SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Hora H 9 / História
A Guerra Fria – I
Adaptado
Do segundo após guerra
aos anos 80
Hora H 9 / História
Hora H 9 / História
Afirmam-se duas
superpotências
com:
• Dimensão
continental
• Abundantes
recursos naturais
e humanos
• Capacidade
industrial
• Grande poder
militar
EUA URSS
Enfraquecimento
das potências
europeias
II Guerra Mundial
Quais foram as superpotências que se
afirmaram no após guerra? Porquê?
Hora H 9 / História
DEMOCRACIA LIBERAL
• Sistema multipartidário
• Eleições livres
• Liberdade de
expressão
ECONOMIA DE
MERCADO /
CAPITALISMO
• Empresas privadas
• Livre iniciativa
• Preços sujeitos à lei
da oferta e da procura
COMUNISMO
• Partido único
• Ditadura do
proletariado / rejeição
do multipartidarismo
• Totalitarismo – o
Estado controla tudo
ECONOMIA SOCIALISTA
/ PLANIFICADA
• Coletivização e
nacionalização das
terras e das empresas
• Preços fixados pelo
Estado
Sistemas políticos
diferentes
Sistemas
económicos
diferentes
EUA URSS
Quais eram as principais características
políticas e económicas das superpotências?
Hora H 9 / História
Como se posicionaram os países do mundo
face às superpotências?
Hora H 9 / História
2 superpotências
EUA URSS
Guerra Fria
(1947-91)
Período de tensão expressa verbalmente, com
conflitos indiretos e momentos de desanuviamento
entre as superpotências
O que foi a Guerra Fria?
Hora H 9 / História
ANTECEDENTES DO MUNDO ATUAL: 2ª METADE DO SECULO XX.
Hora H 9 / História
As superpotências criam
mecanismos de apoio
económico aos seus aliados
EUA URSS
Plano Marshall (1948) COMECON (1949)
Ajuda na reconstrução e
recuperação económica
Selo comemorativo dos 25 anos
do COMECON.
De que modo se criou o ambiente
da Guerra Fria?
Cartaz de propaganda ao Plano
Marshall.
Hora H 9 / História
PLANO MARSHALL e OECE (Organização Europeia de Cooperação Económica)
Conferência de
Bretton Woods
A PROPOSTA DE GEORGE MARSHALL
Em 5/06/1947 o general George Marshall — recém-nomeado secretário de Estado dos EUA —
proferiu na Universidade de Harvard o discurso em que era divulgada a intenção norte-americana de
apoiar todos os países depauperados pela Segunda Guerra Mundial na sua obra de recuperação
económica.
A proposta contida no discurso foi aceite apenas pelos países da Europa ocidental, que acabaram por
reconhecer nela a via mais adequada para o seu «renascimento» económico. Deu-se então corpo à
realização de um vasto e complexo programa que, com uma duração prevista de quatro anos, viria a
estimular os países participantes a romperem o impasse económico em que se encontravam e a
auxiliar o cumprimento do processo de reconstrução e de recuperação das suas economias.
Simultaneamente, e como consequência de condição previamente imposta pelos Norte-Americanos,
os países europeus teriam de aceitar gerir o programa de ajuda solidariamente entre si e em conjunto
com os EUA. Essa solidariedade «imposta» (pacificamente aceite, por ausência de alternativas)
conduziu à criação, em 16 de Abril de 1948, da Organização Europeia de Cooperação Económica
(OECE), no seio da qual se aprofundaram os debates, se concertaram as primeiras medidas e se
consagrou formalmente o programa económico comum, no quadro do qual ficou definida a ajuda
americana entretanto aprovada pelo Congresso dos EUA.
Hora H 9 / História
 O COMECON (Council for Mutual Economic Assistance, ou
Conselho para Assistência Econômica Mútua) foi fundado em 1949,
e visava a integração económica das nações do Leste Europeu.
 O COMECON pode ser considerado uma resposta soviética ao
Plano Marshall americano, afinal durante a Guerra Fria os dois
blocos mantiveram-se sempre em equilíbrio.
Hora H 9 / História
KGB
Organização de polícias
secretas (espionagem e defesa
de interesses políticos e
estratégicos)
CIA
Constituição de alianças
militares e corrida ao
armamento (bombas atómicas)
Pacto de Varsóvia
1955
NATO
1949
«Equilíbrio do terror»
De que modo se criou o ambiente
da Guerra Fria?
Hora H 9 / História
PACTO DE VARSÓVIA - O pacto de Varsóvia uniu em aliança militar os países do bloco socialista no pós-II Guerra Mundial. O Pacto
de Varsóvia ou Tratado de Varsóvia foi uma aliança militar formada em 14/05/1955 pelos países do bloco do leste. O tratado foi
na capital da Polónia, Varsóvia, e estabeleceu o alinhamento dos países membros com Moscovo, criando um compromisso de ajuda
mútua em caso de agressões militares e legalizando na prática a presença de milhões de militares soviéticos nos países do leste
desde 1945. O organismo militar foi, alegadamente, instituído em contraponto à OTAN
OTAN ou NATO -Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN — em francês: Organisation du Traité de l'Atlantique
Nord; em inglês: North Atlantic Treaty Organization - NATO), por vezes chamada Aliança Atlântica, é uma aliança militar
intergovernamental baseada no Tratado do Atlântico Norte, que foi assinado em 04/04/1949. A organização constitui um
sistema de defesa coletiva através do qual os seus Estados-membros concordam com a defesa mútua em resposta a um
ataque por qualquer entidade externa à organização. .
Hora H 9 / História
Em que consistiu o «equilíbrio do terror»?
Hora H 9 / História
BIPOLARIDADE DO SISTEMA POLÍTICO-
ECONÓMICO MUNDIAL
Hora H 9 / História
FASES DA GUERRA FRIA
Hora H 9 / História
NATO
Pacto de
Varsóvia
Neutros
Como se posicionaram os blocos
político-militares na Europa?
Hora H 9 / História
EUA URSS
Coexistência pacífica
• Foram feitos alguns acordos para controlar o armamento nuclear.
• As superpotências toleravam-se, convivendo com as características
do adversário.
O que foi a coexistência pacífica?
Contudo, a disputa por zonas de influência continuava,
provocando conflitos indiretos, tais como...
Hora H 9 / História
Habitantes de
Berlim
aguardam
mantimentos
trazidos por
via aérea.
A águia americana e o urso russo
disputam a cidade de Berlim.
Berlim e as áreas de ocupação aliadas.
Bloqueio de Berlim (1948-49)
Criação da RFA (1949)
Hora H 9 / História
Hora H 9 / História
Após a saída dos japoneses, a Coreia foi dividida em
duas partes pelo paralelo 38. A Coreia do Norte, apoiada
pelos soviéticos e chineses, tentou ocupar a do Sul. Os
EUA e a ONU opuseram-se e a divisão manteve-se.
A Guerra da Coreia (1950-53)
Hora H 9 / História
O presidente
Kennedy, dos EUA,
forçou a URSS à
retirada dos mísseis
nucleares que esta, a
pedido de Fidel
Castro, colocara em
Cuba.
Vista aérea mostrando base de lançamento de mísseis em Cuba
(novembro de 1962).
Os líderes revolucionários
cubanos Fidel Castro e
Che Guevara.
A crise dos mísseis de Cuba (1962)
Hora H 9 / História
Após a saída dos colonizadores franceses, o país
foi dividido entre os comunistas, apoiados pela
URSS e pela China, e os anticomunistas, apoiados
pelos EUA. Estes envolveram centenas de milhar
de soldados no conflito, mas os comunistas
acabaram por unificar o país.
A Guerra do Vietname (1965-75)
Hora H 9 / História
Na imagem, um acordo de
paz alcançado em 1994 pelo
presidente da Zâmbia, ao
centro. Do lado direito,
Jonas Savimbi (UNITA), do
lado esquerdo, o presidente
José Eduardo dos Santos
(MPLA).
A morte de Jonas Savimbi pôs fim à guerra civil em Angola.
Angola, independente de Portugal desde 1975, foi palco de uma
guerra civil que opôs o MPLA, apoiado pela URSS e seus
aliados, à UNITA, apoiada pela África do Sul e de modo discreto
pelos EUA.
A Guerra Civil de Angola (1975-2002)
Hora H 9 / História
Guerrilheiros
afegãos.
Soviéticos retirando do Afeganistão.
A URSS interveio em
defesa de um governo pró-
-comunista. Os EUA
apoiaram os guerrilheiros
islâmicos que se opunham
ao comunismo.
A 1.ª Guerra do Afeganistão (1979-89)
Hora H 9 / História
Hora H 9 / História
Hora H 9 / História
Em 1974, o presidente Gerald Ford dos
EUA (à esquerda) assina com Leonid
Brejnev, líder da URSS, uma declaração de
controlo de armas nucleares.
Ronald Reagan, presidente dos EUA (à
esquerda), e Mikhail Gorbatchev, líder
soviético, cumprimentam-se na cimeira de
Reiquiavique, na Islândia, em 1986. Estes
dois líderes puseram termo à Guerra Fria
saída da II Guerra Mundial.
Desanuviamento e fim da Guerra Fria
Hora H 9 / História
COEXISTÊNCIA PACÍFICA
Hora H 9 / História
O fim de uma época
A queda do Muro de Berlim,
em 1989, foi um sinal de
que a Guerra Fria estava a
chegar ao fim, em resultado
da política de abertura do
líder soviético Mikhail
Gorbatchev. Na sequência,
outros Estados da Europa
oriental afastaram-se do
comunismo e da influência
soviética.
Em 1991, deu-se a dissolução da URSS,
tendo as várias repúblicas soviéticas
acedido à independência da União. No
entanto, a Rússia continua a ser o maior
país do mundo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Guerra fria e a cultura
Guerra fria e a culturaGuerra fria e a cultura
Guerra fria e a culturaVagner Roberto
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUKéliton Ferreira
 
Guerra fria e Conflitos
Guerra fria e ConflitosGuerra fria e Conflitos
Guerra fria e Conflitosdrikalima
 
Geografia geopolitica mundial atual
Geografia   geopolitica mundial atualGeografia   geopolitica mundial atual
Geografia geopolitica mundial atualGustavo Soares
 
Guerra Fria Xcelente
Guerra Fria  XcelenteGuerra Fria  Xcelente
Guerra Fria XcelenteJoão Couto
 
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula   guerra fria (1945-1991) - história pensanteAula   guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensanteHistória Pensante
 
Geopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneoGeopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneoRoberto Costa
 
Guerra Fria - O mundo capitalista
Guerra Fria - O mundo capitalistaGuerra Fria - O mundo capitalista
Guerra Fria - O mundo capitalistaluannycas
 
Revisão de geografia 1º bimestre - cap. 2 - 3º ano
Revisão de geografia   1º bimestre - cap. 2 - 3º anoRevisão de geografia   1º bimestre - cap. 2 - 3º ano
Revisão de geografia 1º bimestre - cap. 2 - 3º anoSimone Aguiar
 
Guerra Fria e Terceiro Mundo
Guerra Fria e Terceiro MundoGuerra Fria e Terceiro Mundo
Guerra Fria e Terceiro MundoEddieuepg
 
Guerra fria-e-nova-ordem-mundial-
Guerra fria-e-nova-ordem-mundial- Guerra fria-e-nova-ordem-mundial-
Guerra fria-e-nova-ordem-mundial- Camila Brito
 

Mais procurados (20)

O fim da guerra fria
O fim da guerra friaO fim da guerra fria
O fim da guerra fria
 
Guerra fria e a cultura
Guerra fria e a culturaGuerra fria e a cultura
Guerra fria e a cultura
 
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjUGuerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
Guerra fria completa - YouTube Link: https://youtu.be/XhS9vFASWjU
 
Guerra fria e Conflitos
Guerra fria e ConflitosGuerra fria e Conflitos
Guerra fria e Conflitos
 
Mundo pos guerra guerra fria
Mundo pos guerra guerra friaMundo pos guerra guerra fria
Mundo pos guerra guerra fria
 
Aula guerra fria
Aula guerra friaAula guerra fria
Aula guerra fria
 
SECULO XX - GUERRA FRIA
SECULO XX - GUERRA FRIASECULO XX - GUERRA FRIA
SECULO XX - GUERRA FRIA
 
Geografia geopolitica mundial atual
Geografia   geopolitica mundial atualGeografia   geopolitica mundial atual
Geografia geopolitica mundial atual
 
Guerra Fria Xcelente
Guerra Fria  XcelenteGuerra Fria  Xcelente
Guerra Fria Xcelente
 
Guerra Fria I
Guerra Fria IGuerra Fria I
Guerra Fria I
 
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula   guerra fria (1945-1991) - história pensanteAula   guerra fria (1945-1991) - história pensante
Aula guerra fria (1945-1991) - história pensante
 
51 - mundo bipolar
51 -  mundo bipolar51 -  mundo bipolar
51 - mundo bipolar
 
Guerra fria 3os
Guerra fria   3osGuerra fria   3os
Guerra fria 3os
 
Geopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneoGeopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneo
 
Guerra Fria - O mundo capitalista
Guerra Fria - O mundo capitalistaGuerra Fria - O mundo capitalista
Guerra Fria - O mundo capitalista
 
Revisão de geografia 1º bimestre - cap. 2 - 3º ano
Revisão de geografia   1º bimestre - cap. 2 - 3º anoRevisão de geografia   1º bimestre - cap. 2 - 3º ano
Revisão de geografia 1º bimestre - cap. 2 - 3º ano
 
Guerra Fria e Terceiro Mundo
Guerra Fria e Terceiro MundoGuerra Fria e Terceiro Mundo
Guerra Fria e Terceiro Mundo
 
Mundo PóS Guerra
Mundo PóS GuerraMundo PóS Guerra
Mundo PóS Guerra
 
Guerra fria-e-nova-ordem-mundial-
Guerra fria-e-nova-ordem-mundial- Guerra fria-e-nova-ordem-mundial-
Guerra fria-e-nova-ordem-mundial-
 
Mundo Bipolar
Mundo BipolarMundo Bipolar
Mundo Bipolar
 

Semelhante a Guerra fria 1

Semelhante a Guerra fria 1 (20)

A guerra fria
A guerra friaA guerra fria
A guerra fria
 
Geop geopolítica no mundo conteporâneo
Geop geopolítica no mundo conteporâneoGeop geopolítica no mundo conteporâneo
Geop geopolítica no mundo conteporâneo
 
A Guerra Fria I.ppt
A Guerra Fria I.pptA Guerra Fria I.ppt
A Guerra Fria I.ppt
 
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºanoModulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
 
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIACAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA FRIA
 
Guerra fria completo
Guerra fria completoGuerra fria completo
Guerra fria completo
 
A Guerra Fria: Um conflito Indireto.pptx
A Guerra Fria: Um conflito Indireto.pptxA Guerra Fria: Um conflito Indireto.pptx
A Guerra Fria: Um conflito Indireto.pptx
 
Nicolas c. 9ºb
Nicolas c. 9ºbNicolas c. 9ºb
Nicolas c. 9ºb
 
Guerra Fria - Aula
Guerra Fria - AulaGuerra Fria - Aula
Guerra Fria - Aula
 
Guerra Fria - 9º ANO .pdf
Guerra Fria - 9º ANO .pdfGuerra Fria - 9º ANO .pdf
Guerra Fria - 9º ANO .pdf
 
Texto fragmentado
Texto fragmentadoTexto fragmentado
Texto fragmentado
 
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
32. O Mundo Pós Segunda Guerra.pptx
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Europa geopolítica
Europa geopolíticaEuropa geopolítica
Europa geopolítica
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
As ordens mundiais
As ordens mundiaisAs ordens mundiais
As ordens mundiais
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
 
O mundo bipolar
O mundo bipolarO mundo bipolar
O mundo bipolar
 

Último

Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 

Último (20)

Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 

Guerra fria 1

  • 1. Hora H 9 / História A Guerra Fria – I Adaptado Do segundo após guerra aos anos 80
  • 2. Hora H 9 / História
  • 3. Hora H 9 / História Afirmam-se duas superpotências com: • Dimensão continental • Abundantes recursos naturais e humanos • Capacidade industrial • Grande poder militar EUA URSS Enfraquecimento das potências europeias II Guerra Mundial Quais foram as superpotências que se afirmaram no após guerra? Porquê?
  • 4. Hora H 9 / História DEMOCRACIA LIBERAL • Sistema multipartidário • Eleições livres • Liberdade de expressão ECONOMIA DE MERCADO / CAPITALISMO • Empresas privadas • Livre iniciativa • Preços sujeitos à lei da oferta e da procura COMUNISMO • Partido único • Ditadura do proletariado / rejeição do multipartidarismo • Totalitarismo – o Estado controla tudo ECONOMIA SOCIALISTA / PLANIFICADA • Coletivização e nacionalização das terras e das empresas • Preços fixados pelo Estado Sistemas políticos diferentes Sistemas económicos diferentes EUA URSS Quais eram as principais características políticas e económicas das superpotências?
  • 5. Hora H 9 / História Como se posicionaram os países do mundo face às superpotências?
  • 6. Hora H 9 / História 2 superpotências EUA URSS Guerra Fria (1947-91) Período de tensão expressa verbalmente, com conflitos indiretos e momentos de desanuviamento entre as superpotências O que foi a Guerra Fria?
  • 7. Hora H 9 / História ANTECEDENTES DO MUNDO ATUAL: 2ª METADE DO SECULO XX.
  • 8. Hora H 9 / História As superpotências criam mecanismos de apoio económico aos seus aliados EUA URSS Plano Marshall (1948) COMECON (1949) Ajuda na reconstrução e recuperação económica Selo comemorativo dos 25 anos do COMECON. De que modo se criou o ambiente da Guerra Fria? Cartaz de propaganda ao Plano Marshall.
  • 9. Hora H 9 / História PLANO MARSHALL e OECE (Organização Europeia de Cooperação Económica) Conferência de Bretton Woods A PROPOSTA DE GEORGE MARSHALL Em 5/06/1947 o general George Marshall — recém-nomeado secretário de Estado dos EUA — proferiu na Universidade de Harvard o discurso em que era divulgada a intenção norte-americana de apoiar todos os países depauperados pela Segunda Guerra Mundial na sua obra de recuperação económica. A proposta contida no discurso foi aceite apenas pelos países da Europa ocidental, que acabaram por reconhecer nela a via mais adequada para o seu «renascimento» económico. Deu-se então corpo à realização de um vasto e complexo programa que, com uma duração prevista de quatro anos, viria a estimular os países participantes a romperem o impasse económico em que se encontravam e a auxiliar o cumprimento do processo de reconstrução e de recuperação das suas economias. Simultaneamente, e como consequência de condição previamente imposta pelos Norte-Americanos, os países europeus teriam de aceitar gerir o programa de ajuda solidariamente entre si e em conjunto com os EUA. Essa solidariedade «imposta» (pacificamente aceite, por ausência de alternativas) conduziu à criação, em 16 de Abril de 1948, da Organização Europeia de Cooperação Económica (OECE), no seio da qual se aprofundaram os debates, se concertaram as primeiras medidas e se consagrou formalmente o programa económico comum, no quadro do qual ficou definida a ajuda americana entretanto aprovada pelo Congresso dos EUA.
  • 10. Hora H 9 / História  O COMECON (Council for Mutual Economic Assistance, ou Conselho para Assistência Econômica Mútua) foi fundado em 1949, e visava a integração económica das nações do Leste Europeu.  O COMECON pode ser considerado uma resposta soviética ao Plano Marshall americano, afinal durante a Guerra Fria os dois blocos mantiveram-se sempre em equilíbrio.
  • 11. Hora H 9 / História KGB Organização de polícias secretas (espionagem e defesa de interesses políticos e estratégicos) CIA Constituição de alianças militares e corrida ao armamento (bombas atómicas) Pacto de Varsóvia 1955 NATO 1949 «Equilíbrio do terror» De que modo se criou o ambiente da Guerra Fria?
  • 12. Hora H 9 / História PACTO DE VARSÓVIA - O pacto de Varsóvia uniu em aliança militar os países do bloco socialista no pós-II Guerra Mundial. O Pacto de Varsóvia ou Tratado de Varsóvia foi uma aliança militar formada em 14/05/1955 pelos países do bloco do leste. O tratado foi na capital da Polónia, Varsóvia, e estabeleceu o alinhamento dos países membros com Moscovo, criando um compromisso de ajuda mútua em caso de agressões militares e legalizando na prática a presença de milhões de militares soviéticos nos países do leste desde 1945. O organismo militar foi, alegadamente, instituído em contraponto à OTAN OTAN ou NATO -Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN — em francês: Organisation du Traité de l'Atlantique Nord; em inglês: North Atlantic Treaty Organization - NATO), por vezes chamada Aliança Atlântica, é uma aliança militar intergovernamental baseada no Tratado do Atlântico Norte, que foi assinado em 04/04/1949. A organização constitui um sistema de defesa coletiva através do qual os seus Estados-membros concordam com a defesa mútua em resposta a um ataque por qualquer entidade externa à organização. .
  • 13. Hora H 9 / História Em que consistiu o «equilíbrio do terror»?
  • 14. Hora H 9 / História BIPOLARIDADE DO SISTEMA POLÍTICO- ECONÓMICO MUNDIAL
  • 15. Hora H 9 / História FASES DA GUERRA FRIA
  • 16. Hora H 9 / História NATO Pacto de Varsóvia Neutros Como se posicionaram os blocos político-militares na Europa?
  • 17. Hora H 9 / História EUA URSS Coexistência pacífica • Foram feitos alguns acordos para controlar o armamento nuclear. • As superpotências toleravam-se, convivendo com as características do adversário. O que foi a coexistência pacífica? Contudo, a disputa por zonas de influência continuava, provocando conflitos indiretos, tais como...
  • 18. Hora H 9 / História Habitantes de Berlim aguardam mantimentos trazidos por via aérea. A águia americana e o urso russo disputam a cidade de Berlim. Berlim e as áreas de ocupação aliadas. Bloqueio de Berlim (1948-49) Criação da RFA (1949)
  • 19. Hora H 9 / História
  • 20. Hora H 9 / História Após a saída dos japoneses, a Coreia foi dividida em duas partes pelo paralelo 38. A Coreia do Norte, apoiada pelos soviéticos e chineses, tentou ocupar a do Sul. Os EUA e a ONU opuseram-se e a divisão manteve-se. A Guerra da Coreia (1950-53)
  • 21. Hora H 9 / História O presidente Kennedy, dos EUA, forçou a URSS à retirada dos mísseis nucleares que esta, a pedido de Fidel Castro, colocara em Cuba. Vista aérea mostrando base de lançamento de mísseis em Cuba (novembro de 1962). Os líderes revolucionários cubanos Fidel Castro e Che Guevara. A crise dos mísseis de Cuba (1962)
  • 22. Hora H 9 / História Após a saída dos colonizadores franceses, o país foi dividido entre os comunistas, apoiados pela URSS e pela China, e os anticomunistas, apoiados pelos EUA. Estes envolveram centenas de milhar de soldados no conflito, mas os comunistas acabaram por unificar o país. A Guerra do Vietname (1965-75)
  • 23. Hora H 9 / História Na imagem, um acordo de paz alcançado em 1994 pelo presidente da Zâmbia, ao centro. Do lado direito, Jonas Savimbi (UNITA), do lado esquerdo, o presidente José Eduardo dos Santos (MPLA). A morte de Jonas Savimbi pôs fim à guerra civil em Angola. Angola, independente de Portugal desde 1975, foi palco de uma guerra civil que opôs o MPLA, apoiado pela URSS e seus aliados, à UNITA, apoiada pela África do Sul e de modo discreto pelos EUA. A Guerra Civil de Angola (1975-2002)
  • 24. Hora H 9 / História Guerrilheiros afegãos. Soviéticos retirando do Afeganistão. A URSS interveio em defesa de um governo pró- -comunista. Os EUA apoiaram os guerrilheiros islâmicos que se opunham ao comunismo. A 1.ª Guerra do Afeganistão (1979-89)
  • 25. Hora H 9 / História
  • 26. Hora H 9 / História
  • 27. Hora H 9 / História Em 1974, o presidente Gerald Ford dos EUA (à esquerda) assina com Leonid Brejnev, líder da URSS, uma declaração de controlo de armas nucleares. Ronald Reagan, presidente dos EUA (à esquerda), e Mikhail Gorbatchev, líder soviético, cumprimentam-se na cimeira de Reiquiavique, na Islândia, em 1986. Estes dois líderes puseram termo à Guerra Fria saída da II Guerra Mundial. Desanuviamento e fim da Guerra Fria
  • 28. Hora H 9 / História COEXISTÊNCIA PACÍFICA
  • 29. Hora H 9 / História O fim de uma época A queda do Muro de Berlim, em 1989, foi um sinal de que a Guerra Fria estava a chegar ao fim, em resultado da política de abertura do líder soviético Mikhail Gorbatchev. Na sequência, outros Estados da Europa oriental afastaram-se do comunismo e da influência soviética. Em 1991, deu-se a dissolução da URSS, tendo as várias repúblicas soviéticas acedido à independência da União. No entanto, a Rússia continua a ser o maior país do mundo.