SlideShare uma empresa Scribd logo
P R O F ES S O R A T E L M A CA S T R O S ILVA
ARCOS E ÂNGULOS - EXERCÍCIOS
1. Expresse em graus:
a)
c)
d)
e)
rad
9
10
b)
8
rad
11
rad
9

rad

rad
3
20
4
Solução: Esse cálculo também poderia ser realizado pela
regra de três, mas outra forma é substituir π rad pelo seu
correspondente em graus, 180º, e simplificar a fração.
10 rad 
10(180º)

1800º
 200º
9 9 2
a)
b) 11 rad 
11(180º)

11(45º)
 247º30'
9
c) d)
9 20 20
8 8 4
 rad 
(180º)
 20
 rad 
(180º)
 9º
e)   240
3 3
4(180º) 720º
3
rad 
4
2. Determine, em radianos, a medida do menor ângulo
formado pelos ponteiros de um relógio às 4 horas.
Solução: Os ponteiros de um
relógio estão ambos na direção
dos números somente na hora
exata. Após esse momento, o
único a ficar na direção é o
ponteiro dos minutos (grande).
O relógio
circunferência
representa uma
dividida em 12
partes iguais. Logo, cada número
dista um arco que mede 30°.
Às 4h o menor ângulo central
formado pelos ponteiros
corresponde a120º
2 rad
3
3. Se o ponteiro menor de um relógio percorre um arco
de ( π/12) radianos, que arco ponteiro maior percorre?
Solução:
Em graus a medida percorrida pelo menor
corresponde a 15°.
Esse valor corresponde à metade da distância entre
dois números consecutivos.
O tempo para percorrer essa distância pelo menor é
de meia hora.
Enquanto isso o ponteiro maior dá meia volta
completa, isto é, 180°.
Logo, o ponteiro maior percorre π rad.
3. Se o ponteiro menor de um relógio percorre um arco
de ( π/12) radianos, que arco ponteiro maior percorre?
Esta questão também pode ser resolvida através se
uma regra-de-três simples:
Ponteiro
Grande
2π rad
x rad
Ponteiro
Pequeno
(π/6) rad
(π/12) rad
2
Resposta: π rad
4. Um relógio foi acertado exatamente ao meio-dia.
Determine as horas e os minutos que estará marcando
esse relógio após o ponteiro menor ter percorrido um
ângulo de 42°.
Tempo
60 min
Ponteiro
Pequeno
30°
x
42°
Passaram-se 84 minutos após o meio-dia, que
corresponde a 1h 24min. Observe que este horário é
vespertino, logo pode ser indicado como 13:24 h.
2
5. Qual a medida, em graus, do menor ângulo central
formado pelos ponteiros de um relógio que está
marcando 9h 30min?
09:00 h 09:30 h
x
α
Solução: Ao marcar 9h em ponto,
os ponteiros estavam na direção
dos números como indicado na
primeira figura.
Às 9h30min o ponteiro pequeno
deslocou-se de um ângulo “x”.
Tempo
60 min
30 min
Ponteiro
Pequeno
30°
x
Aplicando a regra-de-rês
descobrimos qu
x
antos graus ele se
afastou da dirαeção do número 9
em 30 minutos.
60 x = 900 ⇒ x = 15°
α = 90° + x
09e
:30xh
= 15°
⇒ α = 105°
6. Determine:
a)o comprimento de um arco de circunferência (em cm),
sabendo que ela tem 12cm de raio e o ângulo central
correspondente mede 20°.
b)o ângulo central (em radianos) correspondente a um
arco de 15cm de comprimento, sabendo que ela tem raio
de 20cm.
c)a medida do raio de uma circunferência (em cm),
sabendo que nela um ângulo central de 15° corresponde
a um arco de 30cm.
a) o comprimento de um arco de circunferência (em cm),
sabendo que ela tem 12cm de raio e o ângulo central
correspondente mede 20°.
⇒
b) o ângulo central (em radianos) correspondente a um
arco de 15cm de comprimento, sabendo que ela tem raio
de 20cm.
⇒
c) a medida do raio de uma circunferência (em cm),
sabendo que nela um ângulo central de 15° corresponde a
um arco de 30cm.
⇒
7. A roda dianteira de uma bicicleta tem 40cm de raio.
Quantos metros ela percorre ao dar 5.000 voltas?
Quantas voltas ela deve dar para percorrer 9420m?
40 cm = 0,4 m C = 2π × 0,4 m C ≅ 2,5 m
⇒ ∴
1 volta = 2,5 m ⇒ 5000 voltas = 5000 × 2,5 m = 12.500 m
⇒
1 volta = 2,5 m x voltas = 2,5 x = 9.420 m
8. As rodas de um automóvel têm 70cm de diâmetro.
Determine o número de voltas efetuadas pelas rodas
quando o automóvel percorre 9.891km. Adote π = 3,14.
d = 70 cm ∴ r = 35 cm
1 volta = C = 2π × 35 = 70π cm = 219,8 cm = 2,198 m
Percurso = 9.891 km = 9.891.000 m
x voltas = 2,198 . x
2,198 . x = 9891000 ∴ x = 4.500.000 voltas
a) 1300°
b) 1440°
d)
e)
f) –1200°
c) 170°
11 rad
rad
2
43
5
9. Obtenha as menores determinações não negativas dos
arcos.
Solução:
Encontra-se o número de voltas completas
que é múltiplo de 360° ou de 2π.
As menores determinações não negativas
restos
serão os arcos encontrados nos
percorridos no sentido positivo.
São chamadas 1ªs determinações.
a) 1300º360º 3(voltas)  resto(220º)
Logo a 1ª determinação de 1300° é 220°.
b) 1440º360º 4(voltas)  resto(0º)
Logo a 1ª determinação de 1440° é 0°.
c) 170° < 360° não completando uma volta. Logo a 1ª
determinação é o próprio 170°.
2 2 2
d) 11 rad 
8 rad 
3 rad  4(2voltas) 
3 rad
Logo a 1ª determinação de é
2
rad .
rad
2 2
11 3
a) 1300º360º 3(voltas)  resto(220º)
Logo a 1ª determinação de 1300° é 220°.
b) 1440º360º 4(voltas)  resto(0º)
Logo a 1ª determinação de 1440° é 0°.
c) 170° < 360° não completando uma volta. Logo a 1ª
determinação é o próprio 170°.
2 2 2
d) 11 rad 
8 rad 
3 rad  4(2voltas) 
3 rad
Logo a 1ª determinação de é
2
rad .
rad
2 2
11 3
e)
5 5 5 5
43 rad 
40 rad 
3 rad  8(4voltas) 
3 rad
Logo a 1ª determinação de rad é
43
5
rad .
5
3
f) 1200º360º  3(voltas)  resto(120º)
–120° é a 1ª determinação negativa de –1200°.
Para encontrar a 1ª determinação positiva, devemos
somar 360° a –120°.
Logo a 1ª determinação de –1200° é 240° (sentido
positivo).
10. Dê as expressões gerais dos arcos côngruos a:
a) 1700°
b) –700°
c) 49 rad
4
d)11 rad
rad
8
33
e) 
Solução: A expressão geral será
expressa pela 1ª determinação dos
ângulos adicionadas a múltiplos de
360° ou 2π, positivos ou negativos.
a) 1700º360º 4(voltas)  resto(260º)
Logo a expressão geral é 260  360k , k Z
b)  700º360º  2(voltas)  resto(340º)
⇒ 1ª determinação positiva de –700° = 360° – 340° = 20°
Logo a expressão geral é 20º360k , k Z
c)
4 4 4 4
49 rad 
48 rad 
 rad 12(6voltas) 
 rad
 2k rad , k  Z

4
Logo a expressão geral é
d) 11 rad 10 rad  rad  (5voltas)  rad
Logo a expressão geral é  rad  2k , k Z
e) 
33 rad  
32 rad 
 rad  4(2 voltas) 
 rad
8 8 8 8
rad
8
8
15

rad 
A 1ª determinação positiva será 2 rad 
8
Logo a expressão geral é 15 rad  2k , k  Z
– 2 voltas significa duas
voltas no sentido horário
(negativo)
( ) 740° e 1460°
( ) 400° e 940°
( )
( )
11. Assinale com “X” os pares que representam arcos
côngruos.
Solução:
Para que representem arcos
côngruos, suas extremidades
deverão ser as mesmas.
Isto pode
comparando
ser verificado
as primeiras
determinações de cada par.

1º) 740º360º 2(voltas)  resto(20º)
940º360º 2(voltas)  resto(220º)
400º360º1(voltas)  resto(40º)
2º) 
rad
rad 
rad  rad  4(voltas)
 3
 3 3
2
3
3
2
3
rad 8rad 
3
2
3
3
24
3
3º)26
38 rad 
36 rad 
2 rad 12rad 
2 rad  6(voltas)
2 rad
4º)
 5 5 5 5 5
5 5 5 5
 5
19 rad 
10 rad 
9 rad  2rad 
9 rad 1(volta) 
9 rad
74 rad 
70 rad 
4 rad 14rad 
4 rad  7(voltas) 
4 rad
⊠ 1460º360º 4(voltas)  resto(20º)
⊠
11. Assinale com “X” os pares que representam arcos
côngruos.
⊠
() 740° e 1460°
( ) 400° e 940°
⊠
()
( )
12. Os arcos da forma , k.180º30.(1)k
, k ∈ ℤ , têm
extremidades em que quadrantes?



0

k 2  (2).180º(1)2
.30º 360º30º 390º 30º (1ºQ)
k 1 (1).180º(1)1
.30º180º30º150º (2ºQ)
k  0  (0).180º(1) .30º 30º (1ºQ)
k  1 (1).180º(1)1
.30º 180º30º 210º150º (2ºQ)
Solução: Atribuindo alguns valores para “k”, observa-se a
regularidade dos quadrantes:
k  2  (2).180º(1)2
.30º 360º30º 330º 30º (1ºQ)
Observa-se que, para valores ÍMPARES de k, a
extremidade do arco pertence ao 2º quadrante e, para
valores PARES, ao 1º quadrante. Logo, a resposta é 1º e
2º quadrantes.
13. Determine os valores de:
a) y  3cos540º2sen90ºtg180º
b) y  4sen900º2cos630ºcos720º
Solução: Encontram-se os arcos côngruos, reduzindo
ao 1° quadrante para determinações dos valores das
funções e atribuindo seus respectivos sinais de acordo
com os quadrantes.
cos 540º cos180º 1
 y  3(1)  2(1)  0  3 2  5


tg 180º 0


cos 720º cos 360º cos 0º1
 y  4(0)  2(0) 1 0  0 11
sen 900º sen180º 0
a) sen 90º1
b) cos630º cos 270º 0
14. Determine os valores máximos e mínimos das
expressões:
a) y 
4cos x 1
3
b)y 
2  5senx
5
c) y  3sen2
x  2
Solução: As funções seno e cosseno variam no intervalo
[ – 1 , 1] onde (–1) é mínimo e (1) é máximo.
No caso das funções estarem ao quadrado, o valor
mínimo passa a ser (0), pois nenhum número ao
quadrado pode ser negativo.
ATENÇÃO!


 
3
  1
3
4(1) 1  3
3 3
3 mínimo: y 
máximo : y 
4(1) 1

5
4cos x 1
y 
a)
b)



5
5
5 5
2  5(1) _  3
5 mínimo : y 
máximo : y 
2  5(1) _

7
y 
2  5senx


2
mínimo : y  3(1)  2  1
máximo: y  3(0)  2  2
c) y  3sen x  2  
15. Que valores de m satisfarão a ambas as condições:
Solução: Aplicando a relação fundamental relacionando
senos e cossenos, temos:
ou
16. Sendo x um arco do 2° quadrante e ,
5
senx 
3
determine:
a) cos x
b) tg x
Solução: No 2° quadrante o cosseno é negativo e a
tangente também é negativa. Aplicando as relações
fundamentais, temos:
a)
b)
17. Relacione as colunas:
Solução:
Encontrando o arco côngruo correspondente, avalia-se o
sinal da função.
a) 360°
14
200°
5240°
1640
cos
sen
• 0°
90°
•
•
270°
180° •
200° •
20°
cos 20°
cos 200° = –cos 20°
–cos 20°
•
20°
b) 360°
3
1200°
120°
cos
sen
• 0°
180° •
•
270°
90°
•
120° •
60° 60°
sen 60° = cos 30°
•
c) –210° + 360° = 150°
cos
sen
• 0°
180° •
•
270°
90°
•
150° •
30° 30°
sen 150° = sen 30°
•
d)
cos
sen
• 0°
180° •
90°
•
150° •
30° 30°
tg
•
270°
•
d)
cos
• 0°
180° •
•
270°
sen
90°
•
120° •
60° 60°
•
d)
cos
sen
• 0°
180° •
90°
•
• 330°
•
270°
30°
30°
cos 330° = cos 30°
•
d)
17. Relacione as colunas:
18. A expressão é igual a:
1 sen300º
cos
180° •
tg540ºcos(120º)
sen
90°
•
•
270°
• 300°
•
≡ 360°
60°
60°
• 0°
360°
1
540°
180°
cos
sen
180° •
90°
•
•
270°
•
tg
• 0°
–120° + 360° = 240°
cos
180° •
sen
90°
•
•
270°
60°
60°
• 0°
240° •
•
1 sen300º
tg540ºcos(120º)
0
⇒
∴
ISERJ
2013

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 156555940 Matemática-Arcos-e-Angulos-ppsx.pptx

Semelhança de triânguilo lista 1 - resolução
Semelhança de triânguilo   lista 1 - resoluçãoSemelhança de triânguilo   lista 1 - resolução
Semelhança de triânguilo lista 1 - resolução
Ariosvaldo Carvalho
 
www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr...
 www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr... www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr...
www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr...
Vídeo Aulas Apoio
 
ÂNGULOS
ÂNGULOSÂNGULOS
ÂNGULOS
Antonio Filho
 
Ficha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometriaFicha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometria
Ricardo Baptista
 
Ficha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometriaFicha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometria
Ricardo Baptista
 
Noções de geometria
Noções de geometriaNoções de geometria
Noções de geometria
rosania39
 
Sistemas de medição de angulos
Sistemas de medição de angulosSistemas de medição de angulos
Sistemas de medição de angulos
Abel Mondlane
 
Alguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometriaAlguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometria
P Valter De Almeida Gomes
 
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
ProfCalazans
 
Aulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacialAulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacial
Jota Sousa
 
Geo jeca plana
Geo jeca planaGeo jeca plana
Geo jeca plana
Jaqueline Amaral
 
Estudo de geometria plana corrigida
Estudo de geometria plana   corrigidaEstudo de geometria plana   corrigida
Estudo de geometria plana corrigida
Oswaldo Stanziola
 
Aula med arcos e ângulos
Aula med arcos e ângulosAula med arcos e ângulos
Aula med arcos e ângulos
jose_gois
 
Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01
Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01
Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01
ProfCalazans
 
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
ProfCalazans
 
Matemática n°01 (cláudia leonardo) (parte 1)
Matemática   n°01 (cláudia leonardo)  (parte 1)Matemática   n°01 (cláudia leonardo)  (parte 1)
Matemática n°01 (cláudia leonardo) (parte 1)
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)
Amália Ribeiro
 
www.AulasDeMatematicaApoio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
 www.AulasDeMatematicaApoio.com.br  - Matemática -  Ciclo Trigonométrico www.AulasDeMatematicaApoio.com.br  - Matemática -  Ciclo Trigonométrico
www.AulasDeMatematicaApoio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
Beatriz Góes
 
Ciclo trigonométrico e razões trigonométricas
Ciclo trigonométrico e razões trigonométricasCiclo trigonométrico e razões trigonométricas
Ciclo trigonométrico e razões trigonométricas
AulasEnsinoMedio
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Ciclo Trigonométricowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Ciclo Trigonométrico
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
AulasEnsinoMedio
 

Semelhante a 156555940 Matemática-Arcos-e-Angulos-ppsx.pptx (20)

Semelhança de triânguilo lista 1 - resolução
Semelhança de triânguilo   lista 1 - resoluçãoSemelhança de triânguilo   lista 1 - resolução
Semelhança de triânguilo lista 1 - resolução
 
www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr...
 www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr... www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr...
www.CentroApoio.com - Geometria - Razões Trigonométricas e Ciclo Trigonométr...
 
ÂNGULOS
ÂNGULOSÂNGULOS
ÂNGULOS
 
Ficha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometriaFicha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometria
 
Ficha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometriaFicha nº18 trigonometria
Ficha nº18 trigonometria
 
Noções de geometria
Noções de geometriaNoções de geometria
Noções de geometria
 
Sistemas de medição de angulos
Sistemas de medição de angulosSistemas de medição de angulos
Sistemas de medição de angulos
 
Alguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometriaAlguns tópicos de geometria
Alguns tópicos de geometria
 
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
 
Aulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacialAulão de geometria espacial
Aulão de geometria espacial
 
Geo jeca plana
Geo jeca planaGeo jeca plana
Geo jeca plana
 
Estudo de geometria plana corrigida
Estudo de geometria plana   corrigidaEstudo de geometria plana   corrigida
Estudo de geometria plana corrigida
 
Aula med arcos e ângulos
Aula med arcos e ângulosAula med arcos e ângulos
Aula med arcos e ângulos
 
Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01
Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01
Prof.calazans(Geom.plana) - Questões resolvidas 01
 
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01Prof.calazans (geom.plana)   questões resolvidas 01
Prof.calazans (geom.plana) questões resolvidas 01
 
Matemática n°01 (cláudia leonardo) (parte 1)
Matemática   n°01 (cláudia leonardo)  (parte 1)Matemática   n°01 (cláudia leonardo)  (parte 1)
Matemática n°01 (cláudia leonardo) (parte 1)
 
Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)Glauco exercicios resolvidos (1)
Glauco exercicios resolvidos (1)
 
www.AulasDeMatematicaApoio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
 www.AulasDeMatematicaApoio.com.br  - Matemática -  Ciclo Trigonométrico www.AulasDeMatematicaApoio.com.br  - Matemática -  Ciclo Trigonométrico
www.AulasDeMatematicaApoio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
 
Ciclo trigonométrico e razões trigonométricas
Ciclo trigonométrico e razões trigonométricasCiclo trigonométrico e razões trigonométricas
Ciclo trigonométrico e razões trigonométricas
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Ciclo Trigonométricowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Ciclo Trigonométrico
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Ciclo Trigonométrico
 

156555940 Matemática-Arcos-e-Angulos-ppsx.pptx

  • 1. P R O F ES S O R A T E L M A CA S T R O S ILVA ARCOS E ÂNGULOS - EXERCÍCIOS
  • 2. 1. Expresse em graus: a) c) d) e) rad 9 10 b) 8 rad 11 rad 9  rad  rad 3 20 4
  • 3. Solução: Esse cálculo também poderia ser realizado pela regra de três, mas outra forma é substituir π rad pelo seu correspondente em graus, 180º, e simplificar a fração. 10 rad  10(180º)  1800º  200º 9 9 2 a) b) 11 rad  11(180º)  11(45º)  247º30' 9 c) d) 9 20 20 8 8 4  rad  (180º)  20  rad  (180º)  9º e)   240 3 3 4(180º) 720º 3 rad  4
  • 4. 2. Determine, em radianos, a medida do menor ângulo formado pelos ponteiros de um relógio às 4 horas. Solução: Os ponteiros de um relógio estão ambos na direção dos números somente na hora exata. Após esse momento, o único a ficar na direção é o ponteiro dos minutos (grande). O relógio circunferência representa uma dividida em 12 partes iguais. Logo, cada número dista um arco que mede 30°. Às 4h o menor ângulo central formado pelos ponteiros corresponde a120º 2 rad 3
  • 5. 3. Se o ponteiro menor de um relógio percorre um arco de ( π/12) radianos, que arco ponteiro maior percorre? Solução: Em graus a medida percorrida pelo menor corresponde a 15°. Esse valor corresponde à metade da distância entre dois números consecutivos. O tempo para percorrer essa distância pelo menor é de meia hora. Enquanto isso o ponteiro maior dá meia volta completa, isto é, 180°. Logo, o ponteiro maior percorre π rad.
  • 6. 3. Se o ponteiro menor de um relógio percorre um arco de ( π/12) radianos, que arco ponteiro maior percorre? Esta questão também pode ser resolvida através se uma regra-de-três simples: Ponteiro Grande 2π rad x rad Ponteiro Pequeno (π/6) rad (π/12) rad 2 Resposta: π rad
  • 7. 4. Um relógio foi acertado exatamente ao meio-dia. Determine as horas e os minutos que estará marcando esse relógio após o ponteiro menor ter percorrido um ângulo de 42°. Tempo 60 min Ponteiro Pequeno 30° x 42° Passaram-se 84 minutos após o meio-dia, que corresponde a 1h 24min. Observe que este horário é vespertino, logo pode ser indicado como 13:24 h. 2
  • 8. 5. Qual a medida, em graus, do menor ângulo central formado pelos ponteiros de um relógio que está marcando 9h 30min? 09:00 h 09:30 h x α
  • 9. Solução: Ao marcar 9h em ponto, os ponteiros estavam na direção dos números como indicado na primeira figura. Às 9h30min o ponteiro pequeno deslocou-se de um ângulo “x”. Tempo 60 min 30 min Ponteiro Pequeno 30° x Aplicando a regra-de-rês descobrimos qu x antos graus ele se afastou da dirαeção do número 9 em 30 minutos. 60 x = 900 ⇒ x = 15° α = 90° + x 09e :30xh = 15° ⇒ α = 105°
  • 10. 6. Determine: a)o comprimento de um arco de circunferência (em cm), sabendo que ela tem 12cm de raio e o ângulo central correspondente mede 20°. b)o ângulo central (em radianos) correspondente a um arco de 15cm de comprimento, sabendo que ela tem raio de 20cm. c)a medida do raio de uma circunferência (em cm), sabendo que nela um ângulo central de 15° corresponde a um arco de 30cm.
  • 11. a) o comprimento de um arco de circunferência (em cm), sabendo que ela tem 12cm de raio e o ângulo central correspondente mede 20°. ⇒
  • 12. b) o ângulo central (em radianos) correspondente a um arco de 15cm de comprimento, sabendo que ela tem raio de 20cm. ⇒
  • 13. c) a medida do raio de uma circunferência (em cm), sabendo que nela um ângulo central de 15° corresponde a um arco de 30cm. ⇒
  • 14. 7. A roda dianteira de uma bicicleta tem 40cm de raio. Quantos metros ela percorre ao dar 5.000 voltas? Quantas voltas ela deve dar para percorrer 9420m? 40 cm = 0,4 m C = 2π × 0,4 m C ≅ 2,5 m ⇒ ∴ 1 volta = 2,5 m ⇒ 5000 voltas = 5000 × 2,5 m = 12.500 m ⇒ 1 volta = 2,5 m x voltas = 2,5 x = 9.420 m
  • 15. 8. As rodas de um automóvel têm 70cm de diâmetro. Determine o número de voltas efetuadas pelas rodas quando o automóvel percorre 9.891km. Adote π = 3,14. d = 70 cm ∴ r = 35 cm 1 volta = C = 2π × 35 = 70π cm = 219,8 cm = 2,198 m Percurso = 9.891 km = 9.891.000 m x voltas = 2,198 . x 2,198 . x = 9891000 ∴ x = 4.500.000 voltas
  • 16. a) 1300° b) 1440° d) e) f) –1200° c) 170° 11 rad rad 2 43 5 9. Obtenha as menores determinações não negativas dos arcos. Solução: Encontra-se o número de voltas completas que é múltiplo de 360° ou de 2π. As menores determinações não negativas restos serão os arcos encontrados nos percorridos no sentido positivo. São chamadas 1ªs determinações.
  • 17. a) 1300º360º 3(voltas)  resto(220º) Logo a 1ª determinação de 1300° é 220°. b) 1440º360º 4(voltas)  resto(0º) Logo a 1ª determinação de 1440° é 0°. c) 170° < 360° não completando uma volta. Logo a 1ª determinação é o próprio 170°. 2 2 2 d) 11 rad  8 rad  3 rad  4(2voltas)  3 rad Logo a 1ª determinação de é 2 rad . rad 2 2 11 3
  • 18. a) 1300º360º 3(voltas)  resto(220º) Logo a 1ª determinação de 1300° é 220°. b) 1440º360º 4(voltas)  resto(0º) Logo a 1ª determinação de 1440° é 0°. c) 170° < 360° não completando uma volta. Logo a 1ª determinação é o próprio 170°. 2 2 2 d) 11 rad  8 rad  3 rad  4(2voltas)  3 rad Logo a 1ª determinação de é 2 rad . rad 2 2 11 3
  • 19. e) 5 5 5 5 43 rad  40 rad  3 rad  8(4voltas)  3 rad Logo a 1ª determinação de rad é 43 5 rad . 5 3 f) 1200º360º  3(voltas)  resto(120º) –120° é a 1ª determinação negativa de –1200°. Para encontrar a 1ª determinação positiva, devemos somar 360° a –120°. Logo a 1ª determinação de –1200° é 240° (sentido positivo).
  • 20. 10. Dê as expressões gerais dos arcos côngruos a: a) 1700° b) –700° c) 49 rad 4 d)11 rad rad 8 33 e)  Solução: A expressão geral será expressa pela 1ª determinação dos ângulos adicionadas a múltiplos de 360° ou 2π, positivos ou negativos.
  • 21. a) 1700º360º 4(voltas)  resto(260º) Logo a expressão geral é 260  360k , k Z b)  700º360º  2(voltas)  resto(340º) ⇒ 1ª determinação positiva de –700° = 360° – 340° = 20° Logo a expressão geral é 20º360k , k Z c) 4 4 4 4 49 rad  48 rad   rad 12(6voltas)   rad  2k rad , k  Z  4 Logo a expressão geral é
  • 22. d) 11 rad 10 rad  rad  (5voltas)  rad Logo a expressão geral é  rad  2k , k Z e)  33 rad   32 rad   rad  4(2 voltas)   rad 8 8 8 8 rad 8 8 15  rad  A 1ª determinação positiva será 2 rad  8 Logo a expressão geral é 15 rad  2k , k  Z – 2 voltas significa duas voltas no sentido horário (negativo)
  • 23. ( ) 740° e 1460° ( ) 400° e 940° ( ) ( ) 11. Assinale com “X” os pares que representam arcos côngruos. Solução: Para que representem arcos côngruos, suas extremidades deverão ser as mesmas. Isto pode comparando ser verificado as primeiras determinações de cada par.
  • 24.  1º) 740º360º 2(voltas)  resto(20º) 940º360º 2(voltas)  resto(220º) 400º360º1(voltas)  resto(40º) 2º)  rad rad  rad  rad  4(voltas)  3  3 3 2 3 3 2 3 rad 8rad  3 2 3 3 24 3 3º)26 38 rad  36 rad  2 rad 12rad  2 rad  6(voltas) 2 rad 4º)  5 5 5 5 5 5 5 5 5  5 19 rad  10 rad  9 rad  2rad  9 rad 1(volta)  9 rad 74 rad  70 rad  4 rad 14rad  4 rad  7(voltas)  4 rad ⊠ 1460º360º 4(voltas)  resto(20º) ⊠
  • 25. 11. Assinale com “X” os pares que representam arcos côngruos. ⊠ () 740° e 1460° ( ) 400° e 940° ⊠ () ( )
  • 26. 12. Os arcos da forma , k.180º30.(1)k , k ∈ ℤ , têm extremidades em que quadrantes?    0  k 2  (2).180º(1)2 .30º 360º30º 390º 30º (1ºQ) k 1 (1).180º(1)1 .30º180º30º150º (2ºQ) k  0  (0).180º(1) .30º 30º (1ºQ) k  1 (1).180º(1)1 .30º 180º30º 210º150º (2ºQ) Solução: Atribuindo alguns valores para “k”, observa-se a regularidade dos quadrantes: k  2  (2).180º(1)2 .30º 360º30º 330º 30º (1ºQ) Observa-se que, para valores ÍMPARES de k, a extremidade do arco pertence ao 2º quadrante e, para valores PARES, ao 1º quadrante. Logo, a resposta é 1º e 2º quadrantes.
  • 27. 13. Determine os valores de: a) y  3cos540º2sen90ºtg180º b) y  4sen900º2cos630ºcos720º Solução: Encontram-se os arcos côngruos, reduzindo ao 1° quadrante para determinações dos valores das funções e atribuindo seus respectivos sinais de acordo com os quadrantes.
  • 28. cos 540º cos180º 1  y  3(1)  2(1)  0  3 2  5   tg 180º 0   cos 720º cos 360º cos 0º1  y  4(0)  2(0) 1 0  0 11 sen 900º sen180º 0 a) sen 90º1 b) cos630º cos 270º 0
  • 29. 14. Determine os valores máximos e mínimos das expressões: a) y  4cos x 1 3 b)y  2  5senx 5 c) y  3sen2 x  2 Solução: As funções seno e cosseno variam no intervalo [ – 1 , 1] onde (–1) é mínimo e (1) é máximo. No caso das funções estarem ao quadrado, o valor mínimo passa a ser (0), pois nenhum número ao quadrado pode ser negativo.
  • 30. ATENÇÃO!     3   1 3 4(1) 1  3 3 3 3 mínimo: y  máximo : y  4(1) 1  5 4cos x 1 y  a)
  • 31. b)    5 5 5 5 2  5(1) _  3 5 mínimo : y  máximo : y  2  5(1) _  7 y  2  5senx   2 mínimo : y  3(1)  2  1 máximo: y  3(0)  2  2 c) y  3sen x  2  
  • 32. 15. Que valores de m satisfarão a ambas as condições: Solução: Aplicando a relação fundamental relacionando senos e cossenos, temos: ou
  • 33. 16. Sendo x um arco do 2° quadrante e , 5 senx  3 determine: a) cos x b) tg x Solução: No 2° quadrante o cosseno é negativo e a tangente também é negativa. Aplicando as relações fundamentais, temos:
  • 34. a) b)
  • 35. 17. Relacione as colunas: Solução: Encontrando o arco côngruo correspondente, avalia-se o sinal da função.
  • 36. a) 360° 14 200° 5240° 1640 cos sen • 0° 90° • • 270° 180° • 200° • 20° cos 20° cos 200° = –cos 20° –cos 20° • 20°
  • 37. b) 360° 3 1200° 120° cos sen • 0° 180° • • 270° 90° • 120° • 60° 60° sen 60° = cos 30° •
  • 38. c) –210° + 360° = 150° cos sen • 0° 180° • • 270° 90° • 150° • 30° 30° sen 150° = sen 30° •
  • 39. d) cos sen • 0° 180° • 90° • 150° • 30° 30° tg • 270° •
  • 41. d) cos sen • 0° 180° • 90° • • 330° • 270° 30° 30° cos 330° = cos 30° •
  • 42. d)
  • 43. 17. Relacione as colunas:
  • 44. 18. A expressão é igual a: 1 sen300º cos 180° • tg540ºcos(120º) sen 90° • • 270° • 300° • ≡ 360° 60° 60° • 0°
  • 46. –120° + 360° = 240° cos 180° • sen 90° • • 270° 60° 60° • 0° 240° • •