SlideShare uma empresa Scribd logo
SEJA CRISTÃO UM RAMO FRUTÍFERO
Pr. Claudio Marcio
Mensagem pregada na CAMPANHA “Do Jeito Que Tá Não Pode
Ficar”, convite feito pelo Pr. Rogério. 17 de Março de 2016.
Tema: Vida Cristã
Texto: O Evangelho Segundo João – Capítulo 15: 1-12.
I. Introdução
1. Resultado Insatisfatório – Ótica Humana
1. Desânimo, 2. Frustração, 3. Angústia, 4. Tristeza, 5. Desesperança, 6.
Fracasso, 7. Falta de Fé, 8. Perdas, 9. Dívidas, 10. Problemas Familiares.
Esse cenário é capaz de levar alguém a apostatar da fé ou considerar se
sua fé realmente vale a pena. Estaria um verdadeiro cristão a mercê de tantas
coisas ruins e desagradáveis, tudo ao mesmo tempo? Vamos acrescentar alguns
elementos que nos farão ter uma visão ainda melhor dessa difícil realidade: Uma
pessoa aceitou a Cristo, foi batizada nas águas, foi batizada no Espírito Santo,
frequenta aos cultos nas reuniões da igreja, mas perdeu seu emprego, está
acumulando dívidas, não consegue vislumbrar uma solução plausível, fica
aguardando o telefone tocar, uma porta se abrir, alguém ajudar, estando sua
dispensa vazia e pessoas íntimas lhe lançando na face seus erros. Bem, vou
parar por aí, pois creio que já deu para ampliar a visão.
2. Resultado Satisfatório – Ótica Humana
1. Expectativa de ser promovido na empresa, 2. Boa vida, 3. Alegria, 4.
Satisfação, 5. Sucesso, 6. Ganhos Extraordinários, 7. Compras sem
preocupação, 8. Tudo dá certo, 9. Tem muitos amigos, 10. Demonstra muita fé.
Esse cenário parece ser o ideal, é fácil desenvolver a fé assim, pois
parece valer a pena. Estaria um verdadeiro cristão a mercê de tantas coisasboas
e agradáveis, tudo ao mesmo tempo? Acrescentarei aqui também alguns
elementos para termos uma visão ampliada e melhor sobre esse cenário: Você
é uma pessoa de bem, gosta de servir a Deus e por conta dessa fé, tornou-se
uma pessoa bem quista em seu local de trabalho, teve algumas premiações por
causa de sua dedicação, é um exemplo de bom vizinho, pai e chefe de família,
as pessoas adoram ficar perto de você, pois acham que você atrai bons fluídos,
enfim, você é um sucesso em vida. Vou parar por aqui, pois é capaz de você
“estourar” por ser tão bom assim.
3. Dois Extremos
Propus nos exemplos anteriores dois extremos: o primeiro onde toda a
sorte de azar parece alcançar uma pessoa, o segundo, onde toda a sorte de boa
sorte alcançou outra pessoa. Porém, ao fazer isto eu propositadamente
estabeleci extremidades: uma muito alta, a outra muito baixa, no entanto, ambas
as possibilidades acabam colidindo com a Palavra de Deus, e é essa minha
proposta. Esteja você no primeiro extremo de dificuldades, ou você no segundo
extremo de facilidades, faz-se necessário compreender que ambas não podem
satisfazer e agradar a Deus se não forem capazes de produzirem frutos, ou seja,
tanto uma quanto a outra, independentemente dos resultados sob a ótica
humana, se não forem capazes de colocarem você como ramo frutífero, então
nos conduzirão à proposta da Campanha nessas semanas: “Do Jeito que tá não
Pode Ficar!” E a pergunta que pretendo responder para resolver esse problema
é: Qual o jeito, a forma, a posição em que o ser humano precisa ficar para ser
agradável aos olhos de Deus?
II. ESBOÇO
1. Posição de Unidade – Estar em Cristo
O texto proposto para nosso sermão nos diz que Jesus é a Videira e para
dar fruto o ramo precisa estar conectado na videira, preso, ligado, firmado, nada
surpreendente, pois um galho e, si, solto da videira, não pode receber sua
energia, seus benefícios, nutrientes, informações, não tem como produzir fruto
ou gerar resultados, pois o galho, não tem a capacidade de reproduzir sozinho,
sem ter ligação com a árvore que produz a fotossíntese, que oxigeniza o meio
ambiente e tem raízes que lhe dão condições de se firmar e absorver o que for
preciso da terra.
2. Dar Fruto – Ser Produtivo
No Reino de Deus não existe competitividade, mas sim produtividade,
ninguém precisa fazer mais que o outro, mas sim produzir o que lhe é cabível. E
aí está o ponto de ser ramo em plena conexão com a videira: produtividade. Se
você produz frutos, você será limpo pelo próprio Deus, que é o agricultor, mas
se não produz, será cortado – excluído pelo próprio Deus e lançado no fogo, pois
não tem utilidade no Reino de Deus que está instalado na Face da Terra, tendo
sua igreja (membros) como representante.
3. Permanecer, Pedir, Acontecer
Na introdução utilizei os extremos para demonstrar que usamos o critério
do mundo para constatar se Deus abençoa ou não uma pessoa. Isto é algo que
nem sempre está em harmonia com a Palavra de Deus. Utilizarei agora esses
três verbos que destaquei do texto lido e a partir deles veremos como podemos
compreender que do jeito que está não pode ficar:
Permanecer – se você está passando por diversas dificuldades, por
problemas que parecem não ter fim, quase perdendo as esperanças, então diga
bem alto: Do jeito que está não pode ficar! Você não pode permanecer na
desvantagem, na retaguarda, esperando a morte chegar. O permanecer em
Cristo deve provocar em você uma atitude positiva e dinâmica, ou seja, você não
deve ficar só observando as coisas acontecerem deve interagir para que elas
mudem. Então vem a grande pergunta: O que fazer? Permaneça conectado aos
mandamentos de Cristo. Repita bem alto esses mandamentos. Confesse
diariamente diante das circunstâncias: Eu sou ramo frutífero em Cristo Jesus, e
independente do que estou passando continuarei pregando a mensagem de
Salvação, a partir de minha conexão diária e verdadeira. Se Cristo quer que eu
passe isto eu aceito e digo para Ele: A tua Graça me basta, porém, se não é do
agrado de meu Deus que passe por isto eu reivindico: O Senhor Jesus repreenda
a fúria do adversário e me permita superar esses obstáculos.
Agora, você precisa ter uma visão espiritual do Reino de Deus na Terra,
pois se tudo está dando certo você teria coragem ou entendimento para fazer a
mesma oração? Parece óbvio que não. Parece até ridículo, pois quem oraria a
Deus pedindo que os benefícios que está recebendo se não forem da parte dele
que sejam retirados. Pois a resposta está na palavra: A árvore boa dá bons
frutos, pelos seus frutos sereis (re) conhecidos. Você quer permanecer dando
frutos que o mundo se agrade e louva ou quer dar os frutos que são agradáveis
a Deus? Repita em alto e bom som: Deus, tudo está dando certo, estou bem
financeiramente, mas tu estás se agradando dos frutos que eu estou
produzindo? Do jeito que está não pode ficar!
Pedir – O que você tem pedido a Deus? Você geralmente recebe aquilo
que pede? Serei enfático e duro com você e comigo mesmo: Se não tenho
recebido o que tenho pedido a Deus, então estaria eu fora da harmonia – de ser
um ramo conectado à Videira? Essa resposta é individual, porém nos faz refletir,
pois também no sermão do monte Jesus disse “pedi e dar-se-vos-á”. Agora
precisarei usar um conhecimento sobre linguagem e pensamento, pois aqui está
evidenciada a fé oral, a fé que fala, que pensa, sente e fala, uma linguagem
humana que se conecta com a linguagem divina: Deus responde a quem está
conectado nEle por intermédio de seu filho Jesus. Então por que você não
recebe quando pede? Porque o verbo anterior, determina o tempo de sua
conexão e/ou permanência nEle. Vou exemplificar, você é contratado por uma
empresa, e na segunda semana, mesmo tendo chegado atrasado e faltado na
primeira semana de trabalho, você pede aumento de 100% ao seu chefe, tudo
isso, seu argumento: sou seu empregado. Você acha que isto é suficiente para
que receba o aumento? A resposta é individual, mas quase posso saber o que
você irá responder. Bem, eu não daria o aumento a um empregado em sua
segunda semana de trabalho e com atrasos e faltas em seu cartão de ponto já
na primeira semana. Alguns estão a anos como membros de igreja, mas
efetivamente sua produtividade não chega a semanas. Mas seus pedidos são
baseados em seu tempo de batismo, ou seja, em sua permanência como
membros de uma denominação, não como conectados, produzindo, sendo
limpos e dando frutos. Peça com a autoridade de Jesus, não com a sua, para
pedir é imprescindível estar em harmonia com o Senhor Jesus. Você entende
isto? Isto ficou bem claro?
Acontecer – O verbo acontecer não está explícito no texto – João 15:7 –
Mas sim está implícito: “será feito”, a permanência do indivíduo em Cristo e da
Palavra de Cristo no indivíduo, gera uma autorização humana-DIVINA-humana,
explicando isto: o homem se mantém fiel aos mandamentos de Cristo, para tanto,
se apropria de sua Palavra em seu estilo de vida, segue a humanidade de Cristo
que tem poder nos Céus e na Terra, e sua Natureza Divina é capaz de nos enviar
bênçãos aqui na Terra. O que quero dizer, pela Palavra dita por Jesus, que o
acontecer, o ser feito, conforme nós pedimos, tornar-se-á uma realidade de
forma imediata, à medida em que nos tornamos dependentes-permanentes de
Jesus. E aí experimentaremos as mudanças.
III. Conclusão – Não aceite o jeito que está se esse jeito não é o de Deus
1. “Guardar os meus mandamentos” - Significa praticar o amor de Cristo.
2. Permaneça vivendo um estilo que reflita o amor que guarda os
mandamentos de Deus.
3. Pratique o amor ao próximo.
4. Contente-se com o que tem, mas jamais acomode-se com a circunstância.
5. Deus não criou você para ser mais um, mas para ser alguém especial.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

9 livretos de kenneth e. hagin
9 livretos de kenneth e. hagin9 livretos de kenneth e. hagin
9 livretos de kenneth e. hagin
José Ventura
 
Graça Derramada
Graça DerramadaGraça Derramada
Graça Derramada
www.osEXgays.com
 
5 funções-da-célula-mda
5 funções-da-célula-mda5 funções-da-célula-mda
5 funções-da-célula-mda
Geise Lacerda
 
Apostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mdaApostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mda
Claudia araujo
 
A Jornada aos Aposentos do Rei
A Jornada aos Aposentos do Rei A Jornada aos Aposentos do Rei
A Jornada aos Aposentos do Rei
Grupo Irmãos na Unção
 
Avivamento
AvivamentoAvivamento
Avivamento
iran rodrigues
 
Discipulado Avançado II - MDA COMEJE
Discipulado Avançado II - MDA COMEJEDiscipulado Avançado II - MDA COMEJE
Discipulado Avançado II - MDA COMEJE
Roberto Trindade
 
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Paulo De Tarso Fernandes
 
Discipulado Avançado - MDA COMEJE
Discipulado Avançado - MDA COMEJEDiscipulado Avançado - MDA COMEJE
Discipulado Avançado - MDA COMEJE
Socorro Trindade
 
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCAManual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
MINISTERIO IPCA.
 
Escola De Obreiros Tampa Fl Usa
Escola De Obreiros Tampa Fl UsaEscola De Obreiros Tampa Fl Usa
Escola De Obreiros Tampa Fl Usa
CARLOS ZACARKIM
 
E. w. kenyon os dois tipos de fé
E. w. kenyon   os dois tipos de féE. w. kenyon   os dois tipos de fé
E. w. kenyon os dois tipos de fé
Pastor Alexander König Ribeiro
 
Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019
Alice Costa
 
A visão do purê de batatas
A visão do purê de batatasA visão do purê de batatas
A visão do purê de batatas
antonio ferreira
 
Benefícios do Discipulado 2
Benefícios do Discipulado 2Benefícios do Discipulado 2
Benefícios do Discipulado 2
Roberto Trindade
 
Reencontrando a Estrela
Reencontrando a EstrelaReencontrando a Estrela
Reencontrando a Estrela
www.osEXgays.com
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 3 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 3 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 3 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 3 - John Owen
Silvio Dutra
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
Silvio Dutra
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 2 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 2 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 2 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 2 - John Owen
Silvio Dutra
 
Manual de Discipulador
Manual de DiscipuladorManual de Discipulador
Manual de Discipulador
Christian Lepelletier
 

Mais procurados (20)

9 livretos de kenneth e. hagin
9 livretos de kenneth e. hagin9 livretos de kenneth e. hagin
9 livretos de kenneth e. hagin
 
Graça Derramada
Graça DerramadaGraça Derramada
Graça Derramada
 
5 funções-da-célula-mda
5 funções-da-célula-mda5 funções-da-célula-mda
5 funções-da-célula-mda
 
Apostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mdaApostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mda
 
A Jornada aos Aposentos do Rei
A Jornada aos Aposentos do Rei A Jornada aos Aposentos do Rei
A Jornada aos Aposentos do Rei
 
Avivamento
AvivamentoAvivamento
Avivamento
 
Discipulado Avançado II - MDA COMEJE
Discipulado Avançado II - MDA COMEJEDiscipulado Avançado II - MDA COMEJE
Discipulado Avançado II - MDA COMEJE
 
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
 
Discipulado Avançado - MDA COMEJE
Discipulado Avançado - MDA COMEJEDiscipulado Avançado - MDA COMEJE
Discipulado Avançado - MDA COMEJE
 
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCAManual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
 
Escola De Obreiros Tampa Fl Usa
Escola De Obreiros Tampa Fl UsaEscola De Obreiros Tampa Fl Usa
Escola De Obreiros Tampa Fl Usa
 
E. w. kenyon os dois tipos de fé
E. w. kenyon   os dois tipos de féE. w. kenyon   os dois tipos de fé
E. w. kenyon os dois tipos de fé
 
Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019Manual do obreiro adrv 2019
Manual do obreiro adrv 2019
 
A visão do purê de batatas
A visão do purê de batatasA visão do purê de batatas
A visão do purê de batatas
 
Benefícios do Discipulado 2
Benefícios do Discipulado 2Benefícios do Discipulado 2
Benefícios do Discipulado 2
 
Reencontrando a Estrela
Reencontrando a EstrelaReencontrando a Estrela
Reencontrando a Estrela
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 3 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 3 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 3 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 3 - John Owen
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 1 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 1 - John Owen
 
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 2 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 2 - John OwenTratado sobre o Espirito Santo   livro iv - parte 2 - John Owen
Tratado sobre o Espirito Santo livro iv - parte 2 - John Owen
 
Manual de Discipulador
Manual de DiscipuladorManual de Discipulador
Manual de Discipulador
 

Destaque

IBPN - Igreja Batista Pacto Novo logomarca 22.03.2016
IBPN - Igreja Batista Pacto Novo   logomarca 22.03.2016IBPN - Igreja Batista Pacto Novo   logomarca 22.03.2016
IBPN - Igreja Batista Pacto Novo logomarca 22.03.2016
Claudio Marcio
 
Avivamento Pentecostal e a Igreja Atual
Avivamento Pentecostal e a Igreja AtualAvivamento Pentecostal e a Igreja Atual
Avivamento Pentecostal e a Igreja Atual
Psicanalista Santos
 
Estudos no sermão do monte d.m.lloyd jones
Estudos no sermão do monte   d.m.lloyd jonesEstudos no sermão do monte   d.m.lloyd jones
Estudos no sermão do monte d.m.lloyd jones
João Eduardo
 
A capa de bartimeu em 17.02.2015 - Pr. Claudio Santos
A capa de bartimeu   em 17.02.2015 - Pr. Claudio SantosA capa de bartimeu   em 17.02.2015 - Pr. Claudio Santos
A capa de bartimeu em 17.02.2015 - Pr. Claudio Santos
Psicanalista Santos
 
Instituto ide uma nova rampa
Instituto ide   uma nova rampaInstituto ide   uma nova rampa
Instituto ide uma nova rampa
Claudio Marcio
 
Apresentação Institucional Projeto Ide missões
Apresentação Institucional Projeto Ide missõesApresentação Institucional Projeto Ide missões
Apresentação Institucional Projeto Ide missões
Claudio Santos
 
Mês da Bíblia - História de Israel - Aliança
Mês da Bíblia  - História de Israel - AliançaMês da Bíblia  - História de Israel - Aliança
Mês da Bíblia - História de Israel - Aliança
Mary Donzellini MJC
 
Caio fábio síndrome de lúcifer
Caio fábio   síndrome de lúciferCaio fábio   síndrome de lúcifer
Caio fábio síndrome de lúcifer
Ricardo Gondim
 
A defesa de um ministério frutífero
A defesa de um ministério frutíferoA defesa de um ministério frutífero
A defesa de um ministério frutífero
Pastor Juscelino Freitas
 
83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal
83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal
83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal
alexoliveira1976
 
Surpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na Vida
Surpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na VidaSurpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na Vida
Surpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na Vida
Psicanalista Santos
 
Projeto para o tcc orientação educacional – mediação e intervenção diante ...
Projeto para o tcc   orientação educacional – mediação e  intervenção diante ...Projeto para o tcc   orientação educacional – mediação e  intervenção diante ...
Projeto para o tcc orientação educacional – mediação e intervenção diante ...
Psicanalista Santos
 
O perfil de um missionário
O perfil de um missionárioO perfil de um missionário
O perfil de um missionário
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Diáconos apostila
Diáconos   apostilaDiáconos   apostila
Diáconos apostila
Isaias Christal
 
Introdução à Fisiologia - Fisiologia
Introdução à Fisiologia - FisiologiaIntrodução à Fisiologia - Fisiologia
Introdução à Fisiologia - Fisiologia
Fisio Unipampa
 
Manual do diácono claudionor de andrade
Manual do diácono   claudionor de andradeManual do diácono   claudionor de andrade
Manual do diácono claudionor de andrade
EDIMILSON COSTA NASCIMENTO
 
A importância da família para o processo da aprendizagem escolar por flávia...
A importância da família para o processo da aprendizagem escolar   por flávia...A importância da família para o processo da aprendizagem escolar   por flávia...
A importância da família para o processo da aprendizagem escolar por flávia...
Psicanalista Santos
 
58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc
Anapaula Ribeiro
 

Destaque (18)

IBPN - Igreja Batista Pacto Novo logomarca 22.03.2016
IBPN - Igreja Batista Pacto Novo   logomarca 22.03.2016IBPN - Igreja Batista Pacto Novo   logomarca 22.03.2016
IBPN - Igreja Batista Pacto Novo logomarca 22.03.2016
 
Avivamento Pentecostal e a Igreja Atual
Avivamento Pentecostal e a Igreja AtualAvivamento Pentecostal e a Igreja Atual
Avivamento Pentecostal e a Igreja Atual
 
Estudos no sermão do monte d.m.lloyd jones
Estudos no sermão do monte   d.m.lloyd jonesEstudos no sermão do monte   d.m.lloyd jones
Estudos no sermão do monte d.m.lloyd jones
 
A capa de bartimeu em 17.02.2015 - Pr. Claudio Santos
A capa de bartimeu   em 17.02.2015 - Pr. Claudio SantosA capa de bartimeu   em 17.02.2015 - Pr. Claudio Santos
A capa de bartimeu em 17.02.2015 - Pr. Claudio Santos
 
Instituto ide uma nova rampa
Instituto ide   uma nova rampaInstituto ide   uma nova rampa
Instituto ide uma nova rampa
 
Apresentação Institucional Projeto Ide missões
Apresentação Institucional Projeto Ide missõesApresentação Institucional Projeto Ide missões
Apresentação Institucional Projeto Ide missões
 
Mês da Bíblia - História de Israel - Aliança
Mês da Bíblia  - História de Israel - AliançaMês da Bíblia  - História de Israel - Aliança
Mês da Bíblia - História de Israel - Aliança
 
Caio fábio síndrome de lúcifer
Caio fábio   síndrome de lúciferCaio fábio   síndrome de lúcifer
Caio fábio síndrome de lúcifer
 
A defesa de um ministério frutífero
A defesa de um ministério frutíferoA defesa de um ministério frutífero
A defesa de um ministério frutífero
 
83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal
83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal
83272587 apostila-oficial-para-o-ministerio-diaconal
 
Surpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na Vida
Surpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na VidaSurpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na Vida
Surpreenda se Consigo Mesmo - Saiba Qual a Sua Missão na Vida
 
Projeto para o tcc orientação educacional – mediação e intervenção diante ...
Projeto para o tcc   orientação educacional – mediação e  intervenção diante ...Projeto para o tcc   orientação educacional – mediação e  intervenção diante ...
Projeto para o tcc orientação educacional – mediação e intervenção diante ...
 
O perfil de um missionário
O perfil de um missionárioO perfil de um missionário
O perfil de um missionário
 
Diáconos apostila
Diáconos   apostilaDiáconos   apostila
Diáconos apostila
 
Introdução à Fisiologia - Fisiologia
Introdução à Fisiologia - FisiologiaIntrodução à Fisiologia - Fisiologia
Introdução à Fisiologia - Fisiologia
 
Manual do diácono claudionor de andrade
Manual do diácono   claudionor de andradeManual do diácono   claudionor de andrade
Manual do diácono claudionor de andrade
 
A importância da família para o processo da aprendizagem escolar por flávia...
A importância da família para o processo da aprendizagem escolar   por flávia...A importância da família para o processo da aprendizagem escolar   por flávia...
A importância da família para o processo da aprendizagem escolar por flávia...
 
58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc58723691 curso-de-diacono-doc
58723691 curso-de-diacono-doc
 

Semelhante a SEJA CRISTÃO UM RAMO FRUTÍFERO

Boletim IPC Limeira 31/12/17
Boletim IPC Limeira 31/12/17Boletim IPC Limeira 31/12/17
Boletim IPC Limeira 31/12/17
Adelson R. Dos Santos
 
É possível ser santo
É possível ser santoÉ possível ser santo
É possível ser santo
jb1955
 
Aula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptx
Aula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptxAula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptx
Aula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptx
JosMauroPiresCoutinh
 
Apostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehemApostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehem
Paulo De Tarso Fernandes
 
Destinados a reinar
Destinados a reinarDestinados a reinar
Destinados a reinar
Adriano Gonçalves Martins
 
Vós Orareis Assim...
Vós Orareis Assim...Vós Orareis Assim...
Boletim Jovem Novembro 2014
Boletim Jovem Novembro 2014Boletim Jovem Novembro 2014
Boletim Jovem Novembro 2014
willams
 
Aula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptx
Aula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptxAula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptx
Aula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptx
JosMauroPiresCoutinh
 
Comissão, pressão e crescimento 290712 1
Comissão, pressão e crescimento   290712 1Comissão, pressão e crescimento   290712 1
Comissão, pressão e crescimento 290712 1
UFU
 
[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo
[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo
[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo
Linaldo Lima
 
R. r. soares como tomar posse da bênção
R. r. soares   como tomar posse da bênçãoR. r. soares   como tomar posse da bênção
R. r. soares como tomar posse da bênção
Wagner Santos Fernandes
 
eu_barnabe _Abe Huber.pdf
eu_barnabe _Abe Huber.pdfeu_barnabe _Abe Huber.pdf
eu_barnabe _Abe Huber.pdf
KellyPerim2
 
Como ser fiel em tudo
Como ser fiel em tudoComo ser fiel em tudo
Como ser fiel em tudo
jb1955
 
Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012
cynthiapalmas
 
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplarAbra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
Sheimon Mim
 
Crescendo na vida
Crescendo na vidaCrescendo na vida
Crescendo na vida
cibelefernoli
 
Boletim 631 - 02/06/19
Boletim 631 - 02/06/19Boletim 631 - 02/06/19
Boletim 631 - 02/06/19
stanaami
 
aconselhamento e orientação pastoral
aconselhamento e orientação pastoralaconselhamento e orientação pastoral
aconselhamento e orientação pastoral
Deniserma
 
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Instituto Teológico Gamaliel
 
Apostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mdaApostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mda
Davidson Da Costa Ramos
 

Semelhante a SEJA CRISTÃO UM RAMO FRUTÍFERO (20)

Boletim IPC Limeira 31/12/17
Boletim IPC Limeira 31/12/17Boletim IPC Limeira 31/12/17
Boletim IPC Limeira 31/12/17
 
É possível ser santo
É possível ser santoÉ possível ser santo
É possível ser santo
 
Aula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptx
Aula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptxAula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptx
Aula 5- O homem aprovado pela fé – Rev. Lucas Andrade.pptx
 
Apostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehemApostila bem vindos à betlehem
Apostila bem vindos à betlehem
 
Destinados a reinar
Destinados a reinarDestinados a reinar
Destinados a reinar
 
Vós Orareis Assim...
Vós Orareis Assim...Vós Orareis Assim...
Vós Orareis Assim...
 
Boletim Jovem Novembro 2014
Boletim Jovem Novembro 2014Boletim Jovem Novembro 2014
Boletim Jovem Novembro 2014
 
Aula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptx
Aula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptxAula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptx
Aula 1 O Homem Aprovado por Deus - Rev. Jovanir Laje.pptx
 
Comissão, pressão e crescimento 290712 1
Comissão, pressão e crescimento   290712 1Comissão, pressão e crescimento   290712 1
Comissão, pressão e crescimento 290712 1
 
[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo
[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo
[Sermão] As verdades sobre a Videira - Blog de Linaldo
 
R. r. soares como tomar posse da bênção
R. r. soares   como tomar posse da bênçãoR. r. soares   como tomar posse da bênção
R. r. soares como tomar posse da bênção
 
eu_barnabe _Abe Huber.pdf
eu_barnabe _Abe Huber.pdfeu_barnabe _Abe Huber.pdf
eu_barnabe _Abe Huber.pdf
 
Como ser fiel em tudo
Como ser fiel em tudoComo ser fiel em tudo
Como ser fiel em tudo
 
Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012Pastora welma confadesp_2012
Pastora welma confadesp_2012
 
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplarAbra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
 
Crescendo na vida
Crescendo na vidaCrescendo na vida
Crescendo na vida
 
Boletim 631 - 02/06/19
Boletim 631 - 02/06/19Boletim 631 - 02/06/19
Boletim 631 - 02/06/19
 
aconselhamento e orientação pastoral
aconselhamento e orientação pastoralaconselhamento e orientação pastoral
aconselhamento e orientação pastoral
 
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
 
Apostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mdaApostila para discipulado mda
Apostila para discipulado mda
 

Último

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 

Último (10)

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 

SEJA CRISTÃO UM RAMO FRUTÍFERO

  • 1. SEJA CRISTÃO UM RAMO FRUTÍFERO Pr. Claudio Marcio Mensagem pregada na CAMPANHA “Do Jeito Que Tá Não Pode Ficar”, convite feito pelo Pr. Rogério. 17 de Março de 2016. Tema: Vida Cristã Texto: O Evangelho Segundo João – Capítulo 15: 1-12. I. Introdução 1. Resultado Insatisfatório – Ótica Humana 1. Desânimo, 2. Frustração, 3. Angústia, 4. Tristeza, 5. Desesperança, 6. Fracasso, 7. Falta de Fé, 8. Perdas, 9. Dívidas, 10. Problemas Familiares. Esse cenário é capaz de levar alguém a apostatar da fé ou considerar se sua fé realmente vale a pena. Estaria um verdadeiro cristão a mercê de tantas coisas ruins e desagradáveis, tudo ao mesmo tempo? Vamos acrescentar alguns elementos que nos farão ter uma visão ainda melhor dessa difícil realidade: Uma pessoa aceitou a Cristo, foi batizada nas águas, foi batizada no Espírito Santo, frequenta aos cultos nas reuniões da igreja, mas perdeu seu emprego, está acumulando dívidas, não consegue vislumbrar uma solução plausível, fica aguardando o telefone tocar, uma porta se abrir, alguém ajudar, estando sua dispensa vazia e pessoas íntimas lhe lançando na face seus erros. Bem, vou parar por aí, pois creio que já deu para ampliar a visão. 2. Resultado Satisfatório – Ótica Humana 1. Expectativa de ser promovido na empresa, 2. Boa vida, 3. Alegria, 4. Satisfação, 5. Sucesso, 6. Ganhos Extraordinários, 7. Compras sem preocupação, 8. Tudo dá certo, 9. Tem muitos amigos, 10. Demonstra muita fé. Esse cenário parece ser o ideal, é fácil desenvolver a fé assim, pois parece valer a pena. Estaria um verdadeiro cristão a mercê de tantas coisasboas e agradáveis, tudo ao mesmo tempo? Acrescentarei aqui também alguns elementos para termos uma visão ampliada e melhor sobre esse cenário: Você é uma pessoa de bem, gosta de servir a Deus e por conta dessa fé, tornou-se uma pessoa bem quista em seu local de trabalho, teve algumas premiações por causa de sua dedicação, é um exemplo de bom vizinho, pai e chefe de família, as pessoas adoram ficar perto de você, pois acham que você atrai bons fluídos, enfim, você é um sucesso em vida. Vou parar por aqui, pois é capaz de você “estourar” por ser tão bom assim. 3. Dois Extremos Propus nos exemplos anteriores dois extremos: o primeiro onde toda a sorte de azar parece alcançar uma pessoa, o segundo, onde toda a sorte de boa sorte alcançou outra pessoa. Porém, ao fazer isto eu propositadamente
  • 2. estabeleci extremidades: uma muito alta, a outra muito baixa, no entanto, ambas as possibilidades acabam colidindo com a Palavra de Deus, e é essa minha proposta. Esteja você no primeiro extremo de dificuldades, ou você no segundo extremo de facilidades, faz-se necessário compreender que ambas não podem satisfazer e agradar a Deus se não forem capazes de produzirem frutos, ou seja, tanto uma quanto a outra, independentemente dos resultados sob a ótica humana, se não forem capazes de colocarem você como ramo frutífero, então nos conduzirão à proposta da Campanha nessas semanas: “Do Jeito que tá não Pode Ficar!” E a pergunta que pretendo responder para resolver esse problema é: Qual o jeito, a forma, a posição em que o ser humano precisa ficar para ser agradável aos olhos de Deus? II. ESBOÇO 1. Posição de Unidade – Estar em Cristo O texto proposto para nosso sermão nos diz que Jesus é a Videira e para dar fruto o ramo precisa estar conectado na videira, preso, ligado, firmado, nada surpreendente, pois um galho e, si, solto da videira, não pode receber sua energia, seus benefícios, nutrientes, informações, não tem como produzir fruto ou gerar resultados, pois o galho, não tem a capacidade de reproduzir sozinho, sem ter ligação com a árvore que produz a fotossíntese, que oxigeniza o meio ambiente e tem raízes que lhe dão condições de se firmar e absorver o que for preciso da terra. 2. Dar Fruto – Ser Produtivo No Reino de Deus não existe competitividade, mas sim produtividade, ninguém precisa fazer mais que o outro, mas sim produzir o que lhe é cabível. E aí está o ponto de ser ramo em plena conexão com a videira: produtividade. Se você produz frutos, você será limpo pelo próprio Deus, que é o agricultor, mas se não produz, será cortado – excluído pelo próprio Deus e lançado no fogo, pois não tem utilidade no Reino de Deus que está instalado na Face da Terra, tendo sua igreja (membros) como representante. 3. Permanecer, Pedir, Acontecer Na introdução utilizei os extremos para demonstrar que usamos o critério do mundo para constatar se Deus abençoa ou não uma pessoa. Isto é algo que nem sempre está em harmonia com a Palavra de Deus. Utilizarei agora esses três verbos que destaquei do texto lido e a partir deles veremos como podemos compreender que do jeito que está não pode ficar: Permanecer – se você está passando por diversas dificuldades, por problemas que parecem não ter fim, quase perdendo as esperanças, então diga bem alto: Do jeito que está não pode ficar! Você não pode permanecer na desvantagem, na retaguarda, esperando a morte chegar. O permanecer em
  • 3. Cristo deve provocar em você uma atitude positiva e dinâmica, ou seja, você não deve ficar só observando as coisas acontecerem deve interagir para que elas mudem. Então vem a grande pergunta: O que fazer? Permaneça conectado aos mandamentos de Cristo. Repita bem alto esses mandamentos. Confesse diariamente diante das circunstâncias: Eu sou ramo frutífero em Cristo Jesus, e independente do que estou passando continuarei pregando a mensagem de Salvação, a partir de minha conexão diária e verdadeira. Se Cristo quer que eu passe isto eu aceito e digo para Ele: A tua Graça me basta, porém, se não é do agrado de meu Deus que passe por isto eu reivindico: O Senhor Jesus repreenda a fúria do adversário e me permita superar esses obstáculos. Agora, você precisa ter uma visão espiritual do Reino de Deus na Terra, pois se tudo está dando certo você teria coragem ou entendimento para fazer a mesma oração? Parece óbvio que não. Parece até ridículo, pois quem oraria a Deus pedindo que os benefícios que está recebendo se não forem da parte dele que sejam retirados. Pois a resposta está na palavra: A árvore boa dá bons frutos, pelos seus frutos sereis (re) conhecidos. Você quer permanecer dando frutos que o mundo se agrade e louva ou quer dar os frutos que são agradáveis a Deus? Repita em alto e bom som: Deus, tudo está dando certo, estou bem financeiramente, mas tu estás se agradando dos frutos que eu estou produzindo? Do jeito que está não pode ficar! Pedir – O que você tem pedido a Deus? Você geralmente recebe aquilo que pede? Serei enfático e duro com você e comigo mesmo: Se não tenho recebido o que tenho pedido a Deus, então estaria eu fora da harmonia – de ser um ramo conectado à Videira? Essa resposta é individual, porém nos faz refletir, pois também no sermão do monte Jesus disse “pedi e dar-se-vos-á”. Agora precisarei usar um conhecimento sobre linguagem e pensamento, pois aqui está evidenciada a fé oral, a fé que fala, que pensa, sente e fala, uma linguagem humana que se conecta com a linguagem divina: Deus responde a quem está conectado nEle por intermédio de seu filho Jesus. Então por que você não recebe quando pede? Porque o verbo anterior, determina o tempo de sua conexão e/ou permanência nEle. Vou exemplificar, você é contratado por uma empresa, e na segunda semana, mesmo tendo chegado atrasado e faltado na primeira semana de trabalho, você pede aumento de 100% ao seu chefe, tudo isso, seu argumento: sou seu empregado. Você acha que isto é suficiente para que receba o aumento? A resposta é individual, mas quase posso saber o que você irá responder. Bem, eu não daria o aumento a um empregado em sua segunda semana de trabalho e com atrasos e faltas em seu cartão de ponto já na primeira semana. Alguns estão a anos como membros de igreja, mas efetivamente sua produtividade não chega a semanas. Mas seus pedidos são baseados em seu tempo de batismo, ou seja, em sua permanência como membros de uma denominação, não como conectados, produzindo, sendo limpos e dando frutos. Peça com a autoridade de Jesus, não com a sua, para pedir é imprescindível estar em harmonia com o Senhor Jesus. Você entende isto? Isto ficou bem claro? Acontecer – O verbo acontecer não está explícito no texto – João 15:7 –
  • 4. Mas sim está implícito: “será feito”, a permanência do indivíduo em Cristo e da Palavra de Cristo no indivíduo, gera uma autorização humana-DIVINA-humana, explicando isto: o homem se mantém fiel aos mandamentos de Cristo, para tanto, se apropria de sua Palavra em seu estilo de vida, segue a humanidade de Cristo que tem poder nos Céus e na Terra, e sua Natureza Divina é capaz de nos enviar bênçãos aqui na Terra. O que quero dizer, pela Palavra dita por Jesus, que o acontecer, o ser feito, conforme nós pedimos, tornar-se-á uma realidade de forma imediata, à medida em que nos tornamos dependentes-permanentes de Jesus. E aí experimentaremos as mudanças. III. Conclusão – Não aceite o jeito que está se esse jeito não é o de Deus 1. “Guardar os meus mandamentos” - Significa praticar o amor de Cristo. 2. Permaneça vivendo um estilo que reflita o amor que guarda os mandamentos de Deus. 3. Pratique o amor ao próximo. 4. Contente-se com o que tem, mas jamais acomode-se com a circunstância. 5. Deus não criou você para ser mais um, mas para ser alguém especial.