SlideShare uma empresa Scribd logo
PARA ALÉM DA DOR Clique para passagem de slides Ligue o som
Todos nós, algum dia, já nos deparamos com situações diante das quais nos sentimos absolutamente impotentes; nada podíamos fazer, nenhuma palavra podia ser dita, nenhum gesto nosso faria qualquer diferença, nossas experiências para nada valeriam.
Nessas horas só nos restou uma constatação, uma certeza: Só Deus para nos ajudar!
Ele é o único bálsamo capaz de trazer alívio para a nossa profunda dor. O Senhor conhece a nossa alma e sabe dos nossos limites. Ele nos conhece tal como somos. Só Ele pode invadir os segredos do nosso ser.
Há momentos tão difíceis que, se Deus não nos tomar pela mão, ficaremos prostrados. Da mesma forma, se Ele não tocar nosso coração, ninguém conseguirá consolar-nos.
Se a força dele não nos erguer do caos, ficaremos cambaleando, tal qual um bêbado, com passos trôpegos pelos corredores da vida.
O Senhor é a esperança que nos mantém vivos, e a Sua força é a razão de seguirmos vivendo, apesar das tempestades.
Depender do Altíssimo não é sinal de fraqueza, mas o testemunho de fortaleza interior. O homem só é grande quando se reconhece carente do Senhor. Crescemos quando estamos nos braços do Pai.
Feliz a pessoa que pode dizer, a qualquer tempo: “Agora, só Deus!” Todos nós temos nossos limites. Ninguém se basta. Reconhecer os limites é sinal de grandeza e de humanidade.
Diante das impossibilidades humanas, clamar por Deus é semear a vitória; é construir pontes por entre as nuvens nebulosas do sofrimento.
Algumas experiências da vida não podem ser vivenciadas sem a ajuda de Deus: a dor do luto, a solidão por um amor findo, o medo do amanhã, a sensação do abandono, o fim de um sonho, e tantas outras experiências dolorosas que a vida nos reserva. Para encará-las e vencê-las, só com Deus!
Muitas pessoas, quando olham para trás, vendo os desafios que enfrentaram e as lutas que venceram e percebendo os muitos livramentos que tiveram ao longo da vida, têm a certeza de que foi o Senhor quem lhes deu proteção, forças para lutar e coragem para não desistir.
Tais pessoas colocam a mão no peito e dizem com voz de triunfo e gratidão: “Foi Deus”!
Sendo assim, só nos resta uma certeza diante de tantas incertezas e das contingências ao nosso redor: só Deus para nos garantir proteção e manter viva a chama da fé e a vontade de viver, com doçura e esperança, com alegria e paixão.
Quando tudo parecer perdido, humanamente sem solução, não há por que entrar em desespero. Lembremo-nos da promessa bíblica:  Se Deus é por nós, quem será contra nós?  (Romanos 8.31)
Créditos: texto: Pastor Estevam Fernandes de Oliveira formatação: Nerivaldo lopes data: 10.8.2010 música: In my heart (E.Cortazar)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Por uma santa quitéria cidadã
Por uma santa quitéria cidadãPor uma santa quitéria cidadã
Por uma santa quitéria cidadã
Abílio's
 
Gillian mac beth louthan - portais divinos
Gillian mac beth louthan -  portais divinosGillian mac beth louthan -  portais divinos
Gillian mac beth louthan - portais divinos
Mô...Moema Anita Conceição
 
Prometa a si mesmo
Prometa a si mesmoPrometa a si mesmo
Prometa a si mesmo
Mensagens Virtuais
 
Nunca sem esperança (meimei)
Nunca sem esperança (meimei)Nunca sem esperança (meimei)
Nunca sem esperança (meimei)
Grupo Espírita Mensageiros
 
Pensamento
PensamentoPensamento
Pensamento
pastorlinaldo
 
NA Unção de Deus Elaine de Jesus
NA Unção de Deus Elaine de JesusNA Unção de Deus Elaine de Jesus
NA Unção de Deus Elaine de Jesus
Alexandre Vagner
 
Questao de fe
Questao de feQuestao de fe
Questao de fe
Fer Nanda
 
Esperança
EsperançaEsperança
Esperança
berenvaz
 
A Paz que Trago em Meu Peito
A Paz que Trago em Meu PeitoA Paz que Trago em Meu Peito
A Paz que Trago em Meu Peito
-
 
Poema da prosperidade
Poema da prosperidadePoema da prosperidade
Poema da prosperidade
Mima Badan
 
Vida o maior de todos os presentes
Vida   o maior de todos os presentesVida   o maior de todos os presentes
Vida o maior de todos os presentes
clinicansl
 
Eu Acredito...
Eu  Acredito...Eu  Acredito...
Eu Acredito...
M PAULINO
 
Perolas de luz
Perolas de luzPerolas de luz
Perolas de luz
Mensagens Virtuais
 
Dia do Homem Presbiteriano
Dia do Homem PresbiterianoDia do Homem Presbiteriano
Dia do Homem Presbiteriano
anatgsmslides
 
Pérolas de luz
Pérolas de luzPérolas de luz

Mais procurados (15)

Por uma santa quitéria cidadã
Por uma santa quitéria cidadãPor uma santa quitéria cidadã
Por uma santa quitéria cidadã
 
Gillian mac beth louthan - portais divinos
Gillian mac beth louthan -  portais divinosGillian mac beth louthan -  portais divinos
Gillian mac beth louthan - portais divinos
 
Prometa a si mesmo
Prometa a si mesmoPrometa a si mesmo
Prometa a si mesmo
 
Nunca sem esperança (meimei)
Nunca sem esperança (meimei)Nunca sem esperança (meimei)
Nunca sem esperança (meimei)
 
Pensamento
PensamentoPensamento
Pensamento
 
NA Unção de Deus Elaine de Jesus
NA Unção de Deus Elaine de JesusNA Unção de Deus Elaine de Jesus
NA Unção de Deus Elaine de Jesus
 
Questao de fe
Questao de feQuestao de fe
Questao de fe
 
Esperança
EsperançaEsperança
Esperança
 
A Paz que Trago em Meu Peito
A Paz que Trago em Meu PeitoA Paz que Trago em Meu Peito
A Paz que Trago em Meu Peito
 
Poema da prosperidade
Poema da prosperidadePoema da prosperidade
Poema da prosperidade
 
Vida o maior de todos os presentes
Vida   o maior de todos os presentesVida   o maior de todos os presentes
Vida o maior de todos os presentes
 
Eu Acredito...
Eu  Acredito...Eu  Acredito...
Eu Acredito...
 
Perolas de luz
Perolas de luzPerolas de luz
Perolas de luz
 
Dia do Homem Presbiteriano
Dia do Homem PresbiterianoDia do Homem Presbiteriano
Dia do Homem Presbiteriano
 
Pérolas de luz
Pérolas de luzPérolas de luz
Pérolas de luz
 

Destaque

Implementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de Serviços
Implementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de ServiçosImplementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de Serviços
Implementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de Serviços
Fernando Palma
 
Slide Linux
Slide LinuxSlide Linux
Slide Linux
guest5b86a2
 
Apostila 3
Apostila 3Apostila 3
Apostila 3
Dionei Melo Verli
 
Fco 2007 ApresentaçãO
Fco 2007 ApresentaçãOFco 2007 ApresentaçãO
Fco 2007 ApresentaçãO
Ildefonso Camargo, Jr
 
Salários profissionais de TI
Salários profissionais de TISalários profissionais de TI
Salários profissionais de TI
Fernando Palma
 
Sistema Solar VirtualX3D
Sistema Solar VirtualX3DSistema Solar VirtualX3D
Sistema Solar VirtualX3D
Artur Coelho
 
Financiamemento Privado à Inovação
Financiamemento Privado à InovaçãoFinanciamemento Privado à Inovação
Financiamemento Privado à Inovação
camilotelles
 
Auditoria Log Air Sullair
Auditoria Log Air SullairAuditoria Log Air Sullair
Auditoria Log Air Sullair
ABCdoArComprimido
 
TEX_Inv Pres_150425_vfinaal
TEX_Inv Pres_150425_vfinaalTEX_Inv Pres_150425_vfinaal
TEX_Inv Pres_150425_vfinaal
Christophe Evers
 
Tema 6 mates[1]
Tema 6 mates[1]Tema 6 mates[1]
Tema 6 mates[1]
denisagabrielamuresan
 
Universidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativo
Universidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativoUniversidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativo
Universidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativo
UNACH
 
genesis
genesisgenesis
Presentación13 (2)
Presentación13 (2)Presentación13 (2)
Presentación13 (2)
denisagabrielamuresan
 
A ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLA
A ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLAA ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLA
A ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLA
Maria Ciça Moura
 
Busqueda significativa
Busqueda significativa Busqueda significativa
Busqueda significativa
Edith Figueroa López
 
Resoluciones ministeriales 2012 2013
Resoluciones ministeriales 2012 2013Resoluciones ministeriales 2012 2013
Resoluciones ministeriales 2012 2013
Julio Jose Marin
 
e-Lev
e-Leve-Lev

Destaque (20)

Implementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de Serviços
Implementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de ServiçosImplementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de Serviços
Implementação de Processos ITIL Portfólio e Catálogo de Serviços
 
Slide Linux
Slide LinuxSlide Linux
Slide Linux
 
Apostila 3
Apostila 3Apostila 3
Apostila 3
 
Fco 2007 ApresentaçãO
Fco 2007 ApresentaçãOFco 2007 ApresentaçãO
Fco 2007 ApresentaçãO
 
Salários profissionais de TI
Salários profissionais de TISalários profissionais de TI
Salários profissionais de TI
 
Sistema Solar VirtualX3D
Sistema Solar VirtualX3DSistema Solar VirtualX3D
Sistema Solar VirtualX3D
 
Financiamemento Privado à Inovação
Financiamemento Privado à InovaçãoFinanciamemento Privado à Inovação
Financiamemento Privado à Inovação
 
Rosto
RostoRosto
Rosto
 
Edicto emplaztorio N° 1 SISBEN
Edicto emplaztorio N° 1 SISBENEdicto emplaztorio N° 1 SISBEN
Edicto emplaztorio N° 1 SISBEN
 
Auditoria Log Air Sullair
Auditoria Log Air SullairAuditoria Log Air Sullair
Auditoria Log Air Sullair
 
TEX_Inv Pres_150425_vfinaal
TEX_Inv Pres_150425_vfinaalTEX_Inv Pres_150425_vfinaal
TEX_Inv Pres_150425_vfinaal
 
Tema 6 mates[1]
Tema 6 mates[1]Tema 6 mates[1]
Tema 6 mates[1]
 
Equipos de futbol
Equipos de futbolEquipos de futbol
Equipos de futbol
 
Universidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativo
Universidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativoUniversidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativo
Universidad nacional de chimborazo drive trabajo colavorativo
 
genesis
genesisgenesis
genesis
 
Presentación13 (2)
Presentación13 (2)Presentación13 (2)
Presentación13 (2)
 
A ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLA
A ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLAA ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLA
A ALEGRIA DO CIRCO EM MINHA ESCOLA
 
Busqueda significativa
Busqueda significativa Busqueda significativa
Busqueda significativa
 
Resoluciones ministeriales 2012 2013
Resoluciones ministeriales 2012 2013Resoluciones ministeriales 2012 2013
Resoluciones ministeriales 2012 2013
 
e-Lev
e-Leve-Lev
e-Lev
 

Semelhante a Para alem da_dor

A Aceitacao Som
A Aceitacao SomA Aceitacao Som
A Aceitacao Som
monicavitolo
 
Desespero
DesesperoDesespero
Desespero
usr_isaltino
 
JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100
Almir Rodrigues
 
Sobre
SobreSobre
Bem e mal sofrer
Bem e mal sofrerBem e mal sofrer
Bem e mal sofrer
Helio Cruz
 
Motivos de Resignação
Motivos de ResignaçãoMotivos de Resignação
Motivos de Resignação
Ponte de Luz ASEC
 
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitosCapítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Roberta Andrade
 
Capítulo 5- Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5- Bem aventurados os aflitosCapítulo 5- Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5- Bem aventurados os aflitos
Roberta Andrade
 
Frases
FrasesFrases
2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx
2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx
2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx
Marcos Gomes
 
Se estas sofrendo
Se estas sofrendoSe estas sofrendo
Se estas sofrendo
Mensagens Virtuais
 
Superando o sofrimento
Superando o sofrimentoSuperando o sofrimento
Superando o sofrimento
Pastor Robson Colaço
 
Questão de fé
Questão de féQuestão de fé
Questão de fé
guestba2987c1
 
Sendo Reconhecido Como Um Grande Vencedor
Sendo Reconhecido Como Um Grande VencedorSendo Reconhecido Como Um Grande Vencedor
Sendo Reconhecido Como Um Grande Vencedor
Unção Do Crescimento
 
Vida o maior de todos os presentes
Vida   o maior de todos os presentesVida   o maior de todos os presentes
Vida o maior de todos os presentes
clinicansl
 
Thalita =)
Thalita =)Thalita =)
Thalita =)
carlinhos7l
 
ESBOÇO: O caminho do vencedor
ESBOÇO: O caminho do vencedorESBOÇO: O caminho do vencedor
ESBOÇO: O caminho do vencedor
Márcio Batista
 
Aquietai
AquietaiAquietai
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptx
Adina Silva
 
MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA
MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA
MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA
R Gómez
 

Semelhante a Para alem da_dor (20)

A Aceitacao Som
A Aceitacao SomA Aceitacao Som
A Aceitacao Som
 
Desespero
DesesperoDesespero
Desespero
 
JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100JORMI - Jornal Missionário nº 100
JORMI - Jornal Missionário nº 100
 
Sobre
SobreSobre
Sobre
 
Bem e mal sofrer
Bem e mal sofrerBem e mal sofrer
Bem e mal sofrer
 
Motivos de Resignação
Motivos de ResignaçãoMotivos de Resignação
Motivos de Resignação
 
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitosCapítulo 5 Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5 Bem aventurados os aflitos
 
Capítulo 5- Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5- Bem aventurados os aflitosCapítulo 5- Bem aventurados os aflitos
Capítulo 5- Bem aventurados os aflitos
 
Frases
FrasesFrases
Frases
 
2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx
2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx
2018 04-27-15 41-23-mensagem-9-aprendendo-a-confiar-nas-pessoas-slide-pptx
 
Se estas sofrendo
Se estas sofrendoSe estas sofrendo
Se estas sofrendo
 
Superando o sofrimento
Superando o sofrimentoSuperando o sofrimento
Superando o sofrimento
 
Questão de fé
Questão de féQuestão de fé
Questão de fé
 
Sendo Reconhecido Como Um Grande Vencedor
Sendo Reconhecido Como Um Grande VencedorSendo Reconhecido Como Um Grande Vencedor
Sendo Reconhecido Como Um Grande Vencedor
 
Vida o maior de todos os presentes
Vida   o maior de todos os presentesVida   o maior de todos os presentes
Vida o maior de todos os presentes
 
Thalita =)
Thalita =)Thalita =)
Thalita =)
 
ESBOÇO: O caminho do vencedor
ESBOÇO: O caminho do vencedorESBOÇO: O caminho do vencedor
ESBOÇO: O caminho do vencedor
 
Aquietai
AquietaiAquietai
Aquietai
 
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptxSÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptx
SÉRIE MULHERES COM ESPADAS - ESTUDO 1.pptx
 
MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA
MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA
MÁGOA O CÁRCERE DA ALMA
 

Mais de Rosa Silva

Devolva o peixe
Devolva o peixeDevolva o peixe
Devolva o peixe
Rosa Silva
 
El ave maria_de_schubert
El ave maria_de_schubertEl ave maria_de_schubert
El ave maria_de_schubert
Rosa Silva
 
O amor maior_do_mundo
O amor maior_do_mundoO amor maior_do_mundo
O amor maior_do_mundo
Rosa Silva
 
Salmo 51
Salmo 51Salmo 51
Salmo 51
Rosa Silva
 
Cortesia com chapéu_alheio
Cortesia com chapéu_alheioCortesia com chapéu_alheio
Cortesia com chapéu_alheio
Rosa Silva
 
Amar drummond
Amar drummondAmar drummond
Amar drummond
Rosa Silva
 
Ah!o amor
Ah!o amorAh!o amor
Ah!o amor
Rosa Silva
 
Afinidade
AfinidadeAfinidade
Afinidade
Rosa Silva
 
Paciência
PaciênciaPaciência
Paciência
Rosa Silva
 
Não avalie o outro
Não avalie o outroNão avalie o outro
Não avalie o outro
Rosa Silva
 
A vida
A vidaA vida
A vida
Rosa Silva
 
Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
Rosa Silva
 
A magia das lanternas
A magia das lanternasA magia das lanternas
A magia das lanternas
Rosa Silva
 
Arcanjos
ArcanjosArcanjos
Arcanjos
Rosa Silva
 
Salmo 121
Salmo 121Salmo 121
Salmo 121
Rosa Silva
 
Sawabona shikoba
Sawabona shikobaSawabona shikoba
Sawabona shikoba
Rosa Silva
 
O tempo e as jaboticabas
O tempo e as jaboticabasO tempo e as jaboticabas
O tempo e as jaboticabas
Rosa Silva
 
Inspire se
Inspire seInspire se
Inspire se
Rosa Silva
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
Rosa Silva
 
Maria mae da divina misericordia
Maria mae da divina misericordiaMaria mae da divina misericordia
Maria mae da divina misericordia
Rosa Silva
 

Mais de Rosa Silva (20)

Devolva o peixe
Devolva o peixeDevolva o peixe
Devolva o peixe
 
El ave maria_de_schubert
El ave maria_de_schubertEl ave maria_de_schubert
El ave maria_de_schubert
 
O amor maior_do_mundo
O amor maior_do_mundoO amor maior_do_mundo
O amor maior_do_mundo
 
Salmo 51
Salmo 51Salmo 51
Salmo 51
 
Cortesia com chapéu_alheio
Cortesia com chapéu_alheioCortesia com chapéu_alheio
Cortesia com chapéu_alheio
 
Amar drummond
Amar drummondAmar drummond
Amar drummond
 
Ah!o amor
Ah!o amorAh!o amor
Ah!o amor
 
Afinidade
AfinidadeAfinidade
Afinidade
 
Paciência
PaciênciaPaciência
Paciência
 
Não avalie o outro
Não avalie o outroNão avalie o outro
Não avalie o outro
 
A vida
A vidaA vida
A vida
 
Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
 
A magia das lanternas
A magia das lanternasA magia das lanternas
A magia das lanternas
 
Arcanjos
ArcanjosArcanjos
Arcanjos
 
Salmo 121
Salmo 121Salmo 121
Salmo 121
 
Sawabona shikoba
Sawabona shikobaSawabona shikoba
Sawabona shikoba
 
O tempo e as jaboticabas
O tempo e as jaboticabasO tempo e as jaboticabas
O tempo e as jaboticabas
 
Inspire se
Inspire seInspire se
Inspire se
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
 
Maria mae da divina misericordia
Maria mae da divina misericordiaMaria mae da divina misericordia
Maria mae da divina misericordia
 

Último

Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 

Último (20)

Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 

Para alem da_dor

  • 1. PARA ALÉM DA DOR Clique para passagem de slides Ligue o som
  • 2. Todos nós, algum dia, já nos deparamos com situações diante das quais nos sentimos absolutamente impotentes; nada podíamos fazer, nenhuma palavra podia ser dita, nenhum gesto nosso faria qualquer diferença, nossas experiências para nada valeriam.
  • 3. Nessas horas só nos restou uma constatação, uma certeza: Só Deus para nos ajudar!
  • 4. Ele é o único bálsamo capaz de trazer alívio para a nossa profunda dor. O Senhor conhece a nossa alma e sabe dos nossos limites. Ele nos conhece tal como somos. Só Ele pode invadir os segredos do nosso ser.
  • 5. Há momentos tão difíceis que, se Deus não nos tomar pela mão, ficaremos prostrados. Da mesma forma, se Ele não tocar nosso coração, ninguém conseguirá consolar-nos.
  • 6. Se a força dele não nos erguer do caos, ficaremos cambaleando, tal qual um bêbado, com passos trôpegos pelos corredores da vida.
  • 7. O Senhor é a esperança que nos mantém vivos, e a Sua força é a razão de seguirmos vivendo, apesar das tempestades.
  • 8. Depender do Altíssimo não é sinal de fraqueza, mas o testemunho de fortaleza interior. O homem só é grande quando se reconhece carente do Senhor. Crescemos quando estamos nos braços do Pai.
  • 9. Feliz a pessoa que pode dizer, a qualquer tempo: “Agora, só Deus!” Todos nós temos nossos limites. Ninguém se basta. Reconhecer os limites é sinal de grandeza e de humanidade.
  • 10. Diante das impossibilidades humanas, clamar por Deus é semear a vitória; é construir pontes por entre as nuvens nebulosas do sofrimento.
  • 11. Algumas experiências da vida não podem ser vivenciadas sem a ajuda de Deus: a dor do luto, a solidão por um amor findo, o medo do amanhã, a sensação do abandono, o fim de um sonho, e tantas outras experiências dolorosas que a vida nos reserva. Para encará-las e vencê-las, só com Deus!
  • 12. Muitas pessoas, quando olham para trás, vendo os desafios que enfrentaram e as lutas que venceram e percebendo os muitos livramentos que tiveram ao longo da vida, têm a certeza de que foi o Senhor quem lhes deu proteção, forças para lutar e coragem para não desistir.
  • 13. Tais pessoas colocam a mão no peito e dizem com voz de triunfo e gratidão: “Foi Deus”!
  • 14. Sendo assim, só nos resta uma certeza diante de tantas incertezas e das contingências ao nosso redor: só Deus para nos garantir proteção e manter viva a chama da fé e a vontade de viver, com doçura e esperança, com alegria e paixão.
  • 15. Quando tudo parecer perdido, humanamente sem solução, não há por que entrar em desespero. Lembremo-nos da promessa bíblica: Se Deus é por nós, quem será contra nós? (Romanos 8.31)
  • 16. Créditos: texto: Pastor Estevam Fernandes de Oliveira formatação: Nerivaldo lopes data: 10.8.2010 música: In my heart (E.Cortazar)