REGIÃO SUDESTE 
P.23: A Cafeicultura e a Organização do Espaço 
P.24: População e Economia
A EXPANSÃO DA CAFEICULTURA EM DIREÇÃO AO INTERIOR DE SÃO PAULO 
Por volta de 1840, o café ocupou as terras da Depressão P...
FERROVIAS, CAFEICULTURA E PRODUÇÃO DE ESPAÇOS GEOGRÁFICOS 
As ferrovias tiveram importante papel no escoamento da produçã...
A CAFEICULTURA E A IMIGRAÇÃO ESTRANGEIRA 
1850  Lei Eusébio de Queirós proibiu o tráfico de escravos para o Brasil, aume...
EVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
TRABALHO LIVRE, MERCADO INTERNO E ESPAÇO GEOGRÁFICO 
Expansão das relações assalariadas de trabalho (estimulada pelos flu...
POPULAÇÃO 
A região sudeste é a mais povoada do Brasil: 42% da população; 
Taxa de Urbanização é elevada: 93% residem no...
ECONOMIA 
O Sudeste é responsável por 56% do PIB Nacional; 
É a região mais industrializada, com setor de serviços diver...
AGRICULTURA E PECUÁRIA 
AGRICULTURA 
•Produtos destacados: Cana-de-açúcar, laranja, café, amendoim, soja, arroz, Milho, en...
BOIAS-FRIAS EM FAZENDA NO ESTADO DE MG 
AGROINDÚSTRIA EM BEBEDOURO-SP 
CRIAÇÃO DE GADO NO VALE DO PARAÍBA 
FAZENDA DE CAFÉ...
RECURSOS MINERAIS: O EXTRATIVISMO MINERAL 
PETRÓLEO 
Maior produtor de petróleo do Brasil (Estado do Rio De Janeiro  80...
Região sudeste   café, população e economia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Região sudeste café, população e economia

3.402 visualizações

Publicada em

DSFS

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.402
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
842
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Região sudeste café, população e economia

  1. 1. REGIÃO SUDESTE P.23: A Cafeicultura e a Organização do Espaço P.24: População e Economia
  2. 2. A EXPANSÃO DA CAFEICULTURA EM DIREÇÃO AO INTERIOR DE SÃO PAULO Por volta de 1840, o café ocupou as terras da Depressão Periférica Paulista (Campinas-SP); Posteriormente, encontrou melhores condições climáticas no Planalto Ocidental Paulista (clima tropical com verão chuvoso e inverno seco) e solo fértil (terra roxa); A expansão da cafeicultura provocou a devastação de grande parte da cobertura vegetal nativa (Mata Atlântica). PÁG. 192
  3. 3. FERROVIAS, CAFEICULTURA E PRODUÇÃO DE ESPAÇOS GEOGRÁFICOS As ferrovias tiveram importante papel no escoamento da produção cafeeira (cidades paulistas como Araçatuba, Bauru, Lins, Penápolis, São José do Rio Preto e Votuporanga). Quando a industrialização atingiu a região sudeste, ela já possuía a infraestrutura de transportes necessárias para transportar matérias-primas e produtos industrializados: as ferrovias. As ferrovias cumpriram este papel até 1950, quando se iniciou o desenvolvimento do plano rodoviário. PÁG. 193
  4. 4. A CAFEICULTURA E A IMIGRAÇÃO ESTRANGEIRA 1850  Lei Eusébio de Queirós proibiu o tráfico de escravos para o Brasil, aumentando consideravelmente o valor do escravo; Cafeicultores percebem que seria mais barato empregar um trabalhador livre do que um escravo, entretanto o número de trabalhadores livres nas áreas próximas as fazendas era escasso; Agentes foram enviados para a Europa para divulgar a necessidade de mão de obra no Brasil; Vieram inúmeros povos para São Paulo: italianos, japoneses, espanhóis, portugueses, etc. PÁG. 194
  5. 5. EVOLUÇÃO DEMOGRÁFICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
  6. 6. TRABALHO LIVRE, MERCADO INTERNO E ESPAÇO GEOGRÁFICO Expansão das relações assalariadas de trabalho (estimulada pelos fluxos imigratórios) possibilitou o consumismo do trabalhador; Ao final do século XIX, um mercado interno de consumo favoreceu o desenvolvimento urbano, comercial, agrícola, industrial, financeiro e de prestação de serviços. TRABALHADOR LIVRE MERCADO INTERNO DESENVOLVIMENTO DE UMA GRANDE CIDADE DINHEIRO $$$$ SÃO PAULO PÁG. 195
  7. 7. POPULAÇÃO A região sudeste é a mais povoada do Brasil: 42% da população; Taxa de Urbanização é elevada: 93% residem no espaço urbano; Cidade mais populosa e povoada é São Paulo, com 11.895.893 e densidade demográfica de 7 810,9 hab./km²; A região sudeste apresenta os melhores índices socioeconômicos, mas não é um “paraíso”, apresenta altos índices de violência, com grande desemprego, favelas e pobreza. PÁG. 196
  8. 8. ECONOMIA O Sudeste é responsável por 56% do PIB Nacional; É a região mais industrializada, com setor de serviços diversificado e atividades agropecuárias e agroindustriais modernas; Infográfico Páginas 198 e 199. PÁG. 197
  9. 9. AGRICULTURA E PECUÁRIA AGRICULTURA •Produtos destacados: Cana-de-açúcar, laranja, café, amendoim, soja, arroz, Milho, entre outros; •Maiores Produtores de Café: SP, MG e ES; •Cultura da Laranja: agroindústrias nas cidades de Matão, Araraquara, Bebedouro e São José do Rio Preto; •O Sudeste é o maior produtor nacional de cana-de-açúcar (destaque para Ribeirão Preto, Bauru e Piracicaba); •A mão de obra empregada nos canaviais e na colheita da laranja é frequentemente realizada por boias frias, vindos do Nordeste. Tal mão de obra é condenável, por exigir enorme esforço físico e condições desgastantes. PECUÁRIA •Pecuária Bovina de Corte predominantemente extensiva em MG; •Pecuária Bovina Leiteira em sistema intensivo no Vale do Paraíba, sul de Minas Gerais, Triângulo Mineiro e leste de SP. PÁG. 200 E 202
  10. 10. BOIAS-FRIAS EM FAZENDA NO ESTADO DE MG AGROINDÚSTRIA EM BEBEDOURO-SP CRIAÇÃO DE GADO NO VALE DO PARAÍBA FAZENDA DE CAFÉ NO INTERIOR DE SP
  11. 11. RECURSOS MINERAIS: O EXTRATIVISMO MINERAL PETRÓLEO Maior produtor de petróleo do Brasil (Estado do Rio De Janeiro  80%); Plataforma Continental: Bacia de Campos (RJ) e Bacia de Santos (SP). MINÉRIO DE FERRO E MANGANÊS Jazidas de minério de ferro e manganês localizam-se no Quadrilátero Ferrífero; Sua exploração destina-se a abastecer as usinas siderúrgicas (Usiminas, CSN, Cosipa e Vale) e à construção civil; A exportação destes minérios ocorrem através da Estrada de Ferro Vitória-Minas que liga o Quadrilátero Ferrífero ao Porto de Tubarão (ES). OUTROS RECURSOS MINERAIS: Urânio, Níquel, Estanho, Chumbo, Calcário, Cromo, Diamante e Fósforo. PÁG. 203

×