SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
Autora
Luiza Benvenuti Alves
Ilustrações
Bruno Grossi
2010
Minas Gerais
Primeira Edição
Gue
Seu Mundo Encanado
ÉÉ bom sonhar. Imaginar que podemos tudo. Construir o mundo
que sonhamos, com tudo que gostaríamos de ter!
É neste mundo maravilhoso de sonhos que nossa história se desenrola.
– Mamãe, veja que lindo presente eu lhe trouxe!
– Céus, uma estrelinha, Gu! Como você conseguiu?
– Ora, mamãe! Basta estender as mãos e dizer as palavras mágicas!
– E quais são as palavras mágicas, meu filho?
– Ah, depende de cada um! Existem muitas maneiras,
mas todas devem ser ditas com o coração cheio de amor.
O amor é o pó mágico capaz de transformar o mundo.
3
AA estrelinha reluzente e saltitante se manifestou:
– Olá, Gu! Apresente-me à sua mãe.
– Claro! Mamãe esta é Bela, minha amiguinha!
Antes que sua mãe se refizesse do susto,
Gu estendeu a mão e disse sorrindo:
“Estrelinha, estrelinha,
que tão longe parece estar!
Venha num passe de mágica,
em minha mão aconchegar!”
Logo, uma nova estrelinha em sua mão apareceu.
– Ufa! Eu já estava com ciúmes. Pensei que você só gostasse da Bela!
5
O– Oh, Clarissa, como poderia, se você também me fascina?
Clarissa e Bela deram-se as mãos e começaram a cantar,
rodopiando e espalhando brilho ao redor de todos.
“O Gu é nosso amiguinho,
o Gu é nosso amiguinho,
o Gu é nosso amiguinho,
Que bom vamos brincar!...”
Nesse momento, um lindo gato apareceu, assustando as amigas de Gu.
– Não tenham medo, ele é amigo! Venha, Simba! Venha brincar com a gente.
Pulando e cantando eles começaram a colher flores para enfeitar a casa.
De repente, Bela teve uma ideia:
– O que vocês acham de fazermos uma grande festa?
– Que bom! Que bom! Será muito divertido! – Clarissa exclamou.
− E aí Gu, você topa? Acho que seria ótimo para
conhecermos seus amiguinhos da Terra!
Gu pula de felicidade. − É claro que eu topo! Vou amar esta festa!
− Então, vamos fazer a lista de convidados!?
7
V− Vamos lá! Caneta e papel nas mãos. Escreva aí:
Todas as estrelinhas do firmamento;
Todas as criançinhas da terra;
Todas as flores;
Todos os pássaros;
Todos os pirilampos...
E todos os amiguinhos que foram lembrando. Assim a lista
de convidados ficou imensa. Seria mesmo uma grande festa.
A lua apareceu lá no alto, em seu tapete de prata tornando a noite mais bela.
− Estrelinhas fujonas, é hora de voltar! Ocupem seus lugares,
pois sem vocês o firmamento entristece...
− Ah não, linda lua! Mamãe não pode perder esta beleza...
Seus olhos verdes brilharam como duas esmeraldas e
ele estendeu a mão dizendo:
“Lua, Luar!
Que tão longe parece estar!
Com o seu brilho encantado,
venha voando pra cá!...”
No mesmo instante, a lua se tornou mais brilhante
e uma chuva de felicidade caiu como pingos de prata.
9
O− Olá, amiguinhos! Só desci para dizer boa noite.
Tenha lindos sonhos, Gu! Temos que voltar, pois existem muitos
lugares tristes onde nosso brilho ainda não chegou.
− Boa noite, amigas! Não levem todo o brilho, senão ficarei triste também!
A Lua sorriu:
− Todo o nosso brilho está em seu coração. É infinito, Gu!
Ele se espalha à sua volta de forma mágica e todas as pessoas de coração puro,
especiais como você, poderão tê-lo.
Os preparativos para a festa começaram. Gu ficou encarregado
de fazer os convites. Procurou não se esquecer de ninguém.
O convite, em papel azul, salpicado de estrelas brilhantes e uma linda lua
prateada tinha os seguintes dizeres:
“Olá, amiguinhos! Haverá uma linda festa na residência das Estrelas.
Todos estão convidados! Sairemos ás dezoito horas
do dia dezesseis, do seguinte endereço: rua da amizade,
bairro dos sonhos, sem número.
Não percam! Será uma linda festa!”
11
NNa cidade não se falava em outra coisa.
− Oi Carol, você vai a festa das Estrelas?
−É claro que eu vou! E você Júlia, vai?
− Vou sim! Dizem que só as pessoas de coração puro poderão ir.
O que será que isso quer dizer?
− Eu acho que só poderão ir as pessoas boas, que não discriminam os outros,
que sabem respeitar os mais velhos, que amam e respeitam seus pais e que não
ficam por aí brigando com os coleguinhas...
− É, vai ser uma seleção difícil!
− Ah, com certeza, vai!
Finalmente, chegou o grande momento!
Gu ansioso, pula, bate palmas, chama seus amiguinhos:
− Isa, Isico! Andem rápido!
13
J− Já estamos prontos, Gu. Eu também não vejo a hora de sairmos...
A rua da amizade ficou lotada. Todos, em trajes de festa,
aguardavam eufóricos para embarcar no trenzinho encantado.
Era um alvoroço total.
O Trem, todo enfeitado de flores e luzes coloridas, estava pronto
para a partida. Ficou combinado que os pássaros
iriam à frente para indicar o caminho.
Gu anuncia:
− Atenção, atenção! Passageiros com destino à festa nas Estrelas,
ocupem seus lugares! Dentro de cinco minutos daremos partida!
Aos poucos todos os lugares foram ocupados.
Novamente a voz do Gu:
− Senhores passageiros! Começa a contagem regressiva para a partida.
Cinco... Quatro... Três... Dois... Um!!!
15
OOuviu-se um barulho de bater de assas e sinos tocando.
A viagem encantada começou!
Era lindo de se ver! Aquele trenzinho colorido, cortando mares,
cruzando espaço e ganhando o infinito.
A chegada foi mais deslumbrante que a partida.
As estrelas, brilhantes como nunca, eram verdadeiras anfitriãs.
A Lua, rainha da festa, distribuía colares de prata formados com
pingos de luar a todos os convidados.
As nuvens estavam repletas de chocolates, suspiros,
sorvetes e muitas outras guloseimas.
Carneirinhos brancos como flocos de algodão, convidavam
a todos para um passeio entre as nuvens.
A festa durou quase toda a noite.
Encantados com a hospitalidade, os convidados agradeceram
e tomaram novamente seus lugares no trenzinho
para a viagem de volta à Terra.
17
OO dia chegou lindo, cheio de sol! Todas as pessoas dormiam
até mais tarde, como se quisessem prender dentro
de si o encantamento da noite.
Na hora de ir para a escola, Gu estava feliz, lembrando de tantos
amigos que fizera naquela festa!...
As pessoas que não conseguiram embarcar no trenzinho, certamente,
conseguirão numa próxima vez, afinal, sempre haverá um trenzinho
encantado no mundo de sonhos e fantasias para aqueles
que ainda sabem sonhar.
19
Ilustrações: Begê-
Bruno Grossi – Minas Gerais, 1979 – desenvolve ilustrações e tirinhas para o Turadinhas.com e,
também, ilustra livros infantis, cartilhas, histórias em quadrinhos e tudo o que vê pela frente.
Sua primeira parceria com a série Giro-Lê foi ilustrando o livro O Sapinho Lelé/2010.
Contatos: www.ilustradorbrunogrossi.blogspot.com – begeilustrador@yahoo.com.br
Autora: Luiza Benvenuti Alves
Contatos: 31-3848.4447 – e-mail:
R. 95 - nº 30, B. João XXIII Timóteo-MG – 35.180-368
Copyright 2010, by Luiza Benvenuti Alves
Direitos reservados à autora. Lei nº. 9.610, de 19/02/1998.
Coordenação editorial: Marilia Siqueira Lacerda / Lílian Mendes Viana
Série Giro-Lê - 9º Circuito de Literatura
Projeto gráfico e arte final: VCS Propaganda
Impressão e acabamento: Gráfica Damasceno
Clesi: 31-3822.3876
Cx. Postal 786 - 35.160-970 – Ipatinga-MG
www.clesi.com.br – clesi.ipatinga@terra.com.br
ALVES, Luiza Benvenuti
Gu e Seu Mundo Encanado / Ilustrações : Bruno Grossi –
Ipatinga, 2010 - ( Série Giro-Lê )
24 p. Il.
1. Literatura infanto-juvenil I. Luiza Benvenuti Alves. II.Título. III. Série.
91.0125 CDD – 028.5
1ª Impressão: 500 Exemplares
Gu e mundo encantado
Gu e mundo encantado

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Biblioteca Soares Dos Reis
 
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Biblioteca Soares Dos Reis
 
Livro de poesia 7 a para blogue
Livro de poesia 7 a para blogueLivro de poesia 7 a para blogue
Livro de poesia 7 a para blogue
Veronica Baptista
 

Mais procurados (14)

Livro hora da leitura santillana
Livro hora da leitura santillanaLivro hora da leitura santillana
Livro hora da leitura santillana
 
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
 
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
Poemas do Agrupamento Selecionados-Concurso de Poesia Interescolas de Gaia 2016
 
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodoNascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
 
Ano novo
Ano novoAno novo
Ano novo
 
Lp051201
Lp051201Lp051201
Lp051201
 
Projeto As maravilhas do Poema de Literatura de Cordel, 2º Ano-Eja
Projeto As maravilhas do Poema de Literatura de Cordel, 2º Ano-EjaProjeto As maravilhas do Poema de Literatura de Cordel, 2º Ano-Eja
Projeto As maravilhas do Poema de Literatura de Cordel, 2º Ano-Eja
 
Happy birthday brisa
Happy birthday brisaHappy birthday brisa
Happy birthday brisa
 
O passeio de mariana
O passeio de marianaO passeio de mariana
O passeio de mariana
 
O projeto “As maravilhas do Poema de Literatura de Cordel”, 2º EJA, Ens. Médio.
O projeto “As maravilhas do Poema de  Literatura de Cordel”, 2º EJA, Ens. Médio.O projeto “As maravilhas do Poema de  Literatura de Cordel”, 2º EJA, Ens. Médio.
O projeto “As maravilhas do Poema de Literatura de Cordel”, 2º EJA, Ens. Médio.
 
Mauro e o dinossauro
Mauro e o dinossauro  Mauro e o dinossauro
Mauro e o dinossauro
 
Projeto carnaval
Projeto carnavalProjeto carnaval
Projeto carnaval
 
IEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anos
IEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anosIEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anos
IEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anos
 
Livro de poesia 7 a para blogue
Livro de poesia 7 a para blogueLivro de poesia 7 a para blogue
Livro de poesia 7 a para blogue
 

Semelhante a Gu e mundo encantado

Os saberes de casa
Os saberes de casaOs saberes de casa
Os saberes de casa
Maria Gil
 
Os saberes de casa
Os saberes de casaOs saberes de casa
Os saberes de casa
Maria Gil
 
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
guest39a3a5d
 
Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013
Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013
Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013
oficinativa
 
Leitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º h
Leitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º hLeitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º h
Leitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º h
becreluisdeloureiro
 
CalendáRio Das Formiguinhas 2010 Powerpoint
CalendáRio Das Formiguinhas 2010 PowerpointCalendáRio Das Formiguinhas 2010 Powerpoint
CalendáRio Das Formiguinhas 2010 Powerpoint
maria do rosario macedo
 
Joaquim Sustelo ~ Natal~
Joaquim Sustelo ~ Natal~Joaquim Sustelo ~ Natal~
Joaquim Sustelo ~ Natal~
becresforte
 
Projeto primavera páscoa-2012
Projeto  primavera páscoa-2012Projeto  primavera páscoa-2012
Projeto primavera páscoa-2012
Armindo Costa
 
Relatório biblioteca 3ºperíodo
Relatório biblioteca   3ºperíodoRelatório biblioteca   3ºperíodo
Relatório biblioteca 3ºperíodo
isabelsantosilva
 
Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)
GabrielaLeite1997
 

Semelhante a Gu e mundo encantado (20)

Os saberes de casa
Os saberes de casaOs saberes de casa
Os saberes de casa
 
Os saberes de casa
Os saberes de casaOs saberes de casa
Os saberes de casa
 
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
Cd 3ª. SéRie 2008.Ppt1
 
Faça Lá Um Poema! 2010
Faça Lá Um Poema! 2010Faça Lá Um Poema! 2010
Faça Lá Um Poema! 2010
 
Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013
Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013
Festival HADITHI em Santiago de Cuba, jul 2013
 
Leitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º h
Leitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º hLeitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º h
Leitura recreativa do livro «os sapatos do pai natal», de josé fanha, pelo 5.º h
 
Vila criança
Vila criançaVila criança
Vila criança
 
CalendáRio Das Formiguinhas 2010 Powerpoint
CalendáRio Das Formiguinhas 2010 PowerpointCalendáRio Das Formiguinhas 2010 Powerpoint
CalendáRio Das Formiguinhas 2010 Powerpoint
 
Joaquim Sustelo ~ Natal~
Joaquim Sustelo ~ Natal~Joaquim Sustelo ~ Natal~
Joaquim Sustelo ~ Natal~
 
V.f.aventuras dos ursitos
V.f.aventuras dos ursitosV.f.aventuras dos ursitos
V.f.aventuras dos ursitos
 
Anacrônicas - Contos mágicos & trágicos
Anacrônicas - Contos mágicos & trágicosAnacrônicas - Contos mágicos & trágicos
Anacrônicas - Contos mágicos & trágicos
 
InfâNcia
InfâNciaInfâNcia
InfâNcia
 
Projeto primavera páscoa-2012
Projeto  primavera páscoa-2012Projeto  primavera páscoa-2012
Projeto primavera páscoa-2012
 
Prova com descritores do SPAECE 5º ano
Prova com descritores do SPAECE 5º anoProva com descritores do SPAECE 5º ano
Prova com descritores do SPAECE 5º ano
 
Matilde Rosa Araújo
Matilde Rosa AraújoMatilde Rosa Araújo
Matilde Rosa Araújo
 
Conto de natal
Conto de natalConto de natal
Conto de natal
 
Relatório biblioteca 3ºperíodo
Relatório biblioteca   3ºperíodoRelatório biblioteca   3ºperíodo
Relatório biblioteca 3ºperíodo
 
Poesias de natal[1]
Poesias de natal[1]Poesias de natal[1]
Poesias de natal[1]
 
DeClara 28
DeClara 28DeClara 28
DeClara 28
 
Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)Um natal Diferente (texo PT)
Um natal Diferente (texo PT)
 

Mais de BrunoGrossi Begê

Mais de BrunoGrossi Begê (16)

Rua do brinquedo
Rua do brinquedoRua do brinquedo
Rua do brinquedo
 
Juca cabeleira 3
Juca cabeleira 3Juca cabeleira 3
Juca cabeleira 3
 
Juca cabeleira 2
Juca cabeleira 2Juca cabeleira 2
Juca cabeleira 2
 
Bolinha de pelo
Bolinha de peloBolinha de pelo
Bolinha de pelo
 
Aulapuc
AulapucAulapuc
Aulapuc
 
Gu e mundo encantado
Gu e mundo encantadoGu e mundo encantado
Gu e mundo encantado
 
Amar diferentemente
Amar diferentementeAmar diferentemente
Amar diferentemente
 
Palhacinho Palhação
Palhacinho PalhaçãoPalhacinho Palhação
Palhacinho Palhação
 
A Risada da Bia
A Risada da BiaA Risada da Bia
A Risada da Bia
 
Pé com Pé
Pé com PéPé com Pé
Pé com Pé
 
Trupe um de um
Trupe um de umTrupe um de um
Trupe um de um
 
O medo e seus segredos
O medo e seus segredosO medo e seus segredos
O medo e seus segredos
 
Njango - Contos em volta da fogueira
Njango - Contos em volta da fogueiraNjango - Contos em volta da fogueira
Njango - Contos em volta da fogueira
 
Juca cabeleira - Livro 1
Juca cabeleira - Livro 1Juca cabeleira - Livro 1
Juca cabeleira - Livro 1
 
Casa de cima, casa de baixo
Casa de cima, casa de baixoCasa de cima, casa de baixo
Casa de cima, casa de baixo
 
E book - Alívio da alma
E book - Alívio da almaE book - Alívio da alma
E book - Alívio da alma
 

Gu e mundo encantado

  • 1.
  • 2.
  • 3. Autora Luiza Benvenuti Alves Ilustrações Bruno Grossi 2010 Minas Gerais Primeira Edição Gue Seu Mundo Encanado
  • 4.
  • 5. ÉÉ bom sonhar. Imaginar que podemos tudo. Construir o mundo que sonhamos, com tudo que gostaríamos de ter! É neste mundo maravilhoso de sonhos que nossa história se desenrola. – Mamãe, veja que lindo presente eu lhe trouxe! – Céus, uma estrelinha, Gu! Como você conseguiu? – Ora, mamãe! Basta estender as mãos e dizer as palavras mágicas! – E quais são as palavras mágicas, meu filho? – Ah, depende de cada um! Existem muitas maneiras, mas todas devem ser ditas com o coração cheio de amor. O amor é o pó mágico capaz de transformar o mundo. 3
  • 6.
  • 7. AA estrelinha reluzente e saltitante se manifestou: – Olá, Gu! Apresente-me à sua mãe. – Claro! Mamãe esta é Bela, minha amiguinha! Antes que sua mãe se refizesse do susto, Gu estendeu a mão e disse sorrindo: “Estrelinha, estrelinha, que tão longe parece estar! Venha num passe de mágica, em minha mão aconchegar!” Logo, uma nova estrelinha em sua mão apareceu. – Ufa! Eu já estava com ciúmes. Pensei que você só gostasse da Bela! 5
  • 8.
  • 9. O– Oh, Clarissa, como poderia, se você também me fascina? Clarissa e Bela deram-se as mãos e começaram a cantar, rodopiando e espalhando brilho ao redor de todos. “O Gu é nosso amiguinho, o Gu é nosso amiguinho, o Gu é nosso amiguinho, Que bom vamos brincar!...” Nesse momento, um lindo gato apareceu, assustando as amigas de Gu. – Não tenham medo, ele é amigo! Venha, Simba! Venha brincar com a gente. Pulando e cantando eles começaram a colher flores para enfeitar a casa. De repente, Bela teve uma ideia: – O que vocês acham de fazermos uma grande festa? – Que bom! Que bom! Será muito divertido! – Clarissa exclamou. − E aí Gu, você topa? Acho que seria ótimo para conhecermos seus amiguinhos da Terra! Gu pula de felicidade. − É claro que eu topo! Vou amar esta festa! − Então, vamos fazer a lista de convidados!? 7
  • 10.
  • 11. V− Vamos lá! Caneta e papel nas mãos. Escreva aí: Todas as estrelinhas do firmamento; Todas as criançinhas da terra; Todas as flores; Todos os pássaros; Todos os pirilampos... E todos os amiguinhos que foram lembrando. Assim a lista de convidados ficou imensa. Seria mesmo uma grande festa. A lua apareceu lá no alto, em seu tapete de prata tornando a noite mais bela. − Estrelinhas fujonas, é hora de voltar! Ocupem seus lugares, pois sem vocês o firmamento entristece... − Ah não, linda lua! Mamãe não pode perder esta beleza... Seus olhos verdes brilharam como duas esmeraldas e ele estendeu a mão dizendo: “Lua, Luar! Que tão longe parece estar! Com o seu brilho encantado, venha voando pra cá!...” No mesmo instante, a lua se tornou mais brilhante e uma chuva de felicidade caiu como pingos de prata. 9
  • 12.
  • 13. O− Olá, amiguinhos! Só desci para dizer boa noite. Tenha lindos sonhos, Gu! Temos que voltar, pois existem muitos lugares tristes onde nosso brilho ainda não chegou. − Boa noite, amigas! Não levem todo o brilho, senão ficarei triste também! A Lua sorriu: − Todo o nosso brilho está em seu coração. É infinito, Gu! Ele se espalha à sua volta de forma mágica e todas as pessoas de coração puro, especiais como você, poderão tê-lo. Os preparativos para a festa começaram. Gu ficou encarregado de fazer os convites. Procurou não se esquecer de ninguém. O convite, em papel azul, salpicado de estrelas brilhantes e uma linda lua prateada tinha os seguintes dizeres: “Olá, amiguinhos! Haverá uma linda festa na residência das Estrelas. Todos estão convidados! Sairemos ás dezoito horas do dia dezesseis, do seguinte endereço: rua da amizade, bairro dos sonhos, sem número. Não percam! Será uma linda festa!” 11
  • 14.
  • 15. NNa cidade não se falava em outra coisa. − Oi Carol, você vai a festa das Estrelas? −É claro que eu vou! E você Júlia, vai? − Vou sim! Dizem que só as pessoas de coração puro poderão ir. O que será que isso quer dizer? − Eu acho que só poderão ir as pessoas boas, que não discriminam os outros, que sabem respeitar os mais velhos, que amam e respeitam seus pais e que não ficam por aí brigando com os coleguinhas... − É, vai ser uma seleção difícil! − Ah, com certeza, vai! Finalmente, chegou o grande momento! Gu ansioso, pula, bate palmas, chama seus amiguinhos: − Isa, Isico! Andem rápido! 13
  • 16.
  • 17. J− Já estamos prontos, Gu. Eu também não vejo a hora de sairmos... A rua da amizade ficou lotada. Todos, em trajes de festa, aguardavam eufóricos para embarcar no trenzinho encantado. Era um alvoroço total. O Trem, todo enfeitado de flores e luzes coloridas, estava pronto para a partida. Ficou combinado que os pássaros iriam à frente para indicar o caminho. Gu anuncia: − Atenção, atenção! Passageiros com destino à festa nas Estrelas, ocupem seus lugares! Dentro de cinco minutos daremos partida! Aos poucos todos os lugares foram ocupados. Novamente a voz do Gu: − Senhores passageiros! Começa a contagem regressiva para a partida. Cinco... Quatro... Três... Dois... Um!!! 15
  • 18.
  • 19. OOuviu-se um barulho de bater de assas e sinos tocando. A viagem encantada começou! Era lindo de se ver! Aquele trenzinho colorido, cortando mares, cruzando espaço e ganhando o infinito. A chegada foi mais deslumbrante que a partida. As estrelas, brilhantes como nunca, eram verdadeiras anfitriãs. A Lua, rainha da festa, distribuía colares de prata formados com pingos de luar a todos os convidados. As nuvens estavam repletas de chocolates, suspiros, sorvetes e muitas outras guloseimas. Carneirinhos brancos como flocos de algodão, convidavam a todos para um passeio entre as nuvens. A festa durou quase toda a noite. Encantados com a hospitalidade, os convidados agradeceram e tomaram novamente seus lugares no trenzinho para a viagem de volta à Terra. 17
  • 20.
  • 21. OO dia chegou lindo, cheio de sol! Todas as pessoas dormiam até mais tarde, como se quisessem prender dentro de si o encantamento da noite. Na hora de ir para a escola, Gu estava feliz, lembrando de tantos amigos que fizera naquela festa!... As pessoas que não conseguiram embarcar no trenzinho, certamente, conseguirão numa próxima vez, afinal, sempre haverá um trenzinho encantado no mundo de sonhos e fantasias para aqueles que ainda sabem sonhar. 19
  • 22. Ilustrações: Begê- Bruno Grossi – Minas Gerais, 1979 – desenvolve ilustrações e tirinhas para o Turadinhas.com e, também, ilustra livros infantis, cartilhas, histórias em quadrinhos e tudo o que vê pela frente. Sua primeira parceria com a série Giro-Lê foi ilustrando o livro O Sapinho Lelé/2010. Contatos: www.ilustradorbrunogrossi.blogspot.com – begeilustrador@yahoo.com.br Autora: Luiza Benvenuti Alves Contatos: 31-3848.4447 – e-mail: R. 95 - nº 30, B. João XXIII Timóteo-MG – 35.180-368 Copyright 2010, by Luiza Benvenuti Alves Direitos reservados à autora. Lei nº. 9.610, de 19/02/1998. Coordenação editorial: Marilia Siqueira Lacerda / Lílian Mendes Viana Série Giro-Lê - 9º Circuito de Literatura Projeto gráfico e arte final: VCS Propaganda Impressão e acabamento: Gráfica Damasceno Clesi: 31-3822.3876 Cx. Postal 786 - 35.160-970 – Ipatinga-MG www.clesi.com.br – clesi.ipatinga@terra.com.br ALVES, Luiza Benvenuti Gu e Seu Mundo Encanado / Ilustrações : Bruno Grossi – Ipatinga, 2010 - ( Série Giro-Lê ) 24 p. Il. 1. Literatura infanto-juvenil I. Luiza Benvenuti Alves. II.Título. III. Série. 91.0125 CDD – 028.5 1ª Impressão: 500 Exemplares