SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Acolhida e apresentação:
Conforme o número de pessoas se propõe um
tipo de apresentação. Criar um ambiente aco-
lhedor e silencioso desde a apresentação.
Canto: Seja bendito quem chega, seja bendi-
to quem chega, trazendo paz, trazendo paz,
trazendo a paz do Senhor!
Em seguida:
Canto: A nós descei divina luz, a nós descei
divina luz. Em nossas almas acendei o amor, o
amor de Jesus.
Saudação: Em nome do Pai e do Filho e do
Espírito Santo. Amém.
Dirigente: Neste tempo em que muitos expe-
rimentam o isolamento, promovido pelo indivi-
dualismo e fechamento, sentimos o desafio de
descobrir a maravilha de viver juntos, misturar-
-nos, encontrar-nos, dar o braço, apoiar-nos,
como diz o Papa Francisco. Juntos, podemos
descobrir a beleza de trilhar esse caminho!
Canto: Importa viver Senhor, unidos no amor,
na participação, vivendo em comunhão.
RECORDAÇÃO DA VIDA
Quais fatos desta semana nos chamaram aten-
ção, na família? No bairro? Na cidade? No país?
Incentivar a partilha.
Dirigente: Todos somos filhos e filhas de Deus.
Ele espera que tenhamos um cuidado muito
especial com toda criação: homem e mulher,
assim como com toda a natureza. Para que a
alegria de cada cristão seja reconhecida, somos
chamados a dar testemunho de comunhão fra-
terna e que todos possam admirar como vos
preocupais uns pelos outros, como mutuamen-
te se encorajam, se anima e se ajudam. Jesus
pediu ao Pai: “Que todos sejam um só.”
Canto: Eis-me aqui Senhor, eis-me aqui Se-
nhor, prá fazer tua vontade prá viver do teu
amor, prá fazer tua vontade, prá viver do teu
amor, eis-me aqui Senhor.
Dirigente: Somos convidados a mergulhar na
Palavra por meio do exercício orante da Lectio
Divina ou Leitura Orante da Palavra de Deus.
A PALAVRA DE DEUS NOS ILUMINA
Dirigente: Deixemos que a Palavra de Deus
nos comunique toda a verdade e a alegria que
o Senhor quer nos revelar.
Canto: Eu vim para escutar, Tua palavra,
tua palavra, tua palavra de Amor.
O mundo ainda vai viver, tua palavra,
tua palavra, tua palavra de amor.
Eu quero entender melhor, tua palavra,
tua palavra, tua palavra de amor.
1º MOMENTO - LEITURA
Permanecer no amor de Jesus - Jo 15,9-17
O QUE DIZ O TEXTO?
Repetir uma frase, uma palavra.
(não é momento de interpretação do texto)
Quais as palavras que se repetem no texto?
Incentivar a partilha.
Canto: Onde reina o Amor, fraterno Amor.
Onde reina o amor, Deus ai está.
Dirigente: Neste texto, Jesus diz quatro coisas
importantíssimas:
1. Faz uma declaração de amor.
2. Faz um convite.
3. Coloca uma condição.
4. Garante algo que o coração de todos nós
deseja.
Que belíssima declaração de amor faz Jesus a
cada um de nós! E nos convida: fiquem unidos
a mim pelo amor.
PRIMEIRO ENCONTRO
LEITURA ORANTE DA PALAVRA DE DEUS ou LECTIO DIVINA
Destacamos algumas partes da fala de
nosso Bispo Dom Edmilson sobre a Lectio
Divina e que tem motivado nossas comu-
nidades a conhecer e rezar a partir deste
método.
Como descobrir na minha vida a im-
portância da Palavra de Deus?	
Não é suficiente ler e estudar a Bíblia. Já
dizia S. Jerônimo que “ignorar as Escritu-
ras é ignorar a Cristo”. É preciso ter os
sentimentos de Jesus. Ele é a plenitude da
Revelação de Deus. É preciso SEGUIR JE-
SUS, imitar o seu exemplo, participar do
seu destino e comprometer-se com ele.
Ter a vida de Jesus dentro de si: fruto da fé
na ressurreição e da ação do Espírito Santo
na própria vida: Ter experiência pessoal da
presença do Cristo ressuscitado e uma es-
piritualidade de entrega contínua e oração.
Este método de Jesus faz-nos ler a Escri-
tura de maneira orante. É a chamada “lec-
tio divina”, muito vivenciada desde os tem-
pos mais antigos da Igreja e que, na Idade
Média. A Lectio Divina é um modo, talvez
o mais ligado à tradição, de aproximar-se
das sagradas escrituras.
O QUE PREVER ANTES?
Deixar uma mesa ou estante em destaque
de onde será proclamada a Palavra de
Deus.
Os momentos de silêncio devem ser vivi-
dos naturalmente, sem a necessidade de
dar uma instrução a todo o momento: “va-
mos fazer silencio”.
Prever com antecedência os leitores e co-
mentaristas e outros serviços que se fizer
necessário.
Antes da leitura, sugerir que todos abram
suas bíblias na citação a ser lida. Assim
evita movimentação que se tornam ruídos
que atrapalham a oração.
Será necessário seguir os passos da LEI-
TURA ORANTE conforme orientações no
próprio encontro incluindo a recordação
da vida que vem primeiro.
- RECORDAÇÃO DA VIDA
Lembrar os principais acontecimentos.
- LEITURA
O que diz o texto em si.
- MEDITAÇÃO
O que o texto diz para mim.
- ORAÇÃO
O que o texto me faz dizer a Deus.
- CONTEMPLAÇÃO
Olhar a vida com os olhos de Deus.
2º - MOMENTO - MEDITAÇÃO
Proclamar novamente a LEITURA Jo 15,9-17
(um pouco mais devagar que a primeira vez)
O QUE ESTA PALAVRA DIZ PRA MIM?
... SILÊNCIO ...
Incentivar a partilha.
Dirigente: Quando falamos com Deus, geral-
mente apresentamos a Ele uma lista de preocu-
pações e súplicas. Mas, neste momento vamos
procurar ouvir, no silêncio do nosso coração, o
que ele quer nos falar por meio da sua Palavra
de amor e de vida.
Canto: Onde reina amor, fraterno amor
Onde reina amor, Deus aí está.
3º - MOMENTO - ORAÇÃO
Proclamar novamente a LEITURA Jo 15,9-17
O QUE O TEXTO ME LEVA A DIZER A DEUS?
... SILÊNCIO ...
Momento de falar com Deus.
Dirigente: A leitura e meditação da palavra de
Deus se transformam em um encontro mais
direto, íntimo e pessoal com Deus. Entramos
em diálogo, em comunhão amorosa com Deus.
Respondemos a Deus, pedimos que nos ajude
a praticar o que a sua Palavra nos pede. O tex-
to bíblico e a realidade de hoje nos motivam a
rezar.
Cada um apresente, em voz alta, uma oração
breve, pessoal e espontânea e, que brote dos
nossos sentimentos mais profundos. Que seja
nossa oração um diálogo direto com o Senhor,
uma conversa olho no olho, com respeito e
amor sincero.
Após algumas orações cantar:
Eis-me aqui Senhor, eis-me aqui Senhor,
prá fazer tua vontade prá viver do teu amor,
prá fazer tua vontade, prá viver do teu amor,
eis-me aqui Senhor.
4º MOMENTO - CONTEMPLAÇÃO
Proclamar novamente a LEITURA Jo 15,9-17
QUE MUNDANÇAS ESSA PALAVRA FAZ EM MIM?
... SILÊNCIO ...
Incentivar a partilha.
Canto: Por onde formos também nós,
que brilhe a tua luz.
Fala Senhor na nossa voz,
em nossa vida. Nosso caminho então conduz,
queremos ser assim,
que o pão da vida nos revigore no nosso SIM.
Rezar o Salmo 119.
Leitor 1: Felizes os íntegros em seu caminho,
os que andam conforme a vontade de Javé.
Felizes os que guardam os seus testemunhos,
procurando-o de todo o coração, aqueles que
andam no caminho dele, sem praticar a injustiça!
Leitor 2: Tu promulgaste os teus preceitos
para serem observados à risca. Que os meus
caminhos sejam firmes, para que eu observe os
teus estatutos. Então eu não sentirei vergonha,
ao considerar os teus mandamentos todos.
Leitor 3: Eu te celebrarei de coração reto,
aprendendo tuas justas normas. Vou observar
os teus estatutos, não me abandones nunca.
Dirigente: Como podemos nos conservar pu-
ros no caminho? Observando a tua palavra
buscamos de todo coração que não nos afas-
temos de teus mandamentos.
Pai Nosso...
Oração: Senhor Jesus, agradecido (a) por
ter sido escolhido(a) e enviado(a) por ti, quero
entregar-me totalmente à missão que me con-
fiaste e para isso pedimos que renove nosso
coração e que cada encontro contigo, nos ani-
me, para espalhar a alegria e o amor que nos
revelaste. Por Cristo nosso Senhor, na unidade
com o Espírito Santo. Amém.
Canto: Deus chama a gente
pra um momento novo,
pra caminhar junto com seu povo
É hora de transformar
o que não dá mais,
sozinho isolado ninguém é capaz
Por isso vem entra na roda
com a gente também
Você é muito importante,
por isso vem (bis) vem.
Não é possível crer que tudo é fácil
Há muita força que produz a morte
Gerando dor, tristeza e desolação
É necessário unir o cordão.
Acolhida e apresentação:
Conforme o numero de pessoas se propõe um
tipo de apresentação
Criar um ambiente acolhedor e silencioso des-
de a apresentação.
Canto: Seja bendito quem chega, seja bendi-
to quem chega, trazendo paz, trazendo paz,
trazendo a paz do Senhor!
Em seguida:
Canto: A nós descei divina luz, a nós descei
divina luz. Em nossas almas acendei o amor, o
amor de Jesus.
Saudação: Em nome do Pai e do Filho
e do Espírito Santo. Amém.
Dirigente: Neste tempo em que a vida é tão
menosprezada, Jesus nos acolhe. É preciso
passar por Jesus para viver em plenitude.
Canto: Te amarei Senhor, te amarei Senhor!
Eu só encontro a paz e a alegria
bem perto de ti (bis)
RECORDAÇÃO DA VIDA
Quais fatos desta semana nos chamaram aten-
ção, na família? No bairro? Na cidade? No país?
Incentivar a partilha.
SEGUNDO ENCONTRO
Dirigente: O bom Pastor dá a vida por suas
ovelhas. A relação que Jesus estabelece co-
nosco é como um prolongamento de sua rela-
ção com o Pai.
Canto: Tu és meu Pastor ó Senhor!
Nada me faltará se me conduzis!
A PALAVRA DE DEUS NOS ILUMINA
Dirigente: Deixemos que a Palavra de Deus
nos comunique toda a verdade e a alegria que
o Senhor quer nos revelar.
Canto: Eu vim para escutar,
Tua palavra, tua palavra, tua palavra de Amor
O mundo ainda vai viver, tua palavra,
tua palavra, tua palavra de amor.
Eu quero entender melhor, tua palavra,
tua palavra, tua palavra de amor.
1º MOMENTO - LEITURA
Jesus, o Bom Pastor - Jo 10,11-18
O QUE DIZ O TEXTO?
Repetir uma frase, uma palavra.
(não é momento de interpretação do texto)
Quais as palavras que se repetem no texto?
Incentivar a partilha.
Dirigente: Neste Evangelho Jesus se insere
na corrente dos profetas que denunciam os fal-
sos pastores e anunciam para Israel um Pas-
tor segundo o coração de Deus, compassivo,
misericordioso. A relação que Deus estabelece
conosco é como um prolongamento de sua
relação com o Pai. Por causa dessa relação
tão estreita, selada com amor profundo, que o
Bom Pastor oferece livremente a sua vida em
favor de suas ovelhas.
2º - MOMENTO - MEDITAÇÃO
Proclamar novamente a LEITURA - Jo 10,11-18
(um pouco mais devagar que a primeira vez)
O QUE ESTA PALAVRA DIZ PRA MIM?
... SILÊNCIO ...
Incentivar a partilha.
Dirigente: Para compreender a importância
que tem na Bíblia o tema do pastor, há que se
remontar à história. Os beduínos do deserto
dão-nos hoje uma ideia da que foi, em um tem-
po passado, a vida das tribos de Israel. Nesta
sociedade, a relação entre pastor e rebanho
não é só de tipo econômico, baseada no inte-
resse. Desenvolve-se uma relação quase pes-
soal entre o pastor e o rebanho. Passam dias e
dias juntos em lugares solitários, sem ninguém
mais ao redor. O pastor acaba conhecendo
tudo de cada ovelha; a ovelha reconhece e dis-
tingue entre todas as vozes a voz do pastor,
que frequentemente fala com as ovelhas. Isto
explica por que Deus serviu-se deste símbolo
para expressar sua relação com a humanidade.
Canto: O Senhor me chamou e eu respondi
eis-me aqui. O Senhor me chamou e eu res-
pondi eis-me aqui Senhor!
3º - MOMENTO - ORAÇÃO
Proclamar novamente a LEITURA Jo 10,11-18
O QUE O TEXTO ME LEVA A DIZER A DEUS?
... SILÊNCIO ...
Momento de falar com Deus.
Dirigente: Jesus é o Pastor segundo o cora-
ção de Deus, Pastor compassivo e misericor-
dioso que conduz e protege as suas ovelhas.
Não somente isso, mas Jesus é o Bom Pastor
porque entrega livremente a própria vida em fa-
vor de suas ovelhas. Vamos abrir o coração e
apresentar nossa resposta a Deus em forma de
prece.
Intercalar as preces com o refrão:
Canto: Sou Bom Pastor, ovelhas guardarei,
não tenho outro oficio nem terei. Quantas vi-
das eu tiver eu lhes darei
4º MOMENTO - CONTEMPLAÇÃO
Proclamar novamente a LEITURA Jo 10,11-18
QUE MUNDANÇAS ESSA PALAVRA FAZ EM MIM?
... SILÊNCIO ...
Dirigente: Meu novo olhar é de acolhimento
da Igreja e do Pastor verdadeiro, Jesus Cristo,
para que possa entrar no meu e no coração
das pessoas com quem convivo?
O pastor chama a cada uma pelo nome e elas
conhecem a sua voz, ele as guia, elas o seguem
e fogem dos estranhos. O que tenho feito para
o resgate da dignidade e da vida plena para to-
dos, especialmente para os mais pobres?
Canto: Tua voz me fez refletir,
deixei tudo pra te seguir
nos teus mares eu quero navegar.
Rezar o SALMO 23 (22)
Canto: Tu és meu Pastor ó Senhor!
Nada me faltará se me conduzis!
Em verdes pastagens me faz repousar;
para fontes tranquilas me conduz,
e restaura minhas forças.
Ele me guia por bons caminhos,
por causa do seu nome.
Embora eu caminhe por um vale tenebroso,
nenhum mal temerei, pois junto a mim estás;
teu bastão e teu cajado me deixam tranquilo.
Diante de mim preparas a mesa,
à frente dos meus opressores;
unges minha cabeça com óleo,
e minha taça transborda.
Sim, felicidade e amor me acompanham
todos os dias da minha vida.
Minha morada é a casa do Senhor,
por dias sem fim.
Pai Nosso...
Dirigente: Olhemos agora o nosso pastor,
Cristo; vejamos o seu amor pela humanidade
e a sua doçura para os conduzir à pastagem.
Quem ama Cristo, é aquele que sabe ouvir a
sua voz.
Canto: Pelos prados e campinas verdejantes
eu vou. É o Senhor que me leva a descansar
Junto às fontes de águas puras repousantes
eu vou . Minhas forças o Senhor vai animar
Tu és, Senhor, o meu pastor
Por isso nada em minha vida faltará. (bis)
Nos caminhos mais seguros junto d’Ele eu vou
E pra sempre o Seu nome eu honrarei
Se encontro mil abismos nos caminhos eu vou
Segurança sempre tenho em suas mãos
Ao banquete em sua casa muito alegre eu vou
Um lugar em Sua mesa me preparou
Ele unge minha fronte e me faz ser feliz
E transborda a minha taça em Seu amor
Com alegria e esperança caminhando eu vou
Minha vida está sempre em suas mãos
E na casa do Senhor eu irei habitar
E este canto para sempre irei cantar
EQUIPE DE SUBSÍDIOS - PASTORAL DIOCESANA
Av. Gilberto Dini, 519 – Bom Clima
Guarulhos - SP - Fone: (11) 2408-0403
E-mail: curia@diocesedeguarulhos.org.br
www.diocesedeguarulhos.org.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejum
Dez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejumDez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejum
Dez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejumIasd Jardim Paulista
 
Leitura orante da_palavra[1]
Leitura orante da_palavra[1]Leitura orante da_palavra[1]
Leitura orante da_palavra[1]shirley isesaki
 
Vencendo em tempos de crise 19 07 21
Vencendo em tempos de crise   19 07 21Vencendo em tempos de crise   19 07 21
Vencendo em tempos de crise 19 07 21Alexsandro Silva
 
Jornal Agape nº12 - setembro 2011
Jornal Agape nº12 - setembro 2011Jornal Agape nº12 - setembro 2011
Jornal Agape nº12 - setembro 2011jornalagape
 
Compromisso com Deus comigo
Compromisso com Deus  comigoCompromisso com Deus  comigo
Compromisso com Deus comigosamuel robles
 
Como memorizar versículos da bíblia
Como memorizar versículos da bíbliaComo memorizar versículos da bíblia
Como memorizar versículos da bíbliaDENILSON SANTOS
 
1.oração a respiração da alma- 21.01
1.oração a respiração da alma- 21.011.oração a respiração da alma- 21.01
1.oração a respiração da alma- 21.01Arquiléia Vasconcelos
 
1.como memorizar a bíblia1
1.como memorizar a bíblia11.como memorizar a bíblia1
1.como memorizar a bíblia1Hezir Henrique
 
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6:Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6:Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamentoAmor pela EBD
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEid Marques
 
Mensagens reveladas na palavra de deus 2
Mensagens reveladas na palavra de deus 2Mensagens reveladas na palavra de deus 2
Mensagens reveladas na palavra de deus 2Elvys Marinho
 
Paul y. cho orando com jesus
Paul y. cho   orando com jesusPaul y. cho   orando com jesus
Paul y. cho orando com jesusLuiza Dayana
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaCarlos Allvarenga
 
LIVRO Oração e intimidade com Deus
LIVRO Oração e intimidade com DeusLIVRO Oração e intimidade com Deus
LIVRO Oração e intimidade com DeusEly EspaçoEly
 
David paul yonggi cho o espirito santo meu companheiro
David paul yonggi cho   o espirito santo meu companheiroDavid paul yonggi cho   o espirito santo meu companheiro
David paul yonggi cho o espirito santo meu companheirojeverlu
 
Soluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da VidaSoluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da Vidaprantoniocarlos
 

Mais procurados (20)

Dez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejum
Dez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejumDez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejum
Dez Dias de Oração e Jejum + Dez Horas de Oração e jejum
 
Leitura orante da_palavra[1]
Leitura orante da_palavra[1]Leitura orante da_palavra[1]
Leitura orante da_palavra[1]
 
Compromisso com deus
Compromisso com deusCompromisso com deus
Compromisso com deus
 
Vencendo em tempos de crise 19 07 21
Vencendo em tempos de crise   19 07 21Vencendo em tempos de crise   19 07 21
Vencendo em tempos de crise 19 07 21
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
 
Jornal Agape nº12 - setembro 2011
Jornal Agape nº12 - setembro 2011Jornal Agape nº12 - setembro 2011
Jornal Agape nº12 - setembro 2011
 
Compromisso com Deus comigo
Compromisso com Deus  comigoCompromisso com Deus  comigo
Compromisso com Deus comigo
 
Como memorizar versículos da bíblia
Como memorizar versículos da bíbliaComo memorizar versículos da bíblia
Como memorizar versículos da bíblia
 
1.oração a respiração da alma- 21.01
1.oração a respiração da alma- 21.011.oração a respiração da alma- 21.01
1.oração a respiração da alma- 21.01
 
1.como memorizar a bíblia1
1.como memorizar a bíblia11.como memorizar a bíblia1
1.como memorizar a bíblia1
 
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6:Neemias lidera um genuíno avivamentoLição 6:Neemias lidera um genuíno avivamento
Lição 6: Neemias lidera um genuíno avivamento
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
 
Mensagens reveladas na palavra de deus 2
Mensagens reveladas na palavra de deus 2Mensagens reveladas na palavra de deus 2
Mensagens reveladas na palavra de deus 2
 
Paul y. cho orando com jesus
Paul y. cho   orando com jesusPaul y. cho   orando com jesus
Paul y. cho orando com jesus
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosa
 
32571856 caderno-noite-familiar
32571856 caderno-noite-familiar32571856 caderno-noite-familiar
32571856 caderno-noite-familiar
 
02
0202
02
 
LIVRO Oração e intimidade com Deus
LIVRO Oração e intimidade com DeusLIVRO Oração e intimidade com Deus
LIVRO Oração e intimidade com Deus
 
David paul yonggi cho o espirito santo meu companheiro
David paul yonggi cho   o espirito santo meu companheiroDavid paul yonggi cho   o espirito santo meu companheiro
David paul yonggi cho o espirito santo meu companheiro
 
Soluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da VidaSoluções para os Problemas da Vida
Soluções para os Problemas da Vida
 

Semelhante a Acolhimento e encontro com Deus

3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anunciaIrmão Feliciano Sv
 
Modelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoModelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoLeonardoMoraisJr
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildonsaparecida
 
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoOs Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoRubens José Terra Campos
 
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço   meditação - instrumentalOs pontos concretos de esforço   meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumentalRubens José Terra Campos
 
13219629 beijando-a-face-de-deus
13219629 beijando-a-face-de-deus13219629 beijando-a-face-de-deus
13219629 beijando-a-face-de-deusJOSENY GAVAZZI
 
Lição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptx
Lição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptxLição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptx
Lição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptxAntonio Marcio da Silva
 
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPNovena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPBernadetecebs .
 
2 a. parte espiritualidade retornar a jesus o bom pastor
2 a. parte espiritualidade retornar a jesus   o bom pastor2 a. parte espiritualidade retornar a jesus   o bom pastor
2 a. parte espiritualidade retornar a jesus o bom pastorLiana Plentz
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãobaixarlivros1
 

Semelhante a Acolhimento e encontro com Deus (20)

Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014Hora Santa Vocacional 2014
Hora Santa Vocacional 2014
 
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009Novena ao Padroeiro Santo André 2009
Novena ao Padroeiro Santo André 2009
 
LBJ LIÇÃO 13 - CONSELHOS PARA A VIDA
LBJ LIÇÃO 13 - CONSELHOS PARA A VIDALBJ LIÇÃO 13 - CONSELHOS PARA A VIDA
LBJ LIÇÃO 13 - CONSELHOS PARA A VIDA
 
1º dia um coração que escuta
1º dia um coração que escuta1º dia um coração que escuta
1º dia um coração que escuta
 
3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia3º dia um coração que anuncia
3º dia um coração que anuncia
 
Modelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoModelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criação
 
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe GesildoCelebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
Celebração do Dia da Bíblia - Pe Gesildo
 
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoOs Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
 
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço   meditação - instrumentalOs pontos concretos de esforço   meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
 
13219629 beijando-a-face-de-deus
13219629 beijando-a-face-de-deus13219629 beijando-a-face-de-deus
13219629 beijando-a-face-de-deus
 
Eucaristia - repartir unir
Eucaristia - repartir unirEucaristia - repartir unir
Eucaristia - repartir unir
 
VIA SACRA ENCONTRO 5 150324.pp t
VIA SACRA ENCONTRO 5 150324.pp                       tVIA SACRA ENCONTRO 5 150324.pp                       t
VIA SACRA ENCONTRO 5 150324.pp t
 
Lição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptx
Lição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptxLição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptx
Lição 01 - EBD Ensina-nos a Orar 08-10-2023.pptx
 
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SPNovena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
Novena de Natal 2014 - CEBs - Diocese de São José dos Campos - SP
 
402
402402
402
 
2 a. parte espiritualidade retornar a jesus o bom pastor
2 a. parte espiritualidade retornar a jesus   o bom pastor2 a. parte espiritualidade retornar a jesus   o bom pastor
2 a. parte espiritualidade retornar a jesus o bom pastor
 
Mãos que servem
Mãos que servemMãos que servem
Mãos que servem
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 
15 01 12
15 01 1215 01 12
15 01 12
 
Slides 27 02
Slides 27 02Slides 27 02
Slides 27 02
 

Mais de ParoquiaStaCruz

Folha Diocesana - Julho 2015
Folha Diocesana - Julho 2015Folha Diocesana - Julho 2015
Folha Diocesana - Julho 2015ParoquiaStaCruz
 
Comunicar a familia_completo
Comunicar a familia_completoComunicar a familia_completo
Comunicar a familia_completoParoquiaStaCruz
 
2014 eleições orientações.versão final 1
2014 eleições orientações.versão final 12014 eleições orientações.versão final 1
2014 eleições orientações.versão final 1ParoquiaStaCruz
 
Formação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da PalavraFormação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da PalavraParoquiaStaCruz
 

Mais de ParoquiaStaCruz (10)

Folha Diocesana - Julho 2015
Folha Diocesana - Julho 2015Folha Diocesana - Julho 2015
Folha Diocesana - Julho 2015
 
Panorama economico
Panorama economicoPanorama economico
Panorama economico
 
Comunicar a familia_completo
Comunicar a familia_completoComunicar a familia_completo
Comunicar a familia_completo
 
2014 eleições orientações.versão final 1
2014 eleições orientações.versão final 12014 eleições orientações.versão final 1
2014 eleições orientações.versão final 1
 
Cartilha seu-voto-final
Cartilha seu-voto-finalCartilha seu-voto-final
Cartilha seu-voto-final
 
Fd setembro 2014_baixa
Fd setembro 2014_baixaFd setembro 2014_baixa
Fd setembro 2014_baixa
 
Fd agosto 2014_baixa
Fd agosto 2014_baixaFd agosto 2014_baixa
Fd agosto 2014_baixa
 
Fd julho 2014_baixa
Fd julho 2014_baixaFd julho 2014_baixa
Fd julho 2014_baixa
 
Folha Diocesana - Junho
Folha Diocesana - JunhoFolha Diocesana - Junho
Folha Diocesana - Junho
 
Formação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da PalavraFormação sobre a Celebração da Palavra
Formação sobre a Celebração da Palavra
 

Último

A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............Nelson Pereira
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19PIB Penha
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusVini Master
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaDenisRocha28
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 

Último (12)

A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 199ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
9ª aula - livro de Atos dos apóstolos Cap 18 e 19
 
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos viniciusTaoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
Taoismo (Origem e Taoismo no Brasil) - Carlos vinicius
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 

Acolhimento e encontro com Deus

  • 1.
  • 2. Acolhida e apresentação: Conforme o número de pessoas se propõe um tipo de apresentação. Criar um ambiente aco- lhedor e silencioso desde a apresentação. Canto: Seja bendito quem chega, seja bendi- to quem chega, trazendo paz, trazendo paz, trazendo a paz do Senhor! Em seguida: Canto: A nós descei divina luz, a nós descei divina luz. Em nossas almas acendei o amor, o amor de Jesus. Saudação: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Dirigente: Neste tempo em que muitos expe- rimentam o isolamento, promovido pelo indivi- dualismo e fechamento, sentimos o desafio de descobrir a maravilha de viver juntos, misturar- -nos, encontrar-nos, dar o braço, apoiar-nos, como diz o Papa Francisco. Juntos, podemos descobrir a beleza de trilhar esse caminho! Canto: Importa viver Senhor, unidos no amor, na participação, vivendo em comunhão. RECORDAÇÃO DA VIDA Quais fatos desta semana nos chamaram aten- ção, na família? No bairro? Na cidade? No país? Incentivar a partilha. Dirigente: Todos somos filhos e filhas de Deus. Ele espera que tenhamos um cuidado muito especial com toda criação: homem e mulher, assim como com toda a natureza. Para que a alegria de cada cristão seja reconhecida, somos chamados a dar testemunho de comunhão fra- terna e que todos possam admirar como vos preocupais uns pelos outros, como mutuamen- te se encorajam, se anima e se ajudam. Jesus pediu ao Pai: “Que todos sejam um só.” Canto: Eis-me aqui Senhor, eis-me aqui Se- nhor, prá fazer tua vontade prá viver do teu amor, prá fazer tua vontade, prá viver do teu amor, eis-me aqui Senhor. Dirigente: Somos convidados a mergulhar na Palavra por meio do exercício orante da Lectio Divina ou Leitura Orante da Palavra de Deus. A PALAVRA DE DEUS NOS ILUMINA Dirigente: Deixemos que a Palavra de Deus nos comunique toda a verdade e a alegria que o Senhor quer nos revelar. Canto: Eu vim para escutar, Tua palavra, tua palavra, tua palavra de Amor. O mundo ainda vai viver, tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor. Eu quero entender melhor, tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor. 1º MOMENTO - LEITURA Permanecer no amor de Jesus - Jo 15,9-17 O QUE DIZ O TEXTO? Repetir uma frase, uma palavra. (não é momento de interpretação do texto) Quais as palavras que se repetem no texto? Incentivar a partilha. Canto: Onde reina o Amor, fraterno Amor. Onde reina o amor, Deus ai está. Dirigente: Neste texto, Jesus diz quatro coisas importantíssimas: 1. Faz uma declaração de amor. 2. Faz um convite. 3. Coloca uma condição. 4. Garante algo que o coração de todos nós deseja. Que belíssima declaração de amor faz Jesus a cada um de nós! E nos convida: fiquem unidos a mim pelo amor. PRIMEIRO ENCONTRO LEITURA ORANTE DA PALAVRA DE DEUS ou LECTIO DIVINA Destacamos algumas partes da fala de nosso Bispo Dom Edmilson sobre a Lectio Divina e que tem motivado nossas comu- nidades a conhecer e rezar a partir deste método. Como descobrir na minha vida a im- portância da Palavra de Deus? Não é suficiente ler e estudar a Bíblia. Já dizia S. Jerônimo que “ignorar as Escritu- ras é ignorar a Cristo”. É preciso ter os sentimentos de Jesus. Ele é a plenitude da Revelação de Deus. É preciso SEGUIR JE- SUS, imitar o seu exemplo, participar do seu destino e comprometer-se com ele. Ter a vida de Jesus dentro de si: fruto da fé na ressurreição e da ação do Espírito Santo na própria vida: Ter experiência pessoal da presença do Cristo ressuscitado e uma es- piritualidade de entrega contínua e oração. Este método de Jesus faz-nos ler a Escri- tura de maneira orante. É a chamada “lec- tio divina”, muito vivenciada desde os tem- pos mais antigos da Igreja e que, na Idade Média. A Lectio Divina é um modo, talvez o mais ligado à tradição, de aproximar-se das sagradas escrituras. O QUE PREVER ANTES? Deixar uma mesa ou estante em destaque de onde será proclamada a Palavra de Deus. Os momentos de silêncio devem ser vivi- dos naturalmente, sem a necessidade de dar uma instrução a todo o momento: “va- mos fazer silencio”. Prever com antecedência os leitores e co- mentaristas e outros serviços que se fizer necessário. Antes da leitura, sugerir que todos abram suas bíblias na citação a ser lida. Assim evita movimentação que se tornam ruídos que atrapalham a oração. Será necessário seguir os passos da LEI- TURA ORANTE conforme orientações no próprio encontro incluindo a recordação da vida que vem primeiro. - RECORDAÇÃO DA VIDA Lembrar os principais acontecimentos. - LEITURA O que diz o texto em si. - MEDITAÇÃO O que o texto diz para mim. - ORAÇÃO O que o texto me faz dizer a Deus. - CONTEMPLAÇÃO Olhar a vida com os olhos de Deus.
  • 3. 2º - MOMENTO - MEDITAÇÃO Proclamar novamente a LEITURA Jo 15,9-17 (um pouco mais devagar que a primeira vez) O QUE ESTA PALAVRA DIZ PRA MIM? ... SILÊNCIO ... Incentivar a partilha. Dirigente: Quando falamos com Deus, geral- mente apresentamos a Ele uma lista de preocu- pações e súplicas. Mas, neste momento vamos procurar ouvir, no silêncio do nosso coração, o que ele quer nos falar por meio da sua Palavra de amor e de vida. Canto: Onde reina amor, fraterno amor Onde reina amor, Deus aí está. 3º - MOMENTO - ORAÇÃO Proclamar novamente a LEITURA Jo 15,9-17 O QUE O TEXTO ME LEVA A DIZER A DEUS? ... SILÊNCIO ... Momento de falar com Deus. Dirigente: A leitura e meditação da palavra de Deus se transformam em um encontro mais direto, íntimo e pessoal com Deus. Entramos em diálogo, em comunhão amorosa com Deus. Respondemos a Deus, pedimos que nos ajude a praticar o que a sua Palavra nos pede. O tex- to bíblico e a realidade de hoje nos motivam a rezar. Cada um apresente, em voz alta, uma oração breve, pessoal e espontânea e, que brote dos nossos sentimentos mais profundos. Que seja nossa oração um diálogo direto com o Senhor, uma conversa olho no olho, com respeito e amor sincero. Após algumas orações cantar: Eis-me aqui Senhor, eis-me aqui Senhor, prá fazer tua vontade prá viver do teu amor, prá fazer tua vontade, prá viver do teu amor, eis-me aqui Senhor. 4º MOMENTO - CONTEMPLAÇÃO Proclamar novamente a LEITURA Jo 15,9-17 QUE MUNDANÇAS ESSA PALAVRA FAZ EM MIM? ... SILÊNCIO ... Incentivar a partilha. Canto: Por onde formos também nós, que brilhe a tua luz. Fala Senhor na nossa voz, em nossa vida. Nosso caminho então conduz, queremos ser assim, que o pão da vida nos revigore no nosso SIM. Rezar o Salmo 119. Leitor 1: Felizes os íntegros em seu caminho, os que andam conforme a vontade de Javé. Felizes os que guardam os seus testemunhos, procurando-o de todo o coração, aqueles que andam no caminho dele, sem praticar a injustiça! Leitor 2: Tu promulgaste os teus preceitos para serem observados à risca. Que os meus caminhos sejam firmes, para que eu observe os teus estatutos. Então eu não sentirei vergonha, ao considerar os teus mandamentos todos. Leitor 3: Eu te celebrarei de coração reto, aprendendo tuas justas normas. Vou observar os teus estatutos, não me abandones nunca. Dirigente: Como podemos nos conservar pu- ros no caminho? Observando a tua palavra buscamos de todo coração que não nos afas- temos de teus mandamentos. Pai Nosso... Oração: Senhor Jesus, agradecido (a) por ter sido escolhido(a) e enviado(a) por ti, quero entregar-me totalmente à missão que me con- fiaste e para isso pedimos que renove nosso coração e que cada encontro contigo, nos ani- me, para espalhar a alegria e o amor que nos revelaste. Por Cristo nosso Senhor, na unidade com o Espírito Santo. Amém. Canto: Deus chama a gente pra um momento novo, pra caminhar junto com seu povo É hora de transformar o que não dá mais, sozinho isolado ninguém é capaz Por isso vem entra na roda com a gente também Você é muito importante, por isso vem (bis) vem. Não é possível crer que tudo é fácil Há muita força que produz a morte Gerando dor, tristeza e desolação É necessário unir o cordão. Acolhida e apresentação: Conforme o numero de pessoas se propõe um tipo de apresentação Criar um ambiente acolhedor e silencioso des- de a apresentação. Canto: Seja bendito quem chega, seja bendi- to quem chega, trazendo paz, trazendo paz, trazendo a paz do Senhor! Em seguida: Canto: A nós descei divina luz, a nós descei divina luz. Em nossas almas acendei o amor, o amor de Jesus. Saudação: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Dirigente: Neste tempo em que a vida é tão menosprezada, Jesus nos acolhe. É preciso passar por Jesus para viver em plenitude. Canto: Te amarei Senhor, te amarei Senhor! Eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti (bis) RECORDAÇÃO DA VIDA Quais fatos desta semana nos chamaram aten- ção, na família? No bairro? Na cidade? No país? Incentivar a partilha. SEGUNDO ENCONTRO
  • 4. Dirigente: O bom Pastor dá a vida por suas ovelhas. A relação que Jesus estabelece co- nosco é como um prolongamento de sua rela- ção com o Pai. Canto: Tu és meu Pastor ó Senhor! Nada me faltará se me conduzis! A PALAVRA DE DEUS NOS ILUMINA Dirigente: Deixemos que a Palavra de Deus nos comunique toda a verdade e a alegria que o Senhor quer nos revelar. Canto: Eu vim para escutar, Tua palavra, tua palavra, tua palavra de Amor O mundo ainda vai viver, tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor. Eu quero entender melhor, tua palavra, tua palavra, tua palavra de amor. 1º MOMENTO - LEITURA Jesus, o Bom Pastor - Jo 10,11-18 O QUE DIZ O TEXTO? Repetir uma frase, uma palavra. (não é momento de interpretação do texto) Quais as palavras que se repetem no texto? Incentivar a partilha. Dirigente: Neste Evangelho Jesus se insere na corrente dos profetas que denunciam os fal- sos pastores e anunciam para Israel um Pas- tor segundo o coração de Deus, compassivo, misericordioso. A relação que Deus estabelece conosco é como um prolongamento de sua relação com o Pai. Por causa dessa relação tão estreita, selada com amor profundo, que o Bom Pastor oferece livremente a sua vida em favor de suas ovelhas. 2º - MOMENTO - MEDITAÇÃO Proclamar novamente a LEITURA - Jo 10,11-18 (um pouco mais devagar que a primeira vez) O QUE ESTA PALAVRA DIZ PRA MIM? ... SILÊNCIO ... Incentivar a partilha. Dirigente: Para compreender a importância que tem na Bíblia o tema do pastor, há que se remontar à história. Os beduínos do deserto dão-nos hoje uma ideia da que foi, em um tem- po passado, a vida das tribos de Israel. Nesta sociedade, a relação entre pastor e rebanho não é só de tipo econômico, baseada no inte- resse. Desenvolve-se uma relação quase pes- soal entre o pastor e o rebanho. Passam dias e dias juntos em lugares solitários, sem ninguém mais ao redor. O pastor acaba conhecendo tudo de cada ovelha; a ovelha reconhece e dis- tingue entre todas as vozes a voz do pastor, que frequentemente fala com as ovelhas. Isto explica por que Deus serviu-se deste símbolo para expressar sua relação com a humanidade. Canto: O Senhor me chamou e eu respondi eis-me aqui. O Senhor me chamou e eu res- pondi eis-me aqui Senhor! 3º - MOMENTO - ORAÇÃO Proclamar novamente a LEITURA Jo 10,11-18 O QUE O TEXTO ME LEVA A DIZER A DEUS? ... SILÊNCIO ... Momento de falar com Deus. Dirigente: Jesus é o Pastor segundo o cora- ção de Deus, Pastor compassivo e misericor- dioso que conduz e protege as suas ovelhas. Não somente isso, mas Jesus é o Bom Pastor porque entrega livremente a própria vida em fa- vor de suas ovelhas. Vamos abrir o coração e apresentar nossa resposta a Deus em forma de prece. Intercalar as preces com o refrão: Canto: Sou Bom Pastor, ovelhas guardarei, não tenho outro oficio nem terei. Quantas vi- das eu tiver eu lhes darei 4º MOMENTO - CONTEMPLAÇÃO Proclamar novamente a LEITURA Jo 10,11-18 QUE MUNDANÇAS ESSA PALAVRA FAZ EM MIM? ... SILÊNCIO ... Dirigente: Meu novo olhar é de acolhimento da Igreja e do Pastor verdadeiro, Jesus Cristo, para que possa entrar no meu e no coração das pessoas com quem convivo? O pastor chama a cada uma pelo nome e elas conhecem a sua voz, ele as guia, elas o seguem e fogem dos estranhos. O que tenho feito para o resgate da dignidade e da vida plena para to- dos, especialmente para os mais pobres? Canto: Tua voz me fez refletir, deixei tudo pra te seguir nos teus mares eu quero navegar. Rezar o SALMO 23 (22) Canto: Tu és meu Pastor ó Senhor! Nada me faltará se me conduzis! Em verdes pastagens me faz repousar; para fontes tranquilas me conduz, e restaura minhas forças. Ele me guia por bons caminhos, por causa do seu nome. Embora eu caminhe por um vale tenebroso, nenhum mal temerei, pois junto a mim estás; teu bastão e teu cajado me deixam tranquilo. Diante de mim preparas a mesa, à frente dos meus opressores; unges minha cabeça com óleo, e minha taça transborda. Sim, felicidade e amor me acompanham todos os dias da minha vida. Minha morada é a casa do Senhor, por dias sem fim. Pai Nosso... Dirigente: Olhemos agora o nosso pastor, Cristo; vejamos o seu amor pela humanidade e a sua doçura para os conduzir à pastagem. Quem ama Cristo, é aquele que sabe ouvir a sua voz. Canto: Pelos prados e campinas verdejantes eu vou. É o Senhor que me leva a descansar Junto às fontes de águas puras repousantes eu vou . Minhas forças o Senhor vai animar Tu és, Senhor, o meu pastor Por isso nada em minha vida faltará. (bis) Nos caminhos mais seguros junto d’Ele eu vou E pra sempre o Seu nome eu honrarei Se encontro mil abismos nos caminhos eu vou Segurança sempre tenho em suas mãos Ao banquete em sua casa muito alegre eu vou Um lugar em Sua mesa me preparou Ele unge minha fronte e me faz ser feliz E transborda a minha taça em Seu amor Com alegria e esperança caminhando eu vou Minha vida está sempre em suas mãos E na casa do Senhor eu irei habitar E este canto para sempre irei cantar EQUIPE DE SUBSÍDIOS - PASTORAL DIOCESANA Av. Gilberto Dini, 519 – Bom Clima Guarulhos - SP - Fone: (11) 2408-0403 E-mail: curia@diocesedeguarulhos.org.br www.diocesedeguarulhos.org.br