SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
A AMIZADE
Quero falar aos amigos. Os amigos que tenho são os melhores que alguém poderia ter.
Além disso, os amigos que tenho têm muitos amigos e os dividem comigo. Assim, meu número de amigos sempre aumenta, já que sempre ganho amigos dos meus amigos.  
Foi assim sempre. Uns ganhei há tempos. Outros são mais recentes.   E quem os deu não ficou sem eles, pois amizade pode ser sempre dividida sem nunca diminuir ou enfraquecer.
Pelo contrário, Quanto mais dividida mais aumenta.   E há mais vantagens na amizade: é uma das poucas coisas que não custam nada mas valem muito, embora não sejam vendáveis!  
Entretanto, é preciso que se cuide um pouco das amizades...   As mais recentes, por exemplo, precisam de alguns cuidados. Poucos, é verdade, mas indispensáveis .
É preciso mantê-los com um certo calor, cuidar, falar com eles. Com o tempo eles crescem, ficam fortes e suportam alguns trancos.  
Os mais antigos, já sólidos, não exigem muito não! São como as mudas de plantas que, depois de enraizadas, parecem viver sem cuidados, porém não podem jamais ser esquecidas. Algo é preciso para mantê-las vivas.
Prezo muito minhas amizades e reservo sempre um canto no meu peito para elas. E sempre que surge a ocasião, não perco a oportunidade de dar um amigo a um amigo, da mesma forma que ganhei.
E não adiantam as despedidas. De um amigo ninguém se livra fácil. Amizade, além de contagiosa, é incurável
Mande para todos os seus amigos por que através deles você poderá fazer novos amigos... Formatado   por:   Patrícia   Perrud Fontes:   magiagifs/ felipex www.mensagensvirtuais.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Chapeuzinho amarelo
Chapeuzinho amareloChapeuzinho amarelo
Chapeuzinho amarelo
 
O baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhosO baile dos 3 porquinhos
O baile dos 3 porquinhos
 
Pe de pai
Pe de paiPe de pai
Pe de pai
 
Vamos à caça do urso
Vamos à caça do ursoVamos à caça do urso
Vamos à caça do urso
 
O homem que amava caixas
O homem que amava caixasO homem que amava caixas
O homem que amava caixas
 
Nem todas as girafas são iguais
Nem todas as girafas são iguaisNem todas as girafas são iguais
Nem todas as girafas são iguais
 
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantarA ovelhinha-que-veio-para-jantar
A ovelhinha-que-veio-para-jantar
 
Livros infantis
Livros infantisLivros infantis
Livros infantis
 
Quando a mãe grita...
Quando a mãe grita...Quando a mãe grita...
Quando a mãe grita...
 
Histórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power pointHistórias infantis e contos power point
Histórias infantis e contos power point
 
De hora em hora de "Ruth Rocha"
De hora em hora de "Ruth Rocha"De hora em hora de "Ruth Rocha"
De hora em hora de "Ruth Rocha"
 
Eu e o meu pai
Eu e o meu paiEu e o meu pai
Eu e o meu pai
 
Histórias infantis
Histórias infantisHistórias infantis
Histórias infantis
 
A magia da estrela do outono
A magia da estrela do outonoA magia da estrela do outono
A magia da estrela do outono
 
Quando eu me sinto triste
Quando eu me sinto tristeQuando eu me sinto triste
Quando eu me sinto triste
 
Apresentação o som das cores
Apresentação o som das cores Apresentação o som das cores
Apresentação o som das cores
 
Os três jacarezinhos
Os três jacarezinhosOs três jacarezinhos
Os três jacarezinhos
 
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDFBaixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
Baixe o Livro 'Zumbi o pequeno guerreiro' em PDF
 
Eu sou assim e vou te mostrar
 Eu sou assim e vou te mostrar Eu sou assim e vou te mostrar
Eu sou assim e vou te mostrar
 
Quero casa com janela
Quero casa com janelaQuero casa com janela
Quero casa com janela
 

Destaque (15)

HISTÓRIA INFANTL:Conte comigo amigo
HISTÓRIA INFANTL:Conte comigo amigoHISTÓRIA INFANTL:Conte comigo amigo
HISTÓRIA INFANTL:Conte comigo amigo
 
Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
 
O que é a amizade?
O que é a amizade?O que é a amizade?
O que é a amizade?
 
História de outono
História de outonoHistória de outono
História de outono
 
A bota do bode
A bota do bodeA bota do bode
A bota do bode
 
O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-florestaO carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta
 
A caixa maluca
A caixa maluca A caixa maluca
A caixa maluca
 
Rita não grita!
Rita não grita!Rita não grita!
Rita não grita!
 
Saude Oral Manual Para Educadores
Saude Oral  Manual Para EducadoresSaude Oral  Manual Para Educadores
Saude Oral Manual Para Educadores
 
Miroca historia ferias na floresta
Miroca historia ferias na florestaMiroca historia ferias na floresta
Miroca historia ferias na floresta
 
Histórias Infantis
Histórias InfantisHistórias Infantis
Histórias Infantis
 
O que cabe no meu mundo
O que cabe no meu mundoO que cabe no meu mundo
O que cabe no meu mundo
 
Uma Aventura no Outono
Uma Aventura no OutonoUma Aventura no Outono
Uma Aventura no Outono
 
História de uma Gotinha de Água
História de uma Gotinha de ÁguaHistória de uma Gotinha de Água
História de uma Gotinha de Água
 
O bolo (um conto russo)
O bolo (um conto russo)O bolo (um conto russo)
O bolo (um conto russo)
 

Semelhante a A amizade (20)

Amigos 3
Amigos 3Amigos 3
Amigos 3
 
Estou Aprendendo
Estou AprendendoEstou Aprendendo
Estou Aprendendo
 
Apaixone-se contigo
Apaixone-se contigoApaixone-se contigo
Apaixone-se contigo
 
Amigos para sempre
Amigos para sempreAmigos para sempre
Amigos para sempre
 
Amigos para sempre
Amigos para sempreAmigos para sempre
Amigos para sempre
 
Amigos para sempre
Amigos para sempreAmigos para sempre
Amigos para sempre
 
Amigosparasempre
AmigosparasempreAmigosparasempre
Amigosparasempre
 
Obrigado Amigos Orkut
Obrigado Amigos OrkutObrigado Amigos Orkut
Obrigado Amigos Orkut
 
((AMIZADE INSEPARÁVEL.docx.pdf
((AMIZADE INSEPARÁVEL.docx.pdf((AMIZADE INSEPARÁVEL.docx.pdf
((AMIZADE INSEPARÁVEL.docx.pdf
 
Sempre Aprendendo
Sempre AprendendoSempre Aprendendo
Sempre Aprendendo
 
Amigos eu Aprendi
Amigos eu AprendiAmigos eu Aprendi
Amigos eu Aprendi
 
Tayane
Tayane Tayane
Tayane
 
Aprendiz da vida
Aprendiz da vidaAprendiz da vida
Aprendiz da vida
 
Aprendi
AprendiAprendi
Aprendi
 
A Amizade InêS Nº9 8ºA
A Amizade InêS Nº9 8ºAA Amizade InêS Nº9 8ºA
A Amizade InêS Nº9 8ºA
 
A amizade inês nº9_8ºA
A amizade inês nº9_8ºAA amizade inês nº9_8ºA
A amizade inês nº9_8ºA
 
Amigosparasempre
AmigosparasempreAmigosparasempre
Amigosparasempre
 
Toaprendendo
ToaprendendoToaprendendo
Toaprendendo
 
To Aprendendo[1]...
To Aprendendo[1]...To Aprendendo[1]...
To Aprendendo[1]...
 
Aprendendo
AprendendoAprendendo
Aprendendo
 

Mais de Mensagens Virtuais (20)

Borboletas 1
Borboletas 1Borboletas 1
Borboletas 1
 
Minha arvore de amigos
Minha arvore de amigosMinha arvore de amigos
Minha arvore de amigos
 
O verbo no infinito
O verbo no infinitoO verbo no infinito
O verbo no infinito
 
A arte de Janene Grende
A arte de Janene GrendeA arte de Janene Grende
A arte de Janene Grende
 
Doce verao florido
Doce verao floridoDoce verao florido
Doce verao florido
 
Flores de verao
Flores de veraoFlores de verao
Flores de verao
 
Delicadas flores de verao
Delicadas flores de veraoDelicadas flores de verao
Delicadas flores de verao
 
Ainda que o vendaval
Ainda que o vendavalAinda que o vendaval
Ainda que o vendaval
 
Hoje eu posso escolher
Hoje eu posso escolherHoje eu posso escolher
Hoje eu posso escolher
 
Virtudes e defeitos
Virtudes e defeitosVirtudes e defeitos
Virtudes e defeitos
 
O voo
O vooO voo
O voo
 
Viver despenteada
Viver despenteadaViver despenteada
Viver despenteada
 
Animais que fazem a cabeca
Animais que fazem a cabecaAnimais que fazem a cabeca
Animais que fazem a cabeca
 
A arte de Genise Marwedel
A arte de Genise MarwedelA arte de Genise Marwedel
A arte de Genise Marwedel
 
A arte surreal
A arte surrealA arte surreal
A arte surreal
 
Desenganos
DesenganosDesenganos
Desenganos
 
Ressuscita me
Ressuscita meRessuscita me
Ressuscita me
 
Bandejas pintadas
Bandejas pintadasBandejas pintadas
Bandejas pintadas
 
Vitoria Regia
Vitoria RegiaVitoria Regia
Vitoria Regia
 
Bocas em flor
Bocas em florBocas em flor
Bocas em flor
 

Último

Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 

Último (20)

Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 

A amizade

  • 2. Quero falar aos amigos. Os amigos que tenho são os melhores que alguém poderia ter.
  • 3. Além disso, os amigos que tenho têm muitos amigos e os dividem comigo. Assim, meu número de amigos sempre aumenta, já que sempre ganho amigos dos meus amigos.  
  • 4. Foi assim sempre. Uns ganhei há tempos. Outros são mais recentes.   E quem os deu não ficou sem eles, pois amizade pode ser sempre dividida sem nunca diminuir ou enfraquecer.
  • 5. Pelo contrário, Quanto mais dividida mais aumenta.   E há mais vantagens na amizade: é uma das poucas coisas que não custam nada mas valem muito, embora não sejam vendáveis!  
  • 6. Entretanto, é preciso que se cuide um pouco das amizades...   As mais recentes, por exemplo, precisam de alguns cuidados. Poucos, é verdade, mas indispensáveis .
  • 7. É preciso mantê-los com um certo calor, cuidar, falar com eles. Com o tempo eles crescem, ficam fortes e suportam alguns trancos.  
  • 8. Os mais antigos, já sólidos, não exigem muito não! São como as mudas de plantas que, depois de enraizadas, parecem viver sem cuidados, porém não podem jamais ser esquecidas. Algo é preciso para mantê-las vivas.
  • 9. Prezo muito minhas amizades e reservo sempre um canto no meu peito para elas. E sempre que surge a ocasião, não perco a oportunidade de dar um amigo a um amigo, da mesma forma que ganhei.
  • 10. E não adiantam as despedidas. De um amigo ninguém se livra fácil. Amizade, além de contagiosa, é incurável
  • 11. Mande para todos os seus amigos por que através deles você poderá fazer novos amigos... Formatado por: Patrícia Perrud Fontes: magiagifs/ felipex www.mensagensvirtuais.com.br