SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
Instrumentos
da
Orquestra Sinfónica
• Chama-se ORQUESTRA a um conjunto de
instrumentistas que tocam em conjunto e se podem
organizar de diferentes maneiras.
• Vamos conhecer alguns instrumentos que fazem parte
das três grandes famílias da orquestra – CORDAS,
SOPROS e PERCUSSÃO.
Instrumentos
de CORDA
Instrumentos de CORDA
• Esta família é constituída por instrumentos cujo som é
produzido através das vibração das cordas.
• As cordas podem ser friccionadas por um arco (violino,
viola d’arco, violoncelo e contrabaixo), dedilhadas (harpa)
ou percutidas (piano).
• O arco é constituído por uma vara de madeira e um
conjunto de cerdas (crinas de cavalo).
• Quanto maior é o instrumento friccionado, mais grave é o
seu som e mais curto, robusto e pesado é o seu arco.
Violino
• O violino é um instrumento cujo som é provocado pela
fricção de um arco nas suas cordas (quatro).
• Para ser tocado é, encaixado na zona da clavícula e abaixo
do queixo do executante. Enquanto os dedos da mão
esquerda calcam as cordas, o arco, na outra mão,
fricciona-as.
Viola d’arco
• Tem uma configuração em tudo semelhante à
do violino, sendo apenas ligeiramente maior.
• Toca-se como o violino, apoiada no ombro,
com um arco, e tem quatro cordas. É usada
quase exclusivamente como instrumento de
conjunto na orquestra ou em música de
câmara.
Violoncelo
• O violoncelo é maior que o violino e a viola d’arco.
Toca-se com a ajuda de um arco e colocado entre as
pernas do executante que está sentado. Além disso,
assenta sobre um espigão (de altura regulável) e tem
quatro cordas.
• É um instrumento com uma sonoridade calorosa,
vibrante e muito expressivo, sendo muito utilizado na
orquestra de câmara.
Contrabaixo
• É o maior dos instrumentos de corda friccionada. Toca-
se em pé, assente num espigão; o arco é o mais curto e
pesado desta família de instrumentos.
• Pode ter quatro ou cinco cordas e é muito importante na
orquestra pelo apoio grave que lhe dá.
• O seu pizzicato é muito sonoro e emprega-se com
frequência em jazz.
Piano
• O piano de cauda é um instrumento de corda
percutida que surge com o aperfeiçoamento do
clavicórdio e que depois se tornou totalmente
original.
• O piano dá-nos efeitos de grande intimidade, pois
possui qualidades expressivas, inigualáveis por
qualquer outro instrumento. É usado nas salas de
concerto, como solista dentro da orquestra. É
também muito utilizado na música pop e no jazz.
Harpa
• A harpa, descendente da lira, é um dos instrumentos
mais antigos que existem. Os Egípcios, Gregos e Persas
desfrutaram do seu som celestial. Na actualidade a harpa
tem 47 cordas: as 11 mais graves são revestidas de metal
e as outras de tripa ou nylon.
• A harpa pode fazer solos e acompanhamentos ao
mesmo tempo, mas na orquestra sinfónica utiliza-se para
fazer acordes que, pela forma de serem dedilhados,
podem chamar-se harpejos.
• Se agruparmos estes
instrumentos podemos obter
formações características.
Quarteto de cordas
Orquestra de cordas
Instrumentos
de SOPRO
Instrumentos
de SOPRO
O som produz-se pela
vibração do ar dentro
de um tubo.
Segundo o material de
que são feitos,
podemos dividi-los em
madeiras (flauta
transversal, oboé,
clarinete, fagote) e
metais(trompete,
trompa, trombone,
tuba).
Flauta transversal
• A flauta transversal ou transversa é um instrumento de
sopro que permite ao executante uma grande
expressividade.
• Pode ser feita de madeira ou de metal. Quando incluída
na orquestra é classificada como pertencente à secção
das madeiras.
Oboé
• O oboé é um instrumento e sopro, de
palheta dupla, da família das madeiras.
• Teve desde sempre uma grande
aceitação entre os compositores, pois
presta-se às mais variadas expressões,
tanto em melodias alegres como tristes.
Clarinete
• O clarinete é u instrumento de sopro, da família das
madeiras. É feito de madeira (ébano) e tem uma boquilha
com uma palheta simples.
• O clarinete utiliza-se na orquestra sinfónica, nas orquestras
ligeiras, de jazz, nas bandas de música...
Fagote
• O fagote é um instrumento de madeira com palheta dupla.
• A sua incorporação na orquestra deu-se no século XVII devido
ao seu som doce e quente. O fagote aparece como solista em
algumas passagens de obras orquestrais de Mozart, Vivaldi e
Beethoven, entre muitas outras.
Trompete
• O trompete é o mais antigo dos instrumentos de sopro da secção
dos metais, sendo utilizado já no antigo Egipto. A partir do século
XIX foi munido com um sistema de três pistões.
• É um instrumento muito sonoro e brilhante que aparece como
solista quer no jazz quer na orquestra sinfónica. É também muito
utilizado nas bandas de música.
Trompa
• A trompa é um instrumento de sopro,
da família dos metais. É muito antigo
(tempo dos Egípcios), mas a sua
evolução data do século XVI.
• A trompa moderna tem três pistões e,
ao contrário de todos os outros
instrumentos que têm pistões, é tocada
com a mão esquerda, enquanto que a
mão direita se introduz na campânula.
Trombone
• O trombone é um instrumento de sopro da família dos
metais que possui uma estrutura muito simples. É
constituído por dois tubos em forma de ‘U’ deslizando
um dentro do outro.
• É um instrumento muito utilizado nas bandas
filarmónicas, orquestras ligeiras e de jazz.
Tuba
• A tuba é o maior dos instrumentos de sopro,
da família dos metais, e pode ter dois a seis
pistões e diferentes formas.
• Apareceu em meados do século XIX e é muito
utilizada na orquestra sinfónica, onde, para
além de reforçar a linha do baixo, pode
executar também melodias. É também um
instrumento muito usado nas bandas de
música.
• Se agruparmos estes
instrumentos podemos obter
formações características.
Quinteto de sopros
Grupo de metais
Instrumentos
de
PERCUSSÃO
Instrumentos de PERCUSSÃO
A família da percussão é a que comporta maior variedade de instrumentos.
Estes instrumentos, feitos de pele, metal ou madeira, podem ser tocados de
diversas maneiras: percutidos, agitados, raspados, entrechocados,... (triângulo,
pratos, pandeireta, timbale, bombo, xilofone, sinos,…)
Xilofone
• O xilofone é um instrumento de percussão
de altura determinada. Tem lâminas de
madeira que nos dão um som brilhante e
penetrante quando percutidas com
baquetas duras e um som mais doce e
aveludado, com baquetas macias.
• O timbre do xilofone permite um maior
colorido para a secção de percussão de
uma orquestra.
Vibrafone
• O vibrafone é em tudo semelhante
ao xilofone, apenas as suas lâminas
em vez de serem em madeira são
em metal.
Triângulo
• O triângulo é um instrumento de metal e muito
usado no folclore com a designação de
“ferrinhos”.
• O seu som é obtido pela percussão de um
pequeno bastão de metal. Se a mão que o segura
não estiver em contacto com o metal o som é
mais longo. Em contacto como instrumento
podemos obter sons curtos.
Gongo
• O gongo é originário da China. É constituído por uma
chapa de bronze em formato circular.
• É tocado com uma baqueta de metal com a extremidade
coberta e macia.
• O seu som, muito longo, pode ser produzida por uma
batida isolada; o efeito de rufo é muito usado para
produzir efeitos especiais nas orquestras.
Timbales
• O timbale é um instrumento de percussão de
altura determinada.
• Incorporado à orquestra no século XVII, é
também utilizado nas bandas filarmónicas,
ensembles de percussão e em grupos de música
contemporânea.
• É um instrumento que é percutido com uma
ou duas baquetas, permitindo uma grande
variação dinâmica que vai do pianíssimo ao
fortíssimo.
Caixa
• A caixa é um instrumento de percussão com pele
dos dois lados. A pele inferior está em contacto
com várias cordas que vibram e que são de metal
ou de nylon.
• Teve a sua origem na Europa, no século XV, onde
surgiu fundamentalmente para a marcação de
ritmos em marchas militares. Actualmente, o seu
uso estende-se a praticamente todos os estilos
musicais: rock, pop, jazz,…
• O percussionista toca a caixa munido de duas
baquetas, geralmente de madeira.
Pandeireta
• A pandeireta é um instrumento de percussão
muito usado na música tradicional (folclore),
estando também associado às tunas académicas,
pois permite uma grande mobilidade para
acrobacias nos solos de pandeiretas.
• É constituída por um aro circular (geralmente de
madeira) que pode ser coberto ou não por uma
pele. Tem ainda um conjunto de soalhas metálicas,
associadas aos pares.
Sinos
• Os sinos é um instrumento de
percussão feito de tubos metálicos
pendurados num suporte feito para
esse efeito.
• Os sinos tocam-se batendo com
um martelo no tubo.
• O som é muito semelhante ao som
dos sinos de uma igreja.
Bombo
• O bombo toca-se com uma ou duas baquetas. Se se
usar só uma baqueta, bate-se num dos lados. Se se
utilizar as duas, bate-se, alternadamente, em cada um
dos lados.
Pratos
• Os pratos são um instrumento de
percussão (metal) que produzem um som
forte e estridente.
• Utilizam-se em determinadas orquestras e
bandas de música.
• Podem ser tocados com as mãos, em pares,
ou suspensos num suporte para pratos e
percutidos com baquetas.
Distribuição de uma orquestra

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Família de cordas
Família de cordasFamília de cordas
Família de cordasgenarui
 
Slides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestraSlides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestraLala1307
 
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E DeboraApresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E DeboraNatércia Dias
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicaisVANBHZ13
 
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton FrançaApostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton FrançaPartitura de Banda
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoNando Costa
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musicalOMAESTRO
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoMarlon Ferreira
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicaljaconiasmusical
 
Powerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestraPowerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestraLuís Lopes
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaAna Lúcia Francisco
 
Apostilha de flauta transversal ccb
Apostilha de flauta transversal   ccbApostilha de flauta transversal   ccb
Apostilha de flauta transversal ccbDaniel Siqueira
 

Mais procurados (20)

Família de cordas
Família de cordasFamília de cordas
Família de cordas
 
Slides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestraSlides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestra
 
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E DeboraApresentacao Do Violino Em Power Point  Andreia Aline Catia E Debora
Apresentacao Do Violino Em Power Point Andreia Aline Catia E Debora
 
Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
 
Idiofones em Portugal
Idiofones em PortugalIdiofones em Portugal
Idiofones em Portugal
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
 
Livro sobre violino
Livro sobre violinoLivro sobre violino
Livro sobre violino
 
Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
 
Cordofones em Portugal
Cordofones em PortugalCordofones em Portugal
Cordofones em Portugal
 
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton FrançaApostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
Apostila teoria musical - Conhecimento Básico - Clailton França
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancado
 
F I M A J E
F I M A J EF I M A J E
F I M A J E
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançado
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musical
 
Powerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestraPowerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestra
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
 
Aerofones no mundo
Aerofones no mundoAerofones no mundo
Aerofones no mundo
 
Apostilha de flauta transversal ccb
Apostilha de flauta transversal   ccbApostilha de flauta transversal   ccb
Apostilha de flauta transversal ccb
 

Semelhante a A Orquestra Sinfónica.pptx

Historia dos instrumentos
Historia dos instrumentosHistoria dos instrumentos
Historia dos instrumentosSaulo Gomes
 
História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!EmersonMoura25
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da músicaJohn Joseph
 
Apresentação Oral de Português - Violino
Apresentação Oral de Português - Violino Apresentação Oral de Português - Violino
Apresentação Oral de Português - Violino sluddys
 
Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla
Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, TablaMembranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla
Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, TablaAna Lúcia Francisco
 
Portugal
PortugalPortugal
Portugalhome
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaAna Lúcia Francisco
 
Instrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação Musical
Instrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação MusicalInstrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação Musical
Instrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação MusicalFrancisco Nogueira
 
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptxHISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptxanamotasimplesmente
 
História da Música - FVJ
História da Música - FVJ História da Música - FVJ
História da Música - FVJ Jonas Martins
 
Música e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos MusicaisMúsica e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos MusicaisNara Lindiinha
 
Música e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos MusicaisMúsica e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos MusicaisNara Lindiinha
 
Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1Maria carmem
 

Semelhante a A Orquestra Sinfónica.pptx (20)

Historia dos instrumentos
Historia dos instrumentosHistoria dos instrumentos
Historia dos instrumentos
 
História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!
 
musica A ORQUESTRA
musica A ORQUESTRAmusica A ORQUESTRA
musica A ORQUESTRA
 
Flautas
FlautasFlautas
Flautas
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da música
 
Instrumentos musicas
Instrumentos musicasInstrumentos musicas
Instrumentos musicas
 
Apresentação Oral de Português - Violino
Apresentação Oral de Português - Violino Apresentação Oral de Português - Violino
Apresentação Oral de Português - Violino
 
Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla
Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, TablaMembranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla
Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla
 
CONJUNTOS INSTRUMENTAIS.ppt
CONJUNTOS INSTRUMENTAIS.pptCONJUNTOS INSTRUMENTAIS.ppt
CONJUNTOS INSTRUMENTAIS.ppt
 
Portugal
PortugalPortugal
Portugal
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
 
Instrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação Musical
Instrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação MusicalInstrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação Musical
Instrumentos De Orquestra 5º Ano / Educação Musical
 
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptxHISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
 
História da Música - FVJ
História da Música - FVJ História da Música - FVJ
História da Música - FVJ
 
Música e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos MusicaisMúsica e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos Musicais
 
Música e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos MusicaisMúsica e Instrumentos Musicais
Música e Instrumentos Musicais
 
Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1Sem%20título%201.odp 1
Sem%20título%201.odp 1
 
O saxofone
O saxofoneO saxofone
O saxofone
 
7ano 07 instrumentos musicais
7ano 07 instrumentos musicais7ano 07 instrumentos musicais
7ano 07 instrumentos musicais
 
Cordofones no mundo
Cordofones no mundoCordofones no mundo
Cordofones no mundo
 

Último

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024azulassessoria9
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persafelipescherner
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 

Último (20)

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 

A Orquestra Sinfónica.pptx

  • 2. • Chama-se ORQUESTRA a um conjunto de instrumentistas que tocam em conjunto e se podem organizar de diferentes maneiras. • Vamos conhecer alguns instrumentos que fazem parte das três grandes famílias da orquestra – CORDAS, SOPROS e PERCUSSÃO.
  • 4. Instrumentos de CORDA • Esta família é constituída por instrumentos cujo som é produzido através das vibração das cordas. • As cordas podem ser friccionadas por um arco (violino, viola d’arco, violoncelo e contrabaixo), dedilhadas (harpa) ou percutidas (piano). • O arco é constituído por uma vara de madeira e um conjunto de cerdas (crinas de cavalo). • Quanto maior é o instrumento friccionado, mais grave é o seu som e mais curto, robusto e pesado é o seu arco.
  • 5. Violino • O violino é um instrumento cujo som é provocado pela fricção de um arco nas suas cordas (quatro). • Para ser tocado é, encaixado na zona da clavícula e abaixo do queixo do executante. Enquanto os dedos da mão esquerda calcam as cordas, o arco, na outra mão, fricciona-as.
  • 6. Viola d’arco • Tem uma configuração em tudo semelhante à do violino, sendo apenas ligeiramente maior. • Toca-se como o violino, apoiada no ombro, com um arco, e tem quatro cordas. É usada quase exclusivamente como instrumento de conjunto na orquestra ou em música de câmara.
  • 7. Violoncelo • O violoncelo é maior que o violino e a viola d’arco. Toca-se com a ajuda de um arco e colocado entre as pernas do executante que está sentado. Além disso, assenta sobre um espigão (de altura regulável) e tem quatro cordas. • É um instrumento com uma sonoridade calorosa, vibrante e muito expressivo, sendo muito utilizado na orquestra de câmara.
  • 8. Contrabaixo • É o maior dos instrumentos de corda friccionada. Toca- se em pé, assente num espigão; o arco é o mais curto e pesado desta família de instrumentos. • Pode ter quatro ou cinco cordas e é muito importante na orquestra pelo apoio grave que lhe dá. • O seu pizzicato é muito sonoro e emprega-se com frequência em jazz.
  • 9. Piano • O piano de cauda é um instrumento de corda percutida que surge com o aperfeiçoamento do clavicórdio e que depois se tornou totalmente original. • O piano dá-nos efeitos de grande intimidade, pois possui qualidades expressivas, inigualáveis por qualquer outro instrumento. É usado nas salas de concerto, como solista dentro da orquestra. É também muito utilizado na música pop e no jazz.
  • 10. Harpa • A harpa, descendente da lira, é um dos instrumentos mais antigos que existem. Os Egípcios, Gregos e Persas desfrutaram do seu som celestial. Na actualidade a harpa tem 47 cordas: as 11 mais graves são revestidas de metal e as outras de tripa ou nylon. • A harpa pode fazer solos e acompanhamentos ao mesmo tempo, mas na orquestra sinfónica utiliza-se para fazer acordes que, pela forma de serem dedilhados, podem chamar-se harpejos.
  • 11. • Se agruparmos estes instrumentos podemos obter formações características.
  • 15. Instrumentos de SOPRO O som produz-se pela vibração do ar dentro de um tubo. Segundo o material de que são feitos, podemos dividi-los em madeiras (flauta transversal, oboé, clarinete, fagote) e metais(trompete, trompa, trombone, tuba).
  • 16. Flauta transversal • A flauta transversal ou transversa é um instrumento de sopro que permite ao executante uma grande expressividade. • Pode ser feita de madeira ou de metal. Quando incluída na orquestra é classificada como pertencente à secção das madeiras.
  • 17. Oboé • O oboé é um instrumento e sopro, de palheta dupla, da família das madeiras. • Teve desde sempre uma grande aceitação entre os compositores, pois presta-se às mais variadas expressões, tanto em melodias alegres como tristes.
  • 18. Clarinete • O clarinete é u instrumento de sopro, da família das madeiras. É feito de madeira (ébano) e tem uma boquilha com uma palheta simples. • O clarinete utiliza-se na orquestra sinfónica, nas orquestras ligeiras, de jazz, nas bandas de música...
  • 19. Fagote • O fagote é um instrumento de madeira com palheta dupla. • A sua incorporação na orquestra deu-se no século XVII devido ao seu som doce e quente. O fagote aparece como solista em algumas passagens de obras orquestrais de Mozart, Vivaldi e Beethoven, entre muitas outras.
  • 20. Trompete • O trompete é o mais antigo dos instrumentos de sopro da secção dos metais, sendo utilizado já no antigo Egipto. A partir do século XIX foi munido com um sistema de três pistões. • É um instrumento muito sonoro e brilhante que aparece como solista quer no jazz quer na orquestra sinfónica. É também muito utilizado nas bandas de música.
  • 21. Trompa • A trompa é um instrumento de sopro, da família dos metais. É muito antigo (tempo dos Egípcios), mas a sua evolução data do século XVI. • A trompa moderna tem três pistões e, ao contrário de todos os outros instrumentos que têm pistões, é tocada com a mão esquerda, enquanto que a mão direita se introduz na campânula.
  • 22. Trombone • O trombone é um instrumento de sopro da família dos metais que possui uma estrutura muito simples. É constituído por dois tubos em forma de ‘U’ deslizando um dentro do outro. • É um instrumento muito utilizado nas bandas filarmónicas, orquestras ligeiras e de jazz.
  • 23. Tuba • A tuba é o maior dos instrumentos de sopro, da família dos metais, e pode ter dois a seis pistões e diferentes formas. • Apareceu em meados do século XIX e é muito utilizada na orquestra sinfónica, onde, para além de reforçar a linha do baixo, pode executar também melodias. É também um instrumento muito usado nas bandas de música.
  • 24. • Se agruparmos estes instrumentos podemos obter formações características.
  • 28. Instrumentos de PERCUSSÃO A família da percussão é a que comporta maior variedade de instrumentos. Estes instrumentos, feitos de pele, metal ou madeira, podem ser tocados de diversas maneiras: percutidos, agitados, raspados, entrechocados,... (triângulo, pratos, pandeireta, timbale, bombo, xilofone, sinos,…)
  • 29. Xilofone • O xilofone é um instrumento de percussão de altura determinada. Tem lâminas de madeira que nos dão um som brilhante e penetrante quando percutidas com baquetas duras e um som mais doce e aveludado, com baquetas macias. • O timbre do xilofone permite um maior colorido para a secção de percussão de uma orquestra.
  • 30. Vibrafone • O vibrafone é em tudo semelhante ao xilofone, apenas as suas lâminas em vez de serem em madeira são em metal.
  • 31. Triângulo • O triângulo é um instrumento de metal e muito usado no folclore com a designação de “ferrinhos”. • O seu som é obtido pela percussão de um pequeno bastão de metal. Se a mão que o segura não estiver em contacto com o metal o som é mais longo. Em contacto como instrumento podemos obter sons curtos.
  • 32. Gongo • O gongo é originário da China. É constituído por uma chapa de bronze em formato circular. • É tocado com uma baqueta de metal com a extremidade coberta e macia. • O seu som, muito longo, pode ser produzida por uma batida isolada; o efeito de rufo é muito usado para produzir efeitos especiais nas orquestras.
  • 33. Timbales • O timbale é um instrumento de percussão de altura determinada. • Incorporado à orquestra no século XVII, é também utilizado nas bandas filarmónicas, ensembles de percussão e em grupos de música contemporânea. • É um instrumento que é percutido com uma ou duas baquetas, permitindo uma grande variação dinâmica que vai do pianíssimo ao fortíssimo.
  • 34. Caixa • A caixa é um instrumento de percussão com pele dos dois lados. A pele inferior está em contacto com várias cordas que vibram e que são de metal ou de nylon. • Teve a sua origem na Europa, no século XV, onde surgiu fundamentalmente para a marcação de ritmos em marchas militares. Actualmente, o seu uso estende-se a praticamente todos os estilos musicais: rock, pop, jazz,… • O percussionista toca a caixa munido de duas baquetas, geralmente de madeira.
  • 35. Pandeireta • A pandeireta é um instrumento de percussão muito usado na música tradicional (folclore), estando também associado às tunas académicas, pois permite uma grande mobilidade para acrobacias nos solos de pandeiretas. • É constituída por um aro circular (geralmente de madeira) que pode ser coberto ou não por uma pele. Tem ainda um conjunto de soalhas metálicas, associadas aos pares.
  • 36. Sinos • Os sinos é um instrumento de percussão feito de tubos metálicos pendurados num suporte feito para esse efeito. • Os sinos tocam-se batendo com um martelo no tubo. • O som é muito semelhante ao som dos sinos de uma igreja.
  • 37. Bombo • O bombo toca-se com uma ou duas baquetas. Se se usar só uma baqueta, bate-se num dos lados. Se se utilizar as duas, bate-se, alternadamente, em cada um dos lados.
  • 38. Pratos • Os pratos são um instrumento de percussão (metal) que produzem um som forte e estridente. • Utilizam-se em determinadas orquestras e bandas de música. • Podem ser tocados com as mãos, em pares, ou suspensos num suporte para pratos e percutidos com baquetas.

Notas do Editor

  1. Repara que os instrumentos de maior potencia sonora, estão colocados a uma distância maior do público.