SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
parte B
Resoluções das atividades adicionais Aula 35
38. alternativa B
Do equilíbrio, vem:
F P k x m g k 4 10 200 10 10e
2 3
= ⇒ ⋅ = ⋅ ⇒ ⋅ ⋅ = ⋅ ⋅ ⇒− −
⇒ k 5,0 10= ⋅ N/m
39. Do equilíbrio, vem:
F P k x m g 2,0 x 5,0 10e = ⇒ ⋅ = ⋅ ⇒ ⋅ = ⋅ ⇒ x 25= cm
40. No ponto mais baixo, temos:
F P k x P 150 d 600e = ⇒ ⋅ = ⇒ ⋅ = ⇒ d 4,0 m=
Logo, a distância entre o pé do homem e a superfície do rio nes-
se instante é dada por:
L d h 50 20 4 h 50+ + = ⇒ + + = ⇒ h 26 m=
41. alternativa C
No ponto mais baixo, a aceleração é para cima, pois a velocida-
de, que inicialmente era para baixo, está invertendo o seu senti-
do.
1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (6)

Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
Fundamentos da Fisica 1 - Ramalho
 
2009 fis cod21_resol
2009 fis cod21_resol2009 fis cod21_resol
2009 fis cod21_resol
 
Calculodetempodeesterilizacao
CalculodetempodeesterilizacaoCalculodetempodeesterilizacao
Calculodetempodeesterilizacao
 
Questões extras 2
Questões extras 2Questões extras 2
Questões extras 2
 
Td 14 matemática iii
Td 14   matemática iiiTd 14   matemática iii
Td 14 matemática iii
 
Atps de fisica 1
Atps de  fisica 1Atps de  fisica 1
Atps de fisica 1
 

Mais de lucianogaldino

Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)
lucianogaldino
 
Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)
lucianogaldino
 
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
lucianogaldino
 
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
lucianogaldino
 

Mais de lucianogaldino (20)

Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)Programa resistência dos materiais (2º sem)
Programa resistência dos materiais (2º sem)
 
Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)Programa elementos de máquinas (2º sem)
Programa elementos de máquinas (2º sem)
 
Programa ondulatória (2º sem)
Programa ondulatória (2º sem)Programa ondulatória (2º sem)
Programa ondulatória (2º sem)
 
Programa cinemática (2sem 2015)
Programa cinemática (2sem 2015)Programa cinemática (2sem 2015)
Programa cinemática (2sem 2015)
 
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
Programa ondulatu00 f3ria e eletromagnetismo (1sem 2015)
 
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
Programa elementos de mu00 e1quinas (1sem 2015)
 
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
Programa cinemu00 e1tica (1sem 2015)
 
Roteiro projeto cientu00 e dfico2
Roteiro projeto cientu00 e dfico2Roteiro projeto cientu00 e dfico2
Roteiro projeto cientu00 e dfico2
 
Roteiro projeto cientu00 e dfico1
Roteiro projeto cientu00 e dfico1Roteiro projeto cientu00 e dfico1
Roteiro projeto cientu00 e dfico1
 
Dimensionamento motor fuso
Dimensionamento motor fusoDimensionamento motor fuso
Dimensionamento motor fuso
 
Artigo cremalheira revista augusto guzzo
Artigo cremalheira   revista augusto guzzoArtigo cremalheira   revista augusto guzzo
Artigo cremalheira revista augusto guzzo
 
Roteiro projeto científico1 (1)
Roteiro projeto científico1 (1)Roteiro projeto científico1 (1)
Roteiro projeto científico1 (1)
 
Roteiro projeto científico2
Roteiro projeto científico2Roteiro projeto científico2
Roteiro projeto científico2
 
Arquivo modelo para tcc 2013
Arquivo modelo para tcc 2013Arquivo modelo para tcc 2013
Arquivo modelo para tcc 2013
 
Arquivo modelo para artigo 2013
Arquivo modelo para artigo 2013Arquivo modelo para artigo 2013
Arquivo modelo para artigo 2013
 
Apostila mat fund 1
Apostila mat fund 1Apostila mat fund 1
Apostila mat fund 1
 
Apostila estática
Apostila estáticaApostila estática
Apostila estática
 
Aula 38
Aula 38Aula 38
Aula 38
 
Aula 37
Aula 37Aula 37
Aula 37
 
Aula 36
Aula 36Aula 36
Aula 36
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 

Aula 35

  • 1. parte B Resoluções das atividades adicionais Aula 35 38. alternativa B Do equilíbrio, vem: F P k x m g k 4 10 200 10 10e 2 3 = ⇒ ⋅ = ⋅ ⇒ ⋅ ⋅ = ⋅ ⋅ ⇒− − ⇒ k 5,0 10= ⋅ N/m 39. Do equilíbrio, vem: F P k x m g 2,0 x 5,0 10e = ⇒ ⋅ = ⋅ ⇒ ⋅ = ⋅ ⇒ x 25= cm 40. No ponto mais baixo, temos: F P k x P 150 d 600e = ⇒ ⋅ = ⇒ ⋅ = ⇒ d 4,0 m= Logo, a distância entre o pé do homem e a superfície do rio nes- se instante é dada por: L d h 50 20 4 h 50+ + = ⇒ + + = ⇒ h 26 m= 41. alternativa C No ponto mais baixo, a aceleração é para cima, pois a velocida- de, que inicialmente era para baixo, está invertendo o seu senti- do. 1