SlideShare uma empresa Scribd logo
Guias Espirituais
Diante da promessa divina de que os bons vão para o
céu e os maus vão para o inferno:
(1) Você, se considerado bom ao término de sua vida
nesta terra, após ter passado por todas as agruras e,
mesmo assim, levado uma vida de retidão para ter a
recompensa de estar ao lado dos seus no
céu...Considerando tudo isso, eu pergunto: você
deixaria de lado esta chance e escolheria uma
pessoa qualquer que você nem conhece e se tornaria
seu guia 24 horas por dia durante o resto da vida
desta pessoa?Mais uma vez pergunto: seja sincero
consigo, você faria isso?Abdicava do céu e da
presença de Deus para ser um guia espiritual de uma
pessoa que você não conhece?
Há uma regra básica na vida humana: não
guiamos nem nossos filhos.Falamos: “bom,
agora você cresceu, tem que caminhar com as
próprias pernas, trabalhar e criar sua própria
família”.Nem mesmo quando o filho era menor,
você ficava 24 horas por dia guiando-o. Sabe-
se que, numa sala de aula, ninguém pode, a
não ser o professor, ensinar. Se um de nós
fizesse isso, seria como passar cola,e isso
seria incorreto. Portanto, é incorreto um guia
adiantar conhecimento a um médium.
Outra questão: você já viu algum santo como
Jesus , Buda, Chico Xavier e outros
aparecerem nesta terra ou serem guias de
algum médium?
(2) Você, considerado não muito bom, sabendo que vai
para o inferno ou purgatório, aceitaria ser guia espiritual
de uma pessoa que você não conhece pelo resto da vida
desta pessoa? Aceita? Aqui tem outra regra básica da
vida humana: ninguém, seja quem for, bom ou mau, quer
sofrer. Há sempre a tentativa de fugir do sofrimento a
qualquer custo. E se o custo for ser um guia
espiritual,você aceitaria, claro. Sejamos sinceros!
(3) Os guias que se apresentam nos centros espíritas são
formas de vida humana elementares. A vida humana e
todas as vidas neste planeta,na sua origem, têm fases:
infantil, pré-adolescente, adolescente, maduro e velho.
(4)Porque você acha que um guia índio,preto velho ou
outro, cuja única forma de vida que conhece é aquela
que ele,no passado,viveu, sendo seu guia, te ajudaria?
O que ele sabe de nosso modo de vida hoje, se ele
nunca a viveu? Para saber sobre algo, sejamos
encarnados ou espíritos, é preciso ter prática, é
preciso ter vivido. Prática é conhecimento. Senão o
fosse, como espíritos sentaríamos em uma nuvem e
ficaríamos observando o povo aqui em baixo para
aprender. Mas não é assim que acontece. Nós
encarnamos para que, na pratica e no intercâmbio com
outros, possamos adquirir conhecimento
(5) Eles (os guias) freqüentam estes ambientes
porque é festa, tem atabaques, dança, charutos e
bebidas.Enquanto aguardam a próxima fase de
evolução, são como crianças que estão de férias,
se divertem. Mas eles existem!. Pessoas
descobriram isso e tentam de alguma forma
manipulá-los em proveito próprio.
(6) Mas talvez perguntem: o que são estes fenômenos
espirituais que existem? Estes fenômenos existem
pela presença de um grande espírito universal, não
importando sua religião, quem você seja, bom ou mau,
o que você pensa, o que você faz. Somos todos iguais
aos olhos de Deus.Ele assume a forma e satisfaz seu
desejo. Ele nos foi prometido por ninguém mais que
Jesus. No evangelho de João, capitulo14, versículo16,
Ele disse: “eu rogarei ao pai, e ele vos dará outro
consolador,para que fique convosco para sempre”.Seu
nome é FÉ,( Santa Fé). Se você acredita que o guia tal,
exu tal,o santo tal, vai te curar, a santa Fé se
transforma neste guia e te cura. Ele é aquilo em que
você crê. Bom seria que você particularmente
escolhesse um nome e o batizasse, para que em suas
orações você chame o tal nome e diga: “eu te
agradeço pela graça recebida”. Quanto ao bom ou
mau, este é um outro assunto e não cabe mencioná-lo
aqui.
Milton Rodrigues dos Santos10/08/2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Espiritualidade: O que é isso?
Espiritualidade: O que é isso?Espiritualidade: O que é isso?
Espiritualidade: O que é isso?
marivalim
 
Religiao e espiritualidade
Religiao e espiritualidadeReligiao e espiritualidade
Religiao e espiritualidade
Oceander Veschi
 
Caminho a Seguir
Caminho a SeguirCaminho a Seguir
As criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existemAs criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existem
Dalila Melo
 
Confissões livro vi item iv
Confissões livro vi item ivConfissões livro vi item iv
Confissões livro vi item iv
Dalila Melo
 
Espiritualidade e religiao
Espiritualidade e religiaoEspiritualidade e religiao
Espiritualidade e religiao
Irene Aguiar
 
Espiritualidade e religião
Espiritualidade e religiãoEspiritualidade e religião
Espiritualidade e religião
Izabel Cristina Fonseca
 
Espiritualidade e diferente d
Espiritualidade e diferente d Espiritualidade e diferente d
Espiritualidade e diferente d
Luciana Syuffi
 
Espiritualidade e diferente de religião
Espiritualidade e diferente de religiãoEspiritualidade e diferente de religião
Espiritualidade e diferente de religião
Silvia Figueiredo
 
é Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homensé Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homens
Dalila Melo
 
Evolução material e evolução espiritual
Evolução material e evolução espiritualEvolução material e evolução espiritual
Evolução material e evolução espiritual
josyespirita
 
Espiritualidade diferente de religiao
Espiritualidade diferente de religiaoEspiritualidade diferente de religiao
Espiritualidade diferente de religiao
Adrian Sampaio
 
Aquietai
AquietaiAquietai
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
Daniel de Melo
 
A natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vidaA natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vida
Sandra Teixeira
 
Fé e Obras
Fé e Obras Fé e Obras
Fé e Obras
Ceile Bernardo
 
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º anoCurso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Roseli Lemes
 
Cura Interior 01 - Aula 01
Cura Interior 01 - Aula 01Cura Interior 01 - Aula 01
Cura Interior 01 - Aula 01
FATEM Teologia e Missões
 
Fé e crise
Fé e criseFé e crise
Fé e crise
Ricardo Azevedo
 
Espiritualidade e mistagogia
Espiritualidade e mistagogiaEspiritualidade e mistagogia
Espiritualidade e mistagogia
Afonso Murad (FAJE)
 

Mais procurados (20)

Espiritualidade: O que é isso?
Espiritualidade: O que é isso?Espiritualidade: O que é isso?
Espiritualidade: O que é isso?
 
Religiao e espiritualidade
Religiao e espiritualidadeReligiao e espiritualidade
Religiao e espiritualidade
 
Caminho a Seguir
Caminho a SeguirCaminho a Seguir
Caminho a Seguir
 
As criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existemAs criaturas existem e não existem
As criaturas existem e não existem
 
Confissões livro vi item iv
Confissões livro vi item ivConfissões livro vi item iv
Confissões livro vi item iv
 
Espiritualidade e religiao
Espiritualidade e religiaoEspiritualidade e religiao
Espiritualidade e religiao
 
Espiritualidade e religião
Espiritualidade e religiãoEspiritualidade e religião
Espiritualidade e religião
 
Espiritualidade e diferente d
Espiritualidade e diferente d Espiritualidade e diferente d
Espiritualidade e diferente d
 
Espiritualidade e diferente de religião
Espiritualidade e diferente de religiãoEspiritualidade e diferente de religião
Espiritualidade e diferente de religião
 
é Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homensé Difícil julgar os homens
é Difícil julgar os homens
 
Evolução material e evolução espiritual
Evolução material e evolução espiritualEvolução material e evolução espiritual
Evolução material e evolução espiritual
 
Espiritualidade diferente de religiao
Espiritualidade diferente de religiaoEspiritualidade diferente de religiao
Espiritualidade diferente de religiao
 
Aquietai
AquietaiAquietai
Aquietai
 
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
A113 EAE DM - REGRAS DE CONDUTA 20171123
 
A natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vidaA natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vida
 
Fé e Obras
Fé e Obras Fé e Obras
Fé e Obras
 
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º anoCurso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
Curso Básico de Espiritismo FEESP 1º ano
 
Cura Interior 01 - Aula 01
Cura Interior 01 - Aula 01Cura Interior 01 - Aula 01
Cura Interior 01 - Aula 01
 
Fé e crise
Fé e criseFé e crise
Fé e crise
 
Espiritualidade e mistagogia
Espiritualidade e mistagogiaEspiritualidade e mistagogia
Espiritualidade e mistagogia
 

Destaque

Mumbai Community Card
Mumbai Community CardMumbai Community Card
Mumbai Community Card
ajay1357
 
Citizen science poster general
Citizen science poster generalCitizen science poster general
Citizen science poster general
Julia Wolff
 
Doa melahirkan anak dengan mudah
Doa melahirkan anak dengan mudahDoa melahirkan anak dengan mudah
Doa melahirkan anak dengan mudahHaslinda Abd Hamid
 
Recurso didático da escola ao museu
Recurso didático   da escola ao museuRecurso didático   da escola ao museu
Recurso didático da escola ao museu
João Lima
 
Biuletyn
BiuletynBiuletyn
Biuletyn
sbinfo5
 
Texto01
Texto01Texto01
Texto01
Rosi Whindson
 
10 claves 7 (listo)
10 claves 7 (listo)10 claves 7 (listo)
10 claves 7 (listo)
Rebeca Jimenez
 
Marley erika
Marley erikaMarley erika
Assessment of Learning in Universal Design for Learning
Assessment of Learning in Universal Design for LearningAssessment of Learning in Universal Design for Learning
Assessment of Learning in Universal Design for Learning
CAST
 
DMRZ-Plege-Cloud.pdf
DMRZ-Plege-Cloud.pdfDMRZ-Plege-Cloud.pdf
DMRZ-Plege-Cloud.pdf
unn | UNITED NEWS NETWORK GmbH
 
UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...
UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...
UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...
CAST
 
Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016
Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016
Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016
Crispin Reedy
 
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa
5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa
5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa
Ricardo Colusso
 
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
UDL and Assessment for Assessment and Learning
UDL and Assessment for Assessment and LearningUDL and Assessment for Assessment and Learning
UDL and Assessment for Assessment and Learning
AffectiveLearningLabs
 

Destaque (16)

Mumbai Community Card
Mumbai Community CardMumbai Community Card
Mumbai Community Card
 
Citizen science poster general
Citizen science poster generalCitizen science poster general
Citizen science poster general
 
Doa melahirkan anak dengan mudah
Doa melahirkan anak dengan mudahDoa melahirkan anak dengan mudah
Doa melahirkan anak dengan mudah
 
Recurso didático da escola ao museu
Recurso didático   da escola ao museuRecurso didático   da escola ao museu
Recurso didático da escola ao museu
 
Biuletyn
BiuletynBiuletyn
Biuletyn
 
Texto01
Texto01Texto01
Texto01
 
10 claves 7 (listo)
10 claves 7 (listo)10 claves 7 (listo)
10 claves 7 (listo)
 
Marley erika
Marley erikaMarley erika
Marley erika
 
Assessment of Learning in Universal Design for Learning
Assessment of Learning in Universal Design for LearningAssessment of Learning in Universal Design for Learning
Assessment of Learning in Universal Design for Learning
 
DMRZ-Plege-Cloud.pdf
DMRZ-Plege-Cloud.pdfDMRZ-Plege-Cloud.pdf
DMRZ-Plege-Cloud.pdf
 
UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...
UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...
UDL in Literature Instruction and Progress Monitoring: Raising Middle School ...
 
Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016
Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016
Association for Voice Interaction Design Annual Meeting 2016
 
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03Cibercultura e redes sociais  - aula 02 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 02 - turma 03
 
5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa
5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa
5 conceptos clave de los métodos lean para transformar a su empresa
 
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
Cibercultura e redes sociais - aula 03 - turma 03
 
UDL and Assessment for Assessment and Learning
UDL and Assessment for Assessment and LearningUDL and Assessment for Assessment and Learning
UDL and Assessment for Assessment and Learning
 

Semelhante a Guias Espirituais

Conheça o Espiritismo
Conheça o EspiritismoConheça o Espiritismo
Conheça o Espiritismo
Helio Cruz
 
Cap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo
Cap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novoCap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo
Cap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo
Roberta Andrade
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
Helio Cruz
 
O Sucesso Espiritual
O Sucesso EspiritualO Sucesso Espiritual
O Sucesso Espiritual
Fórum Espírita
 
Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.
Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.
Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.
Hideumi Sekiguchi
 
Idiotismo, Loucura
Idiotismo, LoucuraIdiotismo, Loucura
Idiotismo, Loucura
Sergio Menezes
 
Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.
Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.
Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.
Moacyr Constante Junior
 
Pps reflexão 1
Pps reflexão 1Pps reflexão 1
Pps reflexão 1
ACEAlcobaca
 
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnadosCurso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
drjoseferreiramd
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras PessoasSérie Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Ricardo Azevedo
 
20 Dicas para Médiuns de Umbanda
20 Dicas para Médiuns de Umbanda20 Dicas para Médiuns de Umbanda
20 Dicas para Médiuns de Umbanda
RODRIGO ORION
 
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de OtavioMensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Patricia Farias
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
Sergio Lima Dias Junior
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Ricardo Azevedo
 
Livro Porque existimos II.pdf
Livro Porque existimos II.pdfLivro Porque existimos II.pdf
Livro Porque existimos II.pdf
RafaelHorie
 
Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014
fespiritacrista
 
Osho - O Cipreste no Jardim.pdf
Osho - O Cipreste no Jardim.pdfOsho - O Cipreste no Jardim.pdf
Osho - O Cipreste no Jardim.pdf
HubertoRohden2
 
Toques de preto velho
Toques de preto velhoToques de preto velho
Toques de preto velho
aelaaruanda
 
Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013
fespiritacrista
 
Atividades-e-mensagens-secad
Atividades-e-mensagens-secadAtividades-e-mensagens-secad
Atividades-e-mensagens-secad
S.E.Caminho de Damasco
 

Semelhante a Guias Espirituais (20)

Conheça o Espiritismo
Conheça o EspiritismoConheça o Espiritismo
Conheça o Espiritismo
 
Cap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo
Cap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novoCap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo
Cap 4 Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
 
O Sucesso Espiritual
O Sucesso EspiritualO Sucesso Espiritual
O Sucesso Espiritual
 
Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.
Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.
Palavras da DRA HAK JA HAN MOON na reunião de líderes mundiais.
 
Idiotismo, Loucura
Idiotismo, LoucuraIdiotismo, Loucura
Idiotismo, Loucura
 
Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.
Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.
Viagem astral. treinando é possível conseguir uma.
 
Pps reflexão 1
Pps reflexão 1Pps reflexão 1
Pps reflexão 1
 
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnadosCurso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
Curso básico de Doutrina Espírita para desencarnados
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras PessoasSérie Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
Série Evangelho no Lar - Cap. 36 - As Outras Pessoas
 
20 Dicas para Médiuns de Umbanda
20 Dicas para Médiuns de Umbanda20 Dicas para Médiuns de Umbanda
20 Dicas para Médiuns de Umbanda
 
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de OtavioMensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
Mensageiros Capitulo 07- A Queda de Otavio
 
7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 60 - Lógica da Providência
 
Livro Porque existimos II.pdf
Livro Porque existimos II.pdfLivro Porque existimos II.pdf
Livro Porque existimos II.pdf
 
Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014Boletim informativo set2014
Boletim informativo set2014
 
Osho - O Cipreste no Jardim.pdf
Osho - O Cipreste no Jardim.pdfOsho - O Cipreste no Jardim.pdf
Osho - O Cipreste no Jardim.pdf
 
Toques de preto velho
Toques de preto velhoToques de preto velho
Toques de preto velho
 
Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013
 
Atividades-e-mensagens-secad
Atividades-e-mensagens-secadAtividades-e-mensagens-secad
Atividades-e-mensagens-secad
 

Mais de Milton Rodrigues dos Santos

Carro voador brasileiro
Carro voador brasileiroCarro voador brasileiro
Carro voador brasileiro
Milton Rodrigues dos Santos
 
Carro voador brasileiro
Carro voador brasileiro Carro voador brasileiro
Carro voador brasileiro
Milton Rodrigues dos Santos
 
A Mutação Humana
A Mutação HumanaA Mutação Humana
A Mutação Humana
Milton Rodrigues dos Santos
 
Deus
DeusDeus
Gravidade terrestre
Gravidade terrestreGravidade terrestre
Gravidade terrestre
Milton Rodrigues dos Santos
 
O QUE É OBSESSÃO
O QUE É OBSESSÃO O QUE É OBSESSÃO
O QUE É OBSESSÃO
Milton Rodrigues dos Santos
 
A Natureza e os seres humanos.
A Natureza e os seres humanos.A Natureza e os seres humanos.
A Natureza e os seres humanos.
Milton Rodrigues dos Santos
 
Vida e morte.
Vida e morte.Vida e morte.
NOSSA ORIGEM
NOSSA ORIGEMNOSSA ORIGEM
Prótese Para Paciente com Fissura de Palato
Prótese Para Paciente com Fissura de PalatoPrótese Para Paciente com Fissura de Palato
Prótese Para Paciente com Fissura de Palato
Milton Rodrigues dos Santos
 
Prótese para Fissura Palatina
Prótese para Fissura PalatinaPrótese para Fissura Palatina
Prótese para Fissura Palatina
Milton Rodrigues dos Santos
 

Mais de Milton Rodrigues dos Santos (11)

Carro voador brasileiro
Carro voador brasileiroCarro voador brasileiro
Carro voador brasileiro
 
Carro voador brasileiro
Carro voador brasileiro Carro voador brasileiro
Carro voador brasileiro
 
A Mutação Humana
A Mutação HumanaA Mutação Humana
A Mutação Humana
 
Deus
DeusDeus
Deus
 
Gravidade terrestre
Gravidade terrestreGravidade terrestre
Gravidade terrestre
 
O QUE É OBSESSÃO
O QUE É OBSESSÃO O QUE É OBSESSÃO
O QUE É OBSESSÃO
 
A Natureza e os seres humanos.
A Natureza e os seres humanos.A Natureza e os seres humanos.
A Natureza e os seres humanos.
 
Vida e morte.
Vida e morte.Vida e morte.
Vida e morte.
 
NOSSA ORIGEM
NOSSA ORIGEMNOSSA ORIGEM
NOSSA ORIGEM
 
Prótese Para Paciente com Fissura de Palato
Prótese Para Paciente com Fissura de PalatoPrótese Para Paciente com Fissura de Palato
Prótese Para Paciente com Fissura de Palato
 
Prótese para Fissura Palatina
Prótese para Fissura PalatinaPrótese para Fissura Palatina
Prótese para Fissura Palatina
 

Último

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 

Último (10)

Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 

Guias Espirituais

  • 2. Diante da promessa divina de que os bons vão para o céu e os maus vão para o inferno: (1) Você, se considerado bom ao término de sua vida nesta terra, após ter passado por todas as agruras e, mesmo assim, levado uma vida de retidão para ter a recompensa de estar ao lado dos seus no céu...Considerando tudo isso, eu pergunto: você deixaria de lado esta chance e escolheria uma pessoa qualquer que você nem conhece e se tornaria seu guia 24 horas por dia durante o resto da vida desta pessoa?Mais uma vez pergunto: seja sincero consigo, você faria isso?Abdicava do céu e da presença de Deus para ser um guia espiritual de uma pessoa que você não conhece?
  • 3. Há uma regra básica na vida humana: não guiamos nem nossos filhos.Falamos: “bom, agora você cresceu, tem que caminhar com as próprias pernas, trabalhar e criar sua própria família”.Nem mesmo quando o filho era menor, você ficava 24 horas por dia guiando-o. Sabe- se que, numa sala de aula, ninguém pode, a não ser o professor, ensinar. Se um de nós fizesse isso, seria como passar cola,e isso seria incorreto. Portanto, é incorreto um guia adiantar conhecimento a um médium. Outra questão: você já viu algum santo como Jesus , Buda, Chico Xavier e outros aparecerem nesta terra ou serem guias de algum médium?
  • 4. (2) Você, considerado não muito bom, sabendo que vai para o inferno ou purgatório, aceitaria ser guia espiritual de uma pessoa que você não conhece pelo resto da vida desta pessoa? Aceita? Aqui tem outra regra básica da vida humana: ninguém, seja quem for, bom ou mau, quer sofrer. Há sempre a tentativa de fugir do sofrimento a qualquer custo. E se o custo for ser um guia espiritual,você aceitaria, claro. Sejamos sinceros! (3) Os guias que se apresentam nos centros espíritas são formas de vida humana elementares. A vida humana e todas as vidas neste planeta,na sua origem, têm fases: infantil, pré-adolescente, adolescente, maduro e velho.
  • 5. (4)Porque você acha que um guia índio,preto velho ou outro, cuja única forma de vida que conhece é aquela que ele,no passado,viveu, sendo seu guia, te ajudaria? O que ele sabe de nosso modo de vida hoje, se ele nunca a viveu? Para saber sobre algo, sejamos encarnados ou espíritos, é preciso ter prática, é preciso ter vivido. Prática é conhecimento. Senão o fosse, como espíritos sentaríamos em uma nuvem e ficaríamos observando o povo aqui em baixo para aprender. Mas não é assim que acontece. Nós encarnamos para que, na pratica e no intercâmbio com outros, possamos adquirir conhecimento
  • 6. (5) Eles (os guias) freqüentam estes ambientes porque é festa, tem atabaques, dança, charutos e bebidas.Enquanto aguardam a próxima fase de evolução, são como crianças que estão de férias, se divertem. Mas eles existem!. Pessoas descobriram isso e tentam de alguma forma manipulá-los em proveito próprio.
  • 7. (6) Mas talvez perguntem: o que são estes fenômenos espirituais que existem? Estes fenômenos existem pela presença de um grande espírito universal, não importando sua religião, quem você seja, bom ou mau, o que você pensa, o que você faz. Somos todos iguais aos olhos de Deus.Ele assume a forma e satisfaz seu desejo. Ele nos foi prometido por ninguém mais que Jesus. No evangelho de João, capitulo14, versículo16, Ele disse: “eu rogarei ao pai, e ele vos dará outro consolador,para que fique convosco para sempre”.Seu nome é FÉ,( Santa Fé). Se você acredita que o guia tal, exu tal,o santo tal, vai te curar, a santa Fé se transforma neste guia e te cura. Ele é aquilo em que você crê. Bom seria que você particularmente escolhesse um nome e o batizasse, para que em suas orações você chame o tal nome e diga: “eu te agradeço pela graça recebida”. Quanto ao bom ou mau, este é um outro assunto e não cabe mencioná-lo aqui. Milton Rodrigues dos Santos10/08/2015