SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
Universidade Federal de Uberlândia
Vertebrados II
Mamíferos: Evolução e
Fisiologia
Profa. Dra. Vera Lucia de Campos Brites
Okapia johnstoni
okapi
Gorilla gorilla
Mamíferos
► apresentam como características
exclusivas a presença de pêlos e
glândulas mamárias.
► apresentam maior número de
adaptações e por isso obtiveram grande
sucesso na
conquista dos mais diversos ambientes.
Evolução
- 1ºs. mamíferos ► 220 milhões de anos;
- Período Triássico;
- A partir de uma linhagem de vertebrados – Sinapsida
- Estes eram répteis predadores ativos, que se
originaram dos primeiros amniotas há cerca de 300
milhões de anos – Era Paleozóica;
- Sinapsida deram origem aos Terapsida.
Restauração do Thrinaxodon, um membro do grupo
cinodonte que incluia os ancestrais dos mamíferos.
- Terapsida deram origem aos Cynodontia.
Evoluçã
o
- Cynodontia –
animais com aumento
da agilidade de
locomoção e na
especialização das
maxilas e dentes –
originaram mamíferos
atuais.
Evoluçã
o- Os mamíferos não se difundiram em função da
ocupação dos ambientes pelos dinossauros.
- Tradicionalmente as provas da origem dos mamíferos
são encontradas no estudo das partes ósseas, que
podem fossilizar-se, principalmente o crânio;
• As características essenciais do crânio das
populações que deram origem aos mamíferos é a
presença de um orifício, a fossa temporal inferior.
• Posteriormente, em grupos mais avançados, a fossa
temporal se alonga bastante, fusionando-se com a
órbita (condição sinápsida modificada).
Evoluçã
o
Evoluçã
o
 Segundo GORE (2003), os mamíferos omeçaram
a se diversificar em um período de apenas 270 mil
anos, após a extinção dos dinossauros;
 Até o Eoceno não eram maiores que um porco
moderno;
 Explosão da diversidade junto ao aumento de
florestas devido a elevação da temperatura do
planeta.
Evoluçã
o
 Com esses novos mamíferos – surgimento dos
primeiros primatas na África, há cerca de 50 milhões
de anos.
 Fóssil mais antigo da linhagem humana (antropóide),
denominado Eosimias, foi encontrado na China, datado
de 45 milhões de anos (período Eoceno), em outro
período de resfriamento do planeta.
Eosimias
Características Gerais
- Pêlos (em pelo menos uma fase da vida, os
cetáceos apresentam pêlos ao menos na fase
embrionária);
- Diversos tipos de glândulas, sendo a mais
característica a glândula mamária;
- Fecundação sempre interna;
- Presença de diafragma;
- Aumento do crânio, relacionado ao tamanho do
encéfalo;
- Dentição especializada;
Características Gerais
Características Gerais
• Geralmente coberto com pêlos ( poucos ou nenhum);
• Pêlos mudados periodicamente;
• Pele com muitas glândulas: sebáceas, sudoríparas,
apócrinas (odoríferas) e mamárias.
Corpo
Lepus othus
Sistema Esquelético
• Dois côndilos occipitais;
• Coluna vertebral com cinco regiões bem
diferenciadas: cervical (geralmente 7), torácica,
lombar, sacral e caudal;
• Cauda usualmente longa móvel.
Callithrix penicillata macaco-prego
Sistema Esquelético
. Região nasal geralmente delgada;
• Boca na maioria com dentes (em alvéolos);
• Dentes na maxila e mandíbula (diferenciados
em relação ao hábito alimentar (heterodontes),
difiodontes (duas dentições);
• Olhos com pálpebras móveis;
• Ouvidos com pavilhão externo exposto.
Sistema Esquelético
- Membros locomotores:
• Nº de quatro
➽ 2 membros anteriores e 2 posteriores
➽ ausência dos posteriores → cetáceos e sirênios
• Adaptados para: andar, correr
. nadar
Peixe-boi
onitorrinco
foca
• trepar
. Cavar
. voar
• Pé com 5 ou menos artelhos;
• Artelhos: garras, unhas, cascos córneos,
almofadas carnosas.
Sistema Esquelético
- Plantígrados - apóiam toda
a planta dos pés (homem,
urso);
- Digitígrafos - apóiam
apenas os dedos (gato, cão);
- Ungulígrados - apóiam o
casco (são os Ungalata,
cavalo).
Sistema Muscular
- Língua usualmente móvel;
- Quando comparado com outros vertebra-
dos inferiores, os mamíferos têm menor volume de
músculos segmentares nas costelas e vértebras;
- Porém apresentam músculos mais desenvolvidos e
aperfeiçoados nas patas traseiras e dianteiras,
também no pescoço e cabeça;
- Permite maior grau de expressão em relação aos
estados emocionais.
Sistema Circulatório
- Coração:
 Dois átrios e dois
ventrículos;
 Persiste apenas o arco
aórtico esquerdo;
- Hemácias anucleadas,
geralmente circulares.
- Respiração: pulmonar;
- Laringe com cordas vocais;
- Diafragma muscular: separa pulmões e coração/
abdome.
Sistema Respiratório
Cordas Vocais
- Encéfalo altamente
desenvolvido;
- Cérebro e cerebelo
grandes;
- 12 pares de nervos
cranianos.
Sistema Neural
Sistema Excretor
- Rins metanefros;
- Bexiga urinária,
urina diluída;
- Excreção de
uréia.
Sistema Reprodutor
-Machos:
- Órgão copulador (pênis);
• Testículos comumente
no escroto externo;
- Fecundação interna;
- Ovos: geralmente minúsculos, sem casca e retidos
no útero;
- Anexos embrionários: âmnio, saco vitelínico, cório e
alantóide;
- Geralmente com placenta:
• Fixa o embrião ao útero;
• Para nutrição e respiração;
- Filhotes:
• Alimentados após o nascimento
com leite;
- Maioria dos mamíferos têm
estações de cria definidas;
Placenta de lhama
• Normalmente os nascimentos coincidem com a
estação do ano mais favorável para a prole;
• Muitos machos são capazes de cópulas férteis
durante todo o ano;
• A cópula das fêmeas está restrita a um período
do ciclo (estro ou cio)
- Ciclo estral
• Proestro:
 período de preparação;
 Crescem os folículos
ovarianos.
• Estro:
 Quando ocorre o pareamento;
 Ocorre a ovulação e a fecundação.
Ovulação
Metaestro:
 Quando não ocorre
o acasalamento e a
fecundação;
 Fase de preparação.
• Diestro:
 O útero está pequeno;
 Pouco ou sem
irrigação.
Kobus ellipsiprymnus
- Freqüência das cópulas varia entre os mamíferos:
• Monoéstricos: têm somente 1 estro durante a
época reprodutiva. Ex.: cães, morcegos.
• Poliéstricos: têm mais de um estro. Ex.: ratos,
éguas.
- Ciclo menstrual:
• Ocorre com os monos do
Velho Mundo e com a
espécie humana
• Período pós-ovulatório – menstruação.
Gorilla gorilla
- Ovíparos
• Ocorre com os Monotrematas
•Tem uma estação de cria por ano;
• Normalmente dois óvulos fecundados no oviduto;
• Recebem no oviduto a albumina (glândulas), casca
fina e coriácea;
Ovo de
équidnaFilhote de
équidna
Padrões de
reprodução
- Ovíparos
• Incubação dos ovos em
torno de 12 dias;
• Filhotes alimentam-se de
leite que obtêm lambendo
e não sugando.
Ovo
ornitorrinco
- Vivíparos
 Período breve de gestação (filhote nasce prematuro):
Ocorre com os marsupiais.
Canguru vermelho:
1° período de prenhez da estação → gestação de 33
dias → nasce a cria → vai até a bolsa marsupial;
Macho e fêmea – canguru-vermelho,
Macropus rufus
- Novamente a ♀ fica prenha → lactante na bolsa
impede o desenvolvimento do novo embrião (até 100
células) – diapausa embrionária ( até 235 dias);
-Filhote sai da bolsa → recomeça o desenvolvimento
do embrião no útero → nasce em torno de 1 mês →
vai para a bolsa
↓
- ♀ fica prenha novamente
↓
repete-se as etapas
- Ocorrerão momentos em que a fêmea vai estar com
3 crias em estágios diferentes de desenvolvimento:
 1 embrião em diapausa no útero
 1 feto alimentando-se de leite na bolsa
 1 cria (mais velha) que de tempos em tempos volta
a mamar na bolsa da mãe.
- Mamíferos placentários (Eutérios)
• Embrião permanece no útero alimentado por
nutrientes que recebe da placenta;
• Geralmente quanto maior o mamífero, maior o
tempo de gestação;
 Ratos: 21 dias;
 Gado bovino: 280 dias;
 Elefantes: 22 meses.
 Coelhos, lebres: 30 a 36 dias
- Estágio de desenvolvimento no nascimento varia:
 Antílope: crias bem cobertas de pêlos, olhos abertos,
capazes de correr logo quando nascem (nidífugos).
 Ratos: olhos fechados, carecem de pêlos, indefesos
(nidícolas)
Nidícola
s
gnu - nidífugo
- Número de crias:
• Geralmente: > o animal ► < o n° de crias
• Relaciona-se geralmente com o número de inimigos
para a espécie.
certas espécies de ratos silvestres – 7 ninhadas
anuais com aproximadamente 9 crias cada uma.
• Maior parte dos carnívoros → geralmente tem uma
ninhada anual com 3 a 5 crias cada uma.
• Grandes mamíferos (elefante, baleia e cavalo) → 1
filhote por parto.
Balaena glacialis
Cão-selvagem-africano,
Lycaon pictus
Elefante-asiático
Elephas maximus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Classe insecta
Classe insectaClasse insecta
Classe insectaMarianeSGS
 
Moluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaMoluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaBruna M
 
Apresentação sobre mamíferos.
Apresentação sobre  mamíferos.Apresentação sobre  mamíferos.
Apresentação sobre mamíferos.Victor Ygor
 
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdfMÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdfKotomiUzumaki
 
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos ArtrópodesAnatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos ArtrópodesKiller Max
 
Biologia da conservação1
Biologia da conservação1Biologia da conservação1
Biologia da conservação1marianax3
 
Filo Cordados (Power Point)
Filo Cordados (Power Point)Filo Cordados (Power Point)
Filo Cordados (Power Point)Bio
 
Carrapatos - Parasitologia
Carrapatos - ParasitologiaCarrapatos - Parasitologia
Carrapatos - ParasitologiaJanaina Alves
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosFabiano Reis
 
Introdução e planos anatômicos - anatomia animal I
Introdução e planos anatômicos - anatomia animal IIntrodução e planos anatômicos - anatomia animal I
Introdução e planos anatômicos - anatomia animal IMarília Gomes
 
Anatomia topográfica - termos e conceitos
Anatomia topográfica - termos e conceitosAnatomia topográfica - termos e conceitos
Anatomia topográfica - termos e conceitosMarília Gomes
 

Mais procurados (20)

Classe insecta
Classe insectaClasse insecta
Classe insecta
 
Moluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaMoluscos - Biologia
Moluscos - Biologia
 
Mamíferos
MamíferosMamíferos
Mamíferos
 
Repteis
RepteisRepteis
Repteis
 
Os Vertebrados
Os VertebradosOs Vertebrados
Os Vertebrados
 
Apresentação sobre mamíferos.
Apresentação sobre  mamíferos.Apresentação sobre  mamíferos.
Apresentação sobre mamíferos.
 
Evolucao humana
Evolucao humanaEvolucao humana
Evolucao humana
 
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdfMÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
 
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos ArtrópodesAnatomia e Fisiologia dos Artrópodes
Anatomia e Fisiologia dos Artrópodes
 
IV.3 Répteis
IV.3 RépteisIV.3 Répteis
IV.3 Répteis
 
Biologia da conservação1
Biologia da conservação1Biologia da conservação1
Biologia da conservação1
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Equinodermos
EquinodermosEquinodermos
Equinodermos
 
Filo Cordados (Power Point)
Filo Cordados (Power Point)Filo Cordados (Power Point)
Filo Cordados (Power Point)
 
Carrapatos - Parasitologia
Carrapatos - ParasitologiaCarrapatos - Parasitologia
Carrapatos - Parasitologia
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Introdução e planos anatômicos - anatomia animal I
Introdução e planos anatômicos - anatomia animal IIntrodução e planos anatômicos - anatomia animal I
Introdução e planos anatômicos - anatomia animal I
 
Anatomia topográfica - termos e conceitos
Anatomia topográfica - termos e conceitosAnatomia topográfica - termos e conceitos
Anatomia topográfica - termos e conceitos
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
 

Destaque (9)

PPs sobre Mamíferos- 6B
PPs sobre Mamíferos- 6BPPs sobre Mamíferos- 6B
PPs sobre Mamíferos- 6B
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
Animais mamiferos
Animais mamiferosAnimais mamiferos
Animais mamiferos
 
Mamíferos 2º ano
Mamíferos 2º anoMamíferos 2º ano
Mamíferos 2º ano
 
mamíferos
mamíferos mamíferos
mamíferos
 
Aves e Mamíferos
Aves e MamíferosAves e Mamíferos
Aves e Mamíferos
 
Mamiferos
MamiferosMamiferos
Mamiferos
 
IV.5 mamíferos
IV.5 mamíferosIV.5 mamíferos
IV.5 mamíferos
 
Classes dos animais
Classes dos animaisClasses dos animais
Classes dos animais
 

Semelhante a Aula 11 mamíferos evolução e caracteristicas gerais

Semelhante a Aula 11 mamíferos evolução e caracteristicas gerais (20)

Apresentação mamíferos.pptx
Apresentação mamíferos.pptxApresentação mamíferos.pptx
Apresentação mamíferos.pptx
 
Capítulo 09 - vertebrados II
Capítulo 09 - vertebrados IICapítulo 09 - vertebrados II
Capítulo 09 - vertebrados II
 
Mollusca
MolluscaMollusca
Mollusca
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Mamíferos
MamíferosMamíferos
Mamíferos
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Tetrápodes
TetrápodesTetrápodes
Tetrápodes
 
2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais
2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais
2016 Frente 2 módulo 1 o tegumento dos animais
 
Arthropoda 1
Arthropoda 1Arthropoda 1
Arthropoda 1
 
moluscos ensino medio
 moluscos ensino medio  moluscos ensino medio
moluscos ensino medio
 
AULA-13.ppt
AULA-13.pptAULA-13.ppt
AULA-13.ppt
 
nematoide2.pdf
nematoide2.pdfnematoide2.pdf
nematoide2.pdf
 
Mamíferos
MamíferosMamíferos
Mamíferos
 
Filo Molusca
Filo MoluscaFilo Molusca
Filo Molusca
 
Animais vertebrados parte 2
Animais vertebrados   parte 2Animais vertebrados   parte 2
Animais vertebrados parte 2
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Mamíferos e suas demais classificações
Mamíferos e suas demais classificaçõesMamíferos e suas demais classificações
Mamíferos e suas demais classificações
 
Aves
AvesAves
Aves
 
Filo Mollusca.pdf
Filo Mollusca.pdfFilo Mollusca.pdf
Filo Mollusca.pdf
 

Aula 11 mamíferos evolução e caracteristicas gerais

  • 1. Universidade Federal de Uberlândia Vertebrados II Mamíferos: Evolução e Fisiologia Profa. Dra. Vera Lucia de Campos Brites Okapia johnstoni okapi Gorilla gorilla
  • 2. Mamíferos ► apresentam como características exclusivas a presença de pêlos e glândulas mamárias. ► apresentam maior número de adaptações e por isso obtiveram grande sucesso na conquista dos mais diversos ambientes.
  • 3. Evolução - 1ºs. mamíferos ► 220 milhões de anos; - Período Triássico; - A partir de uma linhagem de vertebrados – Sinapsida - Estes eram répteis predadores ativos, que se originaram dos primeiros amniotas há cerca de 300 milhões de anos – Era Paleozóica; - Sinapsida deram origem aos Terapsida.
  • 4. Restauração do Thrinaxodon, um membro do grupo cinodonte que incluia os ancestrais dos mamíferos. - Terapsida deram origem aos Cynodontia. Evoluçã o - Cynodontia – animais com aumento da agilidade de locomoção e na especialização das maxilas e dentes – originaram mamíferos atuais.
  • 5. Evoluçã o- Os mamíferos não se difundiram em função da ocupação dos ambientes pelos dinossauros. - Tradicionalmente as provas da origem dos mamíferos são encontradas no estudo das partes ósseas, que podem fossilizar-se, principalmente o crânio;
  • 6. • As características essenciais do crânio das populações que deram origem aos mamíferos é a presença de um orifício, a fossa temporal inferior. • Posteriormente, em grupos mais avançados, a fossa temporal se alonga bastante, fusionando-se com a órbita (condição sinápsida modificada). Evoluçã o
  • 7. Evoluçã o  Segundo GORE (2003), os mamíferos omeçaram a se diversificar em um período de apenas 270 mil anos, após a extinção dos dinossauros;  Até o Eoceno não eram maiores que um porco moderno;  Explosão da diversidade junto ao aumento de florestas devido a elevação da temperatura do planeta.
  • 8. Evoluçã o  Com esses novos mamíferos – surgimento dos primeiros primatas na África, há cerca de 50 milhões de anos.  Fóssil mais antigo da linhagem humana (antropóide), denominado Eosimias, foi encontrado na China, datado de 45 milhões de anos (período Eoceno), em outro período de resfriamento do planeta. Eosimias
  • 9.
  • 10. Características Gerais - Pêlos (em pelo menos uma fase da vida, os cetáceos apresentam pêlos ao menos na fase embrionária); - Diversos tipos de glândulas, sendo a mais característica a glândula mamária; - Fecundação sempre interna; - Presença de diafragma; - Aumento do crânio, relacionado ao tamanho do encéfalo; - Dentição especializada;
  • 13. • Geralmente coberto com pêlos ( poucos ou nenhum); • Pêlos mudados periodicamente; • Pele com muitas glândulas: sebáceas, sudoríparas, apócrinas (odoríferas) e mamárias. Corpo Lepus othus
  • 14. Sistema Esquelético • Dois côndilos occipitais; • Coluna vertebral com cinco regiões bem diferenciadas: cervical (geralmente 7), torácica, lombar, sacral e caudal; • Cauda usualmente longa móvel. Callithrix penicillata macaco-prego
  • 15. Sistema Esquelético . Região nasal geralmente delgada; • Boca na maioria com dentes (em alvéolos); • Dentes na maxila e mandíbula (diferenciados em relação ao hábito alimentar (heterodontes), difiodontes (duas dentições); • Olhos com pálpebras móveis; • Ouvidos com pavilhão externo exposto.
  • 16. Sistema Esquelético - Membros locomotores: • Nº de quatro ➽ 2 membros anteriores e 2 posteriores ➽ ausência dos posteriores → cetáceos e sirênios • Adaptados para: andar, correr
  • 21. • Pé com 5 ou menos artelhos;
  • 22. • Artelhos: garras, unhas, cascos córneos, almofadas carnosas.
  • 23. Sistema Esquelético - Plantígrados - apóiam toda a planta dos pés (homem, urso); - Digitígrafos - apóiam apenas os dedos (gato, cão); - Ungulígrados - apóiam o casco (são os Ungalata, cavalo).
  • 24. Sistema Muscular - Língua usualmente móvel; - Quando comparado com outros vertebra- dos inferiores, os mamíferos têm menor volume de músculos segmentares nas costelas e vértebras; - Porém apresentam músculos mais desenvolvidos e aperfeiçoados nas patas traseiras e dianteiras, também no pescoço e cabeça; - Permite maior grau de expressão em relação aos estados emocionais.
  • 25. Sistema Circulatório - Coração:  Dois átrios e dois ventrículos;  Persiste apenas o arco aórtico esquerdo; - Hemácias anucleadas, geralmente circulares.
  • 26. - Respiração: pulmonar; - Laringe com cordas vocais; - Diafragma muscular: separa pulmões e coração/ abdome. Sistema Respiratório Cordas Vocais
  • 27. - Encéfalo altamente desenvolvido; - Cérebro e cerebelo grandes; - 12 pares de nervos cranianos. Sistema Neural
  • 28. Sistema Excretor - Rins metanefros; - Bexiga urinária, urina diluída; - Excreção de uréia.
  • 29.
  • 30. Sistema Reprodutor -Machos: - Órgão copulador (pênis); • Testículos comumente no escroto externo; - Fecundação interna; - Ovos: geralmente minúsculos, sem casca e retidos no útero; - Anexos embrionários: âmnio, saco vitelínico, cório e alantóide;
  • 31. - Geralmente com placenta: • Fixa o embrião ao útero; • Para nutrição e respiração; - Filhotes: • Alimentados após o nascimento com leite; - Maioria dos mamíferos têm estações de cria definidas; Placenta de lhama
  • 32. • Normalmente os nascimentos coincidem com a estação do ano mais favorável para a prole; • Muitos machos são capazes de cópulas férteis durante todo o ano; • A cópula das fêmeas está restrita a um período do ciclo (estro ou cio)
  • 33. - Ciclo estral • Proestro:  período de preparação;  Crescem os folículos ovarianos. • Estro:  Quando ocorre o pareamento;  Ocorre a ovulação e a fecundação. Ovulação
  • 34. Metaestro:  Quando não ocorre o acasalamento e a fecundação;  Fase de preparação. • Diestro:  O útero está pequeno;  Pouco ou sem irrigação. Kobus ellipsiprymnus
  • 35. - Freqüência das cópulas varia entre os mamíferos: • Monoéstricos: têm somente 1 estro durante a época reprodutiva. Ex.: cães, morcegos. • Poliéstricos: têm mais de um estro. Ex.: ratos, éguas. - Ciclo menstrual: • Ocorre com os monos do Velho Mundo e com a espécie humana • Período pós-ovulatório – menstruação. Gorilla gorilla
  • 36. - Ovíparos • Ocorre com os Monotrematas •Tem uma estação de cria por ano; • Normalmente dois óvulos fecundados no oviduto; • Recebem no oviduto a albumina (glândulas), casca fina e coriácea; Ovo de équidnaFilhote de équidna
  • 37. Padrões de reprodução - Ovíparos • Incubação dos ovos em torno de 12 dias; • Filhotes alimentam-se de leite que obtêm lambendo e não sugando. Ovo ornitorrinco
  • 38. - Vivíparos  Período breve de gestação (filhote nasce prematuro): Ocorre com os marsupiais. Canguru vermelho: 1° período de prenhez da estação → gestação de 33 dias → nasce a cria → vai até a bolsa marsupial; Macho e fêmea – canguru-vermelho, Macropus rufus
  • 39. - Novamente a ♀ fica prenha → lactante na bolsa impede o desenvolvimento do novo embrião (até 100 células) – diapausa embrionária ( até 235 dias); -Filhote sai da bolsa → recomeça o desenvolvimento do embrião no útero → nasce em torno de 1 mês → vai para a bolsa ↓ - ♀ fica prenha novamente ↓ repete-se as etapas
  • 40. - Ocorrerão momentos em que a fêmea vai estar com 3 crias em estágios diferentes de desenvolvimento:  1 embrião em diapausa no útero  1 feto alimentando-se de leite na bolsa  1 cria (mais velha) que de tempos em tempos volta a mamar na bolsa da mãe.
  • 41. - Mamíferos placentários (Eutérios) • Embrião permanece no útero alimentado por nutrientes que recebe da placenta; • Geralmente quanto maior o mamífero, maior o tempo de gestação;  Ratos: 21 dias;  Gado bovino: 280 dias;  Elefantes: 22 meses.  Coelhos, lebres: 30 a 36 dias
  • 42. - Estágio de desenvolvimento no nascimento varia:  Antílope: crias bem cobertas de pêlos, olhos abertos, capazes de correr logo quando nascem (nidífugos).  Ratos: olhos fechados, carecem de pêlos, indefesos (nidícolas) Nidícola s gnu - nidífugo
  • 43. - Número de crias: • Geralmente: > o animal ► < o n° de crias • Relaciona-se geralmente com o número de inimigos para a espécie. certas espécies de ratos silvestres – 7 ninhadas anuais com aproximadamente 9 crias cada uma. • Maior parte dos carnívoros → geralmente tem uma ninhada anual com 3 a 5 crias cada uma. • Grandes mamíferos (elefante, baleia e cavalo) → 1 filhote por parto.