SlideShare uma empresa Scribd logo
O clarão 3 (1)
Maitê Proença
Revista Época nº 397
Deus surgiu na minha vida aos 6
anos de idade, e chegou junto
com o pecado.

Filha de pais ateus, até então, eu
não havia sido apresentada a uma
coisa nem outra.
Um dia colocaram-me num
    colégio de freiras no qual
rapidamente fui atualizada sobre
 essas questões importantes da
               vida.
  Ali aprendi que algumas faltas
  eram mais graves que outras.
Matar, por exemplo. Mas eu nunca matei ninguém...
Ah, é? E, quando você caminha, o que acontece com todas aquelas formigas
                         que vão sendo pisoteadas?

  Assustada, passei meses andando de cabeça baixa para evitar tamanho
                               pecado.
Trocaram-me de colégio.

Passou-se um ano, e surgiu o assunto
      da primeira comunhão.

        Você não vai fazer?

       Não sei, o que é isso?

É para Deus te perdoar dos pecados.

               Ahn...
Em casa, minha mãe tirava dúvidas a
  sua maneira: Deus é como Papai
 Noel, só existe para quem acredita
                nele.

E ela sabia que eu já não acreditava.

    Assim, pulamos a primeira
           comunhão.
Aí minha mãe morreu, meu pai pirou, e
    por coincidência fui parar numa
hospedaria para filhos de missionários
  luteranos americanos, espalhados
              pelo Brasil.

Ali se rezava antes de cada refeição, e,
    à noite, por uma hora de fervor,
cantavam-se hinos de louvor a Cristo.


 Éramos 30 meninas e meninos, de 5
a18 anos, cuidados por um casal que
viera de Minnesota com a missão de
    manter a fé daqueles pirralhos
      custasse o que custasse.

   Meu caso deu certo trabalho.
Eu não fazia parte da turma, não tinha fé
alguma, e era imprescindível integrar-me
  às crianças cristãs antes que elas se
  integrassem a meus modos pagãos.

 Acontece que aquela gente era muito
boa, e eu andava numa carência infinita.

 Então, com o amor que me dedicaram,
    demorou pouco para que eu me
   bandeasse de armas e bagagem,
pensamentos e espírito para onde a seta
          luterana apontava.
Aos 16, cansei dessa vida, discuti com o
 responsável da hospedaria e fui bater na
      porta de uma igreja Católica.

Você é padre, não é? Pois eu sou órfã, e não
            tenho onde morar.

Padre Xico me convidou para morar na torre
  da igreja, e ali me instalei por um par de
                     anos.


       No térreo ficava a sala de estar.

 O sacerdote morava no 1º andar, o segundo
     piso servia para hospedar bispos e
monsenhores, e no terceiro ficava meu quarto.
Certa vez aconteceu um show do Vinicius e Toquinho na cidade, e eu fui
                             conferir.

  Ao final do espetáculo, fui cumprimentar os artistas, e Toquinho se
                    ofereceu para me levar em casa.

Quando pedi que estacionasse na porta da igreja, o moço não entendeu
                              nada.

                       Você mora com o padre?

                                Moro.

                       E você dá para o padre?

    Não, o padre é casto, e eu sou virgem - não dou para ninguém.

 As segundas intenções que levaram Toquinho a me acompanhar, tão
             gentilmente, até minha casa morreram ali.
Anos depois, já atriz, eu contei essa história para ele, e ambos
                      demos boas risadas.
Quando se viaja pobre, precisa-se das pessoas, da
                    generosidade delas, de suas gentilezas.

               Nessa troca diária em que eu também tinha de estar
                 disponível, conheci muita gente boa e simples.

                          E gente simples tem religião.




Pelas pessoas, e não por interesse em suas crenças, fui novamente levada a Deus.
A vida foi seguindo. Levou-me para a Europa...




     ...e dali para a Ásia, numa peregrinação
               que duraram dois anos.
     Eu ia a pé, de carona, como desse - e ia
          conhecendo bem a gente local.
Agora Ele ganhava várias faces, e as
   formas de louvá-Lo eram múltiplas e
       sempre muito fervorosas.


    Assim, fui percebendo que Deus não
      dava a mínima se a gente queria
             chamá-lo de Buda,

                   Oxalá
         Maomé,

            ou Jesus.



  Deus não cabia numa caixinha,
  nem na minha compreensão, e
isso de certa forma me confortava.
Então, quando mais tarde a vida apertou e minhas pessoas começaram a morrer
  muito pela segunda vez - amigos, meu pai e meu irmão se mataram - e minha
 solidão precisava de um amor sobrenatural para sará-la, lembrei de Deus, e fui
                                 procurá-lo.
   Quando encontrei, Ele era um Deus maduro e generoso, que me curou por
inteiro, e, como que para me separar definitivamente de todo mal, ainda me deu
                            uma filha de presente.
Eu que tentava havia dez anos, sem nenhum problema físico, só
consegui engravidar quando virei uma pessoa completa, ou seja, de
                       espiritualidade plena.

Não vou contar, porque não cabe aqui, como se deram os milagres de
 minha vida, mas esse de minha filha aconteceu exatamente nessas
                         circunstâncias.
O Deus que hoje reconheço é doce, tolerante, compreensivo e
                    infinitamente bom.

É Ele quem me orienta e me encaminha todos os dias em cada
                         momento.
Olhando para trás e lembrando de tantas ocasiões em que poderia
ter desistido de tudo, mas não o fiz, percebo que sempre houve um
clarão no fim de cada túnel, e que essa luz dava sentido a todos os
                    aspectos e minha caminhada.




    Antes, apenas, eu não sabia que a luz tinha um nome.
O clarão 3 (1)
O clarão 3 (1)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
Dennia
 
Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
Clube de Lideres Online
 
Testemunho de Rodolfo Abrantes
Testemunho de Rodolfo AbrantesTestemunho de Rodolfo Abrantes
Testemunho de Rodolfo Abrantes
ministerioaqui
 
Santa Elisabete da Trindade
Santa Elisabete da TrindadeSanta Elisabete da Trindade
Santa Elisabete da Trindade
Erica Luz
 
Coletânea de mensagens e palestras 2ª parte
Coletânea de mensagens e palestras   2ª parteColetânea de mensagens e palestras   2ª parte
Coletânea de mensagens e palestras 2ª parte
Francisco_Edinaldo
 
Testemunho de vida
Testemunho de vidaTestemunho de vida
Testemunho de vida
Roberto Wagner G. dos Santos
 
Folha maranatha março 2012
Folha maranatha março 2012Folha maranatha março 2012
Folha maranatha março 2012
Rafael Sarti
 
Bimba kids 02-12-2012 (2)
Bimba kids   02-12-2012 (2)Bimba kids   02-12-2012 (2)
Bimba kids 02-12-2012 (2)
Debora Teixeira
 
Dom bosco
Dom boscoDom bosco
Dom bosco
Estudante
 
A Cadeira
A CadeiraA Cadeira
A Cadeira
Adriana Reis
 
As portas para demônios parte 4
As portas para demônios parte 4As portas para demônios parte 4
As portas para demônios parte 4
Rômulo Martins
 
Evangeliza - Chico Xavier
Evangeliza - Chico XavierEvangeliza - Chico Xavier
Evangeliza - Chico Xavier
Antonino Silva
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Onde está deus
Onde está deusOnde está deus
Onde está deus
Helio Cruz
 
A Cadeira
A CadeiraA Cadeira
A Cadeira
QSEJAETERNO
 
A cadeira
A cadeiraA cadeira
A cadeira
UncaoeVida
 
A cadeira
A cadeiraA cadeira
A cadeira
guest1edc15c
 

Mais procurados (18)

Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
 
Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
 
Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
 
Testemunho de Rodolfo Abrantes
Testemunho de Rodolfo AbrantesTestemunho de Rodolfo Abrantes
Testemunho de Rodolfo Abrantes
 
Santa Elisabete da Trindade
Santa Elisabete da TrindadeSanta Elisabete da Trindade
Santa Elisabete da Trindade
 
Coletânea de mensagens e palestras 2ª parte
Coletânea de mensagens e palestras   2ª parteColetânea de mensagens e palestras   2ª parte
Coletânea de mensagens e palestras 2ª parte
 
Testemunho de vida
Testemunho de vidaTestemunho de vida
Testemunho de vida
 
Folha maranatha março 2012
Folha maranatha março 2012Folha maranatha março 2012
Folha maranatha março 2012
 
Bimba kids 02-12-2012 (2)
Bimba kids   02-12-2012 (2)Bimba kids   02-12-2012 (2)
Bimba kids 02-12-2012 (2)
 
Dom bosco
Dom boscoDom bosco
Dom bosco
 
A Cadeira
A CadeiraA Cadeira
A Cadeira
 
As portas para demônios parte 4
As portas para demônios parte 4As portas para demônios parte 4
As portas para demônios parte 4
 
Evangeliza - Chico Xavier
Evangeliza - Chico XavierEvangeliza - Chico Xavier
Evangeliza - Chico Xavier
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Chico Xavier
 
Onde está deus
Onde está deusOnde está deus
Onde está deus
 
A Cadeira
A CadeiraA Cadeira
A Cadeira
 
A cadeira
A cadeiraA cadeira
A cadeira
 
A cadeira
A cadeiraA cadeira
A cadeira
 

Destaque

생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳
생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳
생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳
hsdkdspxx
 
탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트
탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트
탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트
hsdkdspxx
 
모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트
모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트
모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트
gldfkgldf
 
mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운
mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운
mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운
wjnhsgefd
 
인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트
인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트
인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트
wjnhsgefd
 
블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기
블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기
블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기
wjnhsgefd
 
청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳
청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳
청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳
gtsldkjfl
 
카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노
카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노
카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노
gldfkgldf
 
report on orchid pharma
report on orchid pharmareport on orchid pharma
report on orchid pharma
Karthik Varma
 
Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...
Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...
Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...
dezyneecole
 
Internal Curing using Light Weight Aggregate
Internal Curing using Light Weight AggregateInternal Curing using Light Weight Aggregate
Internal Curing using Light Weight Aggregate
MECandPMV
 
Recovery And Recycling of Municipal Solid Waste
Recovery And Recycling of Municipal Solid WasteRecovery And Recycling of Municipal Solid Waste
Recovery And Recycling of Municipal Solid Waste
Ankit Jain
 
Case study
Case studyCase study
Case study
Soh Shing
 
Eat105 Chapter 1
Eat105 Chapter 1Eat105 Chapter 1
contagious cancer
contagious cancercontagious cancer
contagious cancer
PE Hardwicke, PhD
 

Destaque (15)

생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳
생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳
생방송경륜 ''SX797.COM'' 고스톱하는곳
 
탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트
탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트
탱양의후예『SX797』『СOM』카지노사이트
 
모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트
모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트
모바일바카라//OX600。СOM//온라인카지노 사이트
 
mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운
mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운
mgm카지노 ''SX797.COM'' 릴게임다운
 
인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트
인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트
인터넷카지노¸¸¸FUN7。ASIA˛˛˛실시간바카라 싸이트
 
블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기
블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기
블랙썬카지노 ''SX797.COM'' 개경주배우기
 
청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳
청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳
청담동카지노 ''SX797.COM'' 릴게임하는곳
 
카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노
카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노
카지노를털어라『SX797』『СOM』실시간카지노
 
report on orchid pharma
report on orchid pharmareport on orchid pharma
report on orchid pharma
 
Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...
Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...
Sangeeta ChouhanB.Sc -Fashion Design +One Year women's wear Diploma Programme...
 
Internal Curing using Light Weight Aggregate
Internal Curing using Light Weight AggregateInternal Curing using Light Weight Aggregate
Internal Curing using Light Weight Aggregate
 
Recovery And Recycling of Municipal Solid Waste
Recovery And Recycling of Municipal Solid WasteRecovery And Recycling of Municipal Solid Waste
Recovery And Recycling of Municipal Solid Waste
 
Case study
Case studyCase study
Case study
 
Eat105 Chapter 1
Eat105 Chapter 1Eat105 Chapter 1
Eat105 Chapter 1
 
contagious cancer
contagious cancercontagious cancer
contagious cancer
 

Semelhante a O clarão 3 (1)

100-sermoes-uties.pdf
100-sermoes-uties.pdf100-sermoes-uties.pdf
100-sermoes-uties.pdf
ssuser5f6a1d
 
100 sermoes pr. marcos feliciano
100 sermoes pr. marcos feliciano100 sermoes pr. marcos feliciano
100 sermoes pr. marcos feliciano
judju
 
Depois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesus
Depois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesusDepois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesus
Depois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesus
adson232
 
Santa Benedita Cambiagio
Santa Benedita CambiagioSanta Benedita Cambiagio
Santa Benedita Cambiagio
SBProv
 
Originale M. Ipolita
Originale M. IpolitaOriginale M. Ipolita
Originale M. Ipolita
Franca Negri
 
À Espera
À EsperaÀ Espera
À Espera
thais_domingues
 
Como testamento espiritual
Como testamento espiritualComo testamento espiritual
Como testamento espiritual
Emerson Rodrigues
 
Livro Experiências de Fé
Livro Experiências de FéLivro Experiências de Fé
Livro Experiências de Fé
Joel Santos
 
Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
Clube de Lideres Online
 
A FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOK
A FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOKA FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOK
A FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOK
Robson Lima
 
Escravos da ignorância
Escravos da ignorânciaEscravos da ignorância
Escravos da ignorância
Luciano Vieira
 
A formação de um discipulo keith phillips.
A formação de um discipulo  keith phillips.A formação de um discipulo  keith phillips.
A formação de um discipulo keith phillips.
Semônica Silva
 
Biografia Chico Xavier
Biografia Chico XavierBiografia Chico Xavier
Biografia Chico Xavier
espiritaonline
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Carlo Ribas
Carlo RibasCarlo Ribas
Carlo Ribas
RODRIGO ORION
 
Carlo ribas bruxaria
Carlo ribas   bruxariaCarlo ribas   bruxaria
Carlo ribas bruxaria
Regy Araujo
 
Bandeja a trecho
Bandeja a trechoBandeja a trecho
Bandeja a trecho
LuhFigueiredos
 
Amare0871a80
Amare0871a80Amare0871a80
A Quarta Dimensão
A Quarta DimensãoA Quarta Dimensão
A Quarta Dimensão
prantoniocarlos
 
O triunfo
O triunfoO triunfo
O triunfo
Adetina Austin
 

Semelhante a O clarão 3 (1) (20)

100-sermoes-uties.pdf
100-sermoes-uties.pdf100-sermoes-uties.pdf
100-sermoes-uties.pdf
 
100 sermoes pr. marcos feliciano
100 sermoes pr. marcos feliciano100 sermoes pr. marcos feliciano
100 sermoes pr. marcos feliciano
 
Depois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesus
Depois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesusDepois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesus
Depois de muitos_anos_como_padre_encontrei_jesus
 
Santa Benedita Cambiagio
Santa Benedita CambiagioSanta Benedita Cambiagio
Santa Benedita Cambiagio
 
Originale M. Ipolita
Originale M. IpolitaOriginale M. Ipolita
Originale M. Ipolita
 
À Espera
À EsperaÀ Espera
À Espera
 
Como testamento espiritual
Como testamento espiritualComo testamento espiritual
Como testamento espiritual
 
Livro Experiências de Fé
Livro Experiências de FéLivro Experiências de Fé
Livro Experiências de Fé
 
Rodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes TestemunhoRodolfo Abrantes Testemunho
Rodolfo Abrantes Testemunho
 
A FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOK
A FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOKA FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOK
A FORMAÇÃO DE UM DISCÍPULO -EBOOK
 
Escravos da ignorância
Escravos da ignorânciaEscravos da ignorância
Escravos da ignorância
 
A formação de um discipulo keith phillips.
A formação de um discipulo  keith phillips.A formação de um discipulo  keith phillips.
A formação de um discipulo keith phillips.
 
Biografia Chico Xavier
Biografia Chico XavierBiografia Chico Xavier
Biografia Chico Xavier
 
Chico Xavier
Chico XavierChico Xavier
Chico Xavier
 
Carlo Ribas
Carlo RibasCarlo Ribas
Carlo Ribas
 
Carlo ribas bruxaria
Carlo ribas   bruxariaCarlo ribas   bruxaria
Carlo ribas bruxaria
 
Bandeja a trecho
Bandeja a trechoBandeja a trecho
Bandeja a trecho
 
Amare0871a80
Amare0871a80Amare0871a80
Amare0871a80
 
A Quarta Dimensão
A Quarta DimensãoA Quarta Dimensão
A Quarta Dimensão
 
O triunfo
O triunfoO triunfo
O triunfo
 

Mais de Juliennerecepcoes

Violao (1)
Violao (1)Violao (1)
Violao (1)
Juliennerecepcoes
 
O que me_faz_bem
O que me_faz_bemO que me_faz_bem
O que me_faz_bem
Juliennerecepcoes
 
Crystal soelis sanches_o_valor_da_vida
Crystal soelis sanches_o_valor_da_vidaCrystal soelis sanches_o_valor_da_vida
Crystal soelis sanches_o_valor_da_vida
Juliennerecepcoes
 
Crystal soelis quando_o_amor_se_vai
Crystal soelis quando_o_amor_se_vaiCrystal soelis quando_o_amor_se_vai
Crystal soelis quando_o_amor_se_vai
Juliennerecepcoes
 
As maravilhasdauva (1)
As maravilhasdauva (1)As maravilhasdauva (1)
As maravilhasdauva (1)
Juliennerecepcoes
 
Assim e uma_mulher
Assim e uma_mulherAssim e uma_mulher
Assim e uma_mulher
Juliennerecepcoes
 
Crystal as borboletas_virao_ate_voce
Crystal as borboletas_virao_ate_voceCrystal as borboletas_virao_ate_voce
Crystal as borboletas_virao_ate_voce
Juliennerecepcoes
 
Asas azuis
Asas azuisAsas azuis
Asas azuis
Juliennerecepcoes
 
Pegos no flagra
Pegos no flagraPegos no flagra
Pegos no flagra
Juliennerecepcoes
 
Crystal artur da_tavola_gosto_de_voce
Crystal artur da_tavola_gosto_de_voceCrystal artur da_tavola_gosto_de_voce
Crystal artur da_tavola_gosto_de_voce
Juliennerecepcoes
 
Aprendendo a orar_com_as_formigas
Aprendendo a orar_com_as_formigasAprendendo a orar_com_as_formigas
Aprendendo a orar_com_as_formigas
Juliennerecepcoes
 
Amor especial
Amor especialAmor especial
Amor especial
Juliennerecepcoes
 
O mundo sem_mulheres
O mundo sem_mulheresO mundo sem_mulheres
O mundo sem_mulheres
Juliennerecepcoes
 
Evangelho o remedio
Evangelho o remedioEvangelho o remedio
Evangelho o remedio
Juliennerecepcoes
 
Filosofia de vida
Filosofia de vidaFilosofia de vida
Filosofia de vida
Juliennerecepcoes
 
Eu sou
Eu souEu sou
Mesmo que seja_dificil
Mesmo que seja_dificilMesmo que seja_dificil
Mesmo que seja_dificil
Juliennerecepcoes
 
Humildade x orgulho
Humildade x orgulhoHumildade x orgulho
Humildade x orgulho
Juliennerecepcoes
 
Feridas na alma
Feridas na almaFeridas na alma
Feridas na alma
Juliennerecepcoes
 

Mais de Juliennerecepcoes (20)

Violao (1)
Violao (1)Violao (1)
Violao (1)
 
O que me_faz_bem
O que me_faz_bemO que me_faz_bem
O que me_faz_bem
 
Crystal soelis sanches_o_valor_da_vida
Crystal soelis sanches_o_valor_da_vidaCrystal soelis sanches_o_valor_da_vida
Crystal soelis sanches_o_valor_da_vida
 
O rio da_vida
O rio da_vidaO rio da_vida
O rio da_vida
 
Crystal soelis quando_o_amor_se_vai
Crystal soelis quando_o_amor_se_vaiCrystal soelis quando_o_amor_se_vai
Crystal soelis quando_o_amor_se_vai
 
As maravilhasdauva (1)
As maravilhasdauva (1)As maravilhasdauva (1)
As maravilhasdauva (1)
 
Assim e uma_mulher
Assim e uma_mulherAssim e uma_mulher
Assim e uma_mulher
 
Crystal as borboletas_virao_ate_voce
Crystal as borboletas_virao_ate_voceCrystal as borboletas_virao_ate_voce
Crystal as borboletas_virao_ate_voce
 
Asas azuis
Asas azuisAsas azuis
Asas azuis
 
Pegos no flagra
Pegos no flagraPegos no flagra
Pegos no flagra
 
Crystal artur da_tavola_gosto_de_voce
Crystal artur da_tavola_gosto_de_voceCrystal artur da_tavola_gosto_de_voce
Crystal artur da_tavola_gosto_de_voce
 
Aprendendo a orar_com_as_formigas
Aprendendo a orar_com_as_formigasAprendendo a orar_com_as_formigas
Aprendendo a orar_com_as_formigas
 
Amor especial
Amor especialAmor especial
Amor especial
 
O mundo sem_mulheres
O mundo sem_mulheresO mundo sem_mulheres
O mundo sem_mulheres
 
Evangelho o remedio
Evangelho o remedioEvangelho o remedio
Evangelho o remedio
 
Filosofia de vida
Filosofia de vidaFilosofia de vida
Filosofia de vida
 
Eu sou
Eu souEu sou
Eu sou
 
Mesmo que seja_dificil
Mesmo que seja_dificilMesmo que seja_dificil
Mesmo que seja_dificil
 
Humildade x orgulho
Humildade x orgulhoHumildade x orgulho
Humildade x orgulho
 
Feridas na alma
Feridas na almaFeridas na alma
Feridas na alma
 

O clarão 3 (1)

  • 3. Deus surgiu na minha vida aos 6 anos de idade, e chegou junto com o pecado. Filha de pais ateus, até então, eu não havia sido apresentada a uma coisa nem outra.
  • 4. Um dia colocaram-me num colégio de freiras no qual rapidamente fui atualizada sobre essas questões importantes da vida. Ali aprendi que algumas faltas eram mais graves que outras.
  • 5. Matar, por exemplo. Mas eu nunca matei ninguém... Ah, é? E, quando você caminha, o que acontece com todas aquelas formigas que vão sendo pisoteadas? Assustada, passei meses andando de cabeça baixa para evitar tamanho pecado.
  • 6. Trocaram-me de colégio. Passou-se um ano, e surgiu o assunto da primeira comunhão. Você não vai fazer? Não sei, o que é isso? É para Deus te perdoar dos pecados. Ahn...
  • 7. Em casa, minha mãe tirava dúvidas a sua maneira: Deus é como Papai Noel, só existe para quem acredita nele. E ela sabia que eu já não acreditava. Assim, pulamos a primeira comunhão.
  • 8. Aí minha mãe morreu, meu pai pirou, e por coincidência fui parar numa hospedaria para filhos de missionários luteranos americanos, espalhados pelo Brasil. Ali se rezava antes de cada refeição, e, à noite, por uma hora de fervor, cantavam-se hinos de louvor a Cristo. Éramos 30 meninas e meninos, de 5 a18 anos, cuidados por um casal que viera de Minnesota com a missão de manter a fé daqueles pirralhos custasse o que custasse. Meu caso deu certo trabalho.
  • 9. Eu não fazia parte da turma, não tinha fé alguma, e era imprescindível integrar-me às crianças cristãs antes que elas se integrassem a meus modos pagãos. Acontece que aquela gente era muito boa, e eu andava numa carência infinita. Então, com o amor que me dedicaram, demorou pouco para que eu me bandeasse de armas e bagagem, pensamentos e espírito para onde a seta luterana apontava.
  • 10. Aos 16, cansei dessa vida, discuti com o responsável da hospedaria e fui bater na porta de uma igreja Católica. Você é padre, não é? Pois eu sou órfã, e não tenho onde morar. Padre Xico me convidou para morar na torre da igreja, e ali me instalei por um par de anos. No térreo ficava a sala de estar. O sacerdote morava no 1º andar, o segundo piso servia para hospedar bispos e monsenhores, e no terceiro ficava meu quarto.
  • 11. Certa vez aconteceu um show do Vinicius e Toquinho na cidade, e eu fui conferir. Ao final do espetáculo, fui cumprimentar os artistas, e Toquinho se ofereceu para me levar em casa. Quando pedi que estacionasse na porta da igreja, o moço não entendeu nada. Você mora com o padre? Moro. E você dá para o padre? Não, o padre é casto, e eu sou virgem - não dou para ninguém. As segundas intenções que levaram Toquinho a me acompanhar, tão gentilmente, até minha casa morreram ali.
  • 12. Anos depois, já atriz, eu contei essa história para ele, e ambos demos boas risadas.
  • 13. Quando se viaja pobre, precisa-se das pessoas, da generosidade delas, de suas gentilezas. Nessa troca diária em que eu também tinha de estar disponível, conheci muita gente boa e simples. E gente simples tem religião. Pelas pessoas, e não por interesse em suas crenças, fui novamente levada a Deus.
  • 14. A vida foi seguindo. Levou-me para a Europa... ...e dali para a Ásia, numa peregrinação que duraram dois anos. Eu ia a pé, de carona, como desse - e ia conhecendo bem a gente local.
  • 15. Agora Ele ganhava várias faces, e as formas de louvá-Lo eram múltiplas e sempre muito fervorosas. Assim, fui percebendo que Deus não dava a mínima se a gente queria chamá-lo de Buda, Oxalá Maomé, ou Jesus. Deus não cabia numa caixinha, nem na minha compreensão, e isso de certa forma me confortava.
  • 16. Então, quando mais tarde a vida apertou e minhas pessoas começaram a morrer muito pela segunda vez - amigos, meu pai e meu irmão se mataram - e minha solidão precisava de um amor sobrenatural para sará-la, lembrei de Deus, e fui procurá-lo. Quando encontrei, Ele era um Deus maduro e generoso, que me curou por inteiro, e, como que para me separar definitivamente de todo mal, ainda me deu uma filha de presente.
  • 17. Eu que tentava havia dez anos, sem nenhum problema físico, só consegui engravidar quando virei uma pessoa completa, ou seja, de espiritualidade plena. Não vou contar, porque não cabe aqui, como se deram os milagres de minha vida, mas esse de minha filha aconteceu exatamente nessas circunstâncias.
  • 18. O Deus que hoje reconheço é doce, tolerante, compreensivo e infinitamente bom. É Ele quem me orienta e me encaminha todos os dias em cada momento.
  • 19. Olhando para trás e lembrando de tantas ocasiões em que poderia ter desistido de tudo, mas não o fiz, percebo que sempre houve um clarão no fim de cada túnel, e que essa luz dava sentido a todos os aspectos e minha caminhada. Antes, apenas, eu não sabia que a luz tinha um nome.