SlideShare uma empresa Scribd logo
Biodiesel. O novo combustível
do Brasil
As recentes evoluções dos estudos com biodiesel têm elevado sua
utilização e produção no Brasil e no mundo. Por isso é importante
que você conheça sobre esse tema, que estará cada vez mais
presente em nosso dia-a-dia.
www.bosch.com.br
	SAC Grande São Paulo	 SAC Demais localidades
	 (11) 2126 1950	 0800 70 45446
A Bosch — juntamente
com outros fabricantes
de sistema de injeção
diesel — atesta que a
utilização de até 5% de
biodiesel misturado ao
diesel convencional (B5)
não apresenta riscos
ao sistema de injeção
desde que atendam
às especificações
européias de biodiesel, o que vale tanto para
sistemas mecânicos convencionais quanto para os
sistemas de injeção eletrônicos.
Para os diversos tipos de biodiesel encontrados
no Brasil, a ANFAVEA (Associação Nacional dos
Fabricantes de Veículos Automotores) e o SINDIPEÇAS
(Sindicato Nacional da Indústria de Componentes
para Veículos Automotores) aprovam a mistura de até
2% do biodiesel sem apresentar riscos. Testes com
B5 estão sendo realizados com o objetivo de garantir
sua utilização nos sistemas de injeção e motores no
Brasil.
O biodiesel
pode apresentar
características muito
diferentes de acordo
com sua origem e
processo produtivo.As
regulamentações para
sua comercialização
seguem normas de
acordo com cada país,
como ocorre com todo
tipo de combustível. No caso do Brasil, a ANP (Agência
Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis)
definiu as especificações que o biodiesel deve atender
para que possa ser utilizado em motores ciclodiesel.
Dentro destas especificações, o biodiesel apresenta
boa lubricidade quando perfeitamente diluído ao
diesel convencional, porém sua instabilidade química
causa o envelhecimento do combustível e existe a
possibilidade da formação de partículas sólidas que se
depositam no tanque e no sistema de injeção, além de
obstruírem os filtros. Portanto recomenda-se que não
seja armazenado por longos períodos antes do uso.
Desde 1° de Janeiro de 2008 a ANP autorizou a
comercialização do diesel com adição de até 2% de
biodiesel em todo o país. Veículos identificados com
a informação “Movido a biodiesel” estão em fase de
teste utilizando o B5.
Novo combustível, novas características de produção e uso
Utilização segura do biodiesel nos sistemas de injeção
A Bosch não recomenda qualquer tipo de
alteração na regulagem original do sistema de
injeção para utilização de biodiesel.
O biodiesel é um combustível biodegradável que provém de fontes renováveis, ao contrário do diesel que é um
combustível fóssil. Este novo combustível utiliza como matéria prima gordura animal ou óleo vegetal extraído de
soja, mamona, dendê, palma, girassol, entre outros.
Pode ser usado puro ou em mistura com o diesel convencional. A mistura de 2% de biodiesel ao diesel de
petróleo é chamada de B2, 5% de biodiesel em diesel convencional é chamada de B5 e assim sucessivamente até
o biodiesel puro, denominado B100.
Maiores informações:
www.biodiesel.gov.br
www.anp.gov.br
www.saebrasil.org.br
O que é biodiesel?
A Robert Bosch participa da ANFAVEA, do
SINDIPEÇAS e do comitê de aprovação de
aplicação de biodiesel no Brasil, auxiliando
com a protocolação dos sistemas de injeção
e avaliação dos mesmos em teste com a
utilização de biodiesel.
6008FP179205/2008

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Código de Falhas rede Can OBD 2
Código de Falhas rede Can OBD 2Código de Falhas rede Can OBD 2
Código de Falhas rede Can OBD 2
Geraldo Sebastian
 
L 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splytL 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splyt
Edivaldo Veronese
 
Código de Falhas Chassis OBD - 2
Código de Falhas Chassis OBD - 2Código de Falhas Chassis OBD - 2
Código de Falhas Chassis OBD - 2
Geraldo Sebastian
 
Volvo manual
Volvo manualVolvo manual
Volvo manual
luis Esquivel
 
Volvo manual
Volvo manualVolvo manual
Volvo manual
luis Esquivel
 
Tecnología De Camiones
Tecnología De CamionesTecnología De Camiones
Tecnología De Camiones
guest07963
 
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) diagrama
Manual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) diagramaManual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) diagrama
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) diagrama
Thiago Huari
 
esquema-eletrico-fh-d13 a
esquema-eletrico-fh-d13 aesquema-eletrico-fh-d13 a
esquema-eletrico-fh-d13 a
Edivaldo Veronese
 
233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo
233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo
233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo
coaquiravolvotrucks
 
Volvo manual
Volvo manualVolvo manual
Volvo manual
luis Esquivel
 
Manual de serviço cargotod diagrama
Manual de serviço cargotod diagramaManual de serviço cargotod diagrama
Manual de serviço cargotod diagrama
Thiago Huari
 
Manual volvo
Manual volvoManual volvo
Manual volvo
Edivaldo Veronese
 
Codigos de falhas volvo fh12 d12 a
Codigos de falhas volvo fh12 d12 aCodigos de falhas volvo fh12 d12 a
Codigos de falhas volvo fh12 d12 a
Edivaldo Veronese
 
Manual conductores-camiones-fh-fm-volvo
Manual conductores-camiones-fh-fm-volvoManual conductores-camiones-fh-fm-volvo
Manual conductores-camiones-fh-fm-volvo
luis Esquivel
 
Common Rail
Common RailCommon Rail
Common Rail
SENATI
 
Listado de codigos dtc obd2
Listado de codigos dtc   obd2Listado de codigos dtc   obd2
Listado de codigos dtc obd2
RICARDO GUEVARA
 
Esq electrico-fm-fh-version-2
Esq electrico-fm-fh-version-2Esq electrico-fm-fh-version-2
Esq electrico-fm-fh-version-2
Wilfredo Avelardo Lazo
 

Destaque (17)

Código de Falhas rede Can OBD 2
Código de Falhas rede Can OBD 2Código de Falhas rede Can OBD 2
Código de Falhas rede Can OBD 2
 
L 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splytL 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splyt
 
Código de Falhas Chassis OBD - 2
Código de Falhas Chassis OBD - 2Código de Falhas Chassis OBD - 2
Código de Falhas Chassis OBD - 2
 
Volvo manual
Volvo manualVolvo manual
Volvo manual
 
Volvo manual
Volvo manualVolvo manual
Volvo manual
 
Tecnología De Camiones
Tecnología De CamionesTecnología De Camiones
Tecnología De Camiones
 
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) diagrama
Manual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) diagramaManual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) diagrama
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) diagrama
 
esquema-eletrico-fh-d13 a
esquema-eletrico-fh-d13 aesquema-eletrico-fh-d13 a
esquema-eletrico-fh-d13 a
 
233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo
233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo
233399847 manual-instrumentos-construccion-funcion-camiones-fm-fh-volvo
 
Volvo manual
Volvo manualVolvo manual
Volvo manual
 
Manual de serviço cargotod diagrama
Manual de serviço cargotod diagramaManual de serviço cargotod diagrama
Manual de serviço cargotod diagrama
 
Manual volvo
Manual volvoManual volvo
Manual volvo
 
Codigos de falhas volvo fh12 d12 a
Codigos de falhas volvo fh12 d12 aCodigos de falhas volvo fh12 d12 a
Codigos de falhas volvo fh12 d12 a
 
Manual conductores-camiones-fh-fm-volvo
Manual conductores-camiones-fh-fm-volvoManual conductores-camiones-fh-fm-volvo
Manual conductores-camiones-fh-fm-volvo
 
Common Rail
Common RailCommon Rail
Common Rail
 
Listado de codigos dtc obd2
Listado de codigos dtc   obd2Listado de codigos dtc   obd2
Listado de codigos dtc obd2
 
Esq electrico-fm-fh-version-2
Esq electrico-fm-fh-version-2Esq electrico-fm-fh-version-2
Esq electrico-fm-fh-version-2
 

Semelhante a Folheto biodiesel 2008

Joana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdf
Joana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdfJoana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdf
Joana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdf
MrioCouto1
 
TCC sobre Biodiesel
TCC sobre Biodiesel TCC sobre Biodiesel
TCC sobre Biodiesel
Márcio Roberto de Mattos
 
biodiesel no Brasil
biodiesel no Brasilbiodiesel no Brasil
biodiesel no Brasil
RennerParente
 
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020
PauloSantos1104
 
Estudo referente ao Biodiesel
Estudo referente ao BiodieselEstudo referente ao Biodiesel
Estudo referente ao Biodiesel
Denis Borges Maurício
 
Minicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso Bejan
Minicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso BejanMinicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso Bejan
Minicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso Bejan
Encontro de Química e Formação Docente
 
XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012
XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012
XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012
CBE2012
 
Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo
Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo
Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo
Rural Pecuária
 
Biodiesel novo
Biodiesel novoBiodiesel novo
Biodiesel novo
Vinicius Martins
 
Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009
BrasilEcodiesel
 
Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009
BrasilEcodiesel
 
Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020
Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020
Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020
LEODECIO BELO OLIVEIRA
 
Case sérgio valadão usina de biodiesel 1
Case sérgio valadão   usina de biodiesel 1Case sérgio valadão   usina de biodiesel 1
Case sérgio valadão usina de biodiesel 1
Sérgio Valadão
 
Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados
Ana Roberta Souza
 
Panorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo Brasil
Panorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo BrasilPanorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo Brasil
Panorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo Brasil
Sydney Dias
 
Rodrigo Rodrigues 2
Rodrigo Rodrigues 2Rodrigo Rodrigues 2
Rodrigo Rodrigues 2
biodieselbr
 
Biodiesel no Brasil
Biodiesel no BrasilBiodiesel no Brasil
Biodiesel no Brasil
Pesquisa-Unificada
 
Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
Programa Nacional de Produção e Uso do BiodieselPrograma Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
calberto1001
 
Biocombustivel
BiocombustivelBiocombustivel
Biocombustivel
pedrofranciscotic
 
Biocombustivel
BiocombustivelBiocombustivel
Biocombustivel
pedrofranciscotic
 

Semelhante a Folheto biodiesel 2008 (20)

Joana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdf
Joana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdfJoana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdf
Joana_Fonseca_PRIO Introdução Biodiesel em Portugal.pdf
 
TCC sobre Biodiesel
TCC sobre Biodiesel TCC sobre Biodiesel
TCC sobre Biodiesel
 
biodiesel no Brasil
biodiesel no Brasilbiodiesel no Brasil
biodiesel no Brasil
 
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020
Relatorio diario cogo inteligencia em agronegocio 02 09-2020
 
Estudo referente ao Biodiesel
Estudo referente ao BiodieselEstudo referente ao Biodiesel
Estudo referente ao Biodiesel
 
Minicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso Bejan
Minicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso BejanMinicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso Bejan
Minicurso biodiesel - Profª Drª Claudia Cardoso Bejan
 
XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012
XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012
XIV CBE - Palestra 1 - Marco Aurelio Vasconcellos Freitas - 24 outubro 2012
 
Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo
Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo
Usos do Biodiesel no Brasil e no Mundo
 
Biodiesel novo
Biodiesel novoBiodiesel novo
Biodiesel novo
 
Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009
 
Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009Apresentação apimec – outubro 2009
Apresentação apimec – outubro 2009
 
Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020
Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020
Bosch catalogo bombas de_combustvel_2019-2020
 
Case sérgio valadão usina de biodiesel 1
Case sérgio valadão   usina de biodiesel 1Case sérgio valadão   usina de biodiesel 1
Case sérgio valadão usina de biodiesel 1
 
Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados Biocombustíveis e seu derivados
Biocombustíveis e seu derivados
 
Panorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo Brasil
Panorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo BrasilPanorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo Brasil
Panorama Dos Biocombustiveis no BrasilNo Brasil
 
Rodrigo Rodrigues 2
Rodrigo Rodrigues 2Rodrigo Rodrigues 2
Rodrigo Rodrigues 2
 
Biodiesel no Brasil
Biodiesel no BrasilBiodiesel no Brasil
Biodiesel no Brasil
 
Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
Programa Nacional de Produção e Uso do BiodieselPrograma Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel
 
Biocombustivel
BiocombustivelBiocombustivel
Biocombustivel
 
Biocombustivel
BiocombustivelBiocombustivel
Biocombustivel
 

Mais de Geraldo Sebastian

Eletricidade automotiva
Eletricidade automotivaEletricidade automotiva
Eletricidade automotiva
Geraldo Sebastian
 
Dispositivo
DispositivoDispositivo
Dispositivo
Geraldo Sebastian
 
Manual de sintomas e falhas
Manual de sintomas e falhasManual de sintomas e falhas
Manual de sintomas e falhas
Geraldo Sebastian
 
Bicos origem-india
Bicos origem-indiaBicos origem-india
Bicos origem-india
Geraldo Sebastian
 
Reg. scania v8
Reg. scania v8Reg. scania v8
Reg. scania v8
Geraldo Sebastian
 
Cummins isc 2006 motorola cm 850
Cummins isc 2006 motorola cm 850Cummins isc 2006 motorola cm 850
Cummins isc 2006 motorola cm 850
Geraldo Sebastian
 
15.190 euro 5 2012
15.190 euro 5  201215.190 euro 5  2012
15.190 euro 5 2012
Geraldo Sebastian
 
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 20153.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
Geraldo Sebastian
 
Codigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelationCodigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelation
Geraldo Sebastian
 
X12 constellation
X12 constellationX12 constellation
X12 constellation
Geraldo Sebastian
 
Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013
Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013
Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013
Geraldo Sebastian
 
70 c17 3.0 16v_euro5
70 c17 3.0 16v_euro570 c17 3.0 16v_euro5
70 c17 3.0 16v_euro5
Geraldo Sebastian
 
70 c16 euro3
70 c16 euro370 c16 euro3
70 c16 euro3
Geraldo Sebastian
 
2.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 2012
2.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 20122.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 2012
2.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 2012
Geraldo Sebastian
 
2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm
2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm
2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm
Geraldo Sebastian
 
2.3 16 v multijet_euro 3
2.3 16 v multijet_euro 32.3 16 v multijet_euro 3
2.3 16 v multijet_euro 3
Geraldo Sebastian
 
Falhas man tgx
Falhas man tgxFalhas man tgx
Falhas man tgx
Geraldo Sebastian
 
Common rail ajuste injetores
Common rail ajuste injetoresCommon rail ajuste injetores
Common rail ajuste injetores
Geraldo Sebastian
 
Maxxforce Euro v Agrale
Maxxforce Euro v Agrale Maxxforce Euro v Agrale
Maxxforce Euro v Agrale
Geraldo Sebastian
 
Reg. scania v8
Reg. scania v8Reg. scania v8
Reg. scania v8
Geraldo Sebastian
 

Mais de Geraldo Sebastian (20)

Eletricidade automotiva
Eletricidade automotivaEletricidade automotiva
Eletricidade automotiva
 
Dispositivo
DispositivoDispositivo
Dispositivo
 
Manual de sintomas e falhas
Manual de sintomas e falhasManual de sintomas e falhas
Manual de sintomas e falhas
 
Bicos origem-india
Bicos origem-indiaBicos origem-india
Bicos origem-india
 
Reg. scania v8
Reg. scania v8Reg. scania v8
Reg. scania v8
 
Cummins isc 2006 motorola cm 850
Cummins isc 2006 motorola cm 850Cummins isc 2006 motorola cm 850
Cummins isc 2006 motorola cm 850
 
15.190 euro 5 2012
15.190 euro 5  201215.190 euro 5  2012
15.190 euro 5 2012
 
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 20153.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
 
Codigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelationCodigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelation
 
X12 constellation
X12 constellationX12 constellation
X12 constellation
 
Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013
Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013
Nissan 2.5 euro5 a partir de 2013
 
70 c17 3.0 16v_euro5
70 c17 3.0 16v_euro570 c17 3.0 16v_euro5
70 c17 3.0 16v_euro5
 
70 c16 euro3
70 c16 euro370 c16 euro3
70 c16 euro3
 
2.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 2012
2.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 20122.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 2012
2.8 turbo diesel bosch abdm a partir de 2012
 
2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm
2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm
2.8 turbo diesel 2012 a ... bosch abdm
 
2.3 16 v multijet_euro 3
2.3 16 v multijet_euro 32.3 16 v multijet_euro 3
2.3 16 v multijet_euro 3
 
Falhas man tgx
Falhas man tgxFalhas man tgx
Falhas man tgx
 
Common rail ajuste injetores
Common rail ajuste injetoresCommon rail ajuste injetores
Common rail ajuste injetores
 
Maxxforce Euro v Agrale
Maxxforce Euro v Agrale Maxxforce Euro v Agrale
Maxxforce Euro v Agrale
 
Reg. scania v8
Reg. scania v8Reg. scania v8
Reg. scania v8
 

Folheto biodiesel 2008

  • 1. Biodiesel. O novo combustível do Brasil As recentes evoluções dos estudos com biodiesel têm elevado sua utilização e produção no Brasil e no mundo. Por isso é importante que você conheça sobre esse tema, que estará cada vez mais presente em nosso dia-a-dia.
  • 2. www.bosch.com.br SAC Grande São Paulo SAC Demais localidades (11) 2126 1950 0800 70 45446 A Bosch — juntamente com outros fabricantes de sistema de injeção diesel — atesta que a utilização de até 5% de biodiesel misturado ao diesel convencional (B5) não apresenta riscos ao sistema de injeção desde que atendam às especificações européias de biodiesel, o que vale tanto para sistemas mecânicos convencionais quanto para os sistemas de injeção eletrônicos. Para os diversos tipos de biodiesel encontrados no Brasil, a ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) e o SINDIPEÇAS (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) aprovam a mistura de até 2% do biodiesel sem apresentar riscos. Testes com B5 estão sendo realizados com o objetivo de garantir sua utilização nos sistemas de injeção e motores no Brasil. O biodiesel pode apresentar características muito diferentes de acordo com sua origem e processo produtivo.As regulamentações para sua comercialização seguem normas de acordo com cada país, como ocorre com todo tipo de combustível. No caso do Brasil, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) definiu as especificações que o biodiesel deve atender para que possa ser utilizado em motores ciclodiesel. Dentro destas especificações, o biodiesel apresenta boa lubricidade quando perfeitamente diluído ao diesel convencional, porém sua instabilidade química causa o envelhecimento do combustível e existe a possibilidade da formação de partículas sólidas que se depositam no tanque e no sistema de injeção, além de obstruírem os filtros. Portanto recomenda-se que não seja armazenado por longos períodos antes do uso. Desde 1° de Janeiro de 2008 a ANP autorizou a comercialização do diesel com adição de até 2% de biodiesel em todo o país. Veículos identificados com a informação “Movido a biodiesel” estão em fase de teste utilizando o B5. Novo combustível, novas características de produção e uso Utilização segura do biodiesel nos sistemas de injeção A Bosch não recomenda qualquer tipo de alteração na regulagem original do sistema de injeção para utilização de biodiesel. O biodiesel é um combustível biodegradável que provém de fontes renováveis, ao contrário do diesel que é um combustível fóssil. Este novo combustível utiliza como matéria prima gordura animal ou óleo vegetal extraído de soja, mamona, dendê, palma, girassol, entre outros. Pode ser usado puro ou em mistura com o diesel convencional. A mistura de 2% de biodiesel ao diesel de petróleo é chamada de B2, 5% de biodiesel em diesel convencional é chamada de B5 e assim sucessivamente até o biodiesel puro, denominado B100. Maiores informações: www.biodiesel.gov.br www.anp.gov.br www.saebrasil.org.br O que é biodiesel? A Robert Bosch participa da ANFAVEA, do SINDIPEÇAS e do comitê de aprovação de aplicação de biodiesel no Brasil, auxiliando com a protocolação dos sistemas de injeção e avaliação dos mesmos em teste com a utilização de biodiesel. 6008FP179205/2008