SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
ATIVIDADE 1 – RH – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E
NEGOCIAÇÃO – 52/2023
"Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para outra.
É uma forma de atingir os outros com ideias, fatos, pensamentos, sentimentos e valores.
Ela é uma ponte de sentido entre as pessoas, de tal forma que elas podem compartilhar
aquilo que sentem e sabem. Utilizando esta ponte, uma pessoa pode cruzar com segurança
o rio de mal-entendidos que muitas vezes as separam".
SILVA, C. C. da. Comunicação Empresarial: a influência das redes sociais na
comunicação interna. 2022. 14 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em
Administração) — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Angical do
Piauí, 2022. p. 4.
A respeito da comunicação interpessoal, a literatura ressalta que o processo de socialização
passa, necessariamente, pela comunicação, como via de transmissão do pensar e da
participação social, a partir do que se estabelece na dinâmica social. A partir do exposto,
descreva os elementos da comunicação: Emissor, Receptor e Canal.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a ATIVIDADE 1 – RH – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023

ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023Unicesumar
 
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023Unicesumar
 
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfUnicesumar
 
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfUnicesumar
 
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfUnicesumar
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdfD&H ASSESSORIA ACADÊMICA
 

Semelhante a ATIVIDADE 1 – RH – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023 (13)

ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
 
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023
 
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
 
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
 
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – GQ – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (9).pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (8).pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia.pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (2).pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (5).pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO.pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (7).pdf
 
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdfCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdf
COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - Copia (6).pdf
 

Mais de Unicesumar

5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.
5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.
5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.Unicesumar
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...Unicesumar
 
1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.
1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.
1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.Unicesumar
 
A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...
A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...
A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...Unicesumar
 
PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023
PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023
PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023Unicesumar
 
10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...
10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...
10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...Unicesumar
 
9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...
9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...
9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...Unicesumar
 
8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...
8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...
8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...Unicesumar
 
6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...
6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...
6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...Unicesumar
 
5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...
5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...
5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...Unicesumar
 
4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...
4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...
4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...Unicesumar
 
3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...
3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...
3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...Unicesumar
 
2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...
2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...
2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...Unicesumar
 
1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...
1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...
1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...Unicesumar
 
Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...
Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...
Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...Unicesumar
 
Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...
Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...
Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...Unicesumar
 
a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...
a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...
a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...Unicesumar
 
A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...
A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...
A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...Unicesumar
 
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.Unicesumar
 
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAEConhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAEUnicesumar
 

Mais de Unicesumar (20)

5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.
5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.
5. Em caso de sentença condenatória do Estado agressor, quais as penas.
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.
1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.
1. A atividade toda jurídica ocorre no plano do direito interno ou externo.
 
A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...
A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...
A molécula de ATP fornece energia para todas as reações que acontecem em noss...
 
PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023
PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023
PROVA - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 54 2023
 
10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...
10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...
10ª QUESTÃO Se você possui smartphone há mais de 10 anos, talvez não tenha pe...
 
9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...
9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...
9ª QUESTÃO Um relatório especial da Organização das Nações Unidas para Educaç...
 
8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...
8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...
8ª QUESTÃO Por meio de dados de crescimento e distribuição de renda dos Estad...
 
6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...
6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...
6ª TEXTO 1 Se o ritmo atual do aquecimento global não for controlado, isso em...
 
5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...
5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...
5ª QUESTÃO Com base na charge apresentada e no estudo da Unidade 2 do Livro D...
 
4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...
4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...
4ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Após participar de uma açã...
 
3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...
3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...
3ª QUESTÃO Considere a seguinte situação fictícia. Em 1950, década em que seu...
 
2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...
2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...
2ª QUESTÃO Ao olharmos para o termo em si, “tecnologia”, em um conceito mais ...
 
1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...
1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...
1ª QUESTÃO É através de um método científico que um pesquisador – seja de qua...
 
Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...
Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...
Calcule o valor aproximado da Confiabilidade Global do Sistema (R ) com base ...
 
Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...
Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...
Como a capacidade patogênica da teníase é pequena, em boa parte dependente do...
 
a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...
a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...
a) Defina quem são os cestoides, citando e explicando as principais caracterí...
 
A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...
A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...
A teníase é uma parasitose causada por helmintos do gênero Taenia. Embora apr...
 
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE.
 
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAEConhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE
Conhecendo um pouco mais sobre esse programa, relate qual é o objetivo do PNAE
 

Último

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 

Último (20)

ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, Betel, Ordenança quanto à contribuição financeira, 2Tr24.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 

ATIVIDADE 1 – RH – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023

  • 1. ATIVIDADE 1 – RH – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52/2023 "Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para outra. É uma forma de atingir os outros com ideias, fatos, pensamentos, sentimentos e valores. Ela é uma ponte de sentido entre as pessoas, de tal forma que elas podem compartilhar aquilo que sentem e sabem. Utilizando esta ponte, uma pessoa pode cruzar com segurança o rio de mal-entendidos que muitas vezes as separam". SILVA, C. C. da. Comunicação Empresarial: a influência das redes sociais na comunicação interna. 2022. 14 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Administração) — Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Angical do Piauí, 2022. p. 4. A respeito da comunicação interpessoal, a literatura ressalta que o processo de socialização passa, necessariamente, pela comunicação, como via de transmissão do pensar e da participação social, a partir do que se estabelece na dinâmica social. A partir do exposto, descreva os elementos da comunicação: Emissor, Receptor e Canal.