ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12                   CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁR...
ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12                    CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁ...
ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12                    CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁ...
ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12                    CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁ...
ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12                   CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁR...
ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12                   CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁR...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2 guião documentário orientações prof ana- feito

1.710 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.710
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 guião documentário orientações prof ana- feito

  1. 1. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CP 7, CLC 1 e PRA EFA – NS – 2º Ano Guião de um Documentário Formação de vida, vida em Formação.Realizado por: Gil Jacinto/ Rui Candeias/ João Serrano/ Gonçalo Vicente 1. SinopseNascido em Lisboa, em 1930, sua mãe era a matriarca da casa e educadora, pois seu pai eramarinheiro. Numa cidade em construção e em desenvolvimento, teve o privilégio de ter umaeducação caseira, carinhosa e pedagógica usufruindo de toda a bondade e amor de seus avós.Suas brincadeiras eram ao ar livre com muita vegetação e arvores. 1938 A 1942 foi quandoarrebentou a segunda guerra mundial, mas Sr. Ovídio estudou ficando com a quarta classe onde játrabalhava numa oficina. Com sabedoria, alguma formação, sorte e espirito de luta, conseguiu umbom trabalho, uma boa esposa e um bom filho. As circunstâncias da vida levaram Sr. Ovídio aconstruir, pouco a pouco, uma casinha na Quinta do Conde, onde construiu e fomentou muitasrecordações com sua esposa e continuou a sua formação pedagógica até ao dia de hoje.Documentário de 60 minutos, onde os aspetos sociais, históricos, económicos e culturais serãoretratados ao longo do argumento.2. Argumento1. Nascimento e Processo de socialização.O Sr. Ovídio Maurício nasceu em 1930, ano em que foi entregue o premio nobel da Medicina a KarlLandsteiner, pela classificação dos grupos sanguíneos, sistema A B 0. Na altura a sociedade movia-se num regime ditatorial de grande pressão cultural e social. Aspoucas posses de Sr. Ovídio contradisseram com o grande amor, carinho e educação social dosseus país e avós, perante a própria sociedade. Usufruindo das suas capacidades, o seu processo desocialização foi-se moldando com a ajuda do seu irmão e seus avos. Aprendeu a viver a vida muito rapidamente, com a ajuda de seu irmão nos estudos e de sua própriavontade no dia-a-dia, absorvendo muito rapidamente as necessidades da época. Nesta época assuas brincadeiras eram ao ar livre, no campo e nas idas às feiras, onde a sua capacidade decaptação das evidências foi posta num grande patamar.Teve contato direto com a Igreja ajudando o Sacristão, seu avô materno, nas suas tarefas.A nível internacional destacamos o período de 1930 a 1938 com o início da taça dos Campeões doMundo de Futebol, onde o Uruguai foi Campeão Mundial e logo a seguir a Itália, em 1934, em 1938a Itália ganha outra vez a taça de Campeões do Mundo, num período muito controverso devido águerra que se aproximava, isto em França.
  2. 2. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CP 7, CLC 1 e PRA EFA – NS – 2º Ano2. Escola Primária.Escola primaria períodos importantes  Entrou em 1938 com 8 anos ingressou na escola primária e já sabia ler, contar a tabuada e fazer algumas contas.  Como já tinha os conhecimentos básicos necessários no primeiro dia de aulas passou diretamente para a segunda classe derivado ao irmão que lhe havia ensinado nos seus tempos livres.  Andou na escola primária desde 1938 a 1942, em 1940 com 10 anos começou a trabalhar no seu primeiro trabalho, onde de manha ia as aulas e a tarde ia para a oficina, perto de sua casa onde ajudava os homens que lá trabalhavam na arrumação do material e nos favores.Contexto histórico, económico, social e cultural1939 - Início da II Grande Guerra (a maior guerra da história) que se iria prolongar até1945.1941 - Estaline toma posse do governo Soviético.1946 - Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do trabalhador e dos seus dependentes,nasceu, a 1 de julho, o Serviço Social da Indústria (SESI). As atividades do SESI incluem aprestação de serviços em saúde, educação, lazer, cultura e nutrição, qualidade de vida e garantia dodireito à cidadania para todos os trabalhadores da indústria.1946 - A invenção do ENIAC (Electronic Numerical Integrator And Computer) por dois cientistasnorte-americanos da Electronic Control Company foi o primeiro passo em direção ao atual mundodigital e novas tecnologias.3. Formação Profissional.Sr. Ovídio iniciou muito cedo a sua atividade profissional, com apenas 10 anos começou comoajudante de Serralheiro, numa oficina em Lisboa situada em Alvalade, nessa altura era habitualtrabalhar-se de 2ª feira a Sábado (inclusive), e o Sr. Ovídio não foi exceção, assim recebia ásemana a modesta quantia de 1$50 escudos.Em 1946 com 16 anos foi trabalhar para uma empresa multinacional com o nome ITT, assimdesenvolveu todo seu percurso profissional como Técnico Mecânico, podemos dizer que o Sr.Ovídio sempre teve salários acima da média, numa altura que Portugal viva com muitas dificuldades.Sr. Ovídio viveu na altura que reinava o regime Salazarista, passando por marcos históricos emPortugal tais como: • 1942 - Inauguração do Aeroporto da Portela • Construção dos estádios Antas (1952) Luz (1954) e Alvalade (1956) • 1957 - RTP começou a ter emissões regulares • 1958 - Inauguração do Metro de Lisboa • 1959 - Construção do Cristo Rei • 1966 - Ponte 25 de AbrilPodemos concluir que o Sr. Ovídio desenvolveu inúmeras capacidades e com muita dedicação eesforço sempre alcançou os seus objetivos pessoais…
  3. 3. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CP 7, CLC 1 e PRA EFA – NS – 2º Ano4. Formação de R.V.C.C. e EFA.Em 2007 o Sr. Ovídio decide então voltar a estudar para tentar concluir o 9º ano, com 77 anos. Aolongo da sua vida procurou sempre melhorar os seus conhecimentos nas mais diversas áreas.Procurou assim acompanhar a evolução da sociedade. É um defensor da ideia que o saber já maisocupa lugar. E foi esse um dos grandes motivos que o incentivou a iniciar um novo percurso deaprendizagem, forma esta encontrada para superar a depressão que se tinha apoderado dele desdeque a doença da sua mulher – Alzheimer se agravou ao ponto de ter que ficar internada num lar.O Sr. Ovídio Maurício iniciou esta nova fase de aprendizagem inscrevendo-se num cursoprofissional de RVCC, tendo concluído com sucesso. E para aqueles que pensavam que já chegavaele surpreendeu e tornou-se a inscrever num curso EFA, desta vez para fazer o 12º ano. 2007/2012São os anos de curso RVCC e EFA.Nestes anos em Portugal, os acontecimentos mais marcantes foram os seguintes:- O caso do desaparecimento da menina inglesa Madeleine McCann (2007)- A vitória de Barack Obama nas presidenciais dos Estados Unidos (2008)- A crise na justiça em Portugal. (2008)- 1 de Dezembro: Entrada em vigor do Tratado de Lisboa. (2009)- 4 de Maio: Surgiu o primeiro caso do vírus H1N1 em Portugal. (2009)- Temporal na Madeira - causou derrocadas que mataram 42 pessoas e deixaram centenas dedesalojados. (2010) - Espanha vence Mundial de Futebol. (2010) - Cheias no Brasil fazem mais de 700 mortos. (2011) - Troíka apresenta medidas do programa de ajuda externa a Portugal. (2011) - Portugal: maior manifestação de sempre contra austeridade. (2012) - A profunda crise que se atravessa em vários países, incluindo Portugal. (2012)Politicamente o país atravessava uma fase de crise que vem deste 2007 até hoje 2012,o Sr. ministroPedro Passos Coelho, veio substituir em 2011 o que até agora dirigia o governo o Sr. José Sócratesque presidia desde 2004. As músicas mais conhecidas da altura eram “fácil de entender” “lado lunar”“Rui Veloso ao vivo pavilhão atlântico” e os artistas mais admirados eram, Rui Veloso , Dulce Pontese Madredeus, Auria e The Gift. 2. A Proposta O formador Antonio Silva propôs a realização de um documentário em articulação com os alunos de CEF-Foto, que vise a criação de um projeto de materiais pedagógicos abrangentes, que futuramente seja utilizado e aproveitado por alunos da escola. Um Documentário que referencie os vários tipos de educação que ao longo de uma vida um indivíduo vai adquirindo, assim e podendo ver o Sr. Ovídio como um exemplo para todos nós, aproveitando o seu percurso integramos a sua história de vida aos marcos mais importantes de Portugal. O Sr. Ovídio, por ter uma personalidade que envolve tudo e todos, nos aspetos tanto na formação de vida como na sua vida em constante formação, Faz-nos acreditar na importância de um Documentário. Assim desenvolvendo um Guião consegue-se, resumidamente, chegar ao grande objetivo que “Aprender é Viver”.
  4. 4. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CP 7, CLC 1 e PRA EFA – NS – 2º Ano4. Descrição do Objeto • - 1930_ Nascimento em 14 de Junho. Segundo filho de cinco. A falta do pai no seio familiar era notada, por ser Marinheiro. A mãe, o irmão e os avós transmitiram toda a educação, formação e brincadeiras na sua infância. • - 1935/36_ O seu avô por vezes levava-o às feiras o que muito gostava, por ver toda aquela azáfama natural das feiras, a venda de animais e os diversos artigos que os feirantes procuravam vender, quase todos os artefactos. • A morte do seu avô paterno marcou o desmoronamento da família, o que veio a causar grandes dificuldades de toda a ordem pois era ele o braço forte da família. O avô paterno era Médico Inspetor de Saúde do Distrito da Guarda tinha grandes propriedades e orientava bem toda a sua fortuna. A avó era uma senhora que não ligava aos filhos nem aos netos, não tenho prazer em falar dela. • O nascimento da irmã, tinha com quem brincar. As brincadeiras eram brincar às escondidas, jogar ao aeroplano, apanhada, ir aos ninhos e outras. • -1938_ Quando foi para a escola primária já sabia ler, contar, a tabuada e fazer algumas contas. Não havia água, luz, gás, telefone, nem saneamento, postos de saúde e a escola era a uns bons 5 a 6 km de distância e tinham de ir a pé • As idas constantes para casa dos seus avós maternos, lá gozavam de grande liberdade. Pelos campos, com alguns amigos que conquistou e entre outras brincadeiras, nadavam e pescavam no rio que é um afluente do rio Vouga. • -1939_ Vendedores de jornais apregoavam, nas ruas de Lisboa, muito alto: A guerra começou agora. Causando a fome e a miséria total na humanidade. Houve uma enorme falta de trabalho o que levou muitos chefes de família ao suicídio. • -1940_ Com 10 anos começou a trabalhar no seu primeiro trabalho. • Teve uma educação cristã, o seu avô materno era sacristão. Ajudava a dizer a missa ao pároco da freguesia e também tocava os sinos. • -1955_ Foi trabalhar para uma empresa multinacional com o nome ITT. Evolução da cidade (o bairro de Alvalade). Criação de escolas, centros de saúde, cinema, praças, estádio, pavilhão gimnodesportivo e piscina. Aos 16 anos foi morar para o Caramão da Ajuda, um bairro camarário. As tradições eram arraiais, futebol e bailes na coletividade. • -1957/59_Viveu na Parede dois anos. • -1959/66 Cruz-Quebrada viveu sete anos além da praia que na altura ainda era boa, havia o Estádio Nacional e as matas envolventes. • -66/72_ Travessa do Giestal lisboa • 1972/2012_ Quinta do Conde1972 há muitos anos. Tem tudo o que é necessário como escolas, postos de saúde, centros médicos, comércio, etc.5. AbordagemPara que todos possam usufruir, de maneira participativa no documentário sugerimos a nossaparticipação como atores, nalguns pontos cruciais da sua vida. É uma forma de todos nóshomenagearmos e de sermos compensados com a nossa participação no Guião do Sr. Ovídeo. Istonum “tom” objetivo. Ex: 14 de Junho de 1930.– Eco de Bebé a chorar num quarto e sons de correria moderada de uma criança vinda de fora decasa para dentro, subindo degraus abrindo portas…-Imagem da entrega do premio Nobel da Medicina e Fisiologia com a data bem legível (passagemrápida para tropas a correr com arrombamento de uma porta vendo-se indivíduos a tentar rasgar
  5. 5. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CP 7, CLC 1 e PRA EFA – NS – 2º Anopapeis e serem detidos. Seguindo outra imagem de Oliveira Salazar a partir um lápis visto emprimeiro plano de cima para baixo e baixando a câmara para as botas e quando sobe novamente acara é de Adolfo Hitler)A imagem segue uma criança, vista de baixo para cima, pelo corredor, ficando por cima quandoacaba de entrar no quarto.-Uma criança de quatro anos corre em direção ao quarto e pergunta se já nasceu.Com música de fundo dos ERA.Anos mais tarde.-Do lado de fora da casa, a imagem posiciona-se a focar de longe um velhote e uma criança aentrarem na estrada batida e fazerem adeus a, um marinheiro e outra criança, mais alta que aprimeira, e um bebé ao colo de uma senhora que se encontram á entrada da casa…Título do documentário “Formação de Vida, Vida em Formação”6. EstruturaIntroduçãoO trajeto feito por Sr. Ovídio, do carro até à sala de aula, com passagem do titulo “Formação deVida, Vida em Formação” e algumas fotografias suas mais antigas.Isto ao som de Dulce Pontes “canção do mar” (legendado).http://www.youtube.com/watch?v=QCahD0M9cv4 O Sr. Ovídio ao se assentar, a câmara aproxima-se da cara do Sr. Ovídio, em primeiro grandeplano, sorri… Agora em sua casa, começa a falar e a câmara vai se afastando colocando-o ao cantoda imagem, assentado no seu sofá.O inicio da conversa retrata como aconteceu a ideia deste Guião.-Fotos do Sr. Ovídio do presente até ao passado acompanhadas por voz OFF com os dadospessoais e medley de música de fundo da atualidade até ao seu ano de nascimento;-Título do documentário no écrã “ Uma vida a aprender” 1. Nascimento e processo de socialização 2. Escola Primária. 3. Formação Profissional. 4. Formação de R.V.C.C. e EFA.Todos estes tópicos serão desenvolvidos com a voz de Sr. Ovídio intercalado comfotos e algumas ações teatrais da parte do EFA-2.-Imagens e música da época, acompanhadas por voz OFF que faz a sua caracterização;-Entrevista ao Sr. Ovídio em sua casa (apenas se ouve e vê o entrevistado) sobre osacontecimentos dessa época.-À medida que vai respondendo, devem ser incluidas imagens dos locais por ele referidos;
  6. 6. ESCOLA BÁSICA INTEGRADA QUINTA DO CONDE – 11/12 CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO DE ADULTOS – NÍVEL SECUNDÁRIO CP 7, CLC 1 e PRA EFA – NS – 2º Ano7. Cronograma de Produção-Organização do processo de criação do documentário (tarefas que os alunos da turma CEF Fototerão que realizar).Não é necessário referir a duração das tarefas nesta fase de elaboração doguião.Exemplo (onde devem ser incluidos ou modificados os tópicos de acordo com a estrutura quesugerem para o documentário no ponto anterior):-Leitura e análise do guião selecionado e da biografia do Sr. Ovídio;-Levantamento dos recursos técnicos disponíveis e organização dos timings e tarefas;-Recolha de imagens, músicas, videos e outros documentos sugeridos de cada época, incluindotodos os documentos pessoais e fotografias do Sr. Ovídio;-Elaboração das entrevistas sugeridas;-Captação de depoimentos (do Sr. Ovídio e dos outros intervenientes);-Captação de imagens interiores e exteriores;-Gravação de locução;-Edição/ Montagem;-Pós-produção (genérico e créditos finais). Data de conclusão do guião: 12 março 2012

×