Fóruns internacionais sobre o meio ambiente

218 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fóruns internacionais sobre o meio ambiente

  1. 1. Fóruns Internacionais sobre o meio ambiente
  2. 2. Introdução:“...os cidadãos devem utilizar plenamente seus direitos decomunicação e participação voltados para além da esfera privada,mas também para o bem comum. È necessário que os cidadãostroquem seus papéis de sujeitos privados do direito e assumam aperspectiva de participantes em processos de entendimento queversam sobre regras de sua convivência.”Habermas ( 2003, p. 323)A necessidade do reconhecimento dos problemas ambientais comoproblemas sociais e a busca de novos agentes comunitáriossocioambientais ensejou a criação do “Fórum de Discussões sobreMeio Ambiente”, pois as discussões sobre o Meio Ambiente sãonecessariamente discussões sobre a sociedade como um todo.Benefícios para o meio ambiente: Aumenta a matéria orgânica do soloO uso do paraquat, combinado ao menor preparo do solo, contribui para apreservação da matéria orgânica. Isso é bom para a saúde e a estruturado solo, aumenta a fertilidade, melhora a infiltração e a retenção de águae sequestra dióxido de carbono. Reduz as pegadas de carbonoSistemas de manejo de conservação apresentam maior teor de matériaorgânica, que sequestra dióxido de carbono, portanto, culturasproduzidas dessa maneira têm uma menor pegada de carbono. Melhora a biodiversidadeSistemas de manejo de conservação proporcionam habitats melhoresacima do solo, dentro do solo e fora dos campos, pois o menorescoamento para cursos dágua melhora os ambientes aquáticos locais. Conserva a qualidade da águaO paraquat se liga de maneira extremamente forte ao solo, portanto nãolixivia para os lençóis freáticos. Seu uso em sistemas de plantio diretodiminui a quantidade de solo lavada dos campos para cursos dágua, queleva consigo os nutrientes causadores do crescimento excessivo dealgas, que reduz os níveis de oxigênio e afeta seriamente a vida aquática.
  3. 3. Ações individuais ajudam o meio ambienteNo dia Mundial da Água vale pensar no que você pode fazerdentro da sua casa para contribuir para preservaçãoReginaldo Guizzardi usa pneus para fazerescadasO lixo, esgoto, pneus e muitas vezes atémóveis velhos vão direto para os rios. Oproblema que se repete a cada dia, parte dafalta de consciência ambiental de cada pessoae no final das contas, o resultado de tantasujeira é claramente visto nas enchentes.Tragédia que deixam famílias sem casas eque poderia ser evitada.No dia Mundial da Água, que tal começar apensar em fazer diferente?Na comunidade de Alto Norte, em Muniz Freire, o agricultor ReginaldoGuizzardi teve a ideia de reutilizar os pneus que eram jogados no lixo ou emcórregos da região. Agora, eles se transformaram em escadas, que dão diretonas parreiras de uva."Aqui fizemos essa escada que dá super. certo. Mas na comunidade temosbalanço, recentemente fizemos a proteção da quadra de futebol de pneusvelhos. Em caso de queda, os pneus protegem os jogadores", contafoto: Andresa Alcoforado Antônio Azevedo recicla alumínio Reciclagem de latinhas Ele já foi pedreiro, vigia, mas é agricultor nato e acima de tudo inventor de primeira.O Sr. Antônio Azevedo, que mora no distrito de São Thiago, emGuaçuí, não para mesmo de inventar. As facas recicladas feitas de
  4. 4. alumínio são exemplos de que o lixo tem muita utilidade.Tijolos artesanaisE em Guaçuí, o outro agricultor Cristovão Miguel Azevedo, há 30 anos produzos próprios tijolos que usa na propriedade. São tijolos artesanais que poluemmenos, ainda hoje são feitos todos os passos são repetidos como nas antigasgerações.foto: Andresa Alcoforado Feitos a mãoTodas as casas dapropriedade de CristovãoMiguel Azevedo foramconstruídas pelo próprioagricultor, foi aí que surgiua idéia de fazer o seupróprio material de trabalho. A iniciativa cresceu, além de atender afamília, os tijolos ecológicos são muito procurados para a venda"No moinho onde amassamos o barro é um boi que movimenta. Depois, amão modelamos cada tijolo, o resultado são casas rústicas que nem épreciso fazer reboco. Eu e meus irmãos aprendemos assim e atévendemos as peças", afirma Cristovão.Dicas para reciclar- Recicle o vidro. Aproveite as embalagens de vidropara conservar alimento no frigorífico, na geladeira ouno freezer.-Regue as plantas de manhã cedo ou ao cair da noite.Quando o sol está alto e forte, grande parte da águaperde-se por evaporação.-Sempre que possível, reduza o uso do carro. Para
  5. 5. pequenas distâncias, vá a pé. Partilhe o carro comoutras pessoas. Sempre que puder opte pelostransportes coletivos.-Prefira lâmpadas fluorescentes compactas para assalas cujo índice de ocupação é maior.- Roupas usadas podem ser dadas a outras pessoas oua bazares de caridade.-Brinquedos velhos, livros e jogos que você não quermais podem ser aproveitados por outros; portanto, nãoos jogue fora.- Descubra se há locais apropriados para orecolhimento de papel velho. Normalmente, esseslocais são organizados pelas autoridades locais ouinstituições de caridade.“Meio Ambiente é tudo o que tem a ver com a vida de um ser ou de um grupode seres vivos. Tudo o que tem a ver com a vida, sua manutenção ereprodução. Nesta definição estão: os elementos físicos (a terra, o ar, aágua), o clima, os elementos vivos (as plantas, os animais, oshomens), elementos culturais (os hábitos, os costumes, o saber, a história decada grupo, de cada comunidade) e a maneira como estes elementos sãotratados pela sociedade. Ou seja, como as atividades humanas interferem comestes elementos. Compõem também o meio ambiente as interações desteselementos entre si, e entre eles e as atividades humanas. Assim entendido, omeio ambiente não diz respeito apenas ao meio natural, mas também às vilas,cidades, todo o ambiente construído pelo homem” (Neves e Tostes, 1992, p.17).“Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de usocomum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao PoderPúblico e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentese futuras gerações” (Constituição da República Federativa do Brasil, 1988 -CAPÍTULO VI - DO MEIO AMBIENTE, Art. 225).Como mais de 80% da população mundial vivem atualmente nas cidades, adiscussão do meio ambiente com foco nas áreas urbanas é necessária eurgente, principalmente em virtude da degradação ambiental e da baixaqualidade de vida de uma grande parcela da população.

×