como nossa Mãe.
CÂNTICO:
Sempre um sorriso na boca, mas não é um sorriso que vai e vem
É aquele sorriso que se troca entre o filho e a mãe
OH MARIA, OH MARIA, OH MARIA, OH NOSSA MÃE!
5ª ESTAÇÃO
JESUS É AJUDADO A LEVAR A CRUZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: MC 15, 21
Para lhe levar a cruz, requisitaram um homem que passava por ali ao
regressar dos campos, um tal Simão de Cirene, pai de Alexandre e de Rufo.
COMENTÁRIO:
Jesus aceita a ajuda de um homem, para levar a sua Cruz.
Também nós devemos ajudar os que nos procuram e aceitar a ajuda dos
outros quando estamos fracos. Maria, sabia que Jesus já estava fraco para
aguentar o peso daquela cruz tão pesada. Vigilante, como só uma mãe sabe
ser, devia ter agradecido a Deus por este Simão de Cirene.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, quantas vezes voltamos as costas a quem nos pede uma ajuda,
porque está com alguma dificuldade. Que sejamos sempre capazes de ajudar
aqueles que precisam de nós. Porque ainda não sabemos tudo, dá forças às
nossas mães e aos nossos pais para nos ajudarem a crescer, e nos ensinarem
a amar-Te como Tu nos amas.
CÂNTICO:
É impossível eu não crer em Ti, é impossível eu não Te encontrar
É impossível não fazer de Ti, meu ideal
6ª ESTAÇÃO
VERÓNICA ENXUGA O ROSTO DE JESUS
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: LC 8, 1-2
“Ia, em seguida de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, pregando e
anunciando a Boa Nova do reino de Deus. Acompanhavam-n´O os Doze e
algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de
enfermidades…”
COMENTÁRIO:
No caminho, uma mulher aproxima-se de Jesus e limpa o Seu rosto cansado.
Essa mulher, que a tradição da Igreja chamou de Verónica, é uma pessoa
valente e decidida que ajuda Jesus. Estava solidária com Maria, na procura do
alívio do sofrimento de Jesus, mas percebeu que Ele estava ali a sofrer
também por ela.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, é às vezes difícil estarmos atentos em todas as horas do dia, e em
especial quando estamos cansados. Às vezes, parece que o tempo não passa,
que nunca mais chega a hora para descansar ou brincar. Ajuda-nos a perceber
que cada hora tem a sua beleza, pois Tu és o amigo de todas as horas, e nos
dás uma mãe para nos cuidar em cada dia.
CÂNTICO:
Eu busco a Tua face, a Tua face ó Senhor
Eu procuro encontrar-Te, nos irmãos, no amor.
Vós sois Corpo de Cristo, vós sois Sangue de Cristo
Vós sois o Amor de Cristo. Então que fizestes a Cristo?
7ª ESTAÇÃO
JESUS CAI PELA SEGUNDA VEZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: IS 53, 5
“Mas foi castigado pelos nossos crimes, esmagado pelas nossas iniquidades; o
castigo que nos salva pesou sobre Ele, fomos curados nas Suas chagas.”
COMENTÁRIO:
Jesus não está a pensar só nos seus sofrimentos. Ele é capaz ainda de olhar
para o lado e de ver o sofrimento dos outros. Ele lembra-se do bom ladrão.
Sua Mãe também se mantinha por perto para não perder nunca o Seu olhar e
poder perceber o que Ele sentia.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, ocupados com as nossas coisas, nem sempre nos lembramos dos
outros. Os outros colegas também têm trabalhos de casa, também têm
problemas de saúde ou dificuldades em aprender. Ensina-nos a lembrar-nos
deles quando precisam de nós.
E a lembrar-nos sempre de Ti, e das nossas mães, pois somos fracos e
pequeninos e sem isso não sabemos, muitas vezes, o que fazer
CÂNTICO:
Nada podem contra o amor, nem tudo o que ele contém.
Quem o tem, tem paz, não quer perdê-lo.
Quem não o tem , não o conhece, não pode vencê-lo.
Nada podem contra o que é de Deus!
8ª ESTAÇÃO
JESUS CONSOLA AS MULHERES DE JERUSALÉM
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: LC 23, 27-30
Seguiam Jesus uma grande multidão de povo e umas mulheres que batiam no
peito e se lamentavam por Ele. Jesus voltou-se para elas e disse-lhes: «Filhas
de Jerusalém, não choreis por mim, chorai antes por vós mesmas e pelos
vossos filhos.
COMENTÁRIO:
As mulheres estavam bem próximas de Jesus. E Jesus olha para elas, com
amor, lembrando que é mais triste pecar e ofender a Deus, do que carregar
uma Cruz. Este olhar de amor devia ter sido para Maria um conforto no seu
coração sofrido de mãe.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, quantas vezes, sentimos saudades das nossas mães, das nossas avós,
das mulheres da nossa família. Fazem-nos falta, os seus carinhos, os seus
sorrisos, a sua companhia. Obrigado, ó Jesus, por todas as avós, por todas as
mães e por todos os que dão alegria aos nossos corações.
CÂNTICO:
Vede, Senhor quanta gente nunca ouviu falar de Vós.
Quanta gente não sabe que deve amar alguém, Senhor aceita-nos assim!
Vede, Senhor nós chegámos prontos a dar o que temos.
A vida alegre ou triste, o amor que em nós existe, Senhor aceita-nos assim!
9ª ESTAÇÃO
JESUS CAI PELA TERCEIRA VEZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: JO 19, 23-24
“Bem-aventurados os que sofrem perseguição, por causa da justiça, porque
deles é o reino dos Céus.”
COMENTÁRIO:
 Pobre Jesus, que cansado está e quanto sofrimento suporta! Ele é o
Senhor da Misericórdia, Ele que tem um coração grande, bom e
compassivo. Ele que não se aborrece e tem muita paciência. Ele que
está cheio de amor por todos. Ele que é sempre fiel em todas as
situações.
 Maria também continuou fiel ao projeto que Deus destinou para si
porque acreditou sempre, mesmo perante os problemas, que vale a pena
o esforço, porque assim se constrói o Reino de Deus.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, por vezes, tal como Tu, somos acusados ou criticados injustamente.
E isso é duro. Temos colegas que gostam de nos provocar ou ignorar.
Revoltamo-nos com isso, mas deveríamos seguir o Teu exemplo. Dá-nos força
e serenidade, como deste a Maria, para tolerar as injustiças e ajudar a
corrigir estas atitudes.
CÂNTICO:
Senhor, se a Tua voz eu não ouvi
E por caminhos do mal me perdi
PERDÃO, SENHOR, PERDÃO, SENHOR
Senhor, se não Te amei no irmão
Fechando a ele o meu coração
10ª ESTAÇÃO
JESUS É DESPIDO DAS SUAS ROUPAS
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: JO 19, 23-24
“Tendo os soldados crucificado Jesus, tomaram as Suas vestes de que
fizeram quatro partes uma para cada soldado e também a túnica. A túnica,
toda tecida de alto a baixo, não tinha costura. Disseram uns aos outros: «Não
a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será». Assim
se cumpriu a escritura: «Repartiram entre si as Minhas vestes e sobre a
Minha túnica deitaram sortes». Assim fizeram pois os soldados.”
COMENTÁRIO:
Jesus fica sem nada, despojado de tudo. Está muito fraco, sem defesa,
esgotado. Está-se sempre assim quando se é rejeitado. Já Lhe tiraram a sua
força e dignidade, agora tiram-Lhe também as suas roupas. Podem tirar-Lhe
as suas vestes, mas o Seu amor, ninguém lho tira.
Maria também está esgotada, tal como Filho, pois sente-se impotente para O
cuidar como sempre tinha feito até ali. Mas sabe que o amor entre os dois
não tem fim.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, quantas vezes queremos ter coisas boas da Tua parte, sem nada
fazermos por isso! É pedir-Te que nos ajudes nos testes sem nos
empenharmos muito a estudar, ou exigir dos nossos pais uma recompensa sem
a merecermos. Quando assim procedemos, é como se quiséssemos um pedaço
das tuas vestes! Ajuda-nos a sermos empenhados nos nossos deveres e assim
faremos mais felizes os que nos amam.
CÂNTICO:
Passam os dias, passam as horas, mas p’ra nós o que conta é ficar em Ti.
Unidos Te oferecemos as nossas vidas com os erros de sempre. Oh! Senhor!
11ª ESTAÇÃO
JESUS É PREGADO NA CRUZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: LC 23, 33
Quando chegaram a um lugar chamado Calvário, crucificaram-n´O a Ele e aos
malfeitores, um à direita e outro à esquerda.
COMENTÁRIO:
Quanto sofrimento Jesus suportou! Deu o maior exemplo de amor que alguém
algum dia poderia dar. Foi também um exemplo de obediência e de força
espiritual.
Maria acompanhou-O nesse sofrimento, sentido no mais profundo do seu
coração de mãe que ama o seu Filho, mais que à própria vida.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, quantas vezes fazemos de conta que não Te conhecemos.
Esquecemo-nos de falar Contigo, de mostrar que somos teus amigos, a Ti que
tanto sofreste por nós. Quando nos esquecermos de Ti, perdoa-nos. Basta-
nos o Teu olhar, ó Jesus, para nos sentirmos bem. Isso acontece também com
as nossas mães, pelas quais Te rezamos para que tenham sempre confiança
em Ti, nas dificuldades do dia-a-dia.
CÂNTICO:
Deus é amor, para mim e para ti, olha e cuida de nós como um pai
Dele recebemos toda a alegria, Deus está junto a nós.
OLHA PARA MIM E P’RA TI TAMBÉM, COM AMOR DE PAI.
12ª ESTAÇÃO
JESUS MORRE NA CRUZ
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: MC 15, 33-37
Às três da tarde, Jesus exclamou em alta voz: «Meu Deus, meu Deus, porque
me abandonaste»? Ao ouvi-lo, alguns que estavam ali disseram: «Está a
chamar por Elias!» Um deles correu a embeber uma esponja em vinagre, pô-la
numa cana e deu-lhe de beber, dizendo: «Esperemos, a ver se Elias vem tirá-
lo dali.» Mas Jesus, com um grito forte, expirou.
COMENTÁRIO:
Sua Mãe, por certo, sentiu uma dor profunda perante a perda do seu Filho.
Acreditamos porém, que a sua fé e esperança ficaram inabaláveis.
Façamos silêncio. Ouçamos a nossa respiração.
Jesus morreu para ressuscitar e fazer respirar o Seu amor no nosso coração.
(silêncio total)
ORAÇÃO:
Ó Jesus, quando olhamos para a Tua cruz, sabemos que nos amas de verdade,
porque foste capaz de dar a vida por amor, a nós, aqui presentes, e a toda a
humanidade.
Tu ensinas-nos que o bom amigo é capaz de dar a vida pelos que ama. Ajuda-
nos a amar de verdade não só os que nos rodeiam mas todos aqueles que não
têm amigos.
CÂNTICO:
Nada podem contra o amor, nem tudo o que ele contém.
Quem o tem, tem paz, não quer perdê-lo.
Quem não o tem , não o conhece, não pode vencê-lo.
Nada podem contra o que é de Deus!
13ª ESTAÇÃO
O CORPO DE JESUS É RETIRADO DA CRUZ
E DEPOSITADO NOS BRAÇOS DE MARIA
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: JO 19, 38
Depois disso, José de Arimateia, que era discípulo de Jesus, mas
ocultamente, por medo dos judeus, rogou a Pilatos a autorização para tirar o
corpo de Jesus...
COMENTÁRIO:
No momento que Jesus foi tirado da Cruz, sua Mãe ainda lá estava. Suportou
os sofrimentos terríveis a que Jesus foi sujeito. José, o pai de Jesus, teria
já morrido. Maria permaneceu sempre junto de Jesus, quando todos os
outros fugiram e se esconderam com medo.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, nem sempre estamos atentos às ajudas que podemos dar e aos que
precisam delas. Ficamos muito confortáveis no nosso grupo de amigos e
deveríamos deixar entrar outros que tanto precisam de protecção. Ajuda-nos
a acolher os que nos procuram, principalmente os que são vítimas de
injustiças, de perseguições, ou os mais desfavorecidos. Faz de nós amigos
especiais para eles e para Ti.
CÂNTICO:
Quando a vida for um sim aos apelos do amanhã,
beberemos da nascente que é Deus.
Quando o coração for festa a cantar o Deus da vida,
nascerá dentro de nós um novo céu!
14ª ESTAÇÃO
JESUS É COLOCADO NO SEPULCRO
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa
cruz
LEITURA: MC 15,42-46
Ao cair da tarde, visto ser a Preparação, isto é, véspera do sábado, José de
Arimateia, foi corajosamente procurar Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus.
Pilatos espantou-se por Ele já estar morto e, mandando chamar o centurião,
perguntou-lhe se já tinha morrido há muito. Informado pelo centurião, Pilatos
ordenou que o corpo fosse entregue a José. Este, depois de comprar um
lençol, desceu o corpo da cruz e envolveu-o nele. Em seguida, depositou-o num
sepulcro cavado na rocha e rolou uma pedra sobre a entrada do sepulcro.
COMENTÁRIO:
Jesus está sepultado. É como uma semente de trigo que é lançada à terra.
Aí morre, para dar muito fruto.
Maria, faz o luto da Sua morte mas coloca a esperança na vida eterna, junto
de Deus que a escolheu para viver a experiência de um amor sem par.
ORAÇÃO:
Ó Jesus, nos momentos difíceis, quando não se vêem logo os resultados do
nosso esforço, nem sempre é fácil acreditar que valeu a pena. Dá aos nossos
pais, educadores e professores a Tua confiança de Semeador. Faz com que
eles acreditem, que sempre vale a pena. Dá-lhes a certeza, de que nenhum
sacrifício é em vão. Nós te pedimos, ó Jesus: enche de frutos, de alegria e de
Paz, a vida deles e a de todos nós. Para que Tu vivas, em Páscoa, nos nossos
corações!
CÂNTICO:
Uma sementinha de trigo caiu no chão e brotou, caiu no chão e brotou.
Foi crescendo, foi crescendo e em Pão da Vida se tornou.
15ª ESTAÇÃO
JESUS RESSUSCITADO, VIVE ENTRE NÓS
 Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus
 Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz
LEITURA: JO 20, 19-20
“Na tarde desse dia, o primeiro da semana,
estando fechadas as portas da casa onde os discípulos
se achavam juntos com medo dos judeus, veio Jesus pôr-se no meio deles e
disse-lhes: «A paz esteja convosco.» Dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e o
lado. Alegraram-se os discípulos, vendo o Senhor.”
COMENTÁRIO:
Jesus Ressuscitado vive na comunidade que se reúne e tenta viver segundo os
Seus ensinamentos, construindo o Reino de Deus aqui na terra, procurando a
Justiça e a paz para todos os homens e mulheres do mundo.
Maria, experimenta a alegria do reencontro com o seu Filho e reforça o dom
da sua fé e da disponibilidade para acolher a vontade de Deus, e não a sua.
ORAÇÃO:
Ó Jesus Ressuscitado, Tu és a nossa força e o nosso guia.
Tu és o nosso caminho para a vida. Tu és a Luz que nos conduz, És o pastor
que nos chama. Queremos seguir os Teus passos e fazer um mundo de irmãos,
em liberdade, justiça e paz.
CÂNTICO:
Cantai aleluias, não haja mais dor.
Ornai-vos de festa, vesti alegria, porque hoje é o dia em que vence o amor.
Irmãos alegremo-nos, aleluia!
ALELUIA, ALELUIA, ESTE É O DIA EM QUE VENCE O AMOR
ALELUIA, ALELUIA, IRMÃOS ALEGREMO-NOS, ALELUIA!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

APOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESEAPOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
Catequista Josivaldo
 
2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia
Catequese Anjos dos Céus
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
Catequese Anjos dos Céus
 
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Rogenia
 
1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
Juliana Cristina M. Muniz
 
Primeira etapa
Primeira etapaPrimeira etapa
Primeira etapa
KellyJanurio
 
O terço
O terçoO terço
O terço
jucrismm
 
Encontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - CatequeseEncontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - Catequese
João Carlos da Fonseca
 
Os sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vidaOs sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vida
Juliana Cristina M. Muniz
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
nsaparecida
 
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
boscolandia
 
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de DeusOficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Bernadetecebs .
 
2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA
Catequista Josivaldo
 
1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA
Catequista Josivaldo
 
Ficha de inscrição para catequistas
Ficha de inscrição para catequistasFicha de inscrição para catequistas
Ficha de inscrição para catequistas
Juliana Cristina M. Muniz
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
Catequista Josivaldo
 
Cantos da Festa da Padroeira 2015
 Cantos da Festa da Padroeira 2015 Cantos da Festa da Padroeira 2015
Cantos da Festa da Padroeira 2015
LEIDIANE ROCHA
 
A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014
A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014
A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014
fernandomoloche
 
Festa do acolhimento 21 nov10
Festa do acolhimento 21 nov10Festa do acolhimento 21 nov10
Festa do acolhimento 21 nov10
nossasenhoradavisitacao
 
Encontros de catequese
Encontros de catequeseEncontros de catequese
Encontros de catequese
sheilajo
 

Mais procurados (20)

APOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESEAPOSTILA DE PRE CATEQUESE
APOSTILA DE PRE CATEQUESE
 
2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia2015 apostila catequese primeira eucaristia
2015 apostila catequese primeira eucaristia
 
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 20161º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
1º Encontro - catequese- primeira comunhão 2016
 
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018Roteiro   solenidade nossa senhora aparecida 2018
Roteiro solenidade nossa senhora aparecida 2018
 
1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
 
Primeira etapa
Primeira etapaPrimeira etapa
Primeira etapa
 
O terço
O terçoO terço
O terço
 
Encontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - CatequeseEncontro com os pais - Catequese
Encontro com os pais - Catequese
 
Os sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vidaOs sacramentos em nossa vida
Os sacramentos em nossa vida
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
 
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
Cbv missa-catequese-roteiro-exemplo-celebracao-primeira-eucaristia (1)
 
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de DeusOficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
Oficio Divino das Comunidades - Oração do Povo de Deus
 
2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA2º ANO DE EUCARISTIA
2º ANO DE EUCARISTIA
 
1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA1º ANO DE EUCARISTIA
1º ANO DE EUCARISTIA
 
Ficha de inscrição para catequistas
Ficha de inscrição para catequistasFicha de inscrição para catequistas
Ficha de inscrição para catequistas
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
 
Cantos da Festa da Padroeira 2015
 Cantos da Festa da Padroeira 2015 Cantos da Festa da Padroeira 2015
Cantos da Festa da Padroeira 2015
 
A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014
A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014
A CONFISSÃO Retiro Primeira Eucaristia 2014
 
Festa do acolhimento 21 nov10
Festa do acolhimento 21 nov10Festa do acolhimento 21 nov10
Festa do acolhimento 21 nov10
 
Encontros de catequese
Encontros de catequeseEncontros de catequese
Encontros de catequese
 

Destaque

Guião pai nosso 2017
Guião pai nosso   2017Guião pai nosso   2017
Guião pai nosso 2017
InfanciaSaoJose
 
Festa do pai nosso 2017
Festa do pai nosso 2017Festa do pai nosso 2017
Festa do pai nosso 2017
InfanciaSaoJose
 
Sector officer zonal magistrates election training
Sector officer  zonal magistrates election training Sector officer  zonal magistrates election training
Sector officer zonal magistrates election training
Afra Khan
 
Anterior Mediastinal Mass
Anterior Mediastinal MassAnterior Mediastinal Mass
Anterior Mediastinal Mass
Prof. Ahmed Mohamed Badheeb
 
5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.
5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.
5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.
Belén Ruiz González
 
Katherine saldarriaga
Katherine saldarriagaKatherine saldarriaga
Katherine saldarriaga
kathesalda20
 
2017 01-13 esquema-oração mariana
2017 01-13 esquema-oração mariana2017 01-13 esquema-oração mariana
2017 01-13 esquema-oração mariana
InfanciaSaoJose
 
Campanha da Quaresma 2017_São José
Campanha da Quaresma 2017_São JoséCampanha da Quaresma 2017_São José
Campanha da Quaresma 2017_São José
InfanciaSaoJose
 
Catequese 11_3º ano
Catequese 11_3º anoCatequese 11_3º ano
Catequese 11_3º ano
InfanciaSaoJose
 
Via sacra do amor
Via sacra do amorVia sacra do amor
Via sacra do amor
Mauricio Valentini
 
Preparaçao 1ª comunhao 2011
Preparaçao 1ª comunhao 2011Preparaçao 1ª comunhao 2011
Preparaçao 1ª comunhao 2011
Paroquia Cucujaes
 
1. 2017 top his vendors
1. 2017 top his vendors1. 2017 top his vendors
1. 2017 top his vendors
Tim Histalk
 
S4 tarea4 rehec
S4 tarea4 rehecS4 tarea4 rehec
S4 tarea4 rehec
Cynthia Reyes
 
Abaulamento
AbaulamentoAbaulamento
Family Court Act,1984
Family Court Act,1984Family Court Act,1984
Family Court Act,1984
Rashmi Dubey
 
啟示錄第4課 基督的異象
啟示錄第4課 基督的異象啟示錄第4課 基督的異象
啟示錄第4課 基督的異象
查經簡報分享
 
Kenya alejandra martinez escareño
Kenya alejandra martinez escareñoKenya alejandra martinez escareño
Kenya alejandra martinez escareño
ccckenya
 
Lição 5
Lição 5Lição 5
Lição 5
Clara Alexandre
 
4º ano actividades
4º ano   actividades4º ano   actividades
4º ano actividades
cesar2006
 
Reunião geral de catequistas fev. 2017
Reunião geral de catequistas fev. 2017Reunião geral de catequistas fev. 2017
Reunião geral de catequistas fev. 2017
InfanciaSaoJose
 

Destaque (20)

Guião pai nosso 2017
Guião pai nosso   2017Guião pai nosso   2017
Guião pai nosso 2017
 
Festa do pai nosso 2017
Festa do pai nosso 2017Festa do pai nosso 2017
Festa do pai nosso 2017
 
Sector officer zonal magistrates election training
Sector officer  zonal magistrates election training Sector officer  zonal magistrates election training
Sector officer zonal magistrates election training
 
Anterior Mediastinal Mass
Anterior Mediastinal MassAnterior Mediastinal Mass
Anterior Mediastinal Mass
 
5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.
5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.
5.2. sistemas de producción de alimentos y opciones de alimentación.
 
Katherine saldarriaga
Katherine saldarriagaKatherine saldarriaga
Katherine saldarriaga
 
2017 01-13 esquema-oração mariana
2017 01-13 esquema-oração mariana2017 01-13 esquema-oração mariana
2017 01-13 esquema-oração mariana
 
Campanha da Quaresma 2017_São José
Campanha da Quaresma 2017_São JoséCampanha da Quaresma 2017_São José
Campanha da Quaresma 2017_São José
 
Catequese 11_3º ano
Catequese 11_3º anoCatequese 11_3º ano
Catequese 11_3º ano
 
Via sacra do amor
Via sacra do amorVia sacra do amor
Via sacra do amor
 
Preparaçao 1ª comunhao 2011
Preparaçao 1ª comunhao 2011Preparaçao 1ª comunhao 2011
Preparaçao 1ª comunhao 2011
 
1. 2017 top his vendors
1. 2017 top his vendors1. 2017 top his vendors
1. 2017 top his vendors
 
S4 tarea4 rehec
S4 tarea4 rehecS4 tarea4 rehec
S4 tarea4 rehec
 
Abaulamento
AbaulamentoAbaulamento
Abaulamento
 
Family Court Act,1984
Family Court Act,1984Family Court Act,1984
Family Court Act,1984
 
啟示錄第4課 基督的異象
啟示錄第4課 基督的異象啟示錄第4課 基督的異象
啟示錄第4課 基督的異象
 
Kenya alejandra martinez escareño
Kenya alejandra martinez escareñoKenya alejandra martinez escareño
Kenya alejandra martinez escareño
 
Lição 5
Lição 5Lição 5
Lição 5
 
4º ano actividades
4º ano   actividades4º ano   actividades
4º ano actividades
 
Reunião geral de catequistas fev. 2017
Reunião geral de catequistas fev. 2017Reunião geral de catequistas fev. 2017
Reunião geral de catequistas fev. 2017
 

Semelhante a Via sacra crianças 2017

Via sacra
Via sacra Via sacra
Via sacra
Mônica Pinheiro
 
Meditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraMeditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via Sacra
JMVSobreiro
 
Via sacra 2013
Via sacra 2013Via sacra 2013
Via sacra 2013
Antonio Manuel Marques
 
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
PlayGata
 
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
PlayGata
 
downloadfile.pdf
downloadfile.pdfdownloadfile.pdf
downloadfile.pdf
PlayGata
 
DOC-20230326-WA0013. (1).pdf
DOC-20230326-WA0013. (1).pdfDOC-20230326-WA0013. (1).pdf
DOC-20230326-WA0013. (1).pdf
PlayGata
 
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morteModelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
Diocese de Aveiro
 
Via sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoVia sacra dia do deserto
Via sacra dia do deserto
conceicaoborges
 
A terceira palavra da cruz
A terceira palavra da cruzA terceira palavra da cruz
A terceira palavra da cruz
Isaias Silva
 
12 10 11
12 10 1112 10 11
08 12 10
08 12 1008 12 10
Informativo Shalom - Novembro - 2017
Informativo Shalom - Novembro - 2017Informativo Shalom - Novembro - 2017
Informativo Shalom - Novembro - 2017
Malcon Toledo
 
Meditacao do Terco
Meditacao do TercoMeditacao do Terco
Meditacao do Terco
JMVSobreiro
 
Livro Rezando Com Maria
Livro Rezando Com MariaLivro Rezando Com Maria
Livro Rezando Com Maria
Nilson Almeida
 
Festa do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docxFesta do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docx
crismoreira3784
 
TERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA
TERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORATERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA
TERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA
GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
28 08-2011
28 08-201128 08-2011
28 08-2011
Nuno Bessa
 
Chama 186
Chama 186Chama 186
Chama 186
Frei João
 
5 aprender a sair de nós mesmos
5 aprender a sair de nós mesmos5 aprender a sair de nós mesmos
5 aprender a sair de nós mesmos
adrianojose1983
 

Semelhante a Via sacra crianças 2017 (20)

Via sacra
Via sacra Via sacra
Via sacra
 
Meditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraMeditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via Sacra
 
Via sacra 2013
Via sacra 2013Via sacra 2013
Via sacra 2013
 
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
 
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
416359141-AS-SETE-DORES-DE-NOSSA-SENHORA.pdf
 
downloadfile.pdf
downloadfile.pdfdownloadfile.pdf
downloadfile.pdf
 
DOC-20230326-WA0013. (1).pdf
DOC-20230326-WA0013. (1).pdfDOC-20230326-WA0013. (1).pdf
DOC-20230326-WA0013. (1).pdf
 
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morteModelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
 
Via sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoVia sacra dia do deserto
Via sacra dia do deserto
 
A terceira palavra da cruz
A terceira palavra da cruzA terceira palavra da cruz
A terceira palavra da cruz
 
12 10 11
12 10 1112 10 11
12 10 11
 
08 12 10
08 12 1008 12 10
08 12 10
 
Informativo Shalom - Novembro - 2017
Informativo Shalom - Novembro - 2017Informativo Shalom - Novembro - 2017
Informativo Shalom - Novembro - 2017
 
Meditacao do Terco
Meditacao do TercoMeditacao do Terco
Meditacao do Terco
 
Livro Rezando Com Maria
Livro Rezando Com MariaLivro Rezando Com Maria
Livro Rezando Com Maria
 
Festa do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docxFesta do Acolhimento 2023.docx
Festa do Acolhimento 2023.docx
 
TERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA
TERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORATERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA
TERÇO DAS SETE DORES DE NOSSA SENHORA
 
28 08-2011
28 08-201128 08-2011
28 08-2011
 
Chama 186
Chama 186Chama 186
Chama 186
 
5 aprender a sair de nós mesmos
5 aprender a sair de nós mesmos5 aprender a sair de nós mesmos
5 aprender a sair de nós mesmos
 

Mais de InfanciaSaoJose

Plano actividades 2019 2020
Plano actividades 2019 2020Plano actividades 2019 2020
Plano actividades 2019 2020
InfanciaSaoJose
 
Reunioes de Pais novembro 2018 - 2ºano
Reunioes de Pais novembro 2018 - 2ºanoReunioes de Pais novembro 2018 - 2ºano
Reunioes de Pais novembro 2018 - 2ºano
InfanciaSaoJose
 
Setas para a campanha do advento
Setas para a campanha do adventoSetas para a campanha do advento
Setas para a campanha do advento
InfanciaSaoJose
 
Campanha do Advento 2018
Campanha do Advento 2018Campanha do Advento 2018
Campanha do Advento 2018
InfanciaSaoJose
 
Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018
Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018
Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018
InfanciaSaoJose
 
Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018
Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018
Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018
InfanciaSaoJose
 
Reunião geral de catequistas janeiro 2018
Reunião geral de catequistas janeiro 2018Reunião geral de catequistas janeiro 2018
Reunião geral de catequistas janeiro 2018
InfanciaSaoJose
 
Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018
Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018
Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018
InfanciaSaoJose
 
Festa da Epifania 2018
Festa da Epifania 2018Festa da Epifania 2018
Festa da Epifania 2018
InfanciaSaoJose
 
Reunião geral de catequistas novembro 2017
Reunião geral de catequistas novembro 2017Reunião geral de catequistas novembro 2017
Reunião geral de catequistas novembro 2017
InfanciaSaoJose
 
Reuniões de pais nov2017
Reuniões de pais   nov2017Reuniões de pais   nov2017
Reuniões de pais nov2017
InfanciaSaoJose
 
Campanha advento 2017 descrição
Campanha advento 2017  descriçãoCampanha advento 2017  descrição
Campanha advento 2017 descrição
InfanciaSaoJose
 
Marcadores advento 2017
Marcadores advento 2017Marcadores advento 2017
Marcadores advento 2017
InfanciaSaoJose
 
Plano 2017-2018 Catequese de Infância S. José
Plano 2017-2018 Catequese de Infância S. JoséPlano 2017-2018 Catequese de Infância S. José
Plano 2017-2018 Catequese de Infância S. José
InfanciaSaoJose
 
2017 4ºano festa da palavra
2017 4ºano festa da palavra2017 4ºano festa da palavra
2017 4ºano festa da palavra
InfanciaSaoJose
 
Adoração eucaristíca 3º ano 2017
Adoração eucaristíca 3º ano 2017Adoração eucaristíca 3º ano 2017
Adoração eucaristíca 3º ano 2017
InfanciaSaoJose
 
Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017
Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017
Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017
InfanciaSaoJose
 
Oração pelos catequistas e pela catequese 2017
Oração pelos catequistas e pela catequese 2017Oração pelos catequistas e pela catequese 2017
Oração pelos catequistas e pela catequese 2017
InfanciaSaoJose
 

Mais de InfanciaSaoJose (18)

Plano actividades 2019 2020
Plano actividades 2019 2020Plano actividades 2019 2020
Plano actividades 2019 2020
 
Reunioes de Pais novembro 2018 - 2ºano
Reunioes de Pais novembro 2018 - 2ºanoReunioes de Pais novembro 2018 - 2ºano
Reunioes de Pais novembro 2018 - 2ºano
 
Setas para a campanha do advento
Setas para a campanha do adventoSetas para a campanha do advento
Setas para a campanha do advento
 
Campanha do Advento 2018
Campanha do Advento 2018Campanha do Advento 2018
Campanha do Advento 2018
 
Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018
Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018
Festa da Palavra 25 de fevereiro de 2018
 
Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018
Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018
Aproxima te de Jesus, passo a passo - campanha da quaresma 2018
 
Reunião geral de catequistas janeiro 2018
Reunião geral de catequistas janeiro 2018Reunião geral de catequistas janeiro 2018
Reunião geral de catequistas janeiro 2018
 
Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018
Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018
Plano 2017 2018 - 3ª via janeiro 2018
 
Festa da Epifania 2018
Festa da Epifania 2018Festa da Epifania 2018
Festa da Epifania 2018
 
Reunião geral de catequistas novembro 2017
Reunião geral de catequistas novembro 2017Reunião geral de catequistas novembro 2017
Reunião geral de catequistas novembro 2017
 
Reuniões de pais nov2017
Reuniões de pais   nov2017Reuniões de pais   nov2017
Reuniões de pais nov2017
 
Campanha advento 2017 descrição
Campanha advento 2017  descriçãoCampanha advento 2017  descrição
Campanha advento 2017 descrição
 
Marcadores advento 2017
Marcadores advento 2017Marcadores advento 2017
Marcadores advento 2017
 
Plano 2017-2018 Catequese de Infância S. José
Plano 2017-2018 Catequese de Infância S. JoséPlano 2017-2018 Catequese de Infância S. José
Plano 2017-2018 Catequese de Infância S. José
 
2017 4ºano festa da palavra
2017 4ºano festa da palavra2017 4ºano festa da palavra
2017 4ºano festa da palavra
 
Adoração eucaristíca 3º ano 2017
Adoração eucaristíca 3º ano 2017Adoração eucaristíca 3º ano 2017
Adoração eucaristíca 3º ano 2017
 
Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017
Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017
Mistério do terço para a semana de 13 de abril de 2017
 
Oração pelos catequistas e pela catequese 2017
Oração pelos catequistas e pela catequese 2017Oração pelos catequistas e pela catequese 2017
Oração pelos catequistas e pela catequese 2017
 

Último

JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (18)

JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 

Via sacra crianças 2017

  • 2. 1ª ESTAÇÃO JESUS É CONDENADO À MORTE  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: MC 14, 26-37 Logo de manhã, os sumos-sacerdotes reuniram-se em conselho com os anciãos e os doutores da Lei e todo o Sinédrio; e, tendo manietado Jesus, levaram-no e entregaram-no a Pilatos. Perguntou-lhe Pilatos: «És Tu o rei dos Judeus?» Jesus respondeu-lhe: «Tu o dizes.» Os sumos-sacerdotes acusavam-no de muitas coisas. Pilatos interrogou-o de novo, dizendo: «Não respondes nada? Vê de quantas coisas és acusado!» Mas Jesus nada mais respondeu, de modo que Pilatos estava estupefacto. Tomando novamente a palavra, Pilatos disse-lhes: «Então que quereis que faça daquele a quem chamais rei dos judeus?» Eles gritaram novamente: «Crucifica-o!» Pilatos insistiu: «Que fez Ele de mal?» Mas eles gritaram ainda mais: «Crucifica-o!» COMENTÁRIO: Jesus é interrogado e julgado pelo poder político do seu tempo e não responde às provocações, nem se arma, com poder e triunfo. Até o próprio Pilatos, reconhece que Jesus não fez nada de mal. E Sua Mãe? Onde está? O que lhe vai no coração, ao ver o seu Filho iniciar este caminho de sofrimento? ORAÇÃO: Ó Jesus, é difícil sermos discretos e ficamos tristes quando passamos despercebidos, pois tantas vezes queremos dar nas vistas. Ensina-nos a sermos humildes e a aceitar aquilo que está certo, mesmo quando não gostamos. Que cada um de nós seja motivo de alegria, para as nossas mães que sempre nos protegem. CÂNTICO: Senhor, quem entrará No santuário p'ra Te louvar (bis) Quem tem as mãos limpas, o coração puro Quem não é vaidoso e sabe amar (bis)
  • 3. 2ª ESTAÇÃO JESUS CARREGA COM A CRUZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: Mc 15,20 Depois de o terem escarnecido, tiraram-lhe o manto de púrpura e revestiram-no das suas vestes. Levaram-no, então, para o crucificar. COMENTÁRIO: Ainda de manhã, Jesus carrega a Cruz. E é triste vê-lo sem o seu manto. Ficar quase nu, à vista de todos. Também Maria, ia carregando a sua cruz, provavelmente calada mas com vontade de aliviar o peso que o Filho carregava sobre os ombros. ORAÇÃO: Ó Jesus, quantas coisas acontecem no nosso dia! Às vezes portamo-nos menos bem e da escola telefonam às mães por causa das nossas traquinices. Ensina-nos a controlar-nos para que não seja pesada a cruz das mães, na educação dos filhos. CÂNTICO: Perdoa, Senhor, o nosso dia, a ausência de gestos generosos A fraqueza dos atos consentidos, a vida nos momentos mal-amados. Perdoa o espaço que Te não demos, perdoa porque não nos libertámos Perdoa as correntes que pusemos, em Ti, Senhor, porque não ousámos.
  • 4. 3ª ESTAÇÃO JESUS CAI PELA PRIMEIRA VEZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: Mt 16, 24-25 “Jesus disse então aos discípulos: «Se alguém quiser vir após Mim, renegue- se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me, pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem perder a sua vida por minha causa, salvá-la-á.».” COMENTÁRIO: Durante o caminho, Jesus tem dificuldades com o peso da cruz e perde as forças para concretizar esta difícil tarefa. Talvez a Sua Mãe também já estivesse com dificuldade de ver e suportar o Seu sofrimento. Mas, por certo, nunca O abandonou. ORAÇÃO: Ó Jesus, mal acordamos, começam logo a recordar-nos as tarefas do dia, quando ainda temos tanto sono. Às vezes, resmungamos e fazemos birras. Ensina-nos a acordar bem-dispostos, a dizer palavras bonitas. E quando não há palavras bonitas, ensina-nos a calar e a fazer silêncio. Faz com que o nosso olhar de amor, fale por nós e por Ti, quando as nossas mães se empenham para que nada falte ao nosso dia! CÂNTICO: Confiarei nessa voz que não se impõe mas que ouço bem cá dentro no silêncio a segredar Confiarei ainda que mil outras vozes corram muito mais velozes para nos fazer parar E avançarei no meu caminho, agora eu sei que Tu comigo vens também, aonde fores aí estarei, sem medo avançarei. O SENHOR É MEU PASTOR, SEI QUE NADA TEMEREI, ELE GUIA O MEU ANDAR, SEM MEDO AVANÇAREI!
  • 5. 4ª ESTAÇÃO JESUS ENCONTRA SUA MÃE  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: Mt 28, 55 “Também estavam ali, observando tudo, algumas mulheres que desde a Galileia tinham seguido Jesus para O servirem.” COMENTÁRIO:  Jesus encontra o rosto amoroso de sua mãe. Maria está presente ao lado de Jesus nos Seus momentos de dor. Também está ao nosso lado quando sofremos, estamos sós ou tristes.  Podemos confiar sempre em Maria, pois Ela é o melhor caminho para chegar a Jesus. Maria ensina-nos a sermos discípulos fiéis, seguindo e servindo Jesus em todo o momento. ORAÇÃO: Ó Jesus, nem sempre damos atenção às nossas mães e aos nossos pais, que nos deram a vida. Nem sempre damos conta que precisam de nós e que os podíamos ajudar nalguma coisa. Ajuda-nos a sermos meigos e atentos com eles, como somos com os nossos maiores amigos. Obrigado por nos teres dado Maria, como nossa Mãe. CÂNTICO: Sempre um sorriso na boca, mas não é um sorriso que vai e vem É aquele sorriso que se troca entre o filho e a mãe OH MARIA, OH MARIA, OH MARIA, OH NOSSA MÃE!
  • 6. 5ª ESTAÇÃO JESUS É AJUDADO A LEVAR A CRUZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: MC 15, 21 Para lhe levar a cruz, requisitaram um homem que passava por ali ao regressar dos campos, um tal Simão de Cirene, pai de Alexandre e de Rufo. COMENTÁRIO: Jesus aceita a ajuda de um homem, para levar a sua Cruz. Também nós devemos ajudar os que nos procuram e aceitar a ajuda dos outros quando estamos fracos. Maria, sabia que Jesus já estava fraco para aguentar o peso daquela cruz tão pesada. Vigilante, como só uma mãe sabe ser, devia ter agradecido a Deus por este Simão de Cirene. ORAÇÃO: Ó Jesus, quantas vezes voltamos as costas a quem nos pede uma ajuda, porque está com alguma dificuldade. Que sejamos sempre capazes de ajudar aqueles que precisam de nós. Porque ainda não sabemos tudo, dá forças às nossas mães e aos nossos pais para nos ajudarem a crescer, e nos ensinarem a amar-Te como Tu nos amas. CÂNTICO: É impossível eu não crer em Ti, é impossível eu não Te encontrar É impossível não fazer de Ti, meu ideal
  • 7. 6ª ESTAÇÃO VERÓNICA ENXUGA O ROSTO DE JESUS  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: LC 8, 1-2 “Ia, em seguida de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, pregando e anunciando a Boa Nova do reino de Deus. Acompanhavam-n´O os Doze e algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades…” COMENTÁRIO: No caminho, uma mulher aproxima-se de Jesus e limpa o Seu rosto cansado. Essa mulher, que a tradição da Igreja chamou de Verónica, é uma pessoa valente e decidida que ajuda Jesus. Estava solidária com Maria, na procura do alívio do sofrimento de Jesus, mas percebeu que Ele estava ali a sofrer também por ela. ORAÇÃO: Ó Jesus, é às vezes difícil estarmos atentos em todas as horas do dia, e em especial quando estamos cansados. Às vezes, parece que o tempo não passa, que nunca mais chega a hora para descansar ou brincar. Ajuda-nos a perceber que cada hora tem a sua beleza, pois Tu és o amigo de todas as horas, e nos dás uma mãe para nos cuidar em cada dia. CÂNTICO: Eu busco a Tua face, a Tua face ó Senhor Eu procuro encontrar-Te, nos irmãos, no amor. Vós sois Corpo de Cristo, vós sois Sangue de Cristo Vós sois o Amor de Cristo. Então que fizestes a Cristo?
  • 8. 7ª ESTAÇÃO JESUS CAI PELA SEGUNDA VEZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: IS 53, 5 “Mas foi castigado pelos nossos crimes, esmagado pelas nossas iniquidades; o castigo que nos salva pesou sobre Ele, fomos curados nas Suas chagas.” COMENTÁRIO: Jesus não está a pensar só nos seus sofrimentos. Ele é capaz ainda de olhar para o lado e de ver o sofrimento dos outros. Ele lembra-se do bom ladrão. Sua Mãe também se mantinha por perto para não perder nunca o Seu olhar e poder perceber o que Ele sentia. ORAÇÃO: Ó Jesus, ocupados com as nossas coisas, nem sempre nos lembramos dos outros. Os outros colegas também têm trabalhos de casa, também têm problemas de saúde ou dificuldades em aprender. Ensina-nos a lembrar-nos deles quando precisam de nós. E a lembrar-nos sempre de Ti, e das nossas mães, pois somos fracos e pequeninos e sem isso não sabemos, muitas vezes, o que fazer CÂNTICO: Nada podem contra o amor, nem tudo o que ele contém. Quem o tem, tem paz, não quer perdê-lo. Quem não o tem , não o conhece, não pode vencê-lo. Nada podem contra o que é de Deus!
  • 9. 8ª ESTAÇÃO JESUS CONSOLA AS MULHERES DE JERUSALÉM  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: LC 23, 27-30 Seguiam Jesus uma grande multidão de povo e umas mulheres que batiam no peito e se lamentavam por Ele. Jesus voltou-se para elas e disse-lhes: «Filhas de Jerusalém, não choreis por mim, chorai antes por vós mesmas e pelos vossos filhos. COMENTÁRIO: As mulheres estavam bem próximas de Jesus. E Jesus olha para elas, com amor, lembrando que é mais triste pecar e ofender a Deus, do que carregar uma Cruz. Este olhar de amor devia ter sido para Maria um conforto no seu coração sofrido de mãe. ORAÇÃO: Ó Jesus, quantas vezes, sentimos saudades das nossas mães, das nossas avós, das mulheres da nossa família. Fazem-nos falta, os seus carinhos, os seus sorrisos, a sua companhia. Obrigado, ó Jesus, por todas as avós, por todas as mães e por todos os que dão alegria aos nossos corações. CÂNTICO: Vede, Senhor quanta gente nunca ouviu falar de Vós. Quanta gente não sabe que deve amar alguém, Senhor aceita-nos assim! Vede, Senhor nós chegámos prontos a dar o que temos. A vida alegre ou triste, o amor que em nós existe, Senhor aceita-nos assim!
  • 10. 9ª ESTAÇÃO JESUS CAI PELA TERCEIRA VEZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: JO 19, 23-24 “Bem-aventurados os que sofrem perseguição, por causa da justiça, porque deles é o reino dos Céus.” COMENTÁRIO:  Pobre Jesus, que cansado está e quanto sofrimento suporta! Ele é o Senhor da Misericórdia, Ele que tem um coração grande, bom e compassivo. Ele que não se aborrece e tem muita paciência. Ele que está cheio de amor por todos. Ele que é sempre fiel em todas as situações.  Maria também continuou fiel ao projeto que Deus destinou para si porque acreditou sempre, mesmo perante os problemas, que vale a pena o esforço, porque assim se constrói o Reino de Deus. ORAÇÃO: Ó Jesus, por vezes, tal como Tu, somos acusados ou criticados injustamente. E isso é duro. Temos colegas que gostam de nos provocar ou ignorar. Revoltamo-nos com isso, mas deveríamos seguir o Teu exemplo. Dá-nos força e serenidade, como deste a Maria, para tolerar as injustiças e ajudar a corrigir estas atitudes. CÂNTICO: Senhor, se a Tua voz eu não ouvi E por caminhos do mal me perdi PERDÃO, SENHOR, PERDÃO, SENHOR Senhor, se não Te amei no irmão Fechando a ele o meu coração
  • 11. 10ª ESTAÇÃO JESUS É DESPIDO DAS SUAS ROUPAS  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: JO 19, 23-24 “Tendo os soldados crucificado Jesus, tomaram as Suas vestes de que fizeram quatro partes uma para cada soldado e também a túnica. A túnica, toda tecida de alto a baixo, não tinha costura. Disseram uns aos outros: «Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela, para ver de quem será». Assim se cumpriu a escritura: «Repartiram entre si as Minhas vestes e sobre a Minha túnica deitaram sortes». Assim fizeram pois os soldados.” COMENTÁRIO: Jesus fica sem nada, despojado de tudo. Está muito fraco, sem defesa, esgotado. Está-se sempre assim quando se é rejeitado. Já Lhe tiraram a sua força e dignidade, agora tiram-Lhe também as suas roupas. Podem tirar-Lhe as suas vestes, mas o Seu amor, ninguém lho tira. Maria também está esgotada, tal como Filho, pois sente-se impotente para O cuidar como sempre tinha feito até ali. Mas sabe que o amor entre os dois não tem fim. ORAÇÃO: Ó Jesus, quantas vezes queremos ter coisas boas da Tua parte, sem nada fazermos por isso! É pedir-Te que nos ajudes nos testes sem nos empenharmos muito a estudar, ou exigir dos nossos pais uma recompensa sem a merecermos. Quando assim procedemos, é como se quiséssemos um pedaço das tuas vestes! Ajuda-nos a sermos empenhados nos nossos deveres e assim faremos mais felizes os que nos amam. CÂNTICO: Passam os dias, passam as horas, mas p’ra nós o que conta é ficar em Ti. Unidos Te oferecemos as nossas vidas com os erros de sempre. Oh! Senhor!
  • 12. 11ª ESTAÇÃO JESUS É PREGADO NA CRUZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: LC 23, 33 Quando chegaram a um lugar chamado Calvário, crucificaram-n´O a Ele e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda. COMENTÁRIO: Quanto sofrimento Jesus suportou! Deu o maior exemplo de amor que alguém algum dia poderia dar. Foi também um exemplo de obediência e de força espiritual. Maria acompanhou-O nesse sofrimento, sentido no mais profundo do seu coração de mãe que ama o seu Filho, mais que à própria vida. ORAÇÃO: Ó Jesus, quantas vezes fazemos de conta que não Te conhecemos. Esquecemo-nos de falar Contigo, de mostrar que somos teus amigos, a Ti que tanto sofreste por nós. Quando nos esquecermos de Ti, perdoa-nos. Basta- nos o Teu olhar, ó Jesus, para nos sentirmos bem. Isso acontece também com as nossas mães, pelas quais Te rezamos para que tenham sempre confiança em Ti, nas dificuldades do dia-a-dia. CÂNTICO: Deus é amor, para mim e para ti, olha e cuida de nós como um pai Dele recebemos toda a alegria, Deus está junto a nós. OLHA PARA MIM E P’RA TI TAMBÉM, COM AMOR DE PAI.
  • 13. 12ª ESTAÇÃO JESUS MORRE NA CRUZ  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: MC 15, 33-37 Às três da tarde, Jesus exclamou em alta voz: «Meu Deus, meu Deus, porque me abandonaste»? Ao ouvi-lo, alguns que estavam ali disseram: «Está a chamar por Elias!» Um deles correu a embeber uma esponja em vinagre, pô-la numa cana e deu-lhe de beber, dizendo: «Esperemos, a ver se Elias vem tirá- lo dali.» Mas Jesus, com um grito forte, expirou. COMENTÁRIO: Sua Mãe, por certo, sentiu uma dor profunda perante a perda do seu Filho. Acreditamos porém, que a sua fé e esperança ficaram inabaláveis. Façamos silêncio. Ouçamos a nossa respiração. Jesus morreu para ressuscitar e fazer respirar o Seu amor no nosso coração. (silêncio total) ORAÇÃO: Ó Jesus, quando olhamos para a Tua cruz, sabemos que nos amas de verdade, porque foste capaz de dar a vida por amor, a nós, aqui presentes, e a toda a humanidade. Tu ensinas-nos que o bom amigo é capaz de dar a vida pelos que ama. Ajuda- nos a amar de verdade não só os que nos rodeiam mas todos aqueles que não têm amigos. CÂNTICO: Nada podem contra o amor, nem tudo o que ele contém. Quem o tem, tem paz, não quer perdê-lo. Quem não o tem , não o conhece, não pode vencê-lo. Nada podem contra o que é de Deus!
  • 14. 13ª ESTAÇÃO O CORPO DE JESUS É RETIRADO DA CRUZ E DEPOSITADO NOS BRAÇOS DE MARIA  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: JO 19, 38 Depois disso, José de Arimateia, que era discípulo de Jesus, mas ocultamente, por medo dos judeus, rogou a Pilatos a autorização para tirar o corpo de Jesus... COMENTÁRIO: No momento que Jesus foi tirado da Cruz, sua Mãe ainda lá estava. Suportou os sofrimentos terríveis a que Jesus foi sujeito. José, o pai de Jesus, teria já morrido. Maria permaneceu sempre junto de Jesus, quando todos os outros fugiram e se esconderam com medo. ORAÇÃO: Ó Jesus, nem sempre estamos atentos às ajudas que podemos dar e aos que precisam delas. Ficamos muito confortáveis no nosso grupo de amigos e deveríamos deixar entrar outros que tanto precisam de protecção. Ajuda-nos a acolher os que nos procuram, principalmente os que são vítimas de injustiças, de perseguições, ou os mais desfavorecidos. Faz de nós amigos especiais para eles e para Ti. CÂNTICO: Quando a vida for um sim aos apelos do amanhã, beberemos da nascente que é Deus. Quando o coração for festa a cantar o Deus da vida, nascerá dentro de nós um novo céu!
  • 15. 14ª ESTAÇÃO JESUS É COLOCADO NO SEPULCRO  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: MC 15,42-46 Ao cair da tarde, visto ser a Preparação, isto é, véspera do sábado, José de Arimateia, foi corajosamente procurar Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus. Pilatos espantou-se por Ele já estar morto e, mandando chamar o centurião, perguntou-lhe se já tinha morrido há muito. Informado pelo centurião, Pilatos ordenou que o corpo fosse entregue a José. Este, depois de comprar um lençol, desceu o corpo da cruz e envolveu-o nele. Em seguida, depositou-o num sepulcro cavado na rocha e rolou uma pedra sobre a entrada do sepulcro. COMENTÁRIO: Jesus está sepultado. É como uma semente de trigo que é lançada à terra. Aí morre, para dar muito fruto. Maria, faz o luto da Sua morte mas coloca a esperança na vida eterna, junto de Deus que a escolheu para viver a experiência de um amor sem par. ORAÇÃO: Ó Jesus, nos momentos difíceis, quando não se vêem logo os resultados do nosso esforço, nem sempre é fácil acreditar que valeu a pena. Dá aos nossos pais, educadores e professores a Tua confiança de Semeador. Faz com que eles acreditem, que sempre vale a pena. Dá-lhes a certeza, de que nenhum sacrifício é em vão. Nós te pedimos, ó Jesus: enche de frutos, de alegria e de Paz, a vida deles e a de todos nós. Para que Tu vivas, em Páscoa, nos nossos corações! CÂNTICO: Uma sementinha de trigo caiu no chão e brotou, caiu no chão e brotou. Foi crescendo, foi crescendo e em Pão da Vida se tornou.
  • 16. 15ª ESTAÇÃO JESUS RESSUSCITADO, VIVE ENTRE NÓS  Nós vos adoramos e bendizemos, ó Jesus  Porque remistes o mundo pela Vossa Santa cruz LEITURA: JO 20, 19-20 “Na tarde desse dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas da casa onde os discípulos se achavam juntos com medo dos judeus, veio Jesus pôr-se no meio deles e disse-lhes: «A paz esteja convosco.» Dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e o lado. Alegraram-se os discípulos, vendo o Senhor.” COMENTÁRIO: Jesus Ressuscitado vive na comunidade que se reúne e tenta viver segundo os Seus ensinamentos, construindo o Reino de Deus aqui na terra, procurando a Justiça e a paz para todos os homens e mulheres do mundo. Maria, experimenta a alegria do reencontro com o seu Filho e reforça o dom da sua fé e da disponibilidade para acolher a vontade de Deus, e não a sua. ORAÇÃO: Ó Jesus Ressuscitado, Tu és a nossa força e o nosso guia. Tu és o nosso caminho para a vida. Tu és a Luz que nos conduz, És o pastor que nos chama. Queremos seguir os Teus passos e fazer um mundo de irmãos, em liberdade, justiça e paz. CÂNTICO: Cantai aleluias, não haja mais dor. Ornai-vos de festa, vesti alegria, porque hoje é o dia em que vence o amor. Irmãos alegremo-nos, aleluia! ALELUIA, ALELUIA, ESTE É O DIA EM QUE VENCE O AMOR ALELUIA, ALELUIA, IRMÃOS ALEGREMO-NOS, ALELUIA!