SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Santa Maria
Professora Mary Alvarenga
Coleta Seletiva
Coleta seletiva de lixo é o termo utilizado para o
recolhimento dos materiais que são possíveis de
serem reciclados previamente separados na fonte
geradora. Na coleta seletiva, os materiais recicláveis são
separados em resíduos orgânicos ou materiais recicláveis
como: papéis, plásticos, metais e vidros. Na coleta
seletiva, deve-se separar o lixo seco do lixo úmido.
Pilhas e baterias não são materiais recicláveis, mas se jogarmos esses materiais no meio ambiente,
eles irão contaminá-lo, pois quando descartadas no meio ambiente provocam contaminação do solo.
Medicamentos não devem ser descartados junto com o lixo orgânico, pois possuem substâncias
químicas que podem contaminar o solo e a água. Algumas redes de farmácias possuem pontos de coleta
de medicamentos que não são mais usados.
Lâmpadas fluorescentes também necessitam de descarte especial, porque possui vapor de mercúrio,
gás tóxico, que contamina o ar quando quebrada.
Os lixos hospitalares também precisam de um tratamento especial, pois costumam estar infectados
com grande quantidade de vírus e bactérias. Desta forma, são retirados dos hospitais e levados para a
incineração em locais apropriados.
Quando os materiais recicláveis são coletados e chegam às cooperativas, eles são separados para
serem reaproveitados. O que não é reaproveitado é levado para aterros sanitários.
A coleta seletiva de lixo é de suma importância para as empresas e para a população, pois além de
gerar renda para catadores que sobrevivem dessa atividade, também gera economia para as empresas e
diminui a poluição do meio ambiente, uma vez que minimiza a poluição dos solos e rios.
As cores da coleta seletiva são ferramentas importantes porque permitem que os resíduos sejam
separados em categorias, o que facilita muito na hora da reciclagem ou destinação correta de itens que não
podem ser reciclados.
 Resíduo - Tudo que não é aproveitado nas atividades humanas, proveniente das indústrias,
comércios e residências.
 Rejeito - Material que não tem condições de ser reaproveitado e é destinado a aterros sanitários.
 Catadores - Coletam, separam e transportam resíduos sólidos recicláveis, tais como papelão,
alumínio, vidro e outros.
Preservar o meio ambiente é responsabilidade de todos nós.
Agora é sua vez!
Complete a cruzadinha com as informações a seguir
Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto e pintes - as de cores diferentes.
W C O L E T A Z C A T A D O R E S
S F Y H J M L D N T R B Y V Q W Y
E Q R E C I C L Á V E I S K M X I
L P M Y R T P Y J K V B X J I H N
E N S U B S T Â N C I A S B N D F
T Z Q W B V N P T Y Q N Y V I S E
I M I H B A C T É R I A S N M J C
V L T J M P L J K S D F G H I H T
A J E X C O N T A M I N A R Z W A
B K N A S D F G H J K L Ç X A C D
W X S G F Q W Y T P V C M Z K L O
F L U O R E S C E N T E S W M N S
1. Termo utilizado para o recolhimento dos
materiais que podem ser reciclados
previamente separados na fonte geradora.
2. Não são materiais recicláveis, porém se
jogarmos esses materiais no meio ambiente,
eles irão contaminá-lo, pois quando
descartadas no meio ambiente provocam
contaminação do solo.
3. Objeto que deve ser descartado na lixeira de
cor azul.
4. Processo usados na queima dos resíduos.
5. Cor que na coleta seletiva representa o vidro
para a reciclagem.
6. Objeto que devemos descartar na lixeira de
cor amarela.
7. Pessoas que coletam, separam e transportam
resíduos sólidos recicláveis, tais como
papelão, alumínio, vidro e outros.
8. Tudo que não é aproveitado nas atividades
humanas, proveniente das indústrias,
comércios e residências.
9. Material que não tem condições de ser
reaproveitado e é destinado a aterros
sanitários.
10. Tipo de resíduo que deve ser descartado na
lixeira de cor marrom.
2 5 7
1
4
10
3
6
* 9
*
8
RESPSOTAS
Complete a cruzadinha com as informações a seguir
Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto e pintes - as de cores diferentes.
W C O L E T A Z C A T A D O R E S
S F Y H J M L D N T R B Y V Q W Y
E Q R E C I C L Á V E I S K M X I
L P M Y R T P Y J K V B X J I H N
E N S U B S T Â N C I A S B N D F
T Z Q W B V N P T Y Q N Y V I S E
I M I H B A C T É R I A S N M J C
V L T J M P L J K S D F G H I H T
A J E X C O N T A M I N A R Z W A
B K N A S D F G H J K L Ç X A C D
W X S G F Q W Y T P V C M Z K L O
F L U O R E S C E N T E S W M N S
Mary Alvarenga
1. Termo utilizado para o recolhimento dos
materiais que podem ser reciclados
previamente separados na fonte geradora.
Coleta seletiva
2. Não são materiais recicláveis, porém se
jogarmos esses materiais no meio ambiente,
eles irão contaminá-lo, pois quando
descartadas no meio ambiente provocam
contaminação do solo. Pilhas e baterias
3. Objeto que deve ser descartado na lixeira de
cor azul. Papel
4. Processo usados na queima dos resíduos.
Incineração
5. Cor que na coleta seletiva representa o vidro
para a reciclagem. Verde
6. Objeto que devemos descartar na lixeira de
cor amarela. Metal
7. Pessoas que coletam, separam e transportam
resíduos sólidos recicláveis, tais como
papelão, alumínio, vidro e outros. Catadores
8. Tudo que não é aproveitado nas atividades
humanas, proveniente das indústrias,
comércios e residências. Resíduo
9. Material que não tem condições de ser
reaproveitado e é destinado a aterros
sanitários. Rejeito
10. Tipo de resíduo que deve ser descartado na
lixeira de cor marrom. Lixo orgânico
2 5 7
P 1 V C
4 I N C I N E R A Ç Ã O
L O R T
H L D A 10
3 P A P E L E D L
S T O I
6 M E T A L R X
B * 9 R E J E I T O
A S S *
T E O
E L R
R E G
I T A
A I N
S V I
A C
8 R E S I D U O

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

III Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdf
III Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdfIII Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdf
III Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdf
André Moraes
 
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfIII Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
André Moraes
 
As mudanças dos estados físicos da água
As mudanças dos estados físicos da água As mudanças dos estados físicos da água
As mudanças dos estados físicos da água
Mary Alvarenga
 
O ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividadeO ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividade
Mary Alvarenga
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
Washington Rocha
 
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Raquel Becker
 
Planeta Terra
Planeta Terra Planeta Terra
Planeta Terra
Mary Alvarenga
 
Ciencias - O ciclo da água na natureza -
Ciencias - O ciclo da água na natureza -Ciencias - O ciclo da água na natureza -
Ciencias - O ciclo da água na natureza -
Mary Alvarenga
 
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amareloAtividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Maria de Lourdes Lourenço
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Mary Alvarenga
 
A paz - Análise e entendimento da música
A paz   - Análise e entendimento da músicaA paz   - Análise e entendimento da música
A paz - Análise e entendimento da música
Mary Alvarenga
 
136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza
136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza
136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza
Diesvania Mussi
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
Mary Alvarenga
 
Prova de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAProva de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIA
Katia Lopes
 
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdfHistoria Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
marilei4
 
Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio
Mary Alvarenga
 
Atividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciênciaAtividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciência
Isa ...
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 

Mais procurados (20)

III Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdf
III Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdfIII Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdf
III Atividade Avaliatíva de Geofgrafia e História 3º ano pdf
 
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdfIII Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
III Atividade Avaliativa de História 4º e 5º ano pdf
 
As mudanças dos estados físicos da água
As mudanças dos estados físicos da água As mudanças dos estados físicos da água
As mudanças dos estados físicos da água
 
O ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividadeO ar - Texto e atividade
O ar - Texto e atividade
 
7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana7 ano atividades complementares 4 semana
7 ano atividades complementares 4 semana
 
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
Coletânea de ciências 4º ano do aluno anual 2015 (1)
 
Planeta Terra
Planeta Terra Planeta Terra
Planeta Terra
 
Ciencias - O ciclo da água na natureza -
Ciencias - O ciclo da água na natureza -Ciencias - O ciclo da água na natureza -
Ciencias - O ciclo da água na natureza -
 
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amareloAtividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
Atividades para as turmas 6 ao 9 anos setembro amarelo
 
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento Poema  o menino azul de  Cecília Meireles - Análise e entendimento
Poema o menino azul de Cecília Meireles - Análise e entendimento
 
A paz - Análise e entendimento da música
A paz   - Análise e entendimento da músicaA paz   - Análise e entendimento da música
A paz - Análise e entendimento da música
 
136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza
136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza
136241213 atividades-sobre-agua-o-ciclo-da-agua-na-natureza
 
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...
AVALIAÇÃO DE HISTÓRIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2° BIMESTR...
 
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 
Prova de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIAProva de HISTÓRIA
Prova de HISTÓRIA
 
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdfHistoria Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
Historia Atividade Cidadania Diversidade Cultural e Respeito 5º ano (1).pdf
 
Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio Gênero textual - anúncio
Gênero textual - anúncio
 
Atividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciênciaAtividades sobre desmatamento_ciência
Atividades sobre desmatamento_ciência
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 2º BIMEST...
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
 

Semelhante a Atividade de Ciências - Coleta seletiva

Grp4
Grp4Grp4
Grp4
ap8bgrp4
 
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
FloripeAbreu
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Lixo Doméstico
Lixo DomésticoLixo Doméstico
Lixo Doméstico
luiz fernando
 
Planeamento da sessão vamos lá separar
Planeamento da sessão   vamos lá separarPlaneamento da sessão   vamos lá separar
Planeamento da sessão vamos lá separar
joanai
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
guest4253d1
 
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
EngLucilaMoreno
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
xellli
 
Grp8
Grp8Grp8
Grp8
ap8bgrp8
 
Como e porquê separar o lixo
Como e porquê separar o lixoComo e porquê separar o lixo
Como e porquê separar o lixo
Servix Prestadora de Serviços
 
Grp10 ApresentaçãO
Grp10 ApresentaçãOGrp10 ApresentaçãO
Grp10 ApresentaçãO
ap8bgrp10
 
O problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9gO problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9g
Mayjö .
 
Politica dos 4R's
Politica dos 4R'sPolitica dos 4R's
Politica dos 4R's
guestb6e50c
 
Separação de resíduos final
Separação de resíduos  finalSeparação de resíduos  final
Separação de resíduos final
zeopas
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
Luana Nunes
 
Grp12
Grp12Grp12
Grp12
ap8bgrp12
 
Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem
Andreia Delgado
 
Ppoint.Reciclagem
Ppoint.ReciclagemPpoint.Reciclagem
Ppoint.Reciclagem
Albano Novaes
 
Resumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.ppt
Resumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.pptResumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.ppt
Resumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.ppt
Andre Cavalcanti
 
8º A Vidrão
8º A Vidrão8º A Vidrão
8º A Vidrão
Maura Santos
 

Semelhante a Atividade de Ciências - Coleta seletiva (20)

Grp4
Grp4Grp4
Grp4
 
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs8.º ano tabalho grupo i   regra dos 3 rs
8.º ano tabalho grupo i regra dos 3 rs
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
 
Lixo Doméstico
Lixo DomésticoLixo Doméstico
Lixo Doméstico
 
Planeamento da sessão vamos lá separar
Planeamento da sessão   vamos lá separarPlaneamento da sessão   vamos lá separar
Planeamento da sessão vamos lá separar
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
 
Grp8
Grp8Grp8
Grp8
 
Como e porquê separar o lixo
Como e porquê separar o lixoComo e porquê separar o lixo
Como e porquê separar o lixo
 
Grp10 ApresentaçãO
Grp10 ApresentaçãOGrp10 ApresentaçãO
Grp10 ApresentaçãO
 
O problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9gO problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9g
 
Politica dos 4R's
Politica dos 4R'sPolitica dos 4R's
Politica dos 4R's
 
Separação de resíduos final
Separação de resíduos  finalSeparação de resíduos  final
Separação de resíduos final
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 
Grp12
Grp12Grp12
Grp12
 
Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem
 
Ppoint.Reciclagem
Ppoint.ReciclagemPpoint.Reciclagem
Ppoint.Reciclagem
 
Resumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.ppt
Resumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.pptResumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.ppt
Resumo da aula 08 – Análise e tratamento do residuo.ppt
 
8º A Vidrão
8º A Vidrão8º A Vidrão
8º A Vidrão
 

Mais de Mary Alvarenga

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Mary Alvarenga
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
Mary Alvarenga
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 

Mais de Mary Alvarenga (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
Operações de adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
Texto e atividade -  Fontes alternativas de energiaTexto e atividade -  Fontes alternativas de energia
Texto e atividade - Fontes alternativas de energia
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 

Último

Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 

Último (20)

Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 

Atividade de Ciências - Coleta seletiva

  • 1. Escola Santa Maria Professora Mary Alvarenga Coleta Seletiva Coleta seletiva de lixo é o termo utilizado para o recolhimento dos materiais que são possíveis de serem reciclados previamente separados na fonte geradora. Na coleta seletiva, os materiais recicláveis são separados em resíduos orgânicos ou materiais recicláveis como: papéis, plásticos, metais e vidros. Na coleta seletiva, deve-se separar o lixo seco do lixo úmido. Pilhas e baterias não são materiais recicláveis, mas se jogarmos esses materiais no meio ambiente, eles irão contaminá-lo, pois quando descartadas no meio ambiente provocam contaminação do solo. Medicamentos não devem ser descartados junto com o lixo orgânico, pois possuem substâncias químicas que podem contaminar o solo e a água. Algumas redes de farmácias possuem pontos de coleta de medicamentos que não são mais usados. Lâmpadas fluorescentes também necessitam de descarte especial, porque possui vapor de mercúrio, gás tóxico, que contamina o ar quando quebrada. Os lixos hospitalares também precisam de um tratamento especial, pois costumam estar infectados com grande quantidade de vírus e bactérias. Desta forma, são retirados dos hospitais e levados para a incineração em locais apropriados. Quando os materiais recicláveis são coletados e chegam às cooperativas, eles são separados para serem reaproveitados. O que não é reaproveitado é levado para aterros sanitários. A coleta seletiva de lixo é de suma importância para as empresas e para a população, pois além de gerar renda para catadores que sobrevivem dessa atividade, também gera economia para as empresas e diminui a poluição do meio ambiente, uma vez que minimiza a poluição dos solos e rios. As cores da coleta seletiva são ferramentas importantes porque permitem que os resíduos sejam separados em categorias, o que facilita muito na hora da reciclagem ou destinação correta de itens que não podem ser reciclados.  Resíduo - Tudo que não é aproveitado nas atividades humanas, proveniente das indústrias, comércios e residências.  Rejeito - Material que não tem condições de ser reaproveitado e é destinado a aterros sanitários.  Catadores - Coletam, separam e transportam resíduos sólidos recicláveis, tais como papelão, alumínio, vidro e outros. Preservar o meio ambiente é responsabilidade de todos nós.
  • 2. Agora é sua vez! Complete a cruzadinha com as informações a seguir Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto e pintes - as de cores diferentes. W C O L E T A Z C A T A D O R E S S F Y H J M L D N T R B Y V Q W Y E Q R E C I C L Á V E I S K M X I L P M Y R T P Y J K V B X J I H N E N S U B S T Â N C I A S B N D F T Z Q W B V N P T Y Q N Y V I S E I M I H B A C T É R I A S N M J C V L T J M P L J K S D F G H I H T A J E X C O N T A M I N A R Z W A B K N A S D F G H J K L Ç X A C D W X S G F Q W Y T P V C M Z K L O F L U O R E S C E N T E S W M N S 1. Termo utilizado para o recolhimento dos materiais que podem ser reciclados previamente separados na fonte geradora. 2. Não são materiais recicláveis, porém se jogarmos esses materiais no meio ambiente, eles irão contaminá-lo, pois quando descartadas no meio ambiente provocam contaminação do solo. 3. Objeto que deve ser descartado na lixeira de cor azul. 4. Processo usados na queima dos resíduos. 5. Cor que na coleta seletiva representa o vidro para a reciclagem. 6. Objeto que devemos descartar na lixeira de cor amarela. 7. Pessoas que coletam, separam e transportam resíduos sólidos recicláveis, tais como papelão, alumínio, vidro e outros. 8. Tudo que não é aproveitado nas atividades humanas, proveniente das indústrias, comércios e residências. 9. Material que não tem condições de ser reaproveitado e é destinado a aterros sanitários. 10. Tipo de resíduo que deve ser descartado na lixeira de cor marrom. 2 5 7 1 4 10 3 6 * 9 * 8
  • 3. RESPSOTAS Complete a cruzadinha com as informações a seguir Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto e pintes - as de cores diferentes. W C O L E T A Z C A T A D O R E S S F Y H J M L D N T R B Y V Q W Y E Q R E C I C L Á V E I S K M X I L P M Y R T P Y J K V B X J I H N E N S U B S T Â N C I A S B N D F T Z Q W B V N P T Y Q N Y V I S E I M I H B A C T É R I A S N M J C V L T J M P L J K S D F G H I H T A J E X C O N T A M I N A R Z W A B K N A S D F G H J K L Ç X A C D W X S G F Q W Y T P V C M Z K L O F L U O R E S C E N T E S W M N S Mary Alvarenga 1. Termo utilizado para o recolhimento dos materiais que podem ser reciclados previamente separados na fonte geradora. Coleta seletiva 2. Não são materiais recicláveis, porém se jogarmos esses materiais no meio ambiente, eles irão contaminá-lo, pois quando descartadas no meio ambiente provocam contaminação do solo. Pilhas e baterias 3. Objeto que deve ser descartado na lixeira de cor azul. Papel 4. Processo usados na queima dos resíduos. Incineração 5. Cor que na coleta seletiva representa o vidro para a reciclagem. Verde 6. Objeto que devemos descartar na lixeira de cor amarela. Metal 7. Pessoas que coletam, separam e transportam resíduos sólidos recicláveis, tais como papelão, alumínio, vidro e outros. Catadores 8. Tudo que não é aproveitado nas atividades humanas, proveniente das indústrias, comércios e residências. Resíduo 9. Material que não tem condições de ser reaproveitado e é destinado a aterros sanitários. Rejeito 10. Tipo de resíduo que deve ser descartado na lixeira de cor marrom. Lixo orgânico 2 5 7 P 1 V C 4 I N C I N E R A Ç Ã O L O R T H L D A 10 3 P A P E L E D L S T O I 6 M E T A L R X B * 9 R E J E I T O A S S * T E O E L R R E G I T A A I N S V I A C 8 R E S I D U O