SlideShare uma empresa Scribd logo
G.A.P.-Agrupamento de Escolas de
         Golegã, Azinhaga e Pombalinho
  Sede: Escola E. B. 2,3/S Mestre Martins Correia



Trabalho realizado por: João Francisco Mendes
                8ºA    Número 14
   Ficha técnica do livro;
   Bibliografia da autora;
   Livros mais importantes da autora;
   Apresentação geral do livro;
   Relação título-obra;
   Transcrição de frases/ ideias relevantes;
   Reação pessoal à obra.
   Título: Meia Hora para Mudar a Minha Vida
   Autora: Alice Vieira
   Editora: Caminho
   Local de Edição: (S.l.)
   Data de Edição: Fevereiro de 2010
   Data de ínicio de leitura: 2/11/2011
   Data de conclusão da leitura: 10/11/2011
   Nome: Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da
    Fonseca.
   Alice Vieira nasceu em 20 de Março de 1943 em Lisboa
    e é uma escritora e jornalista portuguesa.
   Licenciou-se em Filologia Germânica pela faculdade de
    Letras da Universidade de Lisboa.
   Dedicou-se desde os finais dos anos 60 ao jornalismo,
    tendo trabalhado em vários jornais, como o Diário de
    Lisboa, o Diário Popular e o Diário de Notícias.
   Alice Vieira trabalhou em vários programas de
    televisão para crianças e é considerada uma das mais
    importantes autoras portuguesas de literatura
    infantojuvenil.
As suas obras foram traduzidas para várias
línguas, como o alemão, o búlgaro, o basco, o
castelhano, o galego, o catalão, o francês, o
húngaro, o holandês, o russo, o italiano, o
chinês e o servo-croata.
   Em 1979, Alice Vieira ganhou o prémio de
    Literatura Infantil do ano internacional da
    criança com o livro Rosa, minha irmã Rosa.
   Em 1983, o livro Este rei que eu escolhi foi
    distinguido com o Prémio de Literatura para
    crianças/ Melhor texto do biérnio (1983-1984)
    da Fundação Calouste Gulbenkian.
   E com a obra Olhos de Ana Marta, foi candidata
    ao Prémio Hans Christian Andersen da IBBY.
   Este livro fala de uma menina chamada Branca que
    vivia num teatro com a sua mãe e com as outras
    pessoas que lá viviam.
   Todas as pessoas podiam ficar naquele teatro
    desde que ajudassem nos espectáculos, a cozinhar
    ou até mesmo nas limpezas.
   Branca nasceu no teatro, no meio do palco, no
    meio de uma peça de teatro, quando a sua mãe
    representava o papel de Branca-a-Brava, quando as
    dores apareceram e se deu o nascimento de
    branca.Foi por isso que a sua mãe lhe deu o nome
    de Branca.
   Mas num certo dia, apareceram lá duas
    senhoras e disseram que não havia condições
    para Branca viver no teatro.
   No dia em que Branca fez dez anos a mãe
    levou-a ao cabeleireiro de Viviana e disse para
    esta para pintar o cabelo de azul à sua filha,
    como forma de despedida, para que nunca se
    esqueça dela.Branca nessa altura não percebeu
    as palavras da sua mãe e quando percebeu já
    era tarde demais.
   As duas senhoras apareceram para levar
    Branca para casa da sua avó.
   A sua avó tinha uma empregada chamada
    Natália, e que em breve iria ser a companhia de
    Branca visto que a relação entre Branca e a sua
    avó não era muito boa.
   Branca perguntou muitas vezes pela sua mãe,
    até que uma vez Natália lhe disse que a sua
    mãe tinha morrido.
   Quando Branca fez 18 anos, o seu pai apareceu
    e perguntou a Branca se esta queria ir viver
    com ele para a Suiça. Branca recusou.
   Nesse mesmo dia Branca foi buscar a lista
    telefónica onde estava o número do teatro e
    ligou. Mas ninguém atendeu. Branca nunca
    perdeu a esperança de voltar ao teatro, que era
    a sua verdadeira casa.
   Eu penso que o título não tem haver com a
    obra porque apesar de a vida de Branca mudar
    quando foi viver com a sua avó, mas mesmo
    assim acho que o título não tem nada haver
    com a obra.
   Este título foi tirado de uma frase de uma
    canção.
   “Gostava de ter sido a única, mas sei que é
    estúpido pensar assim. Não há pessoas únicas.
    Sai uma, entra outra, como Justina estava
    sempre a avisar.”(página 15)

   Eu escolhi esta frase porque Branca sentia falta
    das pessoas do teatro porque elas faziam-na
    feliz e ela tinha alguns ciúmes de haver outra
    rapariga a viver no teatro e não ela.
   Eu gostei de ler este livro, apesar de ser um
    pouco confuso, porque tive que voltar a reler
    alguns parágrafos para perceber melhor, mas
    achei interessante e diz-nos que o mais
    importante não é ter as melhores condições de
    vida, mas sermos felizes, porque quando
    Branca vivia no teatro era feliz e não tinha
    condições, e em casa da sua avó tinha todas as
    condições, mas faltava-lhe o mais importante
    que era a felecidade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Daniela Filipa Sousa
 
Os Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIIIOs Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIII
António Fernandes
 
O cavaleiro da dinamarca
O cavaleiro da dinamarcaO cavaleiro da dinamarca
O cavaleiro da dinamarca
Marilia Matos
 
A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho
A Inaudita Guerra da Avenida Gago CoutinhoA Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho
A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho
Paula Oliveira Cruz
 
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner "Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
inessalgado
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
Isabel DA COSTA
 
Os maias análise
Os maias análiseOs maias análise
Os maias análise
luiza1973
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
rmmpr
 
Textos de opinião dos alunos 9.ºano
Textos de opinião dos alunos 9.ºanoTextos de opinião dos alunos 9.ºano
Textos de opinião dos alunos 9.ºano
becastanheiradepera
 
Afonso da maia
Afonso da maiaAfonso da maia
Afonso da maia
AnaGomes40
 
Os Maias-Capitulo 9
Os Maias-Capitulo 9Os Maias-Capitulo 9
Os Maias-Capitulo 9
Luís Ferreira
 
Coesao e coerência
Coesao e coerênciaCoesao e coerência
Coesao e coerência
Ana Luísa Santos
 
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaSebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
António Aragão
 
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
Biblioteca Escolar Delfim Santos
 
O rapaz do_rio - rodrigo
O rapaz do_rio - rodrigoO rapaz do_rio - rodrigo
O rapaz do_rio - rodrigo
fantas45
 
Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores
quintaldasletras
 
"Mar Português" - Mensagem
"Mar Português" - Mensagem"Mar Português" - Mensagem
"Mar Português" - Mensagem
Iga Almeida
 
A sesta de terça feira análise e resumo
A sesta de terça feira análise e resumoA sesta de terça feira análise e resumo
A sesta de terça feira análise e resumo
School help
 
Teste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadasTeste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadas
Natália Carvalho
 
Texto sobre viajar
Texto sobre viajarTexto sobre viajar
Texto sobre viajar
Fabecas Cunha
 

Mais procurados (20)

Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítuloOs Maias - a ação & titulo e subtítulo
Os Maias - a ação & titulo e subtítulo
 
Os Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIIIOs Maias - Capítulo XVIII
Os Maias - Capítulo XVIII
 
O cavaleiro da dinamarca
O cavaleiro da dinamarcaO cavaleiro da dinamarca
O cavaleiro da dinamarca
 
A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho
A Inaudita Guerra da Avenida Gago CoutinhoA Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho
A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho
 
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner "Saga", de Sophia de Mello Breyner
"Saga", de Sophia de Mello Breyner
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
Os maias análise
Os maias análiseOs maias análise
Os maias análise
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
 
Textos de opinião dos alunos 9.ºano
Textos de opinião dos alunos 9.ºanoTextos de opinião dos alunos 9.ºano
Textos de opinião dos alunos 9.ºano
 
Afonso da maia
Afonso da maiaAfonso da maia
Afonso da maia
 
Os Maias-Capitulo 9
Os Maias-Capitulo 9Os Maias-Capitulo 9
Os Maias-Capitulo 9
 
Coesao e coerência
Coesao e coerênciaCoesao e coerência
Coesao e coerência
 
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de SousaSebastianismo - Frei Luís de Sousa
Sebastianismo - Frei Luís de Sousa
 
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
 
O rapaz do_rio - rodrigo
O rapaz do_rio - rodrigoO rapaz do_rio - rodrigo
O rapaz do_rio - rodrigo
 
Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores Ficha informativa e de trabalho modificadores
Ficha informativa e de trabalho modificadores
 
"Mar Português" - Mensagem
"Mar Português" - Mensagem"Mar Português" - Mensagem
"Mar Português" - Mensagem
 
A sesta de terça feira análise e resumo
A sesta de terça feira análise e resumoA sesta de terça feira análise e resumo
A sesta de terça feira análise e resumo
 
Teste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadasTeste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadas
 
Texto sobre viajar
Texto sobre viajarTexto sobre viajar
Texto sobre viajar
 

Semelhante a Meia hora para mudar a minha vida joão francisco

a família que não cabia dentro de casa
a família que não cabia dentro de casaa família que não cabia dentro de casa
a família que não cabia dentro de casa
capitulo 4 g3
 
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contosALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
DeJ1106Games
 
.
..
Sylvia orthof slide
Sylvia orthof slideSylvia orthof slide
Sylvia orthof slide
Lídia Rosenhein
 
Alice Vieira
Alice VieiraAlice Vieira
Alice Vieira
Isabel Martins
 
Biografia de Monteiro Lobato
Biografia de Monteiro LobatoBiografia de Monteiro Lobato
Biografia de Monteiro Lobato
Edivânia Oliveira
 
Barbara
BarbaraBarbara
Barbara
oalvarinho
 
A na mendes 2
A na mendes 2A na mendes 2
A na mendes 2
marocaba
 
Anabela Mimoso
Anabela Mimoso  Anabela Mimoso
Anabela Mimoso
becreebsr
 
" A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira
"  A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira"  A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira
" A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira
marocaba
 
Largo Das Palmas Cepra 3 V1
Largo Das Palmas   Cepra   3 V1Largo Das Palmas   Cepra   3 V1
Largo Das Palmas Cepra 3 V1
Lúcia Dantas
 
Rapaz de bronze
Rapaz de bronze Rapaz de bronze
Rapaz de bronze
SaraTenreiroFonseca
 
Páginas Amarelas - TAYANE GARCIA
Páginas Amarelas - TAYANE GARCIAPáginas Amarelas - TAYANE GARCIA
Páginas Amarelas - TAYANE GARCIA
aghipertexto
 
Olhos d'água autora-resumo-análise
Olhos d'água   autora-resumo-análiseOlhos d'água   autora-resumo-análise
Olhos d'água autora-resumo-análise
Josi Motta
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
Wallace Truyts
 
Gabriel nº11
Gabriel nº11Gabriel nº11
Gabriel nº11
josecru12418
 
Manuel antonio pina 18-11-2013
Manuel antonio pina 18-11-2013Manuel antonio pina 18-11-2013
Manuel antonio pina 18-11-2013
Maria Manuela Torres Paredes
 
Quarto de despejo
Quarto de despejoQuarto de despejo
Quarto de despejo
A vida
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalho
coezica
 
Leituras & aventuras 6ano
Leituras & aventuras 6anoLeituras & aventuras 6ano
Leituras & aventuras 6ano
beaerm
 

Semelhante a Meia hora para mudar a minha vida joão francisco (20)

a família que não cabia dentro de casa
a família que não cabia dentro de casaa família que não cabia dentro de casa
a família que não cabia dentro de casa
 
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contosALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
ALTINO_DO_TOJAL_A_VIDA_E_ESTA_COISA.pdf alguns contos
 
.
..
.
 
Sylvia orthof slide
Sylvia orthof slideSylvia orthof slide
Sylvia orthof slide
 
Alice Vieira
Alice VieiraAlice Vieira
Alice Vieira
 
Biografia de Monteiro Lobato
Biografia de Monteiro LobatoBiografia de Monteiro Lobato
Biografia de Monteiro Lobato
 
Barbara
BarbaraBarbara
Barbara
 
A na mendes 2
A na mendes 2A na mendes 2
A na mendes 2
 
Anabela Mimoso
Anabela Mimoso  Anabela Mimoso
Anabela Mimoso
 
" A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira
"  A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira"  A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira
" A vida nas palavras de Inês Tavares" Alice Vieira
 
Largo Das Palmas Cepra 3 V1
Largo Das Palmas   Cepra   3 V1Largo Das Palmas   Cepra   3 V1
Largo Das Palmas Cepra 3 V1
 
Rapaz de bronze
Rapaz de bronze Rapaz de bronze
Rapaz de bronze
 
Páginas Amarelas - TAYANE GARCIA
Páginas Amarelas - TAYANE GARCIAPáginas Amarelas - TAYANE GARCIA
Páginas Amarelas - TAYANE GARCIA
 
Olhos d'água autora-resumo-análise
Olhos d'água   autora-resumo-análiseOlhos d'água   autora-resumo-análise
Olhos d'água autora-resumo-análise
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
 
Gabriel nº11
Gabriel nº11Gabriel nº11
Gabriel nº11
 
Manuel antonio pina 18-11-2013
Manuel antonio pina 18-11-2013Manuel antonio pina 18-11-2013
Manuel antonio pina 18-11-2013
 
Quarto de despejo
Quarto de despejoQuarto de despejo
Quarto de despejo
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalho
 
Leituras & aventuras 6ano
Leituras & aventuras 6anoLeituras & aventuras 6ano
Leituras & aventuras 6ano
 

Mais de fantas45

O principezinho mariana macedo
O principezinho   mariana macedoO principezinho   mariana macedo
O principezinho mariana macedo
fantas45
 
O velho e o mar pedro almeida
O velho e o mar   pedro almeidaO velho e o mar   pedro almeida
O velho e o mar pedro almeida
fantas45
 
O nariz ricardo fagulha
O nariz   ricardo fagulhaO nariz   ricardo fagulha
O nariz ricardo fagulha
fantas45
 
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button  filipa rodriguesO estranho caso de benjamin button  filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
fantas45
 
Marley&eu
Marley&euMarley&eu
Marley&eu
fantas45
 
O terceiro homem
O terceiro homemO terceiro homem
O terceiro homem
fantas45
 
O cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujadaO cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujada
fantas45
 
Lua de joana
Lua de joanaLua de joana
Lua de joana
fantas45
 
Voa comigo valdemar
Voa comigo valdemarVoa comigo valdemar
Voa comigo valdemar
fantas45
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
fantas45
 
Os sonhadores lourenço
Os sonhadores   lourençoOs sonhadores   lourenço
Os sonhadores lourenço
fantas45
 
Orgulho e preconceito mª josé
Orgulho e preconceito   mª joséOrgulho e preconceito   mª josé
Orgulho e preconceito mª josé
fantas45
 
O recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalhoO recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalho
fantas45
 
Diário secreto de camila mariana macedo
Diário secreto de camila   mariana macedoDiário secreto de camila   mariana macedo
Diário secreto de camila mariana macedo
fantas45
 
Cherub francisco simões
Cherub   francisco simõesCherub   francisco simões
Cherub francisco simões
fantas45
 
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias   joao rosaA volta ao mundo em 80 dias   joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
fantas45
 
Sexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemSexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagem
fantas45
 
Recados da mãe joana gonçalves
Recados da mãe   joana gonçalvesRecados da mãe   joana gonçalves
Recados da mãe joana gonçalves
fantas45
 
Orgulho e preconceito mariana afonso
Orgulho e preconceito   mariana afonsoOrgulho e preconceito   mariana afonso
Orgulho e preconceito mariana afonso
fantas45
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
fantas45
 

Mais de fantas45 (20)

O principezinho mariana macedo
O principezinho   mariana macedoO principezinho   mariana macedo
O principezinho mariana macedo
 
O velho e o mar pedro almeida
O velho e o mar   pedro almeidaO velho e o mar   pedro almeida
O velho e o mar pedro almeida
 
O nariz ricardo fagulha
O nariz   ricardo fagulhaO nariz   ricardo fagulha
O nariz ricardo fagulha
 
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button  filipa rodriguesO estranho caso de benjamin button  filipa rodrigues
O estranho caso de benjamin button filipa rodrigues
 
Marley&eu
Marley&euMarley&eu
Marley&eu
 
O terceiro homem
O terceiro homemO terceiro homem
O terceiro homem
 
O cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujadaO cavaleiro da armadura enferrujada
O cavaleiro da armadura enferrujada
 
Lua de joana
Lua de joanaLua de joana
Lua de joana
 
Voa comigo valdemar
Voa comigo valdemarVoa comigo valdemar
Voa comigo valdemar
 
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatrizSexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
Sexta feira ou a vida selvagem - ana beatriz
 
Os sonhadores lourenço
Os sonhadores   lourençoOs sonhadores   lourenço
Os sonhadores lourenço
 
Orgulho e preconceito mª josé
Orgulho e preconceito   mª joséOrgulho e preconceito   mª josé
Orgulho e preconceito mª josé
 
O recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalhoO recruta ricardo carvalho
O recruta ricardo carvalho
 
Diário secreto de camila mariana macedo
Diário secreto de camila   mariana macedoDiário secreto de camila   mariana macedo
Diário secreto de camila mariana macedo
 
Cherub francisco simões
Cherub   francisco simõesCherub   francisco simões
Cherub francisco simões
 
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias   joao rosaA volta ao mundo em 80 dias   joao rosa
A volta ao mundo em 80 dias joao rosa
 
Sexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagemSexta feira ou vida selvagem
Sexta feira ou vida selvagem
 
Recados da mãe joana gonçalves
Recados da mãe   joana gonçalvesRecados da mãe   joana gonçalves
Recados da mãe joana gonçalves
 
Orgulho e preconceito mariana afonso
Orgulho e preconceito   mariana afonsoOrgulho e preconceito   mariana afonso
Orgulho e preconceito mariana afonso
 
O principezinho rodrigo cordeiro
O principezinho   rodrigo cordeiroO principezinho   rodrigo cordeiro
O principezinho rodrigo cordeiro
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 

Meia hora para mudar a minha vida joão francisco

  • 1. G.A.P.-Agrupamento de Escolas de Golegã, Azinhaga e Pombalinho Sede: Escola E. B. 2,3/S Mestre Martins Correia Trabalho realizado por: João Francisco Mendes 8ºA Número 14
  • 2. Ficha técnica do livro;  Bibliografia da autora;  Livros mais importantes da autora;  Apresentação geral do livro;  Relação título-obra;  Transcrição de frases/ ideias relevantes;  Reação pessoal à obra.
  • 3. Título: Meia Hora para Mudar a Minha Vida  Autora: Alice Vieira  Editora: Caminho  Local de Edição: (S.l.)  Data de Edição: Fevereiro de 2010  Data de ínicio de leitura: 2/11/2011  Data de conclusão da leitura: 10/11/2011
  • 4. Nome: Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca.  Alice Vieira nasceu em 20 de Março de 1943 em Lisboa e é uma escritora e jornalista portuguesa.  Licenciou-se em Filologia Germânica pela faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.  Dedicou-se desde os finais dos anos 60 ao jornalismo, tendo trabalhado em vários jornais, como o Diário de Lisboa, o Diário Popular e o Diário de Notícias.  Alice Vieira trabalhou em vários programas de televisão para crianças e é considerada uma das mais importantes autoras portuguesas de literatura infantojuvenil.
  • 5. As suas obras foram traduzidas para várias línguas, como o alemão, o búlgaro, o basco, o castelhano, o galego, o catalão, o francês, o húngaro, o holandês, o russo, o italiano, o chinês e o servo-croata.
  • 6. Em 1979, Alice Vieira ganhou o prémio de Literatura Infantil do ano internacional da criança com o livro Rosa, minha irmã Rosa.  Em 1983, o livro Este rei que eu escolhi foi distinguido com o Prémio de Literatura para crianças/ Melhor texto do biérnio (1983-1984) da Fundação Calouste Gulbenkian.  E com a obra Olhos de Ana Marta, foi candidata ao Prémio Hans Christian Andersen da IBBY.
  • 7. Este livro fala de uma menina chamada Branca que vivia num teatro com a sua mãe e com as outras pessoas que lá viviam.  Todas as pessoas podiam ficar naquele teatro desde que ajudassem nos espectáculos, a cozinhar ou até mesmo nas limpezas.  Branca nasceu no teatro, no meio do palco, no meio de uma peça de teatro, quando a sua mãe representava o papel de Branca-a-Brava, quando as dores apareceram e se deu o nascimento de branca.Foi por isso que a sua mãe lhe deu o nome de Branca.
  • 8. Mas num certo dia, apareceram lá duas senhoras e disseram que não havia condições para Branca viver no teatro.  No dia em que Branca fez dez anos a mãe levou-a ao cabeleireiro de Viviana e disse para esta para pintar o cabelo de azul à sua filha, como forma de despedida, para que nunca se esqueça dela.Branca nessa altura não percebeu as palavras da sua mãe e quando percebeu já era tarde demais.
  • 9. As duas senhoras apareceram para levar Branca para casa da sua avó.  A sua avó tinha uma empregada chamada Natália, e que em breve iria ser a companhia de Branca visto que a relação entre Branca e a sua avó não era muito boa.  Branca perguntou muitas vezes pela sua mãe, até que uma vez Natália lhe disse que a sua mãe tinha morrido.
  • 10. Quando Branca fez 18 anos, o seu pai apareceu e perguntou a Branca se esta queria ir viver com ele para a Suiça. Branca recusou.  Nesse mesmo dia Branca foi buscar a lista telefónica onde estava o número do teatro e ligou. Mas ninguém atendeu. Branca nunca perdeu a esperança de voltar ao teatro, que era a sua verdadeira casa.
  • 11. Eu penso que o título não tem haver com a obra porque apesar de a vida de Branca mudar quando foi viver com a sua avó, mas mesmo assim acho que o título não tem nada haver com a obra.  Este título foi tirado de uma frase de uma canção.
  • 12. “Gostava de ter sido a única, mas sei que é estúpido pensar assim. Não há pessoas únicas. Sai uma, entra outra, como Justina estava sempre a avisar.”(página 15)  Eu escolhi esta frase porque Branca sentia falta das pessoas do teatro porque elas faziam-na feliz e ela tinha alguns ciúmes de haver outra rapariga a viver no teatro e não ela.
  • 13. Eu gostei de ler este livro, apesar de ser um pouco confuso, porque tive que voltar a reler alguns parágrafos para perceber melhor, mas achei interessante e diz-nos que o mais importante não é ter as melhores condições de vida, mas sermos felizes, porque quando Branca vivia no teatro era feliz e não tinha condições, e em casa da sua avó tinha todas as condições, mas faltava-lhe o mais importante que era a felecidade.