A busca do amor

389 visualizações

Publicada em

Um lindo slide que fiz, espero que gostem =)

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
389
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A busca do amor

  1. 1. G.R.C. Mania<br />Apresenta:<br />A busca do Amor<br />
  2. 2. Em plena juventude, como fruto verde que aguarda a primavera, esperei intensamente pelo amor.<br />Todas as manhãs, abria a janela de minha alma e esperava que o novo dia me trouxesse o amor.<br />
  3. 3. E porque ele tardasse a chegar, fechei as portas e janelas, selei os portões e saí pelo mundo.<br />Andei por caminhos inúmeros e estradas solitárias. Por vezes, ouvia o cortejo do amor que passava ao longe. <br />
  4. 4. Corria e o que conseguia ver era somente corações em festa, risos de alegria. O amor passara e eu continuava só.<br />
  5. 5. Algumas noites, chegando às cidades com suas mil luzes piscando vida, ousava olhar para dentro dos recintos. <br />Via mães acalentando filhos, cantando doces canções de ninar; casais trocando juras; crianças dividindo brincadeiras entre risos e folguedos.<br />
  6. 6. Em todos estava o amor. Somente eu prosseguia solitário e triste<br />Depois de muito vagar, tendo enfrentado dezenas de invernos, resolvi retornar.<br />
  7. 7. De longe, pude sentir o perfume dos lírios. Quando me aproximei, pude ver o jardim saudando-me. <br />Você voltou!- Falaram as rosas, dobrando as hastes à minha passagem.<br />
  8. 8. Seja bem vindo! - Disseram as margaridas, agitando as corolas brancas.<br />É bom tê-lo de volta.- Saudaram os girassóis, mostrando suas coroas douradas.<br />
  9. 9. Tanto tempo havia se passado e, de uma forma mágica, os jardins estavam impecáveis. <br />As cores bem distribuídas formavam arabescos na paisagem.<br />
  10. 10. Uma emoção me invadiu a alma. Abri as portas e janelas do meu ser. <br />Debruçado à janela da velhice, fitando a ponte que me levará para além desta dimensão, o amor passa por minha porta.<br />
  11. 11. Os olhos felizes do amor fitam os meus olhos quase apagados, reacendendo neles a luz que volta a brilhar.<br />Há tanta beleza no amor que me emociono.<br />
  12. 12. Superado o egoísmo, não lhe peço que entre e domine o meu coração rejuvenescido<br />Em razão disso, agora que descubro de verdade o que é o amor, não o retenho. <br />
  13. 13. Deixo-o seguir porque amando, já não peço nada. Agora posso me doar aos que vêm atrás, em abandono e solidão.<br />Aprendi a amar<br />
  14. 14. Feliz é a criatura que descobriu que o melhor da vida é amar.<br />Feliz o que leu e entendeu o cântico do pobre de Assis: É dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, é melhor amar que ser amado.<br />
  15. 15. Por ser de essência Divina, o amor supre na criatura todas as suas necessidades e a torna feliz, mesmo em meio às dificuldades, lutas e tristezas.<br />
  16. 16. A busca do Amor<br />Produção: G.R.C<br />Música: Love by Grace<br />Texto: Redação do Momento Espírita<br />

×