SlideShare uma empresa Scribd logo
1
MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR
CONSELHO NACIONAL DAS ZONAS DE PROCESSAMENTO DE EXPORTAÇÃO
Secretaria Executiva
1- O que são Zonas de Processamento de Exportação - ZPE?
As Zonas de Processamento de Exportação - ZPE são caracterizadas como áreas de livre comércio
com o exterior, destinadas à instalação de empresas voltadas para a produção de bens a serem
comercializados no exterior, sendo consideradas zonas primárias para efeito de controle aduaneiro.
As empresas que se instalam em ZPE têm acesso a tratamentos tributário, cambiais e
administrativos específicos e o principal requisito é o seu caráter eminentemente exportador, ou
seja, as empresas devem auferir e manter receita bruta decorrente de exportação para o exterior de,
no mínimo, 80% de sua receita bruta total.
2- Qual a legislação básica referente às ZPE?
No Brasil, o regime aduaneiro especial das Zonas de Processamento de Exportação foi instituído
pelo Decreto-Lei nº 2.452, de 29 de julho de 1988.
À época, esse instrumento legal autorizou ao Poder Executivo a criação de ZPE, por meio de edição
de decreto presidencial. Para traçar a orientação da política das ZPE, estabelecer requisitos, analisar
propostas, dentre outras atividades, o normativo criou o Conselho Nacional das Zonas de
Processamento de Exportação – CZPE.
Em 2007, o referido Decreto-Lei foi revogado pela Lei nº 11.508, que manteve a competência do
Conselho para definir as normas, os procedimentos e os parâmetros do programa, segundo os quais,
os agentes envolvidos devem balizar suas ações.
Para regulamentar a Lei nº 11.508/2007, foram publicados os Decretos nº 6.634/2008, que dispõe
sobre o Conselho Nacional das ZPE – CZPE, e o nº 6.814/2009, que dispõe sobre o regime
tributário, cambial e administrativo das ZPE.
3- Quais são as finalidades das Zonas de Processamento de Exportação - ZPE?
 Atrair investimentos estrangeiros.
 Reduzir desequilíbrios regionais.
 Fortalecer o Balanço de Pagamentos.
 Promover a difusão tecnológica.
 Criar empregos.
 Promover o desenvolvimento econômico e social do país.
 Aumentar a competitividade das exportações brasileiras.
2
4- Quais são os incentivos ficais concedidos para as empresas que se instalam em uma
ZPE?
Para aquisição de bens e serviços, a empresa industrial instalada em ZPE contará com suspensão de:
- No mercado interno:
 IPI;
 COFINS; e
 PIS/PASEP.
- Na importação:
 II;
 IPI;
 COFINS - Importação;
 PIS/PASEP - Importação; e
 AFRMM.
Quando a aquisição for relativa a máquinas, aparelhos, instrumentos e equipamentos, a suspensão
dos tributos será aplicada tanto para bens novos como para usados, os quais deverão ser
incorporados ao ativo imobilizado da empresa autorizada a operar em ZPE. No caso de importação
de bens usados, a suspensão será aplicada quando se tratar de conjunto industrial e que seja
elemento constitutivo da integralização do capital social da empresa.
As empresas instaladas em ZPE poderão contar ainda com a aplicação dos seguintes incentivos ou
benefícios fiscais:
 Os previstos para as áreas da SUDAM, SUDENE e dos Programas de Desenvolvimento da
Região Centro-Oeste que visem à promoção do desenvolvimento regional.
 Os previstos no art. 9º da MP nº 2.159-70 de 2001 (Promoção Comercial no Exterior / Redução a
zero do Imposto sobre a Renda – IR).
 Os previstos na Lei nº 8.248 de 1991 (Lei da Informática e Automação):
 Os previstos nos Artigos 17 a 26 da Lei nº 11.196 de 2005 (Programa de Inclusão Digital):
5- Quais são os incentivos administrativos previstos na legislação para as empresas
autorizadas a operar em uma ZPE?
O artigo 12 da Lei nº 11.508/2007 estabelece que as importações e exportações de empresa
autorizada a operar em ZPE têm dispensa de licença ou de autorização de órgãos federais, com
exceção dos controles de ordem sanitária, de interesse da segurança nacional e de proteção do meio
ambiente.
A dispensa de licenças ou autorizações não se aplicará a exportações de produtos:
 destinados a países com os quais o Brasil mantenha convênios de pagamento, pois se
submetem às disposições da legislação que trata da matéria;
 sujeitos a regime de cotas aplicáveis às exportações do País; e
 sujeitos ao Imposto de Exportação.
3
6- Quantas ZPE foram criadas no Brasil?
Atualmente existem no Brasil 24 Zonas de Processamento de Exportações em distintas fases pré-
operacionais. São elas:
Denominação da ZPE Município/Estado
ZPE do Acre Senador Guiomard
ZPE de Aracruz Aracruz/Espírito Santo
ZPE de Bataguassú Bataguassú/Mato Grosso do Sul
ZPE de Barra dos Coqueiros Barra dos Coqueiros/Sergipe
ZPE de Boa Vista Boa Vista/Roraima
ZPE de Fernandópolis Fernandópolis/São Paulo
ZPE de Macaíba Macaíba/Rio Grande do Norte
ZPE de Parnaíba Parnaíba/Piauí
ZPE de Pecém São Gonçalo do Amarante/Ceará
ZPE do Sertão Assú/Rio Grande do Norte
ZPE de Suape Jaboatão dos Guararapes/Pernambuco
ZPE de Araguaína Araguaína/Tocantins
ZPE de Barcarena Barcarena/Pará
ZPE de Cáceres Cáceres/Mato Grosso
ZPE de Corumbá Corumbá/Mato Grosso do Sul
ZPE de Ilhéus Ilhéus/Bahia
ZPE de Imbituba Imbituba/Santa Catarina
ZPE de Itaguaí Itaguaí/Rio de Janeiro
ZPE de João Pessoa João Pessoa/Paraíba
ZPE de Rio Grande Rio Grande/Rio Grande do Sul
ZPE de São Luís São Luís/Maranhão
ZPE de Teófilo Otoni
ZPE de Uberaba
Teófilo Otoni/Minas Gerais
Uberaba/Minas Gerais
ZPE de Vila Velha Vila Velha/Espírito Santo
7- Quem poderá propor a criação de uma ZPE?
Conforme estabelece a Resolução CZPE nº 02/2009, as propostas de criação de ZPE deverão ser
apresentadas pelos Governadores ou Prefeitos, em conjunto ou isoladamente.
4
8- Quais são os procedimentos para criação de uma ZPE?
A legislação atual sobre esse regime refere-se a todo o detalhamento e procedimento necessário que
os interessados devem seguir para pleitearem ZPE no Brasil. Desse modo, cabe destacar a
Resolução CZPE n°1/2010 (Estabelece a Orientação Superior da Política das Zonas de
Processamento de Exportação - para verificar o possível enquadramento do município no Programa)
e a Resolução CZPE n°2/2009 (Estabelece procedimentos para apresentação de Propostas de
Criação de Zonas de Processamento de Exportação – para estruturar a Proposta de Criação da ZPE).
As mencionadas Resoluções estão disponíveis nos seguintes endereços eletrônicos:
http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1365797842.pdf
http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1365797600.pdf
9- Qual é o procedimento para apresentação de projetos industriais ao Conselho Nacional
das Zonas de Processamento de Exportação – CZPE?
A aprovação dos projetos industriais nas ZPE compete ao CZPE com base em Parecer da Secretaria
Executiva do CZPE.
A apresentação e avaliação técnica de projetos industriais nas Zonas de Processamento de
Exportação – ZPE realizar-se-á com base nos requisitos, parâmetros básicos e roteiro estabelecidos
na Resolução CZPE nº 5, de 28/09/2011, disponível no endereço eletrônico
http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1365798064.pdf

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação PAF-ECT 2010 - Acomac Goiás
Apresentação PAF-ECT 2010 - Acomac GoiásApresentação PAF-ECT 2010 - Acomac Goiás
Apresentação PAF-ECT 2010 - Acomac Goiás
Anamaco
 
Tributos no comércio exterior
Tributos no comércio exteriorTributos no comércio exterior
Tributos no comércio exterior
ABRACOMEX
 
Entenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEP
Entenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEPEntenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEP
Entenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEP
Ministério da Economia
 
Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...
Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...
Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...
Pactum Consultoria Empresarial
 
A Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadoras
A Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadorasA Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadoras
A Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadoras
ROIT Consultoria e Contabilidade
 
A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...
A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...
A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...
ROIT Consultoria e Contabilidade
 
Auditoria Eletrônica
Auditoria EletrônicaAuditoria Eletrônica
Auditoria Eletrônica
Roberto Cavallieri Vommaro
 
Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...
Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...
Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...
Ricardo da Palma Borges & Associados - Sociedade de Advogados, S.P., R.L.
 
Abepra 2015 - Portos Secos e Clias
Abepra 2015 - Portos Secos e CliasAbepra 2015 - Portos Secos e Clias
Abepra 2015 - Portos Secos e Clias
Fernando Macedo
 
-
--
Comercio Exterior RADAR
Comercio Exterior RADARComercio Exterior RADAR
Comercio Exterior RADAR
danielpoit
 
Pis cofins regime não cumulativo
Pis cofins regime não cumulativoPis cofins regime não cumulativo
Pis cofins regime não cumulativo
Zilda Mara da Silva
 
.-*--..--*-.
.-*--..--*-..-*--..--*-.
.-*--..--*-.
Thiago Gacciona
 
Escrituração Fiscal Digital - Pis/Cofins
Escrituração Fiscal Digital - Pis/CofinsEscrituração Fiscal Digital - Pis/Cofins
Escrituração Fiscal Digital - Pis/Cofins
jnmoura
 
Contabilidade pública
Contabilidade públicaContabilidade pública
Contabilidade pública
Frederico Monteiro
 
Faqp
FaqpFaqp
25º Encontro Regional | TCESP
25º Encontro Regional | TCESP25º Encontro Regional | TCESP
25º Encontro Regional | TCESP
APEPREM
 
Seminário de logística porto seco
Seminário de logística  porto secoSeminário de logística  porto seco
Seminário de logística porto seco
Helton Francelino
 
Sped fiscal icms_ipi
Sped fiscal icms_ipiSped fiscal icms_ipi
Sped fiscal icms_ipi
Edson Carlos Alves
 

Mais procurados (19)

Apresentação PAF-ECT 2010 - Acomac Goiás
Apresentação PAF-ECT 2010 - Acomac GoiásApresentação PAF-ECT 2010 - Acomac Goiás
Apresentação PAF-ECT 2010 - Acomac Goiás
 
Tributos no comércio exterior
Tributos no comércio exteriorTributos no comércio exterior
Tributos no comércio exterior
 
Entenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEP
Entenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEPEntenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEP
Entenda o Novo PIS - Nova Contribuição para o PIS/PASEP
 
Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...
Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...
Palestra | PIS e COFINS: Regime Não Cumulativo (Atualizado com a Lei N°12.973...
 
A Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadoras
A Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadorasA Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadoras
A Contabilidade e as principais dores para empresas importadoras e exportadoras
 
A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...
A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...
A Terrível Tributação Brasileira na Importação e os melhores caminhos legais ...
 
Auditoria Eletrônica
Auditoria EletrônicaAuditoria Eletrônica
Auditoria Eletrônica
 
Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...
Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...
Infografia RPBA: A Transparência Fiscal Internacional (Controlled Foreign Ent...
 
Abepra 2015 - Portos Secos e Clias
Abepra 2015 - Portos Secos e CliasAbepra 2015 - Portos Secos e Clias
Abepra 2015 - Portos Secos e Clias
 
-
--
-
 
Comercio Exterior RADAR
Comercio Exterior RADARComercio Exterior RADAR
Comercio Exterior RADAR
 
Pis cofins regime não cumulativo
Pis cofins regime não cumulativoPis cofins regime não cumulativo
Pis cofins regime não cumulativo
 
.-*--..--*-.
.-*--..--*-..-*--..--*-.
.-*--..--*-.
 
Escrituração Fiscal Digital - Pis/Cofins
Escrituração Fiscal Digital - Pis/CofinsEscrituração Fiscal Digital - Pis/Cofins
Escrituração Fiscal Digital - Pis/Cofins
 
Contabilidade pública
Contabilidade públicaContabilidade pública
Contabilidade pública
 
Faqp
FaqpFaqp
Faqp
 
25º Encontro Regional | TCESP
25º Encontro Regional | TCESP25º Encontro Regional | TCESP
25º Encontro Regional | TCESP
 
Seminário de logística porto seco
Seminário de logística  porto secoSeminário de logística  porto seco
Seminário de logística porto seco
 
Sped fiscal icms_ipi
Sped fiscal icms_ipiSped fiscal icms_ipi
Sped fiscal icms_ipi
 

Destaque

Datos agrupados
Datos agrupados Datos agrupados
Datos agrupados
Juan Karlos Pc
 
Desarrollo de procesos psicologicos vygotski
Desarrollo de procesos psicologicos vygotskiDesarrollo de procesos psicologicos vygotski
Desarrollo de procesos psicologicos vygotski
Ani Kveldssanger
 
6_SF2C_JieLiu
6_SF2C_JieLiu6_SF2C_JieLiu
6_SF2C_JieLiu
Jie Liu
 
Física
Física Física
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçaoRegime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
Zpe Zonas da America
 
Resultados de las encuestas
Resultados de las encuestasResultados de las encuestas
Resultados de las encuestas
Enrique Basilio
 
Audacity a català
Audacity a catalàAudacity a català
Audacity a català
tutorialspc
 
Comenzar
ComenzarComenzar
Resolución 755/15
Resolución 755/15Resolución 755/15
Resolución 755/15
Juan Eduardo FAbio
 
James rodriguez
James rodriguezJames rodriguez
James rodriguez
172839456
 
Oportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community Commerce
Oportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community CommerceOportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community Commerce
Oportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community Commerce
ganhecomcafe
 
4.5 negative exponents
4.5 negative exponents4.5 negative exponents
4.5 negative exponents
marniekrentz
 
SERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting Stages
SERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting StagesSERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting Stages
SERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting Stages
Serhs Hotels
 
avas y ovas
avas y ovasavas y ovas
avas y ovas
wendybarrero
 

Destaque (16)

Datos agrupados
Datos agrupados Datos agrupados
Datos agrupados
 
Desarrollo de procesos psicologicos vygotski
Desarrollo de procesos psicologicos vygotskiDesarrollo de procesos psicologicos vygotski
Desarrollo de procesos psicologicos vygotski
 
Func
FuncFunc
Func
 
6_SF2C_JieLiu
6_SF2C_JieLiu6_SF2C_JieLiu
6_SF2C_JieLiu
 
Física
Física Física
Física
 
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçaoRegime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
 
Resultados de las encuestas
Resultados de las encuestasResultados de las encuestas
Resultados de las encuestas
 
Audacity a català
Audacity a catalàAudacity a català
Audacity a català
 
Comenzar
ComenzarComenzar
Comenzar
 
Resolución 755/15
Resolución 755/15Resolución 755/15
Resolución 755/15
 
James rodriguez
James rodriguezJames rodriguez
James rodriguez
 
Oportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community Commerce
Oportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community CommerceOportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community Commerce
Oportunidade Equipe Gourmet | Cafe Ferreira Community Commerce
 
321
321321
321
 
4.5 negative exponents
4.5 negative exponents4.5 negative exponents
4.5 negative exponents
 
SERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting Stages
SERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting StagesSERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting Stages
SERHS HOTELS: Hotel Peralada Wine Spa & Golf SERHS: Sporting Stages
 
avas y ovas
avas y ovasavas y ovas
avas y ovas
 

Semelhante a Informaçoes importantes

Conceito de z.p.e
Conceito de z.p.eConceito de z.p.e
Conceito de z.p.e
Zpe Zonas da America
 
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçaoRegime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
Zpe Zonas da America
 
Trib caso 1
Trib caso 1Trib caso 1
Trib caso 1
Jean Simei
 
Apresentação de comércio exterior
Apresentação de comércio exteriorApresentação de comércio exterior
Apresentação de comércio exterior
Filipe Xavier
 
Mini Curso de Tributação
Mini Curso de TributaçãoMini Curso de Tributação
Mini Curso de Tributação
Michael Belmonte
 
Apresentação principais legislações de comércio exterior
Apresentação principais legislações de comércio exteriorApresentação principais legislações de comércio exterior
Apresentação principais legislações de comércio exterior
ABRACOMEX
 
Tributação sobre o patrímônio
Tributação sobre o patrímônioTributação sobre o patrímônio
Tributação sobre o patrímônio
Rodrigo Santos Masset Lacombe
 
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalhoAula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Fernanda Moreira
 
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalhoAula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Fernanda Moreira
 
Pinga fogo 16 03 2011 sped fiscal
Pinga fogo 16 03 2011  sped fiscalPinga fogo 16 03 2011  sped fiscal
Pinga fogo 16 03 2011 sped fiscal
FeconMG
 
Guia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdf
Guia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdfGuia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdf
Guia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdf
alexandermattos8513
 
Comércio Exterior
Comércio ExteriorComércio Exterior
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Investir em moçambique   aspectos jurídicosInvestir em moçambique   aspectos jurídicos
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Adler Martins
 
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Investir em moçambique   aspectos jurídicosInvestir em moçambique   aspectos jurídicos
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Adler Martins
 
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Investir em moçambique   aspectos jurídicosInvestir em moçambique   aspectos jurídicos
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Adler Martins
 
Zpe apresentação ministro moc_2009
Zpe apresentação ministro moc_2009Zpe apresentação ministro moc_2009
Zpe apresentação ministro moc_2009
psbrn
 
Material da Palestra:Preciso importar, e agora?
Material da Palestra:Preciso importar, e agora?Material da Palestra:Preciso importar, e agora?
Material da Palestra:Preciso importar, e agora?
ABRACOMEX
 
Comex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFB
Comex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFBComex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFB
Comex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFB
ABRACOMEX
 
Comercio internacional regular 7
Comercio internacional regular 7Comercio internacional regular 7
Comercio internacional regular 7
J M
 
Projeto de importação de lâmpada led
Projeto de importação de lâmpada ledProjeto de importação de lâmpada led
Projeto de importação de lâmpada led
IBSolutions Soluções em Comércio Internacional
 

Semelhante a Informaçoes importantes (20)

Conceito de z.p.e
Conceito de z.p.eConceito de z.p.e
Conceito de z.p.e
 
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçaoRegime bras das zonas de processamento de exportaçao
Regime bras das zonas de processamento de exportaçao
 
Trib caso 1
Trib caso 1Trib caso 1
Trib caso 1
 
Apresentação de comércio exterior
Apresentação de comércio exteriorApresentação de comércio exterior
Apresentação de comércio exterior
 
Mini Curso de Tributação
Mini Curso de TributaçãoMini Curso de Tributação
Mini Curso de Tributação
 
Apresentação principais legislações de comércio exterior
Apresentação principais legislações de comércio exteriorApresentação principais legislações de comércio exterior
Apresentação principais legislações de comércio exterior
 
Tributação sobre o patrímônio
Tributação sobre o patrímônioTributação sobre o patrímônio
Tributação sobre o patrímônio
 
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalhoAula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
 
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalhoAula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
Aula 07 06-14 - osvaldo santos de carvalho
 
Pinga fogo 16 03 2011 sped fiscal
Pinga fogo 16 03 2011  sped fiscalPinga fogo 16 03 2011  sped fiscal
Pinga fogo 16 03 2011 sped fiscal
 
Guia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdf
Guia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdfGuia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdf
Guia de Incentivos Fiscais - Zona Franca de Manaus.pdf
 
Comércio Exterior
Comércio ExteriorComércio Exterior
Comércio Exterior
 
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Investir em moçambique   aspectos jurídicosInvestir em moçambique   aspectos jurídicos
Investir em moçambique aspectos jurídicos
 
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Investir em moçambique   aspectos jurídicosInvestir em moçambique   aspectos jurídicos
Investir em moçambique aspectos jurídicos
 
Investir em moçambique aspectos jurídicos
Investir em moçambique   aspectos jurídicosInvestir em moçambique   aspectos jurídicos
Investir em moçambique aspectos jurídicos
 
Zpe apresentação ministro moc_2009
Zpe apresentação ministro moc_2009Zpe apresentação ministro moc_2009
Zpe apresentação ministro moc_2009
 
Material da Palestra:Preciso importar, e agora?
Material da Palestra:Preciso importar, e agora?Material da Palestra:Preciso importar, e agora?
Material da Palestra:Preciso importar, e agora?
 
Comex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFB
Comex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFBComex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFB
Comex Infoco: Como Habilitar Exportadora e Importadora no Radar / RFB
 
Comercio internacional regular 7
Comercio internacional regular 7Comercio internacional regular 7
Comercio internacional regular 7
 
Projeto de importação de lâmpada led
Projeto de importação de lâmpada ledProjeto de importação de lâmpada led
Projeto de importação de lâmpada led
 

Mais de Zpe Zonas da America

Projeto abit
Projeto abitProjeto abit
Projeto abit
Zpe Zonas da America
 
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
Zpe Zonas da America
 
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
Zpe Zonas da America
 
Projetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.eProjetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.e
Zpe Zonas da America
 
Manual da z.p.es zona de processamento de exportaçao
Manual da z.p.es zona de processamento de exportaçaoManual da z.p.es zona de processamento de exportaçao
Manual da z.p.es zona de processamento de exportaçao
Zpe Zonas da America
 
Projetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.eProjetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.e
Zpe Zonas da America
 
Informaçoes importantes
Informaçoes importantesInformaçoes importantes
Informaçoes importantes
Zpe Zonas da America
 

Mais de Zpe Zonas da America (7)

Projeto abit
Projeto abitProjeto abit
Projeto abit
 
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
 
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
50572374 cibernetica-e-sociedade-norbert-wiener-ocr
 
Projetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.eProjetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.e
 
Manual da z.p.es zona de processamento de exportaçao
Manual da z.p.es zona de processamento de exportaçaoManual da z.p.es zona de processamento de exportaçao
Manual da z.p.es zona de processamento de exportaçao
 
Projetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.eProjetos industriais em z.p.e
Projetos industriais em z.p.e
 
Informaçoes importantes
Informaçoes importantesInformaçoes importantes
Informaçoes importantes
 

Informaçoes importantes

  • 1. 1 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR CONSELHO NACIONAL DAS ZONAS DE PROCESSAMENTO DE EXPORTAÇÃO Secretaria Executiva 1- O que são Zonas de Processamento de Exportação - ZPE? As Zonas de Processamento de Exportação - ZPE são caracterizadas como áreas de livre comércio com o exterior, destinadas à instalação de empresas voltadas para a produção de bens a serem comercializados no exterior, sendo consideradas zonas primárias para efeito de controle aduaneiro. As empresas que se instalam em ZPE têm acesso a tratamentos tributário, cambiais e administrativos específicos e o principal requisito é o seu caráter eminentemente exportador, ou seja, as empresas devem auferir e manter receita bruta decorrente de exportação para o exterior de, no mínimo, 80% de sua receita bruta total. 2- Qual a legislação básica referente às ZPE? No Brasil, o regime aduaneiro especial das Zonas de Processamento de Exportação foi instituído pelo Decreto-Lei nº 2.452, de 29 de julho de 1988. À época, esse instrumento legal autorizou ao Poder Executivo a criação de ZPE, por meio de edição de decreto presidencial. Para traçar a orientação da política das ZPE, estabelecer requisitos, analisar propostas, dentre outras atividades, o normativo criou o Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação – CZPE. Em 2007, o referido Decreto-Lei foi revogado pela Lei nº 11.508, que manteve a competência do Conselho para definir as normas, os procedimentos e os parâmetros do programa, segundo os quais, os agentes envolvidos devem balizar suas ações. Para regulamentar a Lei nº 11.508/2007, foram publicados os Decretos nº 6.634/2008, que dispõe sobre o Conselho Nacional das ZPE – CZPE, e o nº 6.814/2009, que dispõe sobre o regime tributário, cambial e administrativo das ZPE. 3- Quais são as finalidades das Zonas de Processamento de Exportação - ZPE?  Atrair investimentos estrangeiros.  Reduzir desequilíbrios regionais.  Fortalecer o Balanço de Pagamentos.  Promover a difusão tecnológica.  Criar empregos.  Promover o desenvolvimento econômico e social do país.  Aumentar a competitividade das exportações brasileiras.
  • 2. 2 4- Quais são os incentivos ficais concedidos para as empresas que se instalam em uma ZPE? Para aquisição de bens e serviços, a empresa industrial instalada em ZPE contará com suspensão de: - No mercado interno:  IPI;  COFINS; e  PIS/PASEP. - Na importação:  II;  IPI;  COFINS - Importação;  PIS/PASEP - Importação; e  AFRMM. Quando a aquisição for relativa a máquinas, aparelhos, instrumentos e equipamentos, a suspensão dos tributos será aplicada tanto para bens novos como para usados, os quais deverão ser incorporados ao ativo imobilizado da empresa autorizada a operar em ZPE. No caso de importação de bens usados, a suspensão será aplicada quando se tratar de conjunto industrial e que seja elemento constitutivo da integralização do capital social da empresa. As empresas instaladas em ZPE poderão contar ainda com a aplicação dos seguintes incentivos ou benefícios fiscais:  Os previstos para as áreas da SUDAM, SUDENE e dos Programas de Desenvolvimento da Região Centro-Oeste que visem à promoção do desenvolvimento regional.  Os previstos no art. 9º da MP nº 2.159-70 de 2001 (Promoção Comercial no Exterior / Redução a zero do Imposto sobre a Renda – IR).  Os previstos na Lei nº 8.248 de 1991 (Lei da Informática e Automação):  Os previstos nos Artigos 17 a 26 da Lei nº 11.196 de 2005 (Programa de Inclusão Digital): 5- Quais são os incentivos administrativos previstos na legislação para as empresas autorizadas a operar em uma ZPE? O artigo 12 da Lei nº 11.508/2007 estabelece que as importações e exportações de empresa autorizada a operar em ZPE têm dispensa de licença ou de autorização de órgãos federais, com exceção dos controles de ordem sanitária, de interesse da segurança nacional e de proteção do meio ambiente. A dispensa de licenças ou autorizações não se aplicará a exportações de produtos:  destinados a países com os quais o Brasil mantenha convênios de pagamento, pois se submetem às disposições da legislação que trata da matéria;  sujeitos a regime de cotas aplicáveis às exportações do País; e  sujeitos ao Imposto de Exportação.
  • 3. 3 6- Quantas ZPE foram criadas no Brasil? Atualmente existem no Brasil 24 Zonas de Processamento de Exportações em distintas fases pré- operacionais. São elas: Denominação da ZPE Município/Estado ZPE do Acre Senador Guiomard ZPE de Aracruz Aracruz/Espírito Santo ZPE de Bataguassú Bataguassú/Mato Grosso do Sul ZPE de Barra dos Coqueiros Barra dos Coqueiros/Sergipe ZPE de Boa Vista Boa Vista/Roraima ZPE de Fernandópolis Fernandópolis/São Paulo ZPE de Macaíba Macaíba/Rio Grande do Norte ZPE de Parnaíba Parnaíba/Piauí ZPE de Pecém São Gonçalo do Amarante/Ceará ZPE do Sertão Assú/Rio Grande do Norte ZPE de Suape Jaboatão dos Guararapes/Pernambuco ZPE de Araguaína Araguaína/Tocantins ZPE de Barcarena Barcarena/Pará ZPE de Cáceres Cáceres/Mato Grosso ZPE de Corumbá Corumbá/Mato Grosso do Sul ZPE de Ilhéus Ilhéus/Bahia ZPE de Imbituba Imbituba/Santa Catarina ZPE de Itaguaí Itaguaí/Rio de Janeiro ZPE de João Pessoa João Pessoa/Paraíba ZPE de Rio Grande Rio Grande/Rio Grande do Sul ZPE de São Luís São Luís/Maranhão ZPE de Teófilo Otoni ZPE de Uberaba Teófilo Otoni/Minas Gerais Uberaba/Minas Gerais ZPE de Vila Velha Vila Velha/Espírito Santo 7- Quem poderá propor a criação de uma ZPE? Conforme estabelece a Resolução CZPE nº 02/2009, as propostas de criação de ZPE deverão ser apresentadas pelos Governadores ou Prefeitos, em conjunto ou isoladamente.
  • 4. 4 8- Quais são os procedimentos para criação de uma ZPE? A legislação atual sobre esse regime refere-se a todo o detalhamento e procedimento necessário que os interessados devem seguir para pleitearem ZPE no Brasil. Desse modo, cabe destacar a Resolução CZPE n°1/2010 (Estabelece a Orientação Superior da Política das Zonas de Processamento de Exportação - para verificar o possível enquadramento do município no Programa) e a Resolução CZPE n°2/2009 (Estabelece procedimentos para apresentação de Propostas de Criação de Zonas de Processamento de Exportação – para estruturar a Proposta de Criação da ZPE). As mencionadas Resoluções estão disponíveis nos seguintes endereços eletrônicos: http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1365797842.pdf http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1365797600.pdf 9- Qual é o procedimento para apresentação de projetos industriais ao Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação – CZPE? A aprovação dos projetos industriais nas ZPE compete ao CZPE com base em Parecer da Secretaria Executiva do CZPE. A apresentação e avaliação técnica de projetos industriais nas Zonas de Processamento de Exportação – ZPE realizar-se-á com base nos requisitos, parâmetros básicos e roteiro estabelecidos na Resolução CZPE nº 5, de 28/09/2011, disponível no endereço eletrônico http://www.mdic.gov.br/arquivos/dwnl_1365798064.pdf