SlideShare uma empresa Scribd logo
Instalação e configuração de Sistemas Operacionais de Redes




   Comandos
   Linux


                                         Profª Ivani Nascimento
Apresentação


      Em linha de comando, o Linux oferece uma grande variedade
  de comandos a serem usados.
       Os comandos em GNU/Linux (ou Unix) possuem algumas
   características particulares. Eles podem ser controlados por opções
   e devem ser digitados em letras minúsculas.
    No mundo *NIX (Unix ou Linux), o conceito de comandos é
diferente do padrão MS-DOS.
    Um comando é qualquer arquivo executável, podendo ou não ser
criado por você
cd

Utilizado para mudar o diretório atual de onde o usuário está.
Exemplos:
•  Ir para o diretório home do usuário logado:
     # cd
     # cd ~


•   Ir para o início da árvore de diretórios, ou seja, o diretório / :
      # cd /
cd


•   Ir para um diretório específico:
        # cd /etc


• Sobe um nível na árvore de diretórios:
     # cd ..


• Retorna ao diretório anterior:
    # cd –
pwd

O comando pwd exibe o diretório corrente. Ele é muito útil quando
estamos navegando pelo sistema e não lembramos qual o diretório
atual.
 Exemplo:


   # pwd
   /etc


No exemplo acima, após digitar o comando, retornou o PATH
  (caminho completo) do diretório atual em que o usuário se
  encontra.
ls
O comando ls é utilizado para listar o conteúdo dos diretórios. Se não
   for especificado nenhum diretório, ele irá mostrar o conteúdo do
   diretório onde você está no momento.
Exemplos:
•   Lista arquivos com detalhes (quem criou, data, tamanho, etc):
    # ls -l
•   Lista arquivos de forma recursiva:
    # ls -R
•   Lista todos arquivos, inclusive os ocultos:
    # ls -a


Obs.: No Linux, arquivos e diretórios ocultos são iniciados por um . (ponto).
cp
O comando cp copia arquivos e diretórios. A sintaxe desse comando é:
   cp origem destino
Exemplos:
•Copia o arquivo texto.txt para teste.txt:
   # cp texto.txt teste.txt
•Copia o arquivo texto.txt para o diretório /tmp:
   # cp texto.txt /tmp
•Copia o diretório teste para o diretório /tmp:
   # cp –r teste /tmp
mv
O comando mv é utilizado para mover arquivos e/ou diretórios; ele
também é utilizado para renomear arquivos e/ou diretórios.
A sintaxe desse comando é:
   mv origem destino
Exemplos:
•Mover o arquivo texto.txt para o diretório /root:
   # mv texto.txt /root/
•Renomeia o arquivo texto.txt para novo.txt:
   # mv texto.txt novo.txt
touch
O comando touch muda a data e hora que um arquivo foi criado. Caso
seja usado com arquivos que não existam, por padrão, os arquivos
serão criados vazios.
Exemplos:
•Cria o arquivo chamado exemplo.txt
   # touch exemplo.txt
   # ls -l exemplo.txt
   -rw-rw-r-- 1 ivani ivani 0 2007-01-09 17:17 exemplo.txt
touch
•Muda a data e hora em que o arquivo exemplo foi criado para
01/01/2006, 18:00 horas:
   # touch -t 200601011800 exemplo.txt
   # ls -l exemplo.txt
   -rw-rw-r-- 1 ivani ivani 0 2006-01-01 18:00 exemplo.txt

A opção -t irá utilizar a data e hora especificada no formato
AnoMêsDiaHoraMinuto.
mkdir
O comando mkdir é utilizado para criar um diretório no sistema. Um
diretório é como uma pasta onde você guarda seus arquivos.
Exemplo:
•Criar o diretório aulas:
   # mkdir aulas
•Criar o diretório linux e o subdiretório alunos:
   # mkdir -p aulas/linux
A opção -p irá criar o diretório aulas e o subdiretório linux caso não
existam.
rm
O comando rm é utilizado para apagar arquivos, diretórios e
subdiretórios que estejam vazios ou que contenham arquivos.
Exemplos:
•Remove o arquivo teste.txt
   # rm teste.txt
•Remove o arquivo ivani.txt pedindo confirmação:
   # rm -i ivani.txt
   rm: remove arquivo comum `ivani.txt'? Y
A opção -i solicita a confirmação para remover o arquivo ivani.txt.
rm
•Remove o diretório projetos:
   # rm -r projetos


A opção -r é recursivo, ou seja, irá remover o diretório teste e o seu
conteúdo.
Observação:
Muita atenção ao usar o comando rm!
Uma vez que os arquivos e diretórios são removidos não podem mais
ser recuperados!
cat
Exibe o conteúdo de um arquivo e também pode ser usado para
concatenar dois arquivos.
Exemplos:
•Exibe o conteúdo do arquivo autor.txt:
   # cat autor.txt
   O criador do Linux chama-se Linus Torvalds.
•Concatena o conteúdo do arquivo autor.txt no arquivo linux.txt:
   # cat autor.txt > linux.txt
•Acrescenta o conteúdo do arquivo linus.txt no arquivo autor.txt:
   # cat linus.txt >> autor.txt
more
O comando more assim como o cat, serve para ver o conteúdo de um
arquivo que é geralmente, texto. A diferença entre o more e o cat é
que o more faz uma pausa a cada tela cheia exibindo uma mensagem
"--More--", dando oportunidade do usuário ler a tela.
Exemplo:
•Visualizar o conteúdo do arquivo /etc/inittab:
    # more /etc/inittab
Observação:
Para paginar a tela, basta teclar “enter” para trocar a página, ou “espaço”
para paginar linha a linha.
less
O comando less, assim como o more, é um paginador e possui as
mesmas funcionalidades que more e mais algumas outras, como a
possibilidade de rolar a tela para cima e para o lado utilizando as setas
de navegação do teclado.
Exemplo:
•Visualiza o conteúdo do arquivo /etc/inittab:
   # less /etc/inittab
head
O comando head é utilizado para mostrar as primeiras linhas de um
arquivo. Se não for especificado a quantidade de linhas, será mostrado
as dez primeiras linhas.
Exemplos:
•Visualiza as dez primeiras (padrão) linhas do arquivo /etc/passwd:
   # head /etc/passwd
•Visualiza as cinco primeiras linhas do arquivo /etc/passwd:
   # head -5 /etc/passwd
tail
O comando tail é utilizado para mostrar as últimas linhas de um
arquivo. Se não for especificado a quantidade de linhas, será mostrado
as dez últimas linhas.
Exemplos:
•Visualiza as dez últimas linhas (padrão) do arquivo /etc/passwd:
   # tail /etc/passwd
•Visualiza as cinco últimas linhas do arquivo /etc/passwd:
   # tail -5 /etc/passwd
wc
Utilizado para contar caracteres, palavras e/ou linhas.
Exemplos:
•Conta linhas, palavras e caracteres do arquivo /etc/passwd:
       # wc /etc/passwd
       39     52 1835 /etc/passwd
•Conta somente as linhas do arquivo /etc/passwd:
       # wc -l /etc/passwd
       39 /etc/passwd
wc
•Conta somente as palavras do arquivo /etc/passwd:
   # wc -w /etc/passwd
   52 /etc/passwd


•Conta somente os caracteres do arquivo /etc/passwd:
   # wc -c /etc/passwd
   1835 /etc/passwd
sort
O comando sort organiza as linhas de um arquivo texto.
Exemplos:
•Organiza o arquivo /etc/passwd em ordem crescente:
   # sort /etc/passwd


•Organiza o arquivo /etc/passwd em ordem decrescente:
   # sort -r /etc/passwd
cut
O comando cut é a “tesoura” do linux; ele é utilizado para “cortar”
campos ou pedaços de dados de arquivos.
Exemplo:
•Visualizar     somente o primeiro campo (usuários) do arquivo
/etc/passwd:
    # cut -d : -f 1 /etc/passwd
Onde:
-d informa para o cut qual será o separador (delimitador) de campos do arquivo; no
nosso exemplo, é o ":" (dois pontos).
-f especifica os campos (fields) que desejamos cortar.
find
O comando find é utilizado para procurar arquivos no disco rígido.
Exemplos:
•Localiza o arquivo inittab:
   # find / -name inittab

•Localiza no diretório /root os arquivos do usuário root:
   # find /root -user root
locate
O comando locate é utilizado para procurar arquivos no disco rígido a
partir de um banco de dados.
Esse banco de dados deve ser atualizado regularmente com o
comando updatedb (executado pelo administrador do sistema, root).
Exemplos:
•Atualiza o banco de dados do comando locate:
   # updatedb
•Localiza o arquivo inittab:
   # locate inittab
grep
O comando grep é utilizado para encontrar arquivos baseando-se em
seu conteúdo. Isso quer dizer que ele identifica arquivos que possuam
linhas com uma expressão especificada.
Exemplos:
•Localiza a palavra “root” dentro do arquivo /etc/passwd:
   # grep root /etc/passwd
   root:x:0:0:root:/root:/bin/bash
grep
•Localiza a palavra "ivani" dentro de /etc/passwd ignorando letras
maiúsculas e minúsculas:
   # grep -i ivani /etc/passwd
   inascimento:x:1000:1000:Ivani
   Nascimento,,21215854,:/home/inascimento:/bin/bash
Referências


MORIMOTO, Carlos E.. Linux, guia prático. Porto
  Alegre: Sul Editores, 2009.
FERREIRA, Rubem E.. Linux: guia do administrador
  do sistema. São Paulo: Novatec, 2008.
MOTA FILHO, João Eriberto. Descobrindo o Linux:
  entenda o sistema operacional GNU/linux. São
  Paulo: Novatec, 2007.
Referências


• RIBEIRO, Uirá, Certificação Linux, 1ª Ed, Rio de
    Janeiro, Axcel Books, 2004.
•   Certificação Linux LPI- Nível 1 Exames 101 e 102.
    Vários, 1ª Ed, São Paulo, Alta Books.
•   NORTON, Peter; GRIFFITH, Arthur. Guia
    Completo do Linux. Tradução Sérgio Facchim –
    Complete Guide to Linux. São Paulo, Berkeley,
    2000.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redesRedes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Mauro Pereira
 
Linux Como Tudo Começou
Linux Como Tudo ComeçouLinux Como Tudo Começou
Linux Como Tudo Começou
guestaa94fe
 
Comandos do linux
Comandos do linuxComandos do linux
Comandos do linux
PeslPinguim
 
Linguagem SQL
Linguagem SQLLinguagem SQL
Linguagem SQL
André Nobre
 
Sistema operativo servidor
Sistema operativo servidorSistema operativo servidor
Sistema operativo servidor
Sandu Postolachi
 
Redes 4 endereçamento
Redes 4 endereçamentoRedes 4 endereçamento
Redes 4 endereçamento
Mauro Pereira
 
Introdução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresIntrodução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de Computadores
Mauro Pereira
 
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdfMódulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
FChico2
 
Segurança de Rede
Segurança de RedeSegurança de Rede
Segurança de Rede
Edson Nascimento dos Santos
 
Administração de servidores Linux
Administração de servidores LinuxAdministração de servidores Linux
Administração de servidores Linux
João Sá
 
222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores
222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores
222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores
Marco Guimarães
 
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus JanuáriaLista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Suzana Viana Mota
 
Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01
thomasdacosta
 
1ª aula sistema operacional
1ª aula  sistema operacional1ª aula  sistema operacional
1ª aula sistema operacional
João Freire Abramowicz
 
Linux
LinuxLinux
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
Daniel Moura
 
Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.
Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.
Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.
Filipo Mór
 
Sistema Operativo WINDOWS
Sistema Operativo WINDOWSSistema Operativo WINDOWS
Sistema Operativo WINDOWS
Daniel Barros
 
SO-04 Escalonamento de Processos
SO-04 Escalonamento de ProcessosSO-04 Escalonamento de Processos
SO-04 Escalonamento de Processos
Eduardo Nicola F. Zagari
 
Protocolo SNMP
Protocolo SNMPProtocolo SNMP
Protocolo SNMP
André Nobre
 

Mais procurados (20)

Redes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redesRedes 2 padronização e arquitetura de redes
Redes 2 padronização e arquitetura de redes
 
Linux Como Tudo Começou
Linux Como Tudo ComeçouLinux Como Tudo Começou
Linux Como Tudo Começou
 
Comandos do linux
Comandos do linuxComandos do linux
Comandos do linux
 
Linguagem SQL
Linguagem SQLLinguagem SQL
Linguagem SQL
 
Sistema operativo servidor
Sistema operativo servidorSistema operativo servidor
Sistema operativo servidor
 
Redes 4 endereçamento
Redes 4 endereçamentoRedes 4 endereçamento
Redes 4 endereçamento
 
Introdução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de ComputadoresIntrodução à Arquitetura de Computadores
Introdução à Arquitetura de Computadores
 
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdfMódulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
Módulo 3-Sistema Operativo Servidor - V3.pdf
 
Segurança de Rede
Segurança de RedeSegurança de Rede
Segurança de Rede
 
Administração de servidores Linux
Administração de servidores LinuxAdministração de servidores Linux
Administração de servidores Linux
 
222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores
222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores
222097384 aulas-de-rede-tipos-de-servidores
 
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus JanuáriaLista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
Lista de Exerícios - Manutenção e Redes de Computadores IFNMG - Campus Januária
 
Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01Redes de Computadores - Aula 01
Redes de Computadores - Aula 01
 
1ª aula sistema operacional
1ª aula  sistema operacional1ª aula  sistema operacional
1ª aula sistema operacional
 
Linux
LinuxLinux
Linux
 
Aula 04 arquitetura de computadores
Aula 04   arquitetura de computadoresAula 04   arquitetura de computadores
Aula 04 arquitetura de computadores
 
Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.
Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.
Aula 3 - Redes de Computadores A - Administração da Internet. Modelo TCP/IP.
 
Sistema Operativo WINDOWS
Sistema Operativo WINDOWSSistema Operativo WINDOWS
Sistema Operativo WINDOWS
 
SO-04 Escalonamento de Processos
SO-04 Escalonamento de ProcessosSO-04 Escalonamento de Processos
SO-04 Escalonamento de Processos
 
Protocolo SNMP
Protocolo SNMPProtocolo SNMP
Protocolo SNMP
 

Destaque

Estrutura de diretorios
Estrutura de diretoriosEstrutura de diretorios
Estrutura de diretorios
Ivani Nascimento
 
Personalizando o ambiente do usuário
Personalizando o ambiente do usuárioPersonalizando o ambiente do usuário
Personalizando o ambiente do usuário
Ivani Nascimento
 
Editor de texto VI
Editor de texto VIEditor de texto VI
Editor de texto VI
Ivani Nascimento
 
Sistemas de arquivos
Sistemas de arquivosSistemas de arquivos
Sistemas de arquivos
Ivani Nascimento
 
Dispositivos de Bloco
Dispositivos de BlocoDispositivos de Bloco
Dispositivos de Bloco
Ivani Nascimento
 
Operadores de redirecionamento
Operadores de redirecionamentoOperadores de redirecionamento
Operadores de redirecionamento
Ivani Nascimento
 
Obtendo ajuda no Linux
Obtendo ajuda no LinuxObtendo ajuda no Linux
Obtendo ajuda no Linux
Ivani Nascimento
 
Avaliação das distribuições Linux
Avaliação das distribuições LinuxAvaliação das distribuições Linux
Avaliação das distribuições Linux
Mauro Tapajós
 
Aula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de LinuxAula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de Linux
Rogério Cardoso
 
Servidores linux
Servidores linuxServidores linux
Servidores linux
Marcelo Gomes
 
ESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no Linux
ESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no LinuxESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no Linux
ESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no Linux
Jorge Pereira
 
Trabalho Linux
Trabalho LinuxTrabalho Linux
Trabalho Linux
guest07abb3
 
Minicurso linux
Minicurso linuxMinicurso linux
Minicurso linux
Reginaldo de Matias
 
Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015
Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015
Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015
André Curvello
 
Aprendi Python, e agora?
Aprendi Python, e agora?Aprendi Python, e agora?
Aprendi Python, e agora?
Julio Cesar Eiras Melanda
 
Galileu o julgamento de judas
Galileu o julgamento de judasGalileu o julgamento de judas
Galileu o julgamento de judas
Ignácio Do Carmo Brasil
 
Arquivos de Inicialização do Linux
Arquivos de Inicialização do LinuxArquivos de Inicialização do Linux
Arquivos de Inicialização do Linux
Ivani Nascimento
 
Plataformas Gráficas do Linux
Plataformas Gráficas do LinuxPlataformas Gráficas do Linux
Plataformas Gráficas do Linux
Ranieri Trecha
 
Mapa mental linux
Mapa mental linuxMapa mental linux
Mapa mental linux
Frangelys Perez
 
1112 agile approach to pci dss development
1112 agile approach to pci dss development1112 agile approach to pci dss development
1112 agile approach to pci dss development
bezpiecznik
 

Destaque (20)

Estrutura de diretorios
Estrutura de diretoriosEstrutura de diretorios
Estrutura de diretorios
 
Personalizando o ambiente do usuário
Personalizando o ambiente do usuárioPersonalizando o ambiente do usuário
Personalizando o ambiente do usuário
 
Editor de texto VI
Editor de texto VIEditor de texto VI
Editor de texto VI
 
Sistemas de arquivos
Sistemas de arquivosSistemas de arquivos
Sistemas de arquivos
 
Dispositivos de Bloco
Dispositivos de BlocoDispositivos de Bloco
Dispositivos de Bloco
 
Operadores de redirecionamento
Operadores de redirecionamentoOperadores de redirecionamento
Operadores de redirecionamento
 
Obtendo ajuda no Linux
Obtendo ajuda no LinuxObtendo ajuda no Linux
Obtendo ajuda no Linux
 
Avaliação das distribuições Linux
Avaliação das distribuições LinuxAvaliação das distribuições Linux
Avaliação das distribuições Linux
 
Aula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de LinuxAula 1 Mini Curso de Linux
Aula 1 Mini Curso de Linux
 
Servidores linux
Servidores linuxServidores linux
Servidores linux
 
ESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no Linux
ESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no LinuxESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no Linux
ESLPE 2008 - Desenvolvendo aplicações no Linux
 
Trabalho Linux
Trabalho LinuxTrabalho Linux
Trabalho Linux
 
Minicurso linux
Minicurso linuxMinicurso linux
Minicurso linux
 
Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015
Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015
Aplicações multicore com Linux Embarcado usando Raspberry Pi 2 - TDC2015
 
Aprendi Python, e agora?
Aprendi Python, e agora?Aprendi Python, e agora?
Aprendi Python, e agora?
 
Galileu o julgamento de judas
Galileu o julgamento de judasGalileu o julgamento de judas
Galileu o julgamento de judas
 
Arquivos de Inicialização do Linux
Arquivos de Inicialização do LinuxArquivos de Inicialização do Linux
Arquivos de Inicialização do Linux
 
Plataformas Gráficas do Linux
Plataformas Gráficas do LinuxPlataformas Gráficas do Linux
Plataformas Gráficas do Linux
 
Mapa mental linux
Mapa mental linuxMapa mental linux
Mapa mental linux
 
1112 agile approach to pci dss development
1112 agile approach to pci dss development1112 agile approach to pci dss development
1112 agile approach to pci dss development
 

Semelhante a Comandos linux

Aula 10 semana
Aula 10 semanaAula 10 semana
Aula 10 semana
Jorge Ávila Miranda
 
Comandos, Permissões e Partições Linux
Comandos, Permissões e Partições LinuxComandos, Permissões e Partições Linux
Comandos, Permissões e Partições Linux
Virgínia
 
Aula 10 semana
Aula 10 semanaAula 10 semana
Aula 10 semana
Jorge Ávila Miranda
 
Comandos Linux
Comandos LinuxComandos Linux
Comandos Linux
lol
 
Aula 06 comandos linux
Aula 06   comandos linuxAula 06   comandos linux
Aula 06 comandos linux
Aparicio Junior
 
Comandos do linux
Comandos do linuxComandos do linux
Comandos do linux
Jussara Novaes
 
Comandos linux
Comandos linuxComandos linux
Comandos linux
Wesley Germano Otávio
 
Apostila comandos unix
Apostila   comandos unixApostila   comandos unix
Apostila comandos unix
gravetim
 
Comandos Unix
Comandos UnixComandos Unix
Comandos Unix
heversonbezerra
 
Comandos Linux Parte 1
Comandos Linux Parte 1Comandos Linux Parte 1
Comandos Linux Parte 1
Wellington Oliveira
 
Introdução ao Linux
Introdução ao LinuxIntrodução ao Linux
Introdução ao Linux
TzveDyor
 
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de Arquivos
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de ArquivosSistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de Arquivos
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de Arquivos
Luiz Arthur
 
Apostila(1)
Apostila(1)Apostila(1)
Apostila(1)
João moreira
 
Minicurso Comando Básicos
Minicurso Comando BásicosMinicurso Comando Básicos
Minicurso Comando Básicos
tonbada
 
Apostila de comandos linux resumidos (universidade católica de brasília)
Apostila de comandos linux   resumidos (universidade católica de brasília)Apostila de comandos linux   resumidos (universidade católica de brasília)
Apostila de comandos linux resumidos (universidade católica de brasília)
SENAC RIO
 
Aula 11 semana
Aula 11 semanaAula 11 semana
Aula 11 semana
Jorge Ávila Miranda
 
SAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses CodeSAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses Code
George Franca
 
SAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses CodeSAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses Code
George Franca
 
SAC - Aula 1
SAC - Aula 1SAC - Aula 1
SAC - Aula 1
George Franca
 
Comandos linux
Comandos linux Comandos linux
Comandos linux
Erivan Cledson
 

Semelhante a Comandos linux (20)

Aula 10 semana
Aula 10 semanaAula 10 semana
Aula 10 semana
 
Comandos, Permissões e Partições Linux
Comandos, Permissões e Partições LinuxComandos, Permissões e Partições Linux
Comandos, Permissões e Partições Linux
 
Aula 10 semana
Aula 10 semanaAula 10 semana
Aula 10 semana
 
Comandos Linux
Comandos LinuxComandos Linux
Comandos Linux
 
Aula 06 comandos linux
Aula 06   comandos linuxAula 06   comandos linux
Aula 06 comandos linux
 
Comandos do linux
Comandos do linuxComandos do linux
Comandos do linux
 
Comandos linux
Comandos linuxComandos linux
Comandos linux
 
Apostila comandos unix
Apostila   comandos unixApostila   comandos unix
Apostila comandos unix
 
Comandos Unix
Comandos UnixComandos Unix
Comandos Unix
 
Comandos Linux Parte 1
Comandos Linux Parte 1Comandos Linux Parte 1
Comandos Linux Parte 1
 
Introdução ao Linux
Introdução ao LinuxIntrodução ao Linux
Introdução ao Linux
 
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de Arquivos
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de ArquivosSistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de Arquivos
Sistemas Operacionais - Gnu/Linux Gerenciamento de Arquivos
 
Apostila(1)
Apostila(1)Apostila(1)
Apostila(1)
 
Minicurso Comando Básicos
Minicurso Comando BásicosMinicurso Comando Básicos
Minicurso Comando Básicos
 
Apostila de comandos linux resumidos (universidade católica de brasília)
Apostila de comandos linux   resumidos (universidade católica de brasília)Apostila de comandos linux   resumidos (universidade católica de brasília)
Apostila de comandos linux resumidos (universidade católica de brasília)
 
Aula 11 semana
Aula 11 semanaAula 11 semana
Aula 11 semana
 
SAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses CodeSAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses Code
 
SAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses CodeSAC - Seismic Analyses Code
SAC - Seismic Analyses Code
 
SAC - Aula 1
SAC - Aula 1SAC - Aula 1
SAC - Aula 1
 
Comandos linux
Comandos linux Comandos linux
Comandos linux
 

Último

se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústriaAula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
zetec10
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimizaçãoApresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
snerdct
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 

Último (6)

se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústriaAula combustiveis mais utilizados na indústria
Aula combustiveis mais utilizados na indústria
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimizaçãoApresentação sobre Deep Web e anonimização
Apresentação sobre Deep Web e anonimização
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 

Comandos linux

  • 1. Instalação e configuração de Sistemas Operacionais de Redes Comandos Linux Profª Ivani Nascimento
  • 2. Apresentação Em linha de comando, o Linux oferece uma grande variedade de comandos a serem usados. Os comandos em GNU/Linux (ou Unix) possuem algumas características particulares. Eles podem ser controlados por opções e devem ser digitados em letras minúsculas. No mundo *NIX (Unix ou Linux), o conceito de comandos é diferente do padrão MS-DOS. Um comando é qualquer arquivo executável, podendo ou não ser criado por você
  • 3. cd Utilizado para mudar o diretório atual de onde o usuário está. Exemplos: • Ir para o diretório home do usuário logado: # cd # cd ~ • Ir para o início da árvore de diretórios, ou seja, o diretório / : # cd /
  • 4. cd • Ir para um diretório específico: # cd /etc • Sobe um nível na árvore de diretórios: # cd .. • Retorna ao diretório anterior: # cd –
  • 5. pwd O comando pwd exibe o diretório corrente. Ele é muito útil quando estamos navegando pelo sistema e não lembramos qual o diretório atual. Exemplo: # pwd /etc No exemplo acima, após digitar o comando, retornou o PATH (caminho completo) do diretório atual em que o usuário se encontra.
  • 6. ls O comando ls é utilizado para listar o conteúdo dos diretórios. Se não for especificado nenhum diretório, ele irá mostrar o conteúdo do diretório onde você está no momento. Exemplos: • Lista arquivos com detalhes (quem criou, data, tamanho, etc): # ls -l • Lista arquivos de forma recursiva: # ls -R • Lista todos arquivos, inclusive os ocultos: # ls -a Obs.: No Linux, arquivos e diretórios ocultos são iniciados por um . (ponto).
  • 7. cp O comando cp copia arquivos e diretórios. A sintaxe desse comando é: cp origem destino Exemplos: •Copia o arquivo texto.txt para teste.txt: # cp texto.txt teste.txt •Copia o arquivo texto.txt para o diretório /tmp: # cp texto.txt /tmp •Copia o diretório teste para o diretório /tmp: # cp –r teste /tmp
  • 8. mv O comando mv é utilizado para mover arquivos e/ou diretórios; ele também é utilizado para renomear arquivos e/ou diretórios. A sintaxe desse comando é: mv origem destino Exemplos: •Mover o arquivo texto.txt para o diretório /root: # mv texto.txt /root/ •Renomeia o arquivo texto.txt para novo.txt: # mv texto.txt novo.txt
  • 9. touch O comando touch muda a data e hora que um arquivo foi criado. Caso seja usado com arquivos que não existam, por padrão, os arquivos serão criados vazios. Exemplos: •Cria o arquivo chamado exemplo.txt # touch exemplo.txt # ls -l exemplo.txt -rw-rw-r-- 1 ivani ivani 0 2007-01-09 17:17 exemplo.txt
  • 10. touch •Muda a data e hora em que o arquivo exemplo foi criado para 01/01/2006, 18:00 horas: # touch -t 200601011800 exemplo.txt # ls -l exemplo.txt -rw-rw-r-- 1 ivani ivani 0 2006-01-01 18:00 exemplo.txt A opção -t irá utilizar a data e hora especificada no formato AnoMêsDiaHoraMinuto.
  • 11. mkdir O comando mkdir é utilizado para criar um diretório no sistema. Um diretório é como uma pasta onde você guarda seus arquivos. Exemplo: •Criar o diretório aulas: # mkdir aulas •Criar o diretório linux e o subdiretório alunos: # mkdir -p aulas/linux A opção -p irá criar o diretório aulas e o subdiretório linux caso não existam.
  • 12. rm O comando rm é utilizado para apagar arquivos, diretórios e subdiretórios que estejam vazios ou que contenham arquivos. Exemplos: •Remove o arquivo teste.txt # rm teste.txt •Remove o arquivo ivani.txt pedindo confirmação: # rm -i ivani.txt rm: remove arquivo comum `ivani.txt'? Y A opção -i solicita a confirmação para remover o arquivo ivani.txt.
  • 13. rm •Remove o diretório projetos: # rm -r projetos A opção -r é recursivo, ou seja, irá remover o diretório teste e o seu conteúdo. Observação: Muita atenção ao usar o comando rm! Uma vez que os arquivos e diretórios são removidos não podem mais ser recuperados!
  • 14. cat Exibe o conteúdo de um arquivo e também pode ser usado para concatenar dois arquivos. Exemplos: •Exibe o conteúdo do arquivo autor.txt: # cat autor.txt O criador do Linux chama-se Linus Torvalds. •Concatena o conteúdo do arquivo autor.txt no arquivo linux.txt: # cat autor.txt > linux.txt •Acrescenta o conteúdo do arquivo linus.txt no arquivo autor.txt: # cat linus.txt >> autor.txt
  • 15. more O comando more assim como o cat, serve para ver o conteúdo de um arquivo que é geralmente, texto. A diferença entre o more e o cat é que o more faz uma pausa a cada tela cheia exibindo uma mensagem "--More--", dando oportunidade do usuário ler a tela. Exemplo: •Visualizar o conteúdo do arquivo /etc/inittab: # more /etc/inittab Observação: Para paginar a tela, basta teclar “enter” para trocar a página, ou “espaço” para paginar linha a linha.
  • 16. less O comando less, assim como o more, é um paginador e possui as mesmas funcionalidades que more e mais algumas outras, como a possibilidade de rolar a tela para cima e para o lado utilizando as setas de navegação do teclado. Exemplo: •Visualiza o conteúdo do arquivo /etc/inittab: # less /etc/inittab
  • 17. head O comando head é utilizado para mostrar as primeiras linhas de um arquivo. Se não for especificado a quantidade de linhas, será mostrado as dez primeiras linhas. Exemplos: •Visualiza as dez primeiras (padrão) linhas do arquivo /etc/passwd: # head /etc/passwd •Visualiza as cinco primeiras linhas do arquivo /etc/passwd: # head -5 /etc/passwd
  • 18. tail O comando tail é utilizado para mostrar as últimas linhas de um arquivo. Se não for especificado a quantidade de linhas, será mostrado as dez últimas linhas. Exemplos: •Visualiza as dez últimas linhas (padrão) do arquivo /etc/passwd: # tail /etc/passwd •Visualiza as cinco últimas linhas do arquivo /etc/passwd: # tail -5 /etc/passwd
  • 19. wc Utilizado para contar caracteres, palavras e/ou linhas. Exemplos: •Conta linhas, palavras e caracteres do arquivo /etc/passwd: # wc /etc/passwd 39 52 1835 /etc/passwd •Conta somente as linhas do arquivo /etc/passwd: # wc -l /etc/passwd 39 /etc/passwd
  • 20. wc •Conta somente as palavras do arquivo /etc/passwd: # wc -w /etc/passwd 52 /etc/passwd •Conta somente os caracteres do arquivo /etc/passwd: # wc -c /etc/passwd 1835 /etc/passwd
  • 21. sort O comando sort organiza as linhas de um arquivo texto. Exemplos: •Organiza o arquivo /etc/passwd em ordem crescente: # sort /etc/passwd •Organiza o arquivo /etc/passwd em ordem decrescente: # sort -r /etc/passwd
  • 22. cut O comando cut é a “tesoura” do linux; ele é utilizado para “cortar” campos ou pedaços de dados de arquivos. Exemplo: •Visualizar somente o primeiro campo (usuários) do arquivo /etc/passwd: # cut -d : -f 1 /etc/passwd Onde: -d informa para o cut qual será o separador (delimitador) de campos do arquivo; no nosso exemplo, é o ":" (dois pontos). -f especifica os campos (fields) que desejamos cortar.
  • 23. find O comando find é utilizado para procurar arquivos no disco rígido. Exemplos: •Localiza o arquivo inittab: # find / -name inittab •Localiza no diretório /root os arquivos do usuário root: # find /root -user root
  • 24. locate O comando locate é utilizado para procurar arquivos no disco rígido a partir de um banco de dados. Esse banco de dados deve ser atualizado regularmente com o comando updatedb (executado pelo administrador do sistema, root). Exemplos: •Atualiza o banco de dados do comando locate: # updatedb •Localiza o arquivo inittab: # locate inittab
  • 25. grep O comando grep é utilizado para encontrar arquivos baseando-se em seu conteúdo. Isso quer dizer que ele identifica arquivos que possuam linhas com uma expressão especificada. Exemplos: •Localiza a palavra “root” dentro do arquivo /etc/passwd: # grep root /etc/passwd root:x:0:0:root:/root:/bin/bash
  • 26. grep •Localiza a palavra "ivani" dentro de /etc/passwd ignorando letras maiúsculas e minúsculas: # grep -i ivani /etc/passwd inascimento:x:1000:1000:Ivani Nascimento,,21215854,:/home/inascimento:/bin/bash
  • 27. Referências MORIMOTO, Carlos E.. Linux, guia prático. Porto Alegre: Sul Editores, 2009. FERREIRA, Rubem E.. Linux: guia do administrador do sistema. São Paulo: Novatec, 2008. MOTA FILHO, João Eriberto. Descobrindo o Linux: entenda o sistema operacional GNU/linux. São Paulo: Novatec, 2007.
  • 28. Referências • RIBEIRO, Uirá, Certificação Linux, 1ª Ed, Rio de Janeiro, Axcel Books, 2004. • Certificação Linux LPI- Nível 1 Exames 101 e 102. Vários, 1ª Ed, São Paulo, Alta Books. • NORTON, Peter; GRIFFITH, Arthur. Guia Completo do Linux. Tradução Sérgio Facchim – Complete Guide to Linux. São Paulo, Berkeley, 2000.