Os Três Porquinhos
e o
Grande Lobo Mau
Os Três Porquinhos
e o
Grande Lobo Mau
the birth of venus, sandro botticelli, 1486
La gioconda, leonardo da vinci, 1503
L’umana fragilita, savator rosa, 1656
the...
era uma vez uma porca velha com
Três porquinhos,
e como ela não tinha o suficionte para mantê-los
ela enviou-os para fora ...
durante todo o verão eles andaram pela floresta,
serras e montanhas, brincando e se divertindo.
ninguém era mais feliz que...
o mais preguiçoso disse que faria a dele de
palha.
-vai demorar apenas um dia! - ele disse.
os outros discordaram. -É muit...
mas o terceiro porquinho não gostou da casa de madeira,
-esse não é o jeito de se montar uma casa! - ele disse
leva tempo,...
foi o mais sábio que achou as pegadas
de um grande lobo na vizinhança.
Os porquinhos fugiram para as suas casas
com medo.
junto veio o lobo, visando a casa do
porquinho mais preguiçoso.
-saia daí! - ordenou o lobo, com a boca
cheia d’água.
quer...
com raiva e estufando seu peito, deu uma
grande inspirada.
Soprou com toda a sua força,
diretamente na casa.
e toda a palh...
assistindo a cena, o porquinho da casa de
madeira fala consigo mesmo, em desespero,
-espero que essa casa não caia!
vou en...
do lado de dentro, o irmão chorava de medo
e fez seu melhor para segurar a porta.
então o lobo furioso se deu um novo
esfo...
a caminho da casa de seu Agora, único
irmão, ele gritava:
-irmão! é o lobo!
ele veio atrás de nós e já pegou um de...!
É interrompido pelo lobo, que o joga no
chão e o mutila com os dentes
o porquinho sábio assistiu a cena,
sem pestanejar.
o lobo viu a janela e ficou feliz em saber que ficaria
totalmente satisfeito.
Soprou, soprou e soprou uma terceira vez e n...
o sábio porquinho havia imaginado isso
acendeu o fogo do caldeirão, deixando a
água que ali estava, fervente
e assim que viu o lobo pular para dentro, e cair no
caldeirão ele o tampa novamente em um instante
Faz uma sopa com o lobo...
-Os três porquinhos e o grande lobo mau-
Design por
flávio duarte
Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau

496 visualizações

Publicada em

Trabalho de ilustração realizado sobre a história original dos Três Porquinhos. O trabalho foi realizado em aquarela fazendo releitura de quadros clássicos.

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
496
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau

  1. 1. Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau Os Três Porquinhos e o Grande Lobo Mau
  2. 2. the birth of venus, sandro botticelli, 1486 La gioconda, leonardo da vinci, 1503 L’umana fragilita, savator rosa, 1656 the three graces, raffaelo sanzio, 1505 the fifer, édouard manet, 1866 Supper at emmaus, caravaggio, 1601 o lavrador de café, cÂndido portinari, 1939 Abaporu, tarsila do amaral, 1928 the nightmare, henry puseli, 1781 saturn devouring his son, francisco goya, 1823 the scream, eduar munch, 1893 death and life, gustav klint, 1916 escaping criticism, pere borrell, 1874 christina’s world, andrew wyeth, 1948 two followers of cadmus, cornelis van harlem, 1588 the anatomy lesson of dr. deyman, rembrandt, 1656 the son of man, rené magritte, 1964 the milkmaid, vermeer, 1658 hercules and cacus, hendrick goltzius, 1613 david slaying goliath, peter paul rubens, 1630 angeli, rafaello sanzio, 1514
  3. 3. era uma vez uma porca velha com Três porquinhos, e como ela não tinha o suficionte para mantê-los ela enviou-os para fora em busca de fortuna
  4. 4. durante todo o verão eles andaram pela floresta, serras e montanhas, brincando e se divertindo. ninguém era mais feliz que estes três porquinhos e eles faziam amizades com todos facilmente mas com a chegada do fim do verão, eles perceberam que todos voltavam a seus trabalhos se preparando para o inverno. O outono veio e começou a chover Os três porquinhos começaram a sentir a necessidade de um lar. Tristes, eles sabiam que a diversão havia terminado e que tinham que trabalhar como os outros Eles conversaram sobre o que fazer, mas cada um ficou por si
  5. 5. o mais preguiçoso disse que faria a dele de palha. -vai demorar apenas um dia! - ele disse. os outros discordaram. -É muito frágil.- eles diziam desaprovando mas ele se recu- sou a ouvi-los, não tão preguiçoso, o segundo porquinho foi a procura de tábuas de madeira. tum! tum! tum! -demorou dois dia para que as pregasse juntos.
  6. 6. mas o terceiro porquinho não gostou da casa de madeira, -esse não é o jeito de se montar uma casa! - ele disse leva tempo, paciência e trabalho duro para montar uma casa que é forte o suficiente para aguentar o vento, a chiva, a neve, principalmente, nos proteger do lobo! os dias se passaram e a casa do porquinho mais sábio tomou forma tijolo por tijolo. de tempos em tempos, os irmãos o visitavam, dizendo entre risadas: -por quê você está trabalhando tanto? por quê não sai para brincar? Mas o porquinho trabalhador sempre dizia “não”. -eu devo terminar minha casa primeiro. Ela precisa ser sólida e firme. E aí eu vou brincar! - ele disse. eu não serei enganado por vocês! aquele que ri por último, ri melhor
  7. 7. foi o mais sábio que achou as pegadas de um grande lobo na vizinhança. Os porquinhos fugiram para as suas casas com medo.
  8. 8. junto veio o lobo, visando a casa do porquinho mais preguiçoso. -saia daí! - ordenou o lobo, com a boca cheia d’água. quero falar com você! -eu prefiro ficar aonde estou! - respondendeu o porquinho com a voz fina, -vou faze-lo sair! - grunhiu o lobo
  9. 9. com raiva e estufando seu peito, deu uma grande inspirada. Soprou com toda a sua força, diretamente na casa. e toda a palha do porquinho bobo que as juntou em mastros, caiu com a grande força. O porquinho, preso sobre as palhas, é pego pelo lobo e é comido.
  10. 10. assistindo a cena, o porquinho da casa de madeira fala consigo mesmo, em desespero, -espero que essa casa não caia! vou encostar-me na porta para que ele não entre facilmente! Do lado de fora, o lobo ouviu. Ainda faminto, sob a ideia de uma segunda refeição a caminho, ele soprou loucamente a porta. -Abra! abra! eu só quero falar com você! -dizia o lobo
  11. 11. do lado de dentro, o irmão chorava de medo e fez seu melhor para segurar a porta. então o lobo furioso se deu um novo esforço: puxou ainda mais ar e... whoooo! a casa de madeira foi a baixo. mais uma vez, os componentes da estrutura caíram sobre o porquinho, mas este conseguir fugir
  12. 12. a caminho da casa de seu Agora, único irmão, ele gritava: -irmão! é o lobo! ele veio atrás de nós e já pegou um de...!
  13. 13. É interrompido pelo lobo, que o joga no chão e o mutila com os dentes
  14. 14. o porquinho sábio assistiu a cena, sem pestanejar.
  15. 15. o lobo viu a janela e ficou feliz em saber que ficaria totalmente satisfeito. Soprou, soprou e soprou uma terceira vez e nada. A casa era muito resistente. analisando seus arredores, o lobo encontra a chaminé.
  16. 16. o sábio porquinho havia imaginado isso acendeu o fogo do caldeirão, deixando a água que ali estava, fervente
  17. 17. e assim que viu o lobo pular para dentro, e cair no caldeirão ele o tampa novamente em um instante Faz uma sopa com o lobo e o come no jantar. -E assim vive feliz para sempre!-
  18. 18. -Os três porquinhos e o grande lobo mau- Design por flávio duarte

×