SlideShare uma empresa Scribd logo
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?
Responder no caderno:
1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas?
2)Que mecenas que se destacaram?
3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar
prazer ao observador. O que eles fizeram?
4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o
universalismo?
5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a A arte no renascimento 1

O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
Yana Sofia
 
Renascimento e o barroco
 Renascimento e o barroco Renascimento e o barroco
Renascimento e o barroco
Ingrid Papasidio
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
VitoriaNunes
 
Atividade renascimento
Atividade renascimentoAtividade renascimento
Atividade renascimento
Ana Barros Pinho Vieira
 
Atividades Renascimento
Atividades   RenascimentoAtividades   Renascimento
Atividades Renascimento
Eduardo Mariño Rial
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Introdução à arte
Introdução à arteIntrodução à arte
Introdução à arte
Ellen_A
 
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aulaarte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
keilalima67
 
Pocket Cores
Pocket CoresPocket Cores
Pocket Cores
pthormann
 
3.afinal, o que é arte madre zarife
3.afinal, o que é arte   madre zarife3.afinal, o que é arte   madre zarife
3.afinal, o que é arte madre zarife
Francisco Rodrigues
 
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
LuizAvanzi
 
Arte e ciencia
Arte e cienciaArte e ciencia
Arte e ciencia
Paulo De Freitas
 
Exame do Módulo 5 de HCA - Proposta de correção
Exame do Módulo 5  de HCA - Proposta de correçãoExame do Módulo 5  de HCA - Proposta de correção
Exame do Módulo 5 de HCA - Proposta de correção
teresagoncalves
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
ModernismoModernismo
Arte Contemporânea
Arte ContemporâneaArte Contemporânea
Arte Contemporânea
Sergio Proença
 
Exercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento CulturalExercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento Cultural
Elisângela Martins Rodrigues
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
JosPedroSilva11
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
Samuel Henriques
 
O que é a arte e outros
O que é a arte e outrosO que é a arte e outros
O que é a arte e outros
Andrea Cortelazzi
 

Semelhante a A arte no renascimento 1 (20)

O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
 
Renascimento e o barroco
 Renascimento e o barroco Renascimento e o barroco
Renascimento e o barroco
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
 
Atividade renascimento
Atividade renascimentoAtividade renascimento
Atividade renascimento
 
Atividades Renascimento
Atividades   RenascimentoAtividades   Renascimento
Atividades Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Introdução à arte
Introdução à arteIntrodução à arte
Introdução à arte
 
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aulaarte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
arte renascentista.pdf slide para usar em sala de aula
 
Pocket Cores
Pocket CoresPocket Cores
Pocket Cores
 
3.afinal, o que é arte madre zarife
3.afinal, o que é arte   madre zarife3.afinal, o que é arte   madre zarife
3.afinal, o que é arte madre zarife
 
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
 
Arte e ciencia
Arte e cienciaArte e ciencia
Arte e ciencia
 
Exame do Módulo 5 de HCA - Proposta de correção
Exame do Módulo 5  de HCA - Proposta de correçãoExame do Módulo 5  de HCA - Proposta de correção
Exame do Módulo 5 de HCA - Proposta de correção
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Arte Contemporânea
Arte ContemporâneaArte Contemporânea
Arte Contemporânea
 
Exercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento CulturalExercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento Cultural
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
 
O que é a arte e outros
O que é a arte e outrosO que é a arte e outros
O que é a arte e outros
 

Mais de Thais Ribeiro

A reforma protestante2
A reforma protestante2A reforma protestante2
A reforma protestante2
Thais Ribeiro
 
A reforma protestante
A reforma protestanteA reforma protestante
A reforma protestante
Thais Ribeiro
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
Thais Ribeiro
 
A arte do renascimento
A arte do renascimentoA arte do renascimento
A arte do renascimento
Thais Ribeiro
 
Brasil e a crise do antigo sistema colonial
Brasil e a crise do antigo sistema colonialBrasil e a crise do antigo sistema colonial
Brasil e a crise do antigo sistema colonial
Thais Ribeiro
 
A sociedade mineira
A sociedade mineiraA sociedade mineira
A sociedade mineira
Thais Ribeiro
 
Exercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismoExercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismo
Thais Ribeiro
 
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesaPalavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Thais Ribeiro
 
Iluminismo cruzadinhas 8º ano
Iluminismo cruzadinhas 8º anoIluminismo cruzadinhas 8º ano
Iluminismo cruzadinhas 8º ano
Thais Ribeiro
 
Planos de trabalho 2017
Planos de trabalho 2017Planos de trabalho 2017
Planos de trabalho 2017
Thais Ribeiro
 

Mais de Thais Ribeiro (10)

A reforma protestante2
A reforma protestante2A reforma protestante2
A reforma protestante2
 
A reforma protestante
A reforma protestanteA reforma protestante
A reforma protestante
 
A contrarreforma
A contrarreformaA contrarreforma
A contrarreforma
 
A arte do renascimento
A arte do renascimentoA arte do renascimento
A arte do renascimento
 
Brasil e a crise do antigo sistema colonial
Brasil e a crise do antigo sistema colonialBrasil e a crise do antigo sistema colonial
Brasil e a crise do antigo sistema colonial
 
A sociedade mineira
A sociedade mineiraA sociedade mineira
A sociedade mineira
 
Exercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismoExercicios sobre o iluminismo
Exercicios sobre o iluminismo
 
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesaPalavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
Palavras cruzadas sobre as mudanças trazidas pela revolução francesa
 
Iluminismo cruzadinhas 8º ano
Iluminismo cruzadinhas 8º anoIluminismo cruzadinhas 8º ano
Iluminismo cruzadinhas 8º ano
 
Planos de trabalho 2017
Planos de trabalho 2017Planos de trabalho 2017
Planos de trabalho 2017
 

Último

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

A arte no renascimento 1

  • 1. Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas? Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas? Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas? Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas? Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas? Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas? Responder no caderno: 1)Qual era a intenção de quem se tornava um mecenas? 2)Que mecenas que se destacaram? 3)os renascentistas partiam da concepção de que a beleza em uma obra de arte tinha como função principal proporcionar prazer ao observador. O que eles fizeram? 4)A aliança entre o humanismo e a ciência definiu uma característica geraldo Renascimento. O que tinha por base o universalismo? 5) o que era a técnica de luz e sombra ,inovação dos pintores renascentistas?