SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Sistema Endócrino
Disciplina: Anatomia
Prof. Me. André Moreira Rocha
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Sistema Endócrino
O sistema endócrino é responsável pelo controle das atividades
metabólicas do organismo. Atua a longo prazo, através de sinais
químicos, executados por substâncias denominadas hormônios.
Hormônios são substâncias produzidas e liberadas por
determinadas células de glândulas endócrinas e atuam controlando
o funcionamento de alguns órgãos.
A ação do hormônio se dá quando este é lançado através da
corrente sanguínea pelas glândulas endócrinas, e assim, chegando
ao órgão-alvo, se liga a receptores específicos localizado na
superfície das células.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Principais glândulas endócrinas humanas
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipotálamo
 Recebe informações do sistema nervoso e secreta
hormônios que atuam sobre a hipófise anterior
(adenohipófise).
Hormônios
produzidos no
Hipotálamo
Atuação
(Estimulação: )
(Inibição: X)
Hormônios produzidos
na Adenoipófise
TRH  Tireotrofina
CRH  Adrenocorticotrófico
GHRH  Somatotrófico
GnRH  LH e FSH
PiF X Prolactina
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipotálamo
 Possui neurônios que produzem os hormônios (oxitocina e
Antidiurético “ADH”) que são armazenados e liberados pela
hipófise posterior (neurohipófise).
Neurônios
Liberação de
hormônios
ADH e Oxitocina
Neurohipófise
Adenohipófise
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
 Adenohipófise
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Adenohipófise (hormônios)
• Hormônio do crescimento ou somatotrófico (GH/SH)
 Promove o crescimento das cartilagens e dos ossos
 Influencia o metabolismo das proteínas, carboidratos
e lipídios.
 Deficiência na infância provoca o nanismo. (A)
 Excesso na infância provoca o gigantismo. (B)
 Excesso no adulto provoca a acromegalia. (C)
A B
C
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Adenohipófise (hormônios)
• Tireotrofina (TSH)
 Estimula a glândula tireóide a produzir o hormônio
Tiroxina
 Deficiência pode causar o hipotiroidismo.
 Excesso pode casar o hipertireoidismo
• Adrenocorticotrófico (ACTH)
 Estimula o córtex da glândula supra-renal a produzir
os hormônios glicocorticóides (cortisol)
Tireóide
Córtex
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Adenohipófise (hormônios)
• Prolactina (LTH)
 Desenvolvimento das mamas
 Produção de leite
 Homens (função desconhecida)
• Folículo estimulante (FSH)
 Homem
 Induz a produção de espermatozóide
 Mulher
 Promove o desenvolvimento do folículo ovariano
 Estimula o ovário a produzir estrógeno
Glândulas mamárias
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Adenohipófise (hormônios)
• Luteinizante (LH)
 Homem
 Induz o testículo a produzir testosterona
 Mulher
 Estimula a ovulação
 Desenvolvimento do corpo lúteo (amarelo)
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Neurohipófise
Armazena e libera dois hormônios produzidos pelo hipotálamo
• Antidiurético (ADH) ou Vasopressina
 É liberado quando o volume de sangue cai abaixo de
certo nível.
 Estimula a reabsorção de água nos rins
 Diminui o volume de urina excretado
(antidiurético)
 Retém água no organismo
 Sua deficiência provoca uma perda de água excessiva
e muita sede, síndrome denominada diabetes
insípidos.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Neurohipófise
Antidiurético (ADH) ou Vasopressina
ADH: Aumenta a
permeabilidade dos
ductos coletores
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Hipófise
Neurohipófise
• Oxitocina
 Promove contrações no útero durante o parto
 Contração da musculatura lisa das glândulas
mamárias, causando a ejeção do leite.
 O Estímulo para a liberação da oxitocina é a
succão da mama pelo bebê.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Tireóide
Localização: no pescoço, logo abaixo das cartilagens da glote.
Produz três hormônios:
a) Triiodotironina (T3)
b) Tiroxina (T4)
c) Calcitonina
a) Triiodotironina (T3) e Tiroxina (T4)
 Estimulam o metabolismo energético
 Aumentam a taxa de respiração celular
O excesso desses hormônios causa o hipertireoidismo
o Hiperatividade (calor, sudorese)
o Perda de peso
o Nervosismo
o Exoftalmia (olhos arregalados para fora das órbitas)
o Bócio (inchaço do pescoço formando um papo)
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Tireóide
Hipertireoidismo – Sintomas:
exoftalmia bócio
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Tireóide
Hipotireoidismo – Sintomas:
 Deficiência na produção dos hormônios T3 e Tiroxina (T4) pela tireóide.
 Pode ser causada devido à carência de iodo na alimentação, pois o iodo é
parte constituinte dos hormônios da tireóide.
 Destruição auto-imune da tireóide (tireoidite)
 Consequências
o Diminuição do metabolismo celular
o Ganho de peso
o Bradicardia (desaceleração dos batimentos cardíacos)
o Mixedema (inchaço da pele)
o Bócio
 Hipotireoidismo na infância: Cretinismo  Quadro que se caracteriza pelo
comprometimento do crescimento dos ossos e dos dentes e retardamento
mental.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Tireóide
b) Calcitonina
 Atua diminuindo a quantidade do íon cálcio (Ca²+
) do
sangue e aumentando a concentração deste íon nos
ossos.
 Ação: Hipocalcemiante
Paratireóides
Localização: Duas de cada lado, atrás da
glândula tireóide.
Produz um hormônio: Paratormônio
Paratireóides
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Paratireoides
Paratormônio
 Responsável pelo aumento do nível de cálcio (Ca²+
) no
sangue.
 Retira cálcio dos ossos, aumentando o nível deste íon na
corrente sanguínea.
O paratormônio e a calcitonina realizam o controle dos níveis
normais de cálcio no organismo.
↑ cálcio no sangue Calcitonina Deposição de cálcio
nos ossos
↓ cálcio no sangue
Paratormônio
Retirada de cálcio
dos ossos
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Supra-renais (adrenais)
Localização: sobre os rins
Dividida em duas regiões
a) Córtex: Região mais externa
 Produz os hormônios: Glicocorticóides (cortisol) e
Mineralocorticóides (aldosterona).
b) Medula: Região interna
 Produz os hormônios: Epinefrina ou (Adrenalina) e
Norepinefrina ou (Noradrenalina)
Córtex
Medula
RIM
Cortisol
Aldosterona
Epinefrina
Norepinefrina
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Supra-renais – hormônios do córtex
a) Glicocorticóides (derivados do colesterol)
 Hormônio mais importante: Cortisol ou Hidrocortisona
 Liberado em situações de estresse
o Atua na produção de glicose a partir de proteínas e gorduras (↑
glicemia).
o Reduz inflamações e alergias
o Obs.: É controlado pelo hormônio ACTH produzido pela
adenohipófise.
b) Mineralocorticóides (derivados do colesterol)
 Hormônio mais importante: Aldosterona
o Realiza a reabsorção de sódio (Na+) e a excreção de potássio (K+) nos
rins.
o Aumenta a pressão arterial e a volemia (volume de sangue circulante).
o Obs.: É controlado pelo hormônio ACTH produzido pela
adenohipófise.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Supra-renais – hormônios da medula
a) Epinefrina (adrenalina)
 Prepara organismo para enfrentar situações de estresse.
o Contração dos vasos sanguíneos (vasoconstrição).
o Aumenta a taxa de açúcares no sangue.
o Redistribui sangue para os órgãos e músculos.
b) Norepinefrina (noradrenalina)
 Atua em conjunto com a epinefrina nas respostas à
situações de estresse.
o Acelera os batimentos cardíacos (taquicardia).
o Mantém a pressão sanguínea em níveis normais.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Pâncreas
Localização: No lado esquerdo da cavidade abdominal.
Glândula mista ou anfícrina (possui porção exócrina e
endócrina)
Produz dois hormônios: insulina e glucagon (porção endócrina)
Produz o suco pancreático (porção exócrina)
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Pâncreas
a) Insulina
 Aumenta a permeabilidade da membrana celular à glicose.
 No fígado a insulina promove a formação do glicogênio.
 Ação hipoglicemiante (diminui a quantidade de glicose no
sangue).
 Produzido pelas células β (beta) das ilhotas de Langerhans.
b) Glucagon
 Efeito inverso ao da insulina
 No fígado o glucagon estimula a transformação do glicogênio em
várias moléculas de glicose, que serão enviadas para o sangue.
 Ação hiperglicemiante (aumenta a quantidade de glicose no
sangue).
 Produzido pelas células α (alfa) das ilhotas de Langerhans.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Pâncreas
Ácino
Células β
Vaso
sanguíneo
Células α
Ilhota de Langerhans
Diabetes Mellitus
Doença em que o indivíduo apresenta
altas taxas de glicose no sangue.
Diabetes Tipo I
Causa: Redução das células β do
pâncreas, o que leva a uma diminuição
da produção de insulina.
Diabetes Tipo II
Causa: Redução do número de
receptores de insulina nas membranas
das células.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Gônadas (Testículos e Ovários)
a) Testículos (homem): Localizados no interior da bolsa escrotal
o Sofre influência dos hormônios FSH e LH produzidos pela
adenohipófise Testículos
FSH  induz a produção de Espermatozóides
LH  Induz a produção de Testosterona
Testosterona (hormônio sexual masculino),
produzido no interior dos testículos pelas células de
Leydig.
Ação:
 Aparecimento dos características sexuais
secundárias masculinas (barba, pêlos pubianos,
engrossamento da voz, desenvolvimento da
musculatura, etc).
 Amadurecimento dos órgãos genitais.
 Libido sexual.
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Gônadas (Testículos e Ovários)
b) Ovários (mulher) localizados no interior da cavidade pélvica.
Hormônios produzidos: Estrógeno e Progesterona
Sofrem influência dos hormônios FSH e LH produzidos pela
adenohipófise
Tuba uterina
FSH induz a formação dos foliculos ovarianos
(Graaf) e estes produzem estrógeno.
Com o aumento do estrógeno, ocorre
o aumento da liberação do hormônio
LH, o qual promove a ovulação e a
formação do corpo amerelo (lúteo)
que irá produzir progesterona.
Corpo lúteo
Prof. Me. André Moreira Rocha
Anatomia
Glândulas endócrinas
Gônadas (Testículos e Ovários)
Estrógeno
o Produzido pelos folículos ovarianos (folículos de Graaf);
o determina o aparecimento das características sexuais secundárias
femininas (mamas, pêlos pubianos, acúmulo de gordura em algumas
regiões, etc.);
o Estimula o desenvolvimento do endométrio para receber o embrião;
o induz o amadurecimento dos órgãos genitais;
o libido sexual.
Progesterona
o Produzida pelo corpo amarelo (corpo lúteo) que se origina do folículo
ovariano rompido durante a ovulação.
o Juntamente com o estrógeno, a progesterona atua preparando a parede
do endométrio uterino para receber o embrião.
o Estimula o desenvolvimento das glândulas mamárias.
Sistema Endócrino
Disciplina: Anatomia
Prof. Me. André Moreira Rocha

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 5. Sistema endócrino.pptx

Sistema endócrino.pptx
Sistema endócrino.pptxSistema endócrino.pptx
Sistema endócrino.pptxIaneBarbosa5
 
Sistemaendocrino 170629183809
Sistemaendocrino 170629183809Sistemaendocrino 170629183809
Sistemaendocrino 170629183809Alfredo Cossa
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrinoURCA
 
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizadoAula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizadoHamilton Nobrega
 
8. Sistema endócrino
8. Sistema endócrino8. Sistema endócrino
8. Sistema endócrinoLuci Freitas
 
CONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO
CONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINOCONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO
CONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINOPatrícia Trindade
 
antioxidantes.pdf slide aula de bioquímica
antioxidantes.pdf slide aula de bioquímicaantioxidantes.pdf slide aula de bioquímica
antioxidantes.pdf slide aula de bioquímicaTamires73
 
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANOAULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANORodrigoSousa736857
 
Endocrino Sistema
Endocrino SistemaEndocrino Sistema
Endocrino SistemaAdele Janie
 
Glândulas e hormônios
Glândulas e hormôniosGlândulas e hormônios
Glândulas e hormôniosSâmara Mends
 
Aula 23 sistema endócrino
Aula 23   sistema endócrinoAula 23   sistema endócrino
Aula 23 sistema endócrinoJonatas Carlos
 
12 sistema endócrino
12 sistema endócrino12 sistema endócrino
12 sistema endócrinoErcio Novaes
 
Semiologia sistema endocrino final
Semiologia sistema endocrino finalSemiologia sistema endocrino final
Semiologia sistema endocrino finalDr madhumati Varma
 

Semelhante a 5. Sistema endócrino.pptx (20)

Sistema endócrino.pptx
Sistema endócrino.pptxSistema endócrino.pptx
Sistema endócrino.pptx
 
PDF de biologia (1).pdf
PDF de biologia (1).pdfPDF de biologia (1).pdf
PDF de biologia (1).pdf
 
Sistemaendocrino 170629183809
Sistemaendocrino 170629183809Sistemaendocrino 170629183809
Sistemaendocrino 170629183809
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizadoAula 06   fisiologia do sistema endócrino - atualizado
Aula 06 fisiologia do sistema endócrino - atualizado
 
8. Sistema endócrino
8. Sistema endócrino8. Sistema endócrino
8. Sistema endócrino
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrino
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrino
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
CONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO
CONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINOCONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO
CONTROLE HORMONAL SISTEMA ENDÓCRINO
 
antioxidantes.pdf slide aula de bioquímica
antioxidantes.pdf slide aula de bioquímicaantioxidantes.pdf slide aula de bioquímica
antioxidantes.pdf slide aula de bioquímica
 
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANOAULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
AULA 11 - SISTEMA ENDÓCRINO DO CORPO HUMANO
 
Endocrino Sistema
Endocrino SistemaEndocrino Sistema
Endocrino Sistema
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrino
 
Sistema endocrino
Sistema endocrinoSistema endocrino
Sistema endocrino
 
Glândulas e hormônios
Glândulas e hormôniosGlândulas e hormônios
Glândulas e hormônios
 
Aula 23 sistema endócrino
Aula 23   sistema endócrinoAula 23   sistema endócrino
Aula 23 sistema endócrino
 
Sistema Endócrino
Sistema EndócrinoSistema Endócrino
Sistema Endócrino
 
12 sistema endócrino
12 sistema endócrino12 sistema endócrino
12 sistema endócrino
 
Semiologia sistema endocrino final
Semiologia sistema endocrino finalSemiologia sistema endocrino final
Semiologia sistema endocrino final
 

Mais de André Moreira Rocha

Mais de André Moreira Rocha (6)

3. Artrologia e Miologia.pptx
3. Artrologia e Miologia.pptx3. Artrologia e Miologia.pptx
3. Artrologia e Miologia.pptx
 
2. Osteologia.pptx
2. Osteologia.pptx2. Osteologia.pptx
2. Osteologia.pptx
 
2. Ossos o Crânio.pptx
2. Ossos o Crânio.pptx2. Ossos o Crânio.pptx
2. Ossos o Crânio.pptx
 
3. Órgãos do Sentido.pptx
3. Órgãos do Sentido.pptx3. Órgãos do Sentido.pptx
3. Órgãos do Sentido.pptx
 
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
2. Planos e Eixos anatômicos.pptx
 
Plano manutenção case w20e.pptx
Plano manutenção case w20e.pptxPlano manutenção case w20e.pptx
Plano manutenção case w20e.pptx
 

Último

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 

Último (20)

Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 

5. Sistema endócrino.pptx

  • 2. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Sistema Endócrino O sistema endócrino é responsável pelo controle das atividades metabólicas do organismo. Atua a longo prazo, através de sinais químicos, executados por substâncias denominadas hormônios. Hormônios são substâncias produzidas e liberadas por determinadas células de glândulas endócrinas e atuam controlando o funcionamento de alguns órgãos. A ação do hormônio se dá quando este é lançado através da corrente sanguínea pelas glândulas endócrinas, e assim, chegando ao órgão-alvo, se liga a receptores específicos localizado na superfície das células.
  • 3. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Principais glândulas endócrinas humanas
  • 4. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipotálamo  Recebe informações do sistema nervoso e secreta hormônios que atuam sobre a hipófise anterior (adenohipófise). Hormônios produzidos no Hipotálamo Atuação (Estimulação: ) (Inibição: X) Hormônios produzidos na Adenoipófise TRH  Tireotrofina CRH  Adrenocorticotrófico GHRH  Somatotrófico GnRH  LH e FSH PiF X Prolactina
  • 5. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipotálamo  Possui neurônios que produzem os hormônios (oxitocina e Antidiurético “ADH”) que são armazenados e liberados pela hipófise posterior (neurohipófise). Neurônios Liberação de hormônios ADH e Oxitocina Neurohipófise Adenohipófise
  • 6. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise  Adenohipófise
  • 7. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Adenohipófise (hormônios) • Hormônio do crescimento ou somatotrófico (GH/SH)  Promove o crescimento das cartilagens e dos ossos  Influencia o metabolismo das proteínas, carboidratos e lipídios.  Deficiência na infância provoca o nanismo. (A)  Excesso na infância provoca o gigantismo. (B)  Excesso no adulto provoca a acromegalia. (C) A B C
  • 8. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Adenohipófise (hormônios) • Tireotrofina (TSH)  Estimula a glândula tireóide a produzir o hormônio Tiroxina  Deficiência pode causar o hipotiroidismo.  Excesso pode casar o hipertireoidismo • Adrenocorticotrófico (ACTH)  Estimula o córtex da glândula supra-renal a produzir os hormônios glicocorticóides (cortisol) Tireóide Córtex
  • 9. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Adenohipófise (hormônios) • Prolactina (LTH)  Desenvolvimento das mamas  Produção de leite  Homens (função desconhecida) • Folículo estimulante (FSH)  Homem  Induz a produção de espermatozóide  Mulher  Promove o desenvolvimento do folículo ovariano  Estimula o ovário a produzir estrógeno Glândulas mamárias
  • 10. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Adenohipófise (hormônios) • Luteinizante (LH)  Homem  Induz o testículo a produzir testosterona  Mulher  Estimula a ovulação  Desenvolvimento do corpo lúteo (amarelo)
  • 11. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Neurohipófise Armazena e libera dois hormônios produzidos pelo hipotálamo • Antidiurético (ADH) ou Vasopressina  É liberado quando o volume de sangue cai abaixo de certo nível.  Estimula a reabsorção de água nos rins  Diminui o volume de urina excretado (antidiurético)  Retém água no organismo  Sua deficiência provoca uma perda de água excessiva e muita sede, síndrome denominada diabetes insípidos.
  • 12. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Neurohipófise Antidiurético (ADH) ou Vasopressina ADH: Aumenta a permeabilidade dos ductos coletores
  • 13. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Hipófise Neurohipófise • Oxitocina  Promove contrações no útero durante o parto  Contração da musculatura lisa das glândulas mamárias, causando a ejeção do leite.  O Estímulo para a liberação da oxitocina é a succão da mama pelo bebê.
  • 14. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Tireóide Localização: no pescoço, logo abaixo das cartilagens da glote. Produz três hormônios: a) Triiodotironina (T3) b) Tiroxina (T4) c) Calcitonina a) Triiodotironina (T3) e Tiroxina (T4)  Estimulam o metabolismo energético  Aumentam a taxa de respiração celular O excesso desses hormônios causa o hipertireoidismo o Hiperatividade (calor, sudorese) o Perda de peso o Nervosismo o Exoftalmia (olhos arregalados para fora das órbitas) o Bócio (inchaço do pescoço formando um papo)
  • 15. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Tireóide Hipertireoidismo – Sintomas: exoftalmia bócio
  • 16. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Tireóide Hipotireoidismo – Sintomas:  Deficiência na produção dos hormônios T3 e Tiroxina (T4) pela tireóide.  Pode ser causada devido à carência de iodo na alimentação, pois o iodo é parte constituinte dos hormônios da tireóide.  Destruição auto-imune da tireóide (tireoidite)  Consequências o Diminuição do metabolismo celular o Ganho de peso o Bradicardia (desaceleração dos batimentos cardíacos) o Mixedema (inchaço da pele) o Bócio  Hipotireoidismo na infância: Cretinismo  Quadro que se caracteriza pelo comprometimento do crescimento dos ossos e dos dentes e retardamento mental.
  • 17. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Tireóide b) Calcitonina  Atua diminuindo a quantidade do íon cálcio (Ca²+ ) do sangue e aumentando a concentração deste íon nos ossos.  Ação: Hipocalcemiante Paratireóides Localização: Duas de cada lado, atrás da glândula tireóide. Produz um hormônio: Paratormônio Paratireóides
  • 18. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Paratireoides Paratormônio  Responsável pelo aumento do nível de cálcio (Ca²+ ) no sangue.  Retira cálcio dos ossos, aumentando o nível deste íon na corrente sanguínea. O paratormônio e a calcitonina realizam o controle dos níveis normais de cálcio no organismo. ↑ cálcio no sangue Calcitonina Deposição de cálcio nos ossos ↓ cálcio no sangue Paratormônio Retirada de cálcio dos ossos
  • 19. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Supra-renais (adrenais) Localização: sobre os rins Dividida em duas regiões a) Córtex: Região mais externa  Produz os hormônios: Glicocorticóides (cortisol) e Mineralocorticóides (aldosterona). b) Medula: Região interna  Produz os hormônios: Epinefrina ou (Adrenalina) e Norepinefrina ou (Noradrenalina) Córtex Medula RIM Cortisol Aldosterona Epinefrina Norepinefrina
  • 20. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Supra-renais – hormônios do córtex a) Glicocorticóides (derivados do colesterol)  Hormônio mais importante: Cortisol ou Hidrocortisona  Liberado em situações de estresse o Atua na produção de glicose a partir de proteínas e gorduras (↑ glicemia). o Reduz inflamações e alergias o Obs.: É controlado pelo hormônio ACTH produzido pela adenohipófise. b) Mineralocorticóides (derivados do colesterol)  Hormônio mais importante: Aldosterona o Realiza a reabsorção de sódio (Na+) e a excreção de potássio (K+) nos rins. o Aumenta a pressão arterial e a volemia (volume de sangue circulante). o Obs.: É controlado pelo hormônio ACTH produzido pela adenohipófise.
  • 21. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Supra-renais – hormônios da medula a) Epinefrina (adrenalina)  Prepara organismo para enfrentar situações de estresse. o Contração dos vasos sanguíneos (vasoconstrição). o Aumenta a taxa de açúcares no sangue. o Redistribui sangue para os órgãos e músculos. b) Norepinefrina (noradrenalina)  Atua em conjunto com a epinefrina nas respostas à situações de estresse. o Acelera os batimentos cardíacos (taquicardia). o Mantém a pressão sanguínea em níveis normais.
  • 22. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Pâncreas Localização: No lado esquerdo da cavidade abdominal. Glândula mista ou anfícrina (possui porção exócrina e endócrina) Produz dois hormônios: insulina e glucagon (porção endócrina) Produz o suco pancreático (porção exócrina)
  • 23. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Pâncreas a) Insulina  Aumenta a permeabilidade da membrana celular à glicose.  No fígado a insulina promove a formação do glicogênio.  Ação hipoglicemiante (diminui a quantidade de glicose no sangue).  Produzido pelas células β (beta) das ilhotas de Langerhans. b) Glucagon  Efeito inverso ao da insulina  No fígado o glucagon estimula a transformação do glicogênio em várias moléculas de glicose, que serão enviadas para o sangue.  Ação hiperglicemiante (aumenta a quantidade de glicose no sangue).  Produzido pelas células α (alfa) das ilhotas de Langerhans.
  • 24. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Pâncreas Ácino Células β Vaso sanguíneo Células α Ilhota de Langerhans Diabetes Mellitus Doença em que o indivíduo apresenta altas taxas de glicose no sangue. Diabetes Tipo I Causa: Redução das células β do pâncreas, o que leva a uma diminuição da produção de insulina. Diabetes Tipo II Causa: Redução do número de receptores de insulina nas membranas das células.
  • 25. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Gônadas (Testículos e Ovários) a) Testículos (homem): Localizados no interior da bolsa escrotal o Sofre influência dos hormônios FSH e LH produzidos pela adenohipófise Testículos FSH  induz a produção de Espermatozóides LH  Induz a produção de Testosterona Testosterona (hormônio sexual masculino), produzido no interior dos testículos pelas células de Leydig. Ação:  Aparecimento dos características sexuais secundárias masculinas (barba, pêlos pubianos, engrossamento da voz, desenvolvimento da musculatura, etc).  Amadurecimento dos órgãos genitais.  Libido sexual.
  • 26. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Gônadas (Testículos e Ovários) b) Ovários (mulher) localizados no interior da cavidade pélvica. Hormônios produzidos: Estrógeno e Progesterona Sofrem influência dos hormônios FSH e LH produzidos pela adenohipófise Tuba uterina FSH induz a formação dos foliculos ovarianos (Graaf) e estes produzem estrógeno. Com o aumento do estrógeno, ocorre o aumento da liberação do hormônio LH, o qual promove a ovulação e a formação do corpo amerelo (lúteo) que irá produzir progesterona. Corpo lúteo
  • 27. Prof. Me. André Moreira Rocha Anatomia Glândulas endócrinas Gônadas (Testículos e Ovários) Estrógeno o Produzido pelos folículos ovarianos (folículos de Graaf); o determina o aparecimento das características sexuais secundárias femininas (mamas, pêlos pubianos, acúmulo de gordura em algumas regiões, etc.); o Estimula o desenvolvimento do endométrio para receber o embrião; o induz o amadurecimento dos órgãos genitais; o libido sexual. Progesterona o Produzida pelo corpo amarelo (corpo lúteo) que se origina do folículo ovariano rompido durante a ovulação. o Juntamente com o estrógeno, a progesterona atua preparando a parede do endométrio uterino para receber o embrião. o Estimula o desenvolvimento das glândulas mamárias.