SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Acidente;
Quase Acidente;
Incidente.
VOCÊ SABE A DIFERENÇA?
Isvaldo Gomes de oliveira
Tecnólogo em Seg. do Trabalho
Técnico em Seg. Trabalho
Técnico em Meio Ambiente
Perito Técnico Judicial
Os acidentes de trabalho são regulamentados pela lei 8.213/91
de 24 de julho de 1991, segundo a qual os efeitos no
trabalhador incluem perda ou redução, permanente ou
temporária, da capacidade para o trabalho e até morte.
Acidente
Estão inclusos os ocorridos no trajeto para a
empresa, durante viagens a trabalho,
agressões ocorridas no local e horário de
trabalho e outras doenças que tenham
relação causal com o trabalho.
Os adesivos de segurança alertam sobre os pontos da máquina que exigem maior
atenção. Os adesivos devem ser mantidos em bom estado e substituídos quando
necessário.
DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
Para evitar ferimentos graves, manter sempre as
mãos e roupas afastadas da ventoinha em
movimento e respectiva correia.
Tópicos de Segurança
DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
Aviso!
Sistema de arrefecimento sob pressão.
Esperar resfriar e depois tirar a tampa com
cuidado.
Tópicos de Segurança
DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
3 - Aviso de natureza geral. Ler e compreender todos os
avisos constantes no Manual do Operador.
Tópicos de Segurança
DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
4 e 5 - Para evitar possíveis danos aos olhos, devido
aos sinais de micro ondas emitidos pelo sensor do
radar, nunca olhe diretamente para o sensor.
Tópicos de Segurança
DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
6 - Para evitar acidentes pessoais, nunca se
posicione no implemento ou entre este e o trator,
quando estiver utilizando os comandos externos do
levantador hidráulico.
Tópicos de Segurança
DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
Não verifique vazamentos no circuito hidráulico com as
mãos, a alta pressão pode provocar grave lesão.
Nunca tente fazer as regulagens ou serviços de
manutenção com a máquina em movimento.
AO OPERADOR
Ter cuidado especial ao circular em declives. Perigo de capotar.
Impedir que produtos químicos ( fertilizantes, sementes
tratadas, etc.) entre
em contato com a pele e com as roupas.
AO OPERADOR
Mantenha os lugares de acesso e de trabalho limpos e
livres de óleo, graxas, etc. Perigo de acidente.
Não transporte pessoas se não houver banco adicional
para este fim
AO OPERADOR
Tenha preocupação quando circular
debaixo de cabos elétricos de alta
tensão.
Durante o trabalho utilize sempre
calçados de segurança.
AO OPERADOR
EPI – EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL
 O Equipamento de Proteção Individual - EPI é todo dispositivo ou produto, de uso
individual utilizado pelo trabalhador, destinado a proteção contra riscos capazes de
ameaçar a sua segurança e a sua saúde.
Por que os acidentes ocorrem?
Os acidentes costumam ocorrer devido:
1- ATO INSEGURO;
2- CONDIÇÃO INSEGURA (Violação
excepcional: negar os princípios e regras na
execução do trabalho);
3- FATOR PESSOAL DE INSEGURANÇA
ATO INSEGURO
São condutas nas quais os colaboradores se expõem aos
riscos de acidentes de trabalho. Correspondem ao
desrespeito a um procedimento ou ordem, sendo
responsáveis por muitos dos acidentes laborais.
Exemplo:
•não utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s);
•usar ferramentas de forma improvisada;
•deixar de ter atenção ao executar as atividades;
•limpar as máquinas enquanto estão ligadas ou em movimento;
•consumir entorpecentes durante a jornada de trabalho;
•desenvolver as funções em ritmo intenso;
•manusear equipamentos quando o funcionário não está habilitado a
utilizá-los, para citar alguns.
Condições inseguras
Diz respeito às falhas no ambiente de trabalho que geram
impactos na segurança, podendo ocasionar um acidente. É
necessário ter cuidado para não confundir com os riscos
ocupacionais que abrangem certas atividades, por exemplo,
eletricidade. No caso, a condição insegura acontece quando não
há ou ocorre uma inadequação das normas e equipamentos.
Exemplo:
•ausência de dispositivos ou regras de segurança;
•falhas nas estruturas físicas da organização;
•baixa iluminação;
•processo de manutenção das máquinas e equipamentos inadequado;
•máquinas defeituosas;
•excesso de ruído, entre outros.
FATOR PESSOAL DE INSEGURANÇA:
São os problemas pessoais do indivíduo, problema de saúde, falta
de coordenação motora, conflito familiar, dívidas, falta de
interesse pela atividade desenvolvida, alcoolismo e uso de
substâncias tóxicas. É a causa relativa ao
comportamento humano, que leva a prática do Ato
Inseguro,
Entre alguns exemplos estão:
•Confiança excessiva;
•Desconhecimento ou treinamento insuficiente;
•Fatores psicológicos;
•Má interpretação do perigo;
•Negligência, descuido e falta de atenção no cumprimento da
tarefa ou obrigação;
•Más condições de saúde física e orgânica;
•Imperícia, inabilidade, incompetência, incapacidade.
Quase Acidente
De acordo com o Conselho Nacional de Segurança: quase
acidente “é uma ocorrência imprevista que não resultou em
ferimentos, doença ou dano — mas tinha o potencial de
fazê-lo”. Em outras palavras: é uma atitude que poderia
resultar em acidentes de trabalho, porém, não passou de
um susto.
Vamos para um exemplo prático: Você cumpriu
suas oito horas de trabalho e foi embora
descansar. Ao retornar no dia seguinte, há uma
marreta que caiu de um armário bem no seu
posto de trabalho. Considerando que não houve
dano pessoal algum e não teria a possibilidade de
te atingir, pois você não estava no local, então
dizemos que isso foi um incidente.*
Incidente
Incidente é uma ocorrência inesperada mais branda do que o
acidente, que não causa consequência para nenhuma das
partes, nem para o trabalhador, nem para a empresa.
Para reforçar a diferença entre acidente e incidente, temos o
recurso da Pirâmide de Bird, criada por Frank Bird Jr., em
1969, que mensurou e qualificou os riscos a que os
trabalhadores estão sujeitos nas empresas.
Conhecido também por Diagrama de Causa e efeito ou Diagrama de espinha de peixe,
ferramenta visual para levantar todas as possíveis causas de um ACIDENTE,
INCIDENTE OU QUASE ACIDENTE e assim, descobrir quais são as verdadeiras
causa-raízes do problema.
O Diagrama de Ishikawa
Fim desta apresentação e
continuamos na próxima

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a TREINAMENTO DIFERENÇA DE ACIDENTE E QUASE ACIDENTE.pptx

NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...
NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...
NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...
DaviMarques57
 
NR.01 Treinamento segurança do trabalho.ppt
NR.01 Treinamento segurança do trabalho.pptNR.01 Treinamento segurança do trabalho.ppt
NR.01 Treinamento segurança do trabalho.ppt
ssuser22319e
 
Das Imagens Feias
Das Imagens FeiasDas Imagens Feias
Das Imagens Feias
Ainoan
 
Treinamento de segurança
Treinamento de segurançaTreinamento de segurança
Treinamento de segurança
Jupira Silva
 
Integração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptx
Integração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptxIntegração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptx
Integração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptx
VitorSimes25
 
Integraodesegurana janaina
Integraodesegurana janainaIntegraodesegurana janaina
Integraodesegurana janaina
Janáina Vanira
 

Semelhante a TREINAMENTO DIFERENÇA DE ACIDENTE E QUASE ACIDENTE.pptx (20)

NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...
NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...
NR12 - Boas Praticas de Segurança em Máquinas - 10 Jan 23 [Salvo automaticame...
 
Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012
 
ACIDENTE E INCIDENTE DO TRABALAHO.pptx
ACIDENTE E INCIDENTE DO TRABALAHO.pptxACIDENTE E INCIDENTE DO TRABALAHO.pptx
ACIDENTE E INCIDENTE DO TRABALAHO.pptx
 
NR.01 Treinamento segurança do trabalho.ppt
NR.01 Treinamento segurança do trabalho.pptNR.01 Treinamento segurança do trabalho.ppt
NR.01 Treinamento segurança do trabalho.ppt
 
Das Imagens Feias
Das Imagens FeiasDas Imagens Feias
Das Imagens Feias
 
treinamento segurança do trabalho NR 18.ppt
treinamento segurança do trabalho NR 18.ppttreinamento segurança do trabalho NR 18.ppt
treinamento segurança do trabalho NR 18.ppt
 
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptxacidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
 
Epis.pptx
Epis.pptxEpis.pptx
Epis.pptx
 
Treinamento de segurança
Treinamento de segurançaTreinamento de segurança
Treinamento de segurança
 
Segurança e medicina do trabalho aula2
Segurança e medicina do trabalho aula2Segurança e medicina do trabalho aula2
Segurança e medicina do trabalho aula2
 
Segurança e medicina do trabalho aula6
Segurança e medicina do trabalho aula6Segurança e medicina do trabalho aula6
Segurança e medicina do trabalho aula6
 
Noções básicas de saúde e segurança do trabalhador
Noções básicas de saúde e segurança do trabalhadorNoções básicas de saúde e segurança do trabalhador
Noções básicas de saúde e segurança do trabalhador
 
Integração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptx
Integração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptxIntegração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptx
Integração NR 18 e NR 06 EPI_Slides. SESMT-Qualidade.pptx
 
NR 12 Formação 2021 Cera Johnson.pptx
NR 12 Formação 2021 Cera Johnson.pptxNR 12 Formação 2021 Cera Johnson.pptx
NR 12 Formação 2021 Cera Johnson.pptx
 
Higiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho paHigiene segtrabalho pa
Higiene segtrabalho pa
 
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdfAula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
 
Integraodesegurana janaina
Integraodesegurana janainaIntegraodesegurana janaina
Integraodesegurana janaina
 
IntegracaoSeguerancaTrabalho.pdf
IntegracaoSeguerancaTrabalho.pdfIntegracaoSeguerancaTrabalho.pdf
IntegracaoSeguerancaTrabalho.pdf
 
Acidente do trabalho e doenças ocupacionais
Acidente do trabalho e doenças ocupacionaisAcidente do trabalho e doenças ocupacionais
Acidente do trabalho e doenças ocupacionais
 
Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1
 

TREINAMENTO DIFERENÇA DE ACIDENTE E QUASE ACIDENTE.pptx

  • 1.
  • 2. Acidente; Quase Acidente; Incidente. VOCÊ SABE A DIFERENÇA? Isvaldo Gomes de oliveira Tecnólogo em Seg. do Trabalho Técnico em Seg. Trabalho Técnico em Meio Ambiente Perito Técnico Judicial
  • 3. Os acidentes de trabalho são regulamentados pela lei 8.213/91 de 24 de julho de 1991, segundo a qual os efeitos no trabalhador incluem perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho e até morte. Acidente Estão inclusos os ocorridos no trajeto para a empresa, durante viagens a trabalho, agressões ocorridas no local e horário de trabalho e outras doenças que tenham relação causal com o trabalho.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Os adesivos de segurança alertam sobre os pontos da máquina que exigem maior atenção. Os adesivos devem ser mantidos em bom estado e substituídos quando necessário. DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
  • 7. Para evitar ferimentos graves, manter sempre as mãos e roupas afastadas da ventoinha em movimento e respectiva correia. Tópicos de Segurança DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
  • 8. Aviso! Sistema de arrefecimento sob pressão. Esperar resfriar e depois tirar a tampa com cuidado. Tópicos de Segurança DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
  • 9. 3 - Aviso de natureza geral. Ler e compreender todos os avisos constantes no Manual do Operador. Tópicos de Segurança DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
  • 10. 4 e 5 - Para evitar possíveis danos aos olhos, devido aos sinais de micro ondas emitidos pelo sensor do radar, nunca olhe diretamente para o sensor. Tópicos de Segurança DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
  • 11. 6 - Para evitar acidentes pessoais, nunca se posicione no implemento ou entre este e o trator, quando estiver utilizando os comandos externos do levantador hidráulico. Tópicos de Segurança DESCRIÇÃO DOS DECALQUES DE SEGURANÇA
  • 12. Não verifique vazamentos no circuito hidráulico com as mãos, a alta pressão pode provocar grave lesão. Nunca tente fazer as regulagens ou serviços de manutenção com a máquina em movimento. AO OPERADOR
  • 13. Ter cuidado especial ao circular em declives. Perigo de capotar. Impedir que produtos químicos ( fertilizantes, sementes tratadas, etc.) entre em contato com a pele e com as roupas. AO OPERADOR
  • 14. Mantenha os lugares de acesso e de trabalho limpos e livres de óleo, graxas, etc. Perigo de acidente. Não transporte pessoas se não houver banco adicional para este fim AO OPERADOR
  • 15. Tenha preocupação quando circular debaixo de cabos elétricos de alta tensão. Durante o trabalho utilize sempre calçados de segurança. AO OPERADOR
  • 16. EPI – EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL  O Equipamento de Proteção Individual - EPI é todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado a proteção contra riscos capazes de ameaçar a sua segurança e a sua saúde.
  • 17. Por que os acidentes ocorrem? Os acidentes costumam ocorrer devido: 1- ATO INSEGURO; 2- CONDIÇÃO INSEGURA (Violação excepcional: negar os princípios e regras na execução do trabalho); 3- FATOR PESSOAL DE INSEGURANÇA
  • 18. ATO INSEGURO São condutas nas quais os colaboradores se expõem aos riscos de acidentes de trabalho. Correspondem ao desrespeito a um procedimento ou ordem, sendo responsáveis por muitos dos acidentes laborais. Exemplo: •não utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s); •usar ferramentas de forma improvisada; •deixar de ter atenção ao executar as atividades; •limpar as máquinas enquanto estão ligadas ou em movimento; •consumir entorpecentes durante a jornada de trabalho; •desenvolver as funções em ritmo intenso; •manusear equipamentos quando o funcionário não está habilitado a utilizá-los, para citar alguns.
  • 19. Condições inseguras Diz respeito às falhas no ambiente de trabalho que geram impactos na segurança, podendo ocasionar um acidente. É necessário ter cuidado para não confundir com os riscos ocupacionais que abrangem certas atividades, por exemplo, eletricidade. No caso, a condição insegura acontece quando não há ou ocorre uma inadequação das normas e equipamentos. Exemplo: •ausência de dispositivos ou regras de segurança; •falhas nas estruturas físicas da organização; •baixa iluminação; •processo de manutenção das máquinas e equipamentos inadequado; •máquinas defeituosas; •excesso de ruído, entre outros.
  • 20. FATOR PESSOAL DE INSEGURANÇA: São os problemas pessoais do indivíduo, problema de saúde, falta de coordenação motora, conflito familiar, dívidas, falta de interesse pela atividade desenvolvida, alcoolismo e uso de substâncias tóxicas. É a causa relativa ao comportamento humano, que leva a prática do Ato Inseguro,
  • 21. Entre alguns exemplos estão: •Confiança excessiva; •Desconhecimento ou treinamento insuficiente; •Fatores psicológicos; •Má interpretação do perigo; •Negligência, descuido e falta de atenção no cumprimento da tarefa ou obrigação; •Más condições de saúde física e orgânica; •Imperícia, inabilidade, incompetência, incapacidade.
  • 22. Quase Acidente De acordo com o Conselho Nacional de Segurança: quase acidente “é uma ocorrência imprevista que não resultou em ferimentos, doença ou dano — mas tinha o potencial de fazê-lo”. Em outras palavras: é uma atitude que poderia resultar em acidentes de trabalho, porém, não passou de um susto.
  • 23. Vamos para um exemplo prático: Você cumpriu suas oito horas de trabalho e foi embora descansar. Ao retornar no dia seguinte, há uma marreta que caiu de um armário bem no seu posto de trabalho. Considerando que não houve dano pessoal algum e não teria a possibilidade de te atingir, pois você não estava no local, então dizemos que isso foi um incidente.* Incidente Incidente é uma ocorrência inesperada mais branda do que o acidente, que não causa consequência para nenhuma das partes, nem para o trabalhador, nem para a empresa.
  • 24. Para reforçar a diferença entre acidente e incidente, temos o recurso da Pirâmide de Bird, criada por Frank Bird Jr., em 1969, que mensurou e qualificou os riscos a que os trabalhadores estão sujeitos nas empresas.
  • 25. Conhecido também por Diagrama de Causa e efeito ou Diagrama de espinha de peixe, ferramenta visual para levantar todas as possíveis causas de um ACIDENTE, INCIDENTE OU QUASE ACIDENTE e assim, descobrir quais são as verdadeiras causa-raízes do problema. O Diagrama de Ishikawa
  • 26.
  • 27. Fim desta apresentação e continuamos na próxima