SlideShare uma empresa Scribd logo
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                            violão, etc


                                                 ÍNDICE

1 – OBJETIVO...........................................................................................     02

2 – NOTAS MUSICAIS...............................................................................           02

3 – INTERVALOS......................................................................................        02

4 – ACIDENTES.........................................................................................      02

5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES.................................................................. 03

6 – ESTUDO DAS ESCALAS........................................................................... 04

7 – INVERSÃO DE ACORDES......................................................................... 10

8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO..................................... 11

8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES......................................... 14

9 – RESUMO................................................................................................ 16

10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.............................................................17




                  Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268                        Página 1
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
1 - OBJETIVO

Esta apostila tem como objetivo nos auxiliar para que consigamos “tirar”
músicas de ouvido. Isso exige também, bastante treinamento, estudo e
dedicação para aperfeiçoar e educar os ouvidos. Nela colocarei alguns
conceitos, explicando particularmente para o teclado, mas a mesma regra se
aplica a todos os instrumentos, pois a teoria musical é a mesma.



2 – NOTAS MUSICAIS
Todo instrumento musical, tem as notas básicas (ou naturais) são:

Nota         C            D           E            F            G          A       B
Nome         Dó           Ré          Mi           Fá          Sol         Lá      Si


3 – INTERVALOS

É a distância entre dois sons diferentes de diferentes tensões. Estas distâncias
são medidas através de tons e semitons. A cada dois semitons, temos um tom.




4 – ACIDENTES

Bemol (b): Diminui a nota em meio tom, da direita para a esquerda, conforme
exemplo na figura abaixo.




               Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 2
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc




Sustenido (#): O contrário do bemol aumenta a nota em meio tom, da esquerda
para a direita. Pode-se usar o mesmo exemplo da figura acima, só que saindo
do Sol b, para o sol, subindo.


5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES

É a combinação de notas de uma determinada escala. Pode ser em:
Tríades: Combinação de 3 notas;
Tétrades: Combinação de 4 notas;
Tétrades acrescentadas: Combinação de 5 ou mais notas.

Os acordes são formados basicamente por 3 notas fundamentais. A 1ª, 3ª e 5ª
nota para os acordes maiores e a 1ª, 3ªb e 5ª para os acordes menores.

Sabendo que a escala cromática (escala completa) é:

               C – C# - D – D# - E – F – F# - G – G# - A – A# - B - C

Poderemos formar os acordes maiores ou menores, de acordo com a regra
explicada acima.

Ex C (Dó maior):


               Nota      C      D       E      F       G      A       B
               Nº        1ª     2ª      3ª     4ª      5ª     6ª      7ª
             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 3
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                           violão, etc


Isso quer dizer, que para formarmos o acorde C (dó maior), temos que
pressionar no teclado, guitarra ou violão, as notas C (Tônica), o E (3ª) e o G (5ª),
conforme abaixo:




O mesmo se aplica ao Cm (só que com a 3ª nota bemol)
Ex Cm (Dó menor):


             Nota    C       D     D#       E      F       G      A       B
             Nº      1ª      2ª    3ªb      3ª     4ª      5ª     6ª      7ª

Isso quer dizer, que para formarmos o acorde Cm (dó menor), temos que
pressionar no teclado, guitarra ou violão, as notas C (Tônica), o Eb (mesmo que
D#), que é a (3ªb) e o G (5ª), conforme abaixo:




6 – ESTUDO DAS ESCALAS

Este. Sem dúvidas, é um dos itens mais importantes e que deve ser estudado
profundamente e com muito cuidado, para conseguir tirar músicas de ouvido.
As escalas são a base, para construção das músicas.


             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 4
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
Escala cromática: É a escala mais comum, que engloba todas as notas do
instrumento em ordem crescente ou decrescente (como já vista acima): C – C# -
D – D# - E – F – F# - G – G# - A – A# - B – C.



Escala maior: É formada por:

Nota fundamental, 2 tons partindo na nota fundamental, meio tom, 3 tons e meio
tom novamente. Com isso podemos criar uma regra (decore esta regra, é a base
de tudo):

                           N – T – T – ST – T – T – T – ST
Onde N = Nota (Tônica) da qual queremos tirar a escala;
T = Tom (1 tom);
ST = SemiTom (meio tom).

Pode parecer confuso agora, mas é muito simples. Vejamos alguns exemplos
abaixo das escalas de C (Dó Maior) e D (Ré Maior), como ficaria:
Antes devemos entender bem sobre os intervalos para contar os tons:




Por exemplo:
De C para C# = ½ Tom = 1ST
De C para D = 1 Tom = T
               Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 5
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
De E para F = ½ Tom = 1ST
De E para F# = 1 Tom = T
De B para C = ½ Tom = 1ST
De B para C# = 1 Tom = T




ESCALA DE DÓ (C):
O C é a Tônica (N). Então, aplicamos a regra.
N = C;
T = D (1 tom partindo do C para D);
T = E (1 tom partindo do D que foi a nota achada anteriormente para E);
ST = F (pois de E para F temos apenas meio tom, ou seja, 1 ST);
T = G (1 tom partindo de F para G);
T = A (1 tom partindo de G para A);
T = B (1 tom partindo de A para B);
ST = C (meio tom, partindo de B para C, ou seja, 1 ST).

Veja abaixo como ficaria no teclado a contagem da escala de C. O mesmo
também serve para todos instrumentos musicais.




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 6
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc




ESCALA DE DÓ (D):
O D é a Tônica (N). Então, aplicamos a regra.
N = D;
T = E (1 tom partindo do D para E);
T = F# (1 tom partindo do E que foi a nota achada anteriormente para F#);
ST = G (pois de F# para G temos apenas meio tom, ou seja, 1 ST);
T = A (1 tom partindo de G para A);
T = B (1 tom partindo de A para B);
T = C# (1 tom partindo de B para C#);
ST = D (meio tom, partindo de C# para D, ou seja, 1 ST).

Veja abaixo como ficaria no teclado a contagem da escala de D. O mesmo
também serve para todos os instrumentos musicais.




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 7
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                           violão, etc
Aplicando esta regra para todas as notas, as escalas MAIORES ficam conforme
relação abaixo (as principais, pois, você pode aplicar a regra nas que não estão na
tabela, como C#, D# F#, etc):
Escala      N        T          T          ST         T         T          T     ST
  C         C        D          E           F         G         A          B      C
  D         D        E          F#         G          A         B          C#    D
  E         E        F#         G#         A          B         C#         D#     E
  F         F        G          A          A#         C         D          E      F
  G         G        A          B           C         D         E          F#    G
  A         A        B          C#         D          E         F#         G#    A
  B         B        C#         D#          E         F#        G#         A#     B




Escala menor: É formada por:

Nota fundamental, 1 tom partindo na nota fundamental, meio tom, 2 tons, meio
tom novamente e 2 tons. Com isso podemos criar uma regra (decore esta regra,
é a base de tudo):

                          N – T – ST – T – T – ST – T – T
Onde N = Nota (Tônica) da qual queremos tirar a escala;
T = Tom (1 tom);
ST = SemiTom (meio tom).


Agora, basta fazer o mesmo conforme fizemos para a escala maior, porém,
seguindo esta segunda regra, que é para as escalas menores. Aplicando esta regra
para todas as notas, as escalas MENORES ficam conforme relação abaixo (as
principais, pois, você pode aplicar a regra nas que não estão na tabela, como
C#m, D#m F#m, etc):




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 8
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc


Escala    N         T          ST         T          T         ST         T     T
 Cm       C         D          D#         F          G         G#         A#    C
 Dm       D         E           F         G          A         A#         C     D
 Em       E         F#         G          A          B          C         D     E
 Fm       F         G          G#         A#         C         C#         D#    F
 Gm       G         A          A#         C          D         D#         F     G
 Am       A         B          C          D          E          F         G     A
 Bm       B         C#         D          E          F#        G          A     B


Tons relativos: São acordes diferentes que possuem algumas notas iguais de
formação. Como por exemplo, o Lá menor, que é relativo do Dó; o Fá maior,
que é relativo da Ré menor, etc. Conforme figuras abaixo:




            Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 9
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
Esses são apenas alguns exemplos de tons relativos, ou acordes relativos.
Há também uma regrinha para se saber qual acorde é relativo MENOR do que
você está fazendo. Para saber o relativo menor do acorde, basta contar um tom e
meio abaixo do acorde. Por exemplo: Para saber o acorde relativo menor de F,
conta-se um tom e meio abaixo de D, dando D. Então, o acorde relativo menor de
F, é Dm. Outro Exemplo: G, um tom e meio abaixo = E. Então, o acorde relativo
menor de G é Em.
Algumas relações de acordes relativos:
C – Am                 E – C#m                   G# – Fm
C# - A#m               F – Dm                    Am – F#m
D – Bm                 F# – D#m                  A# – Gm
C# – Cm                G – Em                    B – G#m

Outra regrinha para se saber qual acorde é relativo MAIOR do que você está
fazendo. Para saber o relativo maior do acorde, basta contar um tom e meio
acima do acorde. Por exemplo: Para saber o acorde relativo menor de Dm, conta-
se um tom e meio acima do D, dando F. Então, o acorde relativo maior de Dm, é
F. Outro Exemplo: Gm, um tom e meio acima = B. Então, o acorde relativo
menor de G é Bm.


7 – INVERSÃO DE ACORDES
Inversão de acordes nada mais é do que inverter a ordem da formação das notas.
Por exemplo, vimos que para formar um acorde, usamos a tônica, a 3ª e a 5ª nota.
Com o C, fica C – E – G. As inversões ficariam:




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 10
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
Acorde normal: C – E – G;
1ª inversão: E – G – C;
2ª inversão: G – C – E;

O mesmo acontece com todos os acordes. Geralmente, para o teclado, usa-se
fazer com a mão esquerda o acorde cheio, com a 1ª, a quinta e a oitava nota, e
com a mão direita os acordes na primeira inversão.

8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO
Esta é a parte mais esperada da apostila né?
Então, a partir de agora, você deverá estar dominando as etapas anteriores,
através de exercícios para saber as escalas, pois todas as músicas são criadas a
partir das escalas.

Pode-se decorar as escalas menores e maiores como passadas nas tabelas, mas o
ideal é saber montá-las no instrumento. O mais correto é decorar a regra para
saber montar. As escalas do campo harmônico maiores e menores são muito
importantes, pois são através delas que saberemos as notas a serem usadas para
tocar e solar as músicas.

O primeiro passo é saber o tom da música do qual queremos tirar de ouvido.
Pegaremos como exemplo algumas músicas.


                 Música: I Won't Give Up (Jason Mraz)
1º Passo
Coloque a música para tocar no seu computador ou som. Então, o primeiro passo
é descobrir o tom dela. Para isso, comece a EXECUTAR as escalas subindo e
descendo no instrumento, para descobrir o tom, começando pela de C. Você
notará que o som não ficará bom se a escala for diferente do tom da música. Por
exemplo, se a música estiver no tom de F, as notas que compõe ela, são da escala
de F. Então, se você estiver executando a escala de C, por exemplo, o som sairá
estranho, ofuscado, você deve perceber que está fora do tom. Pode ser que ainda
             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 11
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                           violão, etc
tenha dificuldades de início, mas com o tempo e muito estudo o seu ouvido será
educado. Você deve ir eliminando as notas, quanto pior for à combinação da
musica com a escala, mais longe do tom da musica você estará.
Esta musica como exemplo, está no tom de E. Tente agora, novamente, se você
não conseguiu descobrir o tom, tocar a escala de E. Você notará que o som se
encaixará perfeitamente na música. Dá até para descobrir o solo.
O solo dela ficará: E E E F# G# A G# - Note que estas notas são da escala de
E. Isso quer dizer que para solar a música toda, deveremos usar apenas as notas
da escala de E, pois o tom dela é E. Há casos que mudam, mas a maioria é assim.
A cifra da música encontra-se no link: http://www.cifraclub.com.br/jason-
mraz/i-wont-give-up/.

2º Passo
Achado o TOM da música, e tendo conhecimento das escalas MAIORES, você
conseguirá saber quais notas a compõe, aplicando a seguinte regra, em cima da
escala do tom da música:

             N – m – m – M – M – r – a (p/ escalas maiores)

Onde: N = Nota (Do tom da música)
m = menor
M = maior
r = Relativa da nota
a = Diminuto

Sendo assim, aplicando a regra na escala de E, fica:

Sabemos que a escala de E tem a sequencia de notas: E, F#, G#, A, B, C#, D# e
E. Temos que pegar a primeira nota (maior) da escala, a segunda e terceira
menor, a quarta e a quinta devem ser maior, a sexta deve ser a relativa da nota, e
a ultima deve ser o acorde menor com 5º grau diminuto. Exemplo abaixo:




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 12
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                           violão, etc


Escala de E  E         F#          G#           A           B           C#       D#
Regra       Nota      Nota        Nota         Nota        Nota       Relativa Diminuto
                      menor       menor        Maior       Maior      da nota da nota
 Acordes       E      F#m         G#m           A           B          C#m       D#º

Então, se o tom da música é E, temos que usar a escala de E para fazer os solos, e
os acordes criados com essa regra: E, F#m, G#m, A, B, C#m, D#°.

Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a
nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo
com a música. Existem outras notas que podem ser colocadas para dar um brilho
na música, como notas com nona, sétima, quarta, com baixo alterado, etc.


              Música: Faz chover (Versão Toque no Altar)
1º Passo
Faça a mesma coisa que a música anterior. Neste louvor, notará que o tom é Am,
então devemos usar as notas da escala de Am.
O solo fica: C B A C B A        C C C C B A G (repete tudo).
2º Passo
Achado o TOM da música, e tendo conhecimento das escalas MENORES, você
conseguirá saber quais notas a compõe, aplicando a seguinte regra, em cima da
escala do tom da música:

        Nm –m5 ou ° – M – m – m – M – M (p/ escalas menores)

Onde: Nm = Nota menor (Do tom da música)
m = menor
M = maior
m5 ou ° = menor com 5 ou diminuto


             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 13
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                           violão, etc
Sendo assim, aplicando a regra na escala de Am, fica:

Sabemos que a escala de Am tem a sequencia de notas: A, B, C, D, E, F, G e A.
Temos que pegar a primeira nota (menor) da escala, a segunda menor com 5ª ou
diminuto, a terceira nota maior, a quarta e a quinta devem ser menor, a sexta e a
sétima devem ser maiores. Exemplo abaixo:

Escala de      A          B           C           D           E           F       G
Am
Regra        Nota      Nota °      Nota        Nota        Nota        Nota     Nota
             menor     ou 5ªb      Maior       menor       menor       Maior    Maior
  Acordes     Am        Bm5         C           Dm          Em          F        G

Então, se o tom da música é Am, temos que usar a escala de Am para fazer os
solos, e os acordes criados com essa regra: Am, Bm5, C, Dm, Em, F e G.

Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a
nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo
com a música. Existem outras notas que podem ser colocadas para dar um brilho
na música, como notas com nona, sétima, quarta, com baixo alterado, etc.
A cifra da música encontra-se no link: http://www.cifraclub.com.br/toque-
no-altar/faz-chover/

Tendo o conhecimento de qual escala e tom está a música, podemos descobrir
com essas regras quais notas devem ser usadas para tocar a música. Agora basta
descobrir a ordem para usá-las, para isso, deve aperfeiçoar o ouvido, tentando
tocar as musicas estudando sempre que possível, sem as cifras, descobrir o tom,
etc. Tendo como base as notas que devem ser usadas, já fica tudo mais fácil.


8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES

Tendo estudando os campos harmônicos e a formação dos acordes, veja se bate
com o teórico:


             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 14
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                         violão, etc
                CAMPO HARMÔNICO MENOR MELÓDICO
Cm    Cm        Dm5   Eb    Fm    Gm     Ab                           Bb      Cm
C#m   C#m       D#m5 E      F#m   G#m    A                            B       C#m
Dm    Dm        Em5   F     Gm    Am     Bb                           C       Dm
D#m   D#m       F#m5 F#     G#m   A#m    B                            C#      D#m
Ebm   Ebm       Fm5   Gb    Abm   Bbm    Cb                           Db      Em
Em    Em        F#m5 G      Am    Bm     C                            D       Em
Fm    Fm        Gm5   Ab    Bbm   Cm     Db                           Eb      Fm
F#m   F#m       G#m5 A      Bm    C#m    D                            E       F#m
Gm    Gm        Am5   Bb    Cm    Dm     Eb                           F       Gm
G#m   G#m       A#m5 B      C#m   D#m    E                            F#      G#m
Abm   Abm       Bbm5 Cb     Dbm   Ebm    Fb                           Gb      Am
Am    Am        Bm5   C     Dm    Em     F                            G       Am
A#m   A#m       B#m5 C#     D#m   E#m    F#                           G#      A#m
Bbm   Bbm       Cm5   Db    Ebm   Fm     Gb                           Ab      Bm
Bm    Bm        C#m5 D      Em    F#m    G                            A       Bm


                CAMPO HARMÔNICO MAIOR MELÓDICO
Cb    Cb        Dbm   Ebm  Fb     Gb     Abm                          Bb°     Cb
C     C         Dm    Em   F      G      Am                           B°      C
C#    C#        D#m   E#m  F#     G#     A#m                          B#°     C#
Db    Db        Ebm   Fm   Gb     Ab     Bbm                          C°      Db
D     D         Em    F#m  G      A      Bm                           C#°     D
Eb    Eb        Fm    Gm   Ab     Bb     Cm                           D°      Eb
E     E         F#m   G#m  A      B      C#m                          D#°     E
F     F         Gm    Am   Bb     C      Dm                           E°      F
F#    F#        G#m   A#m  B      C#     D#m                          E#°     F#
Gb    Gb        Abm   Bbm  Cb     Db     Ebm                          F°      Gb
G     G         Am    Bm   C      D      Em                           F#°     G
Ab    Ab        Bbm   Cm   Db     Eb     Fm                           Gm      Ab
A     A         Bm    C#m  D      E      F#m                          G#°     A
Bb    Bb        Cm    Dm   Eb     F      Gm                           A°      Bb
B     B         C#m   D#m  E      F#     G#m                          A#°     B




           Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 15
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
9 – RESUMO
Então resumindo: Para tirar as músicas de ouvido temos que ter o conhecimento
básico do campo harmônico, descobrir o tom da música através da execução das
escalas, aplicar as regras para descobrir quais notas devem ser usadas, e tentar
tocar alterando as ordens das notas e educando o ouvido. Quanto mais o cantor
aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais
grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música.

Espero ter ajudado.

Abraços.




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 16
Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado,
                          violão, etc
10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
- Como tocar Harduim, Rafael GarciaTeclado, apostila adquirida do site abaixo:
http://teoriamusicaldownload.blogspot.com.br/2010/09/teclado-como-tocar-
teclado-rafael.html;
- http://www.contrabaixobr.com/t7139-campos-harmonicos-menores
- http://www.cifraclub.com.br/toque-no-altar/faz-chover/
- http://www.cifraclub.com.br/jason-mraz/i-wont-give-up/.




             Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268   Página 17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoDicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para teclado
Tassya Fontes
 
Acordes para teclado
Acordes para tecladoAcordes para teclado
Acordes para teclado
Claudio Luiz
 
Apostila batidas de violao vol 3
Apostila batidas de violao   vol 3Apostila batidas de violao   vol 3
Apostila batidas de violao vol 3
Leafar Azous
 
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano CarvalhoApostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Luciano Carvalho
 
Curso completo de violão. prrsoares
Curso completo de violão. prrsoaresCurso completo de violão. prrsoares
Curso completo de violão. prrsoares
Seduc MT
 
Curso Básico de Violão para Iniciantes
Curso Básico de Violão para IniciantesCurso Básico de Violão para Iniciantes
Curso Básico de Violão para Iniciantes
Wilson Diamantino
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançado
Marlon Ferreira
 
Curso teclado
Curso tecladoCurso teclado
Curso teclado
Paulo Amorim
 
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 Campo harmonico-da_escala_maior_natural Campo harmonico-da_escala_maior_natural
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
noisy_doctor
 
Acordes para teclado
Acordes para tecladoAcordes para teclado
Acordes para teclado
Fernando Santos
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musical
jaconiasmusical
 
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 Curso-completo-de-violao-para-iniciantes Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
eltoleon
 
Curso de teclado
Curso de tecladoCurso de teclado
Curso de teclado
Neo Vader
 
Apostila de violão - Módulo Iniciante
Apostila de violão - Módulo InicianteApostila de violão - Módulo Iniciante
Apostila de violão - Módulo Iniciante
Antonio Marcos Costa Baratieri
 
Livro diagramas de acordes def5
Livro diagramas de acordes def5Livro diagramas de acordes def5
Livro diagramas de acordes def5
Nando Costa
 
Acordes soul
Acordes soulAcordes soul
Acordes soul
FernandoBatista104
 
Conceitos para tirar musicas de ouvido
Conceitos para tirar musicas de ouvidoConceitos para tirar musicas de ouvido
Conceitos para tirar musicas de ouvido
Henrique Issacar
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancado
Nando Costa
 
Apostila contra-baixo
Apostila contra-baixoApostila contra-baixo
Apostila contra-baixo
eltoleon
 
Harmonia de a a z
Harmonia de a a zHarmonia de a a z
Harmonia de a a z
djesusproducoes
 

Mais procurados (20)

Dicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoDicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para teclado
 
Acordes para teclado
Acordes para tecladoAcordes para teclado
Acordes para teclado
 
Apostila batidas de violao vol 3
Apostila batidas de violao   vol 3Apostila batidas de violao   vol 3
Apostila batidas de violao vol 3
 
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano CarvalhoApostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
Apostila de contrabaixo prof. Luciano Carvalho
 
Curso completo de violão. prrsoares
Curso completo de violão. prrsoaresCurso completo de violão. prrsoares
Curso completo de violão. prrsoares
 
Curso Básico de Violão para Iniciantes
Curso Básico de Violão para IniciantesCurso Básico de Violão para Iniciantes
Curso Básico de Violão para Iniciantes
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançado
 
Curso teclado
Curso tecladoCurso teclado
Curso teclado
 
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 Campo harmonico-da_escala_maior_natural Campo harmonico-da_escala_maior_natural
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 
Acordes para teclado
Acordes para tecladoAcordes para teclado
Acordes para teclado
 
Apostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musicalApostila de Teoria musical
Apostila de Teoria musical
 
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 Curso-completo-de-violao-para-iniciantes Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 
Curso de teclado
Curso de tecladoCurso de teclado
Curso de teclado
 
Apostila de violão - Módulo Iniciante
Apostila de violão - Módulo InicianteApostila de violão - Módulo Iniciante
Apostila de violão - Módulo Iniciante
 
Livro diagramas de acordes def5
Livro diagramas de acordes def5Livro diagramas de acordes def5
Livro diagramas de acordes def5
 
Acordes soul
Acordes soulAcordes soul
Acordes soul
 
Conceitos para tirar musicas de ouvido
Conceitos para tirar musicas de ouvidoConceitos para tirar musicas de ouvido
Conceitos para tirar musicas de ouvido
 
Apostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancadoApostila-de-violao-avancado
Apostila-de-violao-avancado
 
Apostila contra-baixo
Apostila contra-baixoApostila contra-baixo
Apostila contra-baixo
 
Harmonia de a a z
Harmonia de a a zHarmonia de a a z
Harmonia de a a z
 

Destaque

Turma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa novaTurma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa nova
Manuel de Abreu
 
Dilermando reis -_partituras
Dilermando reis -_partiturasDilermando reis -_partituras
Dilermando reis -_partituras
Marco Lima
 
Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...
Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...
Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...
ASD Remanescentes
 
01 - MENINO DA PORTEIRA
01 - MENINO DA PORTEIRA01 - MENINO DA PORTEIRA
01 - MENINO DA PORTEIRA
JeffDaSilvaPeres
 
Acordes diatonicos-campo-harmonico
Acordes diatonicos-campo-harmonicoAcordes diatonicos-campo-harmonico
Acordes diatonicos-campo-harmonico
Musician
 
Hinario ccb cifrado
Hinario ccb cifradoHinario ccb cifrado
Hinario ccb cifrado
creito cezares
 
Minha escola
Minha escolaMinha escola
Minha escola
guest875c66
 
Merry christmas songbook
Merry christmas songbookMerry christmas songbook
Merry christmas songbook
Nando Costa
 
Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01
Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01
Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01
Rowilson Moreira
 
Curso pratico violão guitarra
Curso pratico violão guitarraCurso pratico violão guitarra
Curso pratico violão guitarra
Nando Costa
 
Música traduzida
Música traduzidaMúsica traduzida
Música traduzida
Dinho Paulo Clakly
 
Paulinho Nogueira
Paulinho NogueiraPaulinho Nogueira
Paulinho Nogueira
Alisson S.
 
Bgm 007
Bgm 007Bgm 007
Bgm 007
guestcb5ec8
 
60 great clarinet_solos
60 great clarinet_solos60 great clarinet_solos
60 great clarinet_solos
phclarinete
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...
4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...
4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...
Nando Costa
 
Música e tradução
Música e traduçãoMúsica e tradução
Música e tradução
Dinho Paulo Clakly
 
Piano método - mário mascarenhas
Piano   método - mário mascarenhasPiano   método - mário mascarenhas
Piano método - mário mascarenhas
Nando Costa
 
Cadernode acordes
Cadernode acordesCadernode acordes
Cadernode acordes
Genilson Eduardo
 
Hinário para o tríduo pascal e tempo pascal
Hinário para o tríduo pascal e tempo pascalHinário para o tríduo pascal e tempo pascal
Hinário para o tríduo pascal e tempo pascal
wellingtonihs
 

Destaque (20)

Turma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa novaTurma 1002 - Bossa nova
Turma 1002 - Bossa nova
 
Dilermando reis -_partituras
Dilermando reis -_partiturasDilermando reis -_partituras
Dilermando reis -_partituras
 
Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...
Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...
Hino Castelo Forte' sofre ataque da Liderança Adventista e tem sua estrutura ...
 
01 - MENINO DA PORTEIRA
01 - MENINO DA PORTEIRA01 - MENINO DA PORTEIRA
01 - MENINO DA PORTEIRA
 
Acordes diatonicos-campo-harmonico
Acordes diatonicos-campo-harmonicoAcordes diatonicos-campo-harmonico
Acordes diatonicos-campo-harmonico
 
Hinario ccb cifrado
Hinario ccb cifradoHinario ccb cifrado
Hinario ccb cifrado
 
Minha escola
Minha escolaMinha escola
Minha escola
 
Merry christmas songbook
Merry christmas songbookMerry christmas songbook
Merry christmas songbook
 
Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01
Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01
Dilermando reis-volume-1-1-140124042535-phpapp01
 
Curso pratico violão guitarra
Curso pratico violão guitarraCurso pratico violão guitarra
Curso pratico violão guitarra
 
Música traduzida
Música traduzidaMúsica traduzida
Música traduzida
 
Paulinho Nogueira
Paulinho NogueiraPaulinho Nogueira
Paulinho Nogueira
 
Bgm 007
Bgm 007Bgm 007
Bgm 007
 
60 great clarinet_solos
60 great clarinet_solos60 great clarinet_solos
60 great clarinet_solos
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...
4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...
4 aperfeiçoando-a-sua-técnica-no-violão-parte-1-2-cordas-e-música-aulas-09-e-...
 
Música e tradução
Música e traduçãoMúsica e tradução
Música e tradução
 
Piano método - mário mascarenhas
Piano   método - mário mascarenhasPiano   método - mário mascarenhas
Piano método - mário mascarenhas
 
Cadernode acordes
Cadernode acordesCadernode acordes
Cadernode acordes
 
Hinário para o tríduo pascal e tempo pascal
Hinário para o tríduo pascal e tempo pascalHinário para o tríduo pascal e tempo pascal
Hinário para o tríduo pascal e tempo pascal
 

Semelhante a Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido

Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido
Saulo Gomes
 
Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01
Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01
Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01
Tony Baixista
 
Modos gregos para guitarra
Modos gregos para guitarraModos gregos para guitarra
Modos gregos para guitarra
Carlos Augusto Costa
 
Curso de gaita
Curso de gaitaCurso de gaita
Curso de gaita
Gustavo Nascimento
 
Livro diagramas de acordes
Livro diagramas de acordesLivro diagramas de acordes
Livro diagramas de acordes
Saulo Gomes
 
Curso teclado
Curso tecladoCurso teclado
Curso teclado
Saulo Gomes
 
Curso teclado
Curso tecladoCurso teclado
Curso teclado
Thalita Sant
 
Apostila de guitarra
Apostila de guitarraApostila de guitarra
Apostila de guitarra
Evandro da Silva Monteiro
 
Apostila violão basico
Apostila violão basicoApostila violão basico
Apostila violão basico
Saulo Gomes
 
Apostila de guitarra módulo intermediário ao avançado
Apostila de guitarra   módulo intermediário ao avançadoApostila de guitarra   módulo intermediário ao avançado
Apostila de guitarra módulo intermediário ao avançado
Marlon Ferreira
 
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Gilmar Damião
 
Harmonia - Sergio Solimando
Harmonia - Sergio SolimandoHarmonia - Sergio Solimando
Harmonia - Sergio Solimando
Sergio Solimando
 
Aulas de músicas abdon batista
Aulas de músicas   abdon batistaAulas de músicas   abdon batista
Aulas de músicas abdon batista
Karen Carvalho
 
Harmonia
HarmoniaHarmonia
Teoria musical para iniciantes e intermédio
Teoria musical para iniciantes e intermédioTeoria musical para iniciantes e intermédio
Teoria musical para iniciantes e intermédio
sounoobsim03
 
CURSO DE VIOLÃO
CURSO DE VIOLÃOCURSO DE VIOLÃO
CURSO DE VIOLÃO
elenir duarte dias
 
Curso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarraCurso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarra
jfernan78
 
Curso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarraCurso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarra
elenir duarte dias
 
Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)
bruno leonardo barcella silva
 
Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)
Janaina Angelina Santos
 

Semelhante a Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido (20)

Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido
Conceitos para tirar e tocar msicas de ouvido
 
Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01
Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01
Conceitosparatirarmusicasdeouvido 131224170221-phpapp01
 
Modos gregos para guitarra
Modos gregos para guitarraModos gregos para guitarra
Modos gregos para guitarra
 
Curso de gaita
Curso de gaitaCurso de gaita
Curso de gaita
 
Livro diagramas de acordes
Livro diagramas de acordesLivro diagramas de acordes
Livro diagramas de acordes
 
Curso teclado
Curso tecladoCurso teclado
Curso teclado
 
Curso teclado
Curso tecladoCurso teclado
Curso teclado
 
Apostila de guitarra
Apostila de guitarraApostila de guitarra
Apostila de guitarra
 
Apostila violão basico
Apostila violão basicoApostila violão basico
Apostila violão basico
 
Apostila de guitarra módulo intermediário ao avançado
Apostila de guitarra   módulo intermediário ao avançadoApostila de guitarra   módulo intermediário ao avançado
Apostila de guitarra módulo intermediário ao avançado
 
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
Apostila com Instruções Práticas e Básicas para Violão/Guitarra (Iniciantes)....
 
Harmonia - Sergio Solimando
Harmonia - Sergio SolimandoHarmonia - Sergio Solimando
Harmonia - Sergio Solimando
 
Aulas de músicas abdon batista
Aulas de músicas   abdon batistaAulas de músicas   abdon batista
Aulas de músicas abdon batista
 
Harmonia
HarmoniaHarmonia
Harmonia
 
Teoria musical para iniciantes e intermédio
Teoria musical para iniciantes e intermédioTeoria musical para iniciantes e intermédio
Teoria musical para iniciantes e intermédio
 
CURSO DE VIOLÃO
CURSO DE VIOLÃOCURSO DE VIOLÃO
CURSO DE VIOLÃO
 
Curso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarraCurso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarra
 
Curso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarraCurso de violão & guitarra
Curso de violão & guitarra
 
Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)
 
Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)Apostila violao (versao 1)
Apostila violao (versao 1)
 

Último

Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido

  • 1. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc ÍNDICE 1 – OBJETIVO........................................................................................... 02 2 – NOTAS MUSICAIS............................................................................... 02 3 – INTERVALOS...................................................................................... 02 4 – ACIDENTES......................................................................................... 02 5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES.................................................................. 03 6 – ESTUDO DAS ESCALAS........................................................................... 04 7 – INVERSÃO DE ACORDES......................................................................... 10 8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO..................................... 11 8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES......................................... 14 9 – RESUMO................................................................................................ 16 10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.............................................................17 Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 1
  • 2. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc 1 - OBJETIVO Esta apostila tem como objetivo nos auxiliar para que consigamos “tirar” músicas de ouvido. Isso exige também, bastante treinamento, estudo e dedicação para aperfeiçoar e educar os ouvidos. Nela colocarei alguns conceitos, explicando particularmente para o teclado, mas a mesma regra se aplica a todos os instrumentos, pois a teoria musical é a mesma. 2 – NOTAS MUSICAIS Todo instrumento musical, tem as notas básicas (ou naturais) são: Nota C D E F G A B Nome Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si 3 – INTERVALOS É a distância entre dois sons diferentes de diferentes tensões. Estas distâncias são medidas através de tons e semitons. A cada dois semitons, temos um tom. 4 – ACIDENTES Bemol (b): Diminui a nota em meio tom, da direita para a esquerda, conforme exemplo na figura abaixo. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 2
  • 3. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Sustenido (#): O contrário do bemol aumenta a nota em meio tom, da esquerda para a direita. Pode-se usar o mesmo exemplo da figura acima, só que saindo do Sol b, para o sol, subindo. 5 – FORMAÇÃO DOS ACORDES É a combinação de notas de uma determinada escala. Pode ser em: Tríades: Combinação de 3 notas; Tétrades: Combinação de 4 notas; Tétrades acrescentadas: Combinação de 5 ou mais notas. Os acordes são formados basicamente por 3 notas fundamentais. A 1ª, 3ª e 5ª nota para os acordes maiores e a 1ª, 3ªb e 5ª para os acordes menores. Sabendo que a escala cromática (escala completa) é: C – C# - D – D# - E – F – F# - G – G# - A – A# - B - C Poderemos formar os acordes maiores ou menores, de acordo com a regra explicada acima. Ex C (Dó maior): Nota C D E F G A B Nº 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 3
  • 4. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Isso quer dizer, que para formarmos o acorde C (dó maior), temos que pressionar no teclado, guitarra ou violão, as notas C (Tônica), o E (3ª) e o G (5ª), conforme abaixo: O mesmo se aplica ao Cm (só que com a 3ª nota bemol) Ex Cm (Dó menor): Nota C D D# E F G A B Nº 1ª 2ª 3ªb 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª Isso quer dizer, que para formarmos o acorde Cm (dó menor), temos que pressionar no teclado, guitarra ou violão, as notas C (Tônica), o Eb (mesmo que D#), que é a (3ªb) e o G (5ª), conforme abaixo: 6 – ESTUDO DAS ESCALAS Este. Sem dúvidas, é um dos itens mais importantes e que deve ser estudado profundamente e com muito cuidado, para conseguir tirar músicas de ouvido. As escalas são a base, para construção das músicas. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 4
  • 5. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Escala cromática: É a escala mais comum, que engloba todas as notas do instrumento em ordem crescente ou decrescente (como já vista acima): C – C# - D – D# - E – F – F# - G – G# - A – A# - B – C. Escala maior: É formada por: Nota fundamental, 2 tons partindo na nota fundamental, meio tom, 3 tons e meio tom novamente. Com isso podemos criar uma regra (decore esta regra, é a base de tudo): N – T – T – ST – T – T – T – ST Onde N = Nota (Tônica) da qual queremos tirar a escala; T = Tom (1 tom); ST = SemiTom (meio tom). Pode parecer confuso agora, mas é muito simples. Vejamos alguns exemplos abaixo das escalas de C (Dó Maior) e D (Ré Maior), como ficaria: Antes devemos entender bem sobre os intervalos para contar os tons: Por exemplo: De C para C# = ½ Tom = 1ST De C para D = 1 Tom = T Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 5
  • 6. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc De E para F = ½ Tom = 1ST De E para F# = 1 Tom = T De B para C = ½ Tom = 1ST De B para C# = 1 Tom = T ESCALA DE DÓ (C): O C é a Tônica (N). Então, aplicamos a regra. N = C; T = D (1 tom partindo do C para D); T = E (1 tom partindo do D que foi a nota achada anteriormente para E); ST = F (pois de E para F temos apenas meio tom, ou seja, 1 ST); T = G (1 tom partindo de F para G); T = A (1 tom partindo de G para A); T = B (1 tom partindo de A para B); ST = C (meio tom, partindo de B para C, ou seja, 1 ST). Veja abaixo como ficaria no teclado a contagem da escala de C. O mesmo também serve para todos instrumentos musicais. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 6
  • 7. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc ESCALA DE DÓ (D): O D é a Tônica (N). Então, aplicamos a regra. N = D; T = E (1 tom partindo do D para E); T = F# (1 tom partindo do E que foi a nota achada anteriormente para F#); ST = G (pois de F# para G temos apenas meio tom, ou seja, 1 ST); T = A (1 tom partindo de G para A); T = B (1 tom partindo de A para B); T = C# (1 tom partindo de B para C#); ST = D (meio tom, partindo de C# para D, ou seja, 1 ST). Veja abaixo como ficaria no teclado a contagem da escala de D. O mesmo também serve para todos os instrumentos musicais. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 7
  • 8. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Aplicando esta regra para todas as notas, as escalas MAIORES ficam conforme relação abaixo (as principais, pois, você pode aplicar a regra nas que não estão na tabela, como C#, D# F#, etc): Escala N T T ST T T T ST C C D E F G A B C D D E F# G A B C# D E E F# G# A B C# D# E F F G A A# C D E F G G A B C D E F# G A A B C# D E F# G# A B B C# D# E F# G# A# B Escala menor: É formada por: Nota fundamental, 1 tom partindo na nota fundamental, meio tom, 2 tons, meio tom novamente e 2 tons. Com isso podemos criar uma regra (decore esta regra, é a base de tudo): N – T – ST – T – T – ST – T – T Onde N = Nota (Tônica) da qual queremos tirar a escala; T = Tom (1 tom); ST = SemiTom (meio tom). Agora, basta fazer o mesmo conforme fizemos para a escala maior, porém, seguindo esta segunda regra, que é para as escalas menores. Aplicando esta regra para todas as notas, as escalas MENORES ficam conforme relação abaixo (as principais, pois, você pode aplicar a regra nas que não estão na tabela, como C#m, D#m F#m, etc): Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 8
  • 9. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Escala N T ST T T ST T T Cm C D D# F G G# A# C Dm D E F G A A# C D Em E F# G A B C D E Fm F G G# A# C C# D# F Gm G A A# C D D# F G Am A B C D E F G A Bm B C# D E F# G A B Tons relativos: São acordes diferentes que possuem algumas notas iguais de formação. Como por exemplo, o Lá menor, que é relativo do Dó; o Fá maior, que é relativo da Ré menor, etc. Conforme figuras abaixo: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 9
  • 10. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Esses são apenas alguns exemplos de tons relativos, ou acordes relativos. Há também uma regrinha para se saber qual acorde é relativo MENOR do que você está fazendo. Para saber o relativo menor do acorde, basta contar um tom e meio abaixo do acorde. Por exemplo: Para saber o acorde relativo menor de F, conta-se um tom e meio abaixo de D, dando D. Então, o acorde relativo menor de F, é Dm. Outro Exemplo: G, um tom e meio abaixo = E. Então, o acorde relativo menor de G é Em. Algumas relações de acordes relativos: C – Am E – C#m G# – Fm C# - A#m F – Dm Am – F#m D – Bm F# – D#m A# – Gm C# – Cm G – Em B – G#m Outra regrinha para se saber qual acorde é relativo MAIOR do que você está fazendo. Para saber o relativo maior do acorde, basta contar um tom e meio acima do acorde. Por exemplo: Para saber o acorde relativo menor de Dm, conta- se um tom e meio acima do D, dando F. Então, o acorde relativo maior de Dm, é F. Outro Exemplo: Gm, um tom e meio acima = B. Então, o acorde relativo menor de G é Bm. 7 – INVERSÃO DE ACORDES Inversão de acordes nada mais é do que inverter a ordem da formação das notas. Por exemplo, vimos que para formar um acorde, usamos a tônica, a 3ª e a 5ª nota. Com o C, fica C – E – G. As inversões ficariam: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 10
  • 11. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Acorde normal: C – E – G; 1ª inversão: E – G – C; 2ª inversão: G – C – E; O mesmo acontece com todos os acordes. Geralmente, para o teclado, usa-se fazer com a mão esquerda o acorde cheio, com a 1ª, a quinta e a oitava nota, e com a mão direita os acordes na primeira inversão. 8 – TIRANDO E TOCANDO AS MÚSICAS DE OUVIDO Esta é a parte mais esperada da apostila né? Então, a partir de agora, você deverá estar dominando as etapas anteriores, através de exercícios para saber as escalas, pois todas as músicas são criadas a partir das escalas. Pode-se decorar as escalas menores e maiores como passadas nas tabelas, mas o ideal é saber montá-las no instrumento. O mais correto é decorar a regra para saber montar. As escalas do campo harmônico maiores e menores são muito importantes, pois são através delas que saberemos as notas a serem usadas para tocar e solar as músicas. O primeiro passo é saber o tom da música do qual queremos tirar de ouvido. Pegaremos como exemplo algumas músicas. Música: I Won't Give Up (Jason Mraz) 1º Passo Coloque a música para tocar no seu computador ou som. Então, o primeiro passo é descobrir o tom dela. Para isso, comece a EXECUTAR as escalas subindo e descendo no instrumento, para descobrir o tom, começando pela de C. Você notará que o som não ficará bom se a escala for diferente do tom da música. Por exemplo, se a música estiver no tom de F, as notas que compõe ela, são da escala de F. Então, se você estiver executando a escala de C, por exemplo, o som sairá estranho, ofuscado, você deve perceber que está fora do tom. Pode ser que ainda Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 11
  • 12. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc tenha dificuldades de início, mas com o tempo e muito estudo o seu ouvido será educado. Você deve ir eliminando as notas, quanto pior for à combinação da musica com a escala, mais longe do tom da musica você estará. Esta musica como exemplo, está no tom de E. Tente agora, novamente, se você não conseguiu descobrir o tom, tocar a escala de E. Você notará que o som se encaixará perfeitamente na música. Dá até para descobrir o solo. O solo dela ficará: E E E F# G# A G# - Note que estas notas são da escala de E. Isso quer dizer que para solar a música toda, deveremos usar apenas as notas da escala de E, pois o tom dela é E. Há casos que mudam, mas a maioria é assim. A cifra da música encontra-se no link: http://www.cifraclub.com.br/jason- mraz/i-wont-give-up/. 2º Passo Achado o TOM da música, e tendo conhecimento das escalas MAIORES, você conseguirá saber quais notas a compõe, aplicando a seguinte regra, em cima da escala do tom da música: N – m – m – M – M – r – a (p/ escalas maiores) Onde: N = Nota (Do tom da música) m = menor M = maior r = Relativa da nota a = Diminuto Sendo assim, aplicando a regra na escala de E, fica: Sabemos que a escala de E tem a sequencia de notas: E, F#, G#, A, B, C#, D# e E. Temos que pegar a primeira nota (maior) da escala, a segunda e terceira menor, a quarta e a quinta devem ser maior, a sexta deve ser a relativa da nota, e a ultima deve ser o acorde menor com 5º grau diminuto. Exemplo abaixo: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 12
  • 13. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Escala de E E F# G# A B C# D# Regra Nota Nota Nota Nota Nota Relativa Diminuto menor menor Maior Maior da nota da nota Acordes E F#m G#m A B C#m D#º Então, se o tom da música é E, temos que usar a escala de E para fazer os solos, e os acordes criados com essa regra: E, F#m, G#m, A, B, C#m, D#°. Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música. Existem outras notas que podem ser colocadas para dar um brilho na música, como notas com nona, sétima, quarta, com baixo alterado, etc. Música: Faz chover (Versão Toque no Altar) 1º Passo Faça a mesma coisa que a música anterior. Neste louvor, notará que o tom é Am, então devemos usar as notas da escala de Am. O solo fica: C B A C B A C C C C B A G (repete tudo). 2º Passo Achado o TOM da música, e tendo conhecimento das escalas MENORES, você conseguirá saber quais notas a compõe, aplicando a seguinte regra, em cima da escala do tom da música: Nm –m5 ou ° – M – m – m – M – M (p/ escalas menores) Onde: Nm = Nota menor (Do tom da música) m = menor M = maior m5 ou ° = menor com 5 ou diminuto Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 13
  • 14. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc Sendo assim, aplicando a regra na escala de Am, fica: Sabemos que a escala de Am tem a sequencia de notas: A, B, C, D, E, F, G e A. Temos que pegar a primeira nota (menor) da escala, a segunda menor com 5ª ou diminuto, a terceira nota maior, a quarta e a quinta devem ser menor, a sexta e a sétima devem ser maiores. Exemplo abaixo: Escala de A B C D E F G Am Regra Nota Nota ° Nota Nota Nota Nota Nota menor ou 5ªb Maior menor menor Maior Maior Acordes Am Bm5 C Dm Em F G Então, se o tom da música é Am, temos que usar a escala de Am para fazer os solos, e os acordes criados com essa regra: Am, Bm5, C, Dm, Em, F e G. Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música. Existem outras notas que podem ser colocadas para dar um brilho na música, como notas com nona, sétima, quarta, com baixo alterado, etc. A cifra da música encontra-se no link: http://www.cifraclub.com.br/toque- no-altar/faz-chover/ Tendo o conhecimento de qual escala e tom está a música, podemos descobrir com essas regras quais notas devem ser usadas para tocar a música. Agora basta descobrir a ordem para usá-las, para isso, deve aperfeiçoar o ouvido, tentando tocar as musicas estudando sempre que possível, sem as cifras, descobrir o tom, etc. Tendo como base as notas que devem ser usadas, já fica tudo mais fácil. 8 – ESCALAS DE ACORDES MAIORES E MENORES Tendo estudando os campos harmônicos e a formação dos acordes, veja se bate com o teórico: Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 14
  • 15. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc CAMPO HARMÔNICO MENOR MELÓDICO Cm Cm Dm5 Eb Fm Gm Ab Bb Cm C#m C#m D#m5 E F#m G#m A B C#m Dm Dm Em5 F Gm Am Bb C Dm D#m D#m F#m5 F# G#m A#m B C# D#m Ebm Ebm Fm5 Gb Abm Bbm Cb Db Em Em Em F#m5 G Am Bm C D Em Fm Fm Gm5 Ab Bbm Cm Db Eb Fm F#m F#m G#m5 A Bm C#m D E F#m Gm Gm Am5 Bb Cm Dm Eb F Gm G#m G#m A#m5 B C#m D#m E F# G#m Abm Abm Bbm5 Cb Dbm Ebm Fb Gb Am Am Am Bm5 C Dm Em F G Am A#m A#m B#m5 C# D#m E#m F# G# A#m Bbm Bbm Cm5 Db Ebm Fm Gb Ab Bm Bm Bm C#m5 D Em F#m G A Bm CAMPO HARMÔNICO MAIOR MELÓDICO Cb Cb Dbm Ebm Fb Gb Abm Bb° Cb C C Dm Em F G Am B° C C# C# D#m E#m F# G# A#m B#° C# Db Db Ebm Fm Gb Ab Bbm C° Db D D Em F#m G A Bm C#° D Eb Eb Fm Gm Ab Bb Cm D° Eb E E F#m G#m A B C#m D#° E F F Gm Am Bb C Dm E° F F# F# G#m A#m B C# D#m E#° F# Gb Gb Abm Bbm Cb Db Ebm F° Gb G G Am Bm C D Em F#° G Ab Ab Bbm Cm Db Eb Fm Gm Ab A A Bm C#m D E F#m G#° A Bb Bb Cm Dm Eb F Gm A° Bb B B C#m D#m E F# G#m A#° B Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 15
  • 16. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc 9 – RESUMO Então resumindo: Para tirar as músicas de ouvido temos que ter o conhecimento básico do campo harmônico, descobrir o tom da música através da execução das escalas, aplicar as regras para descobrir quais notas devem ser usadas, e tentar tocar alterando as ordens das notas e educando o ouvido. Quanto mais o cantor aumentar o tom da musica para cantar, maior terá que ser a nota, e quanto mais grave for a voz, menor as notas devem ser. Varia de acordo com a música. Espero ter ajudado. Abraços. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 16
  • 17. Conceitos para tirar e tocar músicas de ouvido – Teclado, violão, etc 10 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS - Como tocar Harduim, Rafael GarciaTeclado, apostila adquirida do site abaixo: http://teoriamusicaldownload.blogspot.com.br/2010/09/teclado-como-tocar- teclado-rafael.html; - http://www.contrabaixobr.com/t7139-campos-harmonicos-menores - http://www.cifraclub.com.br/toque-no-altar/faz-chover/ - http://www.cifraclub.com.br/jason-mraz/i-wont-give-up/. Contatos: e-mail: paulo.206@hotmail.com ; celular (11)99502-5268 Página 17