SlideShare uma empresa Scribd logo
Internet das Coisas e o Futuro da Internet
André Peres
{andre.peres@poa.ifrs.edu.br}
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS

25/11/13
Introdução
●

A internet não é mais “nossa”

25/11/13
Introdução
●

Que coisas são essas?
Computadores
–

Smart phones

–

Tablets

–

E as outras coisas...
●

●

Ambiente

●

25/11/13

Objetos
Basicamente tudo...
Introdução
●

Que coisas são essas?
–

O objetivo é conectar tudo que existe, na
internet: o planeta e tudo que está nele
(incluindo nós mesmos)

–

Queremos observar e controlar as coisas
através da internet

–

Uma representação digital de tudo que existe, o
estado em que se encontra e o que podemos
fazer com cada coisa

25/11/13
Introdução
●

Como ?
–

Cada coisa precisa ter uma identidade única
●

Ex: IPv6
–

–

Habilidade de conectar-se na internet
●

–

25/11/13

Obs: IPv6 = 2128 endereços = 3,4 x 1038 =
suficiente

Interface wireless, ethernet, rede elétrica, ...

Objetos com Sensor(es) e/ou Atuador(es)
Introdução

25/11/13
Problema 1:
Como Identificar uma Coisa?

25/11/13
Identificação
●

Como identificar alguma
coisa/alguém?
–

25/11/13

RFID
Identificação
●

Como identificar alguma
coisa/alguém?
–

25/11/13

Leitor de RFID
Identificação
●

RFID
–

Alimentação
●

●

–

Baixo consumo quando utiliza baterias
Possibilidade de alimentação via indução em
marcadores simples (energia proveniente do leitor)

Alcance
●

●

Não é a solução para todos os objetos !

●

25/11/13

Necessita que marcador e leitor estejam próximos
Não suporta sensores mais complexos ou atuadores!
Identificação
●

Soluções via rede cabeada
–

25/11/13

Ex: rede elétrica ou ethernet
Identificação
●

Solução via rede sem fios
–

25/11/13

Ex: zigbee sobre IEEE 802.15.4
Identificação
●

Solução com tecnologia mista sem
fios
–

25/11/13

Ex: zigbee + bluetooth → internet
Problema 2:
Como obter dados de uma Coisa?

25/11/13
Sensores
●

Que tipo de dados posso obter?
–

Dados internos (status)
●

●

Dados de carga de bateria

●

25/11/13

Tempo de uso

●

–

Se um equipamento está ligado ou desligado

...

Dados do ambiente → sensores
Sensores
●

Que tipo de dados posso obter?

Hidrogênio

Álcool

temperatura
condutividade
pH

CO

radiação
(geiger)

Oxigênio dissolvido

pulso
presença
condições do tempo

Posição

corrente
25/11/13

distância

imagem

som

flexionamento

Músculos

força
Problema 3:
Como modificar uma Coisa/Ambiente?

25/11/13
Atuadores
●

O quê posso fazer? → atuadores

25/11/13
Atuadores
●

O quê posso fazer? → atuadores

motores
robôs

controlador de
fluxo de água/gás
25/11/13

controle de equipamentos elétricos
Com que Infraestrutura de Rede?
Tem Backbone para suportar isso tudo?
E a Comunicação Local?

25/11/13
Rede

●

Tem “rede” pra isso tudo?
Em 2012

–

●

NTT (Japão) distância de 50Km, 12 núcleos:

1 Pbps (1.000Tbps = 1.000.000Gbps)
* 5.000 vídeos de 2 horas em HD em 1 segundo

25/11/13
Sensores sem Fios
●

Estrutura de rede local
–

Nó sensor sem fios:
●

Dispositivo conectado a sensores/atuadores

●

Interface rede sem fios

●

Limitações sérias de
–
–
–
–

25/11/13

Processamento
Abrangência (capacidade de transmissão)
Energia (alimentado por baterias)
Baixo custo (descartável – entre US$ 0,1 e US$
10,00)
Sensores sem Fios
●

Possíveis tecnologias para construção da
rede

25/11/13
Sensores sem Fios
●

Arquitetura:
–

Ideal → redes mesh (MANET)
●

●

Rede ad-hoc
Cada nó pode repassar informações, servindo como
elemento “roteador”

nós sensores

25/11/13

gateway

Internet

usuário
Sensores sem Fios
●

Arquitetura:
–

Gateway
●

Realiza a coleta de dados dos nós sensores

●

Possibilidade de pré-processamento dos dados
–
–
–
–

●

25/11/13

Conversão
Sumarização
Cálculos
Transformação dados → informação

Possui maior capacidade de processamento,
comunicação e energia
Sensores sem Fios
●

Exemplos de sensores

COTS Dust
Smart Dust

25/11/13
Onde está a (r)evolução ?

25/11/13
Aplicações
●

Qual o ganho em colocar algo na rede?
–

25/11/13

Novas aplicações, novos produtos !
Aplicações
●

Computação Ubiqua
–
–

Em qualquer lugar

–

●

Tudo conectado
A todo momento

Computação pervasiva
–

Utiliza a possibilidade da ubiquidade

–

A tecnologia “some” no dia-a-dia

25/11/13
Aplicações
●

Exemplo de Tecnologia Pervasiva
–

O ambiente “sabe” como você está se sentindo
●

Sensores de:
–

●

Informações de sua agenda
–

●

trânsito do trajeto percorrido por você, temperatura, umidade,
chuva, …

O ambiente se adapta ao seu “provável” humor
–

25/11/13

reuniões, horários, prova de redes, …

Informações da web
–

●

batimento cardíaco, tensão muscular,...

Som ambiente, iluminação, temperatura, sugestão de
programa na televisão, ...
Aplicações
●

Sua geladeira conhece sua dieta
–

Ela pode sugerir o quê comprar

–

Ela pode sugerir receitas de culinária com os
itens que você tem

–

Ela pode te dedurar pro médico

25/11/13
Aplicações
●

Negociação entre eletrodomésticos
–

Criação de política de gasto de energia
●

–

Ex: Quero usar energia com menor custo

Forno, lavadora de roupas e aquecedor
(ar-condicionado) negociam os melhores
horários para funcionamento de acordo com a
política e a agenda das pessoas
●

●

25/11/13

Perdemos algum controle sobre as coisas...
elas negociam e decidem...
Aplicações
●

Novas iniciativas, comunidades, …
–

25/11/13

Ex: Air Quality Egg
Problema 4:
Como fazer o armazenamento e tratamento
do grande volume de dados que será gerado ?

25/11/13
Aplicações
●

Estamos criando muitos dados → Desafio

25/11/13
Big Data
●

Big data
–

Obter valor (informação → conhecimento) de um
conjunto de dados muito extenso que não pode ser
analisado pelas técnicas computacionais
tradicionais

–

Não apenas de IoT/smart objects, mas:
●

●

Organizações de logística, finanças, saúde armazenando mais dados;

●

Dados de redes sociais;

●

Reconhecimento de imagens;

●

25/11/13

Bases de dados sobre consumidores mantidas pelos comerciantes;

Pesquisas científicas, ...
Big Data
●

Big data
–

Características:
●

●

●

Volume: grandes volumes de dados – sem
possibilidade de análise tradicional por problemas de
escalabilidade
Velocidade: processamento deste grande volume de
dados com desempenho (muitas vezes em tempo
real)
Variedade: grande variedade de tipos de dados
–

25/11/13

Imagens, áudio, vídeo, posição geográfica, dados
alfanuméricos, ...
Big Data
●

Big data
–

Solução (tradicional)
●

Vamos ignorar um grande volume de dados e nos
concentrar no que podemos processar !

–

Solução com Big Data (exemplo)

–

Obs: Em 2015 teremos um tráfego de
4.8 zettabytes / ano = 4.8 bilhões de terabytes
(previsão da CISCO)

25/11/13
Big Data
●

Estrutura do hadoop

25/11/13
Problema 5:
Ok, gostei mas... por onde começar ?

25/11/13
O IFRS e IoT
●

Projeto sobre a qualidade da água
–

Convênio IFRS – Cégep de Sherbrooke
●

–

Computação e Meio Ambiente

Objetivos:
●

Monitoramento da qualidade da água do Arroio Dilúvio

●

Difusão de informações sobre meio ambiente
–
–

25/11/13

Conscientização ambiental
Educação Ambiental
O IFRS e IoT
●

Projeto sobre a qualidade da água
–

Monitoramento:
●

Sensor conectado na internet

Internet

Painel Solar

condutividade

bateria
pH

25/11/13
Placa

Celular (GPRS)

Arduino

Oxigênio dissolvido
O IFRS e IoT
●

Projeto sobre a qualidade da água
–

Monitoramento:
●

25/11/13

Sensor conectado na internet
O IFRS e IoT
●

Projeto sobre a qualidade da água
–

25/11/13

Monitoramento:
O IFRS e IoT
●

Projeto sobre a qualidade da água
–

25/11/13

Do sensor para um servidor e … … …
Já é um começo...
O que mais podemos fazer ?

25/11/13
Novas Coisas
●

Precisamos:
–

Adaptar tudo que já existe e que queremos
colocar na internet

–

Criar coisas novas com visão atual de IoT
●

●

25/11/13

DIY

●

–

“EU sei o que EU quero!”
3D printer

Pensar em novas aplicações aproveitando os
conceitos de IoT
Novas Coisas
●

Como fazer uma coisa:
–

Criar objeto → open 3d printer projects
●

–

Rechear com controlador → open hardware
●

–

Ex: http://arduino.cc

Disponibilizar dados → open knowledge
●

25/11/13

Ex: http://arduino.cc

Programar → open software
●

–

Ex: http://www.thingiverse.com/

Ex: http://okfn.org
Novas Coisas
●

Como fazer uma coisa:
–

OPEN COISA !
●

Hardware livre → alteração no hardware

●

Código livre → alteração no código

●

O que seria uma coisa livre????
–
–

–

25/11/13

Projeto livre para o objeto?
Qualquer pessoa pode imprimir sem pagar
royalties?
Tipo Creative Commons ?
Novas Coisas
●

Para refletir:

25/11/13
Novas Coisas
●

Para refletir:

25/11/13
Novas Coisas
●

Para refletir:

25/11/13

?
E o que já é realidade ?
Parte 1: THE GOOD

25/11/13
The good
●

Google car

●

Carro com IP

25/11/13

Dirige sozinho

–

Chevrolet Volt

–

–

Seu carro na internet
E o que já é realidade ?
Parte 2: THE BAD

25/11/13
The Bad
●

Car Hack
–

Um carro possui diversos controladores

–

Controlam tudo, incluindo:
●
●

Dashboard

●

Freios

●

Direção (estacionamento automático)

●

Cinto de segurança

●

Rádio

●

25/11/13

Abertura de portas

...
The Bad
●

Car Hack
–

25/11/13

Para acessar a rede do carro (modo fácil):
The Bad
●

Car Hack
–

25/11/13

Para acessar a rede do carro (modo nem tão fácil):
E o que já é realidade ?
Parte 3: THE UGLY

25/11/13
The Ugly
●

Falha de segurança em câmeras da TrendNet

25/11/13
The Ugly
●

Uma simples busca no google...

25/11/13
The Ugly
●

Teoria (?) da conspiração

25/11/13
The Ugly
●

Guerra Virtual, Terrorismo e vamos parar por aqui

●

Nome: Stuxnet

●

Ano: 2010

●

Verme de computador (windows)

●

Exploração: Equipamentos industriais Siemens

●

Alvo: Centrífugas para enriquecimento de urânio no Irã

25/11/13
The Ugly
●

Guerra Virtual, Terrorismo e vamos parar por aqui

25/11/13
The Ugly
●

Guerra Virtual, Terrorismo e vamos parar por aqui

25/11/13
Ok, Ok... chega !

25/11/13
Conclusões
●

A IoT é uma realidade (e é inevitável)

●

O que você deve fazer?
–

Pense em como melhorar a vida das pessoas!
●

●

Mobilidade urbana

●

Acessibilidade

●

Segurança

●

Saúde

●

25/11/13

Meio ambiente

...
Conclusões
●

●

Temos a oportunidade de causar um impacto social
gigantesco!
Precisamos de boas ideias!
–

Produtos

–

Aplicações

–

Serviços

–

Mecanismos para:
●

●

comunicação entre coisas

●

redes de sensores

●

atuadores

●

25/11/13

tratamento de dados

...
Internet das Coisas e o Futuro da Internet
André Peres
{andre.peres@poa.ifrs.edu.br}
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS

25/11/13

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Historia das redes de computadores
Historia das redes de computadoresHistoria das redes de computadores
Historia das redes de computadores
Alessandro Fazenda
 
1.Introdução Banco de Dados
1.Introdução Banco de Dados1.Introdução Banco de Dados
1.Introdução Banco de Dados
vini_campos
 
Informatica Aplicada
Informatica AplicadaInformatica Aplicada
Informatica Aplicada
Ricardo de Moraes
 
internet das coisas .pptx
internet das coisas .pptx internet das coisas .pptx
internet das coisas .pptx
GabriellyRodrigues40
 
Web Design Responsivo
Web Design ResponsivoWeb Design Responsivo
Web Design Responsivo
Eduardo Mendes
 
Big Data, o que é isso?
Big Data, o que é isso?Big Data, o que é isso?
Big Data, o que é isso?
Ambiente Livre
 
Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)
Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)
Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)
Soraia Lima
 
Big Data
Big DataBig Data
Tecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da InformaçaoTecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da Informaçao
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Aula 1 - Introdução ao Mobile
Aula 1 - Introdução ao MobileAula 1 - Introdução ao Mobile
Aula 1 - Introdução ao Mobile
Cloves da Rocha
 
Pensamento Computacional aula 01
Pensamento Computacional aula 01Pensamento Computacional aula 01
Pensamento Computacional aula 01
pensamentocomputacional
 
Fundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da InformaçãoFundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da Informação
Escola de Governança da Internet no Brasil
 
Informática 1-conceitos e componentes
Informática  1-conceitos e componentesInformática  1-conceitos e componentes
Informática 1-conceitos e componentes
Mauro Pereira
 
LGPD Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
LGPD Lei Geral de Proteção de Dados PessoaisLGPD Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
LGPD Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
Douglas Siviotti
 
Pensamento computacional
Pensamento computacionalPensamento computacional
Pensamento computacional
Filipe T. Moreira
 
Dispositivos móveis
Dispositivos móveisDispositivos móveis
Dispositivos móveis
Mauricio Carvalho
 
5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix
5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix
5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix
Cris Fidelix
 
Unidade iii tipos de softwares
Unidade iii   tipos de softwaresUnidade iii   tipos de softwares
Unidade iii tipos de softwares
Daniel Moura
 
Aula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Aula 1 - Introdução a Segurança da InformaçãoAula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Aula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Carlos Henrique Martins da Silva
 
Sistemas de Informação
Sistemas de InformaçãoSistemas de Informação
Sistemas de Informação
Mauricio Uriona Maldonado PhD
 

Mais procurados (20)

Historia das redes de computadores
Historia das redes de computadoresHistoria das redes de computadores
Historia das redes de computadores
 
1.Introdução Banco de Dados
1.Introdução Banco de Dados1.Introdução Banco de Dados
1.Introdução Banco de Dados
 
Informatica Aplicada
Informatica AplicadaInformatica Aplicada
Informatica Aplicada
 
internet das coisas .pptx
internet das coisas .pptx internet das coisas .pptx
internet das coisas .pptx
 
Web Design Responsivo
Web Design ResponsivoWeb Design Responsivo
Web Design Responsivo
 
Big Data, o que é isso?
Big Data, o que é isso?Big Data, o que é isso?
Big Data, o que é isso?
 
Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)
Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)
Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD)
 
Big Data
Big DataBig Data
Big Data
 
Tecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da InformaçaoTecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da Informaçao
 
Aula 1 - Introdução ao Mobile
Aula 1 - Introdução ao MobileAula 1 - Introdução ao Mobile
Aula 1 - Introdução ao Mobile
 
Pensamento Computacional aula 01
Pensamento Computacional aula 01Pensamento Computacional aula 01
Pensamento Computacional aula 01
 
Fundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da InformaçãoFundamentos de Segurança da Informação
Fundamentos de Segurança da Informação
 
Informática 1-conceitos e componentes
Informática  1-conceitos e componentesInformática  1-conceitos e componentes
Informática 1-conceitos e componentes
 
LGPD Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
LGPD Lei Geral de Proteção de Dados PessoaisLGPD Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
LGPD Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais
 
Pensamento computacional
Pensamento computacionalPensamento computacional
Pensamento computacional
 
Dispositivos móveis
Dispositivos móveisDispositivos móveis
Dispositivos móveis
 
5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix
5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix
5- Modelo entidade Relacionamento - Cardinalidade - Profª Cristiane Fidelix
 
Unidade iii tipos de softwares
Unidade iii   tipos de softwaresUnidade iii   tipos de softwares
Unidade iii tipos de softwares
 
Aula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Aula 1 - Introdução a Segurança da InformaçãoAula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Aula 1 - Introdução a Segurança da Informação
 
Sistemas de Informação
Sistemas de InformaçãoSistemas de Informação
Sistemas de Informação
 

Destaque

Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...
Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...
Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...
Jacques Chicourel
 
Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCP
Introdução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCPIntrodução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCP
Introdução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCP
Andre Peres
 
1 - Segurança - introducao
1 - Segurança - introducao1 - Segurança - introducao
1 - Segurança - introducao
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDP
Introdução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDPIntrodução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDP
Introdução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDP
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - Sockets
Introdução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - SocketsIntrodução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - Sockets
Introdução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - Sockets
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)
Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)
Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)
Andre Peres
 
4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips
4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips
4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips
Andre Peres
 
1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias
1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias
1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)
Andre Peres
 
5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls
5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls 5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls
5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls
Andre Peres
 
7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao
7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao
7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao
Andre Peres
 
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)
Andre Peres
 
6 - Redes de Computadores - meios transmissao
6 - Redes de Computadores - meios transmissao6 - Redes de Computadores - meios transmissao
6 - Redes de Computadores - meios transmissao
Andre Peres
 
David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...
David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...
David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...
Libelium
 
2 - Redes de Comutadores - acesso meio
2 - Redes de Comutadores -  acesso meio2 - Redes de Comutadores -  acesso meio
2 - Redes de Comutadores - acesso meio
Andre Peres
 
Seminário Internet das Coisas
Seminário Internet das CoisasSeminário Internet das Coisas
Seminário Internet das Coisas
marciel_santos
 
Introdução a Redes de Computadores - 1 - Introdução
Introdução a Redes de Computadores - 1 - IntroduçãoIntrodução a Redes de Computadores - 1 - Introdução
Introdução a Redes de Computadores - 1 - Introdução
Andre Peres
 
06 - Redes sem Fios - seguranca
06 - Redes sem Fios -  seguranca06 - Redes sem Fios -  seguranca
06 - Redes sem Fios - seguranca
Andre Peres
 

Destaque (20)

Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...
Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...
Internet of Things, M2M e aplicativos mobile: Tendências, oportunidades, desa...
 
Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 7 - Nível de Transporte - TCP (p2)
 
Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 6 - Nível de Transporte - TCP (p1)
 
Introdução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCP
Introdução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCPIntrodução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCP
Introdução a Redes de Computadores - 4 - Nível de Aplicação DHCP
 
1 - Segurança - introducao
1 - Segurança - introducao1 - Segurança - introducao
1 - Segurança - introducao
 
Introdução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDP
Introdução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDPIntrodução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDP
Introdução a Redes de Computadores - 5 - Nível de Transporte - UDP
 
Introdução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - Sockets
Introdução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - SocketsIntrodução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - Sockets
Introdução a Redes de Computadores - 8 - Nível de Transporte - Sockets
 
Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)
Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)
Introdução a Redes de Computadores - 2 - Nível de aplicação (HTTP)
 
4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips
4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips
4 - Redes de Computadores - arp-vlan-equips
 
1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias
1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias
1 - redes de computadores - introção a redes de computadores e topologias
 
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p2)
 
5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls
5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls 5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls
5 - Redes de Computadores - fr-atm-mpls
 
7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao
7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao
7 - Redes de Computadores - codificacao sinalizacao-multiplexacao
 
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)
Introdução a Redes de Computadores - 9 - Nível de Rede - IP (p1)
 
6 - Redes de Computadores - meios transmissao
6 - Redes de Computadores - meios transmissao6 - Redes de Computadores - meios transmissao
6 - Redes de Computadores - meios transmissao
 
David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...
David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...
David Gascon, Libelium CTO, keynote talk in DevOSS Azure Days, Dec. 2014, Mad...
 
2 - Redes de Comutadores - acesso meio
2 - Redes de Comutadores -  acesso meio2 - Redes de Comutadores -  acesso meio
2 - Redes de Comutadores - acesso meio
 
Seminário Internet das Coisas
Seminário Internet das CoisasSeminário Internet das Coisas
Seminário Internet das Coisas
 
Introdução a Redes de Computadores - 1 - Introdução
Introdução a Redes de Computadores - 1 - IntroduçãoIntrodução a Redes de Computadores - 1 - Introdução
Introdução a Redes de Computadores - 1 - Introdução
 
06 - Redes sem Fios - seguranca
06 - Redes sem Fios -  seguranca06 - Redes sem Fios -  seguranca
06 - Redes sem Fios - seguranca
 

Semelhante a Internet das Coisas e o Futuro da Internet

TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?
TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?
TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?
Claudinei Brito Junior
 
Internet das Coisas: Aplicativos, Games e Plataformas
Internet das Coisas: Aplicativos, Games e PlataformasInternet das Coisas: Aplicativos, Games e Plataformas
Internet das Coisas: Aplicativos, Games e Plataformas
Leandro Andrade
 
Big Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMG
Big Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMGBig Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMG
Big Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMG
Petronio Candido
 
Informatica Basica.pptx
Informatica Basica.pptxInformatica Basica.pptx
Informatica Basica.pptx
KarinaLuizaAzevedoAl
 
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociaisInformatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
RICARDO81499
 
A Internet das Coisas
A Internet das CoisasA Internet das Coisas
A Internet das Coisas
Kiev Gama
 
A Internet do Futuro, por Alex Ferreira
A Internet do Futuro, por Alex FerreiraA Internet do Futuro, por Alex Ferreira
A Internet do Futuro, por Alex Ferreira
desilabs
 
Io t vs slideshare
Io t vs slideshareIo t vs slideshare
Io t vs slideshare
Tiago Lopes
 
Tecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectado
Tecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectadoTecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectado
Tecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectado
Eronides Da Silva Neto
 
Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado
Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado
Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado
Eronides Da Silva Neto
 
Material iae aula 1
Material iae   aula 1Material iae   aula 1
Material iae aula 1
negasousa
 
Novas Tendências Em TI
Novas Tendências Em TINovas Tendências Em TI
Novas Tendências Em TI
Petronio Candido
 
Guardião Cloud - Plataforma de IoT
Guardião Cloud - Plataforma de IoTGuardião Cloud - Plataforma de IoT
Guardião Cloud - Plataforma de IoT
Romulo Fagundes
 
Informática aplicada a gestão - Material 2
Informática aplicada a gestão  - Material 2Informática aplicada a gestão  - Material 2
Informática aplicada a gestão - Material 2
João Filho
 
Aula 1 - introdução a informática
Aula 1 - introdução a informáticaAula 1 - introdução a informática
Aula 1 - introdução a informática
SamuelNascimento92
 
IoT vista como um sistema nervoso
IoT vista como um sistema nervosoIoT vista como um sistema nervoso
IoT vista como um sistema nervoso
Fernando Nogueira Cesar
 
INFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdf
INFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdfINFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdf
INFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdf
tridapalliadriana
 
Introdução a computação 01
Introdução a computação 01Introdução a computação 01
Introdução a computação 01
Felipe Pereira
 
Computação Ubiqua e Verde
Computação Ubiqua e VerdeComputação Ubiqua e Verde
Computação Ubiqua e Verde
elliando dias
 
I pv6 cparty2011
I pv6 cparty2011I pv6 cparty2011
I pv6 cparty2011
Campus Party Brasil
 

Semelhante a Internet das Coisas e o Futuro da Internet (20)

TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?
TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?
TDC Connections - Offline first - Como este requisito impacta seu projeto?
 
Internet das Coisas: Aplicativos, Games e Plataformas
Internet das Coisas: Aplicativos, Games e PlataformasInternet das Coisas: Aplicativos, Games e Plataformas
Internet das Coisas: Aplicativos, Games e Plataformas
 
Big Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMG
Big Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMGBig Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMG
Big Data e Data Science: admirável mundo novo - IV SIC IFNMG
 
Informatica Basica.pptx
Informatica Basica.pptxInformatica Basica.pptx
Informatica Basica.pptx
 
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociaisInformatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
Informatica Básica Aplicada no Contexto das Desigualdades sociais
 
A Internet das Coisas
A Internet das CoisasA Internet das Coisas
A Internet das Coisas
 
A Internet do Futuro, por Alex Ferreira
A Internet do Futuro, por Alex FerreiraA Internet do Futuro, por Alex Ferreira
A Internet do Futuro, por Alex Ferreira
 
Io t vs slideshare
Io t vs slideshareIo t vs slideshare
Io t vs slideshare
 
Tecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectado
Tecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectadoTecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectado
Tecnologias LPWA: conectando o que nao foi conectado
 
Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado
Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado
Tecnologias LPWA: Conectando o que não foi conectado
 
Material iae aula 1
Material iae   aula 1Material iae   aula 1
Material iae aula 1
 
Novas Tendências Em TI
Novas Tendências Em TINovas Tendências Em TI
Novas Tendências Em TI
 
Guardião Cloud - Plataforma de IoT
Guardião Cloud - Plataforma de IoTGuardião Cloud - Plataforma de IoT
Guardião Cloud - Plataforma de IoT
 
Informática aplicada a gestão - Material 2
Informática aplicada a gestão  - Material 2Informática aplicada a gestão  - Material 2
Informática aplicada a gestão - Material 2
 
Aula 1 - introdução a informática
Aula 1 - introdução a informáticaAula 1 - introdução a informática
Aula 1 - introdução a informática
 
IoT vista como um sistema nervoso
IoT vista como um sistema nervosoIoT vista como um sistema nervoso
IoT vista como um sistema nervoso
 
INFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdf
INFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdfINFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdf
INFO1 - Introducao Informatica HW e SW.pdf
 
Introdução a computação 01
Introdução a computação 01Introdução a computação 01
Introdução a computação 01
 
Computação Ubiqua e Verde
Computação Ubiqua e VerdeComputação Ubiqua e Verde
Computação Ubiqua e Verde
 
I pv6 cparty2011
I pv6 cparty2011I pv6 cparty2011
I pv6 cparty2011
 

Mais de Andre Peres

04 - Redes sem Fios -fisico
04 - Redes sem Fios -fisico04 - Redes sem Fios -fisico
04 - Redes sem Fios -fisico
Andre Peres
 
05 - Redes sem Fios - enlace
05 - Redes sem Fios - enlace05 - Redes sem Fios - enlace
05 - Redes sem Fios - enlace
Andre Peres
 
03- Redes sem Fios - antenas
03- Redes sem Fios -  antenas03- Redes sem Fios -  antenas
03- Redes sem Fios - antenas
Andre Peres
 
01 - Redes sem Fios - introducao
01 - Redes sem Fios -  introducao01 - Redes sem Fios -  introducao
01 - Redes sem Fios - introducao
Andre Peres
 
02 - Redes sem Fios - microondas
02 - Redes sem Fios - microondas02 - Redes sem Fios - microondas
02 - Redes sem Fios - microondas
Andre Peres
 
10 - segurança -snmp
10  - segurança -snmp10  - segurança -snmp
10 - segurança -snmp
Andre Peres
 
8 - segurança - anatomia ataques
8 - segurança - anatomia ataques8 - segurança - anatomia ataques
8 - segurança - anatomia ataques
Andre Peres
 
9 - segurança - ataques buffer-injection
9 - segurança -  ataques buffer-injection9 - segurança -  ataques buffer-injection
9 - segurança - ataques buffer-injection
Andre Peres
 
7 - segurança - dmz vpn
7  - segurança -  dmz vpn7  - segurança -  dmz vpn
7 - segurança - dmz vpn
Andre Peres
 
6 - segurança - criptografia
6   - segurança - criptografia6   - segurança - criptografia
6 - segurança - criptografia
Andre Peres
 
5 - segurança - firewall
5  - segurança - firewall5  - segurança - firewall
5 - segurança - firewall
Andre Peres
 
4 - segurança - mecanismos
4 - segurança - mecanismos4 - segurança - mecanismos
4 - segurança - mecanismos
Andre Peres
 
3 - segurança - psi
3 - segurança - psi3 - segurança - psi
3 - segurança - psi
Andre Peres
 
2 - segurança - analise de-riscos
2 - segurança - analise de-riscos2 - segurança - analise de-riscos
2 - segurança - analise de-riscos
Andre Peres
 
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
Andre Peres
 

Mais de Andre Peres (15)

04 - Redes sem Fios -fisico
04 - Redes sem Fios -fisico04 - Redes sem Fios -fisico
04 - Redes sem Fios -fisico
 
05 - Redes sem Fios - enlace
05 - Redes sem Fios - enlace05 - Redes sem Fios - enlace
05 - Redes sem Fios - enlace
 
03- Redes sem Fios - antenas
03- Redes sem Fios -  antenas03- Redes sem Fios -  antenas
03- Redes sem Fios - antenas
 
01 - Redes sem Fios - introducao
01 - Redes sem Fios -  introducao01 - Redes sem Fios -  introducao
01 - Redes sem Fios - introducao
 
02 - Redes sem Fios - microondas
02 - Redes sem Fios - microondas02 - Redes sem Fios - microondas
02 - Redes sem Fios - microondas
 
10 - segurança -snmp
10  - segurança -snmp10  - segurança -snmp
10 - segurança -snmp
 
8 - segurança - anatomia ataques
8 - segurança - anatomia ataques8 - segurança - anatomia ataques
8 - segurança - anatomia ataques
 
9 - segurança - ataques buffer-injection
9 - segurança -  ataques buffer-injection9 - segurança -  ataques buffer-injection
9 - segurança - ataques buffer-injection
 
7 - segurança - dmz vpn
7  - segurança -  dmz vpn7  - segurança -  dmz vpn
7 - segurança - dmz vpn
 
6 - segurança - criptografia
6   - segurança - criptografia6   - segurança - criptografia
6 - segurança - criptografia
 
5 - segurança - firewall
5  - segurança - firewall5  - segurança - firewall
5 - segurança - firewall
 
4 - segurança - mecanismos
4 - segurança - mecanismos4 - segurança - mecanismos
4 - segurança - mecanismos
 
3 - segurança - psi
3 - segurança - psi3 - segurança - psi
3 - segurança - psi
 
2 - segurança - analise de-riscos
2 - segurança - analise de-riscos2 - segurança - analise de-riscos
2 - segurança - analise de-riscos
 
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi3 - Redes de Comutadores -  ethernet wifi
3 - Redes de Comutadores - ethernet wifi
 

Último

epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 

Último (20)

epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 

Internet das Coisas e o Futuro da Internet

  • 1. Internet das Coisas e o Futuro da Internet André Peres {andre.peres@poa.ifrs.edu.br} Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS 25/11/13
  • 2. Introdução ● A internet não é mais “nossa” 25/11/13
  • 3. Introdução ● Que coisas são essas? Computadores – Smart phones – Tablets – E as outras coisas... ● ● Ambiente ● 25/11/13 Objetos Basicamente tudo...
  • 4. Introdução ● Que coisas são essas? – O objetivo é conectar tudo que existe, na internet: o planeta e tudo que está nele (incluindo nós mesmos) – Queremos observar e controlar as coisas através da internet – Uma representação digital de tudo que existe, o estado em que se encontra e o que podemos fazer com cada coisa 25/11/13
  • 5. Introdução ● Como ? – Cada coisa precisa ter uma identidade única ● Ex: IPv6 – – Habilidade de conectar-se na internet ● – 25/11/13 Obs: IPv6 = 2128 endereços = 3,4 x 1038 = suficiente Interface wireless, ethernet, rede elétrica, ... Objetos com Sensor(es) e/ou Atuador(es)
  • 7. Problema 1: Como Identificar uma Coisa? 25/11/13
  • 10. Identificação ● RFID – Alimentação ● ● – Baixo consumo quando utiliza baterias Possibilidade de alimentação via indução em marcadores simples (energia proveniente do leitor) Alcance ● ● Não é a solução para todos os objetos ! ● 25/11/13 Necessita que marcador e leitor estejam próximos Não suporta sensores mais complexos ou atuadores!
  • 11. Identificação ● Soluções via rede cabeada – 25/11/13 Ex: rede elétrica ou ethernet
  • 12. Identificação ● Solução via rede sem fios – 25/11/13 Ex: zigbee sobre IEEE 802.15.4
  • 13. Identificação ● Solução com tecnologia mista sem fios – 25/11/13 Ex: zigbee + bluetooth → internet
  • 14. Problema 2: Como obter dados de uma Coisa? 25/11/13
  • 15. Sensores ● Que tipo de dados posso obter? – Dados internos (status) ● ● Dados de carga de bateria ● 25/11/13 Tempo de uso ● – Se um equipamento está ligado ou desligado ... Dados do ambiente → sensores
  • 16. Sensores ● Que tipo de dados posso obter? Hidrogênio Álcool temperatura condutividade pH CO radiação (geiger) Oxigênio dissolvido pulso presença condições do tempo Posição corrente 25/11/13 distância imagem som flexionamento Músculos força
  • 17. Problema 3: Como modificar uma Coisa/Ambiente? 25/11/13
  • 18. Atuadores ● O quê posso fazer? → atuadores 25/11/13
  • 19. Atuadores ● O quê posso fazer? → atuadores motores robôs controlador de fluxo de água/gás 25/11/13 controle de equipamentos elétricos
  • 20. Com que Infraestrutura de Rede? Tem Backbone para suportar isso tudo? E a Comunicação Local? 25/11/13
  • 21. Rede ● Tem “rede” pra isso tudo? Em 2012 – ● NTT (Japão) distância de 50Km, 12 núcleos: 1 Pbps (1.000Tbps = 1.000.000Gbps) * 5.000 vídeos de 2 horas em HD em 1 segundo 25/11/13
  • 22. Sensores sem Fios ● Estrutura de rede local – Nó sensor sem fios: ● Dispositivo conectado a sensores/atuadores ● Interface rede sem fios ● Limitações sérias de – – – – 25/11/13 Processamento Abrangência (capacidade de transmissão) Energia (alimentado por baterias) Baixo custo (descartável – entre US$ 0,1 e US$ 10,00)
  • 23. Sensores sem Fios ● Possíveis tecnologias para construção da rede 25/11/13
  • 24. Sensores sem Fios ● Arquitetura: – Ideal → redes mesh (MANET) ● ● Rede ad-hoc Cada nó pode repassar informações, servindo como elemento “roteador” nós sensores 25/11/13 gateway Internet usuário
  • 25. Sensores sem Fios ● Arquitetura: – Gateway ● Realiza a coleta de dados dos nós sensores ● Possibilidade de pré-processamento dos dados – – – – ● 25/11/13 Conversão Sumarização Cálculos Transformação dados → informação Possui maior capacidade de processamento, comunicação e energia
  • 26. Sensores sem Fios ● Exemplos de sensores COTS Dust Smart Dust 25/11/13
  • 27. Onde está a (r)evolução ? 25/11/13
  • 28. Aplicações ● Qual o ganho em colocar algo na rede? – 25/11/13 Novas aplicações, novos produtos !
  • 29. Aplicações ● Computação Ubiqua – – Em qualquer lugar – ● Tudo conectado A todo momento Computação pervasiva – Utiliza a possibilidade da ubiquidade – A tecnologia “some” no dia-a-dia 25/11/13
  • 30. Aplicações ● Exemplo de Tecnologia Pervasiva – O ambiente “sabe” como você está se sentindo ● Sensores de: – ● Informações de sua agenda – ● trânsito do trajeto percorrido por você, temperatura, umidade, chuva, … O ambiente se adapta ao seu “provável” humor – 25/11/13 reuniões, horários, prova de redes, … Informações da web – ● batimento cardíaco, tensão muscular,... Som ambiente, iluminação, temperatura, sugestão de programa na televisão, ...
  • 31. Aplicações ● Sua geladeira conhece sua dieta – Ela pode sugerir o quê comprar – Ela pode sugerir receitas de culinária com os itens que você tem – Ela pode te dedurar pro médico 25/11/13
  • 32. Aplicações ● Negociação entre eletrodomésticos – Criação de política de gasto de energia ● – Ex: Quero usar energia com menor custo Forno, lavadora de roupas e aquecedor (ar-condicionado) negociam os melhores horários para funcionamento de acordo com a política e a agenda das pessoas ● ● 25/11/13 Perdemos algum controle sobre as coisas... elas negociam e decidem...
  • 33. Aplicações ● Novas iniciativas, comunidades, … – 25/11/13 Ex: Air Quality Egg
  • 34. Problema 4: Como fazer o armazenamento e tratamento do grande volume de dados que será gerado ? 25/11/13
  • 35. Aplicações ● Estamos criando muitos dados → Desafio 25/11/13
  • 36. Big Data ● Big data – Obter valor (informação → conhecimento) de um conjunto de dados muito extenso que não pode ser analisado pelas técnicas computacionais tradicionais – Não apenas de IoT/smart objects, mas: ● ● Organizações de logística, finanças, saúde armazenando mais dados; ● Dados de redes sociais; ● Reconhecimento de imagens; ● 25/11/13 Bases de dados sobre consumidores mantidas pelos comerciantes; Pesquisas científicas, ...
  • 37. Big Data ● Big data – Características: ● ● ● Volume: grandes volumes de dados – sem possibilidade de análise tradicional por problemas de escalabilidade Velocidade: processamento deste grande volume de dados com desempenho (muitas vezes em tempo real) Variedade: grande variedade de tipos de dados – 25/11/13 Imagens, áudio, vídeo, posição geográfica, dados alfanuméricos, ...
  • 38. Big Data ● Big data – Solução (tradicional) ● Vamos ignorar um grande volume de dados e nos concentrar no que podemos processar ! – Solução com Big Data (exemplo) – Obs: Em 2015 teremos um tráfego de 4.8 zettabytes / ano = 4.8 bilhões de terabytes (previsão da CISCO) 25/11/13
  • 39. Big Data ● Estrutura do hadoop 25/11/13
  • 40. Problema 5: Ok, gostei mas... por onde começar ? 25/11/13
  • 41. O IFRS e IoT ● Projeto sobre a qualidade da água – Convênio IFRS – Cégep de Sherbrooke ● – Computação e Meio Ambiente Objetivos: ● Monitoramento da qualidade da água do Arroio Dilúvio ● Difusão de informações sobre meio ambiente – – 25/11/13 Conscientização ambiental Educação Ambiental
  • 42. O IFRS e IoT ● Projeto sobre a qualidade da água – Monitoramento: ● Sensor conectado na internet Internet Painel Solar condutividade bateria pH 25/11/13 Placa Celular (GPRS) Arduino Oxigênio dissolvido
  • 43. O IFRS e IoT ● Projeto sobre a qualidade da água – Monitoramento: ● 25/11/13 Sensor conectado na internet
  • 44. O IFRS e IoT ● Projeto sobre a qualidade da água – 25/11/13 Monitoramento:
  • 45. O IFRS e IoT ● Projeto sobre a qualidade da água – 25/11/13 Do sensor para um servidor e … … …
  • 46. Já é um começo... O que mais podemos fazer ? 25/11/13
  • 47. Novas Coisas ● Precisamos: – Adaptar tudo que já existe e que queremos colocar na internet – Criar coisas novas com visão atual de IoT ● ● 25/11/13 DIY ● – “EU sei o que EU quero!” 3D printer Pensar em novas aplicações aproveitando os conceitos de IoT
  • 48. Novas Coisas ● Como fazer uma coisa: – Criar objeto → open 3d printer projects ● – Rechear com controlador → open hardware ● – Ex: http://arduino.cc Disponibilizar dados → open knowledge ● 25/11/13 Ex: http://arduino.cc Programar → open software ● – Ex: http://www.thingiverse.com/ Ex: http://okfn.org
  • 49. Novas Coisas ● Como fazer uma coisa: – OPEN COISA ! ● Hardware livre → alteração no hardware ● Código livre → alteração no código ● O que seria uma coisa livre???? – – – 25/11/13 Projeto livre para o objeto? Qualquer pessoa pode imprimir sem pagar royalties? Tipo Creative Commons ?
  • 53. E o que já é realidade ? Parte 1: THE GOOD 25/11/13
  • 54. The good ● Google car ● Carro com IP 25/11/13 Dirige sozinho – Chevrolet Volt – – Seu carro na internet
  • 55. E o que já é realidade ? Parte 2: THE BAD 25/11/13
  • 56. The Bad ● Car Hack – Um carro possui diversos controladores – Controlam tudo, incluindo: ● ● Dashboard ● Freios ● Direção (estacionamento automático) ● Cinto de segurança ● Rádio ● 25/11/13 Abertura de portas ...
  • 57. The Bad ● Car Hack – 25/11/13 Para acessar a rede do carro (modo fácil):
  • 58. The Bad ● Car Hack – 25/11/13 Para acessar a rede do carro (modo nem tão fácil):
  • 59. E o que já é realidade ? Parte 3: THE UGLY 25/11/13
  • 60. The Ugly ● Falha de segurança em câmeras da TrendNet 25/11/13
  • 61. The Ugly ● Uma simples busca no google... 25/11/13
  • 62. The Ugly ● Teoria (?) da conspiração 25/11/13
  • 63. The Ugly ● Guerra Virtual, Terrorismo e vamos parar por aqui ● Nome: Stuxnet ● Ano: 2010 ● Verme de computador (windows) ● Exploração: Equipamentos industriais Siemens ● Alvo: Centrífugas para enriquecimento de urânio no Irã 25/11/13
  • 64. The Ugly ● Guerra Virtual, Terrorismo e vamos parar por aqui 25/11/13
  • 65. The Ugly ● Guerra Virtual, Terrorismo e vamos parar por aqui 25/11/13
  • 66. Ok, Ok... chega ! 25/11/13
  • 67. Conclusões ● A IoT é uma realidade (e é inevitável) ● O que você deve fazer? – Pense em como melhorar a vida das pessoas! ● ● Mobilidade urbana ● Acessibilidade ● Segurança ● Saúde ● 25/11/13 Meio ambiente ...
  • 68. Conclusões ● ● Temos a oportunidade de causar um impacto social gigantesco! Precisamos de boas ideias! – Produtos – Aplicações – Serviços – Mecanismos para: ● ● comunicação entre coisas ● redes de sensores ● atuadores ● 25/11/13 tratamento de dados ...
  • 69. Internet das Coisas e o Futuro da Internet André Peres {andre.peres@poa.ifrs.edu.br} Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS 25/11/13