SlideShare uma empresa Scribd logo
ANJOS
Ivan Regis Milmann
SERAFINS
São considerados os mais velhos. 1º ao 8º gênio. Seu príncipe é METRATON.
Para estar em contato chamam-lhe a atenção livros e limpeza. Os serafins são
oito:
1-VEHUIAH,
2-JELIEL,
3-SITAEL,
4-ELEMIAH,
5-MAHASIAH,
6-LELAHEL,
7-ACHAIAH,
8-CAHETHEL
QUERUBINS (aqui omitimos o Anjo da Luz o Príncipe dos Príncipes)
LÚCIFER O ANJO DA LUZ*
São considerados os bebês. 9º ao 16º gênio. Seu príncipe é RAZIEL.
Para estar em contato chamam-lhe a atenção doces e crianças. Os querubins são
oito:
9-HAZIEL,
10-ALADIAH,
11-LAOVIAH,
12-HAHAHIAH,
13-YESALEL,
14-MEBAHEL,
15-HARIEL,
16-HEKAMIAH
TRONOS
São considerados jovens. 17º ao 24º gênio. Seu príncipe é TSAPHKIEL (Auriel).
Para estar em contato chamam-lhe a atenção música. Anjos da qualidade trono:
17-LAUVIAH,
18-CALIEL,
19-LEUVIAH,
20-PAHALIAH,
21-NELCHAEL,
22-IEIAIEL,
23-MELAHEL,
24-HAHEUIAH
DOMINAÇÕES
São considerados de qualidade dominante. 25º ao 32º gênio. Seu príncipe é
TSADKIEL (Uriel).
Para estar em contato chamam-lhe a atenção velas e oráculos. Anjos da qualidade
das dominações:
25-NITH-HAIAH,
26-HAAIAH,
27-IERATHEL,
28-SEHEIAH,
29-REYEL,
30-OMAEL,
31-LECABEL,
32-VASARIAH
POTÊNCIAS
São considerados os guardiões. 33º ao 40º. Seu príncipe é CAMAEL.
Para estar em contato chamam-lhe a atenção animais. Anjos da qualidade da
potência:
33-IEHUIAH,
34-LEHAHIAH,
35-CHAVAKIAH,
36-MENADEL,
37-ANIEL,
38-HAAMIAH,
39-REHAEL,
40-IEIAZEL
VIRTUDES
São considerados orientadores das pessoas. 41º ao 48º gênio. Seu príncipe é
RAPHAEL.
Para estar em contato chamam-lhe a atenção aromas. Anjos da qualidade das
virtudes:
41-HAHAHEL,
42-MIKAEL,
43-VEULIAH,
44-YELAIAH,
45-SEALIAH,
47-ASALIAH,
48-MIHAEL
PRINCIPADOS
São considerados responsáveis pelos estados, países e reinos, também protege o
reino mineral, a fauna e a flora. 49º ao 56º gênio. Seu príncipe é HANIEL.
Para estar em contato chamam-lhe a atenção cristais. Anjos da qualidade dos
principados:
49-VEHUEL,
50-DANIEL,
51-HAHASIAH,
52-IMAMAIAH,
53-NANAEL,
54-NITHAEL,
55-MEBAHIAH,
56-POIEL
ARCANJOS
São considerados responsáveis pela transmissão de mensagens importantes. 57º
ao 64º gênio. Seu príncipe é MIKAEL (Miguel).
Para estar em contato chamam-lhe a atenção flores. Anjos da qualidade arcanjos:
57-NEMAMIAH,
58-IEIALEL,
59-HARAHEL,
60-MITZRAEL,
61-UMABEL,
62-IAH-HEL,
63-ANAUEL,
64-MEHIEL
ANJOS
São considerados responsáveis pelos milagres do qual Deus mais utiliza. 65º ao 72º
gênio. Seu príncipe é GABRIEL.
Para estar em contato chamam-lhe a atenção frutas. Anjos:
65-DAMABIAH,
66-MANAKEL,
67-AYEL,
68-HABUHIAH,
69-ROCHEL,
70-YABAMIAH,
71-HAIAIEL,
72-MUMIAH
LUCIFER - (QUERUBIM) A ESTRELA DA
LUZ
Significado origem
O substantivo Lúcifer ocorre seis vezes na "Vulgata", versão latina da Bíblia, e uma vez em
algumas Traduções da Bíblia em língua portuguesa, para referir a "Estrela da Manhã". Por
exemplo:
"E temos ainda mais firme a palavra profética à qual bem fazeis em estar atentos,
como a uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela
da alva (Lúcifer) surja em vossos corações" (2 Pedro 1:19)
Aqui Lúcifer é Cristo. Por esta razão, ocorre o nome Lúcifer entre os primeiros cristãos,
por exemplo, São Lúcifer, bispo de Sardenha.
[editar]O rei da Babilônia
Na tradução de Figueiredo verte Isaías 14:12: "Como caíste do céu, ó Lúcifer, tu que ao
ponto do dia parecias tão brilhante?"
Lúcifer (do latim Lux fero, portador da Luz, em hebraico, heilel ben-shahar, ‫לליה‬ ‫ןב‬ ‫;רחש‬
em grego na Septuaginta, heosphoros) significa o que leva a luz', representando a estrela
da manhã, o planeta Vênus, que é visível antes do alvorecer. A designação descritiva de
Isaías 14:4, 12, provém duma raiz que significa "brilhar" (Jó 29:3), e aplicava-se a uma
metáfora aplicada aos excessos de um "rei de Babilônia", não a uma entidade em si,
como afirma o pesquisador iconográfico Luther Link,[1] "Isaías não estava falando do
Diabo.Usando imagens possivelmente retiradas de um antigo mito cananeu, Isaías
referia-se aos excessos de um ambicioso rei babilônico"
A expressão hebraica (heilel ben-shahar) é traduzida como "o que brilha", nas versões
NM, MC, So. A tradução "Lúcifer" (portador de luz), (Fi, BMD) deriva da Vulgata
latina de Jerónimoe isso explica a ocorrência desse termo em diversas versões da Bíblia.
Mas alguns argumentam que Lúcifer seja Satanás e por isso, também foi o nome dado ao
anjo caído, da ordem dos Querubins (Ez 28.14). Assim, muitos nos dias de hoje, numa
nova interpretação da palavra, o chamam de Diabo (caluniador, acusador), ou Satã (cuja
origem é o hebraico Shai'tan, Adversário
[editar]Hebraísmo / Judaísmo
Os judeus o chamam de heilel ben-shachar, onde heilel significa Vênus e ben-
shachar significa "o luminoso, filho da manhã". Alguns judeus interpretam Lúcifer como
uma referência bíblica a um rei babilônico. Mais tarde a tradição judaica elaborou a queda
dos anjos sob a liderança de Samhazai, vindo daí a mesma tradição dos padres da Igreja.
[editar]Conceito da Igreja Católica
Segundo a Igreja católica, Lúcifer era o mais forte e o mais belo de todos os Querubins.
Então, Deus lhe deu uma posição de destaque entre todos os seus auxiliares. Segundo a
mesma, ele se tornou orgulhoso de seu poder, que não aceitava servir a uma criação de
Deus, "O Homem", e revoltou-se contra Deus. O Arcanjo Miguel liderou as hostes de
Deus na luta contra Lúcifer e suas legiões de anjos revoltosos; já os anjos leais a Deus o
derrotaram e o expulsaram do céu, juntamente com seus seguidores. Desde então, o
mundo vive esta guerra eterna entre Deus e o Diabo; de seu lado Lúcifer e suas legiões
tentam corromper o homem; do outro lado Deus, os anjos, arcanjos, querubins e Santos
travam batalhas diárias contra as forças de Lúcifer.
"A queda de Lúcifer", ilustração de Gustave Dorépara o livro O Paraíso Perdido de John Milton.
A aparência de Lúcifer pode variar; acredita-se que ele (chamado agora de Diabo), pode
assumir a forma que desejar, podendo passar-se por qualquer pessoa. Seu aspecto físico
criado pela Igreja em seus primeiros séculos (e posteriormente herdado pelas várias
religiões cristãs) fora copiado de várias entidades das mitologias e religiões de diferentes
povos antigos (não exatamente ligadas a maldade). Seu reino, os Infernos, sofreu
influência do Tártaro da mitologia grega, morada de Hades, local para onde iam as almas
dos mortos, cuja porta de entrada era guardada por Cérbero, o Cão de três cabeças; seus
chifres eram de Pã, uma entidade grega protetora da natureza; sua fama de representar
uma força eternamente em conflito com Deus veio do Zoroastrismo. Ainda encontramos
coincidências com as crenças dos antigos Egípcios, quando se acreditava que o
Deus Anúbis (o Chacal) carregaria a alma dos mortos cujo coração ao ser pesado numa
balança, fosse mais pesado que uma pluma.
Durante a "baixa Idade Média", entretanto, o "Anjo Decaído" ganhou a hedionda
aparência com a qual o conhecemos hoje; asas de morcego, pés de bode, olhos de fogo,
chifres enormes na cabeça, olhar aterrorizante, etc. A idade das trevas fora um momento
fértil para a propagação de crenças nas ações de forças demoníacas agindo sobre o
mundo. Os milhões de mortos nas epidemias de peste negra geraram, juntamente com a
ocorrência de guerras sangrentas, a idéia de que "o Anticristo estaria atuando no mundo".
Foi aí que Lúcifer passou a representar a personificação do mal da forma mais intensa e
poderosa que conhecemos hoje. Surge a crença de que para cada ser humano vivo na
Terra, Lúcifer criou um Demônio particular, encarregado de corromper aquele indivíduo; já
Deus, não poderia deixar por menos, e criou para cada ser humano um "Anjo da Guarda"
ao qual incumbia da missão de proteger e zelar pela alma daquela pessoa.
Interessante observar que o próprio Jesus Cristo é a estrela da manhã que ilumina até o
fim dos tempos toda escuridão (trevas), como em Apocalipse 22:16 onde está
escrito: "Eu, Jesus, enviei o meu anjo. Ele atestou para vocês todas essas coisas a
respeito das Igrejas. Eu sou a raiz e o descendente de Davi, sou a estrela radiosa da
manhã.". Assim como em II Pedro 1,19 que diz: "E temos, mui firme, a palavra dos
profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumina em lugar
escuro, até que o dia amanheça, e a estrela D'alva apareça em vossos corações.".
A palavra Lúcifer significa "o portador da luz" ou "o portador do archote" (a palavra tem
sua origem no latim, lux ou lucis com o significado de "luz"; ferre com o significado de
"carregar"). Ou seja, de acordo com a origem, seu significado é "aquele que carrega a
luz". Apesar de Satanás ser originalmente conhecido como Lúcifer, perdeu seu posto ao
desejar subir a alturas acima de Deus e de Seu Ungido (Jesus Cristo).
[editar]A visão teosófica
Corroborando outras opiniões, o Glossário Teosófico de Helena Blavatsky diz que Lúcifer
é a Estrela da Manhã, o planeta Vênus, e literalmente a palavra significa O Portador da
Luz. Rejeita a atribuição a Lúcifer dos defeitos do orgulho e da arrogância que
o cristianismo lhe imputou, nem diz que ele é a origem do mal e tampouco o identifica
com o diabo e similares, que considera produtos apenas da imaginação humana sem
existência autônoma real. Blavatsky faz notar, como já foi dito acima, que o próprio Cristo,
no Apocalipse (cap. XXII, 16) chama a si mesmo de "Estrela da Manhã".
Mas o nome também esconde uma multiplicidade de significados alegóricos, dos quais
talvez o mais importante é sua identificação com Manas, a Mente dual, a inteligência
espiritual que habita em todos os homens, que tanto condescende voluntariamente em
cair na matéria como é o agente que foge por si mesmo da animalidade e resgata-se para
uma vida superior, sendo ao mesmo tempo o Tentador e o verdadeiro Redentor interno
de cada um.
[editar]Outras opiniões
Muitos exegetas afirmam que não existe fundamentação bíblica para identificar Lúcifer
como o Satã tentador. Esta confusão com Satã foi ocasionada por uma má
interpretação de Isaías 14:12-15: "Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha
da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu
coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte
da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e
serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao (Seol) inferno, ao mais
profundo do abismo.".
Esta interpretação é geralmente atribuída a São Jerônimo, que ao traduzir
a Vulgata atribuiu Lúcifer ao anjo caído, a serpente tentadora das religiões antigas,
embora antes dele esta interpretação não existisse. Oficialmente a Igreja não atribui a
Lúcifer o papel de Diabo, mas apenas o estado de "caído" (Petavius, De Angelis, III, iii, 4).
Por exemplo, a enciclopédia Estudo Perspicaz das Escrituras, vol.1, pág, 379, explica
que "o termo "brilhante", ou "Lúcifer", é encontrado na "expressão proverbial contra o rei
de Babilônia" que Isaías mandou profeticamente que os israelitas proferissem. De modo
que faz parte duma expressão dirigida à dinastia babilônica.
Que o termo "brilhante" é usado para descrever um homem e não uma criatura espiritual
é notado adicionalmente na declaração: "No Seol serás precipitado." Seol é
a sepultura comum da humanidade — não um lugar ocupado por Satanás, o Diabo. Além
disso, os que vêem Lúcifer levado a essa condição perguntam: "É este o homem que
agitava a terra?" É evidente que "Lúcifer" se refere a um humano, não a uma criatura
espiritual. — Isaías 14:4, 15, 16."
Por que se dá tal ilustre descrição à dinastia babilônica? Temos de dar-nos conta de que
o rei de Babilônia seria chamado de brilhante apenas depois da sua queda e de forma
escarnecedora. (Isaías 14:3)
O orgulho egoísta induziu os reis de Babilônia a se elevarem acima daqueles à sua volta.
A arrogância da dinastia era tão grande, que ela é retratada fazendo a seguinte
declaração jactanciosa: "Subirei aos céus. Enaltecerei o meu trono acima das estrelas de
Deus e assentar-me-ei no monte de reunião, nas partes mais remotas do norte. . . .
Assemelhar-me-ei ao Altíssimo." — Isaías 14:13, 14.
As "estrelas de Deus" são os reis da linhagem real de Davi. (Números 24:17) A partir de
Davi, essas "estrelas" governavam desde o Monte Sião, e com o tempo, o
nome Sião passou a ser aplicado a toda a cidade. Por decidir subjugar os reis judeus e
depois removê-los daquele monte, Jerusalém, Nabucodonosor declara sua intenção de se
colocar acima dessas "estrelas".
Em vez de atribuir a Deus o mérito dessa vitória sobre eles, coloca-se arrogantemente no
lugar Dele.
Portanto, é depois da sua queda que a dinastia babilônica é chamada zombeteiramente
de "brilhante".
Com certeza a arrogância dos governantes babilônicos realmente refletia a atitude
de Satanás, o Diabo também chamado de o "deus deste sistema de coisas" ou o "deus
deste mundo".-(2 Coríntios 4:4)
"Satanás também anseia ter poder e deseja colocar-se acima de Deus. Mas a Bíblia não
atribui claramente o nome Lúcifer a Satanás".- it-1 379.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

De nadabe a acabe
De nadabe a acabeDe nadabe a acabe
De nadabe a acabe
Adina Silva
 
O vale de megido
O vale de megidoO vale de megido
O vale de megido
allanne plácido
 
Daniel - Capítulo 2
Daniel - Capítulo 2Daniel - Capítulo 2
Daniel - Capítulo 2
Rafael Pereira
 
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anosLivro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Giselle Bueno
 
A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.
Dókimos Aprovado
 
O Dossiê Rosa Cruz
O Dossiê Rosa CruzO Dossiê Rosa Cruz
O Dossiê Rosa Cruz
JNR
 
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bodeDaniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Jesus cristo
Jesus cristoJesus cristo
Jesus cristo
EWALDO DE SOUZA
 
Estudo sobre as testemunhas de jeová
Estudo sobre as testemunhas de jeováEstudo sobre as testemunhas de jeová
Estudo sobre as testemunhas de jeová
Magayver Silva Galvão
 
INVEJA
INVEJAINVEJA
INVEJA
Enerliz
 
Simpósio Intercessão parte 2
Simpósio Intercessão parte 2Simpósio Intercessão parte 2
Simpósio Intercessão parte 2
Jana Franpe
 
Disciplina História do Cristianismo
Disciplina História do CristianismoDisciplina História do Cristianismo
Disciplina História do Cristianismo
faculdadeteologica
 
Teoria da Inversão dos Quadrantes
Teoria da Inversão dos QuadrantesTeoria da Inversão dos Quadrantes
Teoria da Inversão dos Quadrantes
Mário Kaiowá
 
Irmãs fox
Irmãs foxIrmãs fox
Irmãs fox
Magali ..
 
8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio
8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio
8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio
Caroline Augusta
 
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de JesusLição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Éder Tomé
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
Amor pela EBD
 
Maconaria em powerpoint
Maconaria em powerpointMaconaria em powerpoint
Maconaria em powerpoint
godf
 
Ag 110316-os milagres do evangelho-i
Ag 110316-os milagres do evangelho-iAg 110316-os milagres do evangelho-i
Ag 110316-os milagres do evangelho-i
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Assíria
AssíriaAssíria

Mais procurados (20)

De nadabe a acabe
De nadabe a acabeDe nadabe a acabe
De nadabe a acabe
 
O vale de megido
O vale de megidoO vale de megido
O vale de megido
 
Daniel - Capítulo 2
Daniel - Capítulo 2Daniel - Capítulo 2
Daniel - Capítulo 2
 
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anosLivro jesus-dos-13-aos-30-anos
Livro jesus-dos-13-aos-30-anos
 
A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.A Natureza terrena e velho homem.
A Natureza terrena e velho homem.
 
O Dossiê Rosa Cruz
O Dossiê Rosa CruzO Dossiê Rosa Cruz
O Dossiê Rosa Cruz
 
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bodeDaniel 8 a visao do carneiro e do bode
Daniel 8 a visao do carneiro e do bode
 
Jesus cristo
Jesus cristoJesus cristo
Jesus cristo
 
Estudo sobre as testemunhas de jeová
Estudo sobre as testemunhas de jeováEstudo sobre as testemunhas de jeová
Estudo sobre as testemunhas de jeová
 
INVEJA
INVEJAINVEJA
INVEJA
 
Simpósio Intercessão parte 2
Simpósio Intercessão parte 2Simpósio Intercessão parte 2
Simpósio Intercessão parte 2
 
Disciplina História do Cristianismo
Disciplina História do CristianismoDisciplina História do Cristianismo
Disciplina História do Cristianismo
 
Teoria da Inversão dos Quadrantes
Teoria da Inversão dos QuadrantesTeoria da Inversão dos Quadrantes
Teoria da Inversão dos Quadrantes
 
Irmãs fox
Irmãs foxIrmãs fox
Irmãs fox
 
8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio
8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio
8320424 livro-cronologia-biblica-exata-2009-indalessio
 
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de JesusLição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus
 
O Livro de Esdras
O Livro de EsdrasO Livro de Esdras
O Livro de Esdras
 
Maconaria em powerpoint
Maconaria em powerpointMaconaria em powerpoint
Maconaria em powerpoint
 
Ag 110316-os milagres do evangelho-i
Ag 110316-os milagres do evangelho-iAg 110316-os milagres do evangelho-i
Ag 110316-os milagres do evangelho-i
 
Assíria
AssíriaAssíria
Assíria
 

Destaque

Fundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliada
Fundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliadaFundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliada
Fundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliada
Carlos Campani
 
Escolha ser mais feliz
Escolha ser mais felizEscolha ser mais feliz
Escolha ser mais feliz
André Faria Gomes
 
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os temposTop 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
REPRESENTANTE COMERCIAL NA AREA DE IMOBILIARIA
 
Magia Cerimonial
Magia CerimonialMagia Cerimonial
Magia Cerimonial
Regina Oliveira
 
Talismãs e Pantáculos Mágicos
Talismãs e Pantáculos MágicosTalismãs e Pantáculos Mágicos
Talismãs e Pantáculos Mágicos
Paulo Viana
 
Selos Mágicos
Selos MágicosSelos Mágicos
Selos Mágicos
Bellouesus Isarnos
 
Encantamentos em pdf
Encantamentos em pdfEncantamentos em pdf
Encantamentos em pdf
Regina Oliveira
 
Lista de feitiços
Lista de feitiçosLista de feitiços
Lista de feitiços
HogwartsSchoolHouseCup
 

Destaque (8)

Fundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliada
Fundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliadaFundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliada
Fundamentos da Cabala: Sêfer Yetsirá - Edição revisada e ampliada
 
Escolha ser mais feliz
Escolha ser mais felizEscolha ser mais feliz
Escolha ser mais feliz
 
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os temposTop 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
Top 10 livros grimoire de bruxaria e ocultismo mais sinistros de todos os tempos
 
Magia Cerimonial
Magia CerimonialMagia Cerimonial
Magia Cerimonial
 
Talismãs e Pantáculos Mágicos
Talismãs e Pantáculos MágicosTalismãs e Pantáculos Mágicos
Talismãs e Pantáculos Mágicos
 
Selos Mágicos
Selos MágicosSelos Mágicos
Selos Mágicos
 
Encantamentos em pdf
Encantamentos em pdfEncantamentos em pdf
Encantamentos em pdf
 
Lista de feitiços
Lista de feitiçosLista de feitiços
Lista de feitiços
 

Semelhante a Serafins

Anjoscados 120719045447-phpapp02
Anjoscados 120719045447-phpapp02Anjoscados 120719045447-phpapp02
Anjoscados 120719045447-phpapp02
Linvinston Alves
 
Rockfeller
RockfellerRockfeller
Satanismo
SatanismoSatanismo
Satanismo
John Mello
 
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptxIBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptx
Rubens Sohn
 
Anjo da Morte.pdf
Anjo da Morte.pdfAnjo da Morte.pdf
Anjo da Morte.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Lição 8 ebd 2014
Lição 8 ebd   2014Lição 8 ebd   2014
Lição 8 ebd 2014
JEFFERSON LIMA DE SOUSA
 
Teologias no livro do Apocalipse
Teologias no livro do ApocalipseTeologias no livro do Apocalipse
Teologias no livro do Apocalipse
Fabricio Pangoni
 
A origem e queda de satanas
A origem e queda de satanasA origem e queda de satanas
A origem e queda de satanas
Carlos Zimnerman
 
Você é espírita ou cristão?
Você é espírita ou cristão?Você é espírita ou cristão?
Você é espírita ou cristão?
11091961
 
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
GiovanaCosta40
 
QUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTO
QUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTOQUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTO
QUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTO
Vyeyra Santos
 
18 ise - livros proféticos
18   ise - livros proféticos18   ise - livros proféticos
18 ise - livros proféticos
Léo Mendonça
 
Angelologia
AngelologiaAngelologia
Angelologia
INOVAR CLUB
 
Quem é miguel o arcanjo
Quem é miguel o arcanjoQuem é miguel o arcanjo
Quem é miguel o arcanjo
Diego Fortunatto
 
O FIM DO MUNDO
O FIM DO MUNDOO FIM DO MUNDO
O FIM DO MUNDO
ESCRIBAVALDEMIR
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Renato Henriques
 
A ferida é curada
A ferida é curadaA ferida é curada
A ferida é curada
REFORMADOR PROTESTANTE
 
A ferida é curada
A ferida é curadaA ferida é curada
A ferida é curada
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Pérola de grande valor esquematizada
Pérola de grande valor esquematizadaPérola de grande valor esquematizada
Pérola de grande valor esquematizada
Lucas Guerreiro
 
Angelologia (power point)
Angelologia (power point)Angelologia (power point)
Angelologia (power point)
Filipe Rodrigues
 

Semelhante a Serafins (20)

Anjoscados 120719045447-phpapp02
Anjoscados 120719045447-phpapp02Anjoscados 120719045447-phpapp02
Anjoscados 120719045447-phpapp02
 
Rockfeller
RockfellerRockfeller
Rockfeller
 
Satanismo
SatanismoSatanismo
Satanismo
 
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptxIBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptx
IBADEP BÁSICO - HERESIOLOGIA - CAPITULO 4.pptx
 
Anjo da Morte.pdf
Anjo da Morte.pdfAnjo da Morte.pdf
Anjo da Morte.pdf
 
Lição 8 ebd 2014
Lição 8 ebd   2014Lição 8 ebd   2014
Lição 8 ebd 2014
 
Teologias no livro do Apocalipse
Teologias no livro do ApocalipseTeologias no livro do Apocalipse
Teologias no livro do Apocalipse
 
A origem e queda de satanas
A origem e queda de satanasA origem e queda de satanas
A origem e queda de satanas
 
Você é espírita ou cristão?
Você é espírita ou cristão?Você é espírita ou cristão?
Você é espírita ou cristão?
 
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 2 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
 
QUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTO
QUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTOQUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTO
QUEM ERA REALMENTE JESUS CRISTO
 
18 ise - livros proféticos
18   ise - livros proféticos18   ise - livros proféticos
18 ise - livros proféticos
 
Angelologia
AngelologiaAngelologia
Angelologia
 
Quem é miguel o arcanjo
Quem é miguel o arcanjoQuem é miguel o arcanjo
Quem é miguel o arcanjo
 
O FIM DO MUNDO
O FIM DO MUNDOO FIM DO MUNDO
O FIM DO MUNDO
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
 
A ferida é curada
A ferida é curadaA ferida é curada
A ferida é curada
 
A ferida é curada
A ferida é curadaA ferida é curada
A ferida é curada
 
Pérola de grande valor esquematizada
Pérola de grande valor esquematizadaPérola de grande valor esquematizada
Pérola de grande valor esquematizada
 
Angelologia (power point)
Angelologia (power point)Angelologia (power point)
Angelologia (power point)
 

Serafins

  • 1. ANJOS Ivan Regis Milmann SERAFINS São considerados os mais velhos. 1º ao 8º gênio. Seu príncipe é METRATON. Para estar em contato chamam-lhe a atenção livros e limpeza. Os serafins são oito: 1-VEHUIAH, 2-JELIEL, 3-SITAEL, 4-ELEMIAH, 5-MAHASIAH, 6-LELAHEL, 7-ACHAIAH, 8-CAHETHEL QUERUBINS (aqui omitimos o Anjo da Luz o Príncipe dos Príncipes) LÚCIFER O ANJO DA LUZ* São considerados os bebês. 9º ao 16º gênio. Seu príncipe é RAZIEL. Para estar em contato chamam-lhe a atenção doces e crianças. Os querubins são oito: 9-HAZIEL, 10-ALADIAH, 11-LAOVIAH, 12-HAHAHIAH, 13-YESALEL, 14-MEBAHEL, 15-HARIEL, 16-HEKAMIAH TRONOS São considerados jovens. 17º ao 24º gênio. Seu príncipe é TSAPHKIEL (Auriel). Para estar em contato chamam-lhe a atenção música. Anjos da qualidade trono: 17-LAUVIAH, 18-CALIEL, 19-LEUVIAH, 20-PAHALIAH, 21-NELCHAEL, 22-IEIAIEL, 23-MELAHEL, 24-HAHEUIAH
  • 2. DOMINAÇÕES São considerados de qualidade dominante. 25º ao 32º gênio. Seu príncipe é TSADKIEL (Uriel). Para estar em contato chamam-lhe a atenção velas e oráculos. Anjos da qualidade das dominações: 25-NITH-HAIAH, 26-HAAIAH, 27-IERATHEL, 28-SEHEIAH, 29-REYEL, 30-OMAEL, 31-LECABEL, 32-VASARIAH POTÊNCIAS São considerados os guardiões. 33º ao 40º. Seu príncipe é CAMAEL. Para estar em contato chamam-lhe a atenção animais. Anjos da qualidade da potência: 33-IEHUIAH, 34-LEHAHIAH, 35-CHAVAKIAH, 36-MENADEL, 37-ANIEL, 38-HAAMIAH, 39-REHAEL, 40-IEIAZEL VIRTUDES São considerados orientadores das pessoas. 41º ao 48º gênio. Seu príncipe é RAPHAEL. Para estar em contato chamam-lhe a atenção aromas. Anjos da qualidade das virtudes: 41-HAHAHEL, 42-MIKAEL, 43-VEULIAH, 44-YELAIAH, 45-SEALIAH, 47-ASALIAH, 48-MIHAEL PRINCIPADOS São considerados responsáveis pelos estados, países e reinos, também protege o reino mineral, a fauna e a flora. 49º ao 56º gênio. Seu príncipe é HANIEL. Para estar em contato chamam-lhe a atenção cristais. Anjos da qualidade dos principados: 49-VEHUEL, 50-DANIEL, 51-HAHASIAH, 52-IMAMAIAH, 53-NANAEL,
  • 3. 54-NITHAEL, 55-MEBAHIAH, 56-POIEL ARCANJOS São considerados responsáveis pela transmissão de mensagens importantes. 57º ao 64º gênio. Seu príncipe é MIKAEL (Miguel). Para estar em contato chamam-lhe a atenção flores. Anjos da qualidade arcanjos: 57-NEMAMIAH, 58-IEIALEL, 59-HARAHEL, 60-MITZRAEL, 61-UMABEL, 62-IAH-HEL, 63-ANAUEL, 64-MEHIEL ANJOS São considerados responsáveis pelos milagres do qual Deus mais utiliza. 65º ao 72º gênio. Seu príncipe é GABRIEL. Para estar em contato chamam-lhe a atenção frutas. Anjos: 65-DAMABIAH, 66-MANAKEL, 67-AYEL, 68-HABUHIAH, 69-ROCHEL, 70-YABAMIAH, 71-HAIAIEL, 72-MUMIAH LUCIFER - (QUERUBIM) A ESTRELA DA LUZ Significado origem O substantivo Lúcifer ocorre seis vezes na "Vulgata", versão latina da Bíblia, e uma vez em algumas Traduções da Bíblia em língua portuguesa, para referir a "Estrela da Manhã". Por exemplo: "E temos ainda mais firme a palavra profética à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da alva (Lúcifer) surja em vossos corações" (2 Pedro 1:19) Aqui Lúcifer é Cristo. Por esta razão, ocorre o nome Lúcifer entre os primeiros cristãos, por exemplo, São Lúcifer, bispo de Sardenha.
  • 4. [editar]O rei da Babilônia Na tradução de Figueiredo verte Isaías 14:12: "Como caíste do céu, ó Lúcifer, tu que ao ponto do dia parecias tão brilhante?" Lúcifer (do latim Lux fero, portador da Luz, em hebraico, heilel ben-shahar, ‫לליה‬ ‫ןב‬ ‫;רחש‬ em grego na Septuaginta, heosphoros) significa o que leva a luz', representando a estrela da manhã, o planeta Vênus, que é visível antes do alvorecer. A designação descritiva de Isaías 14:4, 12, provém duma raiz que significa "brilhar" (Jó 29:3), e aplicava-se a uma metáfora aplicada aos excessos de um "rei de Babilônia", não a uma entidade em si, como afirma o pesquisador iconográfico Luther Link,[1] "Isaías não estava falando do Diabo.Usando imagens possivelmente retiradas de um antigo mito cananeu, Isaías referia-se aos excessos de um ambicioso rei babilônico" A expressão hebraica (heilel ben-shahar) é traduzida como "o que brilha", nas versões NM, MC, So. A tradução "Lúcifer" (portador de luz), (Fi, BMD) deriva da Vulgata latina de Jerónimoe isso explica a ocorrência desse termo em diversas versões da Bíblia. Mas alguns argumentam que Lúcifer seja Satanás e por isso, também foi o nome dado ao anjo caído, da ordem dos Querubins (Ez 28.14). Assim, muitos nos dias de hoje, numa nova interpretação da palavra, o chamam de Diabo (caluniador, acusador), ou Satã (cuja origem é o hebraico Shai'tan, Adversário [editar]Hebraísmo / Judaísmo Os judeus o chamam de heilel ben-shachar, onde heilel significa Vênus e ben- shachar significa "o luminoso, filho da manhã". Alguns judeus interpretam Lúcifer como uma referência bíblica a um rei babilônico. Mais tarde a tradição judaica elaborou a queda dos anjos sob a liderança de Samhazai, vindo daí a mesma tradição dos padres da Igreja. [editar]Conceito da Igreja Católica Segundo a Igreja católica, Lúcifer era o mais forte e o mais belo de todos os Querubins. Então, Deus lhe deu uma posição de destaque entre todos os seus auxiliares. Segundo a mesma, ele se tornou orgulhoso de seu poder, que não aceitava servir a uma criação de Deus, "O Homem", e revoltou-se contra Deus. O Arcanjo Miguel liderou as hostes de Deus na luta contra Lúcifer e suas legiões de anjos revoltosos; já os anjos leais a Deus o derrotaram e o expulsaram do céu, juntamente com seus seguidores. Desde então, o mundo vive esta guerra eterna entre Deus e o Diabo; de seu lado Lúcifer e suas legiões tentam corromper o homem; do outro lado Deus, os anjos, arcanjos, querubins e Santos travam batalhas diárias contra as forças de Lúcifer.
  • 5. "A queda de Lúcifer", ilustração de Gustave Dorépara o livro O Paraíso Perdido de John Milton. A aparência de Lúcifer pode variar; acredita-se que ele (chamado agora de Diabo), pode assumir a forma que desejar, podendo passar-se por qualquer pessoa. Seu aspecto físico criado pela Igreja em seus primeiros séculos (e posteriormente herdado pelas várias religiões cristãs) fora copiado de várias entidades das mitologias e religiões de diferentes povos antigos (não exatamente ligadas a maldade). Seu reino, os Infernos, sofreu influência do Tártaro da mitologia grega, morada de Hades, local para onde iam as almas dos mortos, cuja porta de entrada era guardada por Cérbero, o Cão de três cabeças; seus chifres eram de Pã, uma entidade grega protetora da natureza; sua fama de representar uma força eternamente em conflito com Deus veio do Zoroastrismo. Ainda encontramos coincidências com as crenças dos antigos Egípcios, quando se acreditava que o Deus Anúbis (o Chacal) carregaria a alma dos mortos cujo coração ao ser pesado numa balança, fosse mais pesado que uma pluma. Durante a "baixa Idade Média", entretanto, o "Anjo Decaído" ganhou a hedionda aparência com a qual o conhecemos hoje; asas de morcego, pés de bode, olhos de fogo, chifres enormes na cabeça, olhar aterrorizante, etc. A idade das trevas fora um momento fértil para a propagação de crenças nas ações de forças demoníacas agindo sobre o mundo. Os milhões de mortos nas epidemias de peste negra geraram, juntamente com a ocorrência de guerras sangrentas, a idéia de que "o Anticristo estaria atuando no mundo". Foi aí que Lúcifer passou a representar a personificação do mal da forma mais intensa e poderosa que conhecemos hoje. Surge a crença de que para cada ser humano vivo na Terra, Lúcifer criou um Demônio particular, encarregado de corromper aquele indivíduo; já
  • 6. Deus, não poderia deixar por menos, e criou para cada ser humano um "Anjo da Guarda" ao qual incumbia da missão de proteger e zelar pela alma daquela pessoa. Interessante observar que o próprio Jesus Cristo é a estrela da manhã que ilumina até o fim dos tempos toda escuridão (trevas), como em Apocalipse 22:16 onde está escrito: "Eu, Jesus, enviei o meu anjo. Ele atestou para vocês todas essas coisas a respeito das Igrejas. Eu sou a raiz e o descendente de Davi, sou a estrela radiosa da manhã.". Assim como em II Pedro 1,19 que diz: "E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumina em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela D'alva apareça em vossos corações.". A palavra Lúcifer significa "o portador da luz" ou "o portador do archote" (a palavra tem sua origem no latim, lux ou lucis com o significado de "luz"; ferre com o significado de "carregar"). Ou seja, de acordo com a origem, seu significado é "aquele que carrega a luz". Apesar de Satanás ser originalmente conhecido como Lúcifer, perdeu seu posto ao desejar subir a alturas acima de Deus e de Seu Ungido (Jesus Cristo). [editar]A visão teosófica Corroborando outras opiniões, o Glossário Teosófico de Helena Blavatsky diz que Lúcifer é a Estrela da Manhã, o planeta Vênus, e literalmente a palavra significa O Portador da Luz. Rejeita a atribuição a Lúcifer dos defeitos do orgulho e da arrogância que o cristianismo lhe imputou, nem diz que ele é a origem do mal e tampouco o identifica com o diabo e similares, que considera produtos apenas da imaginação humana sem existência autônoma real. Blavatsky faz notar, como já foi dito acima, que o próprio Cristo, no Apocalipse (cap. XXII, 16) chama a si mesmo de "Estrela da Manhã". Mas o nome também esconde uma multiplicidade de significados alegóricos, dos quais talvez o mais importante é sua identificação com Manas, a Mente dual, a inteligência espiritual que habita em todos os homens, que tanto condescende voluntariamente em cair na matéria como é o agente que foge por si mesmo da animalidade e resgata-se para uma vida superior, sendo ao mesmo tempo o Tentador e o verdadeiro Redentor interno de cada um. [editar]Outras opiniões Muitos exegetas afirmam que não existe fundamentação bíblica para identificar Lúcifer como o Satã tentador. Esta confusão com Satã foi ocasionada por uma má interpretação de Isaías 14:12-15: "Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e
  • 7. serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao (Seol) inferno, ao mais profundo do abismo.". Esta interpretação é geralmente atribuída a São Jerônimo, que ao traduzir a Vulgata atribuiu Lúcifer ao anjo caído, a serpente tentadora das religiões antigas, embora antes dele esta interpretação não existisse. Oficialmente a Igreja não atribui a Lúcifer o papel de Diabo, mas apenas o estado de "caído" (Petavius, De Angelis, III, iii, 4). Por exemplo, a enciclopédia Estudo Perspicaz das Escrituras, vol.1, pág, 379, explica que "o termo "brilhante", ou "Lúcifer", é encontrado na "expressão proverbial contra o rei de Babilônia" que Isaías mandou profeticamente que os israelitas proferissem. De modo que faz parte duma expressão dirigida à dinastia babilônica. Que o termo "brilhante" é usado para descrever um homem e não uma criatura espiritual é notado adicionalmente na declaração: "No Seol serás precipitado." Seol é a sepultura comum da humanidade — não um lugar ocupado por Satanás, o Diabo. Além disso, os que vêem Lúcifer levado a essa condição perguntam: "É este o homem que agitava a terra?" É evidente que "Lúcifer" se refere a um humano, não a uma criatura espiritual. — Isaías 14:4, 15, 16." Por que se dá tal ilustre descrição à dinastia babilônica? Temos de dar-nos conta de que o rei de Babilônia seria chamado de brilhante apenas depois da sua queda e de forma escarnecedora. (Isaías 14:3) O orgulho egoísta induziu os reis de Babilônia a se elevarem acima daqueles à sua volta. A arrogância da dinastia era tão grande, que ela é retratada fazendo a seguinte declaração jactanciosa: "Subirei aos céus. Enaltecerei o meu trono acima das estrelas de Deus e assentar-me-ei no monte de reunião, nas partes mais remotas do norte. . . . Assemelhar-me-ei ao Altíssimo." — Isaías 14:13, 14. As "estrelas de Deus" são os reis da linhagem real de Davi. (Números 24:17) A partir de Davi, essas "estrelas" governavam desde o Monte Sião, e com o tempo, o nome Sião passou a ser aplicado a toda a cidade. Por decidir subjugar os reis judeus e depois removê-los daquele monte, Jerusalém, Nabucodonosor declara sua intenção de se colocar acima dessas "estrelas". Em vez de atribuir a Deus o mérito dessa vitória sobre eles, coloca-se arrogantemente no lugar Dele. Portanto, é depois da sua queda que a dinastia babilônica é chamada zombeteiramente de "brilhante".
  • 8. Com certeza a arrogância dos governantes babilônicos realmente refletia a atitude de Satanás, o Diabo também chamado de o "deus deste sistema de coisas" ou o "deus deste mundo".-(2 Coríntios 4:4) "Satanás também anseia ter poder e deseja colocar-se acima de Deus. Mas a Bíblia não atribui claramente o nome Lúcifer a Satanás".- it-1 379.