UEL 2014 Geografia do Paraná prof. ciciliato

1.299 visualizações

Publicada em

GEOGRAFIA DO PARANÁ PARA UEL,UEM,UFPR...e demais vestibulares do Estado do Paraná...PROF.CICILIATO

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.299
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

UEL 2014 Geografia do Paraná prof. ciciliato

  1. 1. GEOGRAFIA DO PARANÁ UEL-2014 Prof. Msc RONALDO CICILIATO
  2. 2. PARTE 01 O ESPAÇO GEOGRÁFICO PARANAENSE
  3. 3. O ESTADO DO PARANÁ Dados Gerais:  Localização: região sul;  Área: 199.709 Km2 (2,3%);  População: 10,5 milhões hab.;  Cresc. Pop.: 1,0 % a.a.  DD: 51,5 hab/ Km2;
  4. 4.  Relativamente industrializado;  Forte vínculo com o campo;  Qualidade de vida (5o IDH);  Excelentes indicadores de mortalidade infantil, educação e saúde;  Renda per capita: 10.725 reais;
  5. 5. MESORREGIÕES PARANAENSES  IBGE (1990);  Totalizam 10;  São subdivididas em microrregiões;  Critério: traços físicos, humanos e econômicos em comum;
  6. 6. MUNICÍPIOS PARANAENSES  Mais antigos são Paranaguá, Curitiba, Guaratuba, Antonina e Castro;  Ocupação a partir do litoral;  Início do século XX: 31 municípios;
  7. 7. RELEVO PARANAENSE  Predominância de áreas de planalto;  Diversidade de rochas e intensa ação climática (intemperismo);  Cinco grandes áreas: Litoral, Serra do Mar, Primeiro Planalto, Segundo Planalto e Terceiro Planalto;  Pico Paraná: 1.922 metros.
  8. 8. Cambará Campo Mourão Guarapuava Apucarana Palma s
  9. 9. HIDROGRAFIA  Rios perenes;  Rios bastante encachoeirados, típicos de áreas de planalto;  Muitos são impróprios para navegação.  Grande potencial hidroelétrico instalado.
  10. 10. Bacia do rio Paraná:  Maior bacia do Estado;  o rio Paraná percorre 400 km no estado do Paraná;  Rio de Planalto, impróprio à navegação.  Elevado potencial energético;  Itaipu.
  11. 11. PARANAVAÍ MARINGÁ LONDRINA RIO PARANAPANEMA CORNÉLIO PROCÓPIO APUCARANA UMUARAMA CAMPO MOURÃO GUAâRA TOLEDO CASTRO TELÊMACO BORBA SEGREDO CAPIVARI-CACHOEIRA CURITIBA MORRETES ANTONINA PARANAGUÁ CAMBARA FOZ DO IGUAÇU ESTADO DO PARANÁ SALTO OSÓRIO CASCAVEL CAPITÃO LEÔNIDAS MARQUES QUEDAS DO IGUAÇU NOVA PRATA DO IGUAÇU REALEZA LARANJEIRAS DO SUL PATO BRANCO GUARANIAÇU PAZ DOIS PINHEIROS MANGUEIRINHA GUARAPUAVA PINHÃO RELÓGIO IRATI SÃO MATEUS DO SUL UNIÃO DA VITÓRIA PONTA GROSSA PALMEIRA PALMAS JUVINÓPOLIS FRANCISCO BELTRÃO CHAPECÓ MARMELÂNDIA SALTO DO LONTRA FAXINAL DO CÉU BITURUNA BACIA DO RIO IGUAÇU FOZ DO AREIA SALTO CAXIAS SALTO SANTIAGO ILHA GRANDE ITAIPU
  12. 12. O leito original do Rio Paraná, com as pedras da ilha de Itaipu, local escolhido para a construção da barragem principal.
  13. 13. VISTA GERAL DA HIDROLÉTRICA DE ITAIPU
  14. 14. Aqüífero Guarani
  15. 15. GRUPO DE PESQUISA MESTRADO UEL (2010)
  16. 16. SISTEMA SERRA GERAL- AQUIFERO GUARANI
  17. 17. SISTEMA SERRA GERAL- AQUIFERO GUARANI
  18. 18. SISTEMA SERRA GERAL- AQUIFERO GUARANI
  19. 19. SISTEMA SERRA GERAL- AQUIFERO GUARANI Dr.Phd ANDRÉ CELLIGOY- USP “O CARA”
  20. 20. SISTEMA SERRA GERAL- AQUIFERO GUARANI
  21. 21. CLIMA  Predomínio do clima sub-tropical;  Temperaturas médias entre 14oC e 19oC;  Chuvas bem distribuídas;  Invernos rigorosos;  Dois tipos de clima: tropical de altitude e o subtropical.
  22. 22. VEGETAÇÃO  Grande parte da vegetação paranaense foi devastada;  Instalação de agricultores;  Expansão da fronteira agrícola.  Grandes empresas madeireiras;  Indústrias de papel e
  23. 23. Vegetação Primitiva
  24. 24. Vegetação Remanescente:  Mata de Araucárias: poucas áreas do sudoeste paranaense;  Floresta Tropical: poucas áreas do norte paranaense;  Floresta Subtropical: Parque Nacional do Iguaçu (oeste).  Mata Atlântica: Serra do
  25. 25. PARTE 02 PARANÁ: CARACTERÍSTICAS HUMANAS
  26. 26. POPULAÇÃO E CRESCIMENTO URBANO  Composição étnica predominantemente branca;  Expansão da fronteira agrícola no Brasil favorece a urbanização paranaense;  Mecanização da lavoura;  Êxodo rural;
  27. 27.  Região sul: 81% da população vive nas cidades;  Industrialização;  População rural no Paraná: 18,6%
  28. 28. POPULAÇÃO PARANAENSE  10,5 milhões de habitantes;  DD: 51,5 hab/km2;  Pop. urbana: 81,4%;  Maiores cidades: Curitiba, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa...
  29. 29. INDICADORES SOCIAIS  Situação privilegiada dentro da realidade nacional;  Busca pela eliminação da desigualdade social;  Déficit habitacional: 260.648 moradias;  Acesso à água: 83,6%;
  30. 30.  Mortalidade infantil: 20,7%o;  13,2 médicos por cada 10 mil habitantes;  2,5 leitos hospitalares por 1000 habitantes;  Analfabetismo: 7,8%;  Analfabetismo funcional: 21,9%;
  31. 31. CURITIBA  Fundada em 29 de março de 1693;  Intensa entrada de imigrantes europeus;  1950-1960 a economia cafeeira altera o município;  Posição privilegiada em relação ao MERCOSUL.
  32. 32. A Cidade de Curitiba Estações Tubo
  33. 33. Museu Oscar Niemeyer Ópera de Arame
  34. 34. Rua 24 horas Jardim Botânico
  35. 35. PARTE 03 PARANÁ: ECONOMIA
  36. 36. CICLOS ECONÔMICOS 1. CICLO DO OURO OU DA MINERAÇÃO (séc. XVII); 2. CICLO DO GADO OU TROPEIRISMO (séc. XVIII); 3. CICLO DA ERVA-MATE; 4. CICLO DA MADEIRA; 5. CICLO DO CAFÉ.
  37. 37. AGRICULTURA  Produção agrícola diversa: fertilidade do solo e clima ameno;  Década de 70: modernização da agricultura;  Poluição em virtude do uso de agrotóxicos;  Êxodo rural;  Criação do MST;
  38. 38.  Concentração fundiária;  Dificuldade de pequenos agricultores em modernizar-se;  Cooperativismo;  Destaque nacional: produção de milho, soja e cana-de-açúcar;  Soja transgênica: 15% da produção do Estado;
  39. 39. AGROINDÚSTRIA  Medidas que visam o fortalecimento da agroindústria;  Volumosos investimentos;  Integração regional;  Ampliação, modernização e instalação de novas unidades industriais;
  40. 40. PECUÁRIA  Expressivo crescimento;  Bovinocultura de corte;  Bovinocultura de leite;  Suinocultura associada às lavouras de milho no oeste/sudoeste  Produção de aves de corte e postura.
  41. 41. INDUSTRIALIZAÇÃO  Três fases distintas: 1950 e 1960: crise do café e incipiente industrialização. 1970 e 1980: consolidação da base industrial e estagnação econômica. 1990 e período atual: ajustamento estrutural e retomada do crescimento.
  42. 42.  RMC: investimentos no setor automobilístico;  Audi-Volkswagen (Alemanha);  Chrysler (EUA);  Renault (França);  Empregos diretos e indiretos;  Novos investimentos em
  43. 43. O Paraná deixou recentemente de possuir apenas um conjunto de empresas concentradas em torno da RMC e empresas ligadas à setores tradicionais no interior do Estado, para um sistema industrial mais complexo, e regionalmente mais disperso. CIDADE INDUSTRIAL DE CURITIBA  Criada em 1973;  Crescimento de 10% ao ano na economia de Curitiba;
  44. 44. RECURSOS E RESERVAS ENERGÉTICAS  Refinaria de Araucária (REPAR);  Gás Natural: alternativa ao petróleo (ramal do Gasoduto Brasil-Bolívia;  Xisto Betuminoso: São Mateus do Sul possui a maior reserva nacional;
  45. 45. PARANÁ E O MERCOSUL  Paraná: posição privilegiada;  Ótimas perspectivas de desenvolvimento econômico para o Estado;  Aumento de trocas comerciais entre países-membros na década de 1990;
  46. 46. Área de Influênci a do Mercosul
  47. 47. ATRAÇÕES TURÍSTICAS DO ESTADO  Ilha do Mel;  Parque Nacional do Iguaçu;  Parque Nacional do Superagui;  Parque Estadual de Vila Velha;
  48. 48. Ilha do Mel Serra do Mar
  49. 49. Parque Nacional do Superagüi Ilha do Mel
  50. 50. BAÍA DE GUARATUBA – CAIOBÁ – PARANÁ
  51. 51. Jardim Botânico Ópera de Arame
  52. 52. Cânion Guartelá Vila Velha
  53. 53. Vila Velha
  54. 54. Parque Nacional do Iguaçu
  55. 55. LONDRINA-CAPITAL REGIONAL – NORTE DO PARANÁ
  56. 56. REGIÃO METROPOLITANA DE LONDRINA
  57. 57. TRANSPORTES – INTEGRAÇÃO – PORTOS SECOS
  58. 58. OBRIGADO PELA ATENÇÃO....BOM VESTIBULAR A TODOS... Msc RONALDO N CICILIATO UNESP GADIS/CEDIAPGEO

×