SlideShare uma empresa Scribd logo
TECIDO CONJUNTIVO
MORFOLOGIA DO TECIDO CONJUNTIVO
TECIDO CONJUNTIVO
FISIOLOGIA
                Têm diversas funções:
 Preencher, estabelecer conexão entre os diversos
  tipos de tecidos ou órgãos;
 Sustentar (osso e cartilagem);

 Transportar substâncias (sangue);

 Auxiliar na defesa (glóbulos brancos).
CONSTITUIÇÃO
           É formado por diversas células:
 Fibroblastos;

 Macrófago;

 Mastócito;

 Plasmócito;

 Células adiposas;

 Fibras;

 Substância fundamental amorfa.
FIBROBLASTOS
 Célula ativa;
 Célula mais comum;

 São grandes;

 Função: Sintetizar as fibras do tecido conjuntivo e as
  glicoproteínas da matriz;
MACRÓFAGO

 Células de defesa;
 Responsável pela fagocitose e pinocitose;

 Possui inúmeros lisossomos;
MASTÓCITO
 Células grandes;
 Repleta de grânulos;

 Função: produzir e armazenar mediadores químicos do
  processo inflamatório.
PLASMÓCITO
 Poucas numerosas, porém numerosas em locais onde
  há penetração de bactérias (intestino e pele);
 Rica em RER;

 Função: sintetizar e secretar anticorpos e imunoglobinas;
CÉLULAS ADIPOSAS
   Função: armazenar energia sob forma de lipídeo,
    proteger e de amortecer;
FIBRAS DO TECIDO
   As fibras colágenas são as mais freqüentes no tecido
    conjuntivo e em muitos casos aparecem agrupadas formando
    um feixe. Estas fibras são constituídas pela proteína
    colágeno, que é a proteína mais abundante no corpo humano,
    chegando em torno de 30%. Dão resistência;
   As fibras reticulares são formadas por colágeno tipo III e por
    glicídios. Formam o arcabouço dos órgãos hematopoiéticos e
    também as redes em torno das células musculares e das
    células epiteliais de muitos órgãos, como, por exemplo, do
    fígado e dos rins.Ligam os tecidos aos outros;
    As fibras elásticas são mais finas que as fibras colágenas.
    Ligam-se umas as outras formando uma malha, a qual cede
    facilmente às trações mínimas, porém retomam sua forma
    inicial logo que cessam as forças deformantes. Seu
    componente principal é a elastina, uma proteína estrutural
    mais resistente que o colágeno.Dão elasticidade.
SUBSTÂNCIA FUNDAMENTAL AMORFA
   É constituída principalmente por água,
    polissacarídeos, proteínas, e glicoproteínas.
TIPOS DE TECIDOS CONJUNTIVOS

Tecido conjuntivo frouxo
 É encontrado na pele, nas mucosas, nas glândulas
  e em torno dos vasos sangüíneos e linfáticos,
  formando a fascia e a tela subcutânea.
 É um tecido delicado, flexível e pouco resistente à
  tração;
 Não há predominância de nenhum dos
  constituintes;
TECIDO CONJUNTIVO DENSO

 Predominância de fibra colágena e pouca
  substância fundamental amorfa;
 Tecido Conjuntivo Denso não modelado
  (fibroso): é encontrado formando as cápsulas que
  envolvem o fígado, o baço, o osso, a cartilagem e a
  parte profunda da pele (dando forma as partes do
  corpo). Fibras colágenas entrelaçadas;
 Tecido Conjuntivo Denso modelado
  (tendinoso): ele forma os tendões (ligação dos
  músculos aos ossos) e os ligamentos (ligam os
  ossos entre si). Fibras colágenas em feixes.
  Resistente porém com pouca elasticidade.
TECIDO CONJUNTIVO RETICULAR
 Tecido muito delicado e forma uma rede para
  sustentar as células;
 Abundante em Células reticulares (fibroblastos) e
  fibras reticulares;
 Encontra-se nos órgãos que formam as células do
  sangue (medula óssea).
TECIDO CONJUNTIVO ADIPOSO
 Abundância em células adiposas (adipócitos);
                   Se divide em:
 TC Adiposo unilocular e TC Adiposo multilocular;

 Função: de isolante térmico, de proteção dos
  órgãos contra choques mecânicos e de reserva
  energética;
 Encontra-se:pele do abdomen; nádegas, axilas,
  coxas e nas mamas
TECIDO CONJUNTIVO CARTILAGINOSO
 Bem    resistente;
 Dá sustentação e reveste superfícies articulares
  facilitando os movimentos e é fundamental para o
  crescimento dos ossos longos;
 É encontrada no nariz, nos anéis da traquéia e dos
  brônquios, na orelha externa (pavilhão auditivo),
  na epiglote e em algumas partes da laringe;
 Condrosblastos, células que produzem as fibras
  colágenas e substancia fundamental
  amorfa.Quando diminui a atividade se tornam
  condrócitos.
TECIDO ÓSSEO
FISIOLOGIA
   O tecido ósseo é altamente rígido e resistente e
    suas funções estão relacionadas à sustentação e
    proteção de órgãos vitais do organismo.
    Proporciona apoio aos músculos esqueléticos,
    traduzindo suas contrações em movimentos, além
    de ser um depósito de cálcio, fosfato e mais
    alguns íons, liberando-os no organismo de forma
    controlada.
TECIDO ÓSSEO
   Este tecido é formado por células e material
    extracelular calcificado, chamado de matriz óssea.
    A nutrição de uma das células formadoras do
    tecido ósseo (osteócitos) depende dos canalículos
    presentes na matriz, que possibilitam as trocas de
    íons e moléculas entre os capilares e estas células
    ósseas. Os ossos são recobertos na sua face
    interna (endósteo) e externa (periósteo) por uma
    camada de tecido que possui células osteogênicas.
MATRIZ OSSEA
AS CÉLULAS QUE COMPÕE O TECIDO
ÓSSEO SÃO:
 Osteócitos
 Ficam localizados em cavidades na matriz óssea,
  chamadas de lacunas, sendo que cada uma abriga
  apenas um osteócito. Por entre os canalículos
  estas células se comunicam e trocam moléculas e
  íons pelas junções gap (junções celulares).
  Possuem um formato achatado, semelhantes a
  amêndoas, possuem certa quantidade de retículo
  endoplasmático      rugoso,     complexo     de
  Golgi          pequeno          e        núcleo
  com cromatina condensada. São células de
  extrema importância na manutenção da matriz
  óssea.
OSTEÓCITOS
 Osteoblasto
 Estas células produzem a parte orgânica da matriz
  óssea. Possuem a capacidade de armazenar
  fosfato de cálcio,participando na mineralização da
  matriz. Encontram-se dispostas lado a lado na
  superfície óssea e, quando estão em alta atividade
  de     síntese   apresentam     formato    cuboide,
  com citoplasma basófilo; quando em estado de
  pouca atividade, tornam-se achatados e o
  citoplasma se torna menos basófilo. Quando esta
  célula passa a ficar aprisionada na matriz óssea,
  torna-se um osteócito.
OSTEOBLASTOS
 Osteoclasto

 São  células gigantes, móveis, muito ramificadas,
 contendo inúmeros núcleos, com citoplasma
 granuloso, certas vezes com vacúolos, pouco
 basófilos nas células jovens e acidófilos nas células
 mais velhas. As lacunas cavadas na matriz óssea,
 pelos osteoclastos, recebem o nome de lacunas de
 Howship.       Os       osteoclastos     apresentam
 prolongamentos vilosos, ao redor desta área de
 prolongamento existe uma zona citoplasmática,
 chamada zona clara que é pobre em organelas,
 porém rica em filamentos de actina. Esta zona é um
 local de adesão do Osteoclasto com a matriz óssea
 e cria um ambiente fechado, onde ocorre a
OSTEOCLASTO
O TECIDO ÓSSEO DIVIDE-SE EM DOIS TIPOS:
 Osso compacto
 Não possui espaço medular, mas possui canais
  que       abrigam        nervos      e      vasos
  sanguíneos, conhecidos como canais de Volkmann
  e canais de Havers. Presente, quase que na
  totalidade da diáfise de ossos longos, na periferia
  de ossos curtos, nos ossos chatos formando duas
  camadas que recebem o nome de tábuas interna e
  externa.
TECIDO ÓSSEO COMPACTO
 Osso esponjoso
 Apresenta amplos espaços medulares, formados
  por diversas trabéculas, conferindo ao osso, um
  aspecto poroso, abrigando a medula óssea. É
  encontrado na parte mais profunda da diáfise de
  ossos longos, no centro de ossos curtos e
  separando as tábuas interna e externa dos ossos
  chatos.
TECIDO ÓSSEO ESPONJOSO
EXISTE OUTRA CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS:
 Tecido ósseo primário ou imaturo
 É o primeiro tecido ósseo que aparece no osso,
  sendo substituído aos poucos por tecido ósseo
  lamelar. Em adultos, persiste apenas perto das
  suturas dos ósseos do crânio, nos alvéolos
  dentários e em algumas regiões de inserção dos
  tendões.
TECIDO ÓSSEO PRIMÁRIO OU IMATURO
 Tecido ósseo secundário ou lamelar
 Geralmente é encontrado nos adultos, sendo que
  sua característica principal reside no fato de possui
  fibras colágenas organizadas em lamelas,
  paralelas, ou dispostas de forma concêntrica ao
  redor dos canais e vasos, dando origem aos
  sistemas de Havers.
TECIDO ÓSSEO SECUNDÁRIO OU LAMELAR
ONDE É ENCONTRADO ?
   O sistema ou tecido ósseo é um tecido
    conjuntivo bem rígido, encontrado nos ossos do
    esqueleto das vertebradas, onde ele é o tecido
    mais abundante. Suas funções principais são:
    sustentar o corpo; permitir a realização de
    movimentos; proteger certos órgãos e realizar a
    produção de elementos celulares do sangue, além
    de ser calcificado.
INTEGRANTES
 Matheus 10,0
 Mateus 10,0

 Gustavo 8,0

 Vitinho 8,0

 Antônio 8,0

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
Marcia Bantim
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
Rodolfo Ferreira de Oliveira
 
Tecido conjuntivo e epitelial 2o a
Tecido conjuntivo e epitelial 2o aTecido conjuntivo e epitelial 2o a
Tecido conjuntivo e epitelial 2o a
SESI 422 - Americana
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
letyap
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
Altair Hoepers
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
Pedro Klein Garcia
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
Leonardo Ribeiro
 
Tecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposoTecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposo
Caio Maximino
 
O sistema elástico 3
O sistema elástico 3O sistema elástico 3
O sistema elástico 3
Celiane Oliveira
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
marinadapieve
 
Tec Conjuntivo
Tec ConjuntivoTec Conjuntivo
Tec Conjuntivo
Natalianeto
 
Tecido Cartilaginoso
Tecido CartilaginosoTecido Cartilaginoso
Tecido Cartilaginoso
Natalianeto
 
4.tecido cartilaginoso
4.tecido cartilaginoso4.tecido cartilaginoso
4.tecido cartilaginoso
Ana Paula Ribeiro
 
Histologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervoso
Histologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervosoHistologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervoso
Histologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervoso
robervalmoraes
 
Tecido conjuntivo 9ª
Tecido conjuntivo   9ªTecido conjuntivo   9ª
Tecido conjuntivo 9ª
Marcia Bantim
 
Slide tecido conjuntivo
Slide tecido conjuntivoSlide tecido conjuntivo
Slide tecido conjuntivo
lucivaldasoares
 
1a3-tecido conjuntivo frouxo
1a3-tecido conjuntivo frouxo1a3-tecido conjuntivo frouxo
1a3-tecido conjuntivo frouxo
professorfabiovalente
 
Histologia - Tecidos
Histologia - TecidosHistologia - Tecidos
Histologia - Tecidos
Gilmar Giraldelli
 
Tecido conjuntivo I
Tecido conjuntivo ITecido conjuntivo I
Tecido conjuntivo I
emanuel
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
Malu Serodio
 

Mais procurados (20)

Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
 
Tecido conjuntivo e epitelial 2o a
Tecido conjuntivo e epitelial 2o aTecido conjuntivo e epitelial 2o a
Tecido conjuntivo e epitelial 2o a
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposoTecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposo
 
O sistema elástico 3
O sistema elástico 3O sistema elástico 3
O sistema elástico 3
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tec Conjuntivo
Tec ConjuntivoTec Conjuntivo
Tec Conjuntivo
 
Tecido Cartilaginoso
Tecido CartilaginosoTecido Cartilaginoso
Tecido Cartilaginoso
 
4.tecido cartilaginoso
4.tecido cartilaginoso4.tecido cartilaginoso
4.tecido cartilaginoso
 
Histologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervoso
Histologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervosoHistologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervoso
Histologia tecido conjuntivo especial, muscular e nervoso
 
Tecido conjuntivo 9ª
Tecido conjuntivo   9ªTecido conjuntivo   9ª
Tecido conjuntivo 9ª
 
Slide tecido conjuntivo
Slide tecido conjuntivoSlide tecido conjuntivo
Slide tecido conjuntivo
 
1a3-tecido conjuntivo frouxo
1a3-tecido conjuntivo frouxo1a3-tecido conjuntivo frouxo
1a3-tecido conjuntivo frouxo
 
Histologia - Tecidos
Histologia - TecidosHistologia - Tecidos
Histologia - Tecidos
 
Tecido conjuntivo I
Tecido conjuntivo ITecido conjuntivo I
Tecido conjuntivo I
 
Tecido Conjuntivo
Tecido ConjuntivoTecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
 

Semelhante a Tecido conjuntivo e ósseo 2o b

Tecido conjuntivo especial
Tecido conjuntivo especialTecido conjuntivo especial
Tecido conjuntivo especial
URCA
 
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdfAtividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
ManoelaLorentzen
 
Tecido ósseo certo
Tecido ósseo   certoTecido ósseo   certo
Tecido ósseo certo
Larissa Seabra
 
Tecido Ósseo
Tecido Ósseo Tecido Ósseo
Tecido Ósseo
LucianeGomes13
 
Histologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptx
Histologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptxHistologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptx
Histologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptx
Vinicius Lopes
 
Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.
Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.
Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.
Paulocosta510
 
Anatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidosAnatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidos
Nathanael Amparo
 
Histol tecidos conjuntivos
Histol tecidos conjuntivosHistol tecidos conjuntivos
Histol tecidos conjuntivos
ANA LUCIA FARIAS
 
Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
gracielabtonin
 
histologia e ortopedia
histologia e ortopediahistologia e ortopedia
histologia e ortopedia
Jânio CArvalho
 
Tecido ósseo 2o a
Tecido ósseo 2o aTecido ósseo 2o a
Tecido ósseo 2o a
SESI 422 - Americana
 
Histologiahumana completa
Histologiahumana completaHistologiahumana completa
Histologiahumana completa
Roberta Lemos
 
Tecido ósseo-1
Tecido ósseo-1Tecido ósseo-1
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
Gov. Estado do Paraná
 
Histologia prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOM
Histologia   prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOMHistologia   prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOM
Histologia prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOM
singridsimone
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
Hamilton F Nobrega
 
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologiaAula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Cintia Colotoni
 
Histologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdfHistologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdf
JULIANAALVESMIRANDA
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
Thais Benicio
 
TECIDO ÓSSEO
TECIDO ÓSSEOTECIDO ÓSSEO
TECIDO ÓSSEO
GabrielaSoares07
 

Semelhante a Tecido conjuntivo e ósseo 2o b (20)

Tecido conjuntivo especial
Tecido conjuntivo especialTecido conjuntivo especial
Tecido conjuntivo especial
 
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdfAtividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
 
Tecido ósseo certo
Tecido ósseo   certoTecido ósseo   certo
Tecido ósseo certo
 
Tecido Ósseo
Tecido Ósseo Tecido Ósseo
Tecido Ósseo
 
Histologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptx
Histologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptxHistologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptx
Histologia tecido conjuntivo e tecido osseo odonto.pptx
 
Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.
Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.
Histologia Animal - Tecido Epitelial e Tecido Conjuntivo.
 
Anatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidosAnatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidos
 
Histol tecidos conjuntivos
Histol tecidos conjuntivosHistol tecidos conjuntivos
Histol tecidos conjuntivos
 
Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
 
histologia e ortopedia
histologia e ortopediahistologia e ortopedia
histologia e ortopedia
 
Tecido ósseo 2o a
Tecido ósseo 2o aTecido ósseo 2o a
Tecido ósseo 2o a
 
Histologiahumana completa
Histologiahumana completaHistologiahumana completa
Histologiahumana completa
 
Tecido ósseo-1
Tecido ósseo-1Tecido ósseo-1
Tecido ósseo-1
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Histologia prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOM
Histologia   prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOMHistologia   prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOM
Histologia prova - tec. adiposo, conjuntivo, ósseo MUITO BOM
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
 
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologiaAula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologia
 
Histologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdfHistologia humana GAP 2023.pdf
Histologia humana GAP 2023.pdf
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
TECIDO ÓSSEO
TECIDO ÓSSEOTECIDO ÓSSEO
TECIDO ÓSSEO
 

Mais de SESI 422 - Americana

Origem da vida e Evolução
Origem da vida e EvoluçãoOrigem da vida e Evolução
Origem da vida e Evolução
SESI 422 - Americana
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
SESI 422 - Americana
 
Bioquímica básica
Bioquímica básicaBioquímica básica
Bioquímica básica
SESI 422 - Americana
 
Expressividade e penetrância
Expressividade e penetrânciaExpressividade e penetrância
Expressividade e penetrância
SESI 422 - Americana
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
SESI 422 - Americana
 
Casos especiais de herança
Casos especiais de herançaCasos especiais de herança
Casos especiais de herança
SESI 422 - Americana
 
Exercícios 2
Exercícios 2Exercícios 2
Exercícios 2
SESI 422 - Americana
 
Probabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramasProbabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramas
SESI 422 - Americana
 
Textos novas espécies
Textos novas espéciesTextos novas espécies
Textos novas espécies
SESI 422 - Americana
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Cromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelosCromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelos
SESI 422 - Americana
 
Genética mendeliana básica
Genética mendeliana básicaGenética mendeliana básica
Genética mendeliana básica
SESI 422 - Americana
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
SESI 422 - Americana
 
Projeto terrário
Projeto terrárioProjeto terrário
Projeto terrário
SESI 422 - Americana
 
Projeto paleontólogos
Projeto paleontólogosProjeto paleontólogos
Projeto paleontólogos
SESI 422 - Americana
 
Garça branca
Garça brancaGarça branca
Garça branca
SESI 422 - Americana
 
Reportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalasReportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalas
SESI 422 - Americana
 
Capivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundoCapivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundo
SESI 422 - Americana
 
Lírios
LíriosLírios

Mais de SESI 422 - Americana (20)

Origem da vida e Evolução
Origem da vida e EvoluçãoOrigem da vida e Evolução
Origem da vida e Evolução
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
 
Bioquímica básica
Bioquímica básicaBioquímica básica
Bioquímica básica
 
Expressividade e penetrância
Expressividade e penetrânciaExpressividade e penetrância
Expressividade e penetrância
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
Casos especiais de herança
Casos especiais de herançaCasos especiais de herança
Casos especiais de herança
 
Exercícios 2
Exercícios 2Exercícios 2
Exercícios 2
 
Probabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramasProbabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramas
 
Textos novas espécies
Textos novas espéciesTextos novas espécies
Textos novas espécies
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Cromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelosCromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelos
 
Genética mendeliana básica
Genética mendeliana básicaGenética mendeliana básica
Genética mendeliana básica
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
 
Projeto terrário
Projeto terrárioProjeto terrário
Projeto terrário
 
Projeto paleontólogos
Projeto paleontólogosProjeto paleontólogos
Projeto paleontólogos
 
Garça branca
Garça brancaGarça branca
Garça branca
 
Reportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalasReportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalas
 
Capivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundoCapivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundo
 
Lírios
LíriosLírios
Lírios
 

Tecido conjuntivo e ósseo 2o b

  • 2. MORFOLOGIA DO TECIDO CONJUNTIVO
  • 3. TECIDO CONJUNTIVO FISIOLOGIA Têm diversas funções:  Preencher, estabelecer conexão entre os diversos tipos de tecidos ou órgãos;  Sustentar (osso e cartilagem);  Transportar substâncias (sangue);  Auxiliar na defesa (glóbulos brancos).
  • 4. CONSTITUIÇÃO É formado por diversas células:  Fibroblastos;  Macrófago;  Mastócito;  Plasmócito;  Células adiposas;  Fibras;  Substância fundamental amorfa.
  • 5. FIBROBLASTOS  Célula ativa;  Célula mais comum;  São grandes;  Função: Sintetizar as fibras do tecido conjuntivo e as glicoproteínas da matriz;
  • 6. MACRÓFAGO  Células de defesa;  Responsável pela fagocitose e pinocitose;  Possui inúmeros lisossomos;
  • 7. MASTÓCITO  Células grandes;  Repleta de grânulos;  Função: produzir e armazenar mediadores químicos do processo inflamatório.
  • 8. PLASMÓCITO  Poucas numerosas, porém numerosas em locais onde há penetração de bactérias (intestino e pele);  Rica em RER;  Função: sintetizar e secretar anticorpos e imunoglobinas;
  • 9. CÉLULAS ADIPOSAS  Função: armazenar energia sob forma de lipídeo, proteger e de amortecer;
  • 10. FIBRAS DO TECIDO  As fibras colágenas são as mais freqüentes no tecido conjuntivo e em muitos casos aparecem agrupadas formando um feixe. Estas fibras são constituídas pela proteína colágeno, que é a proteína mais abundante no corpo humano, chegando em torno de 30%. Dão resistência;  As fibras reticulares são formadas por colágeno tipo III e por glicídios. Formam o arcabouço dos órgãos hematopoiéticos e também as redes em torno das células musculares e das células epiteliais de muitos órgãos, como, por exemplo, do fígado e dos rins.Ligam os tecidos aos outros;  As fibras elásticas são mais finas que as fibras colágenas. Ligam-se umas as outras formando uma malha, a qual cede facilmente às trações mínimas, porém retomam sua forma inicial logo que cessam as forças deformantes. Seu componente principal é a elastina, uma proteína estrutural mais resistente que o colágeno.Dão elasticidade.
  • 11. SUBSTÂNCIA FUNDAMENTAL AMORFA  É constituída principalmente por água, polissacarídeos, proteínas, e glicoproteínas.
  • 12. TIPOS DE TECIDOS CONJUNTIVOS Tecido conjuntivo frouxo  É encontrado na pele, nas mucosas, nas glândulas e em torno dos vasos sangüíneos e linfáticos, formando a fascia e a tela subcutânea.  É um tecido delicado, flexível e pouco resistente à tração;  Não há predominância de nenhum dos constituintes;
  • 13. TECIDO CONJUNTIVO DENSO  Predominância de fibra colágena e pouca substância fundamental amorfa;  Tecido Conjuntivo Denso não modelado (fibroso): é encontrado formando as cápsulas que envolvem o fígado, o baço, o osso, a cartilagem e a parte profunda da pele (dando forma as partes do corpo). Fibras colágenas entrelaçadas;  Tecido Conjuntivo Denso modelado (tendinoso): ele forma os tendões (ligação dos músculos aos ossos) e os ligamentos (ligam os ossos entre si). Fibras colágenas em feixes. Resistente porém com pouca elasticidade.
  • 14.
  • 15. TECIDO CONJUNTIVO RETICULAR  Tecido muito delicado e forma uma rede para sustentar as células;  Abundante em Células reticulares (fibroblastos) e fibras reticulares;  Encontra-se nos órgãos que formam as células do sangue (medula óssea).
  • 16. TECIDO CONJUNTIVO ADIPOSO  Abundância em células adiposas (adipócitos); Se divide em:  TC Adiposo unilocular e TC Adiposo multilocular;  Função: de isolante térmico, de proteção dos órgãos contra choques mecânicos e de reserva energética;  Encontra-se:pele do abdomen; nádegas, axilas, coxas e nas mamas
  • 17.
  • 18. TECIDO CONJUNTIVO CARTILAGINOSO  Bem resistente;  Dá sustentação e reveste superfícies articulares facilitando os movimentos e é fundamental para o crescimento dos ossos longos;  É encontrada no nariz, nos anéis da traquéia e dos brônquios, na orelha externa (pavilhão auditivo), na epiglote e em algumas partes da laringe;  Condrosblastos, células que produzem as fibras colágenas e substancia fundamental amorfa.Quando diminui a atividade se tornam condrócitos.
  • 19.
  • 21. FISIOLOGIA  O tecido ósseo é altamente rígido e resistente e suas funções estão relacionadas à sustentação e proteção de órgãos vitais do organismo. Proporciona apoio aos músculos esqueléticos, traduzindo suas contrações em movimentos, além de ser um depósito de cálcio, fosfato e mais alguns íons, liberando-os no organismo de forma controlada.
  • 23. Este tecido é formado por células e material extracelular calcificado, chamado de matriz óssea. A nutrição de uma das células formadoras do tecido ósseo (osteócitos) depende dos canalículos presentes na matriz, que possibilitam as trocas de íons e moléculas entre os capilares e estas células ósseas. Os ossos são recobertos na sua face interna (endósteo) e externa (periósteo) por uma camada de tecido que possui células osteogênicas.
  • 25. AS CÉLULAS QUE COMPÕE O TECIDO ÓSSEO SÃO:  Osteócitos  Ficam localizados em cavidades na matriz óssea, chamadas de lacunas, sendo que cada uma abriga apenas um osteócito. Por entre os canalículos estas células se comunicam e trocam moléculas e íons pelas junções gap (junções celulares). Possuem um formato achatado, semelhantes a amêndoas, possuem certa quantidade de retículo endoplasmático rugoso, complexo de Golgi pequeno e núcleo com cromatina condensada. São células de extrema importância na manutenção da matriz óssea.
  • 27.  Osteoblasto  Estas células produzem a parte orgânica da matriz óssea. Possuem a capacidade de armazenar fosfato de cálcio,participando na mineralização da matriz. Encontram-se dispostas lado a lado na superfície óssea e, quando estão em alta atividade de síntese apresentam formato cuboide, com citoplasma basófilo; quando em estado de pouca atividade, tornam-se achatados e o citoplasma se torna menos basófilo. Quando esta célula passa a ficar aprisionada na matriz óssea, torna-se um osteócito.
  • 29.  Osteoclasto  São células gigantes, móveis, muito ramificadas, contendo inúmeros núcleos, com citoplasma granuloso, certas vezes com vacúolos, pouco basófilos nas células jovens e acidófilos nas células mais velhas. As lacunas cavadas na matriz óssea, pelos osteoclastos, recebem o nome de lacunas de Howship. Os osteoclastos apresentam prolongamentos vilosos, ao redor desta área de prolongamento existe uma zona citoplasmática, chamada zona clara que é pobre em organelas, porém rica em filamentos de actina. Esta zona é um local de adesão do Osteoclasto com a matriz óssea e cria um ambiente fechado, onde ocorre a
  • 31.
  • 32. O TECIDO ÓSSEO DIVIDE-SE EM DOIS TIPOS:  Osso compacto  Não possui espaço medular, mas possui canais que abrigam nervos e vasos sanguíneos, conhecidos como canais de Volkmann e canais de Havers. Presente, quase que na totalidade da diáfise de ossos longos, na periferia de ossos curtos, nos ossos chatos formando duas camadas que recebem o nome de tábuas interna e externa.
  • 34.  Osso esponjoso  Apresenta amplos espaços medulares, formados por diversas trabéculas, conferindo ao osso, um aspecto poroso, abrigando a medula óssea. É encontrado na parte mais profunda da diáfise de ossos longos, no centro de ossos curtos e separando as tábuas interna e externa dos ossos chatos.
  • 36. EXISTE OUTRA CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS:  Tecido ósseo primário ou imaturo  É o primeiro tecido ósseo que aparece no osso, sendo substituído aos poucos por tecido ósseo lamelar. Em adultos, persiste apenas perto das suturas dos ósseos do crânio, nos alvéolos dentários e em algumas regiões de inserção dos tendões.
  • 38.  Tecido ósseo secundário ou lamelar  Geralmente é encontrado nos adultos, sendo que sua característica principal reside no fato de possui fibras colágenas organizadas em lamelas, paralelas, ou dispostas de forma concêntrica ao redor dos canais e vasos, dando origem aos sistemas de Havers.
  • 40. ONDE É ENCONTRADO ?  O sistema ou tecido ósseo é um tecido conjuntivo bem rígido, encontrado nos ossos do esqueleto das vertebradas, onde ele é o tecido mais abundante. Suas funções principais são: sustentar o corpo; permitir a realização de movimentos; proteger certos órgãos e realizar a produção de elementos celulares do sangue, além de ser calcificado.
  • 41. INTEGRANTES  Matheus 10,0  Mateus 10,0  Gustavo 8,0  Vitinho 8,0  Antônio 8,0