COBERTURA JORNALISTICA, INFANCIA E RISCO SOCIAL 
Patricia Valerio & Sandra Ferreira Media, Crianças e Educaçao – 2.° Ano L...
INFANCIA E RISCO SOCIAL 
Fontes publicas e institucionais 
Individuos & Grupos 
"importância crescente dos media na inform...
Nao existencia documentos plano internacional 
Administraçao da Justiça de menores - Pequim 
Convençao das ONU sobre direi...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
(1)Analisar e problematizar a produção de media em noticias relacionadas com a condição da ...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
•Pesquisa longitudinal sobre a noticiabilidade das crianças (0-14) na imprensa Portuguesa d...
DEFININDO A “CRIANÇA INTERNACIONAL” 
Noticias Internacionais [2000] 
ESPAÇO EUROPEU 
“TERCEIRO MUNDO” (Ásia, África, Améri...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
(1)Que representações da(s) infância(s) em risco social surge(m) representada(s) na imprens...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
*Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova...
19% 
13% 
24% 
44% 
DISTRIBUIÇAO DO RISCO SOCIAL POR JORNAL 
PB 
DN 
JN 
CM 
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
*Centro de Inv...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
*Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
“os problemas sociais da infância, em especial “as outras infâncias” […], nunca terão susci...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
*Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
*Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova...
CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* 
NEGLIGENCIA, MAUS TRATOS & ABANDONO 
•Ate aos 5 anos 
•Seguidas 6-10 anos 
•Sexo feminino 
...
Cobertura jornalistica, infancia e risco social
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cobertura jornalistica, infancia e risco social

266 visualizações

Publicada em

Media, Crianças e Educaçao

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Cobertura jornalistica, infancia e risco social

  1. 1. COBERTURA JORNALISTICA, INFANCIA E RISCO SOCIAL Patricia Valerio & Sandra Ferreira Media, Crianças e Educaçao – 2.° Ano Licenciatura Ciencias da Educaçao
  2. 2. INFANCIA E RISCO SOCIAL Fontes publicas e institucionais Individuos & Grupos "importância crescente dos media na informação e sensibilização das comunidades para os problemas sociais que afetam as crianças, através da visibilidade dada a situações que [...]não eram objeto de noticia"( Carvalho & Ferreira, 2009, p.105)
  3. 3. Nao existencia documentos plano internacional Administraçao da Justiça de menores - Pequim Convençao das ONU sobre direitos das crianças Diretrizes da ONU Prevençao da Deliquencia Juvenil Recomendaçao do Conselho da Europa - Aspetos medico- sociais do mau trato infantil Recomendaçao do Conselho da Europa – Proteçao das crianças contra a exploraçao sexual Recomendaçao do Conselho da Europa - Difusao da Informaçao sobre processos penais Recomendaçao do Conselho da Europa Direitos da Criança acolhida em instituiçao REGULAÇAO DA COBERTURA JORNALISTICA SOBRE A INFANCIA Organizações criadas para proteger os direitos 1980 1985 1989 1990 1993 2001 2003 2005
  4. 4. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* (1)Analisar e problematizar a produção de media em noticias relacionadas com a condição da Infância e da juventude em Portugal (2)Identificar e analisar modos e formas de receção dessa mesma produção por parte de crianças e jovens em diversos contextos sociais *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas CONVENÇAO DIREITOS CRIANÇAS (1989) VISIBILIDADE e DEBATE QUESTOES INFANCIA (Ponte & Afonso, 2008) AUMENTO NOTICIAS SOBRE CRIANÇAS JORNAIS e NOTICIARIOS (Ponte & Afonso, 2008) «PARADOXOS DA INFANCIA» (Qvartrupp, 1999) CRESCIMENTO DO «DISCURSO DO MEDO» (Atltheide cit. Ponte & Afonso,1989)
  5. 5. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* •Pesquisa longitudinal sobre a noticiabilidade das crianças (0-14) na imprensa Portuguesa de informação geral 1970 a 2000 [intervalos de 5 anos] ( DIARIO NOTICIAS até 1999 e incluindo o PUBLICO em 2000) (1)«linhas de mudança e de continuidade nos tempos sociais e nas considerações sobre a infância» (2)«notório aumento do número de peças nos anos recentes, 1995 e 2000, sobretudo centradas em questões de educação e de risco social *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas Atualização da analise de noticias noticiabilidade das crianças (0-18) na imprensa Portuguesa de informação geral 2005 [intervalo de 5 anos] ( DIARIO NOTICIAS, PUBLICO, JORNAL NOTICIAS, CORREIO MANHA em 2005)
  6. 6. DEFININDO A “CRIANÇA INTERNACIONAL” Noticias Internacionais [2000] ESPAÇO EUROPEU “TERCEIRO MUNDO” (Ásia, África, América Latina) 41,9% 50,8%
  7. 7. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* (1)Que representações da(s) infância(s) em risco social surge(m) representada(s) na imprensa diária em Portugal? (2)Que situações nacionais e internacionais emergem nessas peças? (3)Quais os contornos da sua construção por jornal? (faz sentido falar de uma imprensa de referencia e de uma imprensa popular?) *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas RISCO SOCIAL EDUCAÇAO COMPORTAMENTOS, CULTURAS e CONSUMOS SAUDE, ASSISTENCIA e POPULAÇAO PREVENÇAO e SEGURANÇA INSOLITOS E FAIT DIVERS
  8. 8. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas 5421 Peças recolhidas ( 1 de Janeiro a 31 de Dezembro) 40% 11% 11% 8% 6% 24% DISTRIBUIÇAO DAS PEÇAS POR TEMA Risco Social Saude, assistencia e populaçao Comportamentos, culturas e consumos Prevençao e segurança Insolitos e Fait Divers Educaçao
  9. 9. 19% 13% 24% 44% DISTRIBUIÇAO DO RISCO SOCIAL POR JORNAL PB DN JN CM CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas 593 520 490 112 103 80 45 42 23 21 Violencia Sexual Delinquencia Negligencia, maus tratos e … Vitima de guerras/catastrofes Criança disputada Sistema de proteçao … Pobreza Trafico de Crianças Adopçao Trabalho Infantil RISCO SOCIAL: DISTRIBUIÇAO DAS PEÇAS, POR CATEGORIAS
  10. 10. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas RISCO SOCIAL «situações e problemáticas em que a vida das crianças ou o seu bem-estar e desenvolvimento físico, psíquico e emocional se encontravam em risco por influencia do meio social, e onde se incluíam os casos definidos por lei, relativos aos sistemas de promoção e proteção e tutelar educativo» (Carvalho e Ferreira, 2009, p.110) (RE) CONFIGURAÇAO DO TECIDO SOCIAL PORTUGUES ( Santos, 2001) (1)Sobreposição e de integração numa dada comunidade (2)Fragmentação social pelas pertenças paralelas a diferentes grupos (3)Massificação e ao mesmo tempo de individualização, de seleção e exclusão social INFANCIA
  11. 11. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* “os problemas sociais da infância, em especial “as outras infâncias” […], nunca terão suscitado interesse especial, quer por parte da população em geral, quer por parte dos próprios decisores políticos” (Carvalho & Ferreira, 2009, p.119) CARACTERIZAÇÃO DAS PEÇAS “é assimétrica a distribuição da informação, com o reduzidíssimo espaço editorial concedido aos países mais pobres.”(Ponte,2002)
  12. 12. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas “Não se pode dizer que existe uma clara separação entre jornais de “referência” e “populares” na medida em que foram detectadas opções que ora aproximam, ora separam individualmente uns dos outros” (Carvalho & Ferreira, 2009, p. 116)
  13. 13. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas (1) Condição especifica de vitimização (2) Discriminativa em função da idade e do sexo (3) Agregados familiares de classes sociais mais desfavorecidas PERFIL DA CRIANÇA OBJETO DE NOTICIA VIOLENCIA SEXUAL, NEGLIGENCIA, MAUS TRATOS & ABANDONO, DELINQUENCIA, CRIANÇAS OBJETO DE DISPUTA POBREZA, TRAFICO , VITIMAS GUERRAS & CATASTROFES, CRIANÇAS EM INSTITUIÇÃO, TRABALHO INFANTIL ADOÇÃO •Personalização da situação •Maior detalhe •Abordagem global
  14. 14. CRIANÇAS E JOVENS EM NOTICIA* NEGLIGENCIA, MAUS TRATOS & ABANDONO •Ate aos 5 anos •Seguidas 6-10 anos •Sexo feminino VIOLENCIA SEXUAL •Ate 11-14 •Seguidas 15-18 •Sexo masculino PERFIL DA CRIANÇA OBJETO DE NOTICIA DELINQUENCIA •Sem marcas de idade e sexo POBREZA, TRAFICO , VITIMAS GUERRAS & CATASTROFES, CRIANÇAS EM INSTITUIÇÃO, TRABALHO INFANTIL ADOÇÃO •Âmbito internacional *Centro de Investigaçao Media e Jornalismo ( Cord. Prof. Cristina Ponte – Universidade Nova de Lisboa – Faculdade de Ciencias Sociais e Humanas

×