SlideShare uma empresa Scribd logo
JAPÃO Introdução: Apesar do seu reduzido território, o Japão está  entre as primeiras potências econômicas mundiais. É o líder das relações comerciais da Ásia com os países da orla do Pacífico, possuindo considerável influência na área do Índico e forte penetração nas economias da Europa ocidental e dos Estados Unidos.
 
CARACTERÍSTICAS GERAIS Localização geográfica: Extremo Oriente; na região do “Círculo de Fogo do Pacífico” (ocorrência de terremotos e vulcanismos – Monte Fuji – é o ponto culminante com 3.776 m.
Arquipelágo: 4 mil ilhas; maiores de norte para Sul: Hokaido, Honshu, Shikoku e Kiushu; 80 % do território é montanhoso; Cultivo de arroz ; Pesca; Estrutura geológica recente: dobramentos modernos, o país apresenta poucas reservas de minerais metálicos e energéticos, necessita de importá-los; no entanto, é a segunda economia mundial.
80 % da população vive em cidades: Tóquio, a capital e centro financeiro-comercial possui cerca de 8,2 milhões de habitantes; - principais áreas metropolitanas: Kantô: que reúne Tóquio, Yokohama, Kawasaki e Chiba; Nagoya; Kansai: Osaka, Kobe, Kyoto, Fukuoka e outras No conjunto estas áreas metropolitanas formam uma das maiores megalópoles do mundo, com mais de 45 milhões de habitantes.
 
 
 
 
 
 
A foto anterior são de propriedades rurais junto a arrozais na Planície Tonami, região oeste da Província de Toyama (oeste do país). As distâncias mais ou menos regulares das propriedades vizinhas, as casa são protegidas dos ventos sazonais por agrupamentos de árvores. Esta distintiva paisagem rural é descrita com o termo sankyoson (moradias regulares) em japonês.
CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Período Azuchi-Momoyama (1573~1603) O xogunato Muromachi entra em declínio, e o general Oda Nobunaga assume o poder em meio a violentas batalhas. Nobunaga conquista a província de Owari e, anos depois, a capital graças ao armamento fornecido pelos portugueses. Acaba assassinado antes de unificar todo o país. Quem assume é Toyotomi Hideyoshi, que confisca as armas e destrói os castelos, e consegue  unificar o Japão em um único governo.
Período Edo (1603~1868) Com a morte de Hideyoshi, Tokugawa Ieyasu assume o poder. Conquista o controle total do país ao vencer a batalha de Sekigahara, que travou com grupos rivais. Torna-se o novo xogum, a mando do Imperador, estabelecendo-se na cidade de Edo (atual Tokyo). A sociedade passa a ser dividida em quatro classes: samurais, camponeses, artesãos e comerciantes. Em 1633, são proibidas a entrada de navios portugueses, a saída de japoneses e a prática do cristianismo. O Japão praticamente fecha-se para o exterior. No final do século XVIII, estouram diversas rebeliões, exigindo uma reforma política. São, então, firmados diversos acordos com países ocidentais
Período Meiji (1868~1912) Inicia-se com a ascensão do Imperador Meiji; - mudança da capital para Tóquio; - liberdade religiosa e a igualdade social;  O Japão passa por uma grande industrialização e abre suas portas para grandes estudiosos ocidentais, que ajudam no progresso do país. Os feudos são extintos, e surgem as prefeituras. Ocorre uma verdadeira invasão ocidental. Em 1880, devido aos investimentos na industrialização, o Japão mergulha numa crise que leva à criação do Banco do Japão. Há grandes avanços políticos, como a criação da primeira Constituição. Nesse período, o país trava duas batalhas - uma contra a China, em 1895, e outra contra a Rússia, em 1905. Em 1910, os japoneses ocupam a Coréia. O imperador Meiji morre em 1912, pondo fim ao período.
Outras mudanças promovida por Meiji: Obrigatoriedade do ensino primário a todos (antes restritos aos nobres); aprovação de uma Constituição; Estabelecimento do iene como moeda nacional; Industrialização; instituição da imprensa e dos serviços postais; Formação dos zaibatsus: conjuntos de empresas interligadas do setor produtivo ou financeiro que passaram a controlar a economia do país. Eram empresas do governo e foram privatizadas.
 
Industrialização O país não tem a maioria dos minerais básicos. O petróleo é importado e as reservas de carvão e de ferro são muito pequenas. Apesar disso, o país tornou-se uma potência industrial. A industrialização japonesa teve como base: Aproveitamento do grande potencial hidrelétrico ( ver foto ); a importação de matérias-primas e fontes de energia; a especialização da mão-de-obra; investimentos em educação e tecnologia.
 
Represa de Kurobe: protegidas sob o leito de rocha e construídas de modo a ter impacto ambiental mínimo, as turbinas da hidrelétrica geram energia suficiente para o abastecimento de 1 milhão de moradias.
A via expressa Tokyo Bay Aqualine interliga Kisarau em um dos lados da Baía de Tóquio, e Kawasaki no lado contrário. A ponte tem 4,4 km de extensão, conduz os usuários até uma área de descanso situado na ilha artificial Umi Hotaru. A via expressa desaparece então da superfície e segue através de um túnel sob o mar. A estrutura branca no canto superior direito é a extremidade do poço de ventilação do túnel.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula japão
Aula japãoAula japão
Aula japão
Professor
 
Extremo Oriente Economia
Extremo Oriente EconomiaExtremo Oriente Economia
Extremo Oriente Economia
Paticx
 
Os tigres asiáticos
Os tigres asiáticosOs tigres asiáticos
Os tigres asiáticos
Colégio Nova Geração COC
 
Insdustrialização do japão
Insdustrialização do japãoInsdustrialização do japão
Insdustrialização do japão
Franciele Fernandes
 
Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
Thiago Vieira
 
Japão final
Japão finalJapão final
Japão final
Andre Caiado
 
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticosCap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
Acácio Netto
 
Educação Financeira
Educação Financeira Educação Financeira
Educação Financeira
Niedja Oliveira
 
Asia, japão e tigres
Asia, japão e tigresAsia, japão e tigres
Asia, japão e tigres
flaviocosac
 
Tigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e JapãoTigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e Japão
Prof. Francesco Torres
 
Industrialização Japonesa - Processo Histórico
Industrialização Japonesa - Processo HistóricoIndustrialização Japonesa - Processo Histórico
Industrialização Japonesa - Processo Histórico
Guilherme Calixto Vicente
 
Economia Planificada
Economia PlanificadaEconomia Planificada
Economia Planificada
Gustavo Bolinha Oliveira
 
SUDESTE ASIÁTICO
SUDESTE ASIÁTICOSUDESTE ASIÁTICO
SUDESTE ASIÁTICO
Marcelo Dores
 
JapãO
JapãOJapãO
Países de industrialialização tardia - Alemanha e Japão
Países de industrialialização tardia - Alemanha e JapãoPaíses de industrialialização tardia - Alemanha e Japão
Países de industrialialização tardia - Alemanha e Japão
Oberlania Alves
 
Industrialização do Japão
Industrialização do JapãoIndustrialização do Japão
Industrialização do Japão
Mayara Sousa
 
Apostila geografia china
Apostila geografia chinaApostila geografia china
Apostila geografia china
Fernando Colih
 
Modulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundial
Modulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundialModulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundial
Modulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundial
Claudio Henrique Ramos Sales
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
flaviocosac
 
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
RONALDO N CICILIATO Ciciliato
 

Mais procurados (20)

Aula japão
Aula japãoAula japão
Aula japão
 
Extremo Oriente Economia
Extremo Oriente EconomiaExtremo Oriente Economia
Extremo Oriente Economia
 
Os tigres asiáticos
Os tigres asiáticosOs tigres asiáticos
Os tigres asiáticos
 
Insdustrialização do japão
Insdustrialização do japãoInsdustrialização do japão
Insdustrialização do japão
 
Tigres asiaticos
Tigres asiaticosTigres asiaticos
Tigres asiaticos
 
Japão final
Japão finalJapão final
Japão final
 
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticosCap.13 - Japão e tigres asiáticos
Cap.13 - Japão e tigres asiáticos
 
Educação Financeira
Educação Financeira Educação Financeira
Educação Financeira
 
Asia, japão e tigres
Asia, japão e tigresAsia, japão e tigres
Asia, japão e tigres
 
Tigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e JapãoTigres Asiáticos e Japão
Tigres Asiáticos e Japão
 
Industrialização Japonesa - Processo Histórico
Industrialização Japonesa - Processo HistóricoIndustrialização Japonesa - Processo Histórico
Industrialização Japonesa - Processo Histórico
 
Economia Planificada
Economia PlanificadaEconomia Planificada
Economia Planificada
 
SUDESTE ASIÁTICO
SUDESTE ASIÁTICOSUDESTE ASIÁTICO
SUDESTE ASIÁTICO
 
JapãO
JapãOJapãO
JapãO
 
Países de industrialialização tardia - Alemanha e Japão
Países de industrialialização tardia - Alemanha e JapãoPaíses de industrialialização tardia - Alemanha e Japão
Países de industrialialização tardia - Alemanha e Japão
 
Industrialização do Japão
Industrialização do JapãoIndustrialização do Japão
Industrialização do Japão
 
Apostila geografia china
Apostila geografia chinaApostila geografia china
Apostila geografia china
 
Modulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundial
Modulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundialModulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundial
Modulo 15 - Japão - A quarta potência econômica mundial
 
[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos[Material de aula] tigres asiáticos
[Material de aula] tigres asiáticos
 
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliatoChina – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
China – potência econômica, geopolítica e relações 2014 prof ciciliato
 

Destaque

Palestra de xadrez programa escola ativa
Palestra de xadrez programa  escola ativaPalestra de xadrez programa  escola ativa
Palestra de xadrez programa escola ativa
josicleiaoliveira
 
Industrial Hydraulics Certificate
Industrial Hydraulics CertificateIndustrial Hydraulics Certificate
Industrial Hydraulics Certificate
Jason Morrissey
 
Apostila matematica aplicada
Apostila matematica aplicadaApostila matematica aplicada
Apostila matematica aplicada
gabaritocontabil
 

Destaque (6)

Palestra de xadrez programa escola ativa
Palestra de xadrez programa  escola ativaPalestra de xadrez programa  escola ativa
Palestra de xadrez programa escola ativa
 
Industrial Hydraulics Certificate
Industrial Hydraulics CertificateIndustrial Hydraulics Certificate
Industrial Hydraulics Certificate
 
LSU Firefighter 2
LSU Firefighter 2LSU Firefighter 2
LSU Firefighter 2
 
SUGAR WAREHOUSE
SUGAR WAREHOUSESUGAR WAREHOUSE
SUGAR WAREHOUSE
 
Apostila matematica aplicada
Apostila matematica aplicadaApostila matematica aplicada
Apostila matematica aplicada
 
Celta2
Celta2Celta2
Celta2
 

Semelhante a Japão

História do Japão moderno
História do Japão modernoHistória do Japão moderno
História do Japão moderno
Isabel Rosa
 
Japão
JapãoJapão
Japão
JapãoJapão
061024 japao
061024 japao061024 japao
061024 japao
David Cavalcante
 
Aconsolidaodo japo[1]
Aconsolidaodo japo[1]Aconsolidaodo japo[1]
Aconsolidaodo japo[1]
borgesnuria
 
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
André Luiz Marques
 
Japão
JapãoJapão
Japão
valquirinha
 
Japão Geografia
Japão  GeografiaJapão  Geografia
Japão Geografia
Camila Brito
 
HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)
HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)
HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)
badmiral
 
JAPAO
JAPAOJAPAO
Japão Geografia
Japão  GeografiaJapão  Geografia
Japão Geografia
Camila Brito
 
AconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdfAconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdf
Otilio Jose
 
Japão - Geografia C
Japão - Geografia CJapão - Geografia C
Japão - Geografia C
Drew Mello
 
Japão
JapãoJapão
Japão socioeconomios
Japão socioeconomiosJapão socioeconomios
Japão socioeconomios
Gabriel Biazotto Schelesky
 
Aula 15 japão
Aula 15   japãoAula 15   japão
Aula 15 japão
Jonatas Carlos
 
Industrialização no japão
Industrialização no japãoIndustrialização no japão
Industrialização no japão
Savinho Andrade
 
Revolução Meiji
Revolução MeijiRevolução Meiji
Revolução Meiji
carlosbidu
 
A capital de um país desenvolvido
A capital de um país desenvolvidoA capital de um país desenvolvido
A capital de um país desenvolvido
cordinha
 
Seminário de geografia 1
Seminário de geografia 1Seminário de geografia 1
Seminário de geografia 1
Gabriel Moura
 

Semelhante a Japão (20)

História do Japão moderno
História do Japão modernoHistória do Japão moderno
História do Japão moderno
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
061024 japao
061024 japao061024 japao
061024 japao
 
Aconsolidaodo japo[1]
Aconsolidaodo japo[1]Aconsolidaodo japo[1]
Aconsolidaodo japo[1]
 
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
Ásia - aspectos naturais e geopolíticos
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
Japão Geografia
Japão  GeografiaJapão  Geografia
Japão Geografia
 
HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)
HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)
HISTÓRIA ORIENTAL - REVOLUÇÃO MEIJI (JAPÃO)
 
JAPAO
JAPAOJAPAO
JAPAO
 
Japão Geografia
Japão  GeografiaJapão  Geografia
Japão Geografia
 
AconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdfAconsolidaodoJapo.pdf
AconsolidaodoJapo.pdf
 
Japão - Geografia C
Japão - Geografia CJapão - Geografia C
Japão - Geografia C
 
Japão
JapãoJapão
Japão
 
Japão socioeconomios
Japão socioeconomiosJapão socioeconomios
Japão socioeconomios
 
Aula 15 japão
Aula 15   japãoAula 15   japão
Aula 15 japão
 
Industrialização no japão
Industrialização no japãoIndustrialização no japão
Industrialização no japão
 
Revolução Meiji
Revolução MeijiRevolução Meiji
Revolução Meiji
 
A capital de um país desenvolvido
A capital de um país desenvolvidoA capital de um país desenvolvido
A capital de um país desenvolvido
 
Seminário de geografia 1
Seminário de geografia 1Seminário de geografia 1
Seminário de geografia 1
 

Mais de danimontoro

O quadro humano e social africano
O quadro humano e social africanoO quadro humano e social africano
O quadro humano e social africano
danimontoro
 
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvidoAulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
danimontoro
 
Austrália
AustráliaAustrália
Austrália
danimontoro
 
Austrália
AustráliaAustrália
Austrália
danimontoro
 
Austrália
AustráliaAustrália
Austrália
danimontoro
 
Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
danimontoro
 
Canadá
CanadáCanadá
Canadá
danimontoro
 

Mais de danimontoro (7)

O quadro humano e social africano
O quadro humano e social africanoO quadro humano e social africano
O quadro humano e social africano
 
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvidoAulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
Aulas 1 a 4 o mundo subdesenvolvido
 
Austrália
AustráliaAustrália
Austrália
 
Austrália
AustráliaAustrália
Austrália
 
Austrália
AustráliaAustrália
Austrália
 
Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
 
Canadá
CanadáCanadá
Canadá
 

Japão

  • 1. JAPÃO Introdução: Apesar do seu reduzido território, o Japão está entre as primeiras potências econômicas mundiais. É o líder das relações comerciais da Ásia com os países da orla do Pacífico, possuindo considerável influência na área do Índico e forte penetração nas economias da Europa ocidental e dos Estados Unidos.
  • 2.  
  • 3. CARACTERÍSTICAS GERAIS Localização geográfica: Extremo Oriente; na região do “Círculo de Fogo do Pacífico” (ocorrência de terremotos e vulcanismos – Monte Fuji – é o ponto culminante com 3.776 m.
  • 4. Arquipelágo: 4 mil ilhas; maiores de norte para Sul: Hokaido, Honshu, Shikoku e Kiushu; 80 % do território é montanhoso; Cultivo de arroz ; Pesca; Estrutura geológica recente: dobramentos modernos, o país apresenta poucas reservas de minerais metálicos e energéticos, necessita de importá-los; no entanto, é a segunda economia mundial.
  • 5. 80 % da população vive em cidades: Tóquio, a capital e centro financeiro-comercial possui cerca de 8,2 milhões de habitantes; - principais áreas metropolitanas: Kantô: que reúne Tóquio, Yokohama, Kawasaki e Chiba; Nagoya; Kansai: Osaka, Kobe, Kyoto, Fukuoka e outras No conjunto estas áreas metropolitanas formam uma das maiores megalópoles do mundo, com mais de 45 milhões de habitantes.
  • 6.  
  • 7.  
  • 8.  
  • 9.  
  • 10.  
  • 11.  
  • 12. A foto anterior são de propriedades rurais junto a arrozais na Planície Tonami, região oeste da Província de Toyama (oeste do país). As distâncias mais ou menos regulares das propriedades vizinhas, as casa são protegidas dos ventos sazonais por agrupamentos de árvores. Esta distintiva paisagem rural é descrita com o termo sankyoson (moradias regulares) em japonês.
  • 13. CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA Período Azuchi-Momoyama (1573~1603) O xogunato Muromachi entra em declínio, e o general Oda Nobunaga assume o poder em meio a violentas batalhas. Nobunaga conquista a província de Owari e, anos depois, a capital graças ao armamento fornecido pelos portugueses. Acaba assassinado antes de unificar todo o país. Quem assume é Toyotomi Hideyoshi, que confisca as armas e destrói os castelos, e consegue unificar o Japão em um único governo.
  • 14. Período Edo (1603~1868) Com a morte de Hideyoshi, Tokugawa Ieyasu assume o poder. Conquista o controle total do país ao vencer a batalha de Sekigahara, que travou com grupos rivais. Torna-se o novo xogum, a mando do Imperador, estabelecendo-se na cidade de Edo (atual Tokyo). A sociedade passa a ser dividida em quatro classes: samurais, camponeses, artesãos e comerciantes. Em 1633, são proibidas a entrada de navios portugueses, a saída de japoneses e a prática do cristianismo. O Japão praticamente fecha-se para o exterior. No final do século XVIII, estouram diversas rebeliões, exigindo uma reforma política. São, então, firmados diversos acordos com países ocidentais
  • 15. Período Meiji (1868~1912) Inicia-se com a ascensão do Imperador Meiji; - mudança da capital para Tóquio; - liberdade religiosa e a igualdade social; O Japão passa por uma grande industrialização e abre suas portas para grandes estudiosos ocidentais, que ajudam no progresso do país. Os feudos são extintos, e surgem as prefeituras. Ocorre uma verdadeira invasão ocidental. Em 1880, devido aos investimentos na industrialização, o Japão mergulha numa crise que leva à criação do Banco do Japão. Há grandes avanços políticos, como a criação da primeira Constituição. Nesse período, o país trava duas batalhas - uma contra a China, em 1895, e outra contra a Rússia, em 1905. Em 1910, os japoneses ocupam a Coréia. O imperador Meiji morre em 1912, pondo fim ao período.
  • 16. Outras mudanças promovida por Meiji: Obrigatoriedade do ensino primário a todos (antes restritos aos nobres); aprovação de uma Constituição; Estabelecimento do iene como moeda nacional; Industrialização; instituição da imprensa e dos serviços postais; Formação dos zaibatsus: conjuntos de empresas interligadas do setor produtivo ou financeiro que passaram a controlar a economia do país. Eram empresas do governo e foram privatizadas.
  • 17.  
  • 18. Industrialização O país não tem a maioria dos minerais básicos. O petróleo é importado e as reservas de carvão e de ferro são muito pequenas. Apesar disso, o país tornou-se uma potência industrial. A industrialização japonesa teve como base: Aproveitamento do grande potencial hidrelétrico ( ver foto ); a importação de matérias-primas e fontes de energia; a especialização da mão-de-obra; investimentos em educação e tecnologia.
  • 19.  
  • 20. Represa de Kurobe: protegidas sob o leito de rocha e construídas de modo a ter impacto ambiental mínimo, as turbinas da hidrelétrica geram energia suficiente para o abastecimento de 1 milhão de moradias.
  • 21. A via expressa Tokyo Bay Aqualine interliga Kisarau em um dos lados da Baía de Tóquio, e Kawasaki no lado contrário. A ponte tem 4,4 km de extensão, conduz os usuários até uma área de descanso situado na ilha artificial Umi Hotaru. A via expressa desaparece então da superfície e segue através de um túnel sob o mar. A estrutura branca no canto superior direito é a extremidade do poço de ventilação do túnel.
  • 22.