O ENCONTRO FACE A FACE COM DEUS
PALESTRAS DO ENCONTRO
TEMA: LIBERTAÇÃO
Vamos abrir a Palavra em Atos 10:38. Vamos dizer: “...
no reino espiritual para ser canal do estabelecimento do domínio do Senhor Jesus sobre os
corações, sobre regiões, sobre c...
“esta filha de Abraão estava presa por Satanás há dezoito anos”. Filha de Abraão. E
quando olhamos para a experiência da m...
Porque a carne (desejo) luta contra o Espírito, e o Espírito luta contra a carne (desejo) e
estes se opõem um ao outro par...
está na sede, o problema está no modo como eu uso este desejo, e o disciplino, e o
canalizo para o bem ou para o mal. Mas ...
“bebedices, orgias, e coisas semelhantes, contra as quais vos previno, como já
antes vos preveni, que os que tais coisas p...
mente. Isso também aplica-se ã mulher: “se a mulher olhar para um homem, com um
coração impuro...”. Por que? Primeiro, se ...
Isabel? João Batista salta no ventre materno ao entrar em contato com Jesus que também
estava em outro ventre. João era ch...
outro lado do mundo se capta a minha voz em um aparelho telefônico? Já pensaram
nisso? As palavras são vivas. Quantas veze...
Vem pra casa. Estamos separados. Dormimos na mesma cama, mas ele se enrola todo e
não deixa eu nem tocar nele. Não fala co...
tu. Tu perdoaste os que te crucificaram, mas eu sou melhor do que tu e nunca perdoarei”.
Quantas vezes nós abrimos a nossa...
centralidade em suas doutrinas, ainda que usem a Bíblia. Tudo que omite o sangue de
Cristo, pode saber que está ligado ao ...
não tem vontade de ir à igreja, não tem vontade de ler a Bíblia. Tem prisão aí. Onde ela
entrou? “Sonda-me ó Deus, e conhe...
lugar, nasceste em carne, és a encarnação de Deus, tu és o meu Senhor, tu és o meu
Salvador. Todas as minhas alianças pass...
Sétimo, recorrer ao Senhor e buscar ajuda. “Todo aquele que invocar o nome do
Senhor, será salvo; porque do monte Sião, de...
Chegai-vos a mim, e eu me chegarei a vós outros, convertei-vos a mim de todo o vosso
coração, diz o Senhor dos Exércitos!
...
qualquer santo de devoção. De Aparecida, de Fátima, de Lurdes, de Antônio, de Benedito,
de Francisco, em nome de Jesus, ou...
serviço à crucifixo, por Ter beijado os crucifixo, anéis do padre, por Ter servido a esses
homens, convidando-os para a mi...
Agora, assuma dentro de você uma postura de resistência. O reino de Satanás tem
uma hierarquia. E tudo o que você fez agor...
Queridos, Roma é um espírito, é um demônio. E, se você está aqui com muita
saudade da igreja católica, é sinal de que você...
Queridos, os outros começam a orar, paciência... é, que quando começa, os bichos
começam a se manifestar, e querem ensurde...
até a 50a
. geração, até aquelas sentenças que foram proferidas por parteiras, por médicos,
eu cancelo agora, em nome de J...
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Palestra   libertação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra libertação

492 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
492
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra libertação

  1. 1. O ENCONTRO FACE A FACE COM DEUS PALESTRAS DO ENCONTRO TEMA: LIBERTAÇÃO Vamos abrir a Palavra em Atos 10:38. Vamos dizer: “Concernente a Jesus de Nazaré, como Deus O ungiu com o Espírito Santo e com poder o qual andou por toda a parte, fazendo o bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com Ele”. O Espírito do Senhor está sobre Jesus, para realizar uma obra de libertação. Espírito Santo e poder, para fazer o bem. E um dos bens que Jesus Cristo fez, foi curar todos os oprimidos do diabo. Todo o oprimido pelo diabo, foi curado, porque Deus era com Jesus. Isaías 61:1-3: “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos, enviou-me a restaurar os contritos (quebrantados) de coração), a proclamar liberdade aos cativos e a abertura de prisão aos presos, a apregoar o ano aceitável do Senhor, e o dia da vingança do nosso Deus a consolar todos os tristes e a ordenar acerca dos que choram em Sião, que se lhes dê uma grinalda, e vem de cinzas, óleo de gozo, em vez de pranto, vestido de louvor em vez de espírito angustiado, a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que Ele seja glorificado”. Adoremos a Jesus de Nazaré. Ele é o grande libertador. Foi ele quem veio quebrar as cadeias. Foi ele quem feio despedaçar os nossos grilhões. Ele é o Filho do Deus vivo, ungido com o Espírito Santo, ungido com poder para libertar o cativo, para abrir a prisão do que está encarcerado, para quebrar os seus grilhões. “Senhor Jesus, sabemos que tu tens o poder para libertar o cativo, nós abrimos o nosso coração para ti”. “Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo” (I João 3:8b). Diga: “Toda obra do diabo, em minha vida, é desfeita, em nome de Jesus”. Abra a boca. Todo mundo. “Todas as obras do diabo são hoje desfeitas em minha vida, em nome de Jesus”. Comece a romper no Espírito (falar em línguas). Todos devem romper no Espírito (orar em línguas). Ninguém se distraia. Ninguém olhe para o outro lado. Feche seus olhos. Rompa em Espírito. Rompa em Espírito. Ninguém de olhos abertos. Ninguém disperso. Comece a romper. Diga: “Deus, quebra-me!”, “Deus, quebra-me!”, “Deus, quebra- me!”. Abra a boca e rompa! Diga: “Satanás, o seu fim é chegado!”. “Então minh’alma canta a Ti, Senhor, quão grande és Tu...!” Diga: “Eu venço pelo sangue do Cordeiro! Eu venço pelo sangue do Cordeiro!” Podem sentar! Meus queridos, libertação é pão dos filhos! Libertação é pão dos filhos! Quem aqui é filho? Filho de Deus, é claro. Já soou aos nossos ouvidos a palavra de que “Deus ungiu a Jesus de Nazaré, com o Espírito Santo e com poder para libertar os oprimidos do diabo”. Todos aqueles que Satanás veio oprimir. Ele não tem poder legal para estar nos oprimindo. O ministério de libertação faz parte do ministério de Jesus. É por isso que Lucas 4:18, repetindo o que Isaías 61 diz, “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me a proclamar libertação aos cativos”. Jesus veio libertar os cativos. Jesus nos confiou o ministério da libertação. E é por isso que em João 14:12, lemos: “Em verdade vos digo, que aquele que crê em mim também fará as mesmas obras que eu faço, e outras maiores do que estas fará, porque eu vou para o meu Pai”. As obras que Jesus realizou, ele mandou a igreja realizar, e nós estamos aqui para ministrar libertação, e ao mesmo tempo, treinar libertadores, que irão, em nome de Jesus, libertar o cativo. Cada líder de célula deve ser um libertador, em nome de Jesus. Alguém que vai ministrar libertação ao cativo deve entender que existe uma autoridade para aquele que frutificou nas marcas do caráter de Jesus. Se eu me multiplico em outros discípulos, Deus me leva a uma posição de autoridade cada vez maior 1
  2. 2. no reino espiritual para ser canal do estabelecimento do domínio do Senhor Jesus sobre os corações, sobre regiões, sobre cidades e sobre nações inteiras. Satanás respeita e reconhece aquele... Autoridade! Quando Jesus ordenou aos discípulos que fossem pregar, em Mateus 10:1, diz: “Tendo chamado os seus discípulos, deu-lhes autoridade sobre espíritos imundos para os expelir”. Diga: “Jesus nos deu autoridade sobre espíritos imundos, para os expelir”. Em Mateus 10:7: “A medida que seguirdes, pregai que está próximo o Reino dos Céus”. Verso 8: “Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios”. Em Marcos 16:17: “Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem. Em meu nome expelirão demônios e falarão em novas línguas”. Notem a ordem: Primeiro, limpa a casa, primeiro expele demônios, e depois enche do Espírito Santo. Primeiro uma obra de libertação, para depois haver a ministração do Espírito Santo. Diga: “Em nome de Jesus, eu serei o canal do Espírito Santo para libertar todo o cativo!”. “Glória!” Como é que Jesus lidou com os demônios? Repreendendo-os. Em Lucas 4:38,39, quando Jesus repreendeu demônios, ele repreendeu enfermidades. “Ora a sogra de Simão, achava-se enferma com febre muito alta, inclinando-se ele para ela, repreendeu a febre, e esta a deixou”. Re-pre-en-deu! Em Lucas 13:11: “Veio ali uma mulher possessa de um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos. Andava ela encurvada, sem, de modo algum, poder endireitar-se. Vendo-a Jesus, chamou-a e disse-lhe: ‘mulher, estás livre da tua enfermidade’. E, impondo-lhe as mãos, ela, imediatamente se endireitou, e dava glória a Deus”. Jesus disse: esta mulher estava presa por Satanás. Jesus, com uma palavra, e mediante as suas mãos, ele liberou poder que sara, ele liberou poder que liberta. Colocou as suas mãos. Em Lucas 6:17,18: “E, descendo com eles, parou numa planura onde se encontravam muitos discípulos seus e grande multidão do povo... que vieram para o ouvirem e serem curados de suas enfermidades; também os atormentados por espíritos imundos eram curados”. Cura e libertação caminham juntos. Jesus não veio somente salvar. Ele veio curar. Ele veio libertar. Ele veio quebrar as cadeias. Em Mateus 8:16,17: Chegando à tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele, meramente, com a palavra...” Diga: “com a palavra”. Diga: “A Palavra está na minha boca. Está no meu coração. A Palavra é uma pessoa. A Palavra é Jesus. Eu abrirei a minha boca, na autoridade do Senhor Jesus. Na unção do Espírito Santo. Para expelir demônios”. No abrir da sua boca, com a Palavra “expeliu os espíritos e curou todos os que estavam doentes, para que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías. Ele mesmo tomou as nossas enfermidades e carregou com as nossas doenças”. Portanto, expelir demônios faz parte da obra expiatória de Cristo Jesus na cruz do Calvário. O evangelista está dizendo que ele curou enfermos e expulsou espíritos malignos para que se cumprisse o que está escrito. Portanto, quando aquilo que está escrito em Isaías 53, declara: “Ele levou as nossas enfermidades, carregou com as nossas doenças”, doenças e enfermidades, todas têm uma origem só: espíritos malignos. Lá naquela cruz há poder para redimir. Há poder para libertar de todo espírito maligno, e há poder para curar toda a sorte de enfermidades, seja do espírito, seja da alma, seja do corpo. Quando olhamos para Atos, verificamos que os apóstolos, os discípulos de Jesus seguiram o mesmo padrão. As multidões, diz Atos 8:6. “atendiam unânimes às coisas que Filipe dizia, ouvindo-as, e vendo os sinais que operava, pois os espíritos imundos, de muitos possessos, saíam gritando em alta voz, muitos paralíticos e coxos eram curados e houve grande alegria naquela cidade”. Meus queridos, talvez muitas perguntas são levantadas, como por exemplo: “como pode um crente Ter problema de demônio?” Quantos já fizeram esta pergunta: “como?” “a libertação não é para os perdidos?” Jesus veio e ministrou libertação a quem? A quem se dirigia o ministério de Jesus: aos judeus. Quem eram os judeus? O povo da aliança. Era o povo da aliança. Quando Jesus impõe as mãos sobre as costas daquela mulher, ele diz 2
  3. 3. “esta filha de Abraão estava presa por Satanás há dezoito anos”. Filha de Abraão. E quando olhamos para a experiência da mulher cananéia, em Mateus 15:22, nós vamos ver algo interessante. Lembram-se da mulher cananéia? Ela vinha clamando, dizendo: “Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim”, verso 22, “porque a minha filha está horrivelmente endemoninhada”. Qual era o problema da sua filha? Endemoninhamento! “Ele porém não lhe respondeu palavra. E, os seus discípulos, aproximando-se, rogaram- lhe: ‘despede-a, pois vem clamando atrás de nós’. Mas Jesus respondeu: ‘Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel’ . Ela porém lhe adorou dizendo: ‘Senhor, socorre-me’. Então, ele, respondendo disse: ‘não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos’.” Não é bom tomar o pão dos filhos... Qual era o problema da menina? Endemoninhamento. E Jesus disse que libertar a menina era... pão dos filhos. Provisão para quem é filho. Aleluia! Há provisão. Por que Jesus não atendeu logo àquela mulher? Porque ela veio a Jesus reivindicando o direito que ela não tinha. Ela disse: “Filho de Davi, tem compaixão de mim!” Ela invocou o direito de aliança, mas ela não estava em aliança. Claro que Jesus queria ensinar uma lição. Que aqueles que estão em aliança têm direito à libertação. Têm direito à cura. Por isso ele disse: “o pão dos filhos não posso lançá-lo aos cachorrinhos”. E ela disse: “Senhor, os cachorrinhos comem das migalhas”. Aí, ela se colocou numa outra posição: “Eu sei que não sou da aliança, ok! Tudo bem! Concordo! Não sou filha. Não sou da aliança. Mas, já que me chamaste ‘cachorrinho’, eu aceito. O cachorrinho come das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Eu não estou pedindo o pão dos filhos. Eu sei que as migalhas chegam”. Aí, Jesus disse: “Oh! Grande é a tua fé”. Jesus nunca deixará de atender ao clamor. É por isso que muitos vêm. Nunca se converteram. Ainda não são filhos de Deus. Mas eles vêm, pedem uma cura, e recebem. Porque eles, de alguma maneira dizem: “dá-me a migalha. Eu quero alguma coisa”. Porque, queridos, não adianta expulsar demônio de um perdido. O demônio pode fugir na hora em que estiver na nossa presença, depois, vai voltar. Por que? Porque, no perdido, todo o território já pertence a Satanás. Compreendem? Compreendem queridos? A libertação é pão dos filhos. É direito dos filhos. E, se há provisão, é porque há necessidade. Existe uma necessidade de libertação. Vamos olhar para os diferentes aspectos do templo. O templo tem três lugares: o santíssimo, o santo e o átrio. No lugar santíssimo estava a presença de Deus. Estava a arca da aliança, as tábuas da aliança. Ali só entrava o Sumo- Sacerdote, uma vez por ano. A glória de Deus, a Shekinah, estava ali. No lugar santo estavam os sacerdotes. Que ministravam, que faziam os sacrifícios. E, lá no átrio, havia acesso para todo o mundo, inclusive para os gentios. Comparando com a nossa constituição, somos, essencialmente, um espírito, possuímos uma alma e habitamos num corpo. O nosso espírito é recriado pelo Espírito Santo. Então, o meu espírito torna-se santuário de Deus, o meu espírito se torna o lugar onde a arca de Deus é estabelecida, onde a glória de Deus é estabelecida, onde Deus fala, onde a shekinah de Deus é estabelecida, meu espírito recriado e habitado pelo Espírito Santo. Minha alma, cuja sede é minha mente, composta pelas minhas emoções e a minha vontade, é o lugar onde eu sacrifico, onde eu penso, onde eu sinto, onde eu decido. O meu corpo, é aquele que transporta o meu espírito. É no meu corpo onde residem os apetites da carne. O meu corpo residem impulsos, a minha carne não tem provisão de Deus para minha redenção. Só há provisão de Deus para o meu espírito. A minha alma está atrelada ao meu espírito, é o meu espírito que permite a expressão da minha alma, da minha personalidade, mas o meu corpo é apenas a casa física, onde eu habito. E como a minha carne foi o veículo para a queda, Deus não proveu redenção para a carne. Ela voltará ao pó, como do pó veio. Mas existe uma provisão de disciplinar esta carne, de sujeitar esta carne, de conservá-la na cruz para que seus apetites não me levem a pecar contra Deus e a poluir a minha alma e a contaminar o meu espírito. Onde os demônios se instalam? Eles vêm por causa dos pecados da carne. Quais os pecados da carne? Vamos abrir em Gálatas 5. Paulo vai fazer um contraste entre o que o Espírito produz em nossa vida, e o que a carne produz. Capítulo 5:16: “Digo porém, andai em Espírito e não haveis de cumprir o desejo da carne. 3
  4. 4. Porque a carne (desejo) luta contra o Espírito, e o Espírito luta contra a carne (desejo) e estes se opõem um ao outro para que não façais o que quereis”. Quem já descobriu que o seu espírito deseja alguma coisa, e os desejos da sua carne, outra? Há uma luta. Por isso, queridos, precisamos aprender a Ter domínio sobre a carne. Porque, já dissemos que a única coisa que impede as bênçãos de Deus na nossa vida é o pecado. O nosso único problema é o pecado. A única coisa que dá direito a Satanás, de entrar na nossa vida com maldição é pecado. E o pecado está instalado na carne. Nos desejos. Estou falando de um crente que nasceu de novo, é claro. Porque aquele que não nasceu de novo, o seu espírito está morto. Então a nossa pregação será bem diferente. Não vou ministrar libertação ao perdido. Vou ministrar a salvação primeiro. Arrependimento para que se converta a Jesus Cristo primeiro. Depois faz a limpeza. É como se fosse uma propriedade. Você tem uma propriedade infestada de feras, de cobras, de serpente, de todo entulho. Aí compra a propriedade. A propriedade se torna sua. Mas, depois da propriedade se tornar sua, é preciso se fazer uma limpeza. E, depois de fazer uma limpeza, é preciso fazer o que? Embelezar a propriedade. Porque, depois de fazer a limpeza, quanto buraco fica, quanta feiúra fica depois de uma libertação. Por isso, tem muita pessoa que não se conserta. Porque, passa por uma libertação, mas não cuidou do terreno, para substituir, para renovar, para por outras coisas, para embelezar. Veio a uma sessão de libertação e diz: “Ah! Eu fiz libertação!”, e continua tão troncho quanto antes, porque não substituiu o terreno. Não colocou as coisas no lugar. Continua com os buracos esburacados. E aí, quando Jesus diz que sai um demônio, vai embora para lugares ermos, e depois de passado algum tempo diz: “deixe-me ver como é que está lá a casa”. Se estiver desocupada, nem vem sozinho, vem com mais sete. Por isso, se nós não ministrarmos libertação como convém, faremos mais mal do que bem. Por isso é que o pessoal que não veio aqui ontem, eu disse: “Não pode vir aqui. Vai primeiro participar de arrependimento, antes de participar de libertação”. Correto? Limpeza! Há uma luta. Prossegue no v. 18: “Mas, se sois guiados pelo Espírito de Deus, não estais debaixo da lei: Ora, as obras da carne...”. O que a carne produz? “...são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia”. Juntando isso tudo, numa expressão, pecados da área do sexo. Tudo o que você puder imaginar, fora do padrão, em termos de sexo, vem através de que? Do desejo. A carne. Mas, você poderá dizer: “o que é que eu vou fazer? Não fui eu que criei o impulso sexual em mim. Não foi Deus? Como é que eu vou governar a minha sexualidade. Não foi eu quem colocou no meu corpo fome. Como é que eu vou governar o meu apetite. Eu não criei a sede. Como eu vou controlar minha sede. São desejos colocados na área do corpo. E onde existe o desejo, existe um meio de satisfação deste desejo? Cada desejo foi colocado com um propósito. O nosso corpo é constituído por água em grande parte. Vem então a sede que nos leva que nos leva a trazer o alimento para a vida do nosso corpo, a água indispensável para que ele funcione bem. Os nutrientes do nosso corpo estão na terra. Por isso existe uma fome que nos leva a tomar estes nutrientes que vêm da terra em forma de vegetais, de frutos, de semente, para que? Suprir estas necessidades do corpo para que ele se mantenha vivo. Deus ordenou que se reproduzisse. Ele criou um casal para, a partir dele, encher a terra de outros homens. Assim como Deus criou animais, criou plantas, e estabeleceu o princípio da reprodução. Em relação ao homem, Deus fê-lo com habilidade de reprodução, segundo a sua espécie. Como o homem é semelhança de Deus, é uma personalidade: espírito, alma e corpo, Deus então, dá ao homem a capacidade de reprodução: espírito, alma e corpo. Agora, como vamos controlar...? Aqui está porque Deus colocou a sexualidade. Qual o propósito? Para a propagação da raça. Mas queridos, todos os apetites do corpo são domados, disciplinados e controlados, ou podem ser desenfreados e desenvolvidos de acordo com o uso que fazemos dele. Vamos pensar na sede. Se você desenvolve o seu paladar para tomar água, você toma água com gosto. Se você desenvolve o seu paladar para tomar coca-cola, ou qualquer outro refrigerante, ele desenvolve o gosto. Alguém desenvolve o seu paladar para tomar chimarrão, outro para tomar café, outro para tomar chá, outro para tomar cerveja, outro para tomar uísque. Seja o que for. O problema não 4
  5. 5. está na sede, o problema está no modo como eu uso este desejo, e o disciplino, e o canalizo para o bem ou para o mal. Mas Deus nos deu a capacidade de usar este desejo apenas para o bem. Por exemplo. Se eu tenho bom senso, e exerço domínio sobre a minha sede, eu só beberei o que faz bem ao meu corpo para que ele seja saudável. Eu vou beber apenas água e sucos naturais, porque são a única bebida que podem me fazer bem. Chás naturais, coisas dessa natureza, vou escolher o que beber. Por onde entra o pecado? Pelo desejo de beber. Veio o desejo, e a pessoa vai dando lugar. A primeira vez que a pessoa toma um copo de cerveja, será que gosta? Não. Que já fumou o fuma. A primeira vez que fumou um cigarro, gostou? Não. Então, você verifica logo, se você analisar o seu próprio corpo, sabe o que é bom. Mas você, por causa de uma influência maligna, lança mão de um desejo lícito, e o perverte para que ele comece a se satisfazer com coisas que vem destruir a sua vida. Aí você sai do limite. Deus colocou a sede para você beber. Beber o que? Água. Porque, é de água que o seu corpo precisa. É de líquido que o seu corpo precisa. Aí o homem introduz no líquido outras substâncias que vêm para destruição deste santuário. Esta é apenas uma ilustração para se chegar ao sexo. A comida. Temos o desejo de comer. E há o que comer, mas você desenvolve o seu paladar para o que você quiser. Não é verdade? Uns começam a desenvolver bastante o apetite para comer muito, descontroladamente. Então o problema não está no desejo de comer. Está no uso deste desejo. O sexo. Deus colocou no corpo humano glândulas sexuais com um propósito: reprodução. Reprodução, mas Deus também colocou dentro do coração do homem e da mulher uma inclinação. Como Deus fez um único homem para uma única mulher. Um homem saudável e uma mulher saudável só vai se apaixonar por uma pessoa. O que vem a mais é por causa do instinto desenfreado de uma sociedade que explora o impulso sexual para a perversão. É resultado do pecado. Então, a carne, por causa do pecado, começa a querer ser gratificada na comida, na bebida, no sexo, busca o prazer fora dos limites de Deus. Este descontrole sexual, de que as pessoas acham que não podem viver sem expressão, é fruto da carne, porque começam, desde cedo, a serem estimulados através de imagens, despertando a sensualidade através de masturbação, portanto, entrando numa atividade sexual. Muitos pensam que a atividade sexual é apenas cometer adultério físico, homossexualismo físico. A própria masturbação é uma prática sexual. É dar vazão à sua sexualidade de forma errada. Portanto, a pessoa é iniciada numa atividade sexual, e por causa do hábito, ela vai buscando prazer, prazer e prazer. O que ela fez? A mesma coisa, ela desenvolveu o apetite. Desenvolveu uma dependência. Então, as primeiras obras da carne estão no sexo em todas as suas variantes. Qual o limite do sexo? Casamento. Ponto final. Sexo foi feito com o objetivo de reprodução da raça. Por isso, os jovens que não querem Ter filhos, também não devem querer casar-se, pois seria uma relação egoísta. O sexo existe para a propagação da raça. Se não fosse para a propagação da raça, Deus teria criado uma série de homens e mulheres semelhante a anjos, que não se reproduzem. A grande atração que existe de você se apaixonar por uma pessoa. Você pode olhar para mil homens. Um milhão de homens. Porém, em um milhão, só existe um homem para você. Ou você pode olhar para um bilhão de mulheres, mas, no meio de um bilhão, só existe uma mulher para você. Quem fez isso? Deus! Se existe coisa diferente disso, já sabe o que está aí no meio. Está o pecado. O que existe é distorção. Porque? Porque não há controle do desejo. Há exposição do desejo de modo errado. Então, obras da carne. Pecados na área do sexo. Mais... “Idolatria, feitiçaria”. Porque idolatria e feitiçaria são obras da carne? Porque você está procurando adorar a um deus que se toca, que se vê, que se cheira, que se apalpa. Mais uma vez, algo tangível, algo no nível do corpo, algo no nível do visível, algo no nível da carne. “Inimizades, contendas, ciúmes, iras, facções, divisões, partidos, invejas...” tudo isso. Isso não é área de sentimentos. Paulo diz que é carne. Porque? É o desejo que se instala aí, desejo de ser tocado de ser amado, de ser apreciado, e que termina enchendo todo o nosso ser. É verdade que nós dividimos o homem espiritual no corpo para estudá-lo, mas eles estão interligados, e o homem é uma só pessoa. 5
  6. 6. “bebedices, orgias, e coisas semelhantes, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam, não herdarão o reino de Deus”. Portanto, queridos, é nesta área da carne que os demônios se instalam, pelos pecados do sexo, pelas feitiçarias, pela idolatria, tudo quanto é ocultismo, por estes sentimentos de ira, de inveja, de orgulho, de amargura, pelo alimento destas coisas. Portanto, podemos ver que os pecados da carne são a porta pela qual demônios de instalam. Atrás de cada um destes pecados da carne, existe um demônio. Não quer dizer que tudo é demônio. Mas, se você submete um desejo à tentação, e você começa a ceder à esta tentação e dar lugar a este pecado, um demônio daquela categoria se instala. Somos tentados. Porém, temos todas as possibilidades de dizer “não” à tentação. Agora, se você jejua, ora confessa, expõe-se à Palavra, e ainda assim não consegue vencer aquela tentação, nós já pudemos saber que você não está enfrentando uma mera tentação. Existe algum demônio que se instalou naquela área. Por que? Porque foi dado um direito legal. Você permitiu que aquele espírito se instalasse ali. E, agora, em vez de você estar lidando com uma tentação, você está lidando com uma prisão. Em vez de você estar precisando crucificar a carne, você está precisando de libertação. Vamos pensar na área do sexo. Satanás jamais toca em sua vida se não tiver licença. Coloque isto em seu coração. Satanás só entra pela porta que você abre. Você é propriedade de Deus. Satanás não tem direito de chegar aí sem licença. E a licença é dada pelo pecado. Pecado fala de um caráter corrompido. Pecado fala de não atingir o alvo. Pecado fala da transgressão de uma lei estabelecida. Por exemplo, a Bíblia diz “fugi das paixões da mocidade”. Porque você não deve sair sozinho com o namorado. Não esteja sozinho num carro com o namorado. Não fique sozinho em uma casa com um namorado. Por que? A Bíblia manda fugir das paixões da mocidade. Você não foge. Tem todo o ambiente propício, para ir, lentamente dando lugar à carne. Começa se alisar. Começa a despertar-se a excitar-se sexualmente, e vai buscando de prazer em prazer. O que você está fazendo? Cedendo a uma tentação, dando lugar ao diabo. E, depois pode muito bem dizer: “Não, não aconteceu”. Não aconteceu na sua cabeça. A tática de Satanás para iludi- lo, e você está convivendo com o pecado, sem que a sua consciência o acuse, porque, se você prestar a atenção, lá dentro, a primeira vez, algo estremeceu dentro de você, mas, depois, você foi domesticando a sua consciência para que ela não o acusasse mais. E aí que você corre o perigo. Deu licença, e um demônio de lascívia, um demônio de adultério entra, e você se torna prisioneiro. Por que tantos demônios são transmitidos na área do sexo? É tanta perversão. Tanta desgraça por causa do sexo. Que que é isso? Tanta nojeira. Não se entende porque tanta gente se entrega à pornografia, que se deleita com cenas pornográficas. Só pode estar com o coração altamente contaminado e sujo. E você querer forçar o Espírito Santo a viver nesse santuário? Pega a Bíblia e analisa de capa a capa, e veja como Deus se levanta contra o adultério. Como Deus se levanta, se ira, pois o pecado atraí a ira de Deus. O que vem a nossa mente é exatamente isso: o sexo foi formado para a propagação da raça. Mas, que raça? Homens e mulheres semelhantes a Deus. A semente de seres semelhantes a Deus. Satanás odiou isso. E quis tomar para si esta habilidade de reprodução para que o homem não viesse a reproduzir numa raça com as marcas de Deus, mas uma raça com as suas marcas de perversão. É por isso que o sexo entra nos rituais satânicos. É por isso a prostituição cultual. Culto pagão. As prostitutas do templo. A prostituição fazendo parte da adoração aos demônios. Para que? Para corromper a semente do homem, e a marca desta degeneração passasse para os seus filhos. É por isso que, quando alguém se converte, que vem de um passado de envolvimento nesta área, quando se vai ministrar libertação, lá vem os demônios. Por que? Instalaram-se ali. Agasalharam-se ali, para dar expressão à sua maldade, á sua perversidade. O adultério está nos dez mandamentos: “Não adulterarás”. Que é adultério? Nós temos que olhar para Jesus. O que é que Jesus chama de adultério? Ele diz: “se um homem olhar para uma mulher com coração impuro”, que quer dizer isso? É: Se um homem olhar para uma mulher, com o desejo de posse sexual, já adulterou. Adultério dos olhos. Adultério da 6
  7. 7. mente. Isso também aplica-se ã mulher: “se a mulher olhar para um homem, com um coração impuro...”. Por que? Primeiro, se você, homem, olha para uma mulher e deseja possuí-la sexualmente, na sua mente, mesmo que você nunca tenha coragem de falar, você está fazendo o que? Aquela mulher não é sua. Ela é de outro. Aquele homem não é seu marido. É de outra. Quando os jovens estão namorando. Sabe que aquele namorado não é seu, e que aquela namorada não é sua. Não é a sua esposa. Não é o seu esposo. O noivado pode se romper na porta da igreja. Quem lhe garante que aquele será seu marido, que aquela vai ser a sua mulher? Quem? Já adulterou. Lá na lei há uma norma. Em Jesus há outra norma. Jesus lida com a origem, com o desejo. Portanto, quando nós não prestamos atenção às palavras de Jesus e começamos a desobedecer, estamos em maus lençóis. Porque nós preparamos um ambiente no qual Satanás vai entrar, com certeza. Se fica em frente a uma televisão, vendo cenas sensuais, o que que você quer? Você acha que é de pau, que é de pedra? Que você pode você pode estar contemplando e enchendo os seus olhos e suas mentes de imagens sensuais e vai ficar imune? Que você não será despertado? Você está brincando com fogo. Não há libertação sem arrependimento e sem repúdio ao pecado. Não há libertação permanente se não houver mudança radical de atitude. Você se conhece? Como você é tão ingênuo? Fuja. Fuja das paixões da mocidade. Você mora sozinho. Aí, vai coloca lá aquelas músicas românticas, nostálgicas. O que você está querendo? Prato cheio para o espírito de lascívia entrar em você. Ainda ontem eu ouvi uma história. Alguém que vai à casa de um ex-namorado levar alguma coisa, e o ex-namorado morando sozinho. No passado já viviam com esse namoro errado, com relacionamento sexual. Agora, o que que quer uma crente indo a uma casa onde está um homem sozinho? Ah! Ninguém me toca! E não sabe que aquilo ali pode estar com um demônio de sedução. Bastou cruzar um olhar mal cruzado, e você já está debaixo de um imã maldito. E, infelizmente, o desejo da carne é mais forte do que o Espírito, e você se esquece de que é crente. Quando vai descobrir, depois de passado o prazer, é a dor amarga do pecado. E, o pior, é que, às vezes, nem é a dor amarga, você está enfeitiçado, e quer se arrepender, e não consegue. Aí vem a história daquela pessoa: “quero me arrepender, mas não consigo”. Por que não consegue? Com tanta luz. Tem tanta luz e cai no pecado. É como Esaú. Com lágrimas, busca o arrependimento, e já não conseguiu porque feriu o Espírito da Graça. Tristeza. Estou falando do nosso arraial. Pecado. Não brinque com a carne. É nela que os demônios se instalam. O arrependimento é dom de Deus. Você pode pedir: “Senhor, quebra-me! Quebra-me! Quebra-me!”. Mas, uma consciência ferida termina não acusando mais. Ai de nós quando a nossa consciência não nos acusa. Você já sentiu dor no seu corpo? Por exemplo. A pessoa que tem febre. A febre não é o problema. Ela e a reação do organismo por causa de uma agressão. É sinal que o seu organismo está vivo. A dor de cabeça é um sinal de que o seu organismo está vivo. Está reagindo ao alto grau de toxicidade no seu organismo. Quanto mais puro o seu organismo, mais reage. A dor de cabeça é um sinal de que o organismo está ótimo. Está reagindo. Se você está bem espiritualmente, qualquer pecado, dá uma dor na consciência. Se você pode pecar, e a consciência já não dói, você está muito mal. Porque, o elemento de defesa dentro de você foi destruído. A consciência. Tanta vez tão cauterizada que já não reage. A nossa oração é de que Deus sare hoje as nossas consciências. A nossa consciência é um guia seguro? Se você nasceu de novo, e é cheio do Espírito Santo, a sua consciência é um guia seguro. Se você nasceu de novo, está cheio do Espírito Santo, está vivendo em obediência, consulte a consciência. Mas, o que é que nós fazemos às vezes quando a consciência nos acusa? Usamos a nossa mente para dar uma desculpazinha e acomodar a consciência. E, se nós repetimos isso com frequência, é aí que um demônio na área daquele pecado se instala. Agora, como e quando os demônios entram. Primeiro, no ventre, antes do nascimento. Há demônios que entram antes da pessoa nascer. E o que leva os demônios a entrar? Pecado. O feto é sensível a tudo o que acontece por fora. Muito sensível. Você lembra da história de quando Maria vai visitar a 7
  8. 8. Isabel? João Batista salta no ventre materno ao entrar em contato com Jesus que também estava em outro ventre. João era cheio do Espírito ainda no ventre materno. Saiu, há não muito tempo atrás na Super Interessante, um artigo mostrando as descobertas e os testes de como o feto é afetado pelo ambiente, pela postura do pai e da mão, como ouve vozes, como reage, responde ao medo, responde à rejeição. Está aí a ciência, com as suas pesquisas hoje para revelar que, verdadeiramente, a concepção, o modo como foi concebido, o espírito com que foi concebido, o ambiente psicológico, o ambiente emocional, o ambiente espiritual que cercou a gravidez, está afetando o tipo de relacionamento entre o marido e a mulher, e aí vem inclusive as recomendações para o pai falar com o filho ainda no ventre materno. Nós que trabalhamos com libertação e cura interior, já sabemos, por revelação do Espírito, pelo auxílio do Espírito, pelo discernimento, pelas experiências, que as coisas são assim. Muitas vezes está lá no ato da concepção. Por isso Deus nos leva à raiz do problema. Por isso, nunca diga, queridos: Eu nunca posso mudar. Eu nasci assim. Porque, o poder da cruz vai lá no ato da sua concepção, na raiz. Lá durante a gravidez, durante o nascimento, para realizar uma obra profunda. Porque você já existia. No ato da concepção, você já passou a existir. Você não passou a existir quando nasceu... Nove meses de idade, quando passou para o lado de fora, já era um ser, com espírito, com alma, com corpo, com emoções, com percepção. Não estavam desenvolvidos, mas você reage a tudo quanto acontece. Como? Através da rejeição paterna e materna, a mãe que não deseja a gravidez, porque é fruto de fornicação. Cometeu adultério. Saiu da linha. O estupro. Todo ser da mãe rejeita a criança. E, a criança lá dentro é rejeitada, e essa rejeição abre porta para o demônio se instalar ali. O pecado é outra grande porta. Cada vez que nós pecamos, nós corremos perigo. Como eu disse. Há um demônio em conexão com toda a classe de pecado voluntário. Temos um mandamento. Vamos pensar o que é desobedecer voluntariamente. Em Efésios 4:26-27: “Irai-vos e não pequeis. Não se ponha o sol sobre a vossa ira. Nem deis lugar ao diabo”. A Bíblia diz: “Irai-vos, mas não pequeis”. Isso é ordem. Um mandamento. “Não se ponha o sol sobre a vossa ira”. O que que a Bíblia quer dizer? Não durma zangado. Cuidado! Não adormeça com raiva. Não adormeça irado. Por que? O que diz o resto do texto? “Não deis lugar ao diabo”. Significa o que? Se eu não obedeço este mandamento e vou dormir zangado, e vou dormir irado, o que vai acontecer enquanto eu estou dormindo? O diabo vai entrar. Os demônios não dormem. Por isso, ao dormir, devemos dormir em obediência. Porque, quando estamos dormindo, não estamos usando a nossa vontade. Enquanto você está acordado, você é senhor da situação. Mas, quando você está dormindo, você já não é senhor da situação. Quando se entregam à lascívia, e vão dormir, o espírito lascivo continua visitando e se instala. Por palavras da nossa boca. E, por falar em palavras, queremos falar sobre alguns vícios de linguagem que parecem tão inocentes, mas não são. Nós temos lutado contra a “rainha dos céus”. Mas, quantos invocam a “rainha dos céus” na sua linguagem comum, como “nossa”, “viche”, “iche”. Quantos vão para certos grupos de ioga, caratê, e aprendem certas expressões que nem sabem o que significa e começam a proferir. Invocação. Invocação. Invocação de demônios. Palavras da nossa boca podem abrir perfeitamente caminho para demônios entrar. Às vezes uma moça diz: “Eu quero aquele homem, de qualquer jeito”. Pode saber que, com esta palavra, Satanás vai abrir uma porta. “Eu quero um filho de qualquer jeito. Eu quero me casar de qualquer jeito. Eu quero aquela mulher de qualquer jeito”. Satanás ouve aquela palavra e vai preparar um prato para derrubá-lo. “Eu quero aquele emprego de qualquer jeito. Eu quero aquela posição de qualquer jeito. Eu quero isso, de qualquer jeito”. E abrimos a porta com as palavras da nossa boca. Em Provérbios 6:2, diz: “Estás enredado com o que dizem os teus lábios, estás preso com as palavras da tua boca”. Quanta palavra maldita tem saído por aí e que precisa ser revogada, e temos que nos arrepender delas. Quantas palavras que proferimos e que estão soltas nos céus. As palavras não morrem. Porque que eu posso falar aqui e a minha palavra pode ser captada por uma onda de rádio por um aparelho de televisão? Porque eu falo aqui, do 8
  9. 9. outro lado do mundo se capta a minha voz em um aparelho telefônico? Já pensaram nisso? As palavras são vivas. Quantas vezes, o seu problema hoje está relacionado a palavras que você já proferiu há muitos anos atrás, mas que abriu a porta para Satanás? Alguém diz assim: “Ah! Eu sou filho de pobre e vou morrer pobre”. E não sabe porque nada prospera na sua vida. Você abriu caminho para o demônio da miséria. Você diz assim: “Ah! Este é o meu temperamento! Meu pai nasceu assim, eu sou assim”, e você abre uma porta para que aquele demônio que opera naquela área permaneça dentro de você. Palavras que atraem maldição sobre si mesmo. Palavras que o amarram, que o prendem: “Eu sou um burro! Eu nunca vou dar nada na vida. Pra mim não tem jeito”. Satanás não entra, se eu não der licença! Portanto, hoje temos que olhar para todas as prisões da nossa vida e ir cavar na presença do Espírito onde a porta foi aberta. Nenhum problema que você marcou aqui (mapeamento espiritual) será resolvido se você não for à primeira vez que aconteceu. Se você não voltar no passado ao lugar em onde abriu a porta, para se arrepender, ali aonde aquilo aconteceu. O que me levou aquilo? Vamos hoje pedir ao Espírito Santo que lance luz à nossa memória, que desperte a nossa memória. Porque, se houve um branco em sua memória, também esta é uma obra maligna para que você não vá ao fundo do pecado, porque no reino do espírito não há passado. No reino do espírito só existe um eterno presente. Não há tempo no reino do espírito. Não há passado no reino do espírito. Não há distância no reino do espírito. O pecado do meu avô, do meu bisavô é tão vivo hoje como no momento em que ele foi praticado. Outra coisa. No reino do espírito não há morte. Meu avô não morreu. Meu bisavô não morreu. Morreu para mim que vivo na terra. Por isso, vamos entrar também nas maldições hereditárias. Porque o pecado do meu pai me atinge. O pecado do meu avô me atinge. Porque, no reino do espírito, eu sou a sua extensão. Sou parte dele. E, é por isso que o pecado de Adão me atinge. Não importa se Adão está atrás de mim seis mil anos. Eu sou a extensão de Adão, até que eu traga a cruz no meu nascimento. Até que eu venha à cruz para morreu em Adão e nascer em Jesus. Eu vou morrer em Adão ou vou morrer em Jesus. O Cristo que estava na cruz, tornou-se o que eu era. Se tornou Adão. Tornou-se pecado. Então, eu morro em Adão para nasceu em Cristo, na sua ressurreição. Para cancelar a extensão do pecado de Adão sobre a minha vida. A mesma coisa em relação ao passado. Mas, agora, vamos tratar do nosso. “Deus, desperta a minha memória, e revela o dia, a hora e o lugar onde a porta foi aberta”. Na Suíça, tivemos uma experiência para ilustrar isso. Depois da ministração de cura interior, a pastora Raquel chegou para falar de uma moça ou senhora, que de repente estava toda dura, paralisada. O braço todo como se fosse um ataque cardíaco. Todo o lado esquerdo paralisou. Totalmente a mão dura. E, a pastora Raquel chegou pra mim e falou. E, no momento em que eu caminhava da frente para o lugar em que ela estava, o Espírito me trouxe algo: “leve-a a identificar o momento em que esta reação ocorreu”. Na hora da cura interior. Eu cheguei e lhe disse: “Que horas aconteceu isso?”. “quando a pastora estava orando pelas pessoas que tinham quarenta anos”. Eu disse: “não. Quero saber o que estava na sua mente nesta hora. Que lembrança estava aí? Ela disse: “Quando eu tinha seis anos, o caixão da minha avó, avó morta. Minha mãe chorando. E, eu disse: ‘se fosse minha mãe, eu queria morrer no lugar dela”. Ela começou a se ver no caixão. Ela era atacada antes. Ela queria ser liberta, mas não sabia o porquê daquele problema. No entanto, neste momento, eu disse: “pronto, onde este espírito de enfermidade e de morte entrou? Ali, aos seis anos, em frente àquele caixão”. Portanto. Não adianta você estar lidando com esse problema aqui. Você tem que descer à porta de entrada. Levei-a então à confissão: “Eu cancelo, em nome de Jesus, a palavra que eu disse e o sentimento. A minha avó cumpriu o número dos seus dias, eu não cumpri. Eu quero viver. Eu vou viver. Eu vou cumprir o número dos meus dias. Eu me arrependo do que falei e revogo o que eu disse na minha ignorância, em nome de Jesus. Toda a maldição está na cruz, eu rejeito”. Passou a paralisia. Uma vez chegou uma senhora: “pastora, o meu marido não me tolera”. Eu disse: “tem amante?”. “Não”. “Tem certeza?” . “Tenho. Sai de casa vai pro trabalho. 9
  10. 10. Vem pra casa. Estamos separados. Dormimos na mesma cama, mas ele se enrola todo e não deixa eu nem tocar nele. Não fala comigo”. Eu disse: “Qual a sua atitude?”. “Ah! Eu fico insistindo. Eu ponho a mesa. Faço tudo”. Eu estava muito cansada. Tinha encerrado uma noite de campanha, e o meu corpo só pedia cama. Ela vinha de uma outra cidade. Mas, ela foi pedir a uma ex-professora minha, dentro do meu seminário, para trazê-la. Eu ouvi a história, e comecei a fazer perguntas: “Volte atrás, tente lembrar quando o seu marido começou a mudar”. Aí ela foi voltado. De repente, ela conseguiu localizar uma época em que ela estava buscando muito. Queria Ter uma experiência sobrenatural com Deus. Olhe o perigo! Queria Ter uma experiência espetacular. Você fica insistindo: “Eu quero Ter uma visão. Eu quero Ter uma visão. Eu quero uma coisa fora do comum”. Aí, ela disse que um dia teve essa experiência. Mas, ela estava me contando como uma maravilha. Ela disse que teve uma experiência maravilhosa. Ela ouviu um vento: “uuuuuuuuuu” pela janela do quarto dela, aí viu um vulto branco, todo envolvido, assim branco. E ela disse: “É o Espírito Santo”. Aí, ela abriu os braços, toda feliz da vida: “entre Espírito Santo”. Quando ela contou aquela história, aqui no meu espírito, “hum! Não me cheira”. Aí eu disse: “tudo bem. Quer dizer que foi a partir daí?”. “Foi, pastora. Eu acabei de Ter uma experiência sobrenatural, e o diabo, retalhando, fez isso com o meu marido”. Eu disse: “E se eu lhe disse que o que entrou ali foi um demônio?”. Quando eu disse isso, os olhos dela se arregalaram: “pastora, o meu marido se enrola no lençol do jeito que aquele ser estava enrolado”. Parecendo uma múmia. E ali, mesmo cansada, fiz assim: “diga, voltado lá ao ponto, espírito maligno que entraste por aquela janela, naquele dia, assim, assim. Eu te desmascaro agora. Eu cancelo o convite que te fiz. Eu te rejeito, eu nome de Jesus. Eu te identifico, demônio maligno. Saí do meu lar agora, em nome de Jesus”. Muito bem! Eu disse: volte para casa, e vai fazer o que eu lhe digo: não aborreça o seu marido. Não fique como uma goteira lá no ouvido dele: você não me ama, você não me dá atenção! Deixe o seu marido nas mãos de Deus. Não faça nada”. Fui embora. Mas tarde eu passei em Salvador, e alguém me disse: “pastora, lembra-se daquela senhora...”. “Claro que eu me lembro”. “O marido está uma bênção”. Onde estava o problema? Numa palavra louca. Sem discernimento. Não adiantava eu aconselhar. Não adiantava eu entrar em guerra espiritual. Ela tinha que ir ao ponto onde abriu a brecha para se arrepender e revogar. É por isso que temos que sondar o coração diante de Deus para ver onde está o meu pecado. “Onde eu caí, Senhor?”. Às vezes, o nosso pecado nada tem a ver com aquilo. Tem a ver com outra porta aberta lá no outro lugar. Quem sabe você entrou num ambiente onde o espírito de lascívia está dominando. Num restaurante, por exemplo. Chega num restaurante, com aquela música toda. E, de repente, um demônio de lascívia o acompanha. Aí, você está numa outra circunstância, e aquele demônio de lascívia que o acompanhou, vai influenciá-lo ali. Vai exercer a sua atuação maligna ali, e você cai. Então você tem que pedir ao Espírito Santo: “onde, como é que eu caí”. A raiz não está aqui. A raiz está naquele dia no restaurante. E você vai Ter que voltar ali, e se arrepender ali, e expulsar ali, e rejeitar ali. Você precisa aprender, porque tem que passar por libertação e entender o que está acontecendo... Não sabe o que é fornicação e nem lascívia. Tudo aquilo que é sexo pervertido, é porta aberta para Satanás. Outra porta: Falta de perdão e ressentimento. Onde não há perdão, onde há ressentimento, a porta está aberta para demônios. Deus está sempre no controle, mas ele permite que sejamos atormentados quando nós guardamos mágoas. Somos atormentados. Você já perceber que quando você está magoado com alguém você está atormentado? Os sentimentos vão sendo açoitados, violentados. Você se sente mal. Se sente triste, aborrecido, nervoso, impaciente. Você explode com quem está perto de você, que não tem nada a ver. Mas, a sua situação interior está em desalinho, e depois aquela pequena mágoa vai se degenerando em mágoa, em ódio, em vingança, e um abismo vai chamando outro abismo. Aquela tristeza. E aí, quando os atormentadores entram. Porque, o que é que Jesus diz em Mateus 18:34: “Indignando-se o seu senhor, o entregou aos verdugos até que lhe pagasse toda a dívida”. Ou, quando você não perdoa direito. “perdôo, mas não esqueço”. Isso não existe. Quando eu não perdôo, eu digo: “Jesus, eu sou melhor do que 10
  11. 11. tu. Tu perdoaste os que te crucificaram, mas eu sou melhor do que tu e nunca perdoarei”. Quantas vezes nós abrimos a nossa própria boca para ser amarrados, dizendo assim: “Eu não posso perdoar isso. Eu nunca vou perdoar”. Ou você diz isso para você mesmo: “Nunca vou me perdoar”. Queridos, a mágoa e o ressentimento não é só dos outros não. Mágoa contra Deus. Ressentimento contra Deus. Mágoa contra nós mesmos. Ressentimento contra nós mesmos. Há pessoas que não gostam de si, e ainda dizem: “odeio-me”. Temos que ir atrás e dizer: “Senhor, mostra-me onde eu comecei a me odiar. Senhor, mostra-me onde eu comecei a rejeitar-me”. Porque, foi aí que Satanás entrou. Mas, ainda, os pecados de nossos antepassados. Êxodo 20:5: “Não as adorarás, nem lhes darás culto, porque eu sou o Senhor teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais dos filhos até a terceira e Quarta geração daqueles que me aborrecem”. É a herança passando. Até os médicos entendem destas heranças, quando você vai ao médico, e ele pergunta: “alguém, na sua família tem este tipo de doença?”. Então você nasceu propenso. Quando alguém se compromete com ocultismo, toda a forma de idolatria, qualquer forma de idolatria. Qualquer envolvimento, seja de que área, seja de que nível, seja uma leitura de mãos, a um lançar de cartas, até ser mãe de santo, ou pai de santo, não importa que nível. Assistir a uma sessão espírita, expor-se à sua literatura, carregar os seus amuletos, fazer os sacrifícios, receber passes, ler os horóscopos, ser guiado por esses horóscopos. Tudo isso é envolvimento com o oculto e tudo isso abre as portas para os demônios virem, e se instalarem, e oprimirem, pelo que precisamos nos arrepender para que possa haver uma libertação profunda. Amuletos, falsas curas. Quantos carregam umas figuinhas, até mesmo fitinhas do Bonfim. Veja o que a Bíblia diz em Deuteronômio 7:24: “Entregar-te-á também nas mãos dos seus reis para que apague o nome deles de debaixo do céu. Nenhum homem poderá resistir-te até que os destruas. As imagens de escultura dos seus deuses queimarás, a prata e o ouro que estão sobre eles, não os cobiçarás, nem os tomarás para ti para que não te enlaces neles, porque são uma abominação ao Senhor teu Deus. Não meterás, pois, coisa abominável em tua casa, para que não sejas amaldiçoado semelhante a ela. De todo a detestarás. De todo a abominarás. Pois é amaldiçoado”. Você vai Ter que vasculhar o corpo. Você vai Ter que vasculhar sua casa. O que na sua casa foi consagrado? O que na sua casa é um símbolo? O Senhor está dizendo que a algo amaldiçoado, que não meta em sua casa, porque você está trazendo maldição para dentro da sua casa. O Senhor está dizendo que você não deve pensar no ouro, na prata: “ah! Eu vou vender!”. Como é que você vai vender uma maldição? “Ah! Eu pego o ouro e vou derreter para fazer um anel”. O Senhor diz: “fora com tudo”. Cada um, hoje, vai examinar que brinco você tem aí, que anel você tem ai, que pendente você tem aí. Você vai olhar até para as suas camisetas, o que é que está escrito aí, que símbolo está aí? Às vezes vamos ministrar libertação a uma pessoa, demônio não quer sair, aí a gente olha assim, e vai começando a tirar os símbolos, porque, enquanto não tira, não sai. Uma vez, fomos ministrar a alguém, e nada, e quando abre a blusa, por baixo da blusa, tinha outra blusa com um capeta. A pessoa tinha até coisas enxertadas de pactos. Aí vem o demônio. Discos, livros. “Ah! Custou tanto!”. Mas, você continua com aquilo ali. Der Prince conta como, certa vez no ministério. Der Principe é um homem de Deus conhecido no mundo todo. Um mestre. Um homem com um ministério de libertação tremendo. Ele, alguma coisa não estava bem. Um dia ele estava na sala, de repente, a sua atenção é levada para aquele tapete persa lindo que ele tem na parede. Mas, quando ele vê bem, lá estava um dragão. Estão aí os símbolos. Muitas vezes são esses amuletos. Estas coisas são a causa. Em sétimo lugar, qualquer envolvimento com o ocultismo. Jogos ocultos, cartas, tarot, leitura de mãos, tábua, deoija, percepção extrasensorial, meditação transcendental, hipnotismo, astrologia, horóscopo, bruxaria, magia, feitiçaria, macumba, umbanda, satanismo, tudo o que você pensar na área, todas as seitas, hare-chrishna, seicho-no-ie, mormonismo, rosa cruz, maçonaria, barnismo (?), litrarismo (?), ciência cristã, todos os clubes, todas as sociedades que não têm como Cristo, a cruz, e o sangue de Cristo como 11
  12. 12. centralidade em suas doutrinas, ainda que usem a Bíblia. Tudo que omite o sangue de Cristo, pode saber que está ligado ao oculto. E a Bíblia diz claramente em Deuteronônio 18:9-10: “Quando entrares na terra em que o Senhor teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará entre ti que faça passar pelo fogo ao seu filho, nem a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos, pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor, e por estas abominações o Senhor teu Deus os lança fora de ti”. Então, qualquer envolvimento com isto, foi prato cheio para Satanás, hoje, estar cobrando as alianças passadas. Nova Era. O que é Nova Era? É o antigo hinduísmo. Simplesmente o antigo hinduísmo no ocidente, trazendo os demônios do oriente para o ocidente. O que o hinduísmo ensina? O que é canalização, a visualização, globalismo, a reencarnação, o evolucionismo, este misticismo do oriente. O que é canalização? É ser possuído por um espírito demoníaco como guia. Chamam guia. Incentivam até as crianças a invocar um guia para ajudar a estudar. Estes guias não são outra coisa senão demônios. A visualização, pegar a mente e começar a conceber coisas que não têm nada a ver com a palavra de Deus, tornando a sua própria mente um deus criador. Globalismo, todos são um. Futurismo, esqueça o passado, o mundo começa para você agora. Reencarnação, que todos conhecem, e o resultado de tudo isso, de todos esses pecados, a Bíblia diz em Apocalipse 22:15: “Fora ficam os cães, os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras, e todo aquele que ama e pratica a mentira”. Pode um cristão estar envolvido com essas coisas? Mas, quantos estiveram envolvidos, mas nunca cancelaram os seus pactos. E, quantos são crentes e ainda estão envolvidos, muitas vezes pela ignorância, pela falta de conhecimento. Fecha os seus olhos e levante as mãos para o Pai e diga: “Deus, dá-me luz, tudo o que estiver oculto, traz à tona, revela-me agora, em que posição me encontro, lança luz do teu Espírito no mais profundo do meu passado, para que tudo aquilo que abriu caminho para Satanás operar, seja revelado, e eu possa me arrepender e possa abandonar. Eu me exponho à unção do teu Espírito, e me disponho a obedecer à tua Palavra!” A esta altura, talvez se levante uma pergunta: “Como eu vou saber se eu estou precisando de libertação? Será que eu preciso?” Quantos dizem: “Eu sei que eu preciso!” Queridos, libertação é um processo. E não pense que porque você passou por libertação uma vez, você não vai precisar passar muitas vezes. Quantas vezes há coisas que vão vindo à tona depois, ou muitas vezes você começou um processo de libertação, mas a libertação não foi total. Porque a obediência não foi total. A construção de novos hábitos não foi total. Aí chega muita gente que diz: “Eu já passei por libertação!” E, porque continua amarrado? Por que não deslancha? Por que as coisas não dão certo? Queridos, cada um de nós tem que parar seriamente em jejum e oração e perguntar, se as coisas não estão como Deus prometeu, tem algo, porque o problema não está com Deus. Não há problema em Deus. Senhor, eu oro, jejuo... tua palavra! E nada, não consigo emprego, não tenho dinheiro, não consigo vencer a tentação, o negócio está amarrado”. Tem que Ter nó. “Ah! Mas eu já fiz quebra de maldição, eu já fiz libertação...” Mas, como você faz quebra de maldição? Confiando no outro, que fez a oração por você. “Ore por mim, e eu vou ser liberto”. Escuta, não é assim não. Há muitos aqui pensando que é a oraçãozinha da pastora que vai libertá- los. Não, não é não. Se você não se arrepender, meu filho, dos seus pecados, se não abandoná-los, não colocar Jesus, se não viver uma vida de oração, disciplina e obediência, eu sinto muito, eu perdi meu tempo, e você o seu. Por que? Por que toda a prisão, repito, só existe porque houve uma brecha dada, e só há um jeito de fechar: arrependendo-se e abandonando e nunca mais abrindo, porque, se abrir de novo, entra de novo. Quando você sabe que entra um ladrão por aquela porta, o que você faz com a porta? Fecha. Mas não vai fechar por cinco anos, porque, daqui a cinco anos, se você abrir, o ladrão vai entrar de novo. Então, não se iluda com uma libertação que você teve, há não seu há quantos anos atrás, e, depois, foi se desviando de Deus, e depois foi se apartando do Senhor, e depois foi pecando com a língua, e depois foi apartando o coração com Deus, porque você continua amarrado. Quer orar, mas não consegue. Desanimado, não tem vontade de orar, 12
  13. 13. não tem vontade de ir à igreja, não tem vontade de ler a Bíblia. Tem prisão aí. Onde ela entrou? “Sonda-me ó Deus, e conhece o meu coração!” Vamos ver algumas coisas que podem indicar que houve um problema: Quem foi concebido numa relação pecaminosa, quem não foi desejado no momento da concepção ou durante a gravidez. Se a gravidez teve complicações; se a sua mãe teve um parto difícil ou demorado; se a sua mãe morreu ao dar à luz; ou, se o pai ou a mãe morreu durante os primeiros anos da sua vida; se a sua mãe esteve muito deprimida durante a gravidez; se você foi colocado em incubadora; se faltou oxigênio no nascimento, ou foi usado algum instrumento cirúrgico especialmente na cabeça; se seus pais se divorciaram antes da sua idade adulta; se você teve uma infância com invalidez ou defeitos; se é órfão ou se foi abandonado pelos pais; se foi tratado cruelmente ou violentado; se tem recordações dolorosas; se deseja nunca Ter nascido; se deseja morrer; se há um histórico de enfermidade na sua linhagem sanguínea; se foi amaldiçoado, ou se tem maldições em sua linhagem; se tem um hábito incontrolado apesar dos esforços de jejum e oração; se tem algum medo persistente e incontrolado, de qualquer tipo; se sofre rejeição; depressão; solidão; desespero; pensamentos de suicídio; se tem um constante desejo de ser abraçado; se não quer que o toquem: os dois opostos; se está obcecado por desejos sexuais; ou se é anormalmente frígido; se não gosta do sexo oposto; se rejeita o seu sexo; se sente culpa ou condenação; se acha difícil perdoar alguém; se tem ressentimento contra Deus; se perdeu alguém próximo, de morte trágica e derrepente; se presenciou algum acidente grave, morte, ou assassinato; se, constantemente você é tímido, e envergonhado, se tem medo dos demônios e do ministério de libertação, se é homossexual, lésbica, bissexual, ou é frequentemente tentado a sê-lo, ou se se envolveu numa relação adúltera, ou alguma classe de perversão sexual; se você ou a família participou alguma vez de adoração satânica, controle da mente, ou práticas ocultistas; se você já esteve em alguma seita religiosa ou religião falsa; se praticou o aborto, ou participou em algum; se assistiu a algum filme que o induziram ao medo, ou á luxúria, ou aos pecados do sexo; se, compulsivamente, os pecados da carne que você detesta, o dominam e não consegue se ver livre deles, como o homossexualismo, o adultério, a mentira, desejo de maldizer a Deus, alcoolismo, droga, cigarro, desejo de destruir a Bíblia, ira, música rock, desejo suicida; se não consegue progredir na vida cristã; se, depois de se converter, os problemas se intensificaram; se, ao ler a Bíblia, você se distrai, ou se é condenado; se sente a presença do mal ao seu redor; se você sente uma força que o controla ou se sente diferente, às vezes, sem explicação, estranho, diferente; se já teve uma experiência de sair do corpo; se tem pesadelos ou sonhos que se tornam realidade, ou seja, sonhos clarividentes; se tem um desejo compulsivo de maldizer a Deus; se tem pensamentos de suicídio, de assassinato, de ira incontrolada, sentimentos de hostilidade, se tem sentimentos profundos de amargura ou ódio por alguma pessoa ou grupo sem razão lógica, por exemplo, dos judeus, ou alguma igreja, de algum líder cristão, você nem sabe porque; se tem desejo compulsivo de destruir outras pessoas, mesmo que tenha que mentir; se você tem uma língua mordaz, uma língua ferina, crítica; se sente culpa, mesmo depois de sinceramente Ter se arrependido e confessado os seus pecados ao Senhor; se alguns desses sintomas aparecem derrepente e passam sem explicação médica: tremor, dores, zumbidos, vertigem, ausência de memória; se, frequentemente, está deprimido. Aqui estão algumas coisas que podem indicar que você está precisando de libertação. Vamos ficar em pé e cantar um cântico de libertação. Em que base seremos libertos. No sangue do Cordeiro. É pelo poder do sangue que nós seremos libertos. Nós vencemos pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho. Mas, há alguns requisitos. O sangue do Cordeiro é a base da nossa vitória e a base da derrota contra Satanás. Mas, queridos, queremos abordar oito requisitos... diga: “Satanás será esmagado, em breve, debaixo dos nossos pés”. Mas, há oito requisitos para libertação: Primeiro, reconheça a Jesus como Senhor e Salvador. Confesse comigo: “Senhor Jesus, eu reconheço que tu és o Filho do Deus vivo, morreste na cruz do Calvário em meu 13
  14. 14. lugar, nasceste em carne, és a encarnação de Deus, tu és o meu Senhor, tu és o meu Salvador. Todas as minhas alianças passadas estão canceladas. A minha vida é somente tua, Jesus de Nazaré, Yeshua Hamashia, tu és o Filho do Deus vivo, tu és o meu Senhor, tu és o meu Salvador”. Este é o primeiro passo. Se o terreno é de Jesus, o diabo vai Ter que sair. Às vezes, há envolvimentos passados, então o diabo fica zangado, e vem pra teimar, mas maior é Jesus. É por isso que tem muita gente, que quando a igreja não entende de libertação, as pessoas se convertem, mas ele está lá atormentado. É por isso que precisamos de libertação. E, se você se abre, porque, se você estiver aqui, escute o que eu vou dizer, se você estiver aqui, e não se abrir para o mover do Espírito, você não será liberto. Se você se trancar, sem arrepender, sem se abrir para Jesus, o demônio ficará camuflado, e você irá embora do mesmo jeito que veio. Se você ficar com medo, ficar com vergonha, vai sair daqui do jeitinho que entrou. “Ai, meu Deus...!” Amém...? Então, abra o seu espírito, abra-se, porque o nosso orgulho impede a nossa libertação. Não fique com medo não. Não fique com vergonha. Porque eu vou ministrar a todo o mundo, eu vou por a mão na cabeça de todo o mundo aqui hoje. Daqui a pouco vamos remover as cadeiras e empilhá-las. Não vai Ter cadeira nenhuma aqui. É por isso que estamos no Encontro. É por isso que não podemos deixar chegar aqui que não passou ontem pelo arrependimento. Jesus está aqui. Ninguém se impressione com nada, ninguém se desvie, temos aqui uma tropa de choque de Jesus. Aleluia! Satanás miserável, vais soltar estas vidas. Toda a reivindicação está quebrada, em nome do Senhor Jesus. Segundo, reconheça honestamente o pecado. Reconheçam honestamente o pecado. Salmos 32:5: “Meu pecado te declarei, não encobri a minha iniquidade, eu disse: ‘confessarei minhas transgressões a Jeovah, e tu perdoaste a maldade do meu pecado”. Terceiro, humildade. Coração humilde. Tiago 4:6-7: “porém ele dá graça, pelo que disse: ‘Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes, portanto, sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Deus resiste ao soberbo. Porém, devemos ser humildes, quebrados, e Deus estará do nosso lado e nos dará graça. Quarto, recordar o passado e trazê-lo diante de Deus. Ezequiel 20:43: “E ali vos recordareis dos vossos caminhos e todos os vossos feitos em que vos contaminastes, e aborrecestes a vós mesmos, por causa dos vossos pecados que cometestes”. Na outra versão, lemos, “Ali vos lembrareis dos vossos caminhos, e de todos os vossos atos com que vos tendes contaminado, e tereis nojo de vós mesmos, por causa de todas as vossas maldades que tendes cometido”. É importante hoje lembrar o passado, lembrar os nossos pecados e Ter nojo, repúdio, rejeição, arrependimento, destes pecados. Em quinto lugar, arrependimento. Mateus 3:8: “Produzi frutos dignos de arrependimento”. Na carta aos Efésios, cap. 4 e 5, e ele vai mostrar algumas coisas como é que podemos manifestar frutos de arrependimento. Quais são os frutos de arrependimento? “Deixando a maldade, deixando a falsidade, e falando a verdade um com o outro (4:25); segundo, “não dando oportunidade ao diabo por meio da ira, senão Ter paz com todos os homens, mesmo antes de terminar o dia (vv.26,27), o que era ladrão não roube, mas... (v.28). Nós precisamos entender algumas coisas. Diga: “não há arrependimento sem mudança”. Então, algumas coisas que a Palavra vai nos trazer, por exemplo, quem roubava, não rouba; o que retinha o dízimo, passe a dar o dízimo, trabalhe honestamente, ganhe o seu sustento, reparta com quem tem necessidade; deixe as palavras desonestas, falem somente coisas que edificam; a amargura não é pecado? então, abandone a amargura, a ira, a gritaria, a malícia, a queixa, conversa sem sentido, e torne-se amável, benigno, misericordioso, perdoador. Andava na imoralidade? Na impureza? Agora, seja generoso. Mude, mude a atitude. Não participe de pecado secreto. Ande na luz, não ande nas trevas. Arrependa-se. Não se embriague com o vinho, mas seja cheio do Espírito Santo. Tudo isso, você pode ler mais detidamente em casa e ver os frutos do arrependimento. O que eu fazia, vou deixar de fazer e agora vou fazer outra coisa. Em sexto lugar, perdão. Jesus disse em Mateus 6:14,15: “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, ele vos perdoará também as vossas ofensas, mas se não perdoardes, ele não vai perdoar”. 14
  15. 15. Sétimo, recorrer ao Senhor e buscar ajuda. “Todo aquele que invocar o nome do Senhor, será salvo; porque do monte Sião, de Jerusalém, virá salvação como disse Jeovah, e o remanescente o qual o Senhor há de chamar” (Joel 2:32; cf. Atos 2:21). Em oitavo lugar, reconhecer que temos a vitória na batalha espiritual. Em Lucas 10:19, a Bíblia diz: “Eu vos dei autoridade para pisardes serpentes e escorpiões, e todo o poder do maligno, e nada vos causará dano”. Se você reconhece a Jesus como seu Senhor e Salvador, se você é honesto e reconhece o seu pecado, se você adota uma posição de humildade, se você lembra com nojo dos pecados passados, se você se arrepende e produz frutos dignos de arrependimento, se você perdoa a todos que o ofenderam, se você vem hoje para invocar o nome do Senhor e reconhece que a vitória já lhe está garantida, e não há nada que possa impedir a sua libertação. Ela é sua hoje, aqui e agora. Vamos ficar de pé e vamos empilhar todas as cadeiras, e colocá-las lá no canto da parede... Vamos cantar... vamos cantar... Nós vamos entrar agora num período de arrependimento. Vamos deixar que Deus nos traga espírito de arrependimento. Que Deus quebre o nosso coração e coloque em nós o nojo pelo pecado. Porque Jesus foi aceito? Porque ele odiou o pecado e amou a justiça, odiou a iniquidade. Diga: “Deus, dá-me um ódio pelo pecado. Deus dá-me um nojo pelo pecado”. É preciso se arrepender de Ter usado o seu corpo, de Ter usado as suas mãos, quer na idolatria, quer na feitiçaria, ou pecados na área do sexo quaisquer. Arrependa-se. Volte ao lugar onde tudo começou, e vamos nos arrepender. Pedir a Deus que nos quebre. Vamos sondar os nossos corações, pois pode haver áreas que precisam ser trazidas diante do Senhor. Vamos dobrar os nossos joelhos. Vamos sondar os nossos corações. Você levantou a sua mão e disse que precisava ser liberto. Em que área? Você vai dizer área por área na presença do Senhor e chorar os nossos pecados, deixar que Deus nos quebre profundamente. Pastores, oremos para Deus derramar espírito de arrependimento, profundo espírito de arrependimento. Deus, derrame espírito de arrependimento. Temos manchado a santidade de Deus, ferido o seu coração. Vamos trazendo cada coisa. “Jesus, eu me arrependo”. Jesus leva cada um ao passado, ao lugar onde a porta foi aberta, o lugar onde veio a prisão, “ô, Jesus, traga espírito de arrependimento”. Clame aos céus! “Jesus, quebre o meu coração, dá-me espírito de quebrantamento. Jesus, lá na cruz, te diz: foram os teus pecados que me cravaram, os teus adultérios, as tuas masturbações, teu homossexualismo, tua sensualidade, a tua lascívia, tuas mentiras, teus roubos, tua língua ferina me cravaram naquela cruz”. Ô, Jesus, Jesus, Jesus... dá-me ódio ao pecado, dá-me repulsa pelo pecado, faz-me sentir nojo pelo pecado, Jesus. Ó Mestre, eu me coloco diante de ti, na luz da tua presença. Perdoa, Senhor, naquela vez que fui àquele centro espírita com o meu avô. Ó Espírito Santo, lança a tua luz, não deixe nada escondido. Ó Espírito Santo, ó Espírito... desperta a lembrança, derrama arrependimento. Quebra Senhor! Ó Espírito... ó Espírito... Jesus, meu Mestre... ó Jesus, tu não mereces isso, tu és somente amor, Jesus. Tu não mereces os nossos pecados... Jesus, perdoa... somos tão levianos, Jesus... depressa nos esquecemos da cruz... temos te crucificado outra vez... ó, Jesus tem misericórdia de nós... ó derrete o nosso coração... dá-nos a consciência da gravidade do nosso pecado... ó, Jesus, crucificamos a nossa carne... trazemos a carne ao teu altar... *ó Espírito de Deus, Espírito de súplica e de arrependimento... vem sobre nós... envolve-nos... envolve-nos... queremos arrepender-nos diante de ti, derramar a nossa alma, o nosso coração em tua presença, rasgar o nosso coração diante da tua face, queremos ser purificados, lavados, santificados pela tua presença e pelo sangue do Cordeiro... abra o seu coração... rasgue o seu coração na presença do Senhor... ôh, um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. Sacrifícios que agradam ao Senhor são um coração quebrantado. Enquanto calei o meu pecado, os meus ossos envelheceram. Ôh! Abra o seu coração e confesse. Clame ao Senhor pelo perdão. Ele é misericordioso. Ele é rico em perdoar. É Ele quem perdoa todas as tuas iniquidades e quem sara todas as tuas enfermidades. Se confessarmos os nossos pecados, Ele é Fiel e Justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça... Santo é o Senhor! 15
  16. 16. Chegai-vos a mim, e eu me chegarei a vós outros, convertei-vos a mim de todo o vosso coração, diz o Senhor dos Exércitos! Flua Senhor, tua presença, tua Palavra. Flua em mim tua unção e o teu poder. Quebra as barreiras, as cadeias que prendem o meu ser. Que impedem o fluir do teu Espírito em mim. Quero ser livre para derramar toda a minha vida no teu altar, e em amor me consagrarei e aos teus pés adorarei. E aos teus pés, adorarei. E aos teus pés, sempre estarei. (esta parte foi ministrados por uma outra pastora) Aos teus pés, Senhor. Toda a nossa vida está em tuas mãos. Enche-me. Possui-me. Domina-me, Senhor. Domina-me. Aleluia! *Declare que o sangue de Jesus Cristo é poderoso para purificar os seus pecados. Comece a declarar o poder do sangue de Jesus Cristo está sobre a sua vida. Comece a declarar que os seus pecados estão na cruz do Calvário. Comece a declarar o poder do sangue de Jesus na sua vida. Declare que há poder no sangue de Jesus para perdoar os seus pecados. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e Justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça. Comece a confessar o seu perdão pelo poder do sangue do Cordeiro. Resistam agora. Não permita a opressão sobre a sua mente. Você vai fazer uma pressão no mundo do espírito. Vai se colocando diante de Deus, e todo o seu envolvimento, mesmo na sua infância, envolvimentos na sua adolescência, na fase adulta. Todo o seu envolvimento com a idolatria, coma feitiçaria, com o sexo ilícito. Vai colocando diante de Deus, agora, resistindo às obras da carne, o desejo da carne. Abra os seus olhos. Tome uma posição de resistência nesta hora. Resista. Resista. Tome aversão pelo pecado. Resista. Tome nojo por ele. Tome nojo pelo pecado. Não aceite. Resista. Tome uma posição de resistência agora. Feche-se a toda obra da carne agora. Não aceite na sua vida. Abra. Saia da sua posição de passividade. Torne-se agressivo contra o pecado. Torne-se agressivo contra o pecado. Resista. Tome a posição em Cristo Jesus. Tome a posição de filho de Deus. Você tem direito à herança. Há poder no sangue de Jesus. Há poder no sangue de Jesus. Todo refúgio da mentira está sendo invadido agora. Todo o refúgio da mentira. Tudo aquilo que está camuflado, em nome de Jesus, em nome de Jesus, está sendo invadido agora. Todas as trevas estão sendo dissipadas agora da sua vida. Resista. Mande embora. Mande embora. Não fique contemplando... (*estas partes foram ministradas pelas pastoras Raquel e Malú). Todos, no reino do espírito, obedecem a uma legalidade. Obedecem a um princípio de legalidade. Vamos agora a nos concentrar agora, porque vamos entrar no mundo do espírito para cancelar. Não se distraia com nada. Deixe que a nossa equipe estará tomando conta de tudo Você vai, agora, abrir a sua boca. Escuta. Se você tiver vontade de se atirar no chão. Não se atire. Resista. Comece a resistir. Os demônios têm que sair quietos, sem machucar, sem fazer escândalo. Se tiver vontade de rolar no chão, não role. Comece a resistir em espírito. Se não aguenta ficar em pé, sente. Mas, você vai entrar agora com a sua boca para resistir. *Você vai abrir os seus lábios agora, não fique de boca fechada. Amém? Você vai tirar, agora, toda a promissória da mão do inimigo. Fala: “Pai, em nome de Jesus Cristo, eu me aproprio da tua Palavra, que me diz, que seu confessar os meus pecados ao meu Senhor, tu és fiel, para perdoar os meus pecados e me purificar de toda a iniquidade. A tua Palavra também me diz, que se eu encobrir as minhas transgressões, jamais prosperarei. Por isso, nesta hora, na posição de Filho de Deus, eu tenho direito à herança. Eu tomo a posição de ser teu filho, e confesso agora todos os meus pecados, todos os meus envolvimentos, pactos e alianças que fiz com as trevas no passado, ou que meus antepassados fizeram. Eu me arrependo, confesso a ti, de todo o meu coração. Eu cancelo, renuncio, toda a prática da idolatria, eu cancelo toda a consagração feita na minha vida ainda no ventre da minha vida aos santos de devoção e à coroação que eu recebi por ocasião dessa consagração, eu arranco agora... Você vai arrancar da sua cabeça. Fala: “Eu arranco essa coroa, eu arranco o manto, eu arranco o cetro, eu rejeito todo o raio, de 16
  17. 17. qualquer santo de devoção. De Aparecida, de Fátima, de Lurdes, de Antônio, de Benedito, de Francisco, em nome de Jesus, ou de qualquer outro santo, fora do meu conhecimento, eu cancelo também toda a consagração por ocasião do meu nascimento, eu desligo, desconecto, todo apadrinhamento, seja de pessoas, ou dos santos de devoção, pelo poder do sangue de Jesus. Eu também cancelo toda a simpatia feita pelos meus pais por ocasião de minha gestação, durante os nove meses, toda a simpatia feita, eu cancelo em nome de Jesus Cristo. Toda a promessa feita para que eu fosse menino, ou menina, eu cancelo também, em nome de Jesus Cristo. Toda novena, toda trescena, toda ladainha, todo envolvimento com as festas dos dias santos, eu rejeito, cancelo, anulo, toda dedicação por ocasião das festas juninas, pular fogueira, pisar nas brasas, toda a leitura de sorte para ver se eu ia casar ou não no dia de Antônio, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo. Eu também renuncio, rejeito e anulo, todo o dinheiro que foi dado para as quermesses, aquisição das prendas, santos da igreja, pagamento de prendas, dedicação de alimentos, de bebidas a Cosme e Damião e Ogum, eu cancelo agora tudo o que eu comi, que eu bebi, consagrado a esses demônios, está cancelado, e eu mando embora, eu mando embora todos os demônios que entraram através das práticas que aqui eu mencionei agora. Pai, eu peço-te perdão por Ter comido o pão de Antônio, por Ter ingerido alimentos, recebido pedaços de panos vindos de Roma dizendo que era do túmulo de Jesus. Eu também cancelo todas as medalhas, brasões, agnus dei, patuás, que eu usei, fita de Filomena, consagração da minha íris à chamada Luzia, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo. Pai, eu peço-te perdão por Ter me envolvido e por Ter dado o meu nome à ordem dos marianos, dos franciscanos, ou qualquer ordem do catolicismo romano, por Ter dado o meu nome à filha de Maria, eu cancelo agora, eu rejeito a fita, o brasão, as lamparinas, as velas acesas. Pai, eu peço-te perdão por toda a veneração, adoração, prostração diante dos demônios que estão atrás das imagens do catolicismo. Pai, eu peço-te perdão também, pela dedicação que meus pais fizeram à minha vida, a fim de que eu fosse padre, ou freira, eu cancelo isso, em nome de Jesus, e eu retiro da minha vida, o cinturão da castidade, em nome de Jesus, pelo perdão do sangue de Jesus. Pai, eu peço agora, que o Senhor envie os teus anjos a remover o meu nome lá do Vaticano. Eu peço que o Senhor retire o meu nome, o nome da minha família do arquivo de Roma, agora, em nome de Jesus, em nome de Jesus. Pelo poder do sangue de Jesus. Pai, também eu peço perdão por toda a dedicação da minha família. Se há algum brasão da maçonaria, ou em qualquer entidade secreta que representem a minha família, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo. Até aqueles brasões que estão em palácios reais, ou nas escolas católicas, sejam cancelados agora, em nome de Jesus Cristo. Pai, eu peço-te perdão também por Ter participado de procissões, carregado andores, carregado imagens de casa em casa, em peço-te perdão por Ter me vestido de anjo, de carregar escapulários, em nome de Jesus. Pai, eu peço-te perdão por toda a dedicação que eu fiz por ocasião do mês de maio, levando flores à chamada Maria. Mas hoje eu sei que é a ‘rainha do céu’, então eu tiro, removo... toda dedicação, oferendas e ofertas a essas entidades, em nome de Jesus, pelo poder do sangue de Jesus. Eu também cancelo o batismo do catolicismo. O chamado batismo do catolicismo, a crisma, a primeira comunhão. Eu peço-te perdão por todo o culto que prestei, veneração nas missas, por Ter pago missa do sétimo dia, missa aos mortos, missa em homenagem aos meus antepassados, eu peço-te perdão por todo o culto aos mortos, em nome de Jesus Cristo. E, agora, eu também cancelo toda a dedicação do meu nome em homenagem às entidades do catolicismo. Pai, eu peço-te perdão, e eu sei que agora, eu tenho um novo nome escrito no livro da Vida do Cordeiro, e no reino do espírito, eu sou conhecida por esse nome que tu me dás. Por isso, o nome consagrado, eu cancelo agora, e mando embora todos os demônios que entraram através das práticas que eu mencionei aqui agora, um a um, fora! Fora da minha vida! Em nome de Jesus! Pelo poder do sangue de Jesus! Eu também peço-te perdão por toda veneração, adoração, prostração que eu fiz diante do crucifixo, o sinal da cruz, por Ter reverenciado padres, bispos, por também por Ter venerado o Papa, eu nome de Jesus Cristo. Peço-te perdão, ó Pai, por Ter me inclinado diante dos altares, diante das imagens, por Ter me prostrado, prestado 17
  18. 18. serviço à crucifixo, por Ter beijado os crucifixo, anéis do padre, por Ter servido a esses homens, convidando-os para a minha casa, com almoço, com presentes, ligando a minha alma à deles, mas agora, em nome de Jesus Cristo, eu desconecto, desligo a minha vida com o catolicismo romano. Desligado! Eu também corto, todas as ataduras de alma, e nome de Jesus, que vieram por identificação, por transferência, por migração através do batismo, quando me jogaram salmoura. Toda a simbologia do catolicismo, eu rejeito. Também as comunhões. A participação da ceia. Todo o ritual da missa. Eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo, pelo poder do sangue de Jesus. Eu também cancelo todos os casamentos. O meu casamento que foi feito dentro da igreja católica. Todas as palavras proferidas pelo padre, eu removo da minha cabeça, da cabeça do meu cônjuge, da minha família, e todo o demônio que foi destacado através da cerimônia de casamento, eu cancelo agora, em nome de Jesus. Eu também cancelo toda a ligação paterna, porque a Palavra de Deus diz: “a ninguém chameis por pai, a não ser o único Deus verdadeiro”. Eu peço-te perdão por Ter chamado aqueles homens de padre, de papa, em nome de Jesus. Eu me arrependo, cancelo estas palavras, revogo toda a palavra que eu proferi a favor dos ídolos, ao padre, a bispos, ao papa, em lugar do meu único Deus verdadeiro. Eu quero declarar agora, que não há outro Deus sobre a minha vida, a não ser o El-Shadai, o único Deus verdadeiro, a quem eu sirvo agora. Eu sou propriedade exclusiva do meu Deus, o Altíssimo, o Soberano, Criador do Universo. Em nome de Jesus. Pelo poder do sangue de Jesus (*esta parte foi ministrada pela pastora Malú). Ponha a mão na cabeça. Eu nome de Jesus, eu arranco da minha mente toda a estrutura e raciocínio herdado de Roma. Comece a arrancar todo o pensamento, todo o conceito, toda doutrina, toda a filosofia, todo o espírito de Roma, eu arranco, arranco agora em nome de Jesus. Toda a influência do pensamento romano. Toda a influência do espírito de Roma na minha maneira de pensar, em nome de Jesus, e eu ordeno agora: espírito de Roma: Sooollltaaa esta igreja, em nome de Jesus. Toda estrutura herdada de Roma. Comece a dizer. Eu rejeito toda a estrutura na minha vida, herdada de Roma, toda a estrutura, todo engano, rejeito da minha vida e ordeno agora: espírito de Roma, com toda a tua tralha, saaaiiiii da minha vida, em nome de Jesus. Levanta as mãos e comece a se consagrar a Deus. Pai, eu me consagro a ti, e invoco o teu nome. Adore a Deus. Adore a Deus. Vamos adorar a Deus. Vamos adorar a Deus. Venho, Senhor, a minha vida oferecer, como oferta de amor e sacrifício... Queridos, os demônios são espíritos. Como é que eles entraram? Eles entraram sem alarme. Eles entraram pela respiração. Eles se alojam em cavidades do corpo. E a palavra para espírito, é a mesma para sopro, para respiração. Quer ver, para vomitar, para gritar, para sufocar, tudo na área da respiração as manifestações de Satanás. Algumas coisas são importantes. Primeiro, tem que se arrepender dos pecados. Segundo, cancelar verbalmente, diante de uma autoridade espiritual, qualquer aliança feita. Terceiro, expulsar os demônios. Quarto, substituir. Cada vez que se expulsa um espírito, tem que se receber o oposto dele. Se é expulso o espírito de ódio, é preciso tomar tempo para receber o espírito de perdão. Se expulsa o espírito de idolatria, é preciso tomar tempo para receber o espírito de adoração a Deus. Correto? O que vamos fazer agora? É por pra fora qualquer demônio que entrou por ligação com o catolicismo. Foi feita a confissão. Você conquistou renúncia. Você adorou a Deus, mas vamos ordenar agora: Saia. Você vai respirar fundo, e vamos deixar que, pela respiração, algum demônio que entrou saia, em nome de Jesus. Repita: “todo o demônio camuflado, que se alojou em alguma área da minha vida, do meu corpo, ou da minha alma, eu ordeno agora, em nome de Jesus: (respira fundo) Fooooraaaa!!!! Em nome de Jesus”. Vai respirando, e vai soltando: “Foooraaaa!!!! Em nome de Jesus”. Aleluia! Alguém sentiu uma tontura. Segura. Comece adorar a Deus. Diga: “Só há um Deus! Somente um Senhor digno de ser adorado, digno de ser exaltado!”. 18
  19. 19. Agora, assuma dentro de você uma postura de resistência. O reino de Satanás tem uma hierarquia. E tudo o que você fez agora foi lidar com enviados. Agora, vamos lidar com quem envia: a rainha do céu, Aparecida. Todas essas obrasinhas tem um comando, que no nosso País, está lá na Aparecida, e nós vamos agora desconectar a ligação, em nome de Jesus. Comece, dentro de você a crescer, comece a se ver cheio de Jesus, comece a se encher do Espírito do Espírito Santo, comece a oferecer resistência. E, agora, vamos mirar o principado da Aparecida e dizer: “rainha dos céus, Aparecida, nós te resistimos agora, em nome de Jesus, e desconectamos os seus chamados a todos esses demônios malditos, e te ordenamos, rainha dos céus, estás derrotada, pelo sangue do Cordeiro, tu não tens nenhuma reivindicação sobre a minha vida, e, nesta hora, toda ligadura de alma na minha vida a ti e a teus comparsas, está cancelado, está quebrado, rainha dos céus, chamada Aparecia, chamada Iemanjá, com todos os seus nomes camuflados, eu te resisto, eu declaro: não tens poder sobre a minha vida, e eu te ordeno, desiste agora das tuas maquinações contra mim através dos seus enviados, na autoridade do Cordeiro de Deus, Cristo Jesus de Nazaré, Yeshuah Hamashiah. Eu paraliso as tuas obras na minha vida, direta ou indiretamente através dos teus enviados, em nome de Jesus, em nome de Jesus. Pai, repreende a Satanás, Pai, em nome de Jesus, envia para o lugar que tu tens destinado, a rainha dos céus, e todos os seus demônios, em nome de Jesus. Eu declaro que a minha vida está totalmente desligada de sua influência e dos seus símbolos, em nome de Jesus, em nome de Jesus”. Adore ao Senhor Jesus. “Ah! Toda a adoração é tua, Jesus. Toda a adoração. Envia os teus anjos. Eu aceito na minha vida a ministração dos teus anjos, eu aceito em minha vida o serviço dos teus anjos”. Comece a receber de Deus a ministração que vem dele. Dê boas vindas à sua obra em seu favor através dos seus anjos, não de demônios. “Eu me deixo cercar pelos anjos de Deus. Oh, aleluia. Eu recebo Deus, toda a ministração que vem das tuas mãos. Eu reconheço que não há outro Deus, que não há outro Senhor. Coroamos”. Continue o cântico... Ao único digno de receber, a honra e a glória, a força e o poder... *Aleluia! Nós vamos agora, irmãos, rejeitar o espírito da feitiçaria, do ocultismo, e eu quero lhes prevenir: Não faça confissão sem saber o que está fazendo, desconcentrado, só abrindo a boca e repetindo. Você se concentra naquilo que você está falando. Você envolve ama, espírito, corpo, tudo o que você tem, para rejeitar o diabo, em nome de Jesus. Tem que sair de dentro de você um ódio por Satanás. Ira contra as obras das trevas, em nome de Jesus. O diabo não está brincado com você. Em momento algum ele brincou com você. Ele só tem um alvo: matar, roubar e destruir. E ele não desiste deste propósito. Portanto, você tem que Ter ira de Satanás, Ter raiva de Satanás, querer vê-lo destruído, em nome de Jesus. Amém? Não fique disperso não, meu irmão, em nome de Jesus. O diabo trabalha em cima de legalidades. Se você deu, ele está agindo. Mas, agora você vai tomar da mão dele tudo. Mas tomar com tudo. Amém? Amém? Antes de fazer a confissão, eu recebi uma direção, e eu vou obedecer, eu vou entrar no QG de Satanás agora, lá em Aparecida, na sala dos milagres, para apagar, em nome de Jesus, as provas que ela tem contra vocês. Em velas, em flores, em retratos, em peça de gesso, o que ela tem, ela vai apagar agora, em nome de Jesus. Em nome de Jesus. “É na autoridade do nome poderoso de Jesus, munida do sangue do Cordeiro, que adentro agora a esse QG maldito, localizado no vale do Paraíba, na cidade de Aparecida, na basílica, na sala dos milagres, eu adentro, pelo poder do nome de Jesus, e destruo os seus arquivos, maldita Aparecida, que tu tens contra as nossas vidas, contra essas vidas, em nome de Jesus, eu arranco, eu arranco daquele lugar. Eu arranco todo o trunfo, toda a prova, todo o retrato, toda peça de peça de roupa, todo nome, toda a vela, toda a flor, toda a prostração, em nome de Jesus, e declaro que estas provas estão apagadas no reino físico, em nome de Jesus, porque os anjos guerreiros do Senhor, já adentram àquele lugar e queimam todo o teu arquivo, em nome do Senhor Jesus (esta parte foi ministrada pela pastora Raquel). 19
  20. 20. Queridos, Roma é um espírito, é um demônio. E, se você está aqui com muita saudade da igreja católica, é sinal de que você não foi liberto ainda. Agora mesmo aqui, um irmão que esteve muito ligado porque era padre, e quando gritávamos: “espírito de Roma...” gritou: “vou te matar... vou te matar...” Roma maldita é que está morta. Glória a Jesus! Mas, agora lidamos com idolatria, vamos lidar com feitiçaria agora. Vamos lidar com o oculto agora, pastora Raquel... *Eu vou fazer uma pergunta aqui, não se choque não, mas é que eu quero confrontar este principado das trevas com vontade... todas as pessoas que foram filhas de candomblé aqui, venham à frente, venham à frente... todos, homem ou mulher. Filhos de candomblé, podem vir. Passa pra frente, em nome de Jesus. Podem vir sem medo. É, que se envolveu tocando atabaque, preparando os altares dos exús, aqueles que levavam para as encruzilhadas os feitiços, os que foram cambonas, os que foram batizados nos terreiros com corte... consagrado... derramou sangue... tudo que foi cambona, tudo que foi mãe de santo, tudo que foi chamado filha de candomblé, filha de ogum, filha de alguma coisa... vai chegando aí, em nome de Jesus. Os outros, não se dispersem, envolvam-se na mesma batalha. Nós não pudemos. Maluzinha, vem fazer a confissão, porque você sabe o nome das coisas todas, depois eu pego a briga... porque eu não sei os nomes técnicos. Tudo o que tem ocultismo nós vamos trabalhar, mas estamos aqui porque há um confronto mais... pastora... Malú... todo o mundo que se envolveu na bruxaria, na feitiçaria, nós vamos trabalhar... eu chamei estes porque foi uma direção de Deus, tá certo? Mas todas as pessoas, sem exceção... todas as pessoas que se envolveram em bruxaria, feitiçaria, satanismo, umbanda, quimbanda, candomblé, kardecismo da mesa branca, tudo é um demônio só. Vocês estão convocados para fazer parte deste grupo. Ninguém se disperse, ninguém brinque. Orem em línguas. Não se dispersem. Olha, vocês vão mandar com garra os demônios irem embora, viu? Estes espíritos da feitiçaria são assim... mal educados. Os do kardecismo são educados, classe A. Mas, os do candomblé, umbanda, quimbanda, é tudo reca, favelado do inferno. Aí eles querem fazer show em tudo o que é canto. Mas, você vai hoje resistir a estas forças malignas. Ninguém vai sair com fortaleza daqui, amém? E não fique com vergonha de Ter manifestação aqui não. Se tem... tem gente aqui com autoridade de Deus para mandar este cão embora, em nome de Jesus. Mas, você vai dizer: “não quero nenhum demônio no meu corpo, nem na minha alma, nem nos meus sentimentos, nem na minha emoção, amém? Olha, resista a Satanás, vocês já são vencedores em Cristo Jesus. Hoje é o dia da nossa vitória. Hoje é o dia da vingança do nosso Deus. É vingança contra o espírito da feitiçaria, em nome de Jesus. Amém? Aleluia! (*parte ministrada pela pastora Raquel) *Aleluia! Santo é o nome do Senhor! Há poder no nome de Jesus! Há poder no sangue... e o Senhor se faz presente! Amém? A sua confissão, você está fazendo diante do trono de Deus, e ele é fiel para cancelar em toda a sua vida, através da cruz do Calvário... Repita comigo: “Pai, em nome de Jesus Cristo, na autoridade deste nome, que é sobre todos os nomes, eu assumo a minha posição, de tua filha, de teu filho, e cancelo agora todo envolvimento na umbanda, no candomblé, no espiritismo, no alto espiritismo, no alto espiritismo, em todas as linhas, da direita ou da esquerda, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo, toda consagração, toda dedicação, toda oferenda, o batismo, a consagração feita na minha vida pelos meus pais, pelos meus avós, bisavós, tataravós, toda a entrega que eles fizeram da minha família, a todo e qualquer tipo de entidade, seja da direita ou da esquerda, alto ou baixo espiritismo, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo. Também toda a consagração feita no satanismo, na nova era, eu cancelo, o batismo, a consagração, as baforadas que eu recebi dentro da umbanda, do candomblé, tudo o que os meus antepassados passaram para mim por ocasião da sua morte, passando para mim as entidades que eles trabalhavam, sejam meus pais, avós, bisavós, tudo quanto eu recebi (mesmo que você não tenha se envolvido, você tem que confessar, porque podem ser demônios passados pela sua família... mesmo que você não tenha feito, porém por identificação você vai confessar, pedir perdão por você, ou por coisas praticadas por seus antepassados, amém?)(*pastora Malú) 20
  21. 21. Queridos, os outros começam a orar, paciência... é, que quando começa, os bichos começam a se manifestar, e querem ensurdecer as pessoas para que elas não confessem, e nós não vamos deixar os demônios aqui impedir de confessar. Por isso em pedi à pastora Malú para ir mais devagar, para ir repetindo devagar e concentrado... *Vamos confessar. A sua atenção é aqui. Os pastores estão cuidando de tudo! Pai, em nome de Jesus Cristo, eu tomo a minha posição agora de ser teu filho, e eu cancelo, anulo, todo pacto, toda aliança, toda a consagração feita pelos meus antepassados, até a 50a . geração... tudo o que eles fizeram, dedicando a minha família às entidades da umbanda e do candomblé, e todo e qualquer tipo de espiritismo, eu cancelo agora, em nome de Jesus. Todo nome que me foi dado de Vigina, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo, pelo poder do sangue de Jesus, o nome que me foi dado por ocasião do batismo na umbanda, no candomblé, eu cancelo agora, eu removo o meu nome do arquivo de Satanás, na autoridade do nome de Jesus, pelo poder do sangue de Jesus, eu entro agora no reino do espírito e tiro a minha a minha certidão com nome falso colocado por Satanás e seus demônios, em nome de Jesus Cristo, pelo poder do sangue de Jesus, eu removo a sentença que foi declarada sobre mim pela mãe de santo, pelo pai de santo, com autoridade delegada pelos meus pais, tudo o que fizeram passar para mim, que era dos meus antepassados, eu mando embora agora, em nome de Jesus (*pastora Malú). *Eu vou dar um comando. Escute aqui. Nenhum demônio da feitiçaria vai se manifestar agora. Nenhum. Estão proibidos. Não vão tocar nos ouvidos. Não vão tocar nas cordas vocais. Não vão tocar na mente... estas pessoas vão confessar a sua derrota, em nome de Jesus, e vocês, espíritos da feitiçaria, hoje, um a um, são vencidos, pelo poder do nome de Jesus. Diga amém (*pastora Raquel); *Coloque a mão sobre a sua cabeça, eu vou dar um comando aqui... Em nome de Jesus..., vocês não vão repetir não, somente colocar a mão na cabeça... Em nome de Jesus, nós tomamos a autoridade agora, e nós desligamos agora todo fio de prata que foi conectado na pituitária e na peneal, ligando ao inferno, todo o comando de Satanás seja desligado deste ambiente, agora, em nome de Jesus. Solta a pituitária e a peneal. Solta agora, em nome de Jesus. Todo espírito de dispersão e sonolência, de distração, fora deste recinto agora, em nome de Jesus. Irmãos, vocês vão Ter a mente firme em Deus, porque a confissão é que tira o direito de Satanás, amém? (*pastora Malú) Adote uma postura. Não se entregue. Não se entregue. A tática de Satanás, é impedir que as pessoas confessem, porque o reino do espírito é um reino de legalidades. O reino do espírito é um reino de legalidades. Então, é necessário que, diante de uma autoridade espiritual, cancelar, então Satanás quer impedir que você cancele. Portanto, não se entregue. Se o diabo quiser jogá-lo no chão, você não vai para o chão, e nós chegaremos logo aí se alguma coisa acontecer, voando como uma flecha, para pô-lo de pé de novo. Eu vou dar um comando agora. Ponha uma mão na cabeça e a outra no coração... Fala: “na autoridade do nome que está acima de todo o nome, o nome de Jesus Cristo de Nazaré, o Filho do Deus Vivo, Yoshuah Hamashiah, todo o principado da feitiçaria com seus demônios, eu vos proíbo agora de impedir essas pessoas de falar e ouvir. Eu paraliso todo o espírito maligno e ordeno: fiquem quietos e vão sair quietos, em nome de Jesus” *Digam: Pai, em nome de Jesus, desde o primeiro momento da minha concepção, eu sou tua, e agora, na autoridade do nome de Jesus, da mesma forma, que estes demônios entraram, através destas consagrações, eu digo agora, um por um, vão sair, pela minha respiração. (respira fundo agora, solta e diga:) Saaaiiii! Saaaiiii! Em nome de Jesus, fora (respira fundo novamente) Eu recebo o Espírito da Graça, por isso, todo o demônio vai sair da minha vida agora... (respira fundo) Saaaiiii! Em nome de Jesus. Saaaiiii, em nome de Jesus! Aleluia! Santo é o nome do Senhor. Diga: Eu sou tua, Senhor, eu sou teu, Senhor, Aleluia! Dê glória a Deus! Diga: Pai, em nome de Jesus Cristo, eu cancelo, anulo, desfaço, toda a consagração feita por ocasião do meu nascimento, nomes que eu recebi, apadrinhamentos das entidades, eu cancelo agora, em nome de Jesus, toda sentença, toda palavra, toda declaração feita pelos meus pais, avós e bisavós, tataravós, 21
  22. 22. até a 50a . geração, até aquelas sentenças que foram proferidas por parteiras, por médicos, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo, e eu mando embora agora, em nome de Jesus. Demônios através destas práticas (respirem fundo) digam: eu mando embora, todos os demônios que entraram por ocasião do meu nascimento, consagração feita às entidades, todo e qualquer tipo de apadrinhamento dentro do espiritismo, da umbanda, do candomblé, através de mãe de santo, de pai de santo, das cambonas... (respire fundo) eu recebo o Espírito de santidade... (sai agora, solte o ar)... sai da minha vida agora, saiam da minha vida. (Novamente, respirem fundo...) eu recebo a presença de Deus, e eu mando embora todos os demônios agora, em nome de Jesus: Foooraaa! Foooraaa! Em nome de Jesus. Pai, eu peço-te perdão por todo o envolvimento que eu tive na umbanda, no candomblé, no espiritismo, seja ele qual for, eu cancelo da minha vida, toda a baforada de cachimbo, todo banho de ervas, todo banho de pipoca, todo banho de champanhe, todo e qualquer tipo de banho, eu cancelo da minha vida, banho de pétalas, pétalas brancas, vermelhas, todo e qualquer tipo de pétalas, em nome de Jesus Cristo, eu mando embora agora todos os demônios que vieram através desses banhos, em nome de Jesus Cristo, pelo poder do sangue de Jesus Cristo. E agora, eu mando embora, saia pela minha respiração, todos os demônios (respire fundo... solte agora...) Sai, em nome de Jesus; Sai, em nome de Jesus. Atenção aqui, meus irmãos. Vocês não podem confessar sem Ter consciência do que vocês estão fazendo. Esse grupinho aqui, por favor... vocês estão no momento de confissão... os intercessores continuam orando em línguas... os demais vão estar confessando... “Pai, em nome de Jesus, eu cancelo agora todo o pacto, toda a aliança que foi feita por mim mesma, ou por outras pessoas, mesmo aqueles que eu não tive conhecimento, todo pacto, aliança, que foi feita nas encruzilhadas, nos mares, nas cachoeiras, nos altos, nos vales, com derramamento de sangue de animais ou sacrifício humano, eu peço-te perdão agora, e eu cancelo tudo o que foi feito com o meu nome, entregue na boca de sapo, dentro do coco, e vodus, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo, toda a oferenda que eu comprei, ou que eu dei dinheiro para comprar alimentos, velas, bebidas, fitas de todas as cores, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo. Tudo o que foi levado para dentro dos mares, nos lagos, nas águas paradas, em brejos, eu cancelo agora, em nome de Jesus Cristo. Eu rejeito, renuncio todas estas práticas, e eu agora mando embora todos os demônios que entraram através destas práticas (respire fundo), eu recebo o Espírito da Graça, mas saia agora, todos os demônios, (solte o ar) Saia agora, saia agora, fora! Fora! (respira fundo) solte, solte pelo ar agora, solte pelo ar, solte pelo ar agora todos os demônios, agora, um a um. Dê uma salva de palmas para Jesus. “Pai, em nome de Jesus, eu cancelo agora toda a oferenda, toda a consagração feita à linha das almas, à linha mítica, à linha dos africanos, à linha dos índios, à todas as linhas dos caboclos, dos exús, a todas as linhas da cigana, Iemanjá, Iansã, tudo o que foi oferecido a estas entidades, eu mando embora agora, em nome de Jesus Cristo, a todas as linhas de pomba gira, dos orixás, até dos exús mirins, tudo o que foi consagrado, toda a cabeça que foi feita com a minha vida, todo corte que foi feito na minha pituitária, na pimeal, na coronária, no cerebelo, no braço direito, no braço esquerda, na sola dos pés, no peito do pé, na minha mão direita, na mão esquerda, todo o corte com derramamento de sangue no centro da minha cabeça, eu cancelo agora, em nome de Jesus. Todos os demônios que foram invocados através destes cortes, eu renuncio este pacto, eu renuncio a aliança, eu desvinculo da minha vida todos estes demônios, e agora, na autoridade do nome de Jesus, eu mando embora todos eles que entraram através destes cortes, de todas as linhas, fooraaa!!!! Saia pela minha respiração agora. (Solte o ar. Respire fundo. Respira bem fundo, agora. Solte e diga:) Saaaiiiiiaaaamm agoooraaaa! Saaaiiiiiaaaamm agoooraaaa! Saaaiiiiiaaaamm agoooraaaa! Em nome de Jesus Cristo, pelo poder do sangue de Jesus. 22

×