SlideShare uma empresa Scribd logo
Império do Anticristo
Império do
Anticristo
Impérios Mundiais
E
Egípcio e Assírio
B
Babilônico
M
Medo-Persa
G
Grego
R
Romano
Anticristo
OS GRANDES IMPÉRIOS
Sonho de Nabucodonosor
OS GRANDES IMPÉRIOS
Visão de Daniel
BABILÔNICO
Cabeça de ouro
Leão com asas de águia
BABILÔNICO
Rei mais conhecido: Nabucodonosor
Capital: Babilônia (grande esplendor)
BABILÔNICO
Rei mais conhecido: Nabucodonosor
Capital: Babilônia (grande esplendor)
Conquistaram todo o império Assírio e
também o Reino do Sul/Jerusalém
Levaram cativos os reis, príncipes, sacerdotes
,
levitas, nobres e ricos, inclusive Daniel e
Ezequiel
Tempo de Daniel, Ezequiel e parte final de
Jeremias/Lamentações
70 anos, profetizados por Jeremias
BABILÔNICO
Benefícios
●
Purificação da idolatria - caiu a ficha:
“idolatria = derrota”;
“Desobediência = disciplina”
●
Advento das sinagogas: local de adoração e
estudo das escrituras
●
Reconhecimento da onipotência, onipresença,
onisciência de Deus
●
Maior interesse pelas Escrituras, pelas
profecias e pelo Messias
“Mas ao fim daqueles dias, eu, Nabucodonosor, levantei
os olhos ao céu, tornou-me a vir o entendimento, e eu
bendisse o Altíssimo, e louvei, e glorifiquei ao que vive
para sempre, cujo domínio é sempiterno, e cujo reino é
de geração em geração. Todos os moradores da terra são
por ele reputados em nada; e, segundo a sua vontade,
ele opera com o exército do céu e os moradores da terra;
não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que
fazes?” (Dn 4:34,35)
MEDO-PERSA
Peito de Prata
Urso
MEDO-PERSA
Ciro, Dario, Assuero (Ester)
Após os 70 anos de cativeiro, os reis Ciro e Dario
permitiram o retorno de milhares de judeus a
Jerusalém, liderados, entre outros, por:
Zorobabel (Gov. - genealogia de Jesus)
Esdras (Sacerdote)
Neemias (Governador)
Tempo de reconstrução do Templo e dos muros
da cidade
MEDO-PERSA
Benefícios
●
Os sacrifícios/festas são feitos com mais
entendimento e ardor;
●
Dispersão dos judeus por outras nações
(Diáspora), com mais sinagogas e expansão da
Doutrina de um Deus único;
Profetas pós-exílio: Ageu, Zacarias e Malaquias.
GREGO
Tronco de Bronze
Leopardo com asas
P
Período de”silêncio profético”
4
430 anos
GREGO
Alexandre, o Grande
U
Uma língua popular em todo o império (grego)
e
e
e uma cultura universal, facilitando a expansão
d
d
do Evangelho
GREGO
Benefícios
ROMANO
Pernas de ferro
Animal terrível com dez chifres
ROMANO
Pernas de ferro
Animal terrível com dez chifres
ROMANO
Júlio César, imperadores, Pilatos
Período de”silêncio profético”
Plenitude dos tempos (Gl 4:4), com a chegada
de Jesus, o Salvador
Roma dividia seus territórios em províncias
Dividiu-se em dois impérios:
do ocidente – Roma
do oriente – Constantinopla (Turquia)
ROMANO
Benefícios
●
Construção de excelentes estradas;
●
Proteção militar e paz nos territórios;
●
Liberdade de comércio, transporte e locomoção
'
Nova diáspora, agora cristã, com a pregação
do evangelho (boa notícia) devido à existência de:
- sinagogas
- doutrina de um Deus único
- língua popular em todo o império
- boas estradas
- liberdade de locomoção e segurança
ROMANO
Cumprimento do Plano de Deus
Império Romano ao final estava dividido em dez partes:
Os saxões, originando a nação inglesa
Os francos, originando a nação francesa.
Os alamanos, originando a nação alemã.
Os visigodos, originando a nação espanhola.
Os suevos, originando a nação portuguesa.
Os lombardos, originando a nação italiana.
Os burgúndios, originando a nação suíça.
Os hérulos, que desapareceram.
Os vândalos, também desaparecidos.
Os ostrogodos, povo que também desapareceu.
IMPÉRIO ROMANO
dividido
ROMANO
Mundial
Após quase 2000 anos, tendo o Evangelho
sido pregado em todas as nações, duas coisas
importantes acontecem:
- O renascimento de Israel (barro – Jr 18:6,7)
- O renascimento da Europa única (ferro)
Último Império
Pés de Ferro e Barro
Anticristo
Pés de Ferro e Barro
Renascimento do
Império Romano
Renascimento do
Império Romano
Oriental
Aliança entre o
Império Romano
E Israel
O cenário está pronto para a manifestação do falso
profeta e do anticristo:
- Ecumenismo religioso;
- Globalização;
- Multiplicação da ciência e tecnologia;
- Instabilidade política;
- Instabilidade econômica
- Exércitos poderosos entre os blocos
Último Império:
do Anticristo
●
- Arrebatamento da Igreja
- Salvação de milhões de almas em
pouquíssimo tempo
- Fica manifesto, definitivamente, que sem
Deus não há justiça e paz
Império do anticristo
Benefícios
“Quanto ao que viste dos pés e dos
artelhos, em parte de barro de oleiro e em
parte de ferro, será esse um reino
dividido; contudo, haverá nele alguma
cousa da firmeza do ferro, pois que viste o
ferro misturado com barro de lodo. (Dn
2:41)
“Quanto ao que viste do ferro misturado
com barro de lodo, misturar-se-ão
mediante casamento, mas não se ligarão
um ao outro, assim como o ferro não se
mistura com o barro. (Dn 2:43)
“Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu
suscitará um reino que não será jamais
destruído; este reino não passará a outro
povo; esmiuçará e consumirá todos estes
reinos, mas ele mesmo subsistirá para
sempre.” (Dn 2:44)
G
GRAÇAS A DEUS
P
POR
J
JESUS CRISTO, O
R
REI ETERNO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
Respirando Deus
 
Zacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta MenorZacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta Menor
Célia Regina Carvalho
 
Romanos 2
Romanos   2Romanos   2
Romanos 2
Joel Silva
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateuco
RODRIGO FERREIRA
 
1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas
Amor pela EBD
 
Historia da igreja I aula 2
Historia da igreja I  aula 2Historia da igreja I  aula 2
Historia da igreja I aula 2
Moisés Sampaio
 
Interpretação das Sete Igrejas do Apocalipse
Interpretação das Sete Igrejas do ApocalipseInterpretação das Sete Igrejas do Apocalipse
Interpretação das Sete Igrejas do Apocalipse
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Panorama do pentateuco
Panorama do pentateucoPanorama do pentateuco
Panorama do pentateuco
Paulo Ferreira
 
Profeta Oséias
Profeta OséiasProfeta Oséias
Profeta Oséias
Rodrigo Fragoso
 
História da Igreja #6
História da Igreja #6História da Igreja #6
História da Igreja #6
Respirando Deus
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja ApostólicaAula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Adriano Pascoa
 
Tribulação fim
Tribulação fimTribulação fim
Tribulação fim
Dagmar Wendt
 
A história da igreja cristã
A história da igreja cristãA história da igreja cristã
A história da igreja cristã
Filipe
 
Aula 13 - Juízes
Aula 13 - JuízesAula 13 - Juízes
Aula 13 - Juízes
ibrdoamor
 
Domínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israelDomínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israel
Geversom Sousa
 
Estudio de Romanos 12 el reto del amor
Estudio de Romanos 12 el reto del amorEstudio de Romanos 12 el reto del amor
Estudio de Romanos 12 el reto del amor
JOSE GARCIA PERALTA
 
Profetas menores lição 1
Profetas menores   lição 1 Profetas menores   lição 1
Profetas menores lição 1
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
Respirando Deus
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Coop. Fabio Silva
 

Mais procurados (20)

Panorama do NT - Tito
Panorama do NT - TitoPanorama do NT - Tito
Panorama do NT - Tito
 
Zacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta MenorZacarias Profeta Menor
Zacarias Profeta Menor
 
Romanos 2
Romanos   2Romanos   2
Romanos 2
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateuco
 
1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas1 e 2 livro das Crônicas
1 e 2 livro das Crônicas
 
Historia da igreja I aula 2
Historia da igreja I  aula 2Historia da igreja I  aula 2
Historia da igreja I aula 2
 
Interpretação das Sete Igrejas do Apocalipse
Interpretação das Sete Igrejas do ApocalipseInterpretação das Sete Igrejas do Apocalipse
Interpretação das Sete Igrejas do Apocalipse
 
Panorama do pentateuco
Panorama do pentateucoPanorama do pentateuco
Panorama do pentateuco
 
Profeta Oséias
Profeta OséiasProfeta Oséias
Profeta Oséias
 
História da Igreja #6
História da Igreja #6História da Igreja #6
História da Igreja #6
 
44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias44. O Profeta Zacarias
44. O Profeta Zacarias
 
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja ApostólicaAula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
 
Tribulação fim
Tribulação fimTribulação fim
Tribulação fim
 
A história da igreja cristã
A história da igreja cristãA história da igreja cristã
A história da igreja cristã
 
Aula 13 - Juízes
Aula 13 - JuízesAula 13 - Juízes
Aula 13 - Juízes
 
Domínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israelDomínio das nações sobre israel
Domínio das nações sobre israel
 
Estudio de Romanos 12 el reto del amor
Estudio de Romanos 12 el reto del amorEstudio de Romanos 12 el reto del amor
Estudio de Romanos 12 el reto del amor
 
Profetas menores lição 1
Profetas menores   lição 1 Profetas menores   lição 1
Profetas menores lição 1
 
Panorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - HebreusPanorama do NT - Hebreus
Panorama do NT - Hebreus
 
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01Bibliologia - IBADEP: AULA 01
Bibliologia - IBADEP: AULA 01
 

Destaque

U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009
U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009
U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009
Ramón Zazatt
 
03 ApresentaçãO De Jesus
03 ApresentaçãO De Jesus03 ApresentaçãO De Jesus
03 ApresentaçãO De Jesus
Leone Orlando
 
Série conhecendo o espirito santo 5
Série conhecendo o espirito santo 5Série conhecendo o espirito santo 5
Série conhecendo o espirito santo 5
Evandro Cruz
 
Série conhecendo o espirito santo 8
Série conhecendo o espirito santo 8Série conhecendo o espirito santo 8
Série conhecendo o espirito santo 8
Evandro Cruz
 
Face A Face Com Jesus 03
Face A Face Com Jesus 03Face A Face Com Jesus 03
Face A Face Com Jesus 03
Luiz Carlos E Sara
 
U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009
U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009
U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009
Ramón Zazatt
 
Quem é o espírito santo
Quem é o espírito santoQuem é o espírito santo
Quem é o espírito santo
renovamentocarismaticocatolico
 
PNEUMATOLOGIA
PNEUMATOLOGIAPNEUMATOLOGIA
A caminho de Emaús
A caminho de EmaúsA caminho de Emaús
A caminho de Emaús
Ramón Zazatt
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
Alberto Nery
 
Paracletologia
ParacletologiaParacletologia
Paracletologia
Feitosa Lima
 
A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2
ESTUDANTETEOLOGIA
 
O Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de DeusO Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de Deus
José Silva
 
LIÇÃO 01 - QUEM É O ESPÍRITO SANTO
LIÇÃO 01 -   QUEM É O ESPÍRITO SANTOLIÇÃO 01 -   QUEM É O ESPÍRITO SANTO
LIÇÃO 01 - QUEM É O ESPÍRITO SANTO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)
ESTUDANTETEOLOGIA
 
A obra do espírito santo
A obra do espírito santoA obra do espírito santo
A obra do espírito santo
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Espírito santo
Espírito santoEspírito santo
Espírito santo
Ivan Monteiro
 

Destaque (17)

U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009
U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009
U.III - Primeira Grande Mensagem da Bíblia - 2009
 
03 ApresentaçãO De Jesus
03 ApresentaçãO De Jesus03 ApresentaçãO De Jesus
03 ApresentaçãO De Jesus
 
Série conhecendo o espirito santo 5
Série conhecendo o espirito santo 5Série conhecendo o espirito santo 5
Série conhecendo o espirito santo 5
 
Série conhecendo o espirito santo 8
Série conhecendo o espirito santo 8Série conhecendo o espirito santo 8
Série conhecendo o espirito santo 8
 
Face A Face Com Jesus 03
Face A Face Com Jesus 03Face A Face Com Jesus 03
Face A Face Com Jesus 03
 
U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009
U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009
U.VII O Princípio da Tentação e do Pecado 2009
 
Quem é o espírito santo
Quem é o espírito santoQuem é o espírito santo
Quem é o espírito santo
 
PNEUMATOLOGIA
PNEUMATOLOGIAPNEUMATOLOGIA
PNEUMATOLOGIA
 
A caminho de Emaús
A caminho de EmaúsA caminho de Emaús
A caminho de Emaús
 
Aula de pneumatologia
Aula de pneumatologiaAula de pneumatologia
Aula de pneumatologia
 
Paracletologia
ParacletologiaParacletologia
Paracletologia
 
A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2
 
O Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de DeusO Espírito Santo de Deus
O Espírito Santo de Deus
 
LIÇÃO 01 - QUEM É O ESPÍRITO SANTO
LIÇÃO 01 -   QUEM É O ESPÍRITO SANTOLIÇÃO 01 -   QUEM É O ESPÍRITO SANTO
LIÇÃO 01 - QUEM É O ESPÍRITO SANTO
 
Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)
 
A obra do espírito santo
A obra do espírito santoA obra do espírito santo
A obra do espírito santo
 
Espírito santo
Espírito santoEspírito santo
Espírito santo
 

Semelhante a Imperios

Impérios
ImpériosImpérios
Impérios
Julio Cesar
 
O Povo Hebreu
O Povo HebreuO Povo Hebreu
O Povo Hebreu
Alex Macedo
 
A PROFECIA DAS NAÇÕES
A PROFECIA DAS NAÇÕESA PROFECIA DAS NAÇÕES
A PROFECIA DAS NAÇÕES
O ÚLTIMO CHAMADO
 
A profecia das nações
A profecia das naçõesA profecia das nações
A profecia das nações
Diego Fortunatto
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 9 - o prenúncio do tempo do fim
Lição 9 - o prenúncio do tempo do fimLição 9 - o prenúncio do tempo do fim
Lição 9 - o prenúncio do tempo do fim
Natalino das Neves Neves
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
Valdemir França
 
Interbiblico2.pptx
Interbiblico2.pptxInterbiblico2.pptx
Interbiblico2.pptx
EderPereira35
 
A profecia das nações
A profecia das naçõesA profecia das nações
A profecia das nações
Dandan2020
 
BÍBLIOLOGIA 9,10.pptx
BÍBLIOLOGIA 9,10.pptxBÍBLIOLOGIA 9,10.pptx
BÍBLIOLOGIA 9,10.pptx
PastorRobertWilliamO
 
Aula2 geografia-e-historia-do-contexto-do-at
Aula2   geografia-e-historia-do-contexto-do-atAula2   geografia-e-historia-do-contexto-do-at
Aula2 geografia-e-historia-do-contexto-do-at
DivinoHenriqueSantan
 
Bibliologia Aula Unica
Bibliologia Aula UnicaBibliologia Aula Unica
Bibliologia Aula Unica
neymattos
 
As 2300 tardes e manhãs
As 2300 tardes e manhãsAs 2300 tardes e manhãs
As 2300 tardes e manhãs
José Silva
 
O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO
Eli Vieira
 
Egito
EgitoEgito
Civilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e Persas
Civilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e PersasCivilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e Persas
Civilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e Persas
Edvaldo Lopes
 
Um carneiro e um bode
Um carneiro e um bodeUm carneiro e um bode
Um carneiro e um bode
Werner Mendoza Blanco
 
Antiguidade oriental 02
Antiguidade oriental 02Antiguidade oriental 02
Antiguidade oriental 02
Eduaardo Mendes
 
Imperio bizantino arabe
Imperio bizantino arabeImperio bizantino arabe
Imperio bizantino arabe
Julio Cesar Yusuf Cavalcanti
 
A grande estátua e os impérios mundiais
A grande estátua e os impérios mundiaisA grande estátua e os impérios mundiais
A grande estátua e os impérios mundiais
Instituto Teológico Gamaliel
 

Semelhante a Imperios (20)

Impérios
ImpériosImpérios
Impérios
 
O Povo Hebreu
O Povo HebreuO Povo Hebreu
O Povo Hebreu
 
A PROFECIA DAS NAÇÕES
A PROFECIA DAS NAÇÕESA PROFECIA DAS NAÇÕES
A PROFECIA DAS NAÇÕES
 
A profecia das nações
A profecia das naçõesA profecia das nações
A profecia das nações
 
1. período interbíblico
1. período interbíblico1. período interbíblico
1. período interbíblico
 
Lição 9 - o prenúncio do tempo do fim
Lição 9 - o prenúncio do tempo do fimLição 9 - o prenúncio do tempo do fim
Lição 9 - o prenúncio do tempo do fim
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
 
Interbiblico2.pptx
Interbiblico2.pptxInterbiblico2.pptx
Interbiblico2.pptx
 
A profecia das nações
A profecia das naçõesA profecia das nações
A profecia das nações
 
BÍBLIOLOGIA 9,10.pptx
BÍBLIOLOGIA 9,10.pptxBÍBLIOLOGIA 9,10.pptx
BÍBLIOLOGIA 9,10.pptx
 
Aula2 geografia-e-historia-do-contexto-do-at
Aula2   geografia-e-historia-do-contexto-do-atAula2   geografia-e-historia-do-contexto-do-at
Aula2 geografia-e-historia-do-contexto-do-at
 
Bibliologia Aula Unica
Bibliologia Aula UnicaBibliologia Aula Unica
Bibliologia Aula Unica
 
As 2300 tardes e manhãs
As 2300 tardes e manhãsAs 2300 tardes e manhãs
As 2300 tardes e manhãs
 
O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO O NOVO TESTAMENTO
O NOVO TESTAMENTO
 
Egito
EgitoEgito
Egito
 
Civilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e Persas
Civilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e PersasCivilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e Persas
Civilizações antigas - Mesopotâmia; Egito; Hebreus; Fenícios e Persas
 
Um carneiro e um bode
Um carneiro e um bodeUm carneiro e um bode
Um carneiro e um bode
 
Antiguidade oriental 02
Antiguidade oriental 02Antiguidade oriental 02
Antiguidade oriental 02
 
Imperio bizantino arabe
Imperio bizantino arabeImperio bizantino arabe
Imperio bizantino arabe
 
A grande estátua e os impérios mundiais
A grande estátua e os impérios mundiaisA grande estátua e os impérios mundiais
A grande estátua e os impérios mundiais
 

Mais de sergio_chumbinho

anemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdf
anemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdfanemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdf
anemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdf
sergio_chumbinho
 
APOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptx
APOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptxAPOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptx
APOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptx
sergio_chumbinho
 
Apres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.ppt
Apres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.pptApres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.ppt
Apres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.ppt
sergio_chumbinho
 
A relação entre religião e ciência na trajetória profissional ja lido
A relação entre religião e ciência na trajetória profissional   ja lidoA relação entre religião e ciência na trajetória profissional   ja lido
A relação entre religião e ciência na trajetória profissional ja lido
sergio_chumbinho
 
A dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógica
A dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógicaA dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógica
A dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógica
sergio_chumbinho
 
“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução ja lido
“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução   ja lido“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução   ja lido
“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução ja lido
sergio_chumbinho
 
Apostila botânica-pronta.107.193
Apostila botânica-pronta.107.193Apostila botânica-pronta.107.193
Apostila botânica-pronta.107.193
sergio_chumbinho
 
Montanhas e-planicies-de-israel
Montanhas e-planicies-de-israelMontanhas e-planicies-de-israel
Montanhas e-planicies-de-israel
sergio_chumbinho
 
A extensao-do-mundo-biblico
A extensao-do-mundo-biblicoA extensao-do-mundo-biblico
A extensao-do-mundo-biblico
sergio_chumbinho
 
Geografia bíblica
Geografia bíblicaGeografia bíblica
Geografia bíblica
sergio_chumbinho
 
Mares e-rios-de-israel
Mares e-rios-de-israelMares e-rios-de-israel
Mares e-rios-de-israel
sergio_chumbinho
 
Provincias e-cidades-de-israel
Provincias e-cidades-de-israelProvincias e-cidades-de-israel
Provincias e-cidades-de-israel
sergio_chumbinho
 

Mais de sergio_chumbinho (12)

anemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdf
anemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdfanemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdf
anemiafalciforme-150911070504-lva1-app6891.pdf
 
APOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptx
APOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptxAPOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptx
APOSTILA_Integracao_met_2011_2_001.pptx
 
Apres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.ppt
Apres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.pptApres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.ppt
Apres-a12.m12.d12-Neusa-Agafal-Anemia-Falciforme.ppt
 
A relação entre religião e ciência na trajetória profissional ja lido
A relação entre religião e ciência na trajetória profissional   ja lidoA relação entre religião e ciência na trajetória profissional   ja lido
A relação entre religião e ciência na trajetória profissional ja lido
 
A dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógica
A dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógicaA dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógica
A dinâmica discursiva no contexto do ensino da evolução bilógica
 
“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução ja lido
“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução   ja lido“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução   ja lido
“Três aspectos da evolução” – concepções sobre evolução ja lido
 
Apostila botânica-pronta.107.193
Apostila botânica-pronta.107.193Apostila botânica-pronta.107.193
Apostila botânica-pronta.107.193
 
Montanhas e-planicies-de-israel
Montanhas e-planicies-de-israelMontanhas e-planicies-de-israel
Montanhas e-planicies-de-israel
 
A extensao-do-mundo-biblico
A extensao-do-mundo-biblicoA extensao-do-mundo-biblico
A extensao-do-mundo-biblico
 
Geografia bíblica
Geografia bíblicaGeografia bíblica
Geografia bíblica
 
Mares e-rios-de-israel
Mares e-rios-de-israelMares e-rios-de-israel
Mares e-rios-de-israel
 
Provincias e-cidades-de-israel
Provincias e-cidades-de-israelProvincias e-cidades-de-israel
Provincias e-cidades-de-israel
 

Imperios

  • 2. Impérios Mundiais E Egípcio e Assírio B Babilônico M Medo-Persa G Grego R Romano Anticristo
  • 3. OS GRANDES IMPÉRIOS Sonho de Nabucodonosor
  • 6. BABILÔNICO Rei mais conhecido: Nabucodonosor Capital: Babilônia (grande esplendor)
  • 7. BABILÔNICO Rei mais conhecido: Nabucodonosor Capital: Babilônia (grande esplendor) Conquistaram todo o império Assírio e também o Reino do Sul/Jerusalém Levaram cativos os reis, príncipes, sacerdotes , levitas, nobres e ricos, inclusive Daniel e Ezequiel Tempo de Daniel, Ezequiel e parte final de Jeremias/Lamentações 70 anos, profetizados por Jeremias
  • 8. BABILÔNICO Benefícios ● Purificação da idolatria - caiu a ficha: “idolatria = derrota”; “Desobediência = disciplina” ● Advento das sinagogas: local de adoração e estudo das escrituras ● Reconhecimento da onipotência, onipresença, onisciência de Deus ● Maior interesse pelas Escrituras, pelas profecias e pelo Messias
  • 9. “Mas ao fim daqueles dias, eu, Nabucodonosor, levantei os olhos ao céu, tornou-me a vir o entendimento, e eu bendisse o Altíssimo, e louvei, e glorifiquei ao que vive para sempre, cujo domínio é sempiterno, e cujo reino é de geração em geração. Todos os moradores da terra são por ele reputados em nada; e, segundo a sua vontade, ele opera com o exército do céu e os moradores da terra; não há quem lhe possa deter a mão, nem lhe dizer: Que fazes?” (Dn 4:34,35)
  • 11. MEDO-PERSA Ciro, Dario, Assuero (Ester) Após os 70 anos de cativeiro, os reis Ciro e Dario permitiram o retorno de milhares de judeus a Jerusalém, liderados, entre outros, por: Zorobabel (Gov. - genealogia de Jesus) Esdras (Sacerdote) Neemias (Governador) Tempo de reconstrução do Templo e dos muros da cidade
  • 12. MEDO-PERSA Benefícios ● Os sacrifícios/festas são feitos com mais entendimento e ardor; ● Dispersão dos judeus por outras nações (Diáspora), com mais sinagogas e expansão da Doutrina de um Deus único; Profetas pós-exílio: Ageu, Zacarias e Malaquias.
  • 14. P Período de”silêncio profético” 4 430 anos GREGO Alexandre, o Grande
  • 15. U Uma língua popular em todo o império (grego) e e e uma cultura universal, facilitando a expansão d d do Evangelho GREGO Benefícios
  • 16. ROMANO Pernas de ferro Animal terrível com dez chifres
  • 17. ROMANO Pernas de ferro Animal terrível com dez chifres
  • 18. ROMANO Júlio César, imperadores, Pilatos Período de”silêncio profético” Plenitude dos tempos (Gl 4:4), com a chegada de Jesus, o Salvador Roma dividia seus territórios em províncias Dividiu-se em dois impérios: do ocidente – Roma do oriente – Constantinopla (Turquia)
  • 19. ROMANO Benefícios ● Construção de excelentes estradas; ● Proteção militar e paz nos territórios; ● Liberdade de comércio, transporte e locomoção
  • 20.
  • 21. '
  • 22.
  • 23. Nova diáspora, agora cristã, com a pregação do evangelho (boa notícia) devido à existência de: - sinagogas - doutrina de um Deus único - língua popular em todo o império - boas estradas - liberdade de locomoção e segurança ROMANO Cumprimento do Plano de Deus
  • 24.
  • 25. Império Romano ao final estava dividido em dez partes: Os saxões, originando a nação inglesa Os francos, originando a nação francesa. Os alamanos, originando a nação alemã. Os visigodos, originando a nação espanhola. Os suevos, originando a nação portuguesa. Os lombardos, originando a nação italiana. Os burgúndios, originando a nação suíça. Os hérulos, que desapareceram. Os vândalos, também desaparecidos. Os ostrogodos, povo que também desapareceu. IMPÉRIO ROMANO dividido
  • 27. Após quase 2000 anos, tendo o Evangelho sido pregado em todas as nações, duas coisas importantes acontecem: - O renascimento de Israel (barro – Jr 18:6,7) - O renascimento da Europa única (ferro) Último Império Pés de Ferro e Barro
  • 31. Aliança entre o Império Romano E Israel
  • 32. O cenário está pronto para a manifestação do falso profeta e do anticristo: - Ecumenismo religioso; - Globalização; - Multiplicação da ciência e tecnologia; - Instabilidade política; - Instabilidade econômica - Exércitos poderosos entre os blocos Último Império: do Anticristo
  • 33. ● - Arrebatamento da Igreja - Salvação de milhões de almas em pouquíssimo tempo - Fica manifesto, definitivamente, que sem Deus não há justiça e paz Império do anticristo Benefícios
  • 34. “Quanto ao que viste dos pés e dos artelhos, em parte de barro de oleiro e em parte de ferro, será esse um reino dividido; contudo, haverá nele alguma cousa da firmeza do ferro, pois que viste o ferro misturado com barro de lodo. (Dn 2:41)
  • 35. “Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão mediante casamento, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro. (Dn 2:43)
  • 36. “Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre.” (Dn 2:44)
  • 37. G GRAÇAS A DEUS P POR J JESUS CRISTO, O R REI ETERNO!