SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
Baixar para ler offline
TTTTTTTTTTTTTTTTTeeeeeeexxxxxxtttttttttooooooooo:::: LLLLLLLLaaaaaaaaaaaiiiiiiizzaaa MMiiillleeennnaaa
IIIIllluuuuusssssstttttttrrrrrrrraaaaaaaaaaaçççççõõõõõõeeeeeeeeeeeesssssss::::: BBBBBBBBeeeeeeeeetttttttttooooooooo SSSSSkkkkkkkkeeeeeeeefffffffffffffffffffffffffffffffffffff
Fortaleza ● Ceará ● 2018
Texto: Laiza Milena
Ilustrações: Beto Skeff
Copyright © 2018 Laiza Milena
Copyright © 2018 Beto Skeff
SEDUC - Secretaria da Educação do Estado do Ceará
Av. Gen. Afonso Albuquerque Lima, s/n - Cambeba - Fortaleza - Ceará | CEP: 60.822-325
(Todos os Direitos Reservados)
Coordenação Editorial,
Preparação de Originais e Revisão
Raymundo Netto
Projeto e Coordenação Gráfica
Daniel Dias
Revisão Final
Marta Maria Braide Lima
Conselho Editorial
Maria Fabiana Skeff de Paula Miranda
Sammya Santos Araújo
Antônio Élder Monteiro de Sales
Sandra Maria Silva Leite
Antônia Varele da Silva Gama
Catalogação e Normalização
Gabriela Alves Gomes
Governador
Camilo Sobreira de Santana
Vice-Governadora
Maria Izolda Cela de Arruda Coelho
Secretário da Educação
Rogers Vasconcelos Mendes
Secretária-Executiva da Educação
Rita de Cássia Tavares Colares
Coordenador de Cooperação
com os Municípios (COPEM)
Márcio Pereira de Brito
Orientadora da Célula de Apoio à Gestão Municipal
Gilgleane Silva do Carmo
Orientador da Célula
de Fortalecimento da Aprendizagem
Idelson de Almeida Paiva Júnior
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
M642p Milena, Laíza.
O palhaço que perdeu a graça / Laíza Milena; ilustrações de Beto Skeff.
- Fortaleza: SEDUC, 2018.
28p.; il.
ISBN 978-85-8171-180-5
1. Literatura infantojuvenil. I. Skeff, Beto. II. Título.
CDU 028.5
Dedico tudo o que tenho a Dona Ilza e à sua garra.
Ao meu “filósofo da sabedoria popular” onde ele estiver (te amo, pai).
A Arthur e Aleph, pela pessoa forte que eles me transformaram.
A Deus, que faz com que tudo sempre dê certo
na minha vida por mais que pareça que não vai dar certo.
4444
Era uma vez, um palhaço cheio de graça.
Contava piada no circo, contava piada na praça.
Do circo, todo ele era a sensação
Com seu cabelo colorido e um baita narigão.
55
6
A cada gesto que fazia, todos começavam a rir.
Era pirueta, cambalhota, subir na corda pra depois cair.
Corria de um lado para o outro e todo mundo a gargalhar.
Dirigia até um fusca que não parava de buzinar.
7
Mas, um belo dia, algo terrível aconteceu,
O palhaço engraçado a sua graça perdeu:
“Meu Deus, que tragédia!” Disse o palhaço a chorar.
“Com minha graça perdida, como vou trabalhar?”
“Eu só sei ser palhaço, nada mais eu sei fazer.
Tudo que eu faço é graça pra criança e adulto ver.
Ai, ai, ai, meu Deus do céu! Será este o meu fim?
Sem graça e sem emprego... O que será de mmiim?”
8
9999999
Foi, então, que sua graça o palhaço resolveu procurar.
Em cada cantinho do mundo, ele iria bisbilhotar:
“Vou achar a minha graça, nem que demore cem anos...”
Ser um palhaço “desengraçado” não estava em seus planos.
10
11
12
mundão de meu Deus.SSSSSSSSSSSaaaaaaaaiiiiiiiiiuuuuuuuuuu dddddddeeeeee mmmmmmmmmmaaaallllllaaaaaaaasss prontas neste m
os troços seus.VVVVVVVVVViiiiiiiiiaaaaaaaajjjjjjjjoooooooouuuuuuu dddddddddeeeeeeee ffffffffuuuuuuuussssssqquinha e levou o
o a encontrarDDDDDDDDDDiiiiiiiiiirrrrrrrrrriiiiiiiiiiggggggggggiiiiiiuuuuuuuuuu eeeeeeessssssssttttttttrrrrrrrraaaaaaadddaa afora decidido
a em algum lugar.AAAAAAAAAAAqqqqqqqquuuuuuuuuueeeeeeeeellllllllaaaaaaaaa gggggggrrrrrrraaaaaaçççaa perdida e fugida
meçou a sua caçada.CCCCCCCooooooommmm ggrraande determinação co
o Palhaço Barruada.EEEEEErraa um palhaço de coragem, o
á tempo a desperdiçar.PPrroocura, bom palhaço, não há
urou então no mar...PProcurou então no rio... Procu
13
14
Subiu até a montanha, de onde quase caiu,
Mas como estava sem a graça, ninguém viu, ninguém riu.
Procurou no mato, campo e cidade.
Atravessou estrada e ponte com bastante habilidade.
15
16
Pegoouu carona emmmmm um balão e o céu resolveu investigar.
Olhhou de cima abaixo toda nuvem que havia lá.
Até mesmo numa ccaverrna, o Barruada entrou.
Rodou tanto o palhaço que o ffusquinha até quebrou.
17
Viu bicho, planta e gente que nem pôde contar,
Mas a bendita da graça… nada de encontrar.
Foi quando ele parou e prestou atenção:
“A graça não vem de fora, ela vem do coração!”
181818181881818188188881818181818181818181818181888181881888181818181888181818188888818188818888888181818111811
E, então, como a sua graça ele ia recuperar?
Se ele virasse do avesso bem feio ia ficar.
Barruada logo ficou naquela indecisão...
Sabia onde estava a graça..., mas como pegá-la, sabia não!
19
Foi quando Barruada chegou a uma conclusão:
“Se a graça está no riso e não na situação,
Eu procurei foi de besta!” Disse o palhaço danado.
“Esse tempo todinho, a graça estava do meu lado.”
20
21
Soltou um belo riso e palhaçadas voltou a fazer.
No sorriso das crianças, sua graça pôde ver.
Maior e bem mais forte sua graça é agora.
Quando ele entra no picadeiro, ela aparece nna hhhhhhhoooooooora!!!!!!!!!!
22
23
24
O palhaço que perdeu a graça,
.na verdade, nada tinha perdido
ele só tinha esquecido.Onde realmente a graça estava,
o ser engraçado,E se alguém lhe perguntar como
ão e afiado:O palhaço responde de prontidã
oração...“É só deixar o sorriso sair do co
só pra dar um empurrão.E umas piadinhas engraçadas, s
ve procurar,Mas, nunca se esqueça onde dev
raça está.”É no sorriso da criança que a gr
25
262626666
DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDaaaqqqqqqqqquuuuuuueele dia emm ddddiante, Barruada aprendeu a lição:
NNNNNNããããããããooooooooooooooo addianta procurar no mundo o que está no coração.
EEEE nnnnnuuuuuunncaaa maaaiiiiiissssss ele perdeu nem a graça nem a calma.
EEEEEEEEEE qqqquuuuuuueeeeeeeeemmmmmmmm aí accchhhou alguma, não se avexe e bata palma!
27
Laiza Milena
Laiza Milena nasceu em Fortaleza, Ceará, em
1987. É contadora de histórias, atriz, palhaça,
estudante do Curso de Letras na Universidade
Federal do Ceará e apaixonada por tudo o que
faz. Entusiasta do gosto pela leitura e fazer
lúdico, trabalha na Brinquedoteca Municipal
de Pacatuba desde 2013, contando histórias
e resgatando brincadeiras, contos e cantigas
populares. Também atua na mediação de
leitura, contação de histórias e teatro infantil,
juntamente com parceiros como o Grupo ZipZap
de contação de histórias, o SESC em seus
projetos literários e o Mundo da Jujuba no teatro
infantil, contação de histórias e palhaçaria.
Beto Skeff
Quando vi o mundo, pela primeira vez, era
Sertão. Um lugar tão bonito e tão imenso,
bem no meio do Ceará. Uma vida que mudava
de cor: alaranjava, enverdecia e me ensinava
sobre o tempo. Queria contar do que via,
mas nunca me senti tão à vontade entre as
palavras, comecei a fotografar. Estudei Design
na faculdade, me especializei em Marketing,
com o desejo de aliar esses conhecimentos aos
do campo da imagem. Cada dia, reaprendo
o prazer de contar histórias, de falar da vida
em imagens, uma conversa em camadas, das
superficialidades às intimidades do mundo.
Realização
Apoio
O Governo do Estado do Ceará desenvolve, com os seus 184 municípios, o
Programa de Aprendizagem na Idade Certa - MAIS PAIC, com o compro-
misso de garantir e elevar a qualidade e os resultados da educação de suas
crianças e seus jovens.
Publicada pela Secretaria da Educação do Estado, através do MAIS PAIC, a
Coleção Paic, Prosa e Poesia, rica em identidade cultural, reúne narrativas
de autores do Ceará que tiveram seus textos selecionados por meio de se-
leção pública. Esse acervo constitui um estímulo a mais para se ler e contar
histórias em sala de aula, garantindo, assim, um letramento competente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

O girassol solitario
O girassol solitarioO girassol solitario
O girassol solitario
 
Cadê meu travesseiro LIVRO
Cadê meu travesseiro LIVROCadê meu travesseiro LIVRO
Cadê meu travesseiro LIVRO
 
Uma tartaruga a mil por hora
Uma tartaruga a mil por horaUma tartaruga a mil por hora
Uma tartaruga a mil por hora
 
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDFBaixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
Baixe o livro 'Quem soltou o Pum' em PDF
 
O balão que não queria subir
O balão que não queria subirO balão que não queria subir
O balão que não queria subir
 
OS 3 LOBINHOS E O PORCO MAU
OS 3 LOBINHOS E O PORCO MAU OS 3 LOBINHOS E O PORCO MAU
OS 3 LOBINHOS E O PORCO MAU
 
História infantil- A Amizade
História infantil- A AmizadeHistória infantil- A Amizade
História infantil- A Amizade
 
Camila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulasCamila e a volta às aulas
Camila e a volta às aulas
 
Uma joaninha-diferente
Uma joaninha-diferenteUma joaninha-diferente
Uma joaninha-diferente
 
Livro gato-com-frio
Livro gato-com-frioLivro gato-com-frio
Livro gato-com-frio
 
AGORA NÃO, BERNARDO
AGORA NÃO, BERNARDOAGORA NÃO, BERNARDO
AGORA NÃO, BERNARDO
 
Nao quero dormir!
Nao quero dormir!Nao quero dormir!
Nao quero dormir!
 
O monstro das cores
O monstro das coresO monstro das cores
O monstro das cores
 
Eva furnari - Não confunda
Eva furnari  - Não confundaEva furnari  - Não confunda
Eva furnari - Não confunda
 
Rita não grita!
Rita não grita!Rita não grita!
Rita não grita!
 
Quando nasce um Monstro
Quando nasce um MonstroQuando nasce um Monstro
Quando nasce um Monstro
 
Maria vai-com-as-outras
Maria vai-com-as-outrasMaria vai-com-as-outras
Maria vai-com-as-outras
 
O mundinho
O mundinhoO mundinho
O mundinho
 
Joao preste atencao
Joao preste atencaoJoao preste atencao
Joao preste atencao
 
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRAO nome da gente- PEDRO BANDEIRA
O nome da gente- PEDRO BANDEIRA
 

Semelhante a O palhaço que perdeu a graça

Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015Jornal Cidade
 
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))AMEOPOEMA Editora
 
A pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A pipa do Pipo - Vovó Mima BadanA pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A pipa do Pipo - Vovó Mima BadanMima Badan
 
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018Pery Salgado
 
A Pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A Pipa do Pipo - Vovó Mima BadanA Pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A Pipa do Pipo - Vovó Mima BadanVovó Mima Badan
 
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamentalapresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamentalLindalvaAlves2
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018Sérgio Pitaki
 
So Os Idiotas Sao Felizes
So Os  Idiotas Sao FelizesSo Os  Idiotas Sao Felizes
So Os Idiotas Sao FelizesJNR
 
livro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdf
livro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdflivro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdf
livro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdfAlissonDeLimaPadilha
 
Jornal zoada bonita outubro 2013
Jornal zoada bonita outubro 2013Jornal zoada bonita outubro 2013
Jornal zoada bonita outubro 2013paulo maia
 
COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...
COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...
COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...Nathália Camargo
 

Semelhante a O palhaço que perdeu a graça (20)

Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Nº 70 - 18/12/2015
 
Reporter capixaba 62
Reporter capixaba 62Reporter capixaba 62
Reporter capixaba 62
 
Reporter Capixaba 62
Reporter Capixaba 62Reporter Capixaba 62
Reporter Capixaba 62
 
Reporter capixaba 62
Reporter capixaba 62Reporter capixaba 62
Reporter capixaba 62
 
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
Acre e-book nº 024 (março, abril e maio 2022))
 
Bonequinha preta
Bonequinha pretaBonequinha preta
Bonequinha preta
 
A pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A pipa do Pipo - Vovó Mima BadanA pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
 
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
CULTURARTEEN 185 - janeiro 2018
 
Barbara Paz
Barbara PazBarbara Paz
Barbara Paz
 
A Pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A Pipa do Pipo - Vovó Mima BadanA Pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
A Pipa do Pipo - Vovó Mima Badan
 
DeClara nº31 março 2020
DeClara nº31 março 2020DeClara nº31 março 2020
DeClara nº31 março 2020
 
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamentalapresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
 
Edu
EduEdu
Edu
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
 
So Os Idiotas Sao Felizes
So Os  Idiotas Sao FelizesSo Os  Idiotas Sao Felizes
So Os Idiotas Sao Felizes
 
livro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdf
livro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdflivro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdf
livro gay-Enquanto-eu-não-te-encontro.pdf
 
Jornal zoada bonita outubro 2013
Jornal zoada bonita outubro 2013Jornal zoada bonita outubro 2013
Jornal zoada bonita outubro 2013
 
COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...
COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...
COISAS QUE SÓ UMA MULHER ENTENDE E OUTRAS CRÔNICAS DO COTIDIANO FEMININO - Al...
 
Diz Jornal Edição 168
Diz Jornal Edição 168Diz Jornal Edição 168
Diz Jornal Edição 168
 
Cativar
CativarCativar
Cativar
 

Mais de PamellaSilveira3

A joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhasA joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhasPamellaSilveira3
 
Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosaCarlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosaPamellaSilveira3
 
A escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth RochaA escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth RochaPamellaSilveira3
 
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino PamellaSilveira3
 
Anna llenas o monstro das cores
Anna llenas   o monstro das coresAnna llenas   o monstro das cores
Anna llenas o monstro das coresPamellaSilveira3
 
Stephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixasStephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixasPamellaSilveira3
 
A gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona EcologiaA gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona EcologiaPamellaSilveira3
 
O menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativoO menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativoPamellaSilveira3
 
O melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativoO melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativoPamellaSilveira3
 
Uma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini minUma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini minPamellaSilveira3
 

Mais de PamellaSilveira3 (20)

A joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhasA joaninha que perdeu as pintinhas
A joaninha que perdeu as pintinhas
 
Carlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosaCarlota barbosa a bruxa medrosa
Carlota barbosa a bruxa medrosa
 
O sapato que miava
O sapato que miavaO sapato que miava
O sapato que miava
 
A escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth RochaA escola de Marcelo - Ruth Rocha
A escola de Marcelo - Ruth Rocha
 
Alegria
AlegriaAlegria
Alegria
 
A menina das estrelas
A menina das estrelasA menina das estrelas
A menina das estrelas
 
Cheirar - Ruth rocha
Cheirar - Ruth rocha   Cheirar - Ruth rocha
Cheirar - Ruth rocha
 
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
O tamanho da gente - Murilo Cisalpino
 
Anna llenas o monstro das cores
Anna llenas   o monstro das coresAnna llenas   o monstro das cores
Anna llenas o monstro das cores
 
Stephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixasStephen michael king - O homem que amava caixas
Stephen michael king - O homem que amava caixas
 
A borboleta rosa
A borboleta rosaA borboleta rosa
A borboleta rosa
 
Que bicho este
Que bicho  este Que bicho  este
Que bicho este
 
A gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona EcologiaA gargalhada de alegria da Dona Ecologia
A gargalhada de alegria da Dona Ecologia
 
O menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativoO menino que escrevia com os pes interativo
O menino que escrevia com os pes interativo
 
O melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativoO melgor amigo da bengala interativo
O melgor amigo da bengala interativo
 
Mauro e o dinossauro
Mauro e o dinossauro  Mauro e o dinossauro
Mauro e o dinossauro
 
Uma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini minUma princesa diferente mini min
Uma princesa diferente mini min
 
O tempo que o tempo tem
O tempo que o tempo temO tempo que o tempo tem
O tempo que o tempo tem
 
O ratinho roi roi
O ratinho roi roiO ratinho roi roi
O ratinho roi roi
 
O passeio de mariana
O passeio de marianaO passeio de mariana
O passeio de mariana
 

Último

UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 

O palhaço que perdeu a graça

  • 2.
  • 3. Fortaleza ● Ceará ● 2018 Texto: Laiza Milena Ilustrações: Beto Skeff
  • 4. Copyright © 2018 Laiza Milena Copyright © 2018 Beto Skeff SEDUC - Secretaria da Educação do Estado do Ceará Av. Gen. Afonso Albuquerque Lima, s/n - Cambeba - Fortaleza - Ceará | CEP: 60.822-325 (Todos os Direitos Reservados) Coordenação Editorial, Preparação de Originais e Revisão Raymundo Netto Projeto e Coordenação Gráfica Daniel Dias Revisão Final Marta Maria Braide Lima Conselho Editorial Maria Fabiana Skeff de Paula Miranda Sammya Santos Araújo Antônio Élder Monteiro de Sales Sandra Maria Silva Leite Antônia Varele da Silva Gama Catalogação e Normalização Gabriela Alves Gomes Governador Camilo Sobreira de Santana Vice-Governadora Maria Izolda Cela de Arruda Coelho Secretário da Educação Rogers Vasconcelos Mendes Secretária-Executiva da Educação Rita de Cássia Tavares Colares Coordenador de Cooperação com os Municípios (COPEM) Márcio Pereira de Brito Orientadora da Célula de Apoio à Gestão Municipal Gilgleane Silva do Carmo Orientador da Célula de Fortalecimento da Aprendizagem Idelson de Almeida Paiva Júnior Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) M642p Milena, Laíza. O palhaço que perdeu a graça / Laíza Milena; ilustrações de Beto Skeff. - Fortaleza: SEDUC, 2018. 28p.; il. ISBN 978-85-8171-180-5 1. Literatura infantojuvenil. I. Skeff, Beto. II. Título. CDU 028.5
  • 5. Dedico tudo o que tenho a Dona Ilza e à sua garra. Ao meu “filósofo da sabedoria popular” onde ele estiver (te amo, pai). A Arthur e Aleph, pela pessoa forte que eles me transformaram. A Deus, que faz com que tudo sempre dê certo na minha vida por mais que pareça que não vai dar certo.
  • 7. Era uma vez, um palhaço cheio de graça. Contava piada no circo, contava piada na praça. Do circo, todo ele era a sensação Com seu cabelo colorido e um baita narigão. 55
  • 8. 6
  • 9. A cada gesto que fazia, todos começavam a rir. Era pirueta, cambalhota, subir na corda pra depois cair. Corria de um lado para o outro e todo mundo a gargalhar. Dirigia até um fusca que não parava de buzinar. 7
  • 10. Mas, um belo dia, algo terrível aconteceu, O palhaço engraçado a sua graça perdeu: “Meu Deus, que tragédia!” Disse o palhaço a chorar. “Com minha graça perdida, como vou trabalhar?” “Eu só sei ser palhaço, nada mais eu sei fazer. Tudo que eu faço é graça pra criança e adulto ver. Ai, ai, ai, meu Deus do céu! Será este o meu fim? Sem graça e sem emprego... O que será de mmiim?” 8
  • 12. Foi, então, que sua graça o palhaço resolveu procurar. Em cada cantinho do mundo, ele iria bisbilhotar: “Vou achar a minha graça, nem que demore cem anos...” Ser um palhaço “desengraçado” não estava em seus planos. 10
  • 13. 11
  • 14. 12
  • 15. mundão de meu Deus.SSSSSSSSSSSaaaaaaaaiiiiiiiiiuuuuuuuuuu dddddddeeeeee mmmmmmmmmmaaaallllllaaaaaaaasss prontas neste m os troços seus.VVVVVVVVVViiiiiiiiiaaaaaaaajjjjjjjjoooooooouuuuuuu dddddddddeeeeeeee ffffffffuuuuuuuussssssqquinha e levou o o a encontrarDDDDDDDDDDiiiiiiiiiirrrrrrrrrriiiiiiiiiiggggggggggiiiiiiuuuuuuuuuu eeeeeeessssssssttttttttrrrrrrrraaaaaaadddaa afora decidido a em algum lugar.AAAAAAAAAAAqqqqqqqquuuuuuuuuueeeeeeeeellllllllaaaaaaaaa gggggggrrrrrrraaaaaaçççaa perdida e fugida meçou a sua caçada.CCCCCCCooooooommmm ggrraande determinação co o Palhaço Barruada.EEEEEErraa um palhaço de coragem, o á tempo a desperdiçar.PPrroocura, bom palhaço, não há urou então no mar...PProcurou então no rio... Procu 13
  • 16. 14
  • 17. Subiu até a montanha, de onde quase caiu, Mas como estava sem a graça, ninguém viu, ninguém riu. Procurou no mato, campo e cidade. Atravessou estrada e ponte com bastante habilidade. 15
  • 18. 16
  • 19. Pegoouu carona emmmmm um balão e o céu resolveu investigar. Olhhou de cima abaixo toda nuvem que havia lá. Até mesmo numa ccaverrna, o Barruada entrou. Rodou tanto o palhaço que o ffusquinha até quebrou. 17
  • 20. Viu bicho, planta e gente que nem pôde contar, Mas a bendita da graça… nada de encontrar. Foi quando ele parou e prestou atenção: “A graça não vem de fora, ela vem do coração!” 181818181881818188188881818181818181818181818181888181881888181818181888181818188888818188818888888181818111811
  • 21. E, então, como a sua graça ele ia recuperar? Se ele virasse do avesso bem feio ia ficar. Barruada logo ficou naquela indecisão... Sabia onde estava a graça..., mas como pegá-la, sabia não! 19
  • 22. Foi quando Barruada chegou a uma conclusão: “Se a graça está no riso e não na situação, Eu procurei foi de besta!” Disse o palhaço danado. “Esse tempo todinho, a graça estava do meu lado.” 20
  • 23. 21
  • 24. Soltou um belo riso e palhaçadas voltou a fazer. No sorriso das crianças, sua graça pôde ver. Maior e bem mais forte sua graça é agora. Quando ele entra no picadeiro, ela aparece nna hhhhhhhoooooooora!!!!!!!!!! 22
  • 25. 23
  • 26. 24
  • 27. O palhaço que perdeu a graça, .na verdade, nada tinha perdido ele só tinha esquecido.Onde realmente a graça estava, o ser engraçado,E se alguém lhe perguntar como ão e afiado:O palhaço responde de prontidã oração...“É só deixar o sorriso sair do co só pra dar um empurrão.E umas piadinhas engraçadas, s ve procurar,Mas, nunca se esqueça onde dev raça está.”É no sorriso da criança que a gr 25
  • 29. DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDaaaqqqqqqqqquuuuuuueele dia emm ddddiante, Barruada aprendeu a lição: NNNNNNããããããããooooooooooooooo addianta procurar no mundo o que está no coração. EEEE nnnnnuuuuuunncaaa maaaiiiiiissssss ele perdeu nem a graça nem a calma. EEEEEEEEEE qqqquuuuuuueeeeeeeeemmmmmmmm aí accchhhou alguma, não se avexe e bata palma! 27
  • 30. Laiza Milena Laiza Milena nasceu em Fortaleza, Ceará, em 1987. É contadora de histórias, atriz, palhaça, estudante do Curso de Letras na Universidade Federal do Ceará e apaixonada por tudo o que faz. Entusiasta do gosto pela leitura e fazer lúdico, trabalha na Brinquedoteca Municipal de Pacatuba desde 2013, contando histórias e resgatando brincadeiras, contos e cantigas populares. Também atua na mediação de leitura, contação de histórias e teatro infantil, juntamente com parceiros como o Grupo ZipZap de contação de histórias, o SESC em seus projetos literários e o Mundo da Jujuba no teatro infantil, contação de histórias e palhaçaria. Beto Skeff Quando vi o mundo, pela primeira vez, era Sertão. Um lugar tão bonito e tão imenso, bem no meio do Ceará. Uma vida que mudava de cor: alaranjava, enverdecia e me ensinava sobre o tempo. Queria contar do que via, mas nunca me senti tão à vontade entre as palavras, comecei a fotografar. Estudei Design na faculdade, me especializei em Marketing, com o desejo de aliar esses conhecimentos aos do campo da imagem. Cada dia, reaprendo o prazer de contar histórias, de falar da vida em imagens, uma conversa em camadas, das superficialidades às intimidades do mundo.
  • 31.
  • 32. Realização Apoio O Governo do Estado do Ceará desenvolve, com os seus 184 municípios, o Programa de Aprendizagem na Idade Certa - MAIS PAIC, com o compro- misso de garantir e elevar a qualidade e os resultados da educação de suas crianças e seus jovens. Publicada pela Secretaria da Educação do Estado, através do MAIS PAIC, a Coleção Paic, Prosa e Poesia, rica em identidade cultural, reúne narrativas de autores do Ceará que tiveram seus textos selecionados por meio de se- leção pública. Esse acervo constitui um estímulo a mais para se ler e contar histórias em sala de aula, garantindo, assim, um letramento competente.