SlideShare uma empresa Scribd logo
Docente Tânia Reis 1
Curso Profissional de Nível 3 de Técnico Auxiliar de Saúde
Disciplina da Componente Técnica: HSCG – 10º ANO CPS
UFCD 6562: Prevenção da infeção: princípios básicos a considerar nos cuidados de saúde
Ano Letivo 2023-2024
Ficha de Trabalho n.º 1:
Funções dos componentes mecânicos e óticos do m.o.c
Componentes mecânicos
Componente Função
apoio de todos os componentes do microscópio
fixo à base, serve de suporte às lentes e à platina
base de suporte e fixação da preparação, tem uma abertura central (sobre a qual
é colocada a preparação) que deixa passar a luz. As pinças ajudam à fixação da
preparação. A platina pode ser deslocada nos microscópios mais modernos, nos
antigos tinha que se mover a própria amostra, segura pelas pinças.
suporte das lentes objetivas, permite trocar a lente objetiva rodando sobre um
eixo
suporta a ocular na extremidade superior
permite movimentos verticais da grande amplitude da platina
permite movimentos verticais lentos de pequena amplitude da platina para
focagem precisa da imagem
Componentes óticos
Componente Função
sistema de duas lentes (ou mais) convergentes que orientam e distribuem a luz
emitida de forma igual pelo campo de visão do microscópio
regula a quantidade de luz que atinge o campo de visão do microscópio, através
de uma abertura que abre ou fecha em diâmetro (semelhante às máquinas
fotográficas)
atualmente utiliza-se luz artificial emitida por uma lâmpada incluída no próprio
microscópio com um interruptor e algumas vezes com um reóstato que permite
regular a intensidade da luz. Os modelos antigos tinham um espelho de duas
faces: a face plana para refletir luz natural e a face côncava para refletir luz
artificial.
cilindro com duas ou mais lentes que permitem ampliar a imagem real fornecida
pela objetiva, formando uma imagem virtual mais próxima dos olhos do
observador. As oculares podem ser de diferentes ampliações sendo a mais
comum de 10x. A imagem criada pela ocular é ampliada, direita e virtual.
conjunto de lentes fixas no revolver, que girando permite alterar a objetiva
consoante a ampliação necessária. É a lente que fica mais próxima do objeto a
observar, projetando uma imagem real, ampliada e invertida do mesmo. As
objetivas secas, geralmente com ampliação de 10x, 40x e 50x, são assim
designadas porque entre a sua extremidade e a preparação existe somente ar. As
objetivas de imersão (ampliação até 100x), pelo contrário, têm a sua
extremidade mergulhada em óleo com o intuito de aumentar o poder de
resolução da objetiva: como o índice de refração de óleo é semelhante ao do
vidro o feixe de luz não é tão desviado para fora da objetiva.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a ficha 1 moc.pdf

O Microscópio Óptico
O Microscópio ÓpticoO Microscópio Óptico
O Microscópio Óptico
José Vitor Alves
 
Conhecendo os componentes do microscópio
Conhecendo os componentes do microscópioConhecendo os componentes do microscópio
Conhecendo os componentes do microscópio
Odailson Nogueira Cardoso Nogueira
 
Microscopio
MicroscopioMicroscopio
Lentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentesLentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentes
Felipe Dias Guimarães
 
Instrumentos
InstrumentosInstrumentos
Instrumentos
perezgabriel_
 
Mo
MoMo
Anexo 3
Anexo 3Anexo 3
Anexo 3
guestf0d442
 
Instrumentos óticos
Instrumentos óticosInstrumentos óticos
Instrumentos óticos
UERGS
 
Biofísica da Visão
Biofísica da VisãoBiofísica da Visão
Biofísica da Visão
Sarah Noleto
 
Roteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia CelularRoteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia Celular
Nathália Vasconcelos
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
Angela Boucinha
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
Angela Boucinha
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
Nyara Marques
 
Microscópio Óptico
Microscópio Óptico Microscópio Óptico
Microscópio Óptico
Gabriela Bruno
 
INSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.ppt
INSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.pptINSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.ppt
INSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.ppt
LeonardoPereira375563
 
Lentes justapostas
Lentes justapostasLentes justapostas
Lentes justapostas
Fernanda Oliveira
 
Trabalho final alfredo ,nuno, paulo
Trabalho final alfredo ,nuno, pauloTrabalho final alfredo ,nuno, paulo
Trabalho final alfredo ,nuno, paulo
paulo cunha
 
Trabalho de física
Trabalho de físicaTrabalho de física
Trabalho de física
Pedro Klein Garcia
 
Lentes & defeitos da visão.
Lentes & defeitos da visão.Lentes & defeitos da visão.
Lentes & defeitos da visão.
ThaisRocha05
 
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducaoApostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Junior Moreira
 

Semelhante a ficha 1 moc.pdf (20)

O Microscópio Óptico
O Microscópio ÓpticoO Microscópio Óptico
O Microscópio Óptico
 
Conhecendo os componentes do microscópio
Conhecendo os componentes do microscópioConhecendo os componentes do microscópio
Conhecendo os componentes do microscópio
 
Microscopio
MicroscopioMicroscopio
Microscopio
 
Lentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentesLentes convergentes e divergentes
Lentes convergentes e divergentes
 
Instrumentos
InstrumentosInstrumentos
Instrumentos
 
Mo
MoMo
Mo
 
Anexo 3
Anexo 3Anexo 3
Anexo 3
 
Instrumentos óticos
Instrumentos óticosInstrumentos óticos
Instrumentos óticos
 
Biofísica da Visão
Biofísica da VisãoBiofísica da Visão
Biofísica da Visão
 
Roteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia CelularRoteiro de aula prática de Biologia Celular
Roteiro de aula prática de Biologia Celular
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
 
Microscópio Óptico
Microscópio Óptico Microscópio Óptico
Microscópio Óptico
 
INSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.ppt
INSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.pptINSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.ppt
INSTRUMENTOS ÓPTICOS DE CONTROLE E TIRO - APRESENTAÇÃO.ppt
 
Lentes justapostas
Lentes justapostasLentes justapostas
Lentes justapostas
 
Trabalho final alfredo ,nuno, paulo
Trabalho final alfredo ,nuno, pauloTrabalho final alfredo ,nuno, paulo
Trabalho final alfredo ,nuno, paulo
 
Trabalho de física
Trabalho de físicaTrabalho de física
Trabalho de física
 
Lentes & defeitos da visão.
Lentes & defeitos da visão.Lentes & defeitos da visão.
Lentes & defeitos da visão.
 
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducaoApostila  _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
Apostila _levitador__olho___roda_de_hamilton__forno_de_inducao
 

Mais de Tânia Reis

Condições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vidaCondições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vida
Tânia Reis
 
Princ geologia
Princ geologiaPrinc geologia
Princ geologia
Tânia Reis
 
Etapasp
EtapaspEtapasp
Etapasp
Tânia Reis
 
Deriva dos continentesp
Deriva dos continentespDeriva dos continentesp
Deriva dos continentesp
Tânia Reis
 
Datacaop
DatacaopDatacaop
Datacaop
Tânia Reis
 
Condiçoes da terra p
Condiçoes da terra pCondiçoes da terra p
Condiçoes da terra p
Tânia Reis
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
Tânia Reis
 
A terra no espaço
A terra no espaçoA terra no espaço
A terra no espaço
Tânia Reis
 
Rochas solo tr
Rochas solo trRochas solo tr
Rochas solo tr
Tânia Reis
 
Métodos contracetivos
Métodos contracetivosMétodos contracetivos
Métodos contracetivos
Tânia Reis
 
Transmissão da vida
Transmissão da vida Transmissão da vida
Transmissão da vida
Tânia Reis
 
Saúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitáriaSaúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitária
Tânia Reis
 
Instrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialInstrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacial
Tânia Reis
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
Tânia Reis
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
Tânia Reis
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Tânia Reis
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
Tânia Reis
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Tânia Reis
 
4hereditariedade
4hereditariedade4hereditariedade
4hereditariedade
Tânia Reis
 
4localização material genético
4localização material genético4localização material genético
4localização material genético
Tânia Reis
 

Mais de Tânia Reis (20)

Condições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vidaCondições da Terra que permitem a existência de vida
Condições da Terra que permitem a existência de vida
 
Princ geologia
Princ geologiaPrinc geologia
Princ geologia
 
Etapasp
EtapaspEtapasp
Etapasp
 
Deriva dos continentesp
Deriva dos continentespDeriva dos continentesp
Deriva dos continentesp
 
Datacaop
DatacaopDatacaop
Datacaop
 
Condiçoes da terra p
Condiçoes da terra pCondiçoes da terra p
Condiçoes da terra p
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
 
A terra no espaço
A terra no espaçoA terra no espaço
A terra no espaço
 
Rochas solo tr
Rochas solo trRochas solo tr
Rochas solo tr
 
Métodos contracetivos
Métodos contracetivosMétodos contracetivos
Métodos contracetivos
 
Transmissão da vida
Transmissão da vida Transmissão da vida
Transmissão da vida
 
Saúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitáriaSaúde individual e comunitária
Saúde individual e comunitária
 
Instrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacialInstrumentos de exploração espacial
Instrumentos de exploração espacial
 
A terra no espaço p
A terra no espaço pA terra no espaço p
A terra no espaço p
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
4hereditariedade
4hereditariedade4hereditariedade
4hereditariedade
 
4localização material genético
4localização material genético4localização material genético
4localização material genético
 

Último

Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 

ficha 1 moc.pdf

  • 1. Docente Tânia Reis 1 Curso Profissional de Nível 3 de Técnico Auxiliar de Saúde Disciplina da Componente Técnica: HSCG – 10º ANO CPS UFCD 6562: Prevenção da infeção: princípios básicos a considerar nos cuidados de saúde Ano Letivo 2023-2024 Ficha de Trabalho n.º 1: Funções dos componentes mecânicos e óticos do m.o.c Componentes mecânicos Componente Função apoio de todos os componentes do microscópio fixo à base, serve de suporte às lentes e à platina base de suporte e fixação da preparação, tem uma abertura central (sobre a qual é colocada a preparação) que deixa passar a luz. As pinças ajudam à fixação da preparação. A platina pode ser deslocada nos microscópios mais modernos, nos antigos tinha que se mover a própria amostra, segura pelas pinças. suporte das lentes objetivas, permite trocar a lente objetiva rodando sobre um eixo suporta a ocular na extremidade superior permite movimentos verticais da grande amplitude da platina permite movimentos verticais lentos de pequena amplitude da platina para focagem precisa da imagem Componentes óticos Componente Função sistema de duas lentes (ou mais) convergentes que orientam e distribuem a luz emitida de forma igual pelo campo de visão do microscópio regula a quantidade de luz que atinge o campo de visão do microscópio, através de uma abertura que abre ou fecha em diâmetro (semelhante às máquinas fotográficas) atualmente utiliza-se luz artificial emitida por uma lâmpada incluída no próprio microscópio com um interruptor e algumas vezes com um reóstato que permite regular a intensidade da luz. Os modelos antigos tinham um espelho de duas faces: a face plana para refletir luz natural e a face côncava para refletir luz artificial. cilindro com duas ou mais lentes que permitem ampliar a imagem real fornecida pela objetiva, formando uma imagem virtual mais próxima dos olhos do observador. As oculares podem ser de diferentes ampliações sendo a mais comum de 10x. A imagem criada pela ocular é ampliada, direita e virtual. conjunto de lentes fixas no revolver, que girando permite alterar a objetiva consoante a ampliação necessária. É a lente que fica mais próxima do objeto a observar, projetando uma imagem real, ampliada e invertida do mesmo. As objetivas secas, geralmente com ampliação de 10x, 40x e 50x, são assim designadas porque entre a sua extremidade e a preparação existe somente ar. As objetivas de imersão (ampliação até 100x), pelo contrário, têm a sua extremidade mergulhada em óleo com o intuito de aumentar o poder de resolução da objetiva: como o índice de refração de óleo é semelhante ao do vidro o feixe de luz não é tão desviado para fora da objetiva.