Rio, 25/03/2011.Valor presente de uma perpetuidadeExercício (exemplo apostila)Pv p  ?                           Pmt      ...
Expressão completa:                                             1,5                                               ...
19)1º caso:Txnom  18%Txinf  12%                               18                                       1     ...
  9,5                                           1                      Txnom               100            ...
Minhocas:                        2.000  6.000  6.000  8.000  8.000Lucro líquido médio=                                ...
Projeto1:          10.000                        10.000PB  2            PB  2,33anos                0,333  x12 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Exercícios de analise de investimentos e mercado de capitais 25 03-2011

1.530 visualizações

Publicada em

Exercícios de análise de investimentos e mercado de capitais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.530
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercícios de analise de investimentos e mercado de capitais 25 03-2011

  1. 1. Rio, 25/03/2011.Valor presente de uma perpetuidadeExercício (exemplo apostila)Pv p  ? Pmt 500Pmt  500 Pv p   Pv p   Pv p  33.333,33 i 0,015i  1,5% a.m.Na HP-12C: digitar teclar 500 CHS PMT 1,5 i 1.000 n Pv 33.333,33Exercício (exemplo apostila)PMP  ?Pv  150.000 PMP  Pvxi  PMP  150.000 x0,012  PMP  1.800i  1,2%a.m.Na HP-12C: digitar teclar 150.000 CHS Pv 1,2 i 1.000 n PMT 1.800Taxa de juros nominais e reaisExercício (exemplo apostila)Txnom  1,5%a.m.Txinf  1% a.m.
  2. 2. Expressão completa:   1,5       1  Tx     100      0,015  1  Txreal   nom   1 x100  Txreal       1 x100  Txreal     1 x100  Txinf     1   1      0,01  1     100        1,015  Txreal     1 x100  Txreal  (1,00495049  1) x100  Txreal  0,00495049x100  1,01  Txreal  0,495%a.m.Obs.: Relembrando que uma regra da matemática diz que devemos resolver as contasrespeitando a ordem a seguir: 1- Parênteses;  (x) 2- Colchetes  [x] 3- Chaves  {x}Se estiver muito complicado, podemos fazer assim:Txnom  1,5%a.m.  (1,5 / 100)  1  0,015  1  1,015Txinf  1% a.m.  (1 / 100)  1  0,01  1  1,01Pegamos os resultados, e aplicamos na fórmula: Txnom 1,015Txreal   Txreal   Txreal  1,00495049 Txinf 1,01Ainda não chegamos ao resultado final. Diminuímos o resultado de 1 e multiplicamospor 100:Txreal  1,00495049  1x100  Txreal  0,00495049x100  Txreal  0,495%a.m.Na HP-12C: digitar teclar 1,5 enter 100  1 + 1 Enter 100  1 +  1,00495049 1 - 100 x 0,4950
  3. 3. 19)1º caso:Txnom  18%Txinf  12%   18       1  Txnom   100     0,18  1  Txreal   Txreal     1 x100  Txreal     1 x100 Txinf   12   1     0,12  1     100        1,18  Txreal     1 x100  Txreal  (1,053571  1) x100  Txreal  0,053571x100  1,12  Txreal  5,357%2º caso:Txnom  42%Txinf  8%   42       1 Txnom   100      0,42  1  Txreal   Txreal     1 x100  Txreal     1 x100 Txinf    8   1     0,08  1     100        1,42  Txreal     1 x100  Txreal  (1,314814  1) x100  Txreal  0,314814x100  1,08  Txreal  31,481%3º caso:Txnom  12%Txinf  16%   12       1  Txnom   100     0,12  1  Txreal   Txreal     1 x100  Txreal     1 x100 Txinf   16   1      0,16  1      100      1,12  Txreal     1 x100  Txreal  (0,965517  1) x100  Txreal  0,034483x100  1,16  Txreal  3,448%  parênteses indicando valor negativo4º caso:Txnom  9,5%Txinf  12,3%
  4. 4.   9,5       1  Txnom  100     0,095  1   Txreal   Txreal      1 x100  Txreal     1 x100 Txinf   12,3   1       0,123  1     100        1,095   Txreal     1 x100  Txreal  (0,975066  1) x100  Txreal  0,024934x100  1,123   Txreal  2,493%  Taxa média de retorno TMR= Lucro contábil anual médio Metade do investimento inicial Exercício (exemplo apostila) 0 1 2 3 4(40.000) 8.000 16.000 18.000 22.000 Para obtermos o lucro líquido médio devemos somar todos as receitas nos períodos de tempo e dividirmos pela quantidade de períodos: 8.000  16.000  18.000  22.000 Lucro líquido médio=  16.000 4 Para descobrirmos o investimento médio basta dividir o investimento inicial por 2: 40.000 Investimento médio=  20.000 2 Agora descobrimos a Taxa média de retorno: 16.000 TMR   TMR  0,8  x100  80% 20.000 Exercício 25 Pererecas: 3.000  5.000  6.000  9.000  12.000 Lucro líquido médio=  7.000 5 25.000 Investimento médio=  12.500 2 7.000 TMR   TMR  0,56  x100  56% 12.500
  5. 5. Minhocas: 2.000  6.000  6.000  8.000  8.000Lucro líquido médio=  6.000 5 18.000Investimento médio=  9.000 2 6.000TMR   TMR  0,667  x100  66,7% 9.000Aceitar o projeto das minhocas pois este apresenta retorno superior ao das pererecas(66,7% contra 56%).Taxa média de retornoExercício (exemplo apostila) Aqui a gente recebe as Aqui a gente gasta o receitas nos anos seguintes dinheiro para iniciar o ao início do negócio. negócio.ano investimento lucro Saldo a recuperar0 (10.000) (10.000)1 2.000 (8.000)2 2.000 (6.000)3 4.000 (2.000)4 4.000 2.0005 5.000 7.000 Aqui o saldo a recuperar diminui à medida que recebemos as receitas (lucros).  2.000  2.000 PB  3     PB  3,5anos  0,5  x12  6meses , então:  4.000  4.000PB=3anos e 6meses, pois 0,5 ano é igual a ½ ano que corresponde a 6meses.Não aceitar o projeto, pois o payback é maior que o determinado pelo investidor(3anos).Exercício 25 Projeto 1 Projeto 2 saldo a saldo aano investimento lucro hist. investimento lucro hist. recuperar recuperar 0 (70.000) (70.000) (70.000) (70.000) 1 20.000 (50.000) 5.000 (65.000) 2 40.000 (10.000) 30.000 (35.000) 3 30.000 20.000 30.000 (5.000) 4 20.000 40.000 30.000 25.000 5 15.000 55.000 50.000 75.000
  6. 6. Projeto1:  10.000  10.000PB  2     PB  2,33anos  0,333  x12  4meses , então:  30.000  30.000PB=2anos e 4meses, pois 0,333 ano é igual a 1/3 ano que corresponde a 4meses.Projeto2:  5.000  5.000PB  3     PB  3,16anos  0,16  x12  2meses , então:  30.000  30.000PB=3anos e 2meses, pois 0,16 ano é igual a 1/6 ano que corresponde a 2meses.Aceitar o projeto 1 pois este tem um tempo de retorno menor que o projeto 2, ou seja,no projeto 1 teremos de volta o dinheiro que aplicamos em 2anos e 4meses e no projeto2 em 3anos e 2meses.

×