Família comunhão

3.446 visualizações

Publicada em

Exposição de Lucas

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.446
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Família comunhão

  1. 1. COMUNHÃO EM FAMÍLIA Lc. 15:11-32 Por que acomunhão é tão importante? O que isso tem a ver com a família ?
  2. 2. Introdução: Esta passagem trata primariamente da incompreensão dos fariseus quanto ao envolvimento de Jesus com os publicanos e pecadores. Portanto, este texto nos ensina também sobre comunhão. Escribas e fariseus estavam sempre junto de Jesus porém não tinham comunhão com Ele. (vs. 1-2) Além disso o texto trata da relação de comunhão entre um pai e seus dois filhos.
  3. 3. Onde ver comunhão? contraste entre publicanos, fariseus e escribas; relacionamento entre o Pai e os filhos; A alegria e festa aponta para a relação da Igreja com o céu; portanto a perfeita comunhão que nos espera; A revolta do filho mais velho (ex. dos fariseus);
  4. 4. Contexto histórico: v. 12 - não era lícito vender a herança; Um filho que pedia a herança antecipada já considerava o pai morto - sem comunhão! v. 13 - dissipa os seus bens. Que por direito ainda não lhe pertenciam v. 15 - Levítico 11:07 - Não tem comunhão com o pai, mas é obrigado a ter com um animal considerado imundo
  5. 5. Por que a comunhão é importante? Por sua força - Mt a A comunhão 18:19-20 fortalece a família e a igreja em tudo. Por causa da unidade - a Quando não há Fp 2:1-2 e Rm 12:15-16 unidade a comunhão fica prejudicada Por causa da a A comunhão não existe adoração - Mt 5:23 apenas porque estamos juntos no mesmo lugar.
  6. 6. O testemunho e a comunhão Famílias unidas em torno da comunhão vivem bem e ajudam no crescimento da Igreja Por causa do impacto da comunhão nos outros - At 2:47; 5:12-14; Por causa do cumprimento da ordem de Jesus - Jo 17:20-23
  7. 7. O que não é comunhão O exemplo do filho mais velho Lucas 15:25-30 Não é tempo de relacionamento - “ a tantos anos...” Não é tempo de serviço-“...te sirvo...” Não é morar na mesma casa e ser dono de tudo - “. . . tudo o que é meu é teu”
  8. 8. A Natureza Espiritual Da Comunhão Efésios 4:1-6 Faz parte da nova natureza - É vocação de Deus Se baseia no fruto do Espírito (v. 2) Segue o modelo divino da comunhão para a Igreja - “um só...” Segue os propósitos de unidade estabelecidos pelo próprio Deus - É obra da graça de Deus em nós
  9. 9. Evidências da comunhãoAtos 2:42-47“Eu e minha casa serviremos ao Senhor” Josué 24:15
  10. 10. Como na Igreja PrimitivaTambém na família - COMUNHÃO Na doutrina dos apóstolos; No partir do pão (vs.46) - note que é diferente de refeições na ceia Nas orações No templo e em casa Tendo tudo em comum (vs.45) Partilhando refeições (Com alegria e simplicidade) Na adoração comunitária.
  11. 11. Obstáculos à comunhãoLucas 15:11-321. O PECADO Rebeldia do filho mais novo Coração endurecido do filho mais velho Falta de honra de ambos para com o Pai2. NÃO COMPREENSÃO DA GRAÇA DE DEUS Gera incapacidade de perdoar, Recusamos ser agentes da reconciliação - 2 Coríntios 5:18-21
  12. 12. Obstáculos à comunhãoLucas 15:11-323. Valorização de coisas erradas O zelo do filho mais velho era pelas “coisas”, não pelo Pai e nem irmão perdido Nunca me deste um cabrito para me alegrar com meus “amigos”. Mas não era capaz de alegrar-se com o Pai e com o irmão naquela hora. Tantos anos te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua - o “serviço” se torna um obstáculo, e não um meio
  13. 13. UMA GRANDE PROMESSA DE DEUS Malaquias 4:6“Ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais.”
  14. 14. UMA GRANDE PROMESSA DE DEUS Malaquias 4:6 Esta profecia refere-se a vinda de Cristo. Só Ele é capaz de tal milagre!
  15. 15. CONCLUSÃO A comunhão é fundamental também em casa A comunhão é muito mais do que o ato de estar juntos. É um ato de Deus em nossa vida e para que o mesmo se efetive em nós é preciso lutar contra aquilo que é obstáculo. Devemos lutar para que nossas famílias sejam exemplos vivos daquilo que Deus chama em sua palavra de COMUNHÃO. Não há comunhão sem a intervenção de Deus por meio de seu Espírito produzindo unidade e também conversão nos corações.

×