SlideShare uma empresa Scribd logo
MAIO- 2018
Centro de Pesquisa e
Desenvolvimento em
Telecomunicações
41 anos
360.000m² de área
Mais de 300 clientes
971 colaboradores
358 pós-graduados
521 graduados
92 nível médio
CPqD em
números
Propriedade
Intelectual
Em 05/01/2018
Processos de patentes nacionais
331
Processos de patentes internacionais
172
Registros de programas de computador
1597
CPqD ocupou a primeira posição no
ranking dos depositantes de
pedidos de registro de software no
Brasil entre 2013 e 2016.
Pedidos de registro
574
Registro de
Software
Segundo o INPI
MODELO DE ATUAÇÃO
Programa de P&D
Transferência de
Tecnologia
Comercialização de
Produtos e Serviços
CLIENTES
Defesa e
Segurança
PLATAFORMAS
TECNOLÓGICAS
DO CPqD
Sensoriamento
OFERECENDO OS DADOS QUE A
SOCIEDADE NECESSITA
Detecção, condicionamento, análise e
comunicação dos mais variados fenômenos
físicos, para a localização, a obtenção de
dados e o rastreamento inteligentes de
pessoas e objetos. Integradas à computação
avançada e cognitiva, às comunicações sem
fio e ópticas, e aos sistemas de energia, as
tecnologias de sensoriamento se tornam
mais eficientes e robustas para aplicação em
Internet das Coisas, Redes Elétricas
Inteligentes, Indústria 4.0 e Cidades do
Futuro.
Sistemas
Eletrônicos
Embarcados
ALTO DESEMPENHO PARA
APLICAÇÕES DEDICADAS
A eletrônica e a microeletrônica
contribuindo para o desenvolvimento
de sistemas cada vez menores, mais
rápidos, econômicos e com maior
capacidade de processamento para as
mais diversas aplicações, gerando
soluções competitivas.
Sistemas de
Energia
REDES ELÉTRICAS INTELIGENTES
DO FUTURO
Tecnologias para aumentar a
capacidade, confiabilidade,
disponibilidade e qualidade no
fornecimento de energia, tendo em
vista atender o novo cenário com casas
inteligentes, veículos elétricos e
sensores conectados em rede e
ampliar a eficiência operacional e
energética, através do uso de fontes
distribuídas e renováveis, observando a
sustentabilidade e a preservação do
meio ambiente.
Núcleo de Desenvolvimento de
Tecnologias de Defesa
• Inaugurado em 15 de agosto de 2013
• Inicialmente atendendo ao Programa Rádio Definido por Software
do Ministério da Defesa
• Infraestrutura dedicada com 18 postos de trabalho e controles de
segurança diferenciados
• Equipe com dedicação exclusiva
• Participação de membros das Forças Armadas
• 4 oficiais do Exército Brasileiro (1 Tenente Coronel em Pós-
Doutorado e 3 Tenentes)
• Ao longo do Programa RDS, chegamos a uma mobilização de 45
colaboradores do CPqD, incluindo 5 oficiais da reserva, alocados
diretamente na unidade do CTEx (Rio de Janeiro)
Núcleo de Desenvolvimento de
Tecnologias de Defesa
• Programa de 10 anos, dividido em fases
• 1ª Fase - Desenvolvimento de um RDS veicular
• RDS pode ser caracterizado por quatro pilares
Hardware Digital
(Módulo de Processamento,
Crypto Subsystem)
Hardware de Radiofrequencia
(Frontend de RF,
Conversor Digital-Analógico)
Plataforma Operacional
(S.O., Core Framework SCA, Devices SCA)
Formas de Onda
(Aplicações)
Projetos em curso (Programa RDS Defesa)
Reconhecimento Internacional
•Fórum mundial que engloba entidades comerciais, civis e
militares para o desenvolvimento de comunicações sem fio,
principalmente nas áreas de RDS e Rádio Cognitivo.
•Em congresso internacional o CTEx recebeu a informação de
que fomos considerados por este fórum como o 15º país a ter o
domínio de desenvolvimento de soluções baseadas na
arquitetura SCA, que é o padrão de fato para soluções RDS
para o mercado de defesa
Somos o único país do hemisfério sul com o
domínio no desenvolvimento desta tecnologia.
RDS – Módulo de Segurança
(Criptografia e Autenticação em Hardware, em nível de Protocolo)
Esquema Elétrico, Layout, Mecânica, Lógica Programável e ASIC, Firmware e Testes
Solução com FPGA
Processador e Sistema Operacional Embarcados
- Sistema Operacional Linux Embarcado
- Interface PCI Express
- Algoritmos de criptografia e autenticação
padrão internacionais e proprietários da
Defesa, desenvolvidos pelo CASNAV
- Implementação em VHDL/Verilog
Conversão FPGA/ASIC
- Conhecimento e experiência em projetos de
ASICs (IP cores já provados em silício – Projeto
OTN).
- Porte entre tecnologias: de lógica programável
para silício.
- Fluxo de desenvolvimento bem definido para
fronte-end e back-end.
Empacotamento Mecânico
- Projeto robusto para operação em ambiente de
alta temperatura.
- Imunidade a ruídos.
- Mecânica de precisão para empacotamento de
dispositivos.
Hardware de alta complexidade.
- 12 camadas.
- Alta densidade de componentes
- Linhas de alta velocidade – 2,5Gbit/s
- Compatibilidade Eletromagnética.
- Testado em câmara semi-anecóica e
câmara térmica.
- Dispositivos BGA
RDS – Módulo de Controle e Conversão
Digital-Analógico (CCDA)
Esquema Elétrico, Layout, Mecânica, Lógica Programável, Firmware e Testes
Solução com FPGA
Processador e Sistema Operacional Embarcados
- Sistema Operacional de Tempo-Real rodando
em Soft Processor
- Interface PCI Express
- Algoritmos de processamento Digital de
Sinais
- Controle de AGC, conversores DA de 16 bits e
AD de 14 bits, controle do front-end de RF
- Conversão de sinais com larguras de banda
de até 30 MHz
- Implementação em VHDL/Verilog
- Partes implementadas na ferramenta
Xilinx System Generator (Model Based
Design em ambiente Matlab/Simulink
para prototipagem rápida)
Empacotamento Mecânico
- Projeto robusto para operação em ambiente de
alta temperatura.
- Imunidade à interferência eletromagnética
- Mecânica de precisão para empacotamento de
dispositivos com requisitos de estanqueidade
- Projeto térmico com uso de heatpipes
Hardware de alta complexidade
- 16 camadas.
- Alta densidade de componentes
- Linhas de alta velocidade – 2,5Gbit/s
- Compatibilidade Eletromagnética.
- Ensaios em câmara semi-anecóica,
câmara térmica, vibração e
estanqueidade
- Dispositivos BGA
Projetos em curso (Programa RDS Defesa)
Apresentação ao chefe do DCT – Nov/2016
Tecnologia LTE 700
MHz desenvolvida pelo
CPqD e transferida para
a Trópico
Tecnologia LTE Defesa – 700 MHz
Rede de Monitoramento e Operação
Jogos Olímpicos 2016 – Brasília DF
Tecnologia LTE Defesa – 700 MHz
Rede de Monitoramento e Operação
Jogos Olímpicos 2016 – Brasília DF
CMB
COp - CMB
APLICAÇÕES
MD
COp CMP
Vlan 10.133.79.X/24
EPC
VIDA-BeON-JagWire
C2
EBNet
Switch L3 Harris - Integração Rede
Rota: VLAN 10.133.79.X/24 para VL
Interface Externa VIDA core 10.133
EPC Core:
EMS 10.133.79.10
MME 10.133.79.11
SGW 10.133.79.12
PGW 10.133.79.13
HSS 10.133.79.14
VIDA CORE
Elementos de Rede no range 10.12
Servidor BeOn 10.128.12.27
Servidor StatusAware 10.127.12.97
(integração com SAD)
SAD
IP disponível no range 10.133.79.X
integração com servidor StatusAwa
eNodeB:
eNodeB 1MD – 10.133.79.2
eNodeB 2MD – 10.133.79.3
eNodeB 3CMB – 10.133.79.4
eNodeB 4CMB – 10.133.79.5
Terminais: 3 Modens LTE 25 Smart
Range de IPs de 10.133.79.40 a 10.
Vlan 10.128.12.XX/25
Diagrama lógico de Rede IP
Diagrama logico de conexão s
integração a EBNe
Fornecimento Trópico/Harris/Savis
Vlan 10.133.79.X/24
Vlan 10.133.79.X/24
Remoto
Remoto
10.133.79.245
Switch Integração CMB
10.133.79.248
Switch Integração MD
10.133.79.248
Switch Core CMP
10.133.79.249
PABX IP
Pacificador
PAB
10.1
Veículo Puro Elétrico de Alto Desempenho
ACC 0-100km/h
2.7
sec
POWER
1000
kW
RANGE
400
km
MOTOR TORQUE
4000
Nm
Desenvolvimento do Powertrain
High Power
2340 Li-ion cells
LFP
190 Wh/kg
4 packs
VOLTAGE
700
V
ENERGY
80
kWh
TECNOLOGY
Li-íon
cells
High Energy
5344 Li-ion cells
NCA
265 Wh/kg
8 packs
Ragone Curve
Blended Li-íon
Battery
MOTOR
250
kW
• Tensão de fase-fase e de modo comum com pulsos de menor amplitude de tensão
• Redução considerável do stress na isolação dos enrolamentos do motor
• Redução no ruído audível
Inversor Multinível
Algoritmos Avançados de Gestão em Baterias
Modelagem da Célula Li-íon
State of Charge - SOC
• Extended Kalman Filter
• Uncented Kalman Filter
• Particule Filter
State of Health (SOH)
• Dual Extended Kalman Filter
• Machine Learning
• Ah Throughput
Balanceamento
• Based on SOC, Voltage and Current control
Veículo não tripulado para validação das
coordenadas de localização de novas
redes de distribuição de gás natural
Missão
• Cadastramento das novas tubulações de gás
Solução Robótica
• Operação remota e autônoma
• Propulsão elétrica
• Fusão Sensorial
• Operação em qualquer orientação
• Adaptável a variações de diâmetro de tubo
• Sistema de armazenamento avançado
• Múltiplos payloads
Simulação da operação
Paixão pela criação de
tecnologia nacional.
www.cpqd.com.br
OBRIGADO!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a INOVADEF - Apresentação Sender Rocha

Apresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SP
Apresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SPApresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SP
Apresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SP
Carlos Mandolesi
 
Apresentação Completa Digistar
Apresentação Completa DigistarApresentação Completa Digistar
Apresentação Completa Digistar
Reinaldo Lima
 
Speed data
Speed dataSpeed data
Plano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicaçõesPlano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicações
ALEX Leite
 
Fabricante de retificador digital
Fabricante de retificador digitalFabricante de retificador digital
Fabricante de retificador digital
Soluções Industriais
 
Selecionando application procotocols para IoT
Selecionando application procotocols para IoTSelecionando application procotocols para IoT
Selecionando application procotocols para IoT
cesar231084
 
TradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da Latencia
TradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da LatenciaTradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da Latencia
TradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da Latencia
Jose Ricardo Maia Moraes
 
Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...
Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...
Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...
fesaab
 
Protocolos e redes industriais
Protocolos e redes industriaisProtocolos e redes industriais
Protocolos e redes industriais
Everton_michel
 
Catalogo Ck70 / Ck71
Catalogo Ck70 / Ck71Catalogo Ck70 / Ck71
Digistar in a briefing Mar/2015
Digistar in a briefing Mar/2015Digistar in a briefing Mar/2015
Digistar in a briefing Mar/2015
Beto Flesch
 
Protocolo Can
Protocolo CanProtocolo Can
Protocolo Can
JÚLIO PEIXOTO
 
Apresentação BigAdmin
Apresentação BigAdminApresentação BigAdmin
Apresentação BigAdmin
bigadmin
 
Sistemas Supervisórios
Sistemas SupervisóriosSistemas Supervisórios
Sistemas Supervisórios
Natanael Garcia Rodrigues
 
Catalogo Resumido Novus
Catalogo Resumido NovusCatalogo Resumido Novus
Catalogo Resumido Novus
SAFETY CONTROL
 
Coletores - mc67
Coletores - mc67Coletores - mc67
Coletores - mc67
ScanSource Brasil
 
Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)
Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)
Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)
Mmm
 
Redes industriais introducao
Redes industriais introducaoRedes industriais introducao
Redes industriais introducao
MarcioRodrigues173060
 
Redes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdf
Redes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdfRedes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdf
Redes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdf
Alan Coelho
 
Apresentação redes industriais 2009
Apresentação redes industriais 2009Apresentação redes industriais 2009
Apresentação redes industriais 2009
confidencial
 

Semelhante a INOVADEF - Apresentação Sender Rocha (20)

Apresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SP
Apresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SPApresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SP
Apresentação sobre Redes Industriais na UNIP Jundiaí/SP
 
Apresentação Completa Digistar
Apresentação Completa DigistarApresentação Completa Digistar
Apresentação Completa Digistar
 
Speed data
Speed dataSpeed data
Speed data
 
Plano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicaçõesPlano diretor de telecomunicações
Plano diretor de telecomunicações
 
Fabricante de retificador digital
Fabricante de retificador digitalFabricante de retificador digital
Fabricante de retificador digital
 
Selecionando application procotocols para IoT
Selecionando application procotocols para IoTSelecionando application procotocols para IoT
Selecionando application procotocols para IoT
 
TradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da Latencia
TradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da LatenciaTradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da Latencia
TradeTech Brazil 2011 - O Desafio Da Latencia
 
Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...
Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...
Controle de protótipo movimentado por liga de memória de forma (sma) pelo pc,...
 
Protocolos e redes industriais
Protocolos e redes industriaisProtocolos e redes industriais
Protocolos e redes industriais
 
Catalogo Ck70 / Ck71
Catalogo Ck70 / Ck71Catalogo Ck70 / Ck71
Catalogo Ck70 / Ck71
 
Digistar in a briefing Mar/2015
Digistar in a briefing Mar/2015Digistar in a briefing Mar/2015
Digistar in a briefing Mar/2015
 
Protocolo Can
Protocolo CanProtocolo Can
Protocolo Can
 
Apresentação BigAdmin
Apresentação BigAdminApresentação BigAdmin
Apresentação BigAdmin
 
Sistemas Supervisórios
Sistemas SupervisóriosSistemas Supervisórios
Sistemas Supervisórios
 
Catalogo Resumido Novus
Catalogo Resumido NovusCatalogo Resumido Novus
Catalogo Resumido Novus
 
Coletores - mc67
Coletores - mc67Coletores - mc67
Coletores - mc67
 
Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)
Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)
Convergência Digital (interativa-si.blogspot.com)
 
Redes industriais introducao
Redes industriais introducaoRedes industriais introducao
Redes industriais introducao
 
Redes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdf
Redes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdfRedes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdf
Redes_Industriais_Introducao (2021_01_24 20_56_02 UTC).pdf
 
Apresentação redes industriais 2009
Apresentação redes industriais 2009Apresentação redes industriais 2009
Apresentação redes industriais 2009
 

Mais de Opencadd Advanced Technology

Openday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionado
Openday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionadoOpenday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionado
Openday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionado
Opencadd Advanced Technology
 
Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...
Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...
Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...
Opencadd Advanced Technology
 
Openday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero Geradores
Openday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero GeradoresOpenday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero Geradores
Openday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero Geradores
Opencadd Advanced Technology
 
Openday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visível
Openday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visívelOpenday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visível
Openday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visível
Opencadd Advanced Technology
 
Openday PUC-RIO - Engenharia de Requisitos
Openday PUC-RIO - Engenharia de RequisitosOpenday PUC-RIO - Engenharia de Requisitos
Openday PUC-RIO - Engenharia de Requisitos
Opencadd Advanced Technology
 
Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...
Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...
Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...
Opencadd Advanced Technology
 
INOVADEF - Apresentação Brigadeiro Romão
INOVADEF - Apresentação Brigadeiro RomãoINOVADEF - Apresentação Brigadeiro Romão
INOVADEF - Apresentação Brigadeiro Romão
Opencadd Advanced Technology
 
INOVADEF - Apresentação Marcelo Lopes
INOVADEF - Apresentação Marcelo LopesINOVADEF - Apresentação Marcelo Lopes
INOVADEF - Apresentação Marcelo Lopes
Opencadd Advanced Technology
 
Apresentação Allyson Chiarini
Apresentação Allyson ChiariniApresentação Allyson Chiarini
Apresentação Allyson Chiarini
Opencadd Advanced Technology
 
Apresentação Osvaldo Maia
Apresentação Osvaldo MaiaApresentação Osvaldo Maia
Apresentação Osvaldo Maia
Opencadd Advanced Technology
 
Indústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana Tarabal
Indústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana TarabalIndústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana Tarabal
Indústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana Tarabal
Opencadd Advanced Technology
 
Licenciamento math works
Licenciamento math worksLicenciamento math works
Licenciamento math works
Opencadd Advanced Technology
 
Webinar Classificação Images com MATLAB
Webinar Classificação Images com MATLABWebinar Classificação Images com MATLAB
Webinar Classificação Images com MATLAB
Opencadd Advanced Technology
 
Webinar Novidades da Release R2017b
Webinar Novidades da Release R2017bWebinar Novidades da Release R2017b
Webinar Novidades da Release R2017b
Opencadd Advanced Technology
 
Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...
Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...
Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...
Opencadd Advanced Technology
 
Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...
Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...
Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...
Opencadd Advanced Technology
 
Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...
Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...
Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...
Opencadd Advanced Technology
 
Utilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizar
Utilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizarUtilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizar
Utilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizar
Opencadd Advanced Technology
 
Visão Computacional
Visão ComputacionalVisão Computacional
Visão Computacional
Opencadd Advanced Technology
 
Webinar SDR
Webinar SDRWebinar SDR

Mais de Opencadd Advanced Technology (20)

Openday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionado
Openday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionadoOpenday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionado
Openday PUC-RIO - Indústria 4.0 e aplicação no segmento de ar condicionado
 
Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...
Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...
Openday PUC-RIO - Determinação da Trajetória ótima em pistas de corrida com r...
 
Openday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero Geradores
Openday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero GeradoresOpenday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero Geradores
Openday PUC-RIO - Detecção de Operação Anormal em Aero Geradores
 
Openday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visível
Openday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visívelOpenday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visível
Openday PUC-RIO - Transmissão de dados pela luz visível
 
Openday PUC-RIO - Engenharia de Requisitos
Openday PUC-RIO - Engenharia de RequisitosOpenday PUC-RIO - Engenharia de Requisitos
Openday PUC-RIO - Engenharia de Requisitos
 
Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...
Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...
Openday PUC-RIO - Ferramenta gráfica para modelagem e análise em Engenharia E...
 
INOVADEF - Apresentação Brigadeiro Romão
INOVADEF - Apresentação Brigadeiro RomãoINOVADEF - Apresentação Brigadeiro Romão
INOVADEF - Apresentação Brigadeiro Romão
 
INOVADEF - Apresentação Marcelo Lopes
INOVADEF - Apresentação Marcelo LopesINOVADEF - Apresentação Marcelo Lopes
INOVADEF - Apresentação Marcelo Lopes
 
Apresentação Allyson Chiarini
Apresentação Allyson ChiariniApresentação Allyson Chiarini
Apresentação Allyson Chiarini
 
Apresentação Osvaldo Maia
Apresentação Osvaldo MaiaApresentação Osvaldo Maia
Apresentação Osvaldo Maia
 
Indústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana Tarabal
Indústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana TarabalIndústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana Tarabal
Indústria 4.0 - Vantagens e Impactos para a sociedade. Fabiana Tarabal
 
Licenciamento math works
Licenciamento math worksLicenciamento math works
Licenciamento math works
 
Webinar Classificação Images com MATLAB
Webinar Classificação Images com MATLABWebinar Classificação Images com MATLAB
Webinar Classificação Images com MATLAB
 
Webinar Novidades da Release R2017b
Webinar Novidades da Release R2017bWebinar Novidades da Release R2017b
Webinar Novidades da Release R2017b
 
Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...
Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...
Desenvolvimento de software autônomo para determinação e controle de órbita e...
 
Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...
Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...
Simulação e desenvolvimento de algoritmos de tempo real usando Matlab/Simulin...
 
Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...
Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...
Breve histórico da engenharia de sistemas no Brasil e as Iniciativas atuais d...
 
Utilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizar
Utilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizarUtilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizar
Utilização da Engenharia de Requisitos: Onde, quando e como utilizar
 
Visão Computacional
Visão ComputacionalVisão Computacional
Visão Computacional
 
Webinar SDR
Webinar SDRWebinar SDR
Webinar SDR
 

INOVADEF - Apresentação Sender Rocha

  • 1. MAIO- 2018 Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações
  • 2. 41 anos 360.000m² de área Mais de 300 clientes 971 colaboradores 358 pós-graduados 521 graduados 92 nível médio CPqD em números
  • 3. Propriedade Intelectual Em 05/01/2018 Processos de patentes nacionais 331 Processos de patentes internacionais 172 Registros de programas de computador 1597
  • 4. CPqD ocupou a primeira posição no ranking dos depositantes de pedidos de registro de software no Brasil entre 2013 e 2016. Pedidos de registro 574 Registro de Software Segundo o INPI
  • 5. MODELO DE ATUAÇÃO Programa de P&D Transferência de Tecnologia Comercialização de Produtos e Serviços
  • 8. Sensoriamento OFERECENDO OS DADOS QUE A SOCIEDADE NECESSITA Detecção, condicionamento, análise e comunicação dos mais variados fenômenos físicos, para a localização, a obtenção de dados e o rastreamento inteligentes de pessoas e objetos. Integradas à computação avançada e cognitiva, às comunicações sem fio e ópticas, e aos sistemas de energia, as tecnologias de sensoriamento se tornam mais eficientes e robustas para aplicação em Internet das Coisas, Redes Elétricas Inteligentes, Indústria 4.0 e Cidades do Futuro.
  • 9. Sistemas Eletrônicos Embarcados ALTO DESEMPENHO PARA APLICAÇÕES DEDICADAS A eletrônica e a microeletrônica contribuindo para o desenvolvimento de sistemas cada vez menores, mais rápidos, econômicos e com maior capacidade de processamento para as mais diversas aplicações, gerando soluções competitivas.
  • 10. Sistemas de Energia REDES ELÉTRICAS INTELIGENTES DO FUTURO Tecnologias para aumentar a capacidade, confiabilidade, disponibilidade e qualidade no fornecimento de energia, tendo em vista atender o novo cenário com casas inteligentes, veículos elétricos e sensores conectados em rede e ampliar a eficiência operacional e energética, através do uso de fontes distribuídas e renováveis, observando a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente.
  • 11. Núcleo de Desenvolvimento de Tecnologias de Defesa • Inaugurado em 15 de agosto de 2013 • Inicialmente atendendo ao Programa Rádio Definido por Software do Ministério da Defesa • Infraestrutura dedicada com 18 postos de trabalho e controles de segurança diferenciados • Equipe com dedicação exclusiva • Participação de membros das Forças Armadas • 4 oficiais do Exército Brasileiro (1 Tenente Coronel em Pós- Doutorado e 3 Tenentes) • Ao longo do Programa RDS, chegamos a uma mobilização de 45 colaboradores do CPqD, incluindo 5 oficiais da reserva, alocados diretamente na unidade do CTEx (Rio de Janeiro)
  • 12. Núcleo de Desenvolvimento de Tecnologias de Defesa
  • 13. • Programa de 10 anos, dividido em fases • 1ª Fase - Desenvolvimento de um RDS veicular • RDS pode ser caracterizado por quatro pilares Hardware Digital (Módulo de Processamento, Crypto Subsystem) Hardware de Radiofrequencia (Frontend de RF, Conversor Digital-Analógico) Plataforma Operacional (S.O., Core Framework SCA, Devices SCA) Formas de Onda (Aplicações) Projetos em curso (Programa RDS Defesa)
  • 14. Reconhecimento Internacional •Fórum mundial que engloba entidades comerciais, civis e militares para o desenvolvimento de comunicações sem fio, principalmente nas áreas de RDS e Rádio Cognitivo. •Em congresso internacional o CTEx recebeu a informação de que fomos considerados por este fórum como o 15º país a ter o domínio de desenvolvimento de soluções baseadas na arquitetura SCA, que é o padrão de fato para soluções RDS para o mercado de defesa Somos o único país do hemisfério sul com o domínio no desenvolvimento desta tecnologia.
  • 15. RDS – Módulo de Segurança (Criptografia e Autenticação em Hardware, em nível de Protocolo) Esquema Elétrico, Layout, Mecânica, Lógica Programável e ASIC, Firmware e Testes Solução com FPGA Processador e Sistema Operacional Embarcados - Sistema Operacional Linux Embarcado - Interface PCI Express - Algoritmos de criptografia e autenticação padrão internacionais e proprietários da Defesa, desenvolvidos pelo CASNAV - Implementação em VHDL/Verilog Conversão FPGA/ASIC - Conhecimento e experiência em projetos de ASICs (IP cores já provados em silício – Projeto OTN). - Porte entre tecnologias: de lógica programável para silício. - Fluxo de desenvolvimento bem definido para fronte-end e back-end. Empacotamento Mecânico - Projeto robusto para operação em ambiente de alta temperatura. - Imunidade a ruídos. - Mecânica de precisão para empacotamento de dispositivos. Hardware de alta complexidade. - 12 camadas. - Alta densidade de componentes - Linhas de alta velocidade – 2,5Gbit/s - Compatibilidade Eletromagnética. - Testado em câmara semi-anecóica e câmara térmica. - Dispositivos BGA
  • 16. RDS – Módulo de Controle e Conversão Digital-Analógico (CCDA) Esquema Elétrico, Layout, Mecânica, Lógica Programável, Firmware e Testes Solução com FPGA Processador e Sistema Operacional Embarcados - Sistema Operacional de Tempo-Real rodando em Soft Processor - Interface PCI Express - Algoritmos de processamento Digital de Sinais - Controle de AGC, conversores DA de 16 bits e AD de 14 bits, controle do front-end de RF - Conversão de sinais com larguras de banda de até 30 MHz - Implementação em VHDL/Verilog - Partes implementadas na ferramenta Xilinx System Generator (Model Based Design em ambiente Matlab/Simulink para prototipagem rápida) Empacotamento Mecânico - Projeto robusto para operação em ambiente de alta temperatura. - Imunidade à interferência eletromagnética - Mecânica de precisão para empacotamento de dispositivos com requisitos de estanqueidade - Projeto térmico com uso de heatpipes Hardware de alta complexidade - 16 camadas. - Alta densidade de componentes - Linhas de alta velocidade – 2,5Gbit/s - Compatibilidade Eletromagnética. - Ensaios em câmara semi-anecóica, câmara térmica, vibração e estanqueidade - Dispositivos BGA
  • 17. Projetos em curso (Programa RDS Defesa) Apresentação ao chefe do DCT – Nov/2016
  • 18. Tecnologia LTE 700 MHz desenvolvida pelo CPqD e transferida para a Trópico Tecnologia LTE Defesa – 700 MHz Rede de Monitoramento e Operação Jogos Olímpicos 2016 – Brasília DF
  • 19. Tecnologia LTE Defesa – 700 MHz Rede de Monitoramento e Operação Jogos Olímpicos 2016 – Brasília DF CMB COp - CMB APLICAÇÕES MD COp CMP Vlan 10.133.79.X/24 EPC VIDA-BeON-JagWire C2 EBNet Switch L3 Harris - Integração Rede Rota: VLAN 10.133.79.X/24 para VL Interface Externa VIDA core 10.133 EPC Core: EMS 10.133.79.10 MME 10.133.79.11 SGW 10.133.79.12 PGW 10.133.79.13 HSS 10.133.79.14 VIDA CORE Elementos de Rede no range 10.12 Servidor BeOn 10.128.12.27 Servidor StatusAware 10.127.12.97 (integração com SAD) SAD IP disponível no range 10.133.79.X integração com servidor StatusAwa eNodeB: eNodeB 1MD – 10.133.79.2 eNodeB 2MD – 10.133.79.3 eNodeB 3CMB – 10.133.79.4 eNodeB 4CMB – 10.133.79.5 Terminais: 3 Modens LTE 25 Smart Range de IPs de 10.133.79.40 a 10. Vlan 10.128.12.XX/25 Diagrama lógico de Rede IP Diagrama logico de conexão s integração a EBNe Fornecimento Trópico/Harris/Savis Vlan 10.133.79.X/24 Vlan 10.133.79.X/24 Remoto Remoto 10.133.79.245 Switch Integração CMB 10.133.79.248 Switch Integração MD 10.133.79.248 Switch Core CMP 10.133.79.249 PABX IP Pacificador PAB 10.1
  • 20. Veículo Puro Elétrico de Alto Desempenho ACC 0-100km/h 2.7 sec POWER 1000 kW RANGE 400 km MOTOR TORQUE 4000 Nm Desenvolvimento do Powertrain
  • 21. High Power 2340 Li-ion cells LFP 190 Wh/kg 4 packs VOLTAGE 700 V ENERGY 80 kWh TECNOLOGY Li-íon cells High Energy 5344 Li-ion cells NCA 265 Wh/kg 8 packs Ragone Curve Blended Li-íon Battery
  • 22. MOTOR 250 kW • Tensão de fase-fase e de modo comum com pulsos de menor amplitude de tensão • Redução considerável do stress na isolação dos enrolamentos do motor • Redução no ruído audível Inversor Multinível
  • 23. Algoritmos Avançados de Gestão em Baterias Modelagem da Célula Li-íon State of Charge - SOC • Extended Kalman Filter • Uncented Kalman Filter • Particule Filter
  • 24. State of Health (SOH) • Dual Extended Kalman Filter • Machine Learning • Ah Throughput
  • 25. Balanceamento • Based on SOC, Voltage and Current control
  • 26. Veículo não tripulado para validação das coordenadas de localização de novas redes de distribuição de gás natural Missão • Cadastramento das novas tubulações de gás
  • 27. Solução Robótica • Operação remota e autônoma • Propulsão elétrica • Fusão Sensorial • Operação em qualquer orientação • Adaptável a variações de diâmetro de tubo • Sistema de armazenamento avançado • Múltiplos payloads Simulação da operação
  • 28. Paixão pela criação de tecnologia nacional. www.cpqd.com.br