SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
1
Panorama de Negócios – Energia
Luiz Alberto Kuster
UHE SaltoUHE Salto –– Rio Verde EnergiaRio Verde Energia
2
UHE Salto - Rio Verde
3
UHE Salto - Rio Verde
4
UHE Salto - Rio Verde
47.000,00
48.000,00
49.000,00
50.000,00
51.000,00
47.467,20
50.497,80
OUTUBRO
15.500,00
16.000,00
16.500,00
17.000,00
15.312,00
16.535,82
NOVEMBRO
5
45.000,00
46.000,00
47.000,00
energia assegurada Energia gerada
14.500,00
15.000,00
energia assegurada Energia gerada
*dados de 10/11
Energia = 63,8 x 24 = 1,531.20 MWh / dia x 365 = 558,888.00 MWh / ano
Mês 30 = 45,936.00 MWh – Mês 31 = 47,467.2 MWh
+ 3,030,60 MWh liquidado no MRE + 1,223.82 MWh
Mecanismo de Realocação de Energia
Energia cedida
ao MRE
Usina 1 Usina 2 Usina 3
Geração
verificada
Usina 1 Usina 2 Usina 3
Energia
assegurada
Geração
verificada
6
Usina 1 Usina 2 Usina 3
Energia
Secundária
Geração
verificada
Energia
Realocada
Usina 1 Usina 2 Usina 3
Geração
verificada
Geração
Realocada
Energia Secundária Realocada Valorada à
PLD
Usinas 1 e 2 pagam TEO – Tarifa de Energia de Otimização
Revisão da Garantia Física
1. 26/03/2009 - Despacho ANEEL 1125, aprovando nova configuração do Projeto Básico
da UHE Salto com Potência Instalada de 116 MW;
2. 24/11/2009 - 4º. Termo Aditivo ao Contrato de Concessão ANEEL alterando a potência
instalada e mantendo a energia assegurada ´até a definição pelo MME de novos
valores, em função da alteração da capacidade instalada da usina´;
3. 18/10/2010 - Portaria MME 861 – Metodologia para Revisão Extraordinária dos
7
3. 18/10/2010 - Portaria MME 861 – Metodologia para Revisão Extraordinária dos
Montantes de GF de usina despachada centralizadamente;
4. UHE Salto:
Aumento da queda líquida
Motorização adicional
Rendimento médio ponderado turbina 95,06% > 94%
UHE GaribaldiUHE Garibaldi –– Rio Canoas EnergiaRio Canoas Energia
8
Município de Abdon Batista
9
UHE Garibaldi - Rio Canoas
10
UHE Garibaldi - Rio Canoas
11
Vertedouro soleira livre com extinção da estrutura de controle;
Eixo deslocado a jusante em 700 m – redução circuito adução em 50% e facilitação
na estrutura de desvio do rio;
UP SIDES de projeto
12
Ombreiras com enrocamento e núcleo de argila – redução escavações
Túnel Forçado adução substituído por Conduto Forçado – detalhe de facilidade
construtiva;
Aumento da motorização de 175 MW para 200 MW (+7 MW GF).
Estrutura de Investimento
R0 R1
Obras Civis 375.844.000 361.938.000
Fornecimento BOP 116.988.000 113.058.000
Fornecimento Turbina e Gerador 104.500.000 93.000.000
Linha de Transmissão 10.588.000 10.588.000
Projeto Geranciamento Integ 34.421.000 31.421.000
Montagem e Comissionamento 51.975.000 51.975.000
Subtotal 694.316.000 661.980.000
3.800.000 3.800.000
31.327.560 31.327.560
EPC
Engenharia Proprietário
Aquisição de propriedades
Meio Ambiente
13
32.052.440 32.052.440
32.336.000
761.496.000 761.496.000
Projeto Basico Consolidado 1.950.000 1.950.000
Seguros 8.176.000 8.176.000
Rateio Custos do Leilão 20.000 20.000
Ressarcimento Estudos Anteriores 9.113.000 9.113.000
Despesas ADM.Gerais 1.700.000 1.700.000
Total Diferido 20.959.000 20.959.000
782.455.000 782.455.000
Total CAPEX
Diferido
Total Geral do Investimento
Meio Ambiente
Contingências
Premissas revisadas
CAPEX R$x1000
Obras Civis 361.938
Fornecimento E&M 216.646
Montagem e Comissionamento 51.975
Engenharia e Gerenciamento 31.421
Subtotal 661.98
14
Subtotal 661.98
Engenharia do prorpietário 3.8
Meio ambiente & Reservatório 63.38
Contingências 32.336
Total 761.496
Premissas revisadas
Custos operacionais R$/MWh
Operação e manutenção 4,16
TUST 8,19
UBP 0,83
Royalties 4,39
ANEEL, NOS, P&D 1,57
15
ANEEL, NOS, P&D 1,57
Meio ambiente, seguros, SPE 3,55
Total 22,69
79,50%
12,6%
Margem Ebitda
TIR Nominal
Barramento / Geração – Arranjo Geral
16
Conexão à Rede Básica
SE de Manobra da UHE Garibaldi, 230 kV, barra dupla;
Linha de Transmissão Associada, 13 km, 230 kV, interligando a SE Garibaldi a esta futura subestação, em circuito simples.
Conexão no barramento de 230 kV da futura SE elevadora 230/525 kV, que seccionará a LT 525 kV Campos Novos - Biguaçu.
17
• Providencias & Acompanhamento: Protocolar carta Secretaria Planejamento MME (Altino)
Novos ProjetosNovos Projetos –– PCHsPCHs
18
PCHs - Divisão de quedas
19
PCHs - Divisão de quedas
20
Revisão Proposta em análise ANEEL
Usina MW Total GF (FC) H Liquida KM2 (*) RN 652/2003 (**) MW / Km2 R$ Total (MM) R$/Kwi
Estrela 48,38 26,6 (55%) 26,46 22,7 26,15 2,13 271,1 5,603
Taboca 29,83 16,4 (55%) 14,21 7,8 30,02 3,82 195,7 6,56
Tucano 29,96 16,5 (55%) 13,52 3,6 31,69 8,32(*) 124,8 4,165
Retirinho 25,38 14,0 (55%) 10,49 8 34,6 3,17 147,4 5,807
Guariroba 26,37 14,5 (55%) 10,49 9,6 35,95 2,86 139,1 5,275
159,92 878,1
21
Situação dos CONTRATOS
Revisão Inventário: Análise ANEEL (previsão aprovação até OUTUBRO 2010)
Projeto Básico Engenharia: SPEC Engenharia. Tucano, Retirinho e Guariroba concluídos. Taboca e Estrela em andamento.
Meio Ambiente: Prorrogação solicitada.
(*) Enquadra nos parâmetros para obtenção de Crédito de Carbono > 4 MW/km2
(**) Enquadramento com característica de PCH caso A < 13 km2; sendo A = 14,3 x P / H (Resolução ANEEL 652 / 2003)
RESOLUÇÃO 395/1998 RESOLUÇÃO 343/2008
Registro: docs do interessado, info. do empreendimento e
previsão de custos com o PB .
Registro: requerim., termo de compromisso, formulário, docs
autoriz. de uso e garantia de registro (R$100 mil a R$500 mil) .
Análise e Aceite: estudos consistentes e adequados, boa
técnica e soluções, articulação com órgãos públicos e
licenciamento ambiental.
Aceite: estudos fundamentados e compatíveis com o
inventário aprovado
Seleção: % de geração do SIN < 1%; não distrib. na área do
projeto; propr. / dir. de dispor da maior área do projeto;
comercialização de energia Brasil < 300 GWh/ano.
Seleção: PB em condições de obter aceite; resp. pelo estudo
de inventário (1 PCH ou 40% do potencial); propr. da maior
área do projeto com doc. registrada em CRI até 14 meses após
PCHs - Regras para Registro e Outorga
22
comercialização de energia Brasil < 300 GWh/ano. área do projeto com doc. registrada em CRI até 14 meses após
a efeivação do 1º registro como ativo.
N/A. Análise e Aprovação: sujeita à reserva de disponib. hídrica e
licenc. ambiental
Autorização: docs. de seleção e qualificação e demonstração
da capacidade de investimento.
Autorização: docs societários, certidões, acesso à rede,
cronograma e garantia de fiel cumprimento (R$4 mil/kW) .
Resolução Normativa ANEEL 652 de 9/12/2003 – define características de PCH
Resolução Normativa ANEEL 412 de 5/10/2010 – usinas entre 30 e 50 MW sem características de PCH.
Aproveitamentos HidrelétricosAproveitamentos Hidrelétricos
Bacia do RioBacia do Rio ParanãParanã, GO e TO, GO e TO
23
Bacia do RioBacia do Rio ParanãParanã, GO e TO, GO e TO
Rio Paranã
24
UHE Paranã
• Características técnicas:
– Potência instalada: 95 MW
– Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical
– Queda líquida: 21,73m
– Energia firme: 52 MW-médios
– Área do reservatório: 280km²
25
– Área do reservatório: 280km²
• Estudos:
– Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI)
– Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
UHE São Domingos
• Características técnicas:
– Potência instalada: 76 MW >>>>>> 50 MW (Quilombola)
– Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical
– Queda líquida: 22 m
– Energia firme: 41 MW-médios
– Área do reservatório: 50 km²
26
– Área do reservatório: 50 km²
• Estudos:
– Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI)
– Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
UHE Foz do Atalaia
• Características técnicas:
– Potência instalada: 79 MW
– Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical
– Queda líquida: 29 m
– Energia firme: 43 MW-médios
– Área do reservatório: 45 km2
27
– Área do reservatório: 45 km2
• Estudos:
– Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI)
– Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
UHE Nova Roma
• Características técnicas:
– Potência instalada: 50 MW
– Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical
– Queda líquida: 23 m
– Energia firme: 28 MW-médios
– Área do reservatório: 110 km²
28
– Área do reservatório: 110 km²
• Estudos:
– Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI)
– Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
Estudos de Viabilidade
29
Novos ProjetosNovos Projetos –– Energia EólicaEnergia Eólica
30
Parque Eólico
Torres de medição
anemométrica,
estaiadas e treliçadas.
Foto da nova torre 80m
instalada:
CHAPADA PITEIRA
31
* Mês com taxa de recuperação de 26,9%.
Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out
VMÉDIA [M/S] 4,95* 5,47 4,55 6,3 7,37 6,85 6,59 4,46
k Weibull 2,69 2,44 2,19 2,4 3,39 3,08 3,16 2,22
TP6201
Sucuri
Média do
Período -
5,90
Média Mensais (100 m)
Medições
32
Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai
VMÉDIA [M/S] 4,25
k Weibull 2,2
Média Mensais (80 m)
TP6202
Chapada
Piteira
Média do
Período -
4,25
Leilões de EnergiaLeilões de Energia
33
Leilões de EnergiaLeilões de Energia
2015 2016 2017 2018 2019
Garibaldi Toricoejo São Roque Itapiranga Torixoréu
Cachoeira Ferreira Gomes São Miguel Telemaco Borba Barra Pomba
Castelhano Davinópolis Mirador Traira II
Estreito São Luis Tapajós Agua Limpa Jatobá
Teles Pires Maraba Jardim Ouro
Colider Serra Quebrada Cachoeira dos Patos
Leilões de Energia
34
Belo Monte Jamanxim
Salto Grande Chopim Cachoeira do Caí
Uruçui
Ribeiro Gonçalves
São Manoel
Foz Apiacás
SINOP
Leilões de Energia
PARANAÍTA - MT Rio Apiacás
230 MW
R$ 894.600,63
Local
Potência
Valor Prevista na OPE
UHE Apiacás
35
PARANAÍTA - MT Rio Tele Pires
700 MW
R$ 2.594.177.099,73
Local
Potência
Valor Prevista na OPE
UHE São Manoel
Leilões de Energia
UHE Teles Pires
PARANAÍTA - MT Rio Tele Pires
1820 MW
R$ 3.595.239.714,24
Local
Potência
Valor Prevista na OPE
36
UHE São Roque
VARGEM - SC Rio Canoas
145 MW
R$ 3.595.239.714,24
Local
Potência
Valor Prevista na OPE
CURAÇÁ - BA / PE Rio S. Francisco
276 MW
R$ 1.499.402.962,87
Local
Potência
Valor Prevista na OPE
UHE Riacho Doce
Leilões de Energia
37
UHE SINOP
SINOP - MT Rio Teles Pires
400 MW
R$ 1.830.961,00
Local
Potência
Valor Prevista na OPE
www.triunfo.com
38
Rua Olimpíadas 205 14º andar cj. 142 /143 CEP 04551-000 São Paulo SP BR
Fone 55 11 2169 3999 Fax 55 11 2169 3939

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Resultados 4T11
Apresentação Resultados 4T11Apresentação Resultados 4T11
Apresentação Resultados 4T11
MPX_RI
 
Apresentacao Resultados 1T11
Apresentacao Resultados 1T11 Apresentacao Resultados 1T11
Apresentacao Resultados 1T11
MPX_RI
 
Apresentação de Resultados 4T11
Apresentação de Resultados 4T11Apresentação de Resultados 4T11
Apresentação de Resultados 4T11
MPX_RI
 
Apresentação Resultados 4T11_
Apresentação Resultados 4T11_Apresentação Resultados 4T11_
Apresentação Resultados 4T11_
MPX_RI
 
Atualização dos projetos.29.04.11
Atualização dos projetos.29.04.11Atualização dos projetos.29.04.11
Atualização dos projetos.29.04.11
osxri
 
Plano de Projeto - GREENSOLAR
Plano de Projeto - GREENSOLARPlano de Projeto - GREENSOLAR
Plano de Projeto - GREENSOLAR
Robson Josué Molgaro
 
Vi encontro cpfl renováveis - miguel
Vi encontro   cpfl renováveis - miguelVi encontro   cpfl renováveis - miguel
Vi encontro cpfl renováveis - miguel
CPFL RI
 
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de jean cesare negri
Seminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de jean cesare negriSeminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de jean cesare negri
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de jean cesare negri
FecomercioSP
 

Mais procurados (19)

Análise da viabilidade de um sistema híbrido de energia renovável na ilha de ...
Análise da viabilidade de um sistema híbrido de energia renovável na ilha de ...Análise da viabilidade de um sistema híbrido de energia renovável na ilha de ...
Análise da viabilidade de um sistema híbrido de energia renovável na ilha de ...
 
Atividades - Fevereiro a Junho de 2012 - Murilo Boselli
Atividades - Fevereiro a Junho de 2012 - Murilo BoselliAtividades - Fevereiro a Junho de 2012 - Murilo Boselli
Atividades - Fevereiro a Junho de 2012 - Murilo Boselli
 
Apresentação Resultados 4T11
Apresentação Resultados 4T11Apresentação Resultados 4T11
Apresentação Resultados 4T11
 
Apresentacao Resultados 1T11
Apresentacao Resultados 1T11 Apresentacao Resultados 1T11
Apresentacao Resultados 1T11
 
Apresentação de Resultados 4T11
Apresentação de Resultados 4T11Apresentação de Resultados 4T11
Apresentação de Resultados 4T11
 
Apresentação Resultados 4T11_
Apresentação Resultados 4T11_Apresentação Resultados 4T11_
Apresentação Resultados 4T11_
 
Tractebel - 2016
Tractebel - 2016Tractebel - 2016
Tractebel - 2016
 
Atualização dos projetos.29.04.11
Atualização dos projetos.29.04.11Atualização dos projetos.29.04.11
Atualização dos projetos.29.04.11
 
1 geração e distribuição
1 geração e distribuição1 geração e distribuição
1 geração e distribuição
 
Panorama Geral do Setor Elétrico
Panorama Geral do Setor ElétricoPanorama Geral do Setor Elétrico
Panorama Geral do Setor Elétrico
 
Plano de Projeto - GREENSOLAR
Plano de Projeto - GREENSOLARPlano de Projeto - GREENSOLAR
Plano de Projeto - GREENSOLAR
 
Vi encontro cpfl renováveis - miguel
Vi encontro   cpfl renováveis - miguelVi encontro   cpfl renováveis - miguel
Vi encontro cpfl renováveis - miguel
 
Sim 2014 - Palestra Desenvolvimento de um processo de mineração eco-eficiente...
Sim 2014 - Palestra Desenvolvimento de um processo de mineração eco-eficiente...Sim 2014 - Palestra Desenvolvimento de um processo de mineração eco-eficiente...
Sim 2014 - Palestra Desenvolvimento de um processo de mineração eco-eficiente...
 
Projeto de Usina de Geração de Energia Elétrica Solar
Projeto de Usina de Geração de Energia Elétrica SolarProjeto de Usina de Geração de Energia Elétrica Solar
Projeto de Usina de Geração de Energia Elétrica Solar
 
Pd estratégico13 resultados-final-sc
Pd estratégico13 resultados-final-scPd estratégico13 resultados-final-sc
Pd estratégico13 resultados-final-sc
 
Panorama Geral dos Setores de Energia e Mineração
Panorama Geral dos Setores de Energia e MineraçãoPanorama Geral dos Setores de Energia e Mineração
Panorama Geral dos Setores de Energia e Mineração
 
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de jean cesare negri
Seminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de jean cesare negriSeminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de jean cesare negri
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de jean cesare negri
 
Apresentação - Agrener
Apresentação - AgrenerApresentação - Agrener
Apresentação - Agrener
 
Elaboração do Inventário de Emissões de GEE do Sistema Eletrobras
Elaboração do Inventário de Emissões de GEE do Sistema EletrobrasElaboração do Inventário de Emissões de GEE do Sistema Eletrobras
Elaboração do Inventário de Emissões de GEE do Sistema Eletrobras
 

Semelhante a Panorama de negócios – energia (luiz alberto kuster)

17.ago ametista 15.30_418_chesf
17.ago ametista 15.30_418_chesf17.ago ametista 15.30_418_chesf
17.ago ametista 15.30_418_chesf
itgfiles
 
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de operador nacion...
Seminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de operador nacion...Seminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de operador nacion...
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de operador nacion...
FecomercioSP
 
Mpx corp presentation port
Mpx corp presentation portMpx corp presentation port
Mpx corp presentation port
MPX_RI
 
Mmx webcast portugues 2013 vfinal
Mmx webcast portugues 2013 vfinalMmx webcast portugues 2013 vfinal
Mmx webcast portugues 2013 vfinal
mmxriweb
 
O documento oficial da Eletronuclear
O documento oficial da EletronuclearO documento oficial da Eletronuclear
O documento oficial da Eletronuclear
Jamildo Melo
 
Mpx corp presentation port
Mpx corp presentation portMpx corp presentation port
Mpx corp presentation port
MPX_RI
 

Semelhante a Panorama de negócios – energia (luiz alberto kuster) (20)

P&D Estratégico Tractebel Solar 3 MW
P&D Estratégico Tractebel Solar 3 MWP&D Estratégico Tractebel Solar 3 MW
P&D Estratégico Tractebel Solar 3 MW
 
17.ago ametista 15.30_418_chesf
17.ago ametista 15.30_418_chesf17.ago ametista 15.30_418_chesf
17.ago ametista 15.30_418_chesf
 
Hidrelétricas - Geração de Energia
Hidrelétricas - Geração de EnergiaHidrelétricas - Geração de Energia
Hidrelétricas - Geração de Energia
 
Apresentação final do TCC
Apresentação final do TCCApresentação final do TCC
Apresentação final do TCC
 
O planejamento numa nova era da energia
O planejamento numa nova era da energiaO planejamento numa nova era da energia
O planejamento numa nova era da energia
 
Corporate Presentation CPFL Energia - Março 2017
Corporate Presentation CPFL Energia - Março 2017Corporate Presentation CPFL Energia - Março 2017
Corporate Presentation CPFL Energia - Março 2017
 
Painel 6 – Energia Hidrocinética no Norte do Brasil
Painel 6 – Energia Hidrocinética no Norte do BrasilPainel 6 – Energia Hidrocinética no Norte do Brasil
Painel 6 – Energia Hidrocinética no Norte do Brasil
 
6 projeto-de-infraestruturas-de-eletricidade-memória-descritiva
6 projeto-de-infraestruturas-de-eletricidade-memória-descritiva6 projeto-de-infraestruturas-de-eletricidade-memória-descritiva
6 projeto-de-infraestruturas-de-eletricidade-memória-descritiva
 
Palestra Eletronorte 22/07/2008
Palestra Eletronorte 22/07/2008Palestra Eletronorte 22/07/2008
Palestra Eletronorte 22/07/2008
 
II Encontro da Metereologia com a Nova Era do Setor Elétrico Brasileiro
II Encontro da Metereologia com a Nova Era do Setor Elétrico BrasileiroII Encontro da Metereologia com a Nova Era do Setor Elétrico Brasileiro
II Encontro da Metereologia com a Nova Era do Setor Elétrico Brasileiro
 
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
Desafios e oportunidades para as energias renováveis no Brasil - Elbia Silva ...
 
Corporate Presentation CPFL Energia - Maio 2017
Corporate Presentation CPFL Energia - Maio 2017Corporate Presentation CPFL Energia - Maio 2017
Corporate Presentation CPFL Energia - Maio 2017
 
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de operador nacion...
Seminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de operador nacion...Seminário segurança energética   14-04-2010 – apresentação de operador nacion...
Seminário segurança energética 14-04-2010 – apresentação de operador nacion...
 
Mpx corp presentation port
Mpx corp presentation portMpx corp presentation port
Mpx corp presentation port
 
Mmx webcast portugues 2013 vfinal
Mmx webcast portugues 2013 vfinalMmx webcast portugues 2013 vfinal
Mmx webcast portugues 2013 vfinal
 
APRESENTAÇÃO_PMINAS_Rev 02_29_04_2022.pdf
APRESENTAÇÃO_PMINAS_Rev 02_29_04_2022.pdfAPRESENTAÇÃO_PMINAS_Rev 02_29_04_2022.pdf
APRESENTAÇÃO_PMINAS_Rev 02_29_04_2022.pdf
 
O documento oficial da Eletronuclear
O documento oficial da EletronuclearO documento oficial da Eletronuclear
O documento oficial da Eletronuclear
 
Mpx corp presentation port
Mpx corp presentation portMpx corp presentation port
Mpx corp presentation port
 
Curriculo novembro 2018
Curriculo novembro 2018Curriculo novembro 2018
Curriculo novembro 2018
 
Pxyon proj reducaoperdas 2014-01-17 Ampla/Coelce
Pxyon proj reducaoperdas 2014-01-17 Ampla/CoelcePxyon proj reducaoperdas 2014-01-17 Ampla/Coelce
Pxyon proj reducaoperdas 2014-01-17 Ampla/Coelce
 

Mais de TriunfoRi

Apresentação resultados 3_t13_port_final
Apresentação resultados 3_t13_port_finalApresentação resultados 3_t13_port_final
Apresentação resultados 3_t13_port_final
TriunfoRi
 
Apresentação resultados 3_t13_eng
Apresentação resultados 3_t13_engApresentação resultados 3_t13_eng
Apresentação resultados 3_t13_eng
TriunfoRi
 
2 t08 inglês 080811-v04 (final)
2 t08 inglês   080811-v04 (final)2 t08 inglês   080811-v04 (final)
2 t08 inglês 080811-v04 (final)
TriunfoRi
 
2 t08 port 080811-v06 (final)
2 t08 port   080811-v06 (final)2 t08 port   080811-v06 (final)
2 t08 port 080811-v06 (final)
TriunfoRi
 
1 t08 eng 080512-v6
1 t08 eng   080512-v61 t08 eng   080512-v6
1 t08 eng 080512-v6
TriunfoRi
 
3 t09 inglês 091109
3 t09 inglês   0911093 t09 inglês   091109
3 t09 inglês 091109
TriunfoRi
 
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009portApresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
TriunfoRi
 
1 t09 inglês 090518 v03
1 t09 inglês   090518 v031 t09 inglês   090518 v03
1 t09 inglês 090518 v03
TriunfoRi
 
Apresentacao 1 t09_18-05-2009port
Apresentacao 1 t09_18-05-2009portApresentacao 1 t09_18-05-2009port
Apresentacao 1 t09_18-05-2009port
TriunfoRi
 
Apresentacao resultados 2_t13_eng
Apresentacao resultados 2_t13_engApresentacao resultados 2_t13_eng
Apresentacao resultados 2_t13_eng
TriunfoRi
 
Apresentacao resultados 2_t13_port
Apresentacao resultados 2_t13_portApresentacao resultados 2_t13_port
Apresentacao resultados 2_t13_port
TriunfoRi
 
A regulação do setor portuário (flávio bettega)
A regulação do setor portuário (flávio bettega)A regulação do setor portuário (flávio bettega)
A regulação do setor portuário (flávio bettega)
TriunfoRi
 
Resultados 3 t10 (sandro lima)
Resultados 3 t10 (sandro lima)Resultados 3 t10 (sandro lima)
Resultados 3 t10 (sandro lima)
TriunfoRi
 
Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)
Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)
Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)
TriunfoRi
 
Panorama de negócios – maestra (fernando real)
Panorama de negócios – maestra (fernando real)Panorama de negócios – maestra (fernando real)
Panorama de negócios – maestra (fernando real)
TriunfoRi
 
Apresentação reunião pública impactos do ifrs nas demonstrações financeiras
Apresentação reunião pública   impactos do ifrs nas demonstrações financeirasApresentação reunião pública   impactos do ifrs nas demonstrações financeiras
Apresentação reunião pública impactos do ifrs nas demonstrações financeiras
TriunfoRi
 
Public meeting presentation june 2011
Public meeting presentation   june 2011Public meeting presentation   june 2011
Public meeting presentation june 2011
TriunfoRi
 
Apresentação reunião pública junho 2011
Apresentação reunião pública   junho 2011Apresentação reunião pública   junho 2011
Apresentação reunião pública junho 2011
TriunfoRi
 
Apresentação web conferência corretora souza barros
Apresentação web conferência   corretora souza barrosApresentação web conferência   corretora souza barros
Apresentação web conferência corretora souza barros
TriunfoRi
 
Speech 3 q11 presentation
Speech   3 q11 presentationSpeech   3 q11 presentation
Speech 3 q11 presentation
TriunfoRi
 

Mais de TriunfoRi (20)

Apresentação resultados 3_t13_port_final
Apresentação resultados 3_t13_port_finalApresentação resultados 3_t13_port_final
Apresentação resultados 3_t13_port_final
 
Apresentação resultados 3_t13_eng
Apresentação resultados 3_t13_engApresentação resultados 3_t13_eng
Apresentação resultados 3_t13_eng
 
2 t08 inglês 080811-v04 (final)
2 t08 inglês   080811-v04 (final)2 t08 inglês   080811-v04 (final)
2 t08 inglês 080811-v04 (final)
 
2 t08 port 080811-v06 (final)
2 t08 port   080811-v06 (final)2 t08 port   080811-v06 (final)
2 t08 port 080811-v06 (final)
 
1 t08 eng 080512-v6
1 t08 eng   080512-v61 t08 eng   080512-v6
1 t08 eng 080512-v6
 
3 t09 inglês 091109
3 t09 inglês   0911093 t09 inglês   091109
3 t09 inglês 091109
 
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009portApresentacao 2 t09_12-08-2009port
Apresentacao 2 t09_12-08-2009port
 
1 t09 inglês 090518 v03
1 t09 inglês   090518 v031 t09 inglês   090518 v03
1 t09 inglês 090518 v03
 
Apresentacao 1 t09_18-05-2009port
Apresentacao 1 t09_18-05-2009portApresentacao 1 t09_18-05-2009port
Apresentacao 1 t09_18-05-2009port
 
Apresentacao resultados 2_t13_eng
Apresentacao resultados 2_t13_engApresentacao resultados 2_t13_eng
Apresentacao resultados 2_t13_eng
 
Apresentacao resultados 2_t13_port
Apresentacao resultados 2_t13_portApresentacao resultados 2_t13_port
Apresentacao resultados 2_t13_port
 
A regulação do setor portuário (flávio bettega)
A regulação do setor portuário (flávio bettega)A regulação do setor portuário (flávio bettega)
A regulação do setor portuário (flávio bettega)
 
Resultados 3 t10 (sandro lima)
Resultados 3 t10 (sandro lima)Resultados 3 t10 (sandro lima)
Resultados 3 t10 (sandro lima)
 
Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)
Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)
Panorama de negócios – rodovias (carlo alberto bottarelli)
 
Panorama de negócios – maestra (fernando real)
Panorama de negócios – maestra (fernando real)Panorama de negócios – maestra (fernando real)
Panorama de negócios – maestra (fernando real)
 
Apresentação reunião pública impactos do ifrs nas demonstrações financeiras
Apresentação reunião pública   impactos do ifrs nas demonstrações financeirasApresentação reunião pública   impactos do ifrs nas demonstrações financeiras
Apresentação reunião pública impactos do ifrs nas demonstrações financeiras
 
Public meeting presentation june 2011
Public meeting presentation   june 2011Public meeting presentation   june 2011
Public meeting presentation june 2011
 
Apresentação reunião pública junho 2011
Apresentação reunião pública   junho 2011Apresentação reunião pública   junho 2011
Apresentação reunião pública junho 2011
 
Apresentação web conferência corretora souza barros
Apresentação web conferência   corretora souza barrosApresentação web conferência   corretora souza barros
Apresentação web conferência corretora souza barros
 
Speech 3 q11 presentation
Speech   3 q11 presentationSpeech   3 q11 presentation
Speech 3 q11 presentation
 

Panorama de negócios – energia (luiz alberto kuster)

  • 1. 1 Panorama de Negócios – Energia Luiz Alberto Kuster
  • 2. UHE SaltoUHE Salto –– Rio Verde EnergiaRio Verde Energia 2
  • 3. UHE Salto - Rio Verde 3
  • 4. UHE Salto - Rio Verde 4
  • 5. UHE Salto - Rio Verde 47.000,00 48.000,00 49.000,00 50.000,00 51.000,00 47.467,20 50.497,80 OUTUBRO 15.500,00 16.000,00 16.500,00 17.000,00 15.312,00 16.535,82 NOVEMBRO 5 45.000,00 46.000,00 47.000,00 energia assegurada Energia gerada 14.500,00 15.000,00 energia assegurada Energia gerada *dados de 10/11 Energia = 63,8 x 24 = 1,531.20 MWh / dia x 365 = 558,888.00 MWh / ano Mês 30 = 45,936.00 MWh – Mês 31 = 47,467.2 MWh + 3,030,60 MWh liquidado no MRE + 1,223.82 MWh
  • 6. Mecanismo de Realocação de Energia Energia cedida ao MRE Usina 1 Usina 2 Usina 3 Geração verificada Usina 1 Usina 2 Usina 3 Energia assegurada Geração verificada 6 Usina 1 Usina 2 Usina 3 Energia Secundária Geração verificada Energia Realocada Usina 1 Usina 2 Usina 3 Geração verificada Geração Realocada Energia Secundária Realocada Valorada à PLD Usinas 1 e 2 pagam TEO – Tarifa de Energia de Otimização
  • 7. Revisão da Garantia Física 1. 26/03/2009 - Despacho ANEEL 1125, aprovando nova configuração do Projeto Básico da UHE Salto com Potência Instalada de 116 MW; 2. 24/11/2009 - 4º. Termo Aditivo ao Contrato de Concessão ANEEL alterando a potência instalada e mantendo a energia assegurada ´até a definição pelo MME de novos valores, em função da alteração da capacidade instalada da usina´; 3. 18/10/2010 - Portaria MME 861 – Metodologia para Revisão Extraordinária dos 7 3. 18/10/2010 - Portaria MME 861 – Metodologia para Revisão Extraordinária dos Montantes de GF de usina despachada centralizadamente; 4. UHE Salto: Aumento da queda líquida Motorização adicional Rendimento médio ponderado turbina 95,06% > 94%
  • 8. UHE GaribaldiUHE Garibaldi –– Rio Canoas EnergiaRio Canoas Energia 8
  • 10. UHE Garibaldi - Rio Canoas 10
  • 11. UHE Garibaldi - Rio Canoas 11
  • 12. Vertedouro soleira livre com extinção da estrutura de controle; Eixo deslocado a jusante em 700 m – redução circuito adução em 50% e facilitação na estrutura de desvio do rio; UP SIDES de projeto 12 Ombreiras com enrocamento e núcleo de argila – redução escavações Túnel Forçado adução substituído por Conduto Forçado – detalhe de facilidade construtiva; Aumento da motorização de 175 MW para 200 MW (+7 MW GF).
  • 13. Estrutura de Investimento R0 R1 Obras Civis 375.844.000 361.938.000 Fornecimento BOP 116.988.000 113.058.000 Fornecimento Turbina e Gerador 104.500.000 93.000.000 Linha de Transmissão 10.588.000 10.588.000 Projeto Geranciamento Integ 34.421.000 31.421.000 Montagem e Comissionamento 51.975.000 51.975.000 Subtotal 694.316.000 661.980.000 3.800.000 3.800.000 31.327.560 31.327.560 EPC Engenharia Proprietário Aquisição de propriedades Meio Ambiente 13 32.052.440 32.052.440 32.336.000 761.496.000 761.496.000 Projeto Basico Consolidado 1.950.000 1.950.000 Seguros 8.176.000 8.176.000 Rateio Custos do Leilão 20.000 20.000 Ressarcimento Estudos Anteriores 9.113.000 9.113.000 Despesas ADM.Gerais 1.700.000 1.700.000 Total Diferido 20.959.000 20.959.000 782.455.000 782.455.000 Total CAPEX Diferido Total Geral do Investimento Meio Ambiente Contingências
  • 14. Premissas revisadas CAPEX R$x1000 Obras Civis 361.938 Fornecimento E&M 216.646 Montagem e Comissionamento 51.975 Engenharia e Gerenciamento 31.421 Subtotal 661.98 14 Subtotal 661.98 Engenharia do prorpietário 3.8 Meio ambiente & Reservatório 63.38 Contingências 32.336 Total 761.496
  • 15. Premissas revisadas Custos operacionais R$/MWh Operação e manutenção 4,16 TUST 8,19 UBP 0,83 Royalties 4,39 ANEEL, NOS, P&D 1,57 15 ANEEL, NOS, P&D 1,57 Meio ambiente, seguros, SPE 3,55 Total 22,69 79,50% 12,6% Margem Ebitda TIR Nominal
  • 16. Barramento / Geração – Arranjo Geral 16
  • 17. Conexão à Rede Básica SE de Manobra da UHE Garibaldi, 230 kV, barra dupla; Linha de Transmissão Associada, 13 km, 230 kV, interligando a SE Garibaldi a esta futura subestação, em circuito simples. Conexão no barramento de 230 kV da futura SE elevadora 230/525 kV, que seccionará a LT 525 kV Campos Novos - Biguaçu. 17 • Providencias & Acompanhamento: Protocolar carta Secretaria Planejamento MME (Altino)
  • 18. Novos ProjetosNovos Projetos –– PCHsPCHs 18
  • 19. PCHs - Divisão de quedas 19
  • 20. PCHs - Divisão de quedas 20
  • 21. Revisão Proposta em análise ANEEL Usina MW Total GF (FC) H Liquida KM2 (*) RN 652/2003 (**) MW / Km2 R$ Total (MM) R$/Kwi Estrela 48,38 26,6 (55%) 26,46 22,7 26,15 2,13 271,1 5,603 Taboca 29,83 16,4 (55%) 14,21 7,8 30,02 3,82 195,7 6,56 Tucano 29,96 16,5 (55%) 13,52 3,6 31,69 8,32(*) 124,8 4,165 Retirinho 25,38 14,0 (55%) 10,49 8 34,6 3,17 147,4 5,807 Guariroba 26,37 14,5 (55%) 10,49 9,6 35,95 2,86 139,1 5,275 159,92 878,1 21 Situação dos CONTRATOS Revisão Inventário: Análise ANEEL (previsão aprovação até OUTUBRO 2010) Projeto Básico Engenharia: SPEC Engenharia. Tucano, Retirinho e Guariroba concluídos. Taboca e Estrela em andamento. Meio Ambiente: Prorrogação solicitada. (*) Enquadra nos parâmetros para obtenção de Crédito de Carbono > 4 MW/km2 (**) Enquadramento com característica de PCH caso A < 13 km2; sendo A = 14,3 x P / H (Resolução ANEEL 652 / 2003)
  • 22. RESOLUÇÃO 395/1998 RESOLUÇÃO 343/2008 Registro: docs do interessado, info. do empreendimento e previsão de custos com o PB . Registro: requerim., termo de compromisso, formulário, docs autoriz. de uso e garantia de registro (R$100 mil a R$500 mil) . Análise e Aceite: estudos consistentes e adequados, boa técnica e soluções, articulação com órgãos públicos e licenciamento ambiental. Aceite: estudos fundamentados e compatíveis com o inventário aprovado Seleção: % de geração do SIN < 1%; não distrib. na área do projeto; propr. / dir. de dispor da maior área do projeto; comercialização de energia Brasil < 300 GWh/ano. Seleção: PB em condições de obter aceite; resp. pelo estudo de inventário (1 PCH ou 40% do potencial); propr. da maior área do projeto com doc. registrada em CRI até 14 meses após PCHs - Regras para Registro e Outorga 22 comercialização de energia Brasil < 300 GWh/ano. área do projeto com doc. registrada em CRI até 14 meses após a efeivação do 1º registro como ativo. N/A. Análise e Aprovação: sujeita à reserva de disponib. hídrica e licenc. ambiental Autorização: docs. de seleção e qualificação e demonstração da capacidade de investimento. Autorização: docs societários, certidões, acesso à rede, cronograma e garantia de fiel cumprimento (R$4 mil/kW) . Resolução Normativa ANEEL 652 de 9/12/2003 – define características de PCH Resolução Normativa ANEEL 412 de 5/10/2010 – usinas entre 30 e 50 MW sem características de PCH.
  • 23. Aproveitamentos HidrelétricosAproveitamentos Hidrelétricos Bacia do RioBacia do Rio ParanãParanã, GO e TO, GO e TO 23 Bacia do RioBacia do Rio ParanãParanã, GO e TO, GO e TO
  • 25. UHE Paranã • Características técnicas: – Potência instalada: 95 MW – Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical – Queda líquida: 21,73m – Energia firme: 52 MW-médios – Área do reservatório: 280km² 25 – Área do reservatório: 280km² • Estudos: – Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI) – Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
  • 26. UHE São Domingos • Características técnicas: – Potência instalada: 76 MW >>>>>> 50 MW (Quilombola) – Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical – Queda líquida: 22 m – Energia firme: 41 MW-médios – Área do reservatório: 50 km² 26 – Área do reservatório: 50 km² • Estudos: – Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI) – Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
  • 27. UHE Foz do Atalaia • Características técnicas: – Potência instalada: 79 MW – Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical – Queda líquida: 29 m – Energia firme: 43 MW-médios – Área do reservatório: 45 km2 27 – Área do reservatório: 45 km2 • Estudos: – Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI) – Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
  • 28. UHE Nova Roma • Características técnicas: – Potência instalada: 50 MW – Tipo de turbina: 3 x Kaplan Vertical – Queda líquida: 23 m – Energia firme: 28 MW-médios – Área do reservatório: 110 km² 28 – Área do reservatório: 110 km² • Estudos: – Inventário: concluído, com Avaliacao Ambiental Integrada (AAI) – Viabilidade: em andamento (CELG, ALUPAR e Triunfo)
  • 30. Novos ProjetosNovos Projetos –– Energia EólicaEnergia Eólica 30
  • 31. Parque Eólico Torres de medição anemométrica, estaiadas e treliçadas. Foto da nova torre 80m instalada: CHAPADA PITEIRA 31
  • 32. * Mês com taxa de recuperação de 26,9%. Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out VMÉDIA [M/S] 4,95* 5,47 4,55 6,3 7,37 6,85 6,59 4,46 k Weibull 2,69 2,44 2,19 2,4 3,39 3,08 3,16 2,22 TP6201 Sucuri Média do Período - 5,90 Média Mensais (100 m) Medições 32 Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai VMÉDIA [M/S] 4,25 k Weibull 2,2 Média Mensais (80 m) TP6202 Chapada Piteira Média do Período - 4,25
  • 33. Leilões de EnergiaLeilões de Energia 33 Leilões de EnergiaLeilões de Energia
  • 34. 2015 2016 2017 2018 2019 Garibaldi Toricoejo São Roque Itapiranga Torixoréu Cachoeira Ferreira Gomes São Miguel Telemaco Borba Barra Pomba Castelhano Davinópolis Mirador Traira II Estreito São Luis Tapajós Agua Limpa Jatobá Teles Pires Maraba Jardim Ouro Colider Serra Quebrada Cachoeira dos Patos Leilões de Energia 34 Belo Monte Jamanxim Salto Grande Chopim Cachoeira do Caí Uruçui Ribeiro Gonçalves São Manoel Foz Apiacás SINOP
  • 35. Leilões de Energia PARANAÍTA - MT Rio Apiacás 230 MW R$ 894.600,63 Local Potência Valor Prevista na OPE UHE Apiacás 35 PARANAÍTA - MT Rio Tele Pires 700 MW R$ 2.594.177.099,73 Local Potência Valor Prevista na OPE UHE São Manoel
  • 36. Leilões de Energia UHE Teles Pires PARANAÍTA - MT Rio Tele Pires 1820 MW R$ 3.595.239.714,24 Local Potência Valor Prevista na OPE 36 UHE São Roque VARGEM - SC Rio Canoas 145 MW R$ 3.595.239.714,24 Local Potência Valor Prevista na OPE
  • 37. CURAÇÁ - BA / PE Rio S. Francisco 276 MW R$ 1.499.402.962,87 Local Potência Valor Prevista na OPE UHE Riacho Doce Leilões de Energia 37 UHE SINOP SINOP - MT Rio Teles Pires 400 MW R$ 1.830.961,00 Local Potência Valor Prevista na OPE
  • 38. www.triunfo.com 38 Rua Olimpíadas 205 14º andar cj. 142 /143 CEP 04551-000 São Paulo SP BR Fone 55 11 2169 3999 Fax 55 11 2169 3939