SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Básica Adriano correia de Oliveira

                                              Língua Portuguesa

                                           Professora: Flora Ferreira


                          Os Sonhadores




Trabalho realizado por:
Ana Santos nº4 9ºA
Fabiana Daniela nº8 9ºA
Mauro Sousa nº12 9ºA

                                  Ano letivo: 2011/2012

                                        13/12/2011
Escola Básica Adriano correia de Oliveira

                                      Língua Portuguesa

                                    Professora: Flora Ferreira




                            Os Sonhadores




Trabalho realizado por:
Ana Santos nº4 9ºA
Fabiana Daniela nº8 9ºA
Mauro Sousa nº12 9ºA



                                    Ano letivo: 2011/2012

                                            13/12/2011
Índice:
Introdução ----------------------------------------------------------- Pág. 1

António Mota--------------------------------------------------------Pág. 2

Os sonhadores-------------------------------------------------------Pág. 3

     O encontro.

Manuscrito -----------------------------------------------------------Pág.4

     Capitulo 1.
     Capitulo 2.

Webgrafia e Bibliografia---------------------------------------------Pág.5
Introdução
Este trabalho foi proposto pela professora de Língua Portuguesa, Flora Ferreira, no âmbito de
incentivar as pessoas a ler mais. Este livro de que vamos falar é bastante interessante, pois
relata vários sonhos. Recomendamos este livro a todas as pessoas que gostam de ler, e que
têm sonhos por realizar.




                                                                                      Pág.1
António Mota:
António Mota nasceu em Vilarelho, Ovil, concelho de Baião, em 16 de Julho de 1957.
Foi professor do Ensino Básico. Publicou o seu primeiro livro, “ A Aldeia das Flores”, em
1979.
Com a obra “O Rapaz de Louredo” (1983) ganhou um prémio da Associação
Portuguesa de Escritores. Em 1990, recebeu o Prémio de Literatura para Crianças e
Jovens pelos seus romance Pedro Alecrim. Em 1996, ganhou o Prémio António Botto
com “A Casa das Bengalas”.
Em 2003, a obra” O Sonho de Mariana”, ganhou o Prémio Nacional de Ilustração. Esta
obra foi escolhida pela Associação de Professores de Português e Associação de
Profissionais de Educação de Infância para projeto "O meu brinquedo é um livro".

Em 2004, recebeu o Grande Prémio de Literatura para Crianças e Jovens, na
modalidade de livro ilustrado, pela obra Se eu fosse muito Magrinho. Com ilustrações
de André Letria. Desde 1980 tem sido solicitado a visitar escolas do Ensino Básico e
Secundário, assim como bibliotecas públicas, em Portugal e outros países, fomentando
deste modo o gosto pela leitura entre crianças e jovens. Colaborou com vários jornais
e participou em diversas ações organizadas por Bibliotecas e Escolas Superiores de
Educação. Os seus livros estão antologiados em volumes de ensino do Português e tem
obras traduzidas em Espanha e Alemanha. Tem mais de cinco dezenas de obras
recomendas pelo Plano Nacional de Leitura.

Tem livros incluídos em listas de obras literárias de qualidade recomendadas
pela Internacional Youth Library de Munique. Em 2008 foi agraciado com
a Ordem da Instrução Pública.




              António Mota

                                                                                   Pág.2
Os sonhadores
  O Encontro

   Esta primeira história fala-nos de um taxista que estava a fazer o seu trabalho. Ele ia
numa determinada rua e entretanto o semáforo ficou vermelho. Enquanto esperava
apareceu-lhe um homem que lhe perguntou o nome de uma rua, mas o taxista não
sabia qual era a rua, então levou o homem no carro para irem perguntar o nome da
rua a outro colega do taxista.
   O colega disse que ficava perto de um café muito conhecido, então eles foram a
esse mesmo café.
   Ao chegar a esse mesmo sitio, o taxista perguntou porque é que ele quis fazer este
caminho todo, o senhor respondeu que queria ver um amigo de infância que já não via
há alguns anos. Entrou no café pediu um descafeinado ao empregado que estava
entretido a preencher os boletins do totoloto, e pôs-se a ver passar o tempo.
Entretanto saiu do café, caminhou um bom pedaço até que encontrou um cão
abandonado, sujo e sem uma pata, ficou ressentido. Entretanto o senhor viu um
prédio que era onde o seu amigo morava, estava exatamente igual, o senhor tocou à
campainha e quando ouviu uma voz feminina, e perguntou se o senhor José estava. Ele
esperou. Entretanto, passado alguns minutos ouviu uma voz e perguntou se era o
senhor José, ele disse que sim, então esse homem abriu a porta e abraçam-se. Eles
ficaram a conversar um com o outro sobre, a sua infância, e sobre a poesia pois ambos
eram poetas e escritores.




                                                                                    Pág.3
Manuscrito

Capítulo 1
Esta parte do conto fala-nos de um menino chamado Gilinho que vivia com a sua mãe, a sua
avó e o seu avô chamado Zerefino que tinha problemas psicológicos. O seu quarto era
parecido com uma prisão, pois ele tentara suicidar-se atirando-se da janela do quarto, por isso
mãe de a Gilinho viu-se obrigada a colocar grades na janela do quarto.

Na escola Gilinho gaba-se do seu avô aos seus amigos pelos capacidades que ele tinha, como
comer galinha crua e com penas. Num dia, seu avô parecendo estar lúcido pediu a Gilinho que
lhe trouxesse um bocado de giz da escola pedindo que não dissesse a ninguém. Quando
Gilinho apareceu com o giz à beira do seu avô, ele com muita rapidez pediu-lhe que escrevesse
qualquer coisa num pedaço de folheta enferrujada ficando muito admirado pois seu avô não
sabia ler nem escrever.

No dia seguinte, Gilinho acordou de manhãzinha com uns gritos da sua mãe e da sua avó,
correndo para ver o que se passava reparou que o que tinha escrito ontem naquele pedaço de
folheta tinha aparecido na porta do quarto do seu avô. Gilinho não conseguiu guardar aquele
peso só para si, confessou o que se tinha passado no dia anterior. Sua mãe furiosa bateu-lhe
culpando-o de ser o responsável pelo desaparecimento do seu avô.




Capítulo 2
Nesta parte do conto Gilinho fala das histórias que seu avô contara nos seus passeios como a
história dos eremitas. Seu avô dizia que nesta história as pessoa tinham que caçar animais para
comer, que cortavam a barba com facas afiadas e que haviam muitas mortes e que ninguém se
importava com elas. De seguida, seu avô pergunta-lhe se ele queria ser eremita, ao que ele
respondeu logo que não. Concordando com a sua resposta. Com o desaparecimento do seu
avô, Gilinho sonhara cada vez mais com aquelas histórias que seu avô lhe contara nos seus
longos passeios. Um dia Gilinho acordara com um hálito da sua avó que se sentia a meio
quarteirão de distância. Quando Gilinho se senta à beira da sua avó esta pede-lhe para contar
pela vigésima vez, a ultima conversa que ele teve com seu avô. Quando ele começa a contar,
sua avó começa a chorar, mas era um choro baixinho e seco. Já se passavam alguns dias mas
continuavam as buscas para tentar encontrar o seu avô mas todos os dias quando chegavam
da busca nunca traziam novidades repetindo no dia seguinte no outro e no outro até que a sua
avó se fartou pedindo que acabasse com as buscas. Passados três meses desde a sua fuga,
finalmente tinham chegado novidades, mas não as esperadas, foram descobertos ossos numa
serra onde um pastor os encontrara. Então foi feito um funeral que nem tinha direito a padre
nem a toque de sinos.




                                                                                        Pág.4
Conclusão:
Este trabalho ajudou-nos a ganhar uma vontade de ler enorme, este é um livro que vale
mesmo a pena ler até ao fim. Nele há histórias muito interessantes e diferentes, cada uma
delas contem um sonho.




                                                                                   Pág.5

Webgrafia e bibliografia:
Imagens:
    Http://www.google.pt/imgres?q=Ant%C3%B3nio+MOta&hl=pt-
     PT&sa=X&biw=1280&bih=767&tbm=isch&prmd=imvnsbo&tbnid=t2DIqPzj42phQM:&i
     mgrefurl=http://akademia.comunicamos.org/entrevista/%25C2%25ABantes-escrevia-
     na-maquina-de-escreveragora-uso-o-teclado-do-computador%25C2%25BB/&docid=-
     ppEgE4rjtl_6M&imgurl=http://akademia.comunicamos.org/wp-
     content/uploads/2011/04/Antonio-
     Mota2.jpg&w=3351&h=3226&ei=ft3jToCwJYap8QPj_rj5Aw&zoom=1&iact=rc&dur=28
     1&sig=107481875008971368205&page=1&tbnh=116&tbnw=112&start=0&ndsp=32&v
     ed=1t:429,r:27,s:0&tx=29&ty=23

    Http://www.google.pt/imgres?q=os+sonhadores+de+ant%C3%B3nio+mota&hl=pt-
     PT&biw=1280&bih=767&tbm=isch&tbnid=tvvdR12p3tTpwM:&imgrefurl=http://ostrag
     alivros.blogspot.com/2010/12/os-sonhadores-antonio-
     mota.html&docid=VtU5uPH9Dg-
     RnM&imgurl=http://3.bp.blogspot.com/_zmOR2uMl5mI/TQbACpbzMQI/AAAAAAAAA
     EA/FD9RjqxcqGU/s1600/Os%252Bsonhadores.jpg&w=246&h=380&ei=Zt7jTpqGL8yq8
     AO35JD-
     Aw&zoom=1&iact=hc&dur=469&sig=107481875008971368205&page=1&tbnh=138&t
     bnw=89&start=0&ndsp=32&ved=1t:429,r:0,s:0&tx=101&ty=168&vpx=173&vpy=107&
     hovh=279&hovw=181


Textos:

    Http://ostragalivros.blogspot.com/2010/12/os-sonhadores-antonio-mota.html



    Livro: “os Sonhadores”

    Autor: Mota António




                                                                                 Pág.6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diário secreto de camila mariana macedo
Diário secreto de camila   mariana macedoDiário secreto de camila   mariana macedo
Diário secreto de camila mariana macedo
fantas45
 
A lua de joana joana gonçalves
A lua de joana   joana gonçalvesA lua de joana   joana gonçalves
A lua de joana joana gonçalves
fantas45
 
O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronze
Eurico Graça
 
Meia hora para mudar a minha vida joão francisco
Meia hora para mudar a minha vida   joão franciscoMeia hora para mudar a minha vida   joão francisco
Meia hora para mudar a minha vida joão francisco
fantas45
 
O meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja limaO meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja lima
Margarida Lobo
 
A Lua de Joana
A Lua de JoanaA Lua de Joana
A Lua de Joana
missjoana
 
O rapaz do pijamas á riscas
O rapaz do pijamas á riscasO rapaz do pijamas á riscas
O rapaz do pijamas á riscas
sandrosilva32
 
Biografia de José de Sousa Saramago
Biografia de José de Sousa SaramagoBiografia de José de Sousa Saramago
Biografia de José de Sousa Saramago
letrasbriteiros
 
Traabalho 1 (1)
Traabalho 1 (1)Traabalho 1 (1)
Traabalho 1 (1)
pagillo
 
O Diário de Anne Frank
O Diário de Anne FrankO Diário de Anne Frank
O Diário de Anne Frank
Milena Loures
 
O rapaz e o robô - Raquel , 18, 5A
O rapaz e o robô  - Raquel , 18, 5AO rapaz e o robô  - Raquel , 18, 5A
O rapaz e o robô - Raquel , 18, 5A
raquelri
 
Memorial do convento capitulo xviii
Memorial do convento capitulo xviiiMemorial do convento capitulo xviii
Memorial do convento capitulo xviii
12anogolega
 
A lua de joana
A lua de joana   A lua de joana
A lua de joana
Ana Sousa
 
Trabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiro
Trabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiroTrabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiro
Trabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiro
MiguelavRodrigues
 
O rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leitura
O rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leituraO rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leitura
O rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leitura
JWM V.
 
Memorial convento- José Saramago
Memorial convento- José SaramagoMemorial convento- José Saramago
Memorial convento- José Saramago
becresforte
 
Lp
LpLp
Lp
Lurdes
 
Rita pp
Rita ppRita pp
Rita pp
fantas45
 
Joana
JoanaJoana
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de LeituraConto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
e- Arquivo
 

Mais procurados (20)

Diário secreto de camila mariana macedo
Diário secreto de camila   mariana macedoDiário secreto de camila   mariana macedo
Diário secreto de camila mariana macedo
 
A lua de joana joana gonçalves
A lua de joana   joana gonçalvesA lua de joana   joana gonçalves
A lua de joana joana gonçalves
 
O rapaz de bronze
O rapaz de bronzeO rapaz de bronze
O rapaz de bronze
 
Meia hora para mudar a minha vida joão francisco
Meia hora para mudar a minha vida   joão franciscoMeia hora para mudar a minha vida   joão francisco
Meia hora para mudar a minha vida joão francisco
 
O meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja limaO meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja lima
 
A Lua de Joana
A Lua de JoanaA Lua de Joana
A Lua de Joana
 
O rapaz do pijamas á riscas
O rapaz do pijamas á riscasO rapaz do pijamas á riscas
O rapaz do pijamas á riscas
 
Biografia de José de Sousa Saramago
Biografia de José de Sousa SaramagoBiografia de José de Sousa Saramago
Biografia de José de Sousa Saramago
 
Traabalho 1 (1)
Traabalho 1 (1)Traabalho 1 (1)
Traabalho 1 (1)
 
O Diário de Anne Frank
O Diário de Anne FrankO Diário de Anne Frank
O Diário de Anne Frank
 
O rapaz e o robô - Raquel , 18, 5A
O rapaz e o robô  - Raquel , 18, 5AO rapaz e o robô  - Raquel , 18, 5A
O rapaz e o robô - Raquel , 18, 5A
 
Memorial do convento capitulo xviii
Memorial do convento capitulo xviiiMemorial do convento capitulo xviii
Memorial do convento capitulo xviii
 
A lua de joana
A lua de joana   A lua de joana
A lua de joana
 
Trabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiro
Trabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiroTrabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiro
Trabalho sobre o poema trigésimo nono de alberto caeiro
 
O rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leitura
O rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leituraO rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leitura
O rapaz-do-pijama-às-riscas-ficha-de-leitura
 
Memorial convento- José Saramago
Memorial convento- José SaramagoMemorial convento- José Saramago
Memorial convento- José Saramago
 
Lp
LpLp
Lp
 
Rita pp
Rita ppRita pp
Rita pp
 
Joana
JoanaJoana
Joana
 
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de LeituraConto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
Conto da Ilha Desconhecida - Ficha de Leitura
 

Semelhante a Os sonhadores

DeClara nº30 fevereiro 2020
DeClara nº30 fevereiro  2020DeClara nº30 fevereiro  2020
DeClara nº30 fevereiro 2020
IsabelPereira2010
 
Trabalho colectivo antónio mota
Trabalho colectivo  antónio motaTrabalho colectivo  antónio mota
Trabalho colectivo antónio mota
moinhoteca
 
Trabalho colectivo
Trabalho colectivo Trabalho colectivo
Trabalho colectivo
moinhoteca
 
Trabalho sobre romances
Trabalho sobre romancesTrabalho sobre romances
Trabalho sobre romances
Marcia Facelli
 
A terra do anjo azul lourenço
A terra do anjo azul lourençoA terra do anjo azul lourenço
A terra do anjo azul lourenço
fantas45
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
Isabel Martins
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
Isabel Martins
 
Biografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obrasBiografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obras
martamedeiros
 
Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)
mfsdias
 
Boletim da be
Boletim da beBoletim da be
Boletim da be
gracabib
 
Entrevista a Luísa Coelho
Entrevista a Luísa CoelhoEntrevista a Luísa Coelho
Entrevista a Luísa Coelho
Isabel DA COSTA
 
Boletim Informativo - abril 2015
Boletim Informativo - abril 2015Boletim Informativo - abril 2015
Boletim Informativo - abril 2015
bibliotecasjuliomartins
 
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedoMónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
fantas45
 
Boletim BE 9
Boletim BE  9Boletim BE  9
Boletim BE 9
Clara Mata
 
António mota nasceu em vilarelho
António mota nasceu em vilarelhoAntónio mota nasceu em vilarelho
António mota nasceu em vilarelho
barbaraanjos
 
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedoMónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
fantas45
 
O Rapaz de Louredo - Apresentação
O Rapaz de Louredo - ApresentaçãoO Rapaz de Louredo - Apresentação
O Rapaz de Louredo - Apresentação
Jacinta Claro
 
história
históriahistória
história
Felipe Holland
 
5' a LER no AEFN
5' a LER no AEFN5' a LER no AEFN
5' a LER no AEFN
becristinatorres
 
Boletim da be
Boletim da beBoletim da be
Boletim da be
gracabib
 

Semelhante a Os sonhadores (20)

DeClara nº30 fevereiro 2020
DeClara nº30 fevereiro  2020DeClara nº30 fevereiro  2020
DeClara nº30 fevereiro 2020
 
Trabalho colectivo antónio mota
Trabalho colectivo  antónio motaTrabalho colectivo  antónio mota
Trabalho colectivo antónio mota
 
Trabalho colectivo
Trabalho colectivo Trabalho colectivo
Trabalho colectivo
 
Trabalho sobre romances
Trabalho sobre romancesTrabalho sobre romances
Trabalho sobre romances
 
A terra do anjo azul lourenço
A terra do anjo azul lourençoA terra do anjo azul lourenço
A terra do anjo azul lourenço
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
 
Contacto março 2015
Contacto março 2015Contacto março 2015
Contacto março 2015
 
Biografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obrasBiografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obras
 
Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)
 
Boletim da be
Boletim da beBoletim da be
Boletim da be
 
Entrevista a Luísa Coelho
Entrevista a Luísa CoelhoEntrevista a Luísa Coelho
Entrevista a Luísa Coelho
 
Boletim Informativo - abril 2015
Boletim Informativo - abril 2015Boletim Informativo - abril 2015
Boletim Informativo - abril 2015
 
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedoMónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
 
Boletim BE 9
Boletim BE  9Boletim BE  9
Boletim BE 9
 
António mota nasceu em vilarelho
António mota nasceu em vilarelhoAntónio mota nasceu em vilarelho
António mota nasceu em vilarelho
 
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedoMónica a maria rapaz - francisca macedo
Mónica a maria rapaz - francisca macedo
 
O Rapaz de Louredo - Apresentação
O Rapaz de Louredo - ApresentaçãoO Rapaz de Louredo - Apresentação
O Rapaz de Louredo - Apresentação
 
história
históriahistória
história
 
5' a LER no AEFN
5' a LER no AEFN5' a LER no AEFN
5' a LER no AEFN
 
Boletim da be
Boletim da beBoletim da be
Boletim da be
 

Mais de Flora Ferreira

A Primavera na nossa escola
A Primavera na nossa escolaA Primavera na nossa escola
A Primavera na nossa escola
Flora Ferreira
 
Atelier de poesia 9ºA
Atelier de poesia 9ºAAtelier de poesia 9ºA
Atelier de poesia 9ºA
Flora Ferreira
 
Flor de Mel
Flor de MelFlor de Mel
Flor de Mel
Flora Ferreira
 
A Família que não cabia dentro de casa
A Família que não cabia dentro de casaA Família que não cabia dentro de casa
A Família que não cabia dentro de casa
Flora Ferreira
 
Se Perguntarem por mim, Digam que Voei
Se Perguntarem por mim, Digam que VoeiSe Perguntarem por mim, Digam que Voei
Se Perguntarem por mim, Digam que Voei
Flora Ferreira
 
La lune se sent mal aimée
La lune se sent mal aiméeLa lune se sent mal aimée
La lune se sent mal aimée
Flora Ferreira
 
Haikus
HaikusHaikus
Ida ao teatro 8º ano
Ida ao teatro 8º anoIda ao teatro 8º ano
Ida ao teatro 8º ano
Flora Ferreira
 
La chandeleur
La chandeleurLa chandeleur
La chandeleur
Flora Ferreira
 
Poemas visuais e acrósticos
Poemas visuais e acrósticosPoemas visuais e acrósticos
Poemas visuais e acrósticos
Flora Ferreira
 

Mais de Flora Ferreira (16)

A Primavera na nossa escola
A Primavera na nossa escolaA Primavera na nossa escola
A Primavera na nossa escola
 
Les fées de la mode
Les fées de la modeLes fées de la mode
Les fées de la mode
 
Atelier de poesia 9ºA
Atelier de poesia 9ºAAtelier de poesia 9ºA
Atelier de poesia 9ºA
 
Flor de Mel
Flor de MelFlor de Mel
Flor de Mel
 
A Família que não cabia dentro de casa
A Família que não cabia dentro de casaA Família que não cabia dentro de casa
A Família que não cabia dentro de casa
 
Se Perguntarem por mim, Digam que Voei
Se Perguntarem por mim, Digam que VoeiSe Perguntarem por mim, Digam que Voei
Se Perguntarem por mim, Digam que Voei
 
La fée publicité
La fée publicitéLa fée publicité
La fée publicité
 
La lune se sent mal aimée
La lune se sent mal aiméeLa lune se sent mal aimée
La lune se sent mal aimée
 
Un amour
Un amourUn amour
Un amour
 
La lune se sent mal
La lune se sent malLa lune se sent mal
La lune se sent mal
 
La lune mystérieuse
La lune mystérieuseLa lune mystérieuse
La lune mystérieuse
 
La lune et la nuit
La lune et la nuitLa lune et la nuit
La lune et la nuit
 
Haikus
HaikusHaikus
Haikus
 
Ida ao teatro 8º ano
Ida ao teatro 8º anoIda ao teatro 8º ano
Ida ao teatro 8º ano
 
La chandeleur
La chandeleurLa chandeleur
La chandeleur
 
Poemas visuais e acrósticos
Poemas visuais e acrósticosPoemas visuais e acrósticos
Poemas visuais e acrósticos
 

Último

apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 

Os sonhadores

  • 1. Escola Básica Adriano correia de Oliveira Língua Portuguesa Professora: Flora Ferreira Os Sonhadores Trabalho realizado por: Ana Santos nº4 9ºA Fabiana Daniela nº8 9ºA Mauro Sousa nº12 9ºA Ano letivo: 2011/2012 13/12/2011
  • 2. Escola Básica Adriano correia de Oliveira Língua Portuguesa Professora: Flora Ferreira Os Sonhadores Trabalho realizado por: Ana Santos nº4 9ºA Fabiana Daniela nº8 9ºA Mauro Sousa nº12 9ºA Ano letivo: 2011/2012 13/12/2011
  • 3. Índice: Introdução ----------------------------------------------------------- Pág. 1 António Mota--------------------------------------------------------Pág. 2 Os sonhadores-------------------------------------------------------Pág. 3  O encontro. Manuscrito -----------------------------------------------------------Pág.4  Capitulo 1.  Capitulo 2. Webgrafia e Bibliografia---------------------------------------------Pág.5
  • 4. Introdução Este trabalho foi proposto pela professora de Língua Portuguesa, Flora Ferreira, no âmbito de incentivar as pessoas a ler mais. Este livro de que vamos falar é bastante interessante, pois relata vários sonhos. Recomendamos este livro a todas as pessoas que gostam de ler, e que têm sonhos por realizar. Pág.1
  • 5. António Mota: António Mota nasceu em Vilarelho, Ovil, concelho de Baião, em 16 de Julho de 1957. Foi professor do Ensino Básico. Publicou o seu primeiro livro, “ A Aldeia das Flores”, em 1979. Com a obra “O Rapaz de Louredo” (1983) ganhou um prémio da Associação Portuguesa de Escritores. Em 1990, recebeu o Prémio de Literatura para Crianças e Jovens pelos seus romance Pedro Alecrim. Em 1996, ganhou o Prémio António Botto com “A Casa das Bengalas”. Em 2003, a obra” O Sonho de Mariana”, ganhou o Prémio Nacional de Ilustração. Esta obra foi escolhida pela Associação de Professores de Português e Associação de Profissionais de Educação de Infância para projeto "O meu brinquedo é um livro". Em 2004, recebeu o Grande Prémio de Literatura para Crianças e Jovens, na modalidade de livro ilustrado, pela obra Se eu fosse muito Magrinho. Com ilustrações de André Letria. Desde 1980 tem sido solicitado a visitar escolas do Ensino Básico e Secundário, assim como bibliotecas públicas, em Portugal e outros países, fomentando deste modo o gosto pela leitura entre crianças e jovens. Colaborou com vários jornais e participou em diversas ações organizadas por Bibliotecas e Escolas Superiores de Educação. Os seus livros estão antologiados em volumes de ensino do Português e tem obras traduzidas em Espanha e Alemanha. Tem mais de cinco dezenas de obras recomendas pelo Plano Nacional de Leitura. Tem livros incluídos em listas de obras literárias de qualidade recomendadas pela Internacional Youth Library de Munique. Em 2008 foi agraciado com a Ordem da Instrução Pública. António Mota Pág.2
  • 6. Os sonhadores O Encontro Esta primeira história fala-nos de um taxista que estava a fazer o seu trabalho. Ele ia numa determinada rua e entretanto o semáforo ficou vermelho. Enquanto esperava apareceu-lhe um homem que lhe perguntou o nome de uma rua, mas o taxista não sabia qual era a rua, então levou o homem no carro para irem perguntar o nome da rua a outro colega do taxista. O colega disse que ficava perto de um café muito conhecido, então eles foram a esse mesmo café. Ao chegar a esse mesmo sitio, o taxista perguntou porque é que ele quis fazer este caminho todo, o senhor respondeu que queria ver um amigo de infância que já não via há alguns anos. Entrou no café pediu um descafeinado ao empregado que estava entretido a preencher os boletins do totoloto, e pôs-se a ver passar o tempo. Entretanto saiu do café, caminhou um bom pedaço até que encontrou um cão abandonado, sujo e sem uma pata, ficou ressentido. Entretanto o senhor viu um prédio que era onde o seu amigo morava, estava exatamente igual, o senhor tocou à campainha e quando ouviu uma voz feminina, e perguntou se o senhor José estava. Ele esperou. Entretanto, passado alguns minutos ouviu uma voz e perguntou se era o senhor José, ele disse que sim, então esse homem abriu a porta e abraçam-se. Eles ficaram a conversar um com o outro sobre, a sua infância, e sobre a poesia pois ambos eram poetas e escritores. Pág.3
  • 7. Manuscrito Capítulo 1 Esta parte do conto fala-nos de um menino chamado Gilinho que vivia com a sua mãe, a sua avó e o seu avô chamado Zerefino que tinha problemas psicológicos. O seu quarto era parecido com uma prisão, pois ele tentara suicidar-se atirando-se da janela do quarto, por isso mãe de a Gilinho viu-se obrigada a colocar grades na janela do quarto. Na escola Gilinho gaba-se do seu avô aos seus amigos pelos capacidades que ele tinha, como comer galinha crua e com penas. Num dia, seu avô parecendo estar lúcido pediu a Gilinho que lhe trouxesse um bocado de giz da escola pedindo que não dissesse a ninguém. Quando Gilinho apareceu com o giz à beira do seu avô, ele com muita rapidez pediu-lhe que escrevesse qualquer coisa num pedaço de folheta enferrujada ficando muito admirado pois seu avô não sabia ler nem escrever. No dia seguinte, Gilinho acordou de manhãzinha com uns gritos da sua mãe e da sua avó, correndo para ver o que se passava reparou que o que tinha escrito ontem naquele pedaço de folheta tinha aparecido na porta do quarto do seu avô. Gilinho não conseguiu guardar aquele peso só para si, confessou o que se tinha passado no dia anterior. Sua mãe furiosa bateu-lhe culpando-o de ser o responsável pelo desaparecimento do seu avô. Capítulo 2 Nesta parte do conto Gilinho fala das histórias que seu avô contara nos seus passeios como a história dos eremitas. Seu avô dizia que nesta história as pessoa tinham que caçar animais para comer, que cortavam a barba com facas afiadas e que haviam muitas mortes e que ninguém se importava com elas. De seguida, seu avô pergunta-lhe se ele queria ser eremita, ao que ele respondeu logo que não. Concordando com a sua resposta. Com o desaparecimento do seu avô, Gilinho sonhara cada vez mais com aquelas histórias que seu avô lhe contara nos seus longos passeios. Um dia Gilinho acordara com um hálito da sua avó que se sentia a meio quarteirão de distância. Quando Gilinho se senta à beira da sua avó esta pede-lhe para contar pela vigésima vez, a ultima conversa que ele teve com seu avô. Quando ele começa a contar, sua avó começa a chorar, mas era um choro baixinho e seco. Já se passavam alguns dias mas continuavam as buscas para tentar encontrar o seu avô mas todos os dias quando chegavam da busca nunca traziam novidades repetindo no dia seguinte no outro e no outro até que a sua avó se fartou pedindo que acabasse com as buscas. Passados três meses desde a sua fuga, finalmente tinham chegado novidades, mas não as esperadas, foram descobertos ossos numa serra onde um pastor os encontrara. Então foi feito um funeral que nem tinha direito a padre nem a toque de sinos. Pág.4
  • 8. Conclusão: Este trabalho ajudou-nos a ganhar uma vontade de ler enorme, este é um livro que vale mesmo a pena ler até ao fim. Nele há histórias muito interessantes e diferentes, cada uma delas contem um sonho. Pág.5 Webgrafia e bibliografia:
  • 9. Imagens:  Http://www.google.pt/imgres?q=Ant%C3%B3nio+MOta&hl=pt- PT&sa=X&biw=1280&bih=767&tbm=isch&prmd=imvnsbo&tbnid=t2DIqPzj42phQM:&i mgrefurl=http://akademia.comunicamos.org/entrevista/%25C2%25ABantes-escrevia- na-maquina-de-escreveragora-uso-o-teclado-do-computador%25C2%25BB/&docid=- ppEgE4rjtl_6M&imgurl=http://akademia.comunicamos.org/wp- content/uploads/2011/04/Antonio- Mota2.jpg&w=3351&h=3226&ei=ft3jToCwJYap8QPj_rj5Aw&zoom=1&iact=rc&dur=28 1&sig=107481875008971368205&page=1&tbnh=116&tbnw=112&start=0&ndsp=32&v ed=1t:429,r:27,s:0&tx=29&ty=23  Http://www.google.pt/imgres?q=os+sonhadores+de+ant%C3%B3nio+mota&hl=pt- PT&biw=1280&bih=767&tbm=isch&tbnid=tvvdR12p3tTpwM:&imgrefurl=http://ostrag alivros.blogspot.com/2010/12/os-sonhadores-antonio- mota.html&docid=VtU5uPH9Dg- RnM&imgurl=http://3.bp.blogspot.com/_zmOR2uMl5mI/TQbACpbzMQI/AAAAAAAAA EA/FD9RjqxcqGU/s1600/Os%252Bsonhadores.jpg&w=246&h=380&ei=Zt7jTpqGL8yq8 AO35JD- Aw&zoom=1&iact=hc&dur=469&sig=107481875008971368205&page=1&tbnh=138&t bnw=89&start=0&ndsp=32&ved=1t:429,r:0,s:0&tx=101&ty=168&vpx=173&vpy=107& hovh=279&hovw=181 Textos:  Http://ostragalivros.blogspot.com/2010/12/os-sonhadores-antonio-mota.html  Livro: “os Sonhadores”  Autor: Mota António Pág.6